SlideShare uma empresa Scribd logo
GEOGRAFIA
PROFESSORA CAROLINA CORRÊA
Conteúdos
Origem e estrutura interna da Terra
Objetivos
Compreender:

Formação do Universo e sistema solar;
Formação do planeta Terra;
Estrutura interna;
A Formação do Universo
Inúmeras são a teorias propostas.
A mais aceita para a formação do
universo é a “teoria da grande
explosão”.
Esse evento ficou conhecido como
Big Bang.
Teoria do Big Bang
O universo começou com um grão
primordial extremamente denso e quente,
que, por razões desconhecidas, teria se
expandido originando o espaço, o tempo e
toda a matéria e energia existentes no
universo.
Segundo esta teoria o universo não é
estático e se encontra em constante
expansão, ou seja, as galáxias estão se
afastando umas das outras.
De acordo com as melhores medições
disponíveis em 2010, as condições iniciais
ocorreram por volta de 13,3 a 13,9 bilhões
de anos atrás.
Cerca de 1 bilhão de anos depois do Big Bang, os
elementos químicos começaram a se unir dando
origem às galáxias.
A Formação Sistema Solar
Teoria Catastrófica
Uma das primeiras teorias para a
formação do sistema solar é a Teoria
Catastrófica, segundo a qual um outro astro
passou perto o suficiente do nosso Sol para
“arrancar” matéria solar.
Problemas:
O Sol já estava formado;
A constituição diferente
planetas.

dos

Obs.: Essa teoria foi abandonada em detrimento da Teoria
de Acresção.
A Teoria de Acresção:
a Nebulosa Solar Primitiva (NSP)
Laplace em 1796;
Uma nuvem de gás e poeira que aos
poucos agregou mais gás e poeira e, em um
determinado ponto formou o Sol;
Os planetas formaram-se da mesma
matéria interestelar;
Problemas:
Laplace não soube explicar como os
planetas foram capturados pelo Sol,
Ele supôs que o Sol produzia energia
através da queima da sua matéria.
Obs.: Não existiam ainda, provas de que esta teoria estava
correta, mas a teoria foi bem aceita de um modo geral.
A Teoria de Acresção reformulada:

Adaptou os novos dados observacionais;
A nuvem de gás e poeira densa começou
a entrar em um colapso gravitacional, ou
seja um aumento na concentração de gás;
Circulo vicioso = gravidade atraiu +
matéria, que gerou + gravidade;
Como resultado da contração e rotação formou-se
um disco achatado, girando rapidamente,
concentrando a matéria em seu centro (Proto-Sol).
O Sol
Sob a atração da gravidade, a matéria deslocouse para o centro. O proto-Sol, tornou-se mais
denso e quente (milhões de graus), iniciando
uma fusão nuclear.
Nesta fase o proto-Sol
estava
envolvido por uma denso invólucro de gás e
poeira. Neste disco de poeira e gás que
ainda circunda esta jovem estrela,
aconteciam
outros
processos
que
culminariam na formação dos planetas.
As etapas iniciais da evolução do universo.
Tempo
Cósmico
0
Até 10-43 s
Até 10-7 s
Até 1 s
1 min

Era

Evento

Singularidade
Era de Planck
Era
dos
Hádrons
Era
dos
Léptons
Era da radiação

Big Bang
(Ainda desconhecida)
Criação das partículas
pesadas
Criação das partículas
leves
Formação de Hélio e
Deutério
Tempo
Cósmico
10 mil anos

Era

Evento

Era da matéria

A matéria torna-se
predominante
300 mil anos
Desacoplamento O universo torna-se
transparente
1 bilhão de
Formação das galáxias
anos
e grandes estruturas
8,7 bilhões de
Inicio da formação do
anos
Sol
13,7
bilhões
Época atual
de anos
Fonte: Astronomia: uma visão geral do Universo. São Paulo: Edusp, 2003. p. 240.
Formação dos Planetas

O disco envolvido por gás e poeira forma grãos
que colidem e se agregam em pequenos blocos:
Os planetesimais.
A Terra primitiva: formação de um
planeta em camadas

Quando corpos colidem com a Terra
primitiva, a maior parte da energia foi
convertida em calor. Isso foi suficiente para
ejetar no espaço uma grande quantidade de
detritos e gerar calor para fundir parte do
que restou da Terra.
No estágio final de
acrescimento (4,5
G.a) um corpo
impactou a Terra...

Corpo
impactante

... e o impacto ejetou
para o espaço uma
chuva de detritos
tanto do corpo quanto
da Terra
O impacto
acelerou a
rotação da
Terra e
inclinou o
seu plano
orbital para
23°.

A Terra
reconstituiuse como um
grande
corpo
fundido.

A Lua
agregouse a partir
dos
detritos

Rochas da Lua
com 4,47 G.a,
trazidas pelos
astronautas da
Apollo,
confirmaram
assa hipótese.
O nosso planeta nada mais era que
uma massa incandescente. Nesse momento
os elementos químicos mais densos
afundaram sendo que hoje fazem parte da
composição do núcleo e do manto enquanto
os menos densos como os silicatos vieram
a formar a crosta.
Formação dos Continentes, dos oceanos e da
atmosfera da Terra:
A fusão primitiva promoveu a formação da crosta e
consequentemente dos continentes.

Atividade
vulcânica
primitiva
Elementos Químicos na Terra
Apenas 8
elementos
constituem
99% da
massa da
Terra.

90% da Terra
consistem em
apenas 4
elementos:
Fe, O, Si, Mg.

Terra Inteira
outros
alumínio
cálcio
enxofre
níquel
magnésio

Fe

silício

35% da Terra é
Os elementos
constituída por
leves são
Fe, mas devido a
predominantes
diferenciação a
na crosta.
crosta é pobre
neste elemento.
As
rochas
crustais
são
constituídas por quase 50%
de oxigênio.

Crosta daTerra
Fe
alumínio
silício

Oxigênio

Oxigênio

magnésio
cálcio
potássio
sódio
outros
A Terra é constituída, basicamente, por
três camadas : o núcleo, o manto e a
crosta, cada uma com suas características
físicas e químicas distintas.
Essas camadas não são homogêneas;
as variações em seu interior explicam a
existência de fenômenos como a deriva
continental, os vulcões, os terremotos e o
campo magnético do planeta.
Crosta - Camada superficial sólida que
circunda a Terra. Tem, em média, de 30 a 40
km de espessura, mas pode ser bem mais
fina ou chegar a até 80km. Existem dois
tipos de crosta: a crosta oceânica, jovem, de
pouca espessura, densa e constituída por
rochas basálticas, abrangendo 65% da
superfície da Terra; e a crosta continental
mais antiga, espessa e menos densa,
correspondente a 35% da superfície da
Terra.
Manto - O manto estende-se desde
cerca de 30 km e por uma profundidade de
2900 km. É formada por vários tipos de
rochas que, devido às altas temperaturas,
encontram-se em um estado complexo que
mistura materiais fundidos e sólidos e
recebe o nome de magma. As temperaturas
do manto variam de 100 graus Celsius até
3500 graus Celsius.
Núcleo - É a parte central do planeta.
Acredita-se que seja formado por metais
como ferro e níquel em altíssimas
temperaturas. Possui duas partes :
Núcleo externo : Líquido - de 2900 a
5150 km.
Núcleo interno : Sólido, devido à
altíssima pressão. - Até 6371 km.
Fonte: magui-12.blogspot.com
Fonte: http://www.algosobre.com.br/geografia/estrutura-e-composicaoda-terra.html
Referências
GUERRA, A. J. T.; CUNHA, S. B.
Geomorfologia: uma atualização de bases e
conceitos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2.
ed., 1995. 472 p.
 LEINZ, V.; AMARAL, S. E. Geologia Geral.
São Paulo: Nacional, 1980.

PENTEADO, M.M. Fundamentos de
Geomorfologia. Rio de Janeiro: IBGE, 1974.
185 p.
 TARBUCK,
E.;LUTGENS, F.K. Earth
Science. New Jersey: Prentice Hall, 2000.
 TEIXEIRA,
W.;
TOLEDO,
M.C.M.;
FAIRCHILD, T.R.; TAIOLI, F. Decifrando a
Terra. São Paulo: Oficina de Textos, 2000.


Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Os movimentos da terra
Os movimentos da terraOs movimentos da terra
Os movimentos da terra
 
Atmosfera camadas
Atmosfera camadasAtmosfera camadas
Atmosfera camadas
 
Biomas do mundo
Biomas do mundoBiomas do mundo
Biomas do mundo
 
A biosfera
A biosferaA biosfera
A biosfera
 
Clima - Elementos e Fatores Climáticos
Clima - Elementos e Fatores ClimáticosClima - Elementos e Fatores Climáticos
Clima - Elementos e Fatores Climáticos
 
Projeçoes cartograficas
Projeçoes cartograficasProjeçoes cartograficas
Projeçoes cartograficas
 
Biomas Brasileiros
Biomas Brasileiros Biomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
 
I.1 A origem do universo
I.1 A origem do universoI.1 A origem do universo
I.1 A origem do universo
 
Hidrosfera 6º ano
Hidrosfera 6º anoHidrosfera 6º ano
Hidrosfera 6º ano
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 
Os continentes
Os continentesOs continentes
Os continentes
 
Fontes de Energia
Fontes de EnergiaFontes de Energia
Fontes de Energia
 
Tectonica Placas
Tectonica PlacasTectonica Placas
Tectonica Placas
 
A Terra no Sistema Solar
A Terra no Sistema SolarA Terra no Sistema Solar
A Terra no Sistema Solar
 
TERRA - Estrutura Geologica
TERRA - Estrutura GeologicaTERRA - Estrutura Geologica
TERRA - Estrutura Geologica
 
Tipos de rochas
Tipos de rochasTipos de rochas
Tipos de rochas
 
Brasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticosBrasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticos
 
Aula 6º ano - Estrutura do planeta Terra, rochas e solos
Aula 6º ano - Estrutura do planeta Terra, rochas e solosAula 6º ano - Estrutura do planeta Terra, rochas e solos
Aula 6º ano - Estrutura do planeta Terra, rochas e solos
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Deriva continental e tectónica de placas
Deriva continental e tectónica de placasDeriva continental e tectónica de placas
Deriva continental e tectónica de placas
 

Destaque

Teoria do Universo
Teoria do UniversoTeoria do Universo
Teoria do UniversoLeila nny
 
Aula 7º ano - Origem da vida na Terra
Aula 7º ano - Origem da vida na TerraAula 7º ano - Origem da vida na Terra
Aula 7º ano - Origem da vida na TerraLeonardo Kaplan
 
SISTEMA SOLAR - AULA 5º ANO
SISTEMA SOLAR - AULA 5º ANOSISTEMA SOLAR - AULA 5º ANO
SISTEMA SOLAR - AULA 5º ANOfabiaconti
 
O universo e o Sistema Solar
O universo e o Sistema SolarO universo e o Sistema Solar
O universo e o Sistema SolarFURG
 
6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solarcrisbassanimedeiros
 
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema SolarAula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema SolarLeonardo Kaplan
 
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)Raquel Becker
 

Destaque (9)

Teoria do Universo
Teoria do UniversoTeoria do Universo
Teoria do Universo
 
Aula 7º ano - Origem da vida na Terra
Aula 7º ano - Origem da vida na TerraAula 7º ano - Origem da vida na Terra
Aula 7º ano - Origem da vida na Terra
 
Gravidade power point
Gravidade power pointGravidade power point
Gravidade power point
 
Aula Gravitação Universal
Aula Gravitação UniversalAula Gravitação Universal
Aula Gravitação Universal
 
SISTEMA SOLAR - AULA 5º ANO
SISTEMA SOLAR - AULA 5º ANOSISTEMA SOLAR - AULA 5º ANO
SISTEMA SOLAR - AULA 5º ANO
 
O universo e o Sistema Solar
O universo e o Sistema SolarO universo e o Sistema Solar
O universo e o Sistema Solar
 
6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar
 
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema SolarAula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
 
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)
 

Semelhante a Origem e formação da terra

Aula formação do universo
Aula formação do universoAula formação do universo
Aula formação do universokaliandra Lisboa
 
Formação do Sistema Solar
Formação do Sistema SolarFormação do Sistema Solar
Formação do Sistema SolarTânia Reis
 
Origem do Sol e dos Planetas
Origem do Sol e dos PlanetasOrigem do Sol e dos Planetas
Origem do Sol e dos PlanetasRita Galrito
 
Geologia apostila
Geologia apostilaGeologia apostila
Geologia apostilarvmc2013
 
A Terra, um planeta muito especial
A Terra, um planeta muito especialA Terra, um planeta muito especial
A Terra, um planeta muito especialessg
 
As estrelas, o seu funcionamento
As estrelas, o seu funcionamento As estrelas, o seu funcionamento
As estrelas, o seu funcionamento Alice Guimarães
 
Aula 20 formação sistema solar
Aula 20   formação sistema solarAula 20   formação sistema solar
Aula 20 formação sistema solarLiliane Morgado
 
universo big bang astronomia.ppt
universo big bang astronomia.pptuniverso big bang astronomia.ppt
universo big bang astronomia.pptLetciaMenezes19
 
Aula 01 curso de mineração (geologia) l
Aula 01 curso de mineração (geologia) lAula 01 curso de mineração (geologia) l
Aula 01 curso de mineração (geologia) lHomero Alves de Lima
 
Formação do universo e do planeta terra.pptx
Formação  do universo e do  planeta  terra.pptxFormação  do universo e do  planeta  terra.pptx
Formação do universo e do planeta terra.pptxRicardo Diniz campos
 
Acreção e diferenciação
Acreção e diferenciaçãoAcreção e diferenciação
Acreção e diferenciaçãoMiguel Ferreira
 
Formação das Rochas
Formação das RochasFormação das Rochas
Formação das RochasSara Carmo
 

Semelhante a Origem e formação da terra (20)

Geologia 1
Geologia 1Geologia 1
Geologia 1
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Geologia Geral aula 1.pdf
Geologia Geral aula 1.pdfGeologia Geral aula 1.pdf
Geologia Geral aula 1.pdf
 
Aula formação do universo
Aula formação do universoAula formação do universo
Aula formação do universo
 
Formação do Sistema Solar
Formação do Sistema SolarFormação do Sistema Solar
Formação do Sistema Solar
 
Origem do Sol e dos Planetas
Origem do Sol e dos PlanetasOrigem do Sol e dos Planetas
Origem do Sol e dos Planetas
 
Geologia apostila
Geologia apostilaGeologia apostila
Geologia apostila
 
Big bang 6 ano
Big bang 6 anoBig bang 6 ano
Big bang 6 ano
 
A Terra, um planeta muito especial
A Terra, um planeta muito especialA Terra, um planeta muito especial
A Terra, um planeta muito especial
 
As estrelas, o seu funcionamento
As estrelas, o seu funcionamento As estrelas, o seu funcionamento
As estrelas, o seu funcionamento
 
Aula 20 formação sistema solar
Aula 20   formação sistema solarAula 20   formação sistema solar
Aula 20 formação sistema solar
 
universo big bang astronomia.ppt
universo big bang astronomia.pptuniverso big bang astronomia.ppt
universo big bang astronomia.ppt
 
Aula 01 curso de mineração (geologia) l
Aula 01 curso de mineração (geologia) lAula 01 curso de mineração (geologia) l
Aula 01 curso de mineração (geologia) l
 
Formação do universo e do planeta terra.pptx
Formação  do universo e do  planeta  terra.pptxFormação  do universo e do  planeta  terra.pptx
Formação do universo e do planeta terra.pptx
 
1ª série e.m benec11
1ª série e.m benec111ª série e.m benec11
1ª série e.m benec11
 
Acreção e diferenciação
Acreção e diferenciaçãoAcreção e diferenciação
Acreção e diferenciação
 
Formação das Rochas
Formação das RochasFormação das Rochas
Formação das Rochas
 
Energia origemeefeitos
Energia origemeefeitosEnergia origemeefeitos
Energia origemeefeitos
 
Os movimentos do sol
Os movimentos do solOs movimentos do sol
Os movimentos do sol
 

Mais de karolpoa

Aula preocessos superficiais, conservação e uso de geossintéticos
Aula preocessos superficiais, conservação e uso de geossintéticosAula preocessos superficiais, conservação e uso de geossintéticos
Aula preocessos superficiais, conservação e uso de geossintéticoskarolpoa
 
Rochas metamórficas
Rochas metamórficasRochas metamórficas
Rochas metamórficaskarolpoa
 
Os ventos e a circulação geral da atmosfera
Os ventos e a circulação geral da atmosferaOs ventos e a circulação geral da atmosfera
Os ventos e a circulação geral da atmosferakarolpoa
 
Climatologia no brasil
Climatologia no brasilClimatologia no brasil
Climatologia no brasilkarolpoa
 
Sedimentos e rochas sedimentares 2014-2
Sedimentos e rochas sedimentares 2014-2Sedimentos e rochas sedimentares 2014-2
Sedimentos e rochas sedimentares 2014-2karolpoa
 
Intemperismo e erosão
Intemperismo e erosãoIntemperismo e erosão
Intemperismo e erosãokarolpoa
 
4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológicokarolpoa
 
4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológicokarolpoa
 
5 fatores e elementos climáticos
5 fatores e elementos climáticos5 fatores e elementos climáticos
5 fatores e elementos climáticoskarolpoa
 
Agua nos solos
Agua nos solosAgua nos solos
Agua nos soloskarolpoa
 
Aula classificação dos solos
Aula classificação dos solosAula classificação dos solos
Aula classificação dos soloskarolpoa
 
Ciclodas rochas rochas magmaticas
Ciclodas rochas rochas magmaticasCiclodas rochas rochas magmaticas
Ciclodas rochas rochas magmaticaskarolpoa
 
3 atmosfera
3 atmosfera3 atmosfera
3 atmosferakarolpoa
 
2 paleoclimatologia
2 paleoclimatologia2 paleoclimatologia
2 paleoclimatologiakarolpoa
 
1 noções de tempo e clima
1 noções de tempo e clima1 noções de tempo e clima
1 noções de tempo e climakarolpoa
 
3.1 análise granulométrica
3.1 análise granulométrica3.1 análise granulométrica
3.1 análise granulométricakarolpoa
 
Aula 3 propriedades morfológicas
Aula 3 propriedades morfológicasAula 3 propriedades morfológicas
Aula 3 propriedades morfológicaskarolpoa
 
Aula 2 origem dos solos
Aula 2 origem dos solosAula 2 origem dos solos
Aula 2 origem dos soloskarolpoa
 

Mais de karolpoa (20)

Aula preocessos superficiais, conservação e uso de geossintéticos
Aula preocessos superficiais, conservação e uso de geossintéticosAula preocessos superficiais, conservação e uso de geossintéticos
Aula preocessos superficiais, conservação e uso de geossintéticos
 
Rochas metamórficas
Rochas metamórficasRochas metamórficas
Rochas metamórficas
 
Minerais
MineraisMinerais
Minerais
 
Os ventos e a circulação geral da atmosfera
Os ventos e a circulação geral da atmosferaOs ventos e a circulação geral da atmosfera
Os ventos e a circulação geral da atmosfera
 
Climatologia no brasil
Climatologia no brasilClimatologia no brasil
Climatologia no brasil
 
Sedimentos e rochas sedimentares 2014-2
Sedimentos e rochas sedimentares 2014-2Sedimentos e rochas sedimentares 2014-2
Sedimentos e rochas sedimentares 2014-2
 
Intemperismo e erosão
Intemperismo e erosãoIntemperismo e erosão
Intemperismo e erosão
 
4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico
 
4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico
 
5 fatores e elementos climáticos
5 fatores e elementos climáticos5 fatores e elementos climáticos
5 fatores e elementos climáticos
 
Agua nos solos
Agua nos solosAgua nos solos
Agua nos solos
 
Aula classificação dos solos
Aula classificação dos solosAula classificação dos solos
Aula classificação dos solos
 
Ciclodas rochas rochas magmaticas
Ciclodas rochas rochas magmaticasCiclodas rochas rochas magmaticas
Ciclodas rochas rochas magmaticas
 
3 atmosfera
3 atmosfera3 atmosfera
3 atmosfera
 
2 paleoclimatologia
2 paleoclimatologia2 paleoclimatologia
2 paleoclimatologia
 
1 noções de tempo e clima
1 noções de tempo e clima1 noções de tempo e clima
1 noções de tempo e clima
 
Aula 2
Aula 2Aula 2
Aula 2
 
3.1 análise granulométrica
3.1 análise granulométrica3.1 análise granulométrica
3.1 análise granulométrica
 
Aula 3 propriedades morfológicas
Aula 3 propriedades morfológicasAula 3 propriedades morfológicas
Aula 3 propriedades morfológicas
 
Aula 2 origem dos solos
Aula 2 origem dos solosAula 2 origem dos solos
Aula 2 origem dos solos
 

Último

GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfrarakey779
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfrarakey779
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfemeio123
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosbiancaborges0906
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaaCarolineFrancielle
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxEduardaMedeiros18
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoPedroFerreira53928
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 

Último (20)

GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 

Origem e formação da terra

  • 3. Objetivos Compreender: Formação do Universo e sistema solar; Formação do planeta Terra; Estrutura interna;
  • 4. A Formação do Universo Inúmeras são a teorias propostas. A mais aceita para a formação do universo é a “teoria da grande explosão”. Esse evento ficou conhecido como Big Bang.
  • 5. Teoria do Big Bang O universo começou com um grão primordial extremamente denso e quente, que, por razões desconhecidas, teria se expandido originando o espaço, o tempo e toda a matéria e energia existentes no universo.
  • 6. Segundo esta teoria o universo não é estático e se encontra em constante expansão, ou seja, as galáxias estão se afastando umas das outras. De acordo com as melhores medições disponíveis em 2010, as condições iniciais ocorreram por volta de 13,3 a 13,9 bilhões de anos atrás.
  • 7. Cerca de 1 bilhão de anos depois do Big Bang, os elementos químicos começaram a se unir dando origem às galáxias.
  • 8. A Formação Sistema Solar Teoria Catastrófica Uma das primeiras teorias para a formação do sistema solar é a Teoria Catastrófica, segundo a qual um outro astro passou perto o suficiente do nosso Sol para “arrancar” matéria solar.
  • 9. Problemas: O Sol já estava formado; A constituição diferente planetas. dos Obs.: Essa teoria foi abandonada em detrimento da Teoria de Acresção.
  • 10. A Teoria de Acresção: a Nebulosa Solar Primitiva (NSP) Laplace em 1796; Uma nuvem de gás e poeira que aos poucos agregou mais gás e poeira e, em um determinado ponto formou o Sol; Os planetas formaram-se da mesma matéria interestelar;
  • 11. Problemas: Laplace não soube explicar como os planetas foram capturados pelo Sol, Ele supôs que o Sol produzia energia através da queima da sua matéria. Obs.: Não existiam ainda, provas de que esta teoria estava correta, mas a teoria foi bem aceita de um modo geral.
  • 12. A Teoria de Acresção reformulada: Adaptou os novos dados observacionais; A nuvem de gás e poeira densa começou a entrar em um colapso gravitacional, ou seja um aumento na concentração de gás; Circulo vicioso = gravidade atraiu + matéria, que gerou + gravidade;
  • 13. Como resultado da contração e rotação formou-se um disco achatado, girando rapidamente, concentrando a matéria em seu centro (Proto-Sol).
  • 14. O Sol Sob a atração da gravidade, a matéria deslocouse para o centro. O proto-Sol, tornou-se mais denso e quente (milhões de graus), iniciando uma fusão nuclear.
  • 15. Nesta fase o proto-Sol estava envolvido por uma denso invólucro de gás e poeira. Neste disco de poeira e gás que ainda circunda esta jovem estrela, aconteciam outros processos que culminariam na formação dos planetas.
  • 16. As etapas iniciais da evolução do universo. Tempo Cósmico 0 Até 10-43 s Até 10-7 s Até 1 s 1 min Era Evento Singularidade Era de Planck Era dos Hádrons Era dos Léptons Era da radiação Big Bang (Ainda desconhecida) Criação das partículas pesadas Criação das partículas leves Formação de Hélio e Deutério
  • 17. Tempo Cósmico 10 mil anos Era Evento Era da matéria A matéria torna-se predominante 300 mil anos Desacoplamento O universo torna-se transparente 1 bilhão de Formação das galáxias anos e grandes estruturas 8,7 bilhões de Inicio da formação do anos Sol 13,7 bilhões Época atual de anos Fonte: Astronomia: uma visão geral do Universo. São Paulo: Edusp, 2003. p. 240.
  • 18. Formação dos Planetas O disco envolvido por gás e poeira forma grãos que colidem e se agregam em pequenos blocos: Os planetesimais.
  • 19. A Terra primitiva: formação de um planeta em camadas Quando corpos colidem com a Terra primitiva, a maior parte da energia foi convertida em calor. Isso foi suficiente para ejetar no espaço uma grande quantidade de detritos e gerar calor para fundir parte do que restou da Terra.
  • 20. No estágio final de acrescimento (4,5 G.a) um corpo impactou a Terra... Corpo impactante ... e o impacto ejetou para o espaço uma chuva de detritos tanto do corpo quanto da Terra
  • 21. O impacto acelerou a rotação da Terra e inclinou o seu plano orbital para 23°. A Terra reconstituiuse como um grande corpo fundido. A Lua agregouse a partir dos detritos Rochas da Lua com 4,47 G.a, trazidas pelos astronautas da Apollo, confirmaram assa hipótese.
  • 22. O nosso planeta nada mais era que uma massa incandescente. Nesse momento os elementos químicos mais densos afundaram sendo que hoje fazem parte da composição do núcleo e do manto enquanto os menos densos como os silicatos vieram a formar a crosta.
  • 23. Formação dos Continentes, dos oceanos e da atmosfera da Terra: A fusão primitiva promoveu a formação da crosta e consequentemente dos continentes. Atividade vulcânica primitiva
  • 24. Elementos Químicos na Terra Apenas 8 elementos constituem 99% da massa da Terra. 90% da Terra consistem em apenas 4 elementos: Fe, O, Si, Mg. Terra Inteira outros alumínio cálcio enxofre níquel magnésio Fe silício 35% da Terra é Os elementos constituída por leves são Fe, mas devido a predominantes diferenciação a na crosta. crosta é pobre neste elemento. As rochas crustais são constituídas por quase 50% de oxigênio. Crosta daTerra Fe alumínio silício Oxigênio Oxigênio magnésio cálcio potássio sódio outros
  • 25. A Terra é constituída, basicamente, por três camadas : o núcleo, o manto e a crosta, cada uma com suas características físicas e químicas distintas. Essas camadas não são homogêneas; as variações em seu interior explicam a existência de fenômenos como a deriva continental, os vulcões, os terremotos e o campo magnético do planeta.
  • 26. Crosta - Camada superficial sólida que circunda a Terra. Tem, em média, de 30 a 40 km de espessura, mas pode ser bem mais fina ou chegar a até 80km. Existem dois tipos de crosta: a crosta oceânica, jovem, de pouca espessura, densa e constituída por rochas basálticas, abrangendo 65% da superfície da Terra; e a crosta continental mais antiga, espessa e menos densa, correspondente a 35% da superfície da Terra.
  • 27. Manto - O manto estende-se desde cerca de 30 km e por uma profundidade de 2900 km. É formada por vários tipos de rochas que, devido às altas temperaturas, encontram-se em um estado complexo que mistura materiais fundidos e sólidos e recebe o nome de magma. As temperaturas do manto variam de 100 graus Celsius até 3500 graus Celsius.
  • 28. Núcleo - É a parte central do planeta. Acredita-se que seja formado por metais como ferro e níquel em altíssimas temperaturas. Possui duas partes : Núcleo externo : Líquido - de 2900 a 5150 km. Núcleo interno : Sólido, devido à altíssima pressão. - Até 6371 km.
  • 31. Referências GUERRA, A. J. T.; CUNHA, S. B. Geomorfologia: uma atualização de bases e conceitos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2. ed., 1995. 472 p.  LEINZ, V.; AMARAL, S. E. Geologia Geral. São Paulo: Nacional, 1980. 
  • 32. PENTEADO, M.M. Fundamentos de Geomorfologia. Rio de Janeiro: IBGE, 1974. 185 p.  TARBUCK, E.;LUTGENS, F.K. Earth Science. New Jersey: Prentice Hall, 2000.  TEIXEIRA, W.; TOLEDO, M.C.M.; FAIRCHILD, T.R.; TAIOLI, F. Decifrando a Terra. São Paulo: Oficina de Textos, 2000. 