Uma questão de vida ou morte_312015_GGR

230 visualizações

Publicada em

O Objetivo deste material e colocar os textos bíblicos diretos em negrito e sublinhado, somados aos escritos de Ellen White que trazem mais luz sobre o assunto, para facilitar o entendimento, e capacitar a responder as questões da lição com maior amplitude.

“Sempre darei a fonte, para que o conteúdo não seja anônimo, e todos tenham a oportunidade de achar, pesquisar e questionar”.

Que... “Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe; e faça resplandecer o seu rosto sobre nós. Para que se conheça na terra o teu caminho, e em todas as nações a tua salvação”. Sal. 67:1-2.

Bom Estudo!

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
230
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Uma questão de vida ou morte_312015_GGR

  1. 1. Lições Adultos Provérbios Lição 3 - Uma questão de vida ou morte 10 a 17 de janeiro ❉ Sábado - “O mandamento é lâmpada, e a instrução, luz; e as repreensões da disciplina são o caminho da vida.” Pv 6:23. Há, nesta época do mundo, muitos que agem como se tivessem a liberdade de pôr em dúvida as palavras do Infinito, de revisar Suas decisões e Seus estatutos, endossando, examinando, reformulando e anulando, de acordo com sua vontade. Nunca estamos seguros enquanto somos guiados por opiniões humanas, mas estamos seguros quando guiados por um "assim diz o Senhor". Não podemos confiar a salvação de nossa vida a nenhuma norma inferior às decisões de um Juiz infalível. Os que constituem Deus seu guia e Sua Palavra o seu conselheiro, contemplam a luz da vida. Os vivos oráculos divinos guiam-lhes os pés por caminhos retos. Os que são assim guiados não ousam julgar a Palavra de Deus, mas sempre têm a Sua Palavra como seu juiz. Da Palavra do Deus vivo derivam sua fé e religião. É o guia e conselheiro que lhes indica o caminho. A Palavra é de fato uma luz para os seus pés e lâmpada para seu caminho. Andam sob a direção do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação. Aquele cujas ternas misericórdias são sobre todas as Suas obras, torna a vereda dos justos uma luz viva, que brilha mais e mais até ser dia perfeito. Review and Herald, 29 de março de 1906. ❉ Domingo - A lei em nossa vida Ano Bíblico: Gn 34–36 ● 1. Leia Provérbios 6:21 e 7:3. Como devemos entender as imagens corporais usadas nesses textos, em relação à maneira pela qual devemos nos relacionar com a lei de Deus? Pv 6:21, (Séc XXI); 21 prende-os sempre perto do teu coração e pendura-os no pescoço. Pv 7:3, (Séc XXI); 3 Prende-os aos teus dedos, escreve-os na tábua do teu coração. As imagens corporais: ► Dedos representam os nossos atos simples, delicados e íntimos. "Ó Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o Teu nome em toda a Terra! ... Quando vejo os Teus céus, obra dos Teus dedos, a Lua e as estrelas que preparaste; que é o homem mortal para que Te lembres dele? E o filho do homem, para que o visites?" Sal. 8:1, 3 e 4. "Todas as Tuas obras Te louvarão, ó Senhor, e os Teus santos Te bendirão." Sal. 145:10. Em Jope, que era perto de Lida, vivia uma mulher chamada Dorcas, cujas boas ações a tornaram grandemente amada. Era uma digna discípula de Jesus e sua vida estava repleta de atos de bondade. Sabia quem carecia de roupa confortável e quem necessitava de simpatia, e liberalmente ministrava aos pobres e tristes. Seus hábeis dedos eram mais ativos do que sua língua. "Aconteceu naqueles dias que, enfermando ela, morreu." Atos 9:37. Beneficência Social, p. 66. ► Coração aqui é a sede dos sentimentos (emoção), da rasão (pensamentos), da vontade e das decisões. Rm 1:19-23, (NVI); 19 pois o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou. 20 Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis; 21 porque, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe renderam graças, mas os seus pensamentos tornaram-se fúteis e os seus corações insensatos se obscureceram. 22 Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos 23 e trocaram a glória do Deus imortal por imagens feitas segundo a semelhança do homem mortal, bem como de pássaros, quadrúpedes e répteis. ramos@advir.comramos@advir.com
  2. 2. Jó 36:10-14, (ACF); 10 Abre-lhes também os seus ouvidos, para sua disciplina, e ordena-lhes que se convertam da maldade. 11 Se o ouvirem, e o servirem, acabarão seus dias em bem, e os seus anos em delícias. 12 Porém se não o ouvirem, à espada serão passados, e expirarão sem conhecimento. 13 E os hipócritas de coração amontoam para si a ira; e amarrando-os ele, não clamam por socorro. 14 A sua alma morre na mocidade, e a sua vida perece entre os impuros. Apesar da iniquidade que prevalecia, havia uma linhagem de homens santos que, elevados e enobrecidos pela comunhão com Deus, viviam como que na companhia do Céu. Eram homens de sólido intelecto, de maravilhosas realizações. Tinham uma grande e santa missão: desenvolver um caráter de justiça, ensinar a lição da piedade, não somente para os homens de seu tempo, mas para as gerações futuras. Poucos apenas dos mais preeminentes são mencionados nas Escrituras, mas durante todos os séculos Deus teve fiéis testemunhas, adoradores dotados de coração sincero. Patriarcas e Profetas, págs. 82-84. ► Pescoço representa a nossa vida, é onde levamos o julgo, que é o ensino de Cristo, obediência e santidade; ou do mundo que é o pecado, definido em 1 Jo 3:4, como a transgressão da lei de Deus. Pv 3:3-4, (NVI); 3 Que o amor e a fidelidade jamais o abandonem; prenda-os ao redor do seu pescoço, escreva-os na tábua do seu coração. 4 Então você terá o favor de Deus e dos homens, e boa reputação. “Deus tem uma obra para você. Em nenhum caso coloque seu pescoço sob um jugo que lhe será torturante por toda sua vida.” Carta 23, 1893. Mt 11:28-30, (NVI); 28 "Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. 29 Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. 30 Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve". Os homens produzem jugos para o próprio pescoço - jugos que parecem leves e aprazíveis, mas que se demonstram extremamente mortificantes. Cristo o vê, e diz: "Tomai sobre vós o Meu jugo." O jugo que gostaríeis de pôr no próprio pescoço, julgando muito bem ajustado, não se adaptaria, absolutamente. Tomai sobre vós o Meu jugo, e aprendei de Mim as lições que vos são essenciais; pois sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas. Meu jugo é suave, e Meu fardo é leve. O Senhor nunca avalia falsamente Sua herança. Mede os homens com quem trabalha. Quando eles se submetem ao Seu jugo, quando renunciam à luta que se tem demonstrado inútil para eles e para a causa de Deus, encontram descanso e paz. Quando se tornam conscientes da própria fraqueza, das próprias deficiências, deleitam-se em fazer a vontade de Deus. Submeter-se-ão ao jugo de Cristo. Então Deus pode realizar neles o querer e o perfazer segundo a Sua vontade, às vezes contrário aos planos do espírito humano. Ao vir sobre nós a divina unção, aprenderemos a lição da mansidão e da humildade, que sempre traz sossego ao coração. Review and Herald, outubro de 1900. ❉ Segunda - Luz e vida Ano Bíblico: Gn 37–39 ● 2. Leia Provérbios 6:23. De que maneira a lei está relacionada com a “luz”? Pv 6:23, (Séc XXI); 23 Pois o mandamento é uma lâmpada, e a instrução, uma luz; e as repreensões da disciplina são o caminho da vida. ► O caráter divino está transcrito na Sua Lei. Quanto mais nos aproximamos e andarmos com Jesus, tanto mais nos tornaremos participantes do Seu caráter puro e santo. As Escrituras, nos revelam que Deus é: Amor 1 Jo 4:8; Vida Jo 14:6; Luz 1 Jo 1:5; Jo 1:9; Jo 8:12; Justiça Jr 23:6; Sl 31:1; Rm 3:26; Verdade Dt 32:4; Jr 10:10; Sl 31:5; Puro 1 Jo 3:3; Santo Is 6:6; Lv 11:44; 1Pe 1:15-16; Fiel e Perfeito 1 Co 1:9; Mt 5:48; Espírito Jo 4:24; Eterno 1 Tm 1:17; Imutável Ml 3:16. A mesma definição é dada a Sua lei como sendo: Amor Rm 13:10; Vida Jo 12:50; Luz Pv 6:23; Sl 19;8; Is 8:16, 20; Justiça Rm 7:12; Sl 119:172; Verdade Sl 119:142, 151; Ne 9:13; Puro Sl 19:7-8; Santa Rm 7:12; Fiel e Perfeita Sl 19:7; Espiritual Rm 7:14; Eterna Sl 111:7 e 8; Imutável Sl 89:34. 1Jo 1:5-7, (ACF); 5 E esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e não há ramos@advir.comramos@advir.com
  3. 3. nele trevas nenhumas. 6 Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade. 7 Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado. Que é luz? É piedade, bondade, verdade, misericórdia, amor; é a revelação da verdade no caráter e na vida. O evangelho, com o seu explosivo poder, depende da piedade pessoal de seus crentes, e Deus proveu, pela morte de Seu amado Filho, os meios para que cada alma esteja perfeitamente preparada para toda boa obra. Review and Herald, 24 de março de 1891. Beneficência Social, p. 36. Quanto mais aproximados andarmos de Jesus, tanto mais nos tornaremos participantes do Seu caráter puro e santo; e quanto mais ofensivo se nos parecer o pecado, tanto mais exaltados e desejáveis parecerão a pureza e o brilho de Cristo. Conselhos Sobre Saúde, pág. 623. O Senhor apela a cada um de Seus filhos para que deixe a luz dos Céus - a luz de Seu desinteressado amor brilhar em meio às trevas deste século degenerado. Review and Herald, 8 de dezembro de 1896. ● 3. Juntamente com Provérbios 6:23, leia Provérbios 7:2. Por que a lei está relacionada à “vida”? Pv 6:23, (Séc XXI); 23 Pois o mandamento é uma lâmpada, e a instrução, uma luz; e as repreensões da disciplina são o caminho da vida. Sl 119:104-105, (JFA-RC); 104 Pelos teus mandamentos, alcancei entendimento (cf. Sl 119:92-100); pelo que aborreço todo falso caminho. 105 Lâmpada para os meus pés é tua palavra e luz, para o meu caminho. cf. Sl 19:7-8. Pv 7:2, (Séc XXI); 2 Obedece aos meus mandamentos para que tenhas vida; guarda a minha lei, como se fosse a menina dos olhos. cf. Lv 18:5; Pv 4:4, 21-22; 19:23; Mt 19:17; Jo 12:50. 3. Porque a lei é a vontade de Deus, e Deus é a fonte de nossa vida. Deus é a fonte da vida, e só podemos ter vida ao nos acharmos em comunhão com Ele. Separados de Deus, a existência nos pertencerá por um pouco de tempo, mas não possuímos a vida. "A que vive em deleites, vivendo, está morta." I Tim. 5:6. Unicamente por meio da entrega de nossa vontade a Deus, é-Lhe possível comunicar-nos vida. O Maior Discurso de Cristo, p. 61. Cumpre ensinar ao povo que a transgressão das leis da natureza é transgressão das leis de Deus. Ensinar-lhes no sentido físico, da mesma maneira que no espiritual, a verdade de que "o temor do Senhor encaminha para a vida". Prov. 19:23. "Se queres , porém, entrar na vida", disse Jesus, "guarda os mandamentos." Mat. 19:17. Guarda "a Minha lei, como a menina dos teus olhos". Prov. 7:2. As palavras de Deus, uma vez obedecidas, são "vida para os que as acham, e saúde para o seu corpo". Prov. 4:22. Conselhos Sobre Saúde, 206-207. Poderão os homens incitar quanta combatividade queiram, mas os mandamentos de Deus ainda são os mandamentos de Deus. Decidimo-nos a guardar os mandamentos de Deus e viver, e [preservar] a Sua lei como a menina de nossos olhos. Escarneçam os homens da lei de Deus e espezinhem o povo que observa os Seus mandamentos. Poderão fazê-lo e viver? Isso é impossível. Deus tem a Sua medida do caráter, e todo que obedece Àquele que vive, e guarda a Sua lei como a menina de seus olhos, é este que Ele preserva. Manuscrito 5, 1891. ❉ Terça - Lutando contra a tentação Ano Bíblico: Gn 40–42 ● 4. Quais advertências são dadas em Provérbios 6:24? Pv 6:24, (Séc XXI); 24 para te guardarem da mulher má, e da sedução da língua da mulher adúltera. ► As advertências são contra a “mulher má e sedutora”, não só pela aparência chamativa mais também por suas palavras enganosas, na forma de agrados e elogios. O crime que atraiu os juízos de Deus sobre Israel foi a licenciosidade. A ousadia de mulheres para enredar as almas não terminou em Baal-Peor. Apesar do castigo que alcançou os pecadores em Israel, o ramos@advir.comramos@advir.com
  4. 4. mesmo crime foi repetido muitas vezes. Satanás foi sobremodo ativo para conseguir a completa ruína de Israel. O Lar Adventista, pág. 326. Licenciosidade: libertinagem que é o uso da liberdade sem o bom senso, que abusa da liberdade; ímpio; insubordinado; que não é submisso, no caso da sexualidade é a prostituição. Balaque, por conselho de Balaão, armou o laço. Israel teria enfrentado bravamente os seus inimigos em batalha e tê-los-ia derrotado, voltando vitorioso; mas quando mulheres chamaram-lhe a atenção e procuraram sua companhia, atraindo-o com seus encantos, não pôde resistir a tentação. Eles foram convidados para festas idólatras, e sua condescendência com o vinho obscureceu-lhes em seguida sua mente deslumbrada. O poder de autocontrole, sua submissão à lei de Deus, não foram preservados. Seus sentidos foram obscurecidos com o vinho, e paixões não santificadas tiveram tão livre caminho, derrubando de tal forma cada barreira, que eles convidaram mesmo a tentação no atendimento a estas festas idólatras. Os que jamais haviam fraquejado na batalha, bravos homens que eram, não protegeram seu caráter para resistir à tentação de transigir com suas paixões mais baixas. ... Primeiro corromperam a consciência na luxúria, depois afastaram-se de Deus ainda mais pela idolatria, mostrando assim desprezo pelo Deus de Israel. Perto do fim da história da Terra Satanás atuará com todo o seu poder da mesma maneira e com as mesmas tentações com que tentou o antigo Israel justamente antes de sua entrada na terra prometida. Ele armará laços para aqueles que dizem guardar os mandamentos de Deus, e que estão quase nos limites da Canaã celestial. Ele usará o seu poder até o máximo a fim de atrair as pessoas, apanhando o povo de Deus em seus pontos mais fracos. … Agora é dever do povo que guarda os mandamentos de Deus vigiar e orar, examinar diligentemente as Escrituras, esconder a Palavra de Deus no coração, a fim de não pecarem contra Ele com pensamentos de idolatria e práticas vis, e não venha assim a igreja a ficar desmoralizada. Review and Herald, 17 de maio de 1887. ❉ Quarta - “Não furtarás” Ano Bíblico: Gn 43–45 A atitude de fazer concessões com relação à lei de Deus, e de escolher os mandamentos da lei a que desejamos obedecer, pode ser ainda mais perigosa do que a completa desobediência à lei. LES. “O mais forte baluarte do vício em nosso mundo não é a vida iníqua do pecador declarado nem do degradado proscrito; é a vida que parece virtuosa, honrada e nobre, mas em que se alimenta um pecado ou se tolera um vício. [...] Aquele que, dotado de altas concepções da vida, verdade e honra, não obstante, transgride voluntariamente um preceito da santa lei de Deus, perverte seus nobres dons, tornando-os chamarizes ao pecado.” Educação, p. 150. ● 5. Leia Provérbios 6:30, 31. O que esses versos dizem sobre o que uma pessoa desesperada pode fazer? Pv 6:30-31, (NVI); 30 O ladrão não é desprezado se, faminto, rouba para matar a fome. 31 Contudo, se for pego, deverá pagar sete vezes o que roubou, embora isso lhe custe tudo o que tem em casa. ► Mesmo que o roubo seja para matar a fome, e o ladrão neste caso não seja desprezado em sua intenção, ainda assim o roubo é pecado “se for pego, deverá pagar sete vezes o que roubou, embora isso lhe custe tudo o que tem em casa”. Toda fraude e dolo são proibidos na Palavra de Deus. O roubo direto e a falsidade clara não são pecados nos quais as pessoas de respeitabilidade estão em perigo de cair. É a transgressão nas pequenas coisas o que primeiro afasta de Deus a alma. Pelo único pecado de participarem do fruto proibido, Adão e Eva abriram as comportas da desgraça sobre o mundo. Alguns podem considerar essa transgressão como uma coisa muito insignificante; vemos porém, que suas consequências foram tudo, exceto pequenas. Os anjos do Céu têm uma esfera de ação mais ampla e mais elevada do que nós; mas o direito para eles e para nós é uma e a mesma coisa. Conselhos Sobre Saúde, 409-410. Tanto pecados públicos como particulares são incluídos nesta proibição. O oitavo mandamento condena o furto de homens e tráfico de escravos, e proíbe a guerra de conquista. Condena o furto e o roubo. Exige estrita integridade nos mínimos detalhes dos negócios da vida. Veda o engano no comércio, e requer ramos@advir.comramos@advir.com
  5. 5. o pagamento de débitos e salários justos. Declara que toda a tentativa de obter-se vantagem pela ignorância, fraqueza ou infelicidade de outros, é registrada como fraude nos livros do Céu. Patriarcas e Profetas, pág. 309. O oitavo mandamento deve servir de proteção à alma, cercando aí o homem de maneira que ele não faça nenhuma usurpação prejudicial - o que seu egoísmo e desejo de ganho buscaria nos direitos de seu próximo. Proíbe toda espécie de desonestidade, injustiça ou fraude, embora dominantes, embora dissimuladas por pretextos plausíveis. Carta 15, 1895. "Não furtarás", (Êxo. 20:15) foi escrito pelo dedo de Deus sobre as tábuas de pedra; no entanto, quantos furtos clandestinos de afeições não são praticados e desculpados! Mantém-se um namoro enganoso, seguem-se comunicações privadas, até que as afeições de uma pessoa inexperiente e que não sabe até que ponto se podem desenvolver essas coisas, são em certa medida desviadas dos pais e dedicadas ao que demonstra, pelo seu procedimento, que é indigno do seu amor. A Bíblia condena toda espécie de desonestidade e requer o reto procedimento sob todas as circunstâncias. Fundamentos da Educação Cristã, pág. 102. Brincar com corações não é um crime de pequena magnitude aos olhos de um Deus santo. O Lar Adventista, pág. 57. Como tratamos com nossos semelhantes em pequenas desonestidades ou em fraudes mais ousadas, assim trataremos com Deus. Os homens que persistem num curso de desonestidade executarão seus princípios até enganarem sua própria alma e perderem o Céu e a vida eterna. O Lar Adventista, pág. 392. Enquanto o céu e a Terra durarem, os santos princípios da santa lei de Deus permanecerão... fonte de bênção, difundindo torrentes para refrigerar a Terra. O Maior Discurso de Cristo, pág. 50. ❉ Quinta - A ameaça de morte Ano Bíblico: Gn 46, 47 “O salário do pecado é a morte.” Rm 6:23. ● 6. Leia Provérbios 7:22, 23. O que torna o adúltero vulnerável à ameaça de morte? Pv 7:22-23, (NVI); 22 Imediatamente ele a seguiu como o boi levado ao matadouro, ou como o cervo que vai cair no laço 23 até que uma flecha lhe atravesse o fígado, ou como o pássaro que salta para dentro do alçapão, sem saber que isso lhe custará a vida. cf. Pv 6:24-35. 6. O fato de seguir “num instante”, isto é, sem pensar, aquela (ou aquele) que o seduz. ► Seguir “num instante”, “Imediatamente” isto quer dizer, que agiu sem pensar e caiu na armadilha. Por isso a comparação com os animais, o homem quando não usa o raciocínio dado por Deus, agem por instinto como eles, como um “boi levado ao matadouro”, ou “como o cervo que vai cair no laço até que uma flecha lhe atravesse o fígado”, ou como “o pássaro que salta para dentro do alçapão, sem saber que isso lhe custará a vida.” (NVI). Não há avaliação da causa para o efeito, não percebem que sua vida está em risco. ● 7. Leia Provérbios 7:26, 27. O que torna mortífera a mulher imoral? Pv 7:26-27, (NVI); 26 Muitas foram as suas vítimas; os que matou são uma grande multidão. 27 A casa dela é um caminho que desce para a sepultura, para as moradas da morte. 7. O fato de que ela representa o pecado, e o pecado leva à morte. ► A mulher imoral ou prostituta simboliza a insensatez (o pecado) a qual exerce exerce forte atração à natureza caída, e procura seduzir com a intenção de levar sua vítima a morte. Em contraste a sabedoria é por definição o oposto disso. Prostituição: É desmoralização, rebaixar-se, desonrar-se. Dicionário escolar da língua portuguesa do Ministério da Educação; Bueno, Francisco da Silveira, 11ª edição, pág. 915. ramos@advir.comramos@advir.com
  6. 6. ► O termo grego usado é porneia “prostituição”, “fornicação” que na prática significa; “Relações sexuais ilícitas”. Mt 19:9; Mt 5:31-32; Mc 10:11; Lc 16:18; Rm 7:3. “Imoralidade sexual”. Ef 5:3-5, e até mesmo os “Pensamentos impuros”. Mt 5:27-28. A prostituição é uma das obras da carne e se refere a área sexual, e abrange todos os tipos de pecado nesta área, sendo apresentados como adultério ou fornicação (sexo pré-marital ou extra-marital, bem como bigamia, poligamia, incesto, homossexualismo, lesbianismo, relação sexual com animais, masturbação entre muitos outros, é ilícito e por isso cai dentro da definição de prostituição. ► A prostituição no caso é o pensamento ou o ato de vender, trocar ou entregar o seu próprio corpo colocando-se então em situação de desmoralização, rebaixamento e desonra. A prostituição também é uma metáfora para a idolatria. Nas Escrituras, o caráter sagrado e permanente da relação entre Cristo e Sua igreja é representado pela união matrimonial. O Senhor uniu a Si o Seu povo, por meio de um concerto solene, prometendo-lhe ser seu Deus, enquanto o povo se comprometia a ser unicamente dEle. Disse o Senhor: "E desposar-te-ei comigo para sempre; desposar-te-ei comigo em justiça, e em juízo, e em benignidade, e em misericórdias." Osé. 2:19. E noutro lugar: "Eu vos desposarei." Jer. 3:14. E Paulo emprega a mesma figura no Novo Testamento, quando diz: "Porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo." II Cor. 11:2. A infidelidade da igreja para com Cristo, permitindo que sua confiança e afeição dEle se desviem, e consentindo que o amor às coisas mundanas ocupe a alma, é comparada com a violação do voto conjugal. O pecado de Israel, afastando-se do Senhor, é apresentado sob esta figura; e o maravilhoso amor de Deus, que assim desprezam, é descrito de maneira tocante: "Dei-te juramento, e entrei em concerto contigo, diz o Senhor Jeová, e tu ficaste sendo Minha." "E foste formosa em extremo, e foste próspera, até chegares a ser rainha. E correu a tua fama entre as nações, por causa da tua formosura, pois era perfeita, por causa da Minha glória que Eu tinha posto sobre ti. ... Mas confiaste na tua formosura, e te corrompeste por causa da tua fama." "Como a mulher se aparta aleivosamente do seu companheiro, assim aleivosamente te houveste comigo, ó casa de Israel, diz o Senhor"; "como a mulher adúltera que, em lugar de seu marido, recebe os estranhos." Ezeq. 16:8, 13-15 e 32; Jer. 3:20. No Novo Testamento, expressão muito semelhante é dirigida aos professos cristãos que buscam a amizade do mundo, de preferência ao favor de Deus. Diz o apóstolo Tiago: "Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus." O Grande Conflito, 281-282. ► Advertência contra a prostituição. 1Co 6:18, (ACF); 18 Fugi da prostituição. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo. ► Motivos para fugir da prostituição ou fornicação: Gr. pórnos, "fornicário", o que pratica a porneia “prostituição”. A Palavra de Deus ensina que os que se prostituem ficarão de fora do reino de Deus. Gl 5:19, 21; Hb 13:4; Ap 22:15 e Ef 5:3-5. 1Co 6:19, (ACF); 19 Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Nos somos o Templo de Deus 1Co 3:16; 2Co 6:16; Ef 2:21; Hb 3:6; 1Pe 2:5, e onde Deus habita não pode haver imundície Mt 21.12 e 13; isto significa que devemos ser santos Hb 12.14; I Pe1:15-16. 1Pe 1:18-19, (ACF); 18 Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais, 19 Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado, Não pertencemos a nós mesmos e sim a Deus. Fomos comprados, e o preço foi caríssimo: O precioso sangue de Jesus. 1Co 7:23; Gl 3:13; Hb 9:12-14. Aquele que nos criou, e que após o pecado nos comprou, agora pela redenção tornou-se novamente o Senhor da nossa vida. I Co 6.20; Lc 1:74-75. ramos@advir.comramos@advir.com

×