EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã

302 visualizações

Publicada em

Apresentação dos trabalhos da turma de EJA Educação Cidadã da Escola Erna Würth.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
302
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • 2 de março / atividade de socialização
  • 6 de março /” Diversidade das cédulas “ : Sistema monetário brasileiro; espécies brasileiras em extinção; sua importância como meio de informação “Deus seja louvado”.















  • “ Dia da família na escola” . turma responsável por atividades como: elaboração do painel, pais lendo com os filhos , aula de ritmos para família
  • Colocar novo slide antes da foto da turma com declarações scaneadas dos alunos >>>>>>>>.....
  • EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã

    1. 1. Prof. Ms. Débora Carolina Molina Lemes Escola municipal de ensino Fundamental erna würth
    2. 2. Historicamente, o local a que pertence a escola, mostra-se como um espaço humanizado pela influência de indivíduos vindos de diferentes lugares. Consequentemente, este espaço cultural sofre influência de várias culturas gerando uma concentração de pessoas com objetivos e desejos de vida diferenciados. 1º Dia de Aula.1º Dia de Aula.
    3. 3. Este bairro faz parte do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (PRONASCI), com o projeto Território de Paz que tem como objetivos: redução dos índices de violência locais, de forma a induzir a melhor qualidade de vida para moradores do bairro; promover ações culturais e educacionais com jovens, organização das mulheres, justiça comunitária e uso das mídias sociais para recuperar a autoestima dos cidadãos.
    4. 4. TEMA GERADOR: “Sonho Possível” 02 de Março: Atividade de Socialização.
    5. 5. 06 de Março: Diversidade das Cédulas.  Sistema monetário brasileiro;  Espécies brasileiras em extinção;  Sua importância como meio de informação.
    6. 6. 20 de Março: Um por todos... E todos por um.  Por que as sociedades humanas, tem história? Nenhuma delas é produto da natureza. Portanto os seres humanos são capazes de escolher, modificar a sociedade e de criar novas maneiras de viver. “O que é justo ou injusto”; “o que é bonito e feio”; “o que é verdadeiro e falso”; “o que é bom ou mal”?
    7. 7. 16 de Maio (Sábado Letivo): Dia da Família na Escola.  Leitura dos pais com os filhos;  Aula de Ritmos;  Painel elaborado pela turma com a mensagem: “A verdadeira família é aquela unida pelo espirito”.
    8. 8. 11 de Junho: Meio Ambiente – “Não podemos perde o Encanto”.  Artista plástico Vik Muniz;  A coleta do lixo reciclável com suas dimensões sociais;  Sensibilização: com pequenas atitudes em seu cotidiano, é possível levar uma vida em sintonia com o ambiente.
    9. 9. 11 de Junho: Meio Ambiente – “Não podemos perde o Encanto”.
    10. 10. 18 de Junho: Festa Junina Casamento na Roça.  Casamento na Roça;  Culinária;  Literatura de Cordel;  Cultura popular do povo nordestino.
    11. 11. 19 de Junho: “Nos trilhos da História”.  Conquista e civilização;  A chegada do trem;  Emancipação política.
    12. 12. 11 de Julho (Sábado Letivo): “Continue linda mesmo dentro de um banheiro... Não basta indicar o problema temos que sinalizar a solução”!
    13. 13. 17 de Julho: “A arte ganha Corpo”.  “Human Bodies – Maravilhas do Corpo Humano”.  Saída Cultural;  Shopping Iguatemi, em Porto Alegre;  Mostrou nossa anatomia e sensibilizou sobre os efeitos de hábitos ruins.
    14. 14. 18 de Agosto: Palestra – A escola como espaço da socialização da cultura.  A escola como espaço de construção de cidadania..
    15. 15. Nossa Camiseta. “Sou da Turma Educação Cidadã”.
    16. 16. 20 de Agosto: Ênfase – “Dia do Folclore”.  Folclorista Nico Fagundes;  Canto Alegretense;  Sentido do amor por um lugar.
    17. 17. 21 de Agosto: Motivação – “Exposição Segredos do Egito”.  Rainha do Nilo “Suelen”, convida a Turma a visitar a exposição do Egito em Porto Alegre.  O sentimento da morte domina a vida.
    18. 18. 28 de agosto: Palestra – Tatuagens (Tatoo) no antigo Egito, inspiradas pessoas que se identificam com a cultura Egípcia tendem a marcar seu amor na pele.  Artista Plástico: Essam Elbattal;  Saída Cultural;  Shopping Bourbon Walling, para o museu itinerante do Egito em Porto Alegre.
    19. 19.  Busca atingir metas que não são alvos estáveis mas sim horizontes, direções a serem seguidas para formação integral do aluno. Emocional Moral Artística Social Profissional Intelectual
    20. 20.  Através da leitura sobre as contribuições das obras de diversos escritores, dentro de contextos atuais.  Na linha de Paulo Freire que sempre se preocupou em defender a educação igualitária, uma sociedade mais justa. Carlos Drummond de Andrade Luis Fernando Verissimo
    21. 21. OBJETIVO GERAL:  Ampliar nossos olhares sobre a leitura, levando em consideração as várias faces e novos pontos de vista políticos, sociais e educacionais. OBJETIVOS ESPECÍFICOS:  Oferecer aos alunos da EJA a possibilidade de serem leitores;  Tornar possível ao educando ler, escrever e compreender a Língua Portuguesa;  Acessar aos meios de produção cultural através de diferentes formas de linguagem;
    22. 22.  Construir uma identidade própria, com concessões, a qualidade de ensino;  Explorar o senso crítico dos educandos através de uma organização coletiva;  Manifestar seus pontos de vista e pela solidariedade que tiver criado entre eles;  Perceber suas condições como cidadãos.
    23. 23. SUJEITOS DA PESQUISA:  23 alunos. FAIXA ETÁRIA:  Dos 18 aos 50 anos. TEMPO ESTIMADO PARA REALIZAÇÃO:  Maio 2015 a Outubro de 2015. DISCIPLINAS ENVOLVIDAS:  Língua Portuguesa e demais disciplinas.
    24. 24. Para o desenvolvimento deste projeto foi realizado planejamento e execução das seguintes ações:  Explorar o acervo da escola, assim encontrando obras que contivessem poemas de diferentes autores;  Negociar a escolha dos textos que deveriam ser pautados por “critérios”, poemas que falassem sobre relacionamentos pessoais, sentimentos, amor. Aquele poema que todos interpretariam de um autor do passado e um do presente;
    25. 25.  Contextualização de tempo e espaço de forma a priorizar a importância do leitor conhecer as circunstâncias (local, época, motivo) situar o leitor;  Registrar a elaboração dos materiais através de fotografias, vídeo e produção textual;  Montagem da fotonovela: preparando gradualmente a sequência e diálogos a partir da releitura do poema, da crônica e da literatura de Cordel escolhidos pelos alunos para a seguir imprimir cópias;  Articular a intertextualidade entre o poema de Carlos Drumond de Andrade, as crônicas de Luis Fernando Verissimo e a literatura de Cordel;
    26. 26.  Selecionar uma das crônicas da obra “Amores Verissimo”, os alunos escolheram a intitulada “Casamento” para dar origem a mais um dos casos de amor da fotonovela; Catalogar o poema e a crônica com a biografia dos autores das mesmas;  Entregar na feira do livro de Canoas, a fotonovela para o autor Luis Fernando Verissimo;  Divulgar nosso projeto para comunidade escolar;  Preservar a história da Turma Educação Cidadã – 2015, através da montagem do scrapbook*; *Scrapbook: consiste na arte de juntar fotos e recordações em um álbum, de maneira criativa, preservando memórias, fatos e perpetuando as histórias, através da personalização de páginas, está prática existe há mais de 100 anos.
    27. 27.  Dar continuidade ao projeto no 2º semestre através de ações planejadas a partir da experiência realizada no 1º semestre e dos desejos indicados pelos alunos; Tendo alunos de outros estados do Brasil que conhecem pouco sobre o Rio Grande do Sul o interesse mostrou-se ativo. História do Rio Grande do Sul Autor Nico Fagundes
    28. 28.  Pesquisar materiais que possam ser intertextualizados com os já produzimos e que ofereça subsídios para realizarmos vídeo para o mês de Setembro com uso da indumentária gaúcha e tendo como temática a canção “Canto Alegretense” de autoria de Nico Fagundes;  Para finalizarmos planejamos intervenções no mês da criança - Outubro sobre um clássico da literatura: “Alice no País das Maravilhas”, de Lewis Carrol possibilitando aos alunos um maior contato com a literatura infantil;
    29. 29. A validação dos materiais elaborados pela turma ocorre pela observação contínua das atitudes como:  Participação ativa nas ações propostas;  Aceitar regras;  Procurar soluções para os desafios;  Encontrar estratégias para solucioná-los;  Se está ocorrendo a motivação proposta pelo projeto de possibilitar ao educando ler, escrever e compreender;
    30. 30.  No fazer prático em situações específicas como: apresentações teatrais, seminários, diálogos, cidadania, onde há dificuldades em relação à recepção e interpretação de informações; tanto na leitura proficiente quanto na produção de textos orais e escritos.
    31. 31. RESULTADOS: Fotonovela.
    32. 32. RESULTADOS: Entrega da Fotonovela para o escritor Luis Fernando Verissimo.
    33. 33. RESULTADOS: Scrapbook.
    34. 34.  Ao final desta etapa pode-se partir para novas reflexões sobre os impactos gerados na qualidade de vida de nossos alunos quando percebemos que a autoestima dos envolvidos está transformando-se com o maior domínio da leitura. Várias esferas do conhecimento foram acessadas pois o intertexto não está só ligado ao contexto literário ele também está presente em uma música, vídeo, recursos visuais, fotos, história em quadrinho e na fotonovela.
    35. 35.  Percebemos que os alunos sentem como positivo, aqueles momentos que apresentam características onde alunos e professora estão ativos, ocorrendo relações de persuasão, conflitos, negociação e competência.  Hoje nossos alunos mostram desejo por ler mais e fazer mais, poderão ser futuros multiplicadores, dando continuidade e sentido a novas descobertas através da leitura. Penso que não esqueceram desta experiência...
    36. 36.  Também planejamos como vamos explorar poemas e canções que falem sobre o tema amor entendido como amplo: amor por uma causa, uma pessoa, um lugar – valem todas as formas de amor contemplando assim o mês do folclore - Agosto e o mês do gaúcho – Setembro. Nico Fagundes (1934-2015)  Canto alegretense de Nico Fagundes, canção que fala de amor por um lugar (Cultura gaúcha);  Socializar e refletir sobre a letra da música escolhida;
    37. 37.  Reescrever a letra da música tendo como palavras chaves:  Providenciar indumentária gaúcha para realizarmos o vídeo; Palavras-Chaves Guajuvira EJA Erna Würth Educação Cidadã
    38. 38.  Nosso projeto está cruzando diferentes concepções sobre o amor que nos aparece em suas diferentes variantes como vimos na coletânea “Amor Verissimo”, no poema “Baladas do Amor Através dos Tempos”, nas tradições das Festa Juninas com “Casamento na Roça” e na canção “Canto Alegretense”. Acredito que nossos alunos estão sensibilizando-se com tudo que estão vivenciando e produzindo, estão tornando-se melhores leitores do mundo.
    39. 39. Alguns relatos dos alunos da Educação Cidadã: Pretendo continuar meu ano com amizade e compreensão de todos meus colegas e professores. Obrigado!!! ( Aluno A ) A cada dia que passa me sinto mais interessado a aprender e continuar a marcar presença e participar de todas as atividades. (Aluno A) Sinto que este ano vai ser um ano muito bom e produtivo. (Aluno B)
    40. 40. Dia após dia vou aprendendo cada dia mais , as matérias que eu tinha dificuldades para desenvolver no início. (Aluno B) Cada vez mais fico mais empolgado a comparecer nas aulas. ( Aluno C) Estou desenvolvendo maneiras e atitudes de convivência com mais pessoas e saber ouvir e aceitar as opiniões em geral. (Aluno D) Sinto que estou me reeducando com tantas novidades e diferenças. (Aluno D)

    ×