Apresentação Funções Inorgânicas

245 visualizações

Publicada em

Aula sobre Funções Inorgânicas

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
245
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Funções Inorgânicas

  1. 1. Para compreender os conceitos das funções deveremos diferenciar os fenômenos de:
  2. 2. É a quebra da ligação covalente, devido à diferença de eletronegatividade entre os átomos ligantes, com a formação de íons
  3. 3. H – Cl + H2O H3O + + Cl – A IONIZAÇÃO ocorre com alguns COMPOSTOS MOLECULARES
  4. 4. Neste fenômeno os íons apenas são separados A dissociação ocorre com os compostos iônicos
  5. 5. Quando as espécies químicas estão em solução aquosa, ( a ) nem todas sofrem ionização ou dissociação A porcentagem de espécies que sofrem estes fenômenos é dada pelo a número de moléculas ionizadas (ni) número de moléculas dissolvidas (n) =
  6. 6. 01) Adicionam-se 600 moléculas de HCl à água. Sabendo que 540 moléculas estarão ionizadas, podemos afirmar que o grau de ionização desta espécie química é: a) 11,4 %. n = 600 moléculas b) 10,0 %. ni = 540 moléculas c) 11,1 %. d) 60,0 %. 540 e) 90,0 %. a ni n a = ? = 600 = 0,90 a = 90 %
  7. 7. 02) Adicionando-se 500 moléculas de um certo eletrólito à água, teremos, para um grau de ionização igual a 0,9, quantas moléculas ionizadas? a) 90. n = 500 moléculas b) 50. a = 0,9 c) 450. ni = ? moléculas d) 45. e) 250. a ni n 0,9 = ni = 0,9 x 500 500 ni = 450
  8. 8. Segundo ARRHENIUS toda substância que em solução aquosa sofre ionização produzindo como cátion, apenas o íon H , é um +ÁCIDO HCl H2SO4 Cl 2 H + + – H2O H + 2 – + H2O SO4 H3PO4 3 H + 3 – + H2O PO4 H4P2O7 4 H + 4 – + H2O P2O7
  9. 9. Hoje, sabemos que o íon H + liga-se à molécula de água formando íon H3O + , chamado de HIDRÔNIO ou HIDROXÔNIO HCl H3O Cl H + + – + 2O H2SO4 + H2O 2 H3O + SO4 2 – + 2
  10. 10. MONOÁCIDOS Na ionização, a molécula produz apenas 1 H H2O + HCl H Cl + + – H2O HCN H CN + + – H2O HNO3 H NO3 + + –
  11. 11. Na ionização, a molécula produz apenas 2 H H2O DIÁCIDOS + H2CO3 H CO3 + 2 – + H2O H2SO4 H SO4 + + 2 – 2 2 + H3PO4 H + 3 – + PO4 H2O TRIÁCIDOS Na ionização, a molécula produz apenas 3 H H2O H3BO3 H BO3 + + 3 – 3 3
  12. 12. + H4P2O7 H + 4 – + P2O7 H2O TETRÁCIDOS Na ionização, a molécula produz apenas 4 H H2O H4SiO4 H SiO4 + + 4 – 4 4 Preste a atenção!!! H2O H3PO3 2 H + + HPO3 2 – H3PO2 H + – + H2PO2 H2O 1 (DIÁCIDO) (MONOÁCIDO)
  13. 13. São ácidos que não possuem o elemento químico OXIGÊNIO HCl HCN H2S H4[Fe(CN)6] OXIÁCIDOS São ácidos que possuem o elemento químico OXIGÊNIO HNO3 H2CO3 H2SO4 H3PO4
  14. 14. Possuem apenas dois elementos químicos HCl H2S TERNÁRIOS H2CO3 HCN H2SO4 H4[Fe(CN)6] BINÁRIOS Possuem apenas três elementos químicos QUATERNÁRIOS Possuem apenas quatro elementos químicos
  15. 15. FRACOS Possuem a ≤ 5% H2CO3 a = 0,2% MODERADOS Possuem 5% < a < 50% H3PO4 a = 27% FORTES Possuem a  50% HCl a = 92%
  16. 16. Para os OXIÁCIDOS calculamos x número de átomos de oxigênio = número de hidrogênios ionizáveis x = 0 Ácido fraco H3BO3 x = 3 – 3 = 0 ácido fraco x = 1 Ácido médio H3PO4 x = 4 – 3 = 1 ácido médio x = 2 Ácido forte H2SO4 x = 4 – 2 = 2 ácido forte x = 3 Ácido muito forte HClO4 x = 4 – 1 = 3 ácido muito forte
  17. 17. Apresentam sabor azedo.
  18. 18. Em solução conduz a corrente elétrica.
  19. 19. FENOLFTALEINA AZUL DE BROMOTIMOL
  20. 20. ÁCIDO + ELEMENTO FORMADOR + ÍDRICO HCl ácido clorídrico HBr ácido bromídrico H2S ácido sulfídrico HCN ácido cianídrico
  21. 21. ÁCIDO + ELEMENTO FORMADOR + ICO H2CO3 ácido carbônico H3BO3 ácido bórico
  22. 22. ÁCIDO + ELEMENTO FORMADOR ICO + OSO < Nox > Nox H2 SO3 ácido sulfuroso H2 SO4 ácido sulfúrico HNO2 ácido nitroso HNO3 ácido nítrico
  23. 23. Segundo ARRHENIUS toda substância que em solução aquosa sofre dissociação iônica, libertando como ânion, apenas o íon OH , é uma BASE ou HIDRÓXIDO NaOH Na + + – 2 H2O OH H2O Ca(OH)Ca 2+ – 2 + OH H2O Fe(OH)Fe 3+ 3 + 3 OH – H2O Pb(OH)Pb 4+ 4 + 4 OH –
  24. 24. MONOBASES Na dissociação, a molécula liberta apenas uma oxidrila (hidroxila) H2O NaOH Na + + OH – H2O KOH K + + OH – NH4OH NH4 + + – H2O OH
  25. 25. DIBASES Na dissociação, a molécula liberta duas oxidrilas Ca(OH)2 Ca 2 2+ + – TRIBASES H2O OH H2O Zn(OH)Zn 2+ 2 + 2 OH – Na dissociação, a molécula liberta três oxidrilas H2O Fe(OH)Fe 3+ 3 + 3 OH – H2O Al(OH)Al 3+ 3 + 3 OH –
  26. 26. TETRABASES Na dissociação, a molécula liberta quatro oxidrilas H2O Pb(OH)Pb 4+ 4 + 4 OH – H2O Sn(OH)Sn 4+ 4 + 4 OH –
  27. 27. 01) Qual das espécies abaixo é uma base? a) HCN. b) NaCl. c) CaO. d) NH4OH. e) HNO2.
  28. 28. FORTES São as bases em que a oxidrila se liga a um metal alcalino ou alcalino terroso NaOH KOH LiOH Ca(OH)2 Ba(OH)2 Mg(OH)2 FRACAS São as bases em que a oxidrila se liga aos demais cátions AgOH NH4OH Al(OH)3 Zn(OH)2 Fe(OH)3 Pb(OH)4
  29. 29. São as bases em que a oxidrila se liga a um metal alcalino ou o hidróxido de amônio NaOH KOH LiOH NH4OH POUCO SOLÚVEL São as bases em que a oxidrila se liga a um metal alcalino terroso Ca(OH)2 Ba(OH)2 PRATICAMENTE INSOLÚVEIS São as demais bases
  30. 30. 01) A base mais forte entre as citadas abaixo é: a) AgOH. b) NH4OH. c) Fe(OH)3. d) KOH. e) Zn(OH)2. A base mais forte, entre as citadas abaixo, é a que apresenta um metal alcalino (KOH)
  31. 31. Apresentam sabor cáustico, lixívia ou adstringente
  32. 32. Em solução conduz a corrente elétrica.
  33. 33. FENOLFTALEINA AZUL DE BROMOTIMOL
  34. 34. HIDRÓXIDO NOME DO CÁTION hidróxido + NaOH LiOH NH4OH Ca(OH)2 Ba(OH)2 + de de sódio hidróxido de lítio hidróxido de amônio hidróxido de cálcio hidróxido de bário
  35. 35. ICO + OSO < Nox > Nox HIDRÓXIDO + NOME DO CÁTION Fe(OH)2 hidróxido ferroso Fe(OH)3 hidróxido férrico Pb(OH)2 hidróxido plumboso Pb(OH)4 hidróxido plúmbico
  36. 36. Para as bases constituídas por cátions com duas valências diferentes, podemos substituir as terminações OSO ou ICO pelas suas valências em algarismos romanos Fe(OH)2 hidróxido de ferro II Fe(OH)3 hidróxido ferro III de de Pb(OH)2 hidróxido chumbo II Pb(OH)4 hidróxido de chumbo IV
  37. 37. H Cl + Na OH Na Cl + H2O 2 H Cl + Ba (OH)2 Ba Cl2 + 2 H2O H2SO4 + Ba(OH)2 BaSO4 + 2 H2O
  38. 38. NaCl CuSO4
  39. 39. É todo composto que em solução aquosa possui pelo menos um cátion diferente do H + , e pelo menos um ânion diferente do OH . Na Cl BaSO4 + Na Cl Ba SO4 cátion diferente do H+ ânion diferente do OH 2+ cátion diferente do H+ ânion diferente do OH 2 –
  40. 40. A reação entre um ácido e uma base recebe o nome especial de NEUTRALIZAÇÃO ou SALIFICAÇÃO A neutralização entre um ácido e uma base pode ser TOTAL ou PARCIAL NEUTRALIZAÇÃO TOTAL O total de hidrogênios ionizáveis do ácido é igual ao total de oxidrilas da base HCl + NaOH NaCl + H2O 2 HCl + Ba(OH)2 BaCl2 + 2 H2O
  41. 41. Na OH H Cl SO4 Ba NEUTRALIZAÇÃO PARCIAL O total de hidrogênios ionizáveis do ácido é diferente do total de oxidrilas da base HCl + Ba(OH)2 + H2O Um “H” se une a uma “OH” formando apenas uma molécula de água e restando uma oxidrila (OH) H2SO4 + NaOH + H2O Apenas um “H” se une a uma “OH” formando apenas uma molécula de água e restando um “H”
  42. 42. NaCl Ba Cl2 BaSO4 Na HSO4 BaOHCl BaBr Cl NaKSO4 CuSO4 . 5 H2O
  43. 43. A nomenclatura dos sais normais é feita citando-se o nome do ânion, proveniente do ácido (mudando-se a terminação) seguido do nome do cátion, proveniente da base Terminações dos ÁCIDOS e SAIS ÁCIDO SAL ÍDRICO ETO OSO ITO ICO ATO
  44. 44. HCl + NaOH NaCl + H2O ÁCIDO HIDRÓXIDO CLORETO CLORÍDRICO DE SÓDIO DE SÓDIO 2 HNO3 + Fe(OH)2 Fe NO3 + 2 H2O 2 ÁCIDO NITRÍCO HIDRÓXIDO DE FERRO II ou FERROSO NITRATO DE FERRO II ou FERROSO
  45. 45. NaHSO4 BaOHCl SULFATO ÁCIDO DE SÓDIO SULFATO HIDROGENO CLORETO BÁSICO DE SÓDIO DE BÁRIO HIDRÓXI CLORETO DE BÁRIO
  46. 46. BaBrCl NaK SO4 CLORETO BROMETO SULFATO CuSO4 . 5 H2O DE BÁRIO DE SÓDIO E POTÁSSIO SULFATO DE COBRE PENTA HIDRATADO
  47. 47. É o conjunto de compostos binários onde o oxigênio é o elemento mais eletronegativo SO3 CO2 CaO N2O5 Na2O Fe2O3 Al2O3
  48. 48. Podemos dividir os óxidos em dois grupos: O elemento ligado ao oxigênio é ametal SO3 CO2 N2O5 O elemento ligado ao oxigênio é um metal Na2O CaO Fe2O3 Al2O3
  49. 49. Reagem com água, formando uma base CaO + H2O Ca(OH)2 Reagem com um ácido, formando sal e água CaO + H2SO4 CaSO4 + H2O Os óxidos básicos são formados por METAIS de baixo Nox (+1 ou + 2)
  50. 50. Reagem com água, formando um ácido SO3 + H2O H2SO4 Reagem com uma base, formando sal e água SO3 + Ba(OH)2 CaSO4 + H2O Os óxidos ácidos são formados por AMETAIS de alto Nox
  51. 51. São óxidos moleculares que não reagem com água, nem com base ou ácidos Os mais importantes são CO NO N2O
  52. 52. São óxidos que se comportam tanto como óxidos ácidos quanto como óxidos básicos Al2O3 ZnO As2O3 São os óxidos que se comportam como se fossem formados por dois outros óxidos de um mesmo elemento Fe3O4 = FeO + Fe2O3
  53. 53. Para os óxidos moleculares: óxido + de + nome do elemento colocamos os prefixo mono, di, tri, tetra, etc., para indicar a quantidade de átomos de cada elemento na fórmula Cl2O7 heptóxido de dicloro CO2 dióxido de carbono
  54. 54. Para os óxidos iônicos: óxido + de + nome do elemento Al2O3 óxido de alumínio ZnO óxido de zinco BaO óxido de bário K2O óxido de potássio
  55. 55. Se o elemento forma dois cátions diferentes, devemos indicar a sua VALÊNCIA em ALGARISMO ROMANO ou com as terminações OSO e ICO FeO óxido ferroso ou óxido de ferro II Fe2O3 óxido férrico ou óxido de ferro III

×