A revolução industrial

346 visualizações

Publicada em

O que seria do mundo moderno sem a Revolução Industrial? É difícil de responder. Neste slide, apresento os principais acontecimentos históricos que sucederam a maior revolução criada pelo ser humano.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
346
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A revolução industrial

  1. 1. your name A Revolução Industrial Século XVIII
  2. 2. your name “Os deuses e os reis do passado eram impotentes diante dos homens de negócios e das máquinas a vapor do presente”. (Eric Hobsbawnm)
  3. 3. your name • Palavras como indústria, industrial, fábrica, classe média, classe trabalhadora, capitalismo e socialismo. Ou ainda aristocracia e ferrovia, liberal e conservador como termos políticos, nacionalidade, cientista e engenheiro, proletariado e crise (econômica). Utilitário e estatística, sociologia e vários outros nomes das ciências modernas, jornalismo e ideologia, todas elas cunhagens ou adaptações deste período. Como também greve e pauperismo. (Eric Hobsbawnm)
  4. 4. your name Século XVIII • Era das Revoluções: Industrial e Francesa; • 1/5 habitantes vivia nas cidades; • A palavra urbano praticamente inexistia; • Londres um milhão de habitantes; • Paris 500 mil habitantes; • As Coroas Portuguesa e Espanhola estavam em declínio econômico;
  5. 5. your name A Revolução Indutrial Antecedentes
  6. 6. your name • O processo de desenvolvimento econômico capitalista nos séculos XVI e XVII estava intimamente ligado à circulação de mercadorias; • Na segunda metade do século XVIII a produção se mecanizou e possibilitou uma produção em larga escala substituindo a ordem social estabelecida; • O cenário social se alterou bastante, as características da sociedade feudal desapareceram em virtude da ascensão dos valores da sociedade capitalista.
  7. 7. your nameA produção manual e rural é substituída pela industrial e urbana.
  8. 8. your name A Revolução Indutrial O processo de industrialização
  9. 9. your name • Os motivos que geraram essas mudanças de ordem social e econômicas foram à sede pelo lucro, incentivando e investindo-se em avanços tecnológicos no setor, otimizando a produção e ampliando a acumulação de capital; • Isso gerava um ciclo ascendente que beneficiava os investidores.
  10. 10. your nameO industrial burguês vai ser o proprietário dos meios de produção.
  11. 11. your nameSapataria na época da Revolução Industrial.
  12. 12. your name A Revolução Indutrial Por que a Inglaterra?
  13. 13. your name • Deveu-se ao acúmulo de capital durante os séculos XVII e XVIII; • Devido ao poderio naval inglês e o seu domínio marítimo e comercial; • A vitória sobre a Espanha (1588); • As Leis decretadas por Oliver Cromwell em 1651; • O Tratado de Methuen (1703); • Grandes reservas e jazidas de carvão mineral e minério de ferro; • O processo de cercamentos .
  14. 14. your name • A Inglaterra contava com um número significativo de trabalhadores desempregados o que favorecia a contratação de mão de obra a baixo custo; • A França, principal rival enfrentava problemas internos e foi suprimida pela Guerra dos Sete Anos (1756 – 1763); • Ampliou a supremacia de sua frota mercante, tornando a maior potência mundial;
  15. 15. your name • A Inglaterra soterrou o absolutismo desde a Revolução Gloriosa (1688) alterando a política absolutista pelo poder parlamentar do Estado Liberal inglês em atendimento aos interesses da classe burguesa que fomentava grandes investimentos em maquinofaturas;
  16. 16. your nameCrianças numa linha de produção.
  17. 17. your nameExploração da mão de obra assalariada.
  18. 18. your nameMulheres trabalhando na indústria têxtil.
  19. 19. your name A Revolução Indutrial Avanços tecnológicos
  20. 20. your name • A industrialização iniciou-se no setor têxtil, cuja produção tinha como mercado consumidor as colônias inglesas ou não; • Principais invenções: –Máquina de fiar (James Hargreaves) –Tear hidráulico (Richard Arkwright) –Tear mecânico (Edmund Cartwright) • Todas essas invenções possuíam como características o aumento da produtividade, minimização dos custos e redução da mão de obra.
  21. 21. your name • Os inventos foram impulsionados com a invenção da máquina à vapor inventada por Thomas Newcomen (1712) e aperfeiçoada por James Watt (1765); • Com a sofisticação a produtividade cresceu bastante gerando acúmulo de capital que seria reinvestido em novas máquinas; • A mecanização alcançou o setor metalúrgico, modernizou as linhas de produção e expandiu para os transportes;
  22. 22. your name • Em 1805, Robert Fulton (americano) cria o barco à vapor; • Em 1814, George Stephenson idealiza a locomotiva à vapor; • Em 1830, circulam os primeiros trens; • Surgem jornais, livros, revistas e uma enorme difusão cultural permitindo o surgimento de novas invenções.
  23. 23. your namePrimeiro carro à vapor.
  24. 24. your namePrimeiros trens de passageiros.
  25. 25. your nameExpansão da revolução industrial para os transportes.
  26. 26. your nameBarco à vapor.
  27. 27. your name A Revolução Indutrial Consequências
  28. 28. your name • A revolução industrial alastrou-se para outros países: Bélgica, França, Itália, Alemanha, Rússia, EUA e Japão; • A expansão industrial estimulou o imperialismo no século XIX; • Para aumentar os lucros, elevou-se a especialização do trabalho; • Isso representou a alienação do trabalhador em relação a sua atividade; • No mundo antigo e na Idade Média o artesão conhecia todo o processo de produção.
  29. 29. your name • O artesão passou a ser responsável apenas por um ciclo da produção; • Recebendo um salário em troca da atividade mecânica realizada. • Alienação: trabalho especializado que caracteriza o serviço dos trabalhadores, separando-os do seu produto, lhe desumanizando e exercendo suas tarefas mecanicamente.
  30. 30. your name A Revolução Indutrial Mudanças sociais
  31. 31. your name • A industrialização gerou profundas tranformações no cenário social: o Divisão entre capital e trabalho; o Donos dos meios de produção e proletariado; o Os trabalhadores deixaram de ser donos das ferramentas; o Passaram a vender a única coisa que lhe restava, a força de trabalho; o A força de trabalho se transformou em mercadoria.
  32. 32. your name o Jornada de trabalho 12 a 14 horas; o Apareceram os primeiros sindicatos no início do século XIX (trade unions); o Estabeleceu a supremacia da Classe Burguesa; o Êxodo rural e crescimento urbana; o Formação da classe operária (proletariado); o Em 1968, William Cookworthy produziu a primeira peça de porcelana inglesa;
  33. 33. your name A Revolução Indutrial Curiosidades
  34. 34. your name • “Nas fábricas onde a disciplina do operariado era mais urgente, descobriu-se que era mais conveniente empregar as dóceis (e mais baratas) mulheres e crianças: de todos os trabalhadores nos engenhos de algodão ingleses em 1834-47, cerca de um-quarto eram homens adultos, mais da metade era de mulheres e meninas, e o restante de rapazes abaixo dos 18 anos.” (Eric Hobsbawm)
  35. 35. your name • “As "fábricas" de que tratavam os novos Decretos Fabris eram, até a década de 1860, entendidas exclusivamente em termos de fábricas têxteis e predominantemente em termos de engenhos algodoeiros. A produção fabril em outros ramos têxteis teve desenvolvimento lento antes da década de 1840, e em outras manufaturas seu desenvolvimento foi desprezível. Nem mesmo a máquina a vapor, embora aplicada a numerosas outras indústrias por volta de 1815, era usada fora da mineração, que a tinha empregado pioneiramente. Em 1830, a “indústria” e a “fábrica” no sentido moderno ainda significavam quase que exclusivamente as áreas algodoeiras do Reino Unido.” (Eric Hobsbawm)
  36. 36. your name • “A razão para esta expansão rápida, imensa e de fato essencial estava na paixão aparentemente irracional com que os homens de negócios e os investidores atiraram-se à construção de ferrovias. Em 1830 havia cerca de algumas dezenas de quilômetros de ferrovias em todo o mundo — consistindo basicamente na linha Liverpool- Manchester. Por volta de 1840 havia mais de 7 mil quilômetros, por volta de 1850 mais de 37 mil. A maioria delas foi projetada numas poucas explosões de loucura especulativa conhecidas como as "coqueluches ferroviárias" de 1835-7 e especialmente de 1844-7; e a maioria foi construída em grande parte com capital, ferro, máquinas e tecnologia britânicos.” (Eric Hobsbawm)
  37. 37. your name o Em 1776, John Spilsbury cria o primeiro quebra-cabeças do mundo; o O chá apareceu na Inglaterra em 1657; o John Wilkinson participou da construção da primeira ponte de ferro, barcos de ferro, prédios e ferrovias; o Em 1815, William Smith produziu o primeiro mapa geológico do mundo; o O termo Revolução Industrial só aparece por volta de 1820; o Em 1830, a Inglaterra era a nação mais rica do mundo;
  38. 38. your name o Em 1776, John Spilsbury cria o primeiro quebra-cabeças do mundo; o O chá apareceu na Inglaterra em 1657; o John Wilkinson participou da construção da primeira ponte de ferro, barcos de ferro, prédios e ferrovias; o Em 1815, William Smith produziu o primeiro mapa geológico do mundo; o O termo Revolução Industrial só aparece por volta de 1820; o Em 1830, a Inglaterra era a nação mais rica do mundo;

×