SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
Exilados de Capela e aExilados de Capela e a
Transição PlanetáriaTransição Planetária
Apresentado no CentroApresentado no Centro
Espírita Jesus e Caridade emEspírita Jesus e Caridade em
24/11/2014 – Mogi Mirim24/11/2014 – Mogi Mirim
Autor: Roberto Camargo Leite MoreiraAutor: Roberto Camargo Leite Moreira
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
(A Caminho da Luz, Emmanuel, cap. III)
A Constelação do Cocheiro é formada por um
grupo de estrelas de várias grandezas, entre as
quais se inclui a Capela, de primeira grandeza,
que, por isso mesmo, é a alfa da constelação.
Capela é uma estrela inúmeras vezes maior
que o nosso Sol e, se este fosse colocado em
seu lugar, mal seria percebido por nós, à vista
desarmada. Dista da Terra cerca de 45 anos-
luz, distância esta que, em quilômetros, se
representa pelo número de 4.257 seguido de
11 zeros.
1. A CONSTELAÇÃO DE CAPELA ou COCHEIRO1. A CONSTELAÇÃO DE CAPELA ou COCHEIRO
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
* A humanidade foi constituída pela
mescla da evolução dos autóctones
humanos, resultantes de milhões de
anos de experiências terrenas,
juntamente com os espíritos vindos da
constelação de Capela, os quais
passaram aqui a encarnar, fato
ocorrido há aproximadamente 40.000
anos.
* Estes espíritos, por terem sido
exilados de Capela, aqui chegaram em
estágio evolutivo mais avançado, e
passaram então a ter papel de
liderança na constituição da sociedade,
que se encontrava em estágio de
desenvolvimento bastante atrasado.
2. DUAS CATEGORIAS DE SERES HUMANOS2. DUAS CATEGORIAS DE SERES HUMANOS
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
Em resumo, eis a evolução do tipo
humano:
- Símios ou primatas;
- Tipo evoluído de primata
- Homo Erectus – 25 milhões de anos.
- Homo Sapiens - 500 mil anos.
- Homo Sapiens sapiens - 35 mil anos.
3. NO TEMPO DOS PRIMEIROS HOMENS3. NO TEMPO DOS PRIMEIROS HOMENS
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
EMMANUEL.
A CAMINHO DA LUZ.
"O homem, para atingir o complexo
de suas perfeições biológicas na
Terra, teve o concurso de Espíritos
exilados de um mundo melhor para o
orbe terráqueo, Espíritos esses que
se convencionou chamar de
componentes da raça adâmica, que
foram em tempos remotíssimos
desterrados para as sombras e para
as regiões selvagens da Terra,
porquanto a evolução espiritual do
mundo em que viviam não mais a
tolerava, em virtude de suas
reincidências no mal.
3. NO TEMPO DOS PRIMEIROS HOMENS3. NO TEMPO DOS PRIMEIROS HOMENS
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
"1a ) A raca formada por espíritos que viveram no astral terreno, que não̧
possuíam corpos materiais, e, por isso, não encarnaram na Terra.
Característica fundamental: "astralidade".
2a) A raca formada por espíritos já encarnados, que desenvolveram forma, corpo̧
e vida própria, conquanto pouco consistentes.
Características: "semi-astralidade".
3a) Raca Lemuriana - Estabilizacão de corpo, forma e vida, e acentuada̧ ̧
eliminacão dos restos da "astralidade inferior". Com esta raca comecaram a̧ ̧ ̧
descer os capelinos.
4a ) Raca Atlante - Predomínio da materialidade inferior. Poderio material.̧
Grupos étnicos: Romahals, Travlatis, Semitas, Acádios, Mongóis, Turanianos e
Toltecas.
5a) Raca Ariana- Predomínio intelectual. Evoluiu até o atual quinto grupo étnico,̧
na seguinte ordem: indo-ariana, acadiana, caldaica, egípcia, européia. "
4. AS CINCO GRANDES RAÇAS-MÃE4. AS CINCO GRANDES RAÇAS-MÃE
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
4. AS CINCO GRANDES RAÇAS-MÃE4. AS CINCO GRANDES RAÇAS-MÃE
EMMANUEL (A CAMINHO DA LUZ) :
"Entre as raças negra e amarela, bem como entre os grandes
agrupamentos primitivos da Lemúria, da Atlântida e de outras regiões que
ficaram imprecisas no acervo de conhecimentos dos povos, os exilados da
Capela trabalharam proficuamente, adquirindo a provisão de amor para
suas consciências ressequidas. Como vemos, não houve retrocesso,
mas providência justa de administração, segundo os méritos de cada qual,
no terreno do trabalho e do sofrimento para a redenção. "
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
5. A SENTENÇA DIVINA5. A SENTENÇA DIVINA
A Genese, Allan Kardec, cap. XI.̂
EMIGRAÇÕES E IMIGRAÇÕES DOS ESPÍRITOS.
36. Em certas épocas, determinadas pela sabedoria divina, essas emigrações e
imigrações se operam por massas mais ou menos consideráveis, em virtude das
grandes revoluções que lhes ocasionam a partida simultânea em quantidades
enormes, logo substituídas por equivalentes quantidades de encarnações.
Os flagelos destruidores e os cataclismos devem, portanto, considerar-se como
ocasiões de chegadas e partidas coletivas, meios providenciais de renovamento
da população corporal do globo, de ela se retemperar pela introdução de novos
elementos espirituais mais depurados.
Na destruição, que por essas catástrofes se verifica, de grande número de corpos,
nada mais há do que rompimento de vestiduras; nenhum Espírito perece; eles
apenas mudam de planos; em vez de partirem isoladamente, partem em bandos,
essa a única diferença, visto que, ou por uma causa ou por outra, fatalmente têm
que partir, cedo ou tarde."
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
6. TRADIÇÕES ESPIRITUAIS DA DESCIDA6. TRADIÇÕES ESPIRITUAIS DA DESCIDA
EMMANUEL
(A CAMINHO DA LUZ) :
"Onde está Adão, com a sua queda
do paraíso? Debalde nossos olhos
procuram, aflitos, essas figuras
legendárias com o propósito de
localizá-las no espaco e no tempo.̧
Compreendemos, afinal, que Adão e
Eva constituem uma lembranca doş
espíritos degredados na paisagem
obscura da Terra, como Caim e Abel
são dois símbolos para a
personalidade das criaturas"
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
7. EXPURGOS REPARADORES7. EXPURGOS REPARADORES
EDGARD ARMAND
"Lavrou entre eles tão terrível corrupcão̧
psíquica que, como consequencia,̈ ̂
ocorreu novo e tremendo cataclismo: a
Atlantida também submergiu.̂
Os arquivos da história humana não
oferecem aos investigadores dos
nossos dias documentacão̧
esclarecedora e positiva desse
acontecimento, como, aliás, também
sucede e ainda mais acentuadamente,
em relacão à Lemúria; por isso é quȩ
esses fatos, tão importantes e
interessantes para o conhecimento da
vida planetária, estão capitulados no
setor das lendas.”
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
7. EXPURGOS REPARADORES7. EXPURGOS REPARADORES
"Essa narracão do manuscrito Troiano ȩ́
corroborada pelas tradicões maias, povoş
sobreviventes do fenomeno, que sê
referem a dois cataclismos ocorridos, um
deles em 8452 a.C. e outro 4292 a.C.,
tradicões essas que, como se ve, noticiam̧ ̂
dois afundamentos parciais em vez de um,
geral; em resumo: que o continente foi
destruído em duas vezes e em duas
épocas diferentes e bem afastadas uma
da outra. "
"Também se verificou que o fundo do
Atlantico está lentamente se erguendo: â
sondagem feita em 1923 revelou um
erguimento de quatro quilometros em 25̂
anos, o que concorda com as profecias
que dizem que a Atlantida se reerguerá dô
mar para substituir continentes que serão,
por sua vez, afundados, nos dias em que
estamos vivendo."
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
8. DILÚVIO BÍBLICO8. DILÚVIO BÍBLICO
Eis como Moisés relata o pavoroso
evento: "E esteve o dilúvio quarenta dias
sobre a Terra; e todos os altos montes que
haviam debaixo de todo o céu foram
cobertos. E expirou toda a carne que se
movia sobre a terra... Tudo que tinha
folego de espírito de vida sobre a terra,̂
tudo o que havia no seco, morreu... E
ficou somente Noé e os que estavam com
ele na Arca."
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
9. A PASSAGEM DO MILÊNIO9. A PASSAGEM DO MILÊNIO
"Já dissemos e mostramos que, de tempos em tempos, periodicamente, a
humanidade atinge um momento de depuracão, que é sempre precedido de um̧
expurgo planetário, para que de um passo avante em sua rota evolutiva.̂
Estamos, agora, vivendo novamente um período desses e, nos planos espirituais
superiores, já se instala o divino tribunal; seu trabalho consiste na separacão dos bonş
e dos maus, dos compatíveis e incompatíveis com as novas condicões de vida quȩ
devem reinar na Terra futuramente.
No Evangelho, como já dissemos, está claramente demonstrada pelo próprio mestre a
natureza do veredito: passarão para a direita os espíritos julgados merecedores de
acesso, aqueles que, pelo seu próprio esforco, conseguiram a necessária̧
transformacão moral; os já então incapazes de acões criminosas conscientes; os quȩ ̧
tiverem dominado os instintos da violencia, pela paz; do egoísmo, pelô
desprendimento; da ambicão, pela renúncia; da sensualidade, pela pureza."̧
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
9. A PASSAGEM DO MILÊNIO9. A PASSAGEM DO MILÊNIO
"Em tempos idos, de uma erupcão espontanea de Júpiter ou da ruptura de um dȩ ̂
seus setores, nasceu um cometa que, pela sua aproximacão da Terra, causou̧
profundos e impressionantes cataclismos.
Terras novas surgiram, mares e oceanos modificaram sua posicão, dilúvios,̧
terremotos, maremotos, descargas elétricas de tremendo poder destruidor,
envenenamento da atmosfera, meteoritos, tudo desabou sobre o nosso torturado
planeta, aterrorizando seus bárbaros e ignorantes habitantes.
Mas, por forca desta aproximacão cometária, a Terra passou a girar do Ocidentȩ ̧
para o Oriente, ao contrário de como era antes, por terem seus pólos se
invertido."
"Mas todos estes cataclismos, segundo o que consta dos livros sagrados das
religiões e anúncio de profetas de reputada sabedoria, deverão repetir-se, e
novos corpos celestes entrarão em cena provocando novas desgracas.”̧
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
9. A PASSAGEM DO MILÊNIO9. A PASSAGEM DO MILÊNIO
No sermão profético o Mestre avisou: -"E ouvireis de guerras e rumores de
guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteca, maş
ainda não é o fim. Porque se levantará nacão contra nacão e reino contra̧ ̧
reino e haverá fome, peste, e terremotos em vários lugares. Mas todas essas
coisas são o princípio das dores." (Mt, 24:6-8)
"E o Sol escurecerá e a Lua não dará o seu resplendor e as estrelas cairão do
céu e as potencias dos céus serão abaladas". (Mt, 24:29) "̂
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
10. ASPECTOS CIENTÍFICOS10. ASPECTOS CIENTÍFICOS
* Carlos Munoz Ferrada: Renomado
astrônomo chileno que predisse a vinda
do planeta-cometa, por ele chamado de
Hercólubus;
* Em 1983 o satélite norte-americano
IRAS – Infrared Atronomical Satellite
identificou um enorme astro nos limites do
Sistema Solar, que poderia ser o Planeta
X, ou o décimo planeta, conforme
divulgado pelo Washington Post;
* Nos início dos anos 2000 os EUA
instalaram um enorme observatório
astronômico denominado South Pole
Telescope para observar o céu no
hemisfério sul, de onde se supõe que
venha este planeta;
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
10. ASPECTOS CIENTÍFICOS10. ASPECTOS CIENTÍFICOS
* Enfraquecimento da Magnetosfera da
Terra pode indicar que uma mudança
do pólo magnético do planeta;
* Está ocorrendo um aumento
exponencial da ocorrência de
terremotos, tsunamis, erupções de
vulcões, grandes tempestades, secas e
quedas de meteoros, não relacionados
à ação humana;
* Cientistas estão apresentando estudos
de demonstram o aquecimento global
também em Marte, Jupiter, Urano, e
outras luas em nosso Sistema Solar;
* A Lua tem apresentado trajetórias
inconsistentes com seu histórico, diz
estudo da Cornell University ;
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
11. TRANSIÇÃO PLANETÁRIA – PÁTRIA DO EVANGELHO11. TRANSIÇÃO PLANETÁRIA – PÁTRIA DO EVANGELHO
Folha Espírita de Maio de 2011, entrevista com Chico Xavier
“Segundo a imposição do Cristo, as nações mais desenvolvidas e responsáveis da Terra
deveriam aprender a se suportarem umas às outras, respeitando as diferenças entre si,
abstendo-se de se lançarem a uma guerra de extermínio nuclear. A face da Terra deveria
evitar a todo custo a chamada III Guerra Mundial. Segundo a deliberação do Cristo, se e
somente se as nações terrenas, durante este período de 50 anos, aprendessem a arte do
bem convívio e da fraternidade, evitando uma guerra de destruição nuclear, o mundo
terrestre estaria enfim admitido na comunidade planetária do Sistema Solar como um mundo
em regeneração.”
“Nós alcançaremos a solução para todos os problemas de ordem social, como a solução
para a pobreza e a fome que estarão extintas; teremos a descoberta da cura de todas as
doenças do corpo físico pela manipulação genética nos avanços da Medicina; o homem
terrestre terá amplo e total acesso à informação e à cultura, que se fará mais generalizada;
também os nossos irmãos de outros planetas mais evoluídos terão a permissão expressa de
Jesus para se nos apresentarem abertamente, colaborando conosco e oferecendo-nos
tecnologias novas, até então inimagináveis ao nosso atual estágio de desenvolvimento
científico; haveremos de fabricar aparelhos que nos facilitarão o contato com as esferas
desencarnadas, possibilitando a nossa saudosa conversa com os entes queridos que já
partiram para o além-túmulo; enfim estaríamos diante de um mundo novo, uma nova Terra,
uma gloriosa fase de espiritualização e beleza para os destinos de nosso planeta.”
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
11. TRANSIÇÃO PLANETÁRIA – PÁTRIA DO EVANGELHO11. TRANSIÇÃO PLANETÁRIA – PÁTRIA DO EVANGELHO
Folha Espírita de Maio de 2011, entrevista com Chico Xavier
“O homem começaria a III Guerra, mas quem iria terminá-la seriam as forças telúricas da
natureza, da própria Terra cansada dos desmandos humanos, e seríamos defrontados então
com terremotos gigantescos; maremotos e ondas (tsunamis) consequentes; veríamos a
explosão de vulcões há muito tempo extintos; enfrentaríamos degelos arrasadores que
avassalariam os pólos do globo com trágicos resultados para as zonas costeiras, devido à
elevação dos mares; e, neste caso, as cinzas vulcânicas associadas às irradiações
nucleares nefastas acabariam por tornar totalmente inabitável todo o Hemisfério Norte de
nosso globo terrestre.”Segundo o médium, “em todas as duas situações, o Brasil cumprirá o
seu papel no grande processo de espiritualização planetária. Na melhor das hipóteses,
nossa nação crescerá em importância sociocultural, política e econômica perante a
comunidade das nações. Não só seremos o celeiro alimentício e de matérias-primas para o
mundo, como também a grande fonte energética com o descobrimento de enormes reservas
petrolíferas que farão da Petrobras uma das maiores empresas do mundo”.
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
11. TRANSIÇÃO PLANETÁRIA – PÁTRIA DO EVANGELHO11. TRANSIÇÃO PLANETÁRIA – PÁTRIA DO EVANGELHO
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
Fontes:
* Franco, Divaldo Pereira. Transição Planetária.
* Armand, Edgard. Exilados de Capela.
* Xavier, Francisco Cândido. A Caminho da Luz – História da Civilização à Luz do
Espiritismo.
* Folha Espírita. Maio de 2011. Entrevista com Lemos Neto.
* http://www.curaeascensao.com.br/mensagens_arquivos/mensagens345.html
* Washington Post. 30/01/1983. Mystery Heavenly Body Found By Orbiting Infrared
Telescope.
Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária
MuitoMuito
Obrigado!!Obrigado!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

3ª aula da natureza das comunicações - coem
3ª aula   da natureza das comunicações - coem3ª aula   da natureza das comunicações - coem
3ª aula da natureza das comunicações - coemWagner Quadros
 
Roteiro 1 influência dos espíritos
Roteiro 1   influência dos espíritosRoteiro 1   influência dos espíritos
Roteiro 1 influência dos espíritosBruno Cechinel Filho
 
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª ParteProgressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª ParteDenise Aguiar
 
Pluralidade dos mundos habitados
Pluralidade dos mundos habitadosPluralidade dos mundos habitados
Pluralidade dos mundos habitadoshome
 
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meuProgressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meuEduardo Ottonelli Pithan
 
Aula o perispirito
Aula o perispiritoAula o perispirito
Aula o perispiritoduadv
 
Centro Espírita - Farol de Luz
Centro Espírita - Farol de LuzCentro Espírita - Farol de Luz
Centro Espírita - Farol de LuzRicardo Azevedo
 
2.6.1 espiritos errantes
2.6.1   espiritos errantes2.6.1   espiritos errantes
2.6.1 espiritos errantesMarta Gomes
 
Palestra Transição Planetária: de Capela a Nibiru
Palestra  Transição Planetária: de Capela a NibiruPalestra  Transição Planetária: de Capela a Nibiru
Palestra Transição Planetária: de Capela a NibiruMarcelo Suster
 
Mistificações, contradições e animismo
Mistificações, contradições e animismoMistificações, contradições e animismo
Mistificações, contradições e animismojcevadro
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 05 Ouvindo instruções
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 05 Ouvindo instruçõesEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 05 Ouvindo instruções
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 05 Ouvindo instruçõesJose Luiz Maio
 
Pensamento e vontade
Pensamento e vontadePensamento e vontade
Pensamento e vontadeDalila Melo
 

Mais procurados (20)

3ª aula da natureza das comunicações - coem
3ª aula   da natureza das comunicações - coem3ª aula   da natureza das comunicações - coem
3ª aula da natureza das comunicações - coem
 
Palestra 8 obsessão espiritual
Palestra 8 obsessão espiritualPalestra 8 obsessão espiritual
Palestra 8 obsessão espiritual
 
Roteiro 1 influência dos espíritos
Roteiro 1   influência dos espíritosRoteiro 1   influência dos espíritos
Roteiro 1 influência dos espíritos
 
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª ParteProgressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
 
Pluralidade dos mundos habitados
Pluralidade dos mundos habitadosPluralidade dos mundos habitados
Pluralidade dos mundos habitados
 
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meuProgressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
 
Os tres reinos
Os tres reinosOs tres reinos
Os tres reinos
 
Aula o perispirito
Aula o perispiritoAula o perispirito
Aula o perispirito
 
Centro Espírita - Farol de Luz
Centro Espírita - Farol de LuzCentro Espírita - Farol de Luz
Centro Espírita - Farol de Luz
 
CARNAVAL, UMA ABORDAGEM ESPÍRITA
CARNAVAL, UMA ABORDAGEM ESPÍRITACARNAVAL, UMA ABORDAGEM ESPÍRITA
CARNAVAL, UMA ABORDAGEM ESPÍRITA
 
2.6.1 espiritos errantes
2.6.1   espiritos errantes2.6.1   espiritos errantes
2.6.1 espiritos errantes
 
Palestra Transição Planetária: de Capela a Nibiru
Palestra  Transição Planetária: de Capela a NibiruPalestra  Transição Planetária: de Capela a Nibiru
Palestra Transição Planetária: de Capela a Nibiru
 
O Passe
O PasseO Passe
O Passe
 
Transição planetária
Transição planetáriaTransição planetária
Transição planetária
 
Depressão na visão Espírita
Depressão na visão EspíritaDepressão na visão Espírita
Depressão na visão Espírita
 
Perispirito: formação, propriedades e funções.
Perispirito: formação, propriedades e funções.Perispirito: formação, propriedades e funções.
Perispirito: formação, propriedades e funções.
 
Mistificações, contradições e animismo
Mistificações, contradições e animismoMistificações, contradições e animismo
Mistificações, contradições e animismo
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 05 Ouvindo instruções
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 05 Ouvindo instruçõesEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 05 Ouvindo instruções
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 05 Ouvindo instruções
 
Pensamento e vontade
Pensamento e vontadePensamento e vontade
Pensamento e vontade
 
Criações fluídicas
Criações fluídicasCriações fluídicas
Criações fluídicas
 

Semelhante a Exilados de capela e transição planetária4

Transição planetária
Transição planetáriaTransição planetária
Transição planetáriafeetins
 
Os exilados não são da capela
Os exilados não são da capelaOs exilados não são da capela
Os exilados não são da capelaHelio Cruz
 
apresentacao_exilados.pptx
apresentacao_exilados.pptxapresentacao_exilados.pptx
apresentacao_exilados.pptxAiltonBarcelos2
 
Genese cap 11 parte 3 de 3 2018 Imig e Emig Anjos decaidos
Genese cap 11 parte 3 de 3   2018 Imig e Emig Anjos decaidosGenese cap 11 parte 3 de 3   2018 Imig e Emig Anjos decaidos
Genese cap 11 parte 3 de 3 2018 Imig e Emig Anjos decaidosFernando Pinto
 
A genese cap. xi
A genese cap. xiA genese cap. xi
A genese cap. xiDalila Melo
 
Viajantes das estrelas
Viajantes das estrelasViajantes das estrelas
Viajantes das estrelascarlos freire
 
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOSAllan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOSFatima Carvalho
 
AULA 6_Material complementar_ Escola de Mistérios.pdf
AULA 6_Material complementar_ Escola de Mistérios.pdfAULA 6_Material complementar_ Escola de Mistérios.pdf
AULA 6_Material complementar_ Escola de Mistérios.pdfGarantiaCorujonda
 
Os mistérios da lemúria e atlântida - Laércio Fonseca
Os mistérios da lemúria e atlântida - Laércio FonsecaOs mistérios da lemúria e atlântida - Laércio Fonseca
Os mistérios da lemúria e atlântida - Laércio FonsecaV.X. Carmo
 
Os Exilados De Capela/coloniasespirituais
Os Exilados De Capela/coloniasespirituaisOs Exilados De Capela/coloniasespirituais
Os Exilados De Capela/coloniasespirituaisAurora Boreal
 
Ha muitas moradas na casa de meu pai
Ha muitas moradas na casa de meu paiHa muitas moradas na casa de meu pai
Ha muitas moradas na casa de meu paiHenrique Vieira
 
Higienização espiritual da Terra
Higienização espiritual da TerraHigienização espiritual da Terra
Higienização espiritual da Terracarlos freire
 
Novas dimensões do conhecimento
Novas dimensões do conhecimentoNovas dimensões do conhecimento
Novas dimensões do conhecimentocebv
 
Os exilados da capela edgard armond
Os exilados da capela   edgard armondOs exilados da capela   edgard armond
Os exilados da capela edgard armondFrancisco de Morais
 

Semelhante a Exilados de capela e transição planetária4 (20)

Transição planetária
Transição planetáriaTransição planetária
Transição planetária
 
Os exilados não são da capela
Os exilados não são da capelaOs exilados não são da capela
Os exilados não são da capela
 
apresentacao_exilados.pptx
apresentacao_exilados.pptxapresentacao_exilados.pptx
apresentacao_exilados.pptx
 
Muitos Mundos
Muitos MundosMuitos Mundos
Muitos Mundos
 
Genese cap 11 parte 3 de 3 2018 Imig e Emig Anjos decaidos
Genese cap 11 parte 3 de 3   2018 Imig e Emig Anjos decaidosGenese cap 11 parte 3 de 3   2018 Imig e Emig Anjos decaidos
Genese cap 11 parte 3 de 3 2018 Imig e Emig Anjos decaidos
 
Exiladoscapela
ExiladoscapelaExiladoscapela
Exiladoscapela
 
A Caminho da Luz
A Caminho da LuzA Caminho da Luz
A Caminho da Luz
 
A genese cap. xi
A genese cap. xiA genese cap. xi
A genese cap. xi
 
Viajantes das estrelas
Viajantes das estrelasViajantes das estrelas
Viajantes das estrelas
 
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOSAllan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
 
AULA 6_Material complementar_ Escola de Mistérios.pdf
AULA 6_Material complementar_ Escola de Mistérios.pdfAULA 6_Material complementar_ Escola de Mistérios.pdf
AULA 6_Material complementar_ Escola de Mistérios.pdf
 
Os mistérios da lemúria e atlântida - Laércio Fonseca
Os mistérios da lemúria e atlântida - Laércio FonsecaOs mistérios da lemúria e atlântida - Laércio Fonseca
Os mistérios da lemúria e atlântida - Laércio Fonseca
 
Os Exilados De Capela/coloniasespirituais
Os Exilados De Capela/coloniasespirituaisOs Exilados De Capela/coloniasespirituais
Os Exilados De Capela/coloniasespirituais
 
Transição planetária
Transição planetáriaTransição planetária
Transição planetária
 
Ha muitas moradas na casa de meu pai
Ha muitas moradas na casa de meu paiHa muitas moradas na casa de meu pai
Ha muitas moradas na casa de meu pai
 
Higienização espiritual da Terra
Higienização espiritual da TerraHigienização espiritual da Terra
Higienização espiritual da Terra
 
Higienização espiritual da terra
Higienização espiritual da terraHigienização espiritual da terra
Higienização espiritual da terra
 
Novas dimensões do conhecimento
Novas dimensões do conhecimentoNovas dimensões do conhecimento
Novas dimensões do conhecimento
 
Os exilados da capela edgard armond
Os exilados da capela   edgard armondOs exilados da capela   edgard armond
Os exilados da capela edgard armond
 
Transição_Portal da Nova Geração
Transição_Portal da Nova GeraçãoTransição_Portal da Nova Geração
Transição_Portal da Nova Geração
 

Último

Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxManoel Candido Pires Junior
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaRicardo Azevedo
 
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptxFabianoHaider1
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 

Último (8)

Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 

Exilados de capela e transição planetária4

  • 1. Exilados de Capela e aExilados de Capela e a Transição PlanetáriaTransição Planetária Apresentado no CentroApresentado no Centro Espírita Jesus e Caridade emEspírita Jesus e Caridade em 24/11/2014 – Mogi Mirim24/11/2014 – Mogi Mirim Autor: Roberto Camargo Leite MoreiraAutor: Roberto Camargo Leite Moreira
  • 2. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária (A Caminho da Luz, Emmanuel, cap. III) A Constelação do Cocheiro é formada por um grupo de estrelas de várias grandezas, entre as quais se inclui a Capela, de primeira grandeza, que, por isso mesmo, é a alfa da constelação. Capela é uma estrela inúmeras vezes maior que o nosso Sol e, se este fosse colocado em seu lugar, mal seria percebido por nós, à vista desarmada. Dista da Terra cerca de 45 anos- luz, distância esta que, em quilômetros, se representa pelo número de 4.257 seguido de 11 zeros. 1. A CONSTELAÇÃO DE CAPELA ou COCHEIRO1. A CONSTELAÇÃO DE CAPELA ou COCHEIRO
  • 3. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária * A humanidade foi constituída pela mescla da evolução dos autóctones humanos, resultantes de milhões de anos de experiências terrenas, juntamente com os espíritos vindos da constelação de Capela, os quais passaram aqui a encarnar, fato ocorrido há aproximadamente 40.000 anos. * Estes espíritos, por terem sido exilados de Capela, aqui chegaram em estágio evolutivo mais avançado, e passaram então a ter papel de liderança na constituição da sociedade, que se encontrava em estágio de desenvolvimento bastante atrasado. 2. DUAS CATEGORIAS DE SERES HUMANOS2. DUAS CATEGORIAS DE SERES HUMANOS
  • 4. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária Em resumo, eis a evolução do tipo humano: - Símios ou primatas; - Tipo evoluído de primata - Homo Erectus – 25 milhões de anos. - Homo Sapiens - 500 mil anos. - Homo Sapiens sapiens - 35 mil anos. 3. NO TEMPO DOS PRIMEIROS HOMENS3. NO TEMPO DOS PRIMEIROS HOMENS
  • 5. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária EMMANUEL. A CAMINHO DA LUZ. "O homem, para atingir o complexo de suas perfeições biológicas na Terra, teve o concurso de Espíritos exilados de um mundo melhor para o orbe terráqueo, Espíritos esses que se convencionou chamar de componentes da raça adâmica, que foram em tempos remotíssimos desterrados para as sombras e para as regiões selvagens da Terra, porquanto a evolução espiritual do mundo em que viviam não mais a tolerava, em virtude de suas reincidências no mal. 3. NO TEMPO DOS PRIMEIROS HOMENS3. NO TEMPO DOS PRIMEIROS HOMENS
  • 6. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária "1a ) A raca formada por espíritos que viveram no astral terreno, que não̧ possuíam corpos materiais, e, por isso, não encarnaram na Terra. Característica fundamental: "astralidade". 2a) A raca formada por espíritos já encarnados, que desenvolveram forma, corpo̧ e vida própria, conquanto pouco consistentes. Características: "semi-astralidade". 3a) Raca Lemuriana - Estabilizacão de corpo, forma e vida, e acentuada̧ ̧ eliminacão dos restos da "astralidade inferior". Com esta raca comecaram a̧ ̧ ̧ descer os capelinos. 4a ) Raca Atlante - Predomínio da materialidade inferior. Poderio material.̧ Grupos étnicos: Romahals, Travlatis, Semitas, Acádios, Mongóis, Turanianos e Toltecas. 5a) Raca Ariana- Predomínio intelectual. Evoluiu até o atual quinto grupo étnico,̧ na seguinte ordem: indo-ariana, acadiana, caldaica, egípcia, européia. " 4. AS CINCO GRANDES RAÇAS-MÃE4. AS CINCO GRANDES RAÇAS-MÃE
  • 7. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária 4. AS CINCO GRANDES RAÇAS-MÃE4. AS CINCO GRANDES RAÇAS-MÃE EMMANUEL (A CAMINHO DA LUZ) : "Entre as raças negra e amarela, bem como entre os grandes agrupamentos primitivos da Lemúria, da Atlântida e de outras regiões que ficaram imprecisas no acervo de conhecimentos dos povos, os exilados da Capela trabalharam proficuamente, adquirindo a provisão de amor para suas consciências ressequidas. Como vemos, não houve retrocesso, mas providência justa de administração, segundo os méritos de cada qual, no terreno do trabalho e do sofrimento para a redenção. "
  • 8. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária 5. A SENTENÇA DIVINA5. A SENTENÇA DIVINA A Genese, Allan Kardec, cap. XI.̂ EMIGRAÇÕES E IMIGRAÇÕES DOS ESPÍRITOS. 36. Em certas épocas, determinadas pela sabedoria divina, essas emigrações e imigrações se operam por massas mais ou menos consideráveis, em virtude das grandes revoluções que lhes ocasionam a partida simultânea em quantidades enormes, logo substituídas por equivalentes quantidades de encarnações. Os flagelos destruidores e os cataclismos devem, portanto, considerar-se como ocasiões de chegadas e partidas coletivas, meios providenciais de renovamento da população corporal do globo, de ela se retemperar pela introdução de novos elementos espirituais mais depurados. Na destruição, que por essas catástrofes se verifica, de grande número de corpos, nada mais há do que rompimento de vestiduras; nenhum Espírito perece; eles apenas mudam de planos; em vez de partirem isoladamente, partem em bandos, essa a única diferença, visto que, ou por uma causa ou por outra, fatalmente têm que partir, cedo ou tarde."
  • 9. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária 6. TRADIÇÕES ESPIRITUAIS DA DESCIDA6. TRADIÇÕES ESPIRITUAIS DA DESCIDA EMMANUEL (A CAMINHO DA LUZ) : "Onde está Adão, com a sua queda do paraíso? Debalde nossos olhos procuram, aflitos, essas figuras legendárias com o propósito de localizá-las no espaco e no tempo.̧ Compreendemos, afinal, que Adão e Eva constituem uma lembranca doş espíritos degredados na paisagem obscura da Terra, como Caim e Abel são dois símbolos para a personalidade das criaturas"
  • 10. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária 7. EXPURGOS REPARADORES7. EXPURGOS REPARADORES EDGARD ARMAND "Lavrou entre eles tão terrível corrupcão̧ psíquica que, como consequencia,̈ ̂ ocorreu novo e tremendo cataclismo: a Atlantida também submergiu.̂ Os arquivos da história humana não oferecem aos investigadores dos nossos dias documentacão̧ esclarecedora e positiva desse acontecimento, como, aliás, também sucede e ainda mais acentuadamente, em relacão à Lemúria; por isso é quȩ esses fatos, tão importantes e interessantes para o conhecimento da vida planetária, estão capitulados no setor das lendas.”
  • 11. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária 7. EXPURGOS REPARADORES7. EXPURGOS REPARADORES "Essa narracão do manuscrito Troiano ȩ́ corroborada pelas tradicões maias, povoş sobreviventes do fenomeno, que sê referem a dois cataclismos ocorridos, um deles em 8452 a.C. e outro 4292 a.C., tradicões essas que, como se ve, noticiam̧ ̂ dois afundamentos parciais em vez de um, geral; em resumo: que o continente foi destruído em duas vezes e em duas épocas diferentes e bem afastadas uma da outra. " "Também se verificou que o fundo do Atlantico está lentamente se erguendo: â sondagem feita em 1923 revelou um erguimento de quatro quilometros em 25̂ anos, o que concorda com as profecias que dizem que a Atlantida se reerguerá dô mar para substituir continentes que serão, por sua vez, afundados, nos dias em que estamos vivendo."
  • 12. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária 8. DILÚVIO BÍBLICO8. DILÚVIO BÍBLICO Eis como Moisés relata o pavoroso evento: "E esteve o dilúvio quarenta dias sobre a Terra; e todos os altos montes que haviam debaixo de todo o céu foram cobertos. E expirou toda a carne que se movia sobre a terra... Tudo que tinha folego de espírito de vida sobre a terra,̂ tudo o que havia no seco, morreu... E ficou somente Noé e os que estavam com ele na Arca."
  • 13. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária 9. A PASSAGEM DO MILÊNIO9. A PASSAGEM DO MILÊNIO "Já dissemos e mostramos que, de tempos em tempos, periodicamente, a humanidade atinge um momento de depuracão, que é sempre precedido de um̧ expurgo planetário, para que de um passo avante em sua rota evolutiva.̂ Estamos, agora, vivendo novamente um período desses e, nos planos espirituais superiores, já se instala o divino tribunal; seu trabalho consiste na separacão dos bonş e dos maus, dos compatíveis e incompatíveis com as novas condicões de vida quȩ devem reinar na Terra futuramente. No Evangelho, como já dissemos, está claramente demonstrada pelo próprio mestre a natureza do veredito: passarão para a direita os espíritos julgados merecedores de acesso, aqueles que, pelo seu próprio esforco, conseguiram a necessária̧ transformacão moral; os já então incapazes de acões criminosas conscientes; os quȩ ̧ tiverem dominado os instintos da violencia, pela paz; do egoísmo, pelô desprendimento; da ambicão, pela renúncia; da sensualidade, pela pureza."̧
  • 14. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária 9. A PASSAGEM DO MILÊNIO9. A PASSAGEM DO MILÊNIO "Em tempos idos, de uma erupcão espontanea de Júpiter ou da ruptura de um dȩ ̂ seus setores, nasceu um cometa que, pela sua aproximacão da Terra, causou̧ profundos e impressionantes cataclismos. Terras novas surgiram, mares e oceanos modificaram sua posicão, dilúvios,̧ terremotos, maremotos, descargas elétricas de tremendo poder destruidor, envenenamento da atmosfera, meteoritos, tudo desabou sobre o nosso torturado planeta, aterrorizando seus bárbaros e ignorantes habitantes. Mas, por forca desta aproximacão cometária, a Terra passou a girar do Ocidentȩ ̧ para o Oriente, ao contrário de como era antes, por terem seus pólos se invertido." "Mas todos estes cataclismos, segundo o que consta dos livros sagrados das religiões e anúncio de profetas de reputada sabedoria, deverão repetir-se, e novos corpos celestes entrarão em cena provocando novas desgracas.”̧
  • 15. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária 9. A PASSAGEM DO MILÊNIO9. A PASSAGEM DO MILÊNIO No sermão profético o Mestre avisou: -"E ouvireis de guerras e rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteca, maş ainda não é o fim. Porque se levantará nacão contra nacão e reino contra̧ ̧ reino e haverá fome, peste, e terremotos em vários lugares. Mas todas essas coisas são o princípio das dores." (Mt, 24:6-8) "E o Sol escurecerá e a Lua não dará o seu resplendor e as estrelas cairão do céu e as potencias dos céus serão abaladas". (Mt, 24:29) "̂
  • 16. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária 10. ASPECTOS CIENTÍFICOS10. ASPECTOS CIENTÍFICOS * Carlos Munoz Ferrada: Renomado astrônomo chileno que predisse a vinda do planeta-cometa, por ele chamado de Hercólubus; * Em 1983 o satélite norte-americano IRAS – Infrared Atronomical Satellite identificou um enorme astro nos limites do Sistema Solar, que poderia ser o Planeta X, ou o décimo planeta, conforme divulgado pelo Washington Post; * Nos início dos anos 2000 os EUA instalaram um enorme observatório astronômico denominado South Pole Telescope para observar o céu no hemisfério sul, de onde se supõe que venha este planeta;
  • 17. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária 10. ASPECTOS CIENTÍFICOS10. ASPECTOS CIENTÍFICOS * Enfraquecimento da Magnetosfera da Terra pode indicar que uma mudança do pólo magnético do planeta; * Está ocorrendo um aumento exponencial da ocorrência de terremotos, tsunamis, erupções de vulcões, grandes tempestades, secas e quedas de meteoros, não relacionados à ação humana; * Cientistas estão apresentando estudos de demonstram o aquecimento global também em Marte, Jupiter, Urano, e outras luas em nosso Sistema Solar; * A Lua tem apresentado trajetórias inconsistentes com seu histórico, diz estudo da Cornell University ;
  • 18. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária 11. TRANSIÇÃO PLANETÁRIA – PÁTRIA DO EVANGELHO11. TRANSIÇÃO PLANETÁRIA – PÁTRIA DO EVANGELHO Folha Espírita de Maio de 2011, entrevista com Chico Xavier “Segundo a imposição do Cristo, as nações mais desenvolvidas e responsáveis da Terra deveriam aprender a se suportarem umas às outras, respeitando as diferenças entre si, abstendo-se de se lançarem a uma guerra de extermínio nuclear. A face da Terra deveria evitar a todo custo a chamada III Guerra Mundial. Segundo a deliberação do Cristo, se e somente se as nações terrenas, durante este período de 50 anos, aprendessem a arte do bem convívio e da fraternidade, evitando uma guerra de destruição nuclear, o mundo terrestre estaria enfim admitido na comunidade planetária do Sistema Solar como um mundo em regeneração.” “Nós alcançaremos a solução para todos os problemas de ordem social, como a solução para a pobreza e a fome que estarão extintas; teremos a descoberta da cura de todas as doenças do corpo físico pela manipulação genética nos avanços da Medicina; o homem terrestre terá amplo e total acesso à informação e à cultura, que se fará mais generalizada; também os nossos irmãos de outros planetas mais evoluídos terão a permissão expressa de Jesus para se nos apresentarem abertamente, colaborando conosco e oferecendo-nos tecnologias novas, até então inimagináveis ao nosso atual estágio de desenvolvimento científico; haveremos de fabricar aparelhos que nos facilitarão o contato com as esferas desencarnadas, possibilitando a nossa saudosa conversa com os entes queridos que já partiram para o além-túmulo; enfim estaríamos diante de um mundo novo, uma nova Terra, uma gloriosa fase de espiritualização e beleza para os destinos de nosso planeta.”
  • 19. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária 11. TRANSIÇÃO PLANETÁRIA – PÁTRIA DO EVANGELHO11. TRANSIÇÃO PLANETÁRIA – PÁTRIA DO EVANGELHO Folha Espírita de Maio de 2011, entrevista com Chico Xavier “O homem começaria a III Guerra, mas quem iria terminá-la seriam as forças telúricas da natureza, da própria Terra cansada dos desmandos humanos, e seríamos defrontados então com terremotos gigantescos; maremotos e ondas (tsunamis) consequentes; veríamos a explosão de vulcões há muito tempo extintos; enfrentaríamos degelos arrasadores que avassalariam os pólos do globo com trágicos resultados para as zonas costeiras, devido à elevação dos mares; e, neste caso, as cinzas vulcânicas associadas às irradiações nucleares nefastas acabariam por tornar totalmente inabitável todo o Hemisfério Norte de nosso globo terrestre.”Segundo o médium, “em todas as duas situações, o Brasil cumprirá o seu papel no grande processo de espiritualização planetária. Na melhor das hipóteses, nossa nação crescerá em importância sociocultural, política e econômica perante a comunidade das nações. Não só seremos o celeiro alimentício e de matérias-primas para o mundo, como também a grande fonte energética com o descobrimento de enormes reservas petrolíferas que farão da Petrobras uma das maiores empresas do mundo”.
  • 20. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária 11. TRANSIÇÃO PLANETÁRIA – PÁTRIA DO EVANGELHO11. TRANSIÇÃO PLANETÁRIA – PÁTRIA DO EVANGELHO
  • 21. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária Fontes: * Franco, Divaldo Pereira. Transição Planetária. * Armand, Edgard. Exilados de Capela. * Xavier, Francisco Cândido. A Caminho da Luz – História da Civilização à Luz do Espiritismo. * Folha Espírita. Maio de 2011. Entrevista com Lemos Neto. * http://www.curaeascensao.com.br/mensagens_arquivos/mensagens345.html * Washington Post. 30/01/1983. Mystery Heavenly Body Found By Orbiting Infrared Telescope.
  • 22. Exilados de Capela e a Transição PlanetáriaExilados de Capela e a Transição Planetária MuitoMuito Obrigado!!Obrigado!!