Senior's in action

325 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
325
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Senior's in action

  1. 1. Hugo Miguel Soares Pereira João Paulo Emerenciano Teixeira Nuno Gonçalo Gomes da Silva Tasso de Figueiredo Sandra Sequeira Cátia Reis Experiências de Consumo Doutorando Américo Mateus “ SENIOR’S IN ACTION”
  2. 2. Questões de Fundo Fonte: INE – Dados Estatísticos [em linha], 2010, http://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_princindic&contexto=pi&selTab=tab0 [consultado em 16-10-10]. 9,80%   Taxa bruta de Mortalidade (2009) 9,40%   Taxa bruta de Natalidade (2009)       17,87% 1.901.153 População Sénior 10,57% 589.800 População Desempregada (2010) 52,47% 5.581.400 População activa (2010)   10.637.713 População (2010)         45.134.367.000 Receitas de Protecção Social (2008) 95,33% 43.027.663.000 Despesas de Protecção Social (2008)         115 Densidade populacional (nº / Km2)         3,80 Médicos por 1000 Habitantes (2009)   5,60 Enfermermeiros por 1000 habitantes (2009)   35.762 Nº de Camas nos Hospitais (2008) % Valor Àrea
  3. 3. <ul><li>População cada vez mais envelhecida </li></ul><ul><li>Mais gastos associados à idade </li></ul><ul><li>Menor capacidade de intervenção do Estado </li></ul><ul><li>Recursos escassos </li></ul><ul><li>Desaproveitamento do “saber acumolado” </li></ul><ul><li>Rendimentos precários </li></ul><ul><li>Instituíções desacreditadas </li></ul>Questões de Fundo
  4. 5. Senior’s in Action <ul><li>Plano de Negócio onde: </li></ul><ul><li>Sejam mitigadas as dificuldades ao nível de financiamento/investimento assim como análise de custos; </li></ul><ul><li>Segmentar a oferta por área de acção (Limpezas; Auxiliar de educação; Apoio administrativo; Portarias, etc.); </li></ul><ul><li>Verificar os valores da oferta que possam ser atractivos, ou como valor acrescentado, tanto para quem usa o serviço, quem o presta e quem o administra; </li></ul><ul><li>Recrutamento; </li></ul><ul><li>Formação; </li></ul><ul><li>Prospecção e promoção; </li></ul><ul><li>• Estabelecimento de parcerias público-privadas. </li></ul>
  5. 6. Senior’s in Action
  6. 7. Sensibilidades dos Senior’s
  7. 8. <ul><li>Aproveitamento de Recursos disponíveis </li></ul><ul><li>A Experiência é um contributo positivo </li></ul><ul><li>O reforço de uma Sociedade mais justa e solidária </li></ul><ul><li>Na velha máxima mente sã em corpo são, e dados os recursos escassos no Serviço Nacional de Saúde, eventualmente contribui para o alívio das taxas de internamento e de prestação de serviços de saúde; </li></ul><ul><li>Ajuda a credibilizar as instituíções público-privadas que se associarem a esta iniciativa, numa sociedade desconfiada acerca dos verdadeiros propósitos da tão apregoada aos ventos “Responsabilidade Social”; </li></ul><ul><li>Num País onde as despesas de Protecção Social consomem 95,33% dos seus recursos, tudo o que venha ajudar nessa relação de equilíbrio precário é positivo. </li></ul>Sensibilidade das entidades Público-Privadas
  8. 9. Obrigado !!

×