Tutorial básico sobre rotina nas Escolas de Aprendizes Marinheiros

15.716 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
9 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.716
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
124
Comentários
0
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tutorial básico sobre rotina nas Escolas de Aprendizes Marinheiros

  1. 1. TUTORIAL BÁSICO SOBRE ROTINA NAS ESCOLAS DE APRENDIZES MARINHEIROS 1ddfd editado em maio de 2011 ESCOLA DE APRENDIZES MARINHEIROS - EAM O Curso de Formação de Marinheiros (C-FMN) se destina à preparação de Marinheiros para o Corpo de Praças da Armada (CPA), tendo a duração de 46 semanas, conduzido sob o regime de internato. Durante o mesmo, além das aulas previstas no currículo, são realizadas palestras e projeções de vídeo sobre o Poder Naval e diversas atividades necessárias à adaptação do aluno à vida militar. É também constituído de Viagens de Instrução em navios da Marinha do Brasil (MB), visitas a Organizações Militares (OM) e períodos de licenciamento. Atualmente existem quatro organizações de ensino chamadas de Escolas de Aprendizes Marinheiros: o o o o Escola de Aprendizes Marinheiros do Espírito Santo, localizada em Vila Velha; Escola de Aprendizes Marinheiros de Santa Catarina, localizada em Florianópolis; Escola de Aprendizes Marinheiros de Pernambuco, localizada em Recife; Escola de Aprendizes Marinheiros do Ceará, localizada em Fortaleza. Ao chegar a EAM, os alunos são designados e identificados por um número, chamado número de bordo, recebem roupas de cama e números do armário que ocuparam em suas companhias. OS números de bordo, normalmente composto por quatro algarismos, ao qual o primeiro representa o número do pelotão que você ingressará, e os demais representam a sua classificação perante a sua EAM. Normalmente cada escola é composta de dez pelotões compostos por quarenta a quarenta e dois alunos, sendo um destes o pelotão da Banda de Música. Agora mudou pouca coisa devido ao aumento da infraestrutura das EAMs para receber maior quantidade de alunos, aumentando assim o número de pelotões também, mas inicialmente esta é uma configuração básica de organização de pelotões de uma EAM. O primeiro período das EAMs chama-se Adaptação. Este período tem duração de quinze dias em regime de internato e serve para adaptar o aluno a vida militar, como acordar cedo todos os dias, passar vários dias “preso” dentro de um quartel, obedecer ordens de superiores sem questioná-las e também adaptar seu corpo a carga pesada de atividades diárias (faxinas de todo o tipo, treinamento físico militar TFM). E por último utilizar este período para que os alunos pensem se realmente é isto que eles querem para suas vidas, pois se o mesmo desistir nesta fase, já poderá ir embora de imediato sem grandes burocracias como ocorre quando ele já está matriculado na EAM. Conhecer os comandantes da escola, assistir a palestras sobre diversos assuntos, conhecer todas as dependências da escola dentre outros assuntos. Então podemos dizer assim que nesta fase de adaptação ainda são todos candidatos, e após este, enfim, os alunos serão chamados de Aprendizes Marinheiros, designação “AM”. Após este período de Adaptação a matrícula dos candidatos é feita e estes passam a ter uma rotina programada, com aulas do ensino militar naval e ensino básico que vocês saberão ao final deste documento, faxinas de todo o tipo e a distribuição do pessoal para cada uma delas. Isto porque a escola é grande e cada pelotão é responsável por fazer a manutenção de uma respectiva área, isto mesmo! cada pelotão tem sua área de faxina, que Criado por um Marinheiro da TURMA ALFA 2008 Página 1
  2. 2. TUTORIAL BÁSICO SOBRE ROTINA NAS ESCOLAS DE APRENDIZES MARINHEIROS 1ddfd editado em maio de 2011 deverão cuidar durante todo o ano letivo nos horários programados. Então basicamente é estudar e depois fazer faxina em suas áreas. Com a EAM organizada por pelotões, grades de horários de estudo e faxinas programadas, é hora de elaborar o chamado Detalhe de Serviço. Todo mundo sabe que os quartéis militares são vigiados vinte e quatro horas por dia, normalmente o que vemos são homens armados de fuzil ou pistola, capacete, rádio transmissor e colete à prova de balas. Os serviços de Plantão nas EAMs são mais ou menos assim, mas com alguns adicionais e detalhes. Os plantões obedecem a uma escala, que nas EAMs varia de “2x1” até “5x1”, mas o que isto significa? Simples, leia-se como exemplo 2x1 – “dois dias sem plantão para um dia de plantão – e de forma reduzida “dois por um”. Entendendo de vez o assunto, você passará dois dias com suas faxinas normais na escola e neste terceiro você estará de plantão de 24 horas em local previamente descrito no Detalhe de Serviço afixado em alguma parte da EAM (normalmente ficam nas saídas dos alojamentos). Estes serviços são divididos em Serviços Diários e Noturnos. Existem alguns tipos de serviços que alunos fazem em certas áreas especiais na EAM, dependendo da habilidade do aluno este poderá fazer suas faxinas em setores de administração, recursos instrucionais, área de habitação e conforto e algumas outras. – Confiram algumas.  SERVIÇO DIÁRIO  Sargenteante de pelotão – cuida da parte administrativa da EAM, tais como documentações dos alunos, detalhe de serviço, correspondências etc.  Recursos Instrucionais (RI) – basicamente manutenção e montagem de aparelhagem para instruções tais como: computadores, aparelhagem sonora.  Barbeiro  Plantão da academia - fica na academia, mas também da serviço.  Grêmio – na EAMSC  Paiol  Bibliotecário  Apoio a informática  Auxiliar do monitor – o monitor de serviço normalmente é um sargento que esta de plantão responsável pelo corpo de alunos no dia, e este precisa de um ajudante que é um aluno. Geralmente o mais antigo deles de plantão.  Rancheiros – pessoal responsável pelo preparo da alimentação diária de todo o pessoal da EAM, são distribuídos na cozinha pelo cozinheiro de serviço.  Taifeiros de Oficiais ou Praças – são alunos, um ou dois, previamente escalados para servirem como garçons e camareiros para Oficiais e Praças.  Ronda – aluno que fica a disposição da EAM no dia para literalmente “rodar” a escola encaminhando pessoas civis ou militares a determinado setor, ou levando mensagens.  Cabo-de-Dia – aluno responsável por registrar todo o pessoal licenciado do dia e seus respectivos regressos. Criado por um Marinheiro da TURMA ALFA 2008 Página 2
  3. 3. TUTORIAL BÁSICO SOBRE ROTINA NAS ESCOLAS DE APRENDIZES MARINHEIROS 1ddfd editado em maio de 2011  Plantão de Alojamento – responsáveis pela organização dos alojamentos das companhias, podem ser em serviços diários e noturnos.  Guariteiro  Auxiliar do Contra Mestre Dependendo da EAM algumas destas funções podem não existir, mas existem outras também. Isto varia de EAM para EAM. Lembrando que nenhum destes serviços diários da serviço na madrugada. 2. SERVIÇO NOTURNO  Guariteiro – vigia a área externa e interna da EAM, portando um rádio transmissor para contato com as central (Sala de Estado) e um cassetete, dependendo da EAM, ou fuzil. Se revezam no período de duas a quatro horas cada um neste serviço. Ficam localizados em postos estratégicos da Escola dentro de uma construção blindada há metros de altura.  Auxiliar do Contra Mestre – auxilia o sargento de serviço na Sala de Estado (recepção) no atendimento de telefones, toques de Rotina (apito e sino), registro de pessoal que entra sai da EAM, civis e militares. À noite podem ser utilizados como “acordômetro” para chamar todo o pessoal que se encontra descansando ou dormindo nos alojamentos e que entrará de serviço em determinado quarto de hora.  Plantão de Alojamento Neste caso também depende do regime de governo da EAM para adotarem estes serviços. O pessoal de serviço Diário geralmente é um pelotão previamente escalado para este serviço,ficando neste tipo de serviço durante todo o dia, neste caso, ficarão sem aulas por este dia. E após a chegada da noite (18 horas) o pessoal da Escala Noturna, guarnece os postos. Este pessoal escalado estará de prontidão durante 24hrs se revezando em quartos de hora que variam de duas a quatro horas com descanso de quatro a oito horas dependendo da sua EAM, pois normalmente não dão descanso durante o serviço diário. É o que chamamos de “pau-faxina”, e quando realizamos nosso serviço e descansamos em seguida, chamamos de “pau-beliche”. Todo este processo depende do Regime de Governo (voga) de cada EAM, e isto varia todo o ano, logo não posso afirmar como será na sua vez, pois a cada dois anos o comando da EAM muda. E a todo o momento nascem novas regras. Soube que tiveram EAMs que aboliram o Serviço Noturno visando o descanso dos alunos para melhor rendimento em aulas e provas. Para um resumo desta fase, posso dizer que um pelotão inteiro fica sem aulas no dia do plantão diário, enquanto os outros assistem às aulas e fazem suas faxinas normalmente e Criado por um Marinheiro da TURMA ALFA 2008 Página 3
  4. 4. TUTORIAL BÁSICO SOBRE ROTINA NAS ESCOLAS DE APRENDIZES MARINHEIROS 1ddfd editado em maio de 2011 guarnecem seus postos de serviço de plantão na parte da noite se revezando em quartos de hora.  O QUARTO D’ALVA É chamado de Quarto D’Alva uma faxina feita logo na alvorada as 5 ou 6 da manhã, geralmente executada pelo pelotão que está saindo de serviço ou, em algumas EAMs, por toda a escola, ou seja, o pelotão que estava de plantão no dia anterior faz esta faxina básica para passar a Escola em estado limpo para o plantão que assume no dia. Basicamente consiste em catar folhas e varrer partes mais chamativas da Escola como: portão do senhor comandante, prédio de comando, fachadas da salas de aula e etc. Os alunos são distribuídos pelo Monitor de Serviço que sai para tais áreas de limpeza. O processo leva mais ou menos uma hora para dar fim, e feito isso, os alunos começam sua rotina para salas de aula, e assim a vida dos alunos volta ao “normal” com aulas durante o dia, depois faxina e afins.  O CERIMONIAL A BANDEIRA Trata-se da Reunião mais importante e consagrada da Marinha do Brasil. È feita a chamada de reunir para toda a tripulação, onde todos deverão estar em formatura de frente para o mastro principal onde deverá ser hasteada a bandeira nacional. Um aluno deverá içar a bandeira nacional pela manhã ao toque dos 7 silvos do apito que o Sargento estará empunhando. Todos na presença do Oficial de Serviço do dia. Este cerimonial é realizado em todo o país, todos os dias às 8 da manhã e ao por do sol mais tarde, onde a bandeira deverá ser arriada.  O ESTUDO OBRIGATÓRIO É sem duvida um horário que todo aluno gostaria de não ter, pois uma coisa que fazemos obrigados, não pode ser considerada boa por nós, não e mesmo?! Pois é, é um período com duração de uma hora e meia a duas relativamente, em que os alunos ficam em suas salas de aula estudando qualquer assunto aplicado, e é também um horário propício para que alunos estudem o conteúdo para as provas, já que não há tempo para tal devido à rotina corrida no dia-a-dia. Por isso aproveitem este espaço para estudar firme e garantir boas notas no curso. Após este período os alunos farão um pequeno lanche chamado ceia, e poderão então se encaminhar a seus alojamentos para o esperado descanso.  HORÁRIO DE SILÊNCIO Período que pode variar de cada EAM, pode começar entre 20:30 e 22:00 e se estende ate as 5 ou 6 da manhã (dependendo da escola). Todos deverão estar em seus alojamentos dormindo ou descansando, quem não estiver de serviço e for encontrado fora deste, estará passivo de punição. O aluno que se sentir prejudicado quanto a seu descanso, incomodado por outro(s) poderá recorrer ao monitor de serviço para reclamar.  O PARADÃO Trata-se de uma formatura, realizada uma vez por semana em dia determinado por cada EAM, para alunos e guarnição geralmente em espaço aberto (campo, quadra etc.) para que o senhor Criado por um Marinheiro da TURMA ALFA 2008 Página 4
  5. 5. TUTORIAL BÁSICO SOBRE ROTINA NAS ESCOLAS DE APRENDIZES MARINHEIROS 1ddfd editado em maio de 2011 comandante fale aos subordinados as ordens dele. Nesta Reunião os uniformes dos alunos serão inspecionados pelos oficiais da escola, podendo o aluno ser elogiado ou punido dependendo do estado do uniforme. Ao fim deste, é realizado um desfile de toda a tripulação em continência ao senhor comandante da escola, e neste momento é também avaliada a vibração e desenvoltura de cada pelotão.  PELOTÃO DO MÊS Como se sabe existe uma disputa entre pelotões nas EAMs, tal disputa é para concorrer ao chamado troféu de Pelotão do Mês. Os critérios avaliados para apuração são geralmente: média geral em provas escolares dos pelotões, comportamento geral, esportes e outros. Ao fim do mês é feito o cálculo destas pontuações e tendo o campeão, no próximo PARADÃO é entregue o troféu de Pelotão do Mês ao comandante do pelotão vencedor. Este pelotão passará um mês tendo regalias como sair após o expediente em algum dia da semana, adentrar ao rancho todos os dias como primeiro pelotão dentre outros aspectos. Em algumas escolas este pelotão vencedor é chamado de Pelotão Marcilio Dias.  AS REGRAS IMPOSTAS PELAS EAMS Vocês já sabem que as EAMS são repletas de regras que deverão ser rigorosamente respeitadas e a oposição a elas, se forem em flagrante, estarão passivas de punições, que se resumem a punições leves e pesadas. É importante que cada um saiba dessas regras, e as respeitem para que possam ter uma vida tranqüila nas EAMs.      Punições leves – geralmente, faxina de final de semana. Punições pesadas – serviço extra (dará serviço no dia em que não estaria) e bailéu (cadeia – dependendo da situação poderá ser expulso após o cumprimento da pena) È bom dizer também que os dois Pilares das Forças Armadas são a HIERARQUIA E A DISCIPLINA, sem obedecer a estas regras é impossível manter a ordem dentro do militarismo, portanto, esta é uma regra básica. Todo deslocamento dos alunos deverá ser feito CORRENDO, isto mesmo, aluno não anda, aluno CORRE. Dois alunos juntos deverão estar correndo, e de três alunos em diante, deverão estar em formatura, correndo ou marchando. A primeira continência dada ao Sr. Comandante da escola deverá ser prestada PARADO (em posição de sentido) É importante que os alunos não cometam contravenções em excesso para que não prejudiquem sua pontuação no curso, pois alunos com muitas punições poderão ser reprovados ao final do ano letivo. Criado por um Marinheiro da TURMA ALFA 2008 Página 5
  6. 6. TUTORIAL BÁSICO SOBRE ROTINA NAS ESCOLAS DE APRENDIZES MARINHEIROS 1ddfd  editado em maio de 2011 PROIBIÇÕES Este é um assunto delicado de se falar, devido a forma como cada EAM é comandada. Como eu disse anteriormente a todo o momento surgem novas regras ou excluem alguma. A cada dois anos mudam de comandante, então, as regras mudam a todo instante. Não há como prever como será em sua fase. Deixo aqui algumas das proibições aplicadas em EAMs:  Algumas EAMs não permitem o uso de aparelhos eletrônicos de qualquer tipo ou espécie. Pelo que sei a EAMSC libera após a adaptação. A EAMES não libera.  Qualquer medicamento não prescrito pelo médico da escola, mesmo os simples analgésicos para dor.  Transitar pela escola em horário não apropriado (silêncio)  Adentrar aos portões da EAM portando qualquer tipo de armamento  Alimentos de todo o tipo vindos de fora da EAM  Colar – este tipo de flagrante é passivo de cadeia  Falar em formatura Estas são só algumas das proibições das EAMs, lembrando que ao infringir estes itens o aluno poderá ser punido de acordo com seus atos. Agora que falei um pouco da grade de rotina das EAMs, vocês já sabem mais ou menos como funciona o sistema e como devem proceder para que tenham uma vida tranqüila, falarei um pouco sobre as disputas entre alunos e a primeira promoção da carreira de uma praça. Existe uma disputa individual entre os alunos, que mais tarde resultará em sua classificação geral perante sua turma, somando as quatro escolas do Brasil. Este esforço em tirar boas notas e ser um aluno disciplinado é valido, pois futuramente, daqui a quatro anos, período em que você escolhe a profissão que deseja realizar por toda a sua carreira na Marinha, você terá prioridade em cursar a profissão que desejar e servir onde quiser também. Mas por que ser um aluno aplicado?! Simples, os alunos dedicados são bem vistos aos olhos dos instrutores, não serão tão perseguidos durante o curso e ao meio do ano, com a promoção a Grumete, poderão desfrutar de algumas regalias que o restante dos alunos não teram. Ao final do curso, o aluno que obtiver a primeira colocação geral do curso de aprendiz, automaticamente já estará cotado para a guarnição do Navio Escola Brasil, onde realizará uma viagem ao redor do mundo durante seis meses. Um aluno muito moderno (mal classificado no PSAEAM) terá sua chance de ser um aluno antigo (bem classificado nos seis primeiros meses) durante os seis primeiros meses, é só estudar demasiadamente. Todos têm chance de serem antigos.  A PROMOÇÃO A GRUMETE (GR) Criado por um Marinheiro da TURMA ALFA 2008 Página 6
  7. 7. TUTORIAL BÁSICO SOBRE ROTINA NAS ESCOLAS DE APRENDIZES MARINHEIROS 1ddfd editado em maio de 2011 Passados seis meses no regime de semi internato da EAM, com aulas de segunda a sexta com licenças aos finais de semana para quem não estiver de serviço, fazendo suas faxinas em suas áreas de pelotão, correndo pela EAM na prática do treinamento físico militar (TFM), estudando firme para obter boa pontuação, disputando o pelotão do mês com garra e dedicação, o mês de junho é o mês da Formatura a GRUMETE. Esta é a primeira promoção da carreira de uma praça da Marinha do Brasil. Após muitos ensaios para a tão esperada formatura, chega o dia da formatura, o dia 11 de junho, que é comemorado o dia da Batalha Naval do Riachuelo. Neste dia usa-se um uniforme chamado Alexandrino, e este é o mais especial da Marinha, pois e usado uma única vez no ano, no dia da Batalha Naval do Riachuelo. Neste dia os alunos bem classificados recebem suas condecorações, aperto de mão do senhor comandante e aplausos do público familiar e amigos. É a partir deste dia em que se configura a nova classificação geral das EAMs. Quem era antigo poderá ser moderno, e vice e versa. Surgem as regalias para os mais antigos no momento, tais como: sair após o expediente em determinados dias, comer a frente de todos os demais alunos todos os dias dentre outras regalias. Aparentemente no uniforme não muda nada, e a rotina continua a mesma. Mas o salário aumenta, esta é a parte boa da promoção. Nesta fase do curso, o ano aparenta passar mais rápido, você já está acostumado a rotina, seu corpo já se adaptou, as regras já estão decoradas e tudo o que você tem a fazer é esperar o dia passar normalmente com suas atividades. Em 7 de setembro é o dia do desfile, toda a escola participa nas ruas. No dia da bandeira ocorre a cremação da bandeira nacional e substituição por uma nova. Entre os meses de outubro e novembro é realizado para toda a EAM o Teste de Aptidão Física, basicamente fazer: flexões, abdominais, correr e nadar em determinado tempo. Agora sim o tempo em que você concluiu cada prova determinará sua nota escolar.  O EXAME PADRONIZADO PARA AS ESCOLAS DE APRENDIZES MARINHEIROS – EPEAM  No mês de novembro é realizada uma prova em todas as EAMs e ao mesmo horário, algo equiparado ao ENEM, onde todos começam juntos e terminam juntos. Os assuntos abordados nesta prova são simplesmente quase tudo o que você aprendeu durante o ano do ensino básico e militar. E esta prova tem um grande peso em sua média de escolaridade, portanto aqueles alunos que se mantiveram com notas altíssimas durante o ano, não poderão se descuidar neste exame, pois um fracasso aqui, acaba com todas as expectativas do aluno, pois o peso do EPEAM é enorme em sua média. Geralmente as escolas premiam os primeiros colocados deste exame com pen drives e notebooks por ex.  ESCOLHA DA OM ONDE DESEJA SERVIR APÓS FORMADO Criado por um Marinheiro da TURMA ALFA 2008 Página 7
  8. 8. TUTORIAL BÁSICO SOBRE ROTINA NAS ESCOLAS DE APRENDIZES MARINHEIROS 1ddfd editado em maio de 2011 Não há uma data definida nas escolas para este fim, mas esta reunião geral dos alunos ocorre quando todas as matérias do ensino disciplinar já estão definidas, ou seja, todas as notas postadas no boletim. Os alunos são reunidos, geralmente no auditório da EAM ,organizados de acordo com a colocação de cada um. É bem simples, o comandante manda levantar um a um por ordem de classificação para escolher o local onde deseja servir no ano seguinte, há um quadro enorme a frente dos alunos com o nome e quantidade de vagas para determinado local. Os últimos colocados, eu sinto em dizer, mas ficará a disposição do que sobrar, e geralmente o que sobra não pode ser nada de bom. Lembrando que cada EAM movimenta alunos para diferentes distritos navais, ou seja, a EAMCE talvez não tenha vaga para os mesmos locais que a EAMSC. E nestes locais os alunos realizam o Estágio Inicial de 6 meses com contagem do embarque, e neste período terão que demonstrar interesse e vibração na carreira militar, não poderão ser reprovados. E em 13 de Dezembro é o tão sonhado dia da promoção a Marinheiro do Quadro de Praças da Armada, assistido por familiares e amigos. Neste dia surge a nova classificação geral da EAM, e após isto os alunos são designados para suas novas organizações militares previamente escolhida depois de concluído o somatório das notas dos alunos e dadas suas classificações. Considerações finais:  PELOTÃO BANDA Pessoal apto a tocar determinados instrumentos (que compõem uma banda marcial) que tocará para a EAM em hinos, e fará apresentações também fora dela. Para ingressar neste grupo e só dizer a seu comandante de pelotão que você tem habilidade em tal instrumento de interesse da banda, fazer o teste e se aprovado for, fará parte da banda da EAM. A banda de música geralmente tem regalias também, como sair após o expediente em algum dia determinado, e comer a frente dos demais alunos no rancho. E no período de faxinas da escola, a banda fica ensaiando.  MATÉRIAS ENSINADAS NAS EAMs  ENSINO BÁSICO   Matemática Português Criado por um Marinheiro da TURMA ALFA 2008 Página 8
  9. 9. TUTORIAL BÁSICO SOBRE ROTINA NAS ESCOLAS DE APRENDIZES MARINHEIROS 1ddfd     editado em maio de 2011 Física Eletricidade Informática Inglês  ENSINO MILITAR NAVAL                  Comunicações interiores Fundamentos de máquinas Historia naval Secretaria e comunicações (SECOM) Legislação militar Liderança Higiene e primeiros socorros Controle de avarias Marinharia Vigilância Motores Métodos de trabalho Natação Corrida Ordem unida Organização de navios Armamento Lembrando que todos estes ensinamentos são relativos a navios. Tudo para se adaptar a uma vida a bordo de um navio. ALUNOS FORMADOS – MARINHEIROS DO QUADRO DE PRAÇAS DA ARMADA (QPA) Após a formatura de promoção a Marinheiro, e já com suas movimentações impostas pela EAM. Dependendo da distância em que sua nova organização militar (OM) estará localizada você terá direito a dias de trânsito, que são os dias que você terá para se apresentar a esta nova OM. Geralmente varia de 2 a 3 dias.  MOVIMENTAÇÃO Trata-se de uma quantia em dinheiro que o marinheiro receberá por parte da OM para custear sua passagem e bagagem para esta nova OM. O cálculo deste dinheiro varia de acordo com a distância, ou seja, quanto mais longe for, maior a quantia. A escola que paga mais em Criado por um Marinheiro da TURMA ALFA 2008 Página 9
  10. 10. TUTORIAL BÁSICO SOBRE ROTINA NAS ESCOLAS DE APRENDIZES MARINHEIROS 1ddfd editado em maio de 2011 movimentação é a EAMCE, com quantias que variam de 10 a 13 mil reais. Não vou entrar em detalhes por aqui, haverá um tópico especifico para este fim na comunidade.  ESTÁGIO INICIAL Ao embarcar em sua nova OM, você será recebido pelo senhor comandante, será devidamente adestrado e adaptado as condições de sua nova OM. Normalmente as maiorias das vagas disponibilizadas pelas EAMs são para servir em navios e uma minoria em terra. Vou falar sobre o período de: EMBARQUE OBRIGATÓRIO  Toda praça para ser promovida precisa de um tempo mínimo de um ano embarcado. O Marinheiro para ser cabo precisa de um ano embarcado, o cabo para se tornar Sargento, o mesmo período e o Sargento para Suboficial. Mas quando falamos embarcar, logo nos vem um navio a cabeça, mas não é bem assim. Existem diversas Organizações Militares em terra que contam como se o militar estivesse embarcado, e algumas dessas Oms estão disponíveis pelas EAMs, que é o caso dos Esquadrões de Aviação da base aérea de São Pedro D’aldeia no Rio de Janeiro. A Força de Submarinos também conta embarque e o Marinheiro passa todo o tempo em terra. Existem casos de EAMs que dispõem vagas para locais onde não contam embarque, o militar que servir num destes locais, mais tarde deverão embarcar para cumprir o tempo obrigatório para ser promovido. Uma outra observação importante é o termo “embarcado”, que muitos pensam que é estar 365 dias a bordo de um navio viajando, não é bem assim. A Marinha do Brasil tem diversas Frotas de Navios espalhados pelo país (fragatas, oceanográficos, varredores etc.), mas nem todos estes navios são operativos, ou seja, navegam. Muitos deles estão parados, em manutenção, e dificilmente irão sair do lugar um dia. O militar que servir num navio nesta condição, servirá a ele normalmente, cumprindo seu expediente e indo para casa quando não estiver de serviço e, seu tempo de embarque será contado normalmente. E não será diferente com os navios operativos, que navegam sempre. O tempo de EMBARQUE é o período em que o militar permanece em uma OM que conta como tal, esses dias são contínuos, não param, segue a contagem enquanto o nome do militar estiver na guarnição de tal OM. Por fim, mesmo que o militar fique doente e impossibilitado de servir ao navio por muitos meses, seu tempo de embarque será contado normalmente. Continua na próxima edição... Assuntos abordados na próxima edição:      - plano de carreira da praça - vida a bordo de uma Fragata Classe Niterói - Conceitos e avaliação disciplinar da praça - condecorações e medalhas - cursos de aperfeiçoamento disponíveis para a praça Criado por um Marinheiro da TURMA ALFA 2008 Página 10
  11. 11. TUTORIAL BÁSICO SOBRE ROTINA NAS ESCOLAS DE APRENDIZES MARINHEIROS 1ddfd editado em maio de 2011  - Classificação geral (ranking) das praças  Uniformes  ESPECIAL – depoimento sobre a OPERAÇÃO AIR FRANCE - VOO 447 Fatos narrados por militar que esteve presente nas operações a bordo da Fragata Constituição em junho de 2009 e presenciou todos os momentos da missão de resgate aos destroços e corpos das vitimas do acidente. Criado por um Marinheiro da TURMA ALFA 2008 Página 11

×