Maria, mãe do verbo encarnado

783 visualizações

Publicada em

CATEQUESE DE BENTO XVI APÓS O XII SÍNODO DOS BISPOS SOBRE MARIA, A MÃE DO VERBO ENCARNADO.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
783
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Maria, mãe do verbo encarnado

  1. 1. Maria,Mãe doVerboDivinoeMãe Fiel
  2. 2. Vem, Espírito Santo, vem e dê-me um coração aberto, um coraçãoque seja capaz de amar com humildade e com mansidão, massempre um coração aberto que seja capaz de amar. Peçamos estagraça ao Espírito Santo. E que nos libere sempre do outro caminho,do caminho do egoísmo, que termina sempre mal. Peçamos estagraça!"
  3. 3. Naqueles dias, Maria se levantou e foi às pressas às montanhas, a umacidade de Judá.Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel. Ora, apenas Isabel ouviu asaudação de Maria, a criança estremeceu no seu seio; e Isabel ficou cheiado Espírito Santo.E exclamou em alta voz: Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o frutodo teu ventre. Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meuSenhor? Pois assim que a voz de tua saudação chegou aos meus ouvidos,a criança estremeceu de alegria no meu seio. Bem-aventurada és tu quecreste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foramditas!E Maria disse: Minha alma glorifica ao Senhor, meu espírito exulta de alegriaem Deus, meu Salvador, porque olhou para sua pobre serva. Por isto, desdeagora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, porque realizouem mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo.Sua misericórdia se estende, de geração em geração, sobre os que o temem.Manifestou o poder do seu braço: desconcertou os corações dos soberbos.Derrubou do trono os poderosos e exaltou os humildes.Saciou de bens os indigentes e despediu de mãos vazias os ricos.Acolheu a Israel, seu servo, lembrado da sua misericórdia, conformeprometera a nossos pais, em favor de Abraão e sua posteridade, parasempre.Maria ficou com Isabel cerca de três meses. Depois voltou para casa.
  4. 4. FIDELIDADEA sua fé obedienteface à iniciativade Deus plasma cadainstante da sua vida.IPAPA BENTO XVI
  5. 5. VIVER APALAVRAO conhecimento da SagradaEscritura é obra de um carismaeclesial, que é posto nas mãosdos crentes abertos ao Espírito.E, citando as palavras de SãoMáximo, o Papa Bento XVIchama especial atenção em seviver a palavra Deus,para que a pregação tenha aforça de quem gera Jesusem seu coração,assim como Nossa Senhora, quecom simplicidade e sempre emoração adoradora, escu-tou erealizou a vontade em sua vida,vindo, por esta atitude,a gerar Jesus.
  6. 6. O objetivo fundamental da XII As-sembleiafoi "renovar a fé da Igreja na Palavra deDeus"; por isso é necessário olhar parauma pessoa em quem a reci-procidadeentre Palavra de Deus e fé foi perfeita, ouseja, para a Virgem Maria, "que, com oSeu sim à Palavra da Aliança e à suamissão, realiza perfeitamente a vocaçãodivina da humanidade."
  7. 7. É a Imaculada Conceição, aquelaque é "cheia de graça" de Deus(cf. Lc 1, 28), incondicionalmentedócil à Palavra divina (cf. Lc 1,38). A sua fé, obediente face àiniciativa de Deus, plasma cadainstante da sua vida. Virgem àescuta, vive em plena sintoniacom a Palavra di-vina; conservano seu coração osacon-tecimentos do seu Filho,compondo-os, por assim dizer,num único mosaico (cf. Lc 2,19.51).
  8. 8. Nesta ocasião,prossegue o Papa,desejo chamar a atençãopara a familiaridade deMaria com a Palavra deDeus. Isto transparececom particular vigor noMagnificat. Aqui emcerta medida, vê-secomo Ela se identificacom a Palavra, e nelaentra; neste maravilhosocântico de fé, a Virgemexalta o Se-nhor com asua própria Palavra:
  9. 9. O Magnificat - um retrato, porassim dizer, da sua alma - éinteiramente tecido de fios daSagrada Escritura, com fiostirados da Palavra de Deus.Desta maneira se manifestaque Ela se senteverdadeiramente em casa naPalavra de Deus. que dela saie a ela volta comnaturalidade. Fala e pensacom a Palavra de Deus: estatorna-se Palavra dEla, e a suapala-vra nasce da Palavra deDeus.
  10. 10. Além disso, fica assimpatente que os seuspensamentos estão emsintonia com os de Deus,que o dElaé um querer juntamentecom Deus. Vi-vendointimamentepermeada pela Palavrade Deus, ela pôdetornar-semãe da Palavraencarnada[S].
  11. 11. Além disso, areferência àMãe de Deusmostra-nos como oagir de Deus nomundo, envolvesempre a nossaliberdade, porque,na fé, a Palavradivina transforma-nos.
  12. 12. Também a nossa ação apostólica e pastoralnão poderá jamais ser efi-caz, se nãoaprendermos de Maria, a deixar-nosplasmar pela ação de Deus em nós: «Aatenção devota e amorosa à figura deMaria, como modelo e arquétipo da fé daIgreja, é de importância capital paraefe-tuar, também nos nossos dias, umamudança concreta de paradigma narelação da Igreja com a Palavra, tan-to naatitude de escuta orante, como nagenerosidade do compromisso em prol damissão e do anúncio".
  13. 13. Contemplando naMãe de Deus umavida modeladatotalmente pelaPalavra, descobrimo-nos, também nós,chamados a entrarno mistério da fé,pela qual Cristo vemhabitar na nossavida.
  14. 14. Como nos recorda SantoAmbrósio, cadacristão que crê, em certosentido, concebe e gera, em simesmo, o Verbo de Deus: se háuma só Mãe de Cristosegundo a carne, segundo a fé,porém, Cristo é o fruto detodos. Portanto. o queaconteceu em Mariapode vol-tar aacontecer em cada um de nós,diariamente, na escuta daPalavra e na celebração dosSacramentos.
  15. 15. PERFEITO É QUEM TE CRIOUSe um dia um anjo declarouQue tu eras cheia de DeusAgora penso: Quem sou euPara não te dizer tambémCheia de graça, ó Mãe?Cheia de graça, ó Mãe?AgraciadaSe a palavra ensinouQue todos hão de concordarE as gerações te proclamarAgora eu também direi:Tu és bendita, ó Mãe!Tu és bendita, ó Mãe!Bem-aventurada.Surgiu um grande sinal nocéuUma mulher revestida de solA lua debaixo de seus pésE na cabeça uma coroaNão há com que se compararPerfeito é quem te criouSe o Criador te coroouTe coroamos, ó Mãe!Te coroamos, ó Mãe!Te coroamos, ó Mãe!Nossa Rainha!
  16. 16. AGENDA:- Reunião à noite dia 20/06- Coordenadores paroquiais 2013- Reuniões de área- Padres referenciais – convidadosespeciais reunião 21/06- 1° encontrão- comunicações
  17. 17. - 1 TURNO OU DIA INTEIRO?- Sugestão de pauta:- ACOHIDA – CANTOS, APRESENTAÇÃO DAS ÁREAS- ORAÇÃO INICIAL- ESTUDO- CELEBRAÇÃO DA FÉ
  18. 18. SUGESTÃO DE TAREFAS PARA AS PARÓQUIAS:- 1 CARTAZ SIMBOLIZANDO O QUE SIGNIFICOU OESTUDO DA FÉ PARA OS CATEQUISTAS E PARÓQUIA- PRECES DE LOUVOR RELACIONADAS AO QUEAPROFUNDAMOS NOS ESTUDOS DA FÉ- ENCENAÇÃO DE UM TEXTO BÍBLICO RELACIONADOAOS ESTUDOS DA FÉSUGESTÃO PARA AS ÁREAS- 1 FAIXA COM UMA MENSAGEM AOS CATEQUISTAS(RELACIONADA AOS ESTUDOS)

×