ESCOLA ESTADUAL ADÃO MARQUES DASALELUIASRua Dom João Pimenta, nº 208 - CentroCEP: 39790-000/ Água Boa – MGTelefone: (33) 3...
AGENDA DO PROFESSORProfessor(a):_______________________________________________Caro (a) Professor (a),Estamos iniciando as...
Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o queensina.Cora CoralinaCalendário Escolar
Crivo
Prezado (a) Servidor (a) e Prestador (a) de serviços,A organização das atividades pedagógicas e administrativas para o ano...
Observação:O Gestor Escolar não atua livremente, além das legislações, há ainda otrabalho de suporte técnico dos Inspetore...
 Elaborar e executar integralmente os programas, planos e atividades daescola no que for de sua competência. Cumprir os ...
 É a pena disciplinar que o superior aplica ao inferior hierárquico e queconsiste em admoestação enérgica. A pena de rep...
Planejamos para alcançar algo, para criarmos alguma coisa, para atingirmos umobjetivo.É preciso um novo modelo de planejam...
ORGANIZAÇÃO ESCOLAR.1 - Horário de funcionamento dos turnos:1º Turno = 07:00 às 11:302º Turno = 12:00 às 16:303° Turno= 18...
• O sinal de saída é dado rigorosamente dentro do horário. Só libere seus alunosapós o sinal ser acionado.• Cada professor...
 UNIFORME: Trata-se de um trabalho de convencimento e conscientização. Não háproibição. Sugere-se o uso para melhor ident...
• Atenção na freqüência dos alunos, somar e registrar o total de faltas todomês no local correto.• Na soma das faltas, o a...
nominal dos alunos cujo número de faltas atingir a 15(quinze) dias letivos consecutivosou alternados e, também, ao órgão c...
Das concessões aos trabalhadores da Rede Estadual deEducaçãoDe posse do atestado médico, o trabalhador terá igualmente até...
7 280 233:20Função das especialistas de acordo com o Guia do SupervisorPedagógico: Acompanhar junto aos professores a fre...
Professor em uso da Biblioteca: Atender com urbanidade. Cumprir a carga horária igual ao do professor. Cumprir com o di...
Avaliações Externas:Aos que atuam no 1º ano Ensino Médio atentem para PAAE:O Programa de Avaliação da Aprendizagem Escolar...
Seguem orientações para cumprimento e crescimento profissional:• Professores de História e Arte atendam no planejamento de...
Adão Marques das AleluiasRoteiro de AulaData:__/__/___ à ___/___/___Professor:____________________________________________...
AvaliaçãoMensagemO grande violinista Paganini.Era uma vez, um grande violinista chamado Paganini.Alguns diziam que ele era...
parece ruir, dê uma chance a vc e vá em frente. Toque na corda da motivação e tire sons deresultados positivos. Mas, antes...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Diário de Bordo 2013 - E. E. Adão Marques das Aleluias

4.798 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Diário de Bordo 2013 - E. E. Adão Marques das Aleluias

  1. 1. ESCOLA ESTADUAL ADÃO MARQUES DASALELUIASRua Dom João Pimenta, nº 208 - CentroCEP: 39790-000/ Água Boa – MGTelefone: (33) 3515-1389E-MAIL: escola.41700@educacao.mg.gov.brDiretor: Gervino Gomes Barbosa Filho. (33) 8821-1544Vice-Diretores: Francisco Verner de Araújo LimaMaria Lúcia Augusto dos SantosVânia Ferreira RibeiroEspecialistas : Ariádina Pereira da SilvaDenísia Sâmela B. GodinhoMarcela Soares Rodrigues
  2. 2. AGENDA DO PROFESSORProfessor(a):_______________________________________________Caro (a) Professor (a),Estamos iniciando as atividades de mais um ano letivo em nossaescola.Queremos através deste material “Diário de Bordo 2013” manter-lhesinformados sobre os diversos assuntos concernentes ao calendário escolar,atividadesrelacionadas ao CRIVO,organização e distribuição de funções,assim, como os direitos edeveres do servidor.É Importante ressaltar, que não podemos deixar de reconhecer o valor e ocomprometimento que cada um tem dentro da sua função,o que irá nos garantir ocumprimento das nossas metas e elevar o nome da escola .Esperamos, que este instrumento sirva como oportunidade de reflexão acercada investigação didática,escolhas metodológicas e para a melhoria do nosso trabalho.Desejamos sucesso! Bom Trabalho!Horário Segunda Terça Quarta Quinta Sexta1º2º3º4º5º
  3. 3. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o queensina.Cora CoralinaCalendário Escolar
  4. 4. Crivo
  5. 5. Prezado (a) Servidor (a) e Prestador (a) de serviços,A organização das atividades pedagógicas e administrativas para o ano letivo de 2013estão fundamentadas em Atos, Decretos, Resoluções e Leis promulgadas pela Secretariade Estado da Educação e legitimadas pelo Governador do Estado e pela SenhoraSecretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Almeida Gazzola.Nenhum procedimento da gestão desta escola deve contrariar ao que dispõem asreferidas legislações. De outro modo, na qualidade de gestor escolar assumo perantevocês o compromisso de vivenciá-las, fundamentado nos princípios éticos e humanos.Oriento, portanto, a cada um tomar conhecimento das resoluções a seguir:Nº 2.233,de 11/12/12 – Calendário Escolar.Nº 2.108, de 20/06/12 – Cadastro Escolar e MatrículaNº 2.197, de 26/10/12 – Organização e Funcionamento do Ensino Público EstadualNº 20.592, de 28/12/12 – Altera a Lei 15293, de 05/08/2004.(Jornada de trabalho doservidor)Nº 2.253, de 09/01/13 – Organização de Quadro de Pessoal.
  6. 6. Observação:O Gestor Escolar não atua livremente, além das legislações, há ainda otrabalho de suporte técnico dos Inspetores e da S.R.E. Cabe a todo servidor (a)ou prestador (a) de serviços, a busca pelo diálogo com os gestores dasunidades de ensino em que atuam para melhor harmonização da convivência.O gestor ainda goza do princípio da autonomia para delegar funções aoservidor que este julga possuir as competências para determinadas funçõesmomentâneas, justificando uma gestão partilhada e democrática. Nenhumservidor está obrigado a nada, mas, todos estamos sujeitos às penalidadesdescritas nas Leis Nº 869, de 05/07/52 e Nº 7109, de 13/10/77.Assid u id ad e. Pon tu al id ad e. Dis criç ã o. Urb an id ad e. Lealdade às instituições a que servir. Observância das normas legais e regulamentares. Obediência às ordens superiores exceto quando manifestamente ilegais.Levar ao conhecimento da autoridade superior, irregularidades de que tiver ciência emrazão do cargo. Zelar pela economia e conservação do material que lhe for confiado.Atender prontamente às requisições para a defesa da Fazenda Pública. Atender prontamente à expedição das certidões requeridas para a defesa do direito.LEI Nº. 869, de 05/07/52DEVERES
  7. 7.  Elaborar e executar integralmente os programas, planos e atividades daescola no que for de sua competência. Cumprir os horários e calendários escolares. Ocupar-se, com zelo, durante o horário de trabalho, no desempenho dasatribuições de seu cargo. Manter e fazer com que seja mantida a disciplina em sala de aula e foradela. Participar das atividades escolares. Zelar pelo bom nome da unidade de ensino Respeitar alunos, colegas, autoridades do ensino e funcionáriosadministrativos de forma compatível com a missão de educador.LEI Nº. 7.109, DE 13.10.77DEVERESMu ltaR epr een sã oS u sp en sãoDestitu ição d e fu n çãoDem is sãoDem issão a b em d o serv iço p ú b licoConstituem o conjunto ou sistema de penas impostas pela Lei.As penas disciplinares previstas na Lei nº. 869/52, art. 244 e seus incisos, são:
  8. 8.  É a pena disciplinar que o superior aplica ao inferior hierárquico e queconsiste em admoestação enérgica. A pena de repreensão será aplicada por escrito e deverá constar doassentamento individual do servidor em caso de desobediência ou faltado cumprimento dos deveres (Lei nº. 869, art. 216). Diretor é competente para aplicar a pena de repreensão aos servidoresem exercício na escola sob sua direção. (Lei nº. 7.109/77, art. 174, I); Ao colegiado compete referendar, se for o caso, decisão do Diretor sobreaplicação de penalidades propostas na legislação vigente. Diretor da SRE poderá homologar ou não a pena aplicada pelo Diretor ouCoordenador de Escola.Planejamento Anual e a Indisciplina diáriaO ano começa e com ele novas expectativas de maiores realizações pessoais. O trabalhopedagógico também deve renovar-se e alcançar novos resultados. O instrumento quenorteia todo o processo educativo é o Planejamento Escolar.Entretanto, os bimestres passam e a mudança nos alunos em termos de caráter,amadurecimento, relacionamentos, são muito poucas. A indisciplina é a mesma, faltamotivação, interesse e comprometimento.Mas, o que acontece realmente que faz com que no final do ano, o sentimento deexpectativa inicial tenha se transformado em frustração, e constatação de que oplanejamento não “funcionou”?A grande questão que faz com que boa parte dos planejamentos falhem, é que eles sãomuito centralizados em conteúdos, estratégias de ensino, dar conta do livro didático,avaliações, e por esta razão abrangem apenas 50% do processo de educar, pois ignoramoutras questões fundamentais que precisam ser trazidas em pauta e que extrapolam asala de aula.Planejamento Escolar não é uma perda de tempo, também não é um documento que éfeito e guardado em uma gaveta, não é algo imutável que não deva ser ajustado ao longodo caminho, e também não é simplesmente copiar e colar os conteúdos do livro didáticoapenas distribuindo-os ao longo dos bimestres.
  9. 9. Planejamos para alcançar algo, para criarmos alguma coisa, para atingirmos umobjetivo.É preciso um novo modelo de planejamento pedagógico, que priorize odesenvolvimento da pessoa, e não apenas do aluno. Desenvolver uma pessoa vai muitoalém dos livros didáticos, das provas, avaliações e lições de casa.Aqui está o esboço de um Plano de Ação com alguns itens para serem considerados noseu próximo planejamento:RESULTADOS DO ANO ANTERIOR:Analise os resultados do que deu certo e errado no ano anterior (levantamento denúmeros e causas)QUALIDADE DO APRENDIZADO:Crie um sistema de avaliação que priorize a qualidade de aprendizado e não apenas aquantidade de conteúdo memorizadoFAZER DIFERENTE:Levante novas estratégias pedagógicas, adequadas aos modelos de aprendizagem dosseus alunos.GERENCIAMENTO SALA DE AULA:Crie procedimentos para o gerenciamento e gestão de sala de aula.Lembrando que odomínio de sala de aula é de inteira responsabilidade do professor.RESOLUÇÃO DE CONFLITOS:Crie um sistema de resolução de conflitos (aluno/aluno) , (aluno/professor),(professor/pais).Só em ultimo caso transfira a responsabilidade para a direção.Evite colocar aluno para fora da sala uma vez que lá é seu lugar por direito.Resolvade forma a demonstrar sua autoridade fazendo com que ele compreenda queregras deverão ser respeitadas.RELACIONAMENTO COM A FAMILIA:Crie estratégias para envolver e se relacionar com as famílias dos alunos quandonecessário,buscando tê-los como parceiros.
  10. 10. ORGANIZAÇÃO ESCOLAR.1 - Horário de funcionamento dos turnos:1º Turno = 07:00 às 11:302º Turno = 12:00 às 16:303° Turno= 18:00 às 22:302 – Itens para facilitar o seu dia a dia:• Seja pontual.• Evite fumar na presença dos alunos ou nas dependências da escola.• É proibido ouso do celular em sala de aula.• Em caso de faltas e imprevistos, comunique-se com a direção• Procure assinar o livro de ponto diariamente, evitando transtornos.• Ao bater o sinal para o recreio ou término das aulas, saia da sala somenteapós o último aluno ter saído.• Ao término do recreio, procure não se atrasar para retornar à sala de aula.
  11. 11. • O sinal de saída é dado rigorosamente dentro do horário. Só libere seus alunosapós o sinal ser acionado.• Cada professor, no seu horário, é responsável pela conservação e limpeza dasala.• Os alunos não deverão ficar sozinhos na sala de aula em hipótese alguma. Emcaso de emergência ou outra circunstância, solicite outra pessoa para substituí-lomomentaneamente.• Durante as aulas realizadas fora da sala de aula, os alunos estarão sob aresponsabilidade do professor da área. Dessa forma cabe a eles definir as regrasdo trabalho, e aos alunos o cumprimento. (Planejamento é necessário)• Observar a data estipulada da entrega das taletas,planejamento, e outrassolicitações. Após o recebimento dos diários,procure sempre deixa-los em diacom os registros.• Faça a chamada diariamente e a cada aula ministrada.• O diário deverá permanecer arquivado na escola.• Em caso de solicitação de atividades e avaliações para serem reproduzidas,avisar com antecedência o responsável.• Para as avaliações,utilizar cabeçalho padrão da escola.(Solicitar o supervisor)• Estar envolvido em todas as atividades promovidas pela escola de formadinâmica e ativa, apresentando sugestões para as mesmas.• Cabe ao professor incentivar o uso do uniforme dentro da sala de aula.• Faça agendamento dos recursos tecnológicos antecipadamente e com aapresentação da proposta de trabalho bem orientada.NORMAS DISCIPLINARES-CORPO DISCENTEENTRADA E SAÍDA: Respeitar o horário de entrada e saída de cada turno.Obs:Não será autorizada a saída de alunos antes do término do horário a não ser em casosespeciais e com autorização dos pais e da direção.
  12. 12.  UNIFORME: Trata-se de um trabalho de convencimento e conscientização. Não háproibição. Sugere-se o uso para melhor identificação dos educandos e evitar apresença de pessoas indesejadas, bem como evita o uso de vestimentas inapropriadas. MEDICAÇÃO: Em caso de doença,a escola não fornecerá nenhum tipo demedicação, pois não é permitido de acordo com o Ministério da Saúde. ACIDENTES: Quando ocorrer, os pais serão comunicados para juntamente com aescola tomarem as medidas necessárias. OBJETOS: Brinquedos, vídeo-games, radinhos, fone de ouvido,revistas,baralhos,objetos cortantes,celulares, não serão aceitos. A escola NÃO SERESPONSABILIZARÁ POR OBJETOS PERDIDOS. BIBLIOTECA: Não será permitida a presença de alunos na biblioteca no horário deaula ( exceto nos horários específicos,com a presença do professor e com préviaautorização) O livro didático que o aluno leva para casa deverá ser devolvido no final do anoletivo. E em caso de abandono ou transferência é obrigatório a devolução dosmesmos. CELULAR: Proibido o uso e manuseio do celular em sala de aula.Salvo em projetose trabalhos orientados pelo professor da turma. O aluno que causar qualquer dano ao patrimônio da escola ( quebrar vidros,lâmpadas,pichar carteiras, paredes,banheiro,quebrar portas, etc) fica responsável peloressarcimento do mesmo. Os alunos com problemas de indisciplina ou que não cumprirem com as atividadesescolares terão os pais convocados a comparecerem à escola e posteriormente outrasmedidas serão tomadas de acordo com o regimento escolar.OBSERVAÇÕES SOBRE OS DIÁRIOS
  13. 13. • Atenção na freqüência dos alunos, somar e registrar o total de faltas todomês no local correto.• Na soma das faltas, o aluno que não tiver, deverá colocar zero(0) e não orisquinho (-), pois o risquinho é para alunos que foram transferidos ouevadidos.• No local de presença, não colocar P e sim o ponto (.) e falta (f).• Faltas justificadas não são somadas como faltas e sim como presença.• Atenção nas somas de notas e frequências,evitando incoerência com oSIMADE.• As data das matérias lecionadas,deverão estar coerentes com os dias letivos equantidade de aulas(diariamente).• Em relação às avaliações, ou qualquer trabalho dado em sala de aula,especificar o conteúdo trabalhado e não colocar somente as páginas.• O diário não deverá conter rasuras, pois é documento que ficará arquivado naescola.• NÃO SERÁ ADMITIDO, RASURAS E USO DE CORRETIVOS NOSDIÁRIOS - PERCEBIDO ESSES PROCEDIMENTOS, OS DIÁRIOSDEVERÃO SER REESCRITOS.OBSERVAÇÕES:• Ao perceber a faltas excessivas dos alunos,favor comunicar a supervisão.• ATENTAR PARA O NÚMERO DE AULAS PREVISTAS E AULAS DADASNOS DIÁRIOS.• Estar atento se todos os alunos estão devidamente registrados no diário,casonão,procure a secretaria.• Fidedignidade dos registros para garantia da autenticidade dos arquivos.• Todas as páginas do diário devem ser devidamente fechadas e assinadas peloprofessor (a) e verificadas pelo supervisor (a) do turno. Pendências não sanadasdeverão ser comunicadas e solucionadas junto ao supervisor antes deencaminhar taletas para a secretaria.• O diário deverá ser preenchido de caneta Preta. Sem exceção.• Nome do aluno: atualizado SOMENTE pela secretaria.ATESTADOSNormas para circunstâncias especiais:DECRETO LEI Nº 1044/69 – “Dispõe sobre tratamento excepcional para os alunosportadores das afecções que indica.”DECRETO LEI Nº 6202/75 – “Aluna gestante”DECRETO LEI N º 85587/80 – “ Militar da reserva convocado para serviço ativo”OBS:O estabelecimento de ensino, após apurar a frequência do aluno e constatar umaausência superior a 05 (cinco) dias letivos consecutivos ou 10(dez) dias alternados nomês, deve entrar em contato por escrito, com a família ou o responsável pelo alunofaltoso, com vistas a promover o seu imediato retorno às aulas e a regularização dafrequência escolar.O dirigente do estabelecimento de ensino remeterá ao Conselho Tutelar, ao Juizcompetente da Comarca e ao respectivo representante do Ministério Público a relação
  14. 14. nominal dos alunos cujo número de faltas atingir a 15(quinze) dias letivos consecutivosou alternados e, também, ao órgão competente, no caso de aluno cuja família ébeneficiada por programas de assistência vinculados à frequência escolar.OBS: QUALQUER DÚVIDA EM RELAÇÃO AOS DIÁRIOS, FAVORPROCURAR O SUPERVISOR DO TURNO PARA ORIENTAÇÕES.Observação:1 - Aos Especialistas cabe a função de verificar os descritores trabalhados pelosservidores em sua disciplina de atuação. Embora os descritores estejam pontuando aatuação dos Servidores que desempenham suas funções em Matemática e LínguaPortuguesa desejamos e esperamos que os demais recorram ao uso dos descritores paramelhor desempenho de suas funções e alcance de resultados esperados para a nossaEscola.Todo servidor efetivo/ efetivado será Avaliado em seuDesempenho conforme instrução da SEE/MG .Aos demais será aplicado o disposto na Resolução 2.253,de 09/01/13.
  15. 15. Das concessões aos trabalhadores da Rede Estadual deEducaçãoDe posse do atestado médico, o trabalhador terá igualmente até 48 horas para entregarcópia do atestado na unidade de exercício, sob pena de responsabilizar-se por qualquerdano no ponto gerencial e na sua vida funcional, que por ventura vier ocorrer.OBS.: O servidor deve se mostrar o primeiro interessado por sua vida funcional. Cabeao servidor comunicar à escola o quanto antes o seu afastamento.Sem qualquer prejuízo, poderá o servidor ausentar-se do serviço:Motivo DiasCasamento 8Nascimento de filho (paternidade) 5Nascimento de filho (maternidade) 180Afastamento por adoção Considera a legislação EspecíficaMotivo: Falecimento DiasPais 8Irmãos 8Filhos/enteados 8Cônjuge 8Companheiro (a) 8Padrasto/madrasta 8Menor sob guarda ou tutela 8Avós 2Outros motivos DiasDoação de Sangue. 1Licença para Tratamento de Saúde Consideram-se a ação do médico perito eo que determina a Resolução SEPLAGnº107, 2012.Observação: Em caso de duvidas consultem a Secretária:Poliana Alves Martins VianaNº de aulas previstas:Nº de aulas semanais Total de aulas aofinal do anoC.H.A1 40 33:202 80 66:403 120 100:004 160 133:205 200 166:406 240 200:00
  16. 16. 7 280 233:20Função das especialistas de acordo com o Guia do SupervisorPedagógico: Acompanhar junto aos professores a freqüência dos alunos einformar à direção casos de alunos com faltas que contrariam aResolução Nº 2.197,26/10/12. Acompanhar rigorosamente, a presença nos módulos II. Encaminhar à direção da escola as diligências não sanadas,informando as tentativas já tomadas para solucionar as tensões. Expor gráficos de rendimentos dos alunos a cada bimestre eapresentá-los aos professores. Mediar relações conflituosas entre alunos/ alunos, professores ealunos. Notificar os servidores que descumprirem suas atribuições ecomprometerem o trabalho pedagógico e do supervisor. Organizar reuniões de módulo II, Plantão Pedagógico. Orientar quanto ao planejamento das aulas. Ouvir os problemas vivenciados pelos professores, sugerir mudançase juntos encontrarem soluções. Propor e elaborar junto aos professores projetos a serem vivenciadosna escola. Trabalhar em diálogo constante com seus parceiros (supervisores,gestores, professores, etc) Trabalhar junto aos professores os índices e resultados da escolaapontados pelo P.A.A.E, PROEB,etc) Verificar a qualidade das aulas, dos trabalhos propostos e dasavaliações de todas as disciplinas. Verificar e conferir os diários dos professores do turno a cadabimestre.Função dos Auxiliares de Serviços Básicos: Atender com urbanidade aos alunos, professores, pais e demais servidores. Manter a escola limpa e agradável. Manter o ambiente de trabalho organizado. Não contribuir com a quebra de regras da escola. Não permitir em nenhuma situação a entrada e permanência de outros servidorese pessoas na cantina, principalmente no momento do preparo e ao servir arefeição. Ocupar-se, rigorosamente, de suas funções. Zelar pela qualidade das relações e cumprimento de horários.
  17. 17. Professor em uso da Biblioteca: Atender com urbanidade. Cumprir a carga horária igual ao do professor. Cumprir com o disposto no Art. 13 da Resolução SEE Nº2.253,09/01/13. Desenvolver Projetos de Leitura e Intervenção Pedagógica sempreem comunicação com os professores regentes de aulas. Organizar e planejar o trabalho da biblioteca.Secretária e auxiliares de secretaria: Acompanhar as publicações de Decretos, Resoluções, E-mails,Publicações de vida funcional. Acompanhar e orientar os trabalhos realizados na secretaria. Acompanhar e realizar os trabalhos no Sistema Mineiro deAdministração Escolar – SIMADE. Acompanhar as publicações de afastamento dos servidores e repassá-las em tempo hábil á equipe gestora. Atender com urbanidade o telefone e demonstrar prontidão noatendimento seja por telefone ou pessoalmente. Antecipar demandas para entrega de serviço em tempo hábil naS.R.E. Cumprir os prazos de entrega de Relatórios de Pagamento e Q.Idevidamente instruídos. Encaminhar dúvidas e diligências à direção da escola, antes debuscar auxílio na S.R.E. Estabelecer metas para a equipe da secretaria. Organizar os arquivos e documentação da escola. Promover rodízio de funções entre os servidores da secretaria. Promover diálogo com a equipe da secretaria junto aos gestores,sempre que julgar necessário. Redigir,quando não for possível aos gestores, ofícios, comunicados eoutros documentos. Relacionar antecipadamente lista de materiais para uso da secretaria. Verificar a situação da vida escolar dos alunos e funcionalempreendendo esforços atualizar a documentação.
  18. 18. Avaliações Externas:Aos que atuam no 1º ano Ensino Médio atentem para PAAE:O Programa de Avaliação da Aprendizagem Escolar – PAAE foi criado para as escolasda rede estadual de Minas Gerais. Pioneiro no Brasil, sua concepção pedagógica,traduzida para um sistema online, possibilita agilidade na aplicação de provas e rapidezna obtenção de dados diagnósticos. Seu objetivo é identificar necessidades imediatas deintervenção pedagógica.O PAAE é suporte didático para gestores e professores. Seus resultados viabilizam agestão curricular orientada pelo estágio de desenvolvimento dos alunos e pelo CurrículoBásico Comum – CBC. As escolas geram provas utilizando as ferramentas do Banco deItens, formado por questões objetivas, diferenciadas em três níveis de dificuldade evinculadas aos tópicos/habilidades que devem ser ensinados pelas escolas e aprendidospelos alunos.O PAAE compreende três avaliações com objetivos distintos, cujos resultados sãoapresentados em relatórios estatísticos, gerados automaticamente pelo sistema:Diretores, Especialistas, Professores e Equipe Pedagógica da SRE devem analisar osrelatórios das avaliações para convergir ações escolares integradas que promovam umadiferença significativa no desenvolvimento das habilidades contempladas nos CBC.Aos que atuam no Ensino Fundamental e Médio atentem para:O que é PROEBO Programa de Avaliação da Rede Pública de Educação Básica – Proeb – tem por objetivoavaliar as escolas da rede pública, no que concerne às habilidades e competênciasdesenvolvidas em Língua Portuguesa e Matemática. Não se trata, portanto de avaliarindividualmente o aluno, o professor ou o especialista. O Proeb avalia alunos que se encontramno 5º ano e 9º ano do Ensino Fundamental e 3º ano do Ensino Médio.Para a construção do Planejamento orientamos consultar o site da Secretaria de Estadode Educação/ link CRV.Sempre que necessário,visite este site. Há um vasto material disponibilizado na rede.
  19. 19. Seguem orientações para cumprimento e crescimento profissional:• Professores de História e Arte atendam no planejamento de vocês ao disposto naLei 11645, de 10/03/2008;” § 2oOs conteúdos referentes à história e cultura afro-brasileira e dos povosindígenas brasileiros serão ministrados no âmbito de todo o currículo escolar, emespecial nas áreas de educação artística e de literatura e história brasileiras.”• Professores de Geografia atentem para A educação no Trânsito e EducaçãoAmbiental.https://wwws.detrannet.mg.gov.br/detran/SNT/CampanhaTransito/index.htm• Professores de Ciências e biologia atentem para o Programa de Prevenção emPauta da SEE. Na escola há o material em vídeo. Temática: Drogatização.• Professores de Língua Portuguesa deve ter total participação e incentivar etrabalhar com os alunos dentro dos temas abordados pelo Olimpíada de LínguaPortuguesa.Acompanhem orientações no Site:http://www.escrevendo.cenpec.org.br/Há atividades complementares disponíveis no site.• Professores de física atentem para a Olimpíada brasileira de física:http://www.sbfisica.org.br/v1/olimpiada/• Professores de Educação física, o JEMG é uma das ações que deve ser realizadadentro do planejamento e realizada de maneira coletiva.• Reforçamos o compromisso de todos em participar dos eventos promovidos pelaescola.
  20. 20. Adão Marques das AleluiasRoteiro de AulaData:__/__/___ à ___/___/___Professor:___________________________________________________Turma:__________________ Turno____________________________Unidade temáticaHabilidade/DescritorAtividades
  21. 21. AvaliaçãoMensagemO grande violinista Paganini.Era uma vez, um grande violinista chamado Paganini.Alguns diziam que ele era muito estranho. Outros que era sobrenatural.As notas mágicas que saiam de seu violino tinham um som diferente, por isso ninguém queriaperder a oportunidade de ver seu espetáculo.Numa certa noite, o palco de um auditório repleto de admiradores estava preparado para recebê-lo.A orquestra entrou e foi aplaudida.O maestro foi ovacionado.Mas quando a figura dePaganini surgiu, triunfante o público delirou.Paganini coloca seu violino no ombro e o que se assiste a seguir é indescritível.Breves e semibreves, fusas e semifusas, colcheias e semicolcheias parecem ter asas e voar como toque daqueles dedos encantados.De repente, um som estranho interrompe o devaneio da platéia.Uma das cordas do violino de Paganini arrebenta. O maestro parou. A orquestra parou. Opúblico parou. Mas Paganini não parou.Olhando para sua partitura, ele continuou a tirar sons deliciosos de um violino com problemas.O maestro e a orquestra, empolgados, voltam a tocar.Mal o público se acalmou quando; de repente, um outro som pertubador derruba a atenção dosassistentes.Uma outra corda do violino de Paganini se rompe. O maetro parou de novo. Aorquestra parou de novo, Paganini não parou.Como se nada estivesse acontecido, ele esqueceu as dificuldades e avançou tirnado os sons doimpossível. O maestro e a orquestra, impressionados voltam a tocar.Mas o público não poderia imaginar o que iria acontecer a seguir. Todas as pessoas, pasmas,gritaram OOHHH ! Que ecoou por todo aquele auditório.Uma terceira corda do violino de Paganini se quebra. O maestro pára. A orquestra pára. Arespiração do público pára. Mas Paganini não pára.Como se fosse um contorcionista musical, ele tira todos os sons da única corda que sobraradaquele violino destruído. Nenhuma nota foi esquecida. O maestro empolgado se anima. Aorquestra se motiva.O público parte do silêncio para a euforia, da inércia para o delírio.Paganini atinge a glória. Seu nome corre através do tempo.Ele não é um violinista genial.É o símbolo do profissional que continua diante do impossível.Moral da História: Não importa o tipo de problema que vc está tendo. Pode ser problemapessoal, conjugal, familiar; qualquer coisa que esteja afetando a sua auto-etima ou seudesempenho profissional. Tenha certeza de uma coisa: Nem tudo está perdido. Ainda existe umacorda, e é tocando nela que vc exercerá o seu talento. Tocando nela é que vc irá vibrar. Aprendaa aceitar que a vida sempre lhe deixará uma última corda. Quando sentir desânimo, nuncadesista. Ainda existirá a corda da persistência, da inteligência, do " tentar mais um vez ", de darum passo a mais, com um enfoque novo. Desperte o Paganini que existe dentro de vc e avancepara vencer. Vitória, é a arte de vc continuar, onde os outros resolvem parar. Quando tudo
  22. 22. parece ruir, dê uma chance a vc e vá em frente. Toque na corda da motivação e tire sons deresultados positivos. Mas, antes pergunte: - Quem motiva o motivador? Isto é, quem motiva seucérebro, que motiva sua mão, que toca seu violino? Não se frustre, não se desespere... Lembre-se: Ainda existe a última corda a do aprender de novo para deslumbrar e gerar soluções. Nuncaa vida lhe quebrará todas as cordas. Se os reultados estão mal, é a sua oportunidade de tocar aúltima corda, a da imaginação que reinventa o futuro com inovação contínua. É sempre a cordaesquecida que lhe dará o maior resultado. Mas, se por acaso, vc se sentir no " fundo do poço ",esta é a chance de tocar na melhor corda do universo: DEUS.Bom trabalho!Direção / supervisão

×