Slidesufma

442 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
442
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
156
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slidesufma

  1. 1. PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA ENCONTRO PRESENCIAL FINAL - 4ª OFERTA DO CICLO BÁSICO ISNÂNDIA CARTAGENES RAMOS MARINILDE FRANÇA FERREIRA NÚBIA GORETTE PEREIRA DE SOUSA FERREIRA GULLAR: UM POETA DA ATUALIDADE SÃO LUIS 2010
  2. 2. SUMÁRIO INTRODUÇÃO JUSTIFICATIVA LOCAL TEMAS A ABORDAR MÍDIAS DISPONÍVEIS PARA INTEGRAR OBJETIVOS Geral Específicos METODOLOGIA RESULTADOS ESPERADOS TEMPO PREVISTO PARA CONCLUSÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO FORMAS DE SOCIALIZAÇÃO DAS PRODUÇÕES CONCLUSÃO REFERÊNCIAS ANEXOS
  3. 3. <ul><li>Em nossa sociedade, a busca pela informação, pelo conhecimento tem sido um processo contínuo, pois através deles é que o indivíduo se insere na sociedade e disputa de igual para igual as oportunidades que surgem. E uma das formas mais eficientes de se adquirir conhecimento é através da leitura, que possibilita a formação de uma sociedade consciente dos seus direitos e e deveres, além de uma visão melhor de mundo e de si mesmo. </li></ul>1.INTRODUÇÃO
  4. 4. <ul><li>A s palavras são brinquedos que não morrem com o passar dos anos, que não caem de moda, que continuam a nos desafiar em diferentes anos e momentos de nossas vidas. São as palavras e é a conjunção das mesmas que nos permitem conquistar o amor de nossas vidas, conseguir o primeiro emprego, comprar o carro dos nossos sonhos ou ainda fazer aquela viagem que sempre pretendemos fazer... (MACHADO, João Luis de. Poemas para brincar). </li></ul>2.JUSTIFICATIVA
  5. 5. 3. LOCAL ONDE O PROJETO FOI DESENVOLVIDO O projeto foi desenvolvido no CEM Nossa Senhora do Assunção
  6. 6. 4. TEMAS A ABORDAR Leitura e produção textual baseadas nas obras de Ferreira Gullar
  7. 7. 5. Mídias disponíveis para integrar Livros, revistas e dicionários; Xerox; Computador e internet; Data show; Caixa de som, microfones, DVD, TV; Máquina fotográfica e filmadora; Site de relacionamento “Orkut” e Blog.
  8. 8. 6. Objetivos: 6.1 Objetivo Geral Despertar, incentivar e promover a leitura no âmbito escolar e o desenvolvimento da arte na produção de textos diversos, inclusive histórias em quadrinhos a partir da vida e obra do poeta maranhense Ferreira Gullar.
  9. 9. <ul><li>Ampliar o universo literário dos alunos, oferecendo material diferenciado para leitura e a produção textual tendo como referência o estilo do autor; </li></ul><ul><li>Apresentar a leitura como forma de manifestar sentimentos, experiências, ideias e opiniões; </li></ul>6.2 Objetivos Específicos
  10. 10. <ul><li>7. Metodologia </li></ul><ul><li>Pesquisas na mídia impressa e eletrônica sobre a vida e a obra de Ferreira Gullar; </li></ul><ul><li>Após as pesquisas e leituras, acontecerá a troca de informações entre as turmas; </li></ul><ul><li>Produção de histórias em quadrinhos sobre a vida do autor Ferreira Gullar. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>Encenação do texto João Boa-Morte, cabra marcado para morrer; </li></ul><ul><li>Criação de uma comunidade “Somos mais Ferreira Gullar” , no site de relacionamento Orkut, e de um Blog; </li></ul><ul><li>Maranhensidade: apresentação de músicas, comidas, danças típicas do maranhão. </li></ul><ul><li>Sarau que será a culminância do projeto. </li></ul>
  12. 12. 8. Resultados esperados Esperamos que com a aplicação desta proposta os nossos alunos se interessem em conhecer mais a obra dos nossos escritores, tantos os maranhenses como vimarenses, compreendendo que a literatura pode ser prazerosa e uma fonte inesgotável de conhecimento e que consigamos ainda despertar nos alunos o gosto pela leitura e pela produção textual, utilizando os vários gêneros textuais e as mídias disponíveis.
  13. 13. 9. Tempo previsto para conclusão O projeto tem a previsão de execução por três meses
  14. 14. <ul><li>10. Critérios de Avaliação </li></ul><ul><li>A participação dos alunos na execução das atividades; </li></ul><ul><li>A socialização das ideias e materiais utilizados; </li></ul><ul><li>A criatividade no momento das apresentações de cada trabalho proposto; </li></ul><ul><li>Postagens na comunidade: Somos mais Ferreira Gullar </li></ul>
  15. 15. <ul><li>11. Forma de socialização das produções </li></ul><ul><li>Apresentando as ideias em sala de aula; </li></ul><ul><li>Divulgando e incentivando a participação na comunidade criada no Orkut; </li></ul><ul><li>Postando os trabalhos no Blog; </li></ul><ul><li>Apresentando a peça João Boa-Morte, cabra marcado pra morrer; </li></ul><ul><li>Apresentação de sarau onde teremos a participação de todas as turmas envolvidas no projeto. </li></ul>
  16. 16. 12. CONCLUSÃO A literatura na escola é uma forma de inclusão social, pois ela ajuda os alunos a se comunicarem melhor, a vencer a timidez, além de estimular a criatividade, a imaginação e a adquirir cultura. Quanto maior for a diversificação dos textos literários apresentados aos alunos, maior será a experiência que eles terão com este universo de singular beleza, magia e emoção. Trabalhar textos literários em sala de aula é possibilitar aos alunos a expressão de seus sentimentos, descobrindo e compreendendo melhor suas próprias emoções.
  17. 17. Referências A importância da Literatura Infantil no desenvolvimento cognitivo da criança. Disponível em: www.sitedeliteratura.com/Noticias/2003/vitm.htm . Acesso em: 27 de Novembro de 2010. BRASIL. Parâmetros curriculares nacionais: Ensino Médio. Brasília: Secretaria de Educação Media e Tecnológica, 1999. 364p. Módulo Gestão Integrada de Mídias na Educação. Disponível em: http://eproinfo.mec.gov.br/fra_def.php?sid=61EA619FC1980BD4D1E498D40DFE696B Acesso em 25 de Novembro de 2010.  
  18. 18. ANEXOS
  19. 19. Cantiga para não morrer Quando você for se embora, moça branca como a neve, me leve. Se acaso você não possa me carregar pela mão, menina branca de neve, me leve no coração.
  20. 20. Se no coração não possa por acaso me levar, moça de sonho e de neve, me leve no seu lembrar. E se aí também não possa por tanta coisa que leve já viva em seu pensamento, menina branca de neve, me leve no esquecimento.
  21. 21. Aprendizado   Do mesmo modo que te abriste à alegria            abre-te agora ao sofrimento            que é fruto dela            e seu avesso ardente. Do mesmo modo            que da alegria foste                                     ao fundo            e te perdeste nela                                     e te achaste                                     nessa perda
  22. 22. deixa que a dor se exerça agora sem mentiras nem desculpas                                     e em tua carne vaporize                                     toda ilusão que a vida só consome o que a alimenta.

×