Regência mãe

2.542 visualizações

Publicada em

Colonização Portuguesa

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.542
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Regência mãe

  1. 1. PLANO DE UNIDADE DE HISTÓRIA – ORGANIZAÇÃO POLÍTICO- ADMINISTRATIVA NA AMÉRICA PORTUGUESA http://igeo-server.igeo.ufrj.br/retis/atlas_de_fronteira/atlas1/atlas1.htm ESCOLA: Escola Estadual de Educação Básica margarida Pardelhas PROFESSOR: Alessandra Bertão Ribas PRIMEIRA AULA GEMINADA: Sim ANO: 2º ano TURMA: TURNO: Noite DATA: 22/04/2014 CARGA HORÁRIA: 2h OBJETIVO ESPECÍFICO: Relacionar a estrutura e estratégia administrativas na América Portuguesa com a política colonial definidas pelas linhas estruturais do capitalismo mercantil. METODOLOGIA: Trabalhar com slides para que os alunos possam ter uma maior aprendizagem, pois poderão ver imagens e fazer perguntas podendo ter um melhor entendimento do assunto dado em sala de aula. Exercícios sobre o assunto.
  2. 2. RECURSOS: Data Show, quadro-negro e giz para os exercícios, livro didático. AVALIAÇÃO: Participação em sala de aula, correção dos exercícios. ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA NA AMÉRICA PORTUGUESA PERÍODO PRÉ-COLONIAL • DE 1500 ATÉ 1530 O BRASIL TEVE POUCA IMPORTÂNCIA PARA PORTUGAL, QUE ESTAVAM OCUPADOS EM EXPLORAR AS RIQUEZAS DAS ÍNDIAS ONDE HAVIAM CHEGADO EM 1498, COM VASCO DA GAMA. • OS MOTIVOS DO ABANDONO RESIDIAM NA AUSÊNCIA DE RIQUEZAS APARENTES, COMO METAIS PRECIOSOS, ESPECIARIAS OU POVOS CIVILIZADOS COM QUEM PUDESSEM REALIZAR COMÉRCIO LUCRATIVO. • NESSE PERÍODO O BRASIL FOI USADO MAIS COMO BASE DE ABASTECIMENTO PARA OS NAVIOS QUE SE DIRIGIAM AO ORIENTE.
  3. 3. O TRATADO DE TORDESILHAS • ASSINADO EM 1494, DIVIDIA AS NOVAS TERRAS QUE ESTAVAM SENDO CONHECIDAS ENTRE PORTUGAL E ESPANHA. • OS DEMAIS PAÍSES EUROPEUS, QUE NÃO TINHAM SIDO CONSULTADOS SOBRE O TRATADO, REAGIRAM DESCONSIDERANDO SUA VALIDADE E PASSANDO A REALIZAR INCURSÕES ÀS TERRAS DIVIDIDAS ENTRE LUSO E ESPANHÓIS. A EXPLORAÇÃO DE PAU-BRASIL FOI A PRINCIPAL ATIVIDADE EONÔMICA DESENVOLVIDA DURANTE O PERÍODO PRÉ- COLONIAL; ERA REALIZADA MEDIANTE MONOPÓLIO EM TROCA DA FUNDAÇÃO DE FEITORIAS E EXPLORAÇÃO DO LITORAL PELO CONCESSIONÁRIO
  4. 4. • A EXPLORAÇÃO ERA FEITA UTILIZANDO A MÃO-DE-OBRA INDÍGENA SOB A FORMA DE ESCAMBO (troca, permuta, câmbio) TROCANDO MADEIRA POR MIÇANGAS, TECIDOS, ROUPAS, CANIVETES, MACHADOS E FACAS. • DURANTE ESSE PERÍODO DEZENSA DE DEGREDADOS, MARINHEIROS DESERTORES E NÁUFRAGOS PASSARAM A VIVER ENTRE OS ÍNDIOS, SERVINDO DE INTÉRPRETES AOS PORTUGUESES. AÇÃO DA COROA • A AÇÃO DO GOVERNO PORTUGUÊS ESTEVE RESTRITA ÀS EXPEDIÇÕES EXPLORADORAS, PARA MAPEAR A COSTA E EXPEDIÇÕES GUARDA-COSTAS, PARA COMBATER, PRINCIPALMENTE OS FRANCESES QUE VINHAM EXPLORAR PAU BRASIL. EXERCÍCIOS: 1) Leia o texto com atenção: “Da largura que a terra do Brasil tem para o sertão não trato, porque até agora não houve quem a andasse, por negligência dos portugueses que, sendo grandes conquistadores de terras, não se aproveitam delas, mas contentam-se de as andar arranhando ao longo do mar como caranguejos.” FREI VICENTE SALVADOR, História do Brasil. Curitiba: Jaruá, 2007. p.39 Relacione o texto de Frei Vicente do Salvador com as características iniciais da colonização portuguesa no Brasil. RESPOSTA: Em sua História do Brasil, frei Vicente do Salvador denuncia a limitação da colonização portuguesa, que se concentra em explorar somente o litoral, onde foram criadas as primeiras vilas e cidades e se fixaram os colonos que vinha para o território. A Coroa portuguesa não se interessou, de início, em financiar uma exploração mas sistemática das terras brasileiras em direção ao interior. 2) A colonização efetiva das terras portuguesas na América somente se iniciou com a chegada de Martim Afonso. Sua expedição pode ser considerada um divisor de águas em nossa história determinando a passagem do período denominado “pré-colonial” para o período colonial. Explique as razões que motivaram o início da organização do sistema colonial a partir de 1530?
  5. 5. RESPOSTA: As expedições enviadas pela Coroa, no entanto, demonstraram ser incapazes de refletir a constante presença de corsários franceses na costa brasileira, que vinham principalmente contrabandear o pau-brasil. 3) Explique o que foi o Tratado de Tordesilhas e em que ano foi assinado? RESPOSTA: Foi um acordo diplomático celebrado em Portugal e Espanha, em que o papa mediador do acordo dividiu a exploração de terras e mares do planeta entre Portugal e Espanha, segundo o meridiano que passava a 370 léguas das ilhas de Cabo Verde. Assinado em 1494. 4) O que teve o Brasil no período pré-colonial nos anos de 1500 até 1530? RESPOSTA: O Brasil teve pouca importância para Portugal, que estavam ocupados em explorar as riquezas das índias onde haviam chegado em 1498, com Vasco da Gama. 5) Qual era o alvo dos Portugueses no novo território? RESPOSTA: Eram os lucros com o comércio das especiarias orientais e não as terras Americanas.
  6. 6. ESCOLA: Escola Estadual de Educação Básica Margarida Pardelhas PROFESSOR: Alessandra Bertão Ribas SEGUNDA AULA GEMINADA: Sim ANO: 2º ano TURMA: TURNO: Noite DATA: 29/04/2014 CARGA HORÁRIA: 2h OBJETIVO ESPECÍFICO: A ação da coroa, quais eram as razões para a colonização, o Período Colonial, compreender o funcionamento das capitanias hereditárias para o processo de colonização do Brasil, os Governos gerais e seus destaques, analisar as bases administrativas do Estado Português, entender a ideologia religiosa e missionária relacionando-a com processo de colonização na América Portuguesa. METODOLOGIA: Continuar com os slides, a continuação do fornecimento das informações sobre os assuntos dados em aula, fazendo um debate de entendimento. RECURSOS: Data Show, quadro negro, giz e livro didático. AVALIAÇÃO: Participação em sala de aula, correção dos exercícios. RAZÕES PARA COLONIZAR • CRISE ECONÔMICA PORTUGUESA: Conversão forçada dos judeus e muçulmanos portugueses levou à fuga de grandes fortunas do país. • DECADÊNCIA DO COMÉRCIO COM O ORIENTE: Portugal passou a ter concorrentes no comércio com o Oriente; também ocorreu a vulgarização das especiarias e a queda de seus preços. • TEMOR DE PERDER O BRASIL: pois os franceses desconsideravam abertamente as resoluções do Tratado de Tordesilhas. • ESPERANÇA DE ENCONTRAR OURO E PRATA: como os espanhóis haviam encontrado nos impérios Asteca e Inca; surgem as lendas do El Dorado e das Amazonas. O PERÍODO COLONIAL • 1530 - EXPEDIÇÃO DE MARTIM AFONSO DE SOUZA com o objetivo de iniciar a colonização portuguesa no Brasil. 1532: Martim Afonso funda São Vicente, no litoral paulista e inicia o cultivo de cana-de- açúcar, além de fundar o primeiro engenho.
  7. 7. 1534:AS CAPITANIAS HEREDITÁRIAS • Divisão do território português em 15 lotes, doados aos capitães donatários (nobres, burocratas e comerciantes ligados à coroa). • CARTA DE DOAÇÃO: concedia a posse da terra. • FORAL: estipulava direitos e deveres dos capitães, como o de fundar vilas e conceder sesmarias. • O sistema de capitanias fracassou devido à falta de recursos dos donatários, para realizar a ocupação e colonização; falta de interesse de alguns deles e resistência acirrada dos índios à ocupação de sua terra. • Apenas as capitanias de Pernambuco e São Vicente, graças à lavoura açucareira, prosperaram. OS GOVERNOS GERAIS • Estabelecidos em 1548, tinham o objetivo de centralizar a administração colonial, diminuindo o poder dos donatários a assegurando a arrecadação dos tributos devidos à Coroa. O Governador Geral tinha três auxiliares principais: • Ouvidor-mor – justiça • Provedor-mor – impostos • Capitão-mor – defesa do território Entre as ações dos Governos Gerais, destacam-se:
  8. 8. • A fundação da cidade de Salvador, a primeira capital do Brasil, em 1549, por Tomé de Souza. • O incentivo à vinda dos missionários jesuítas, que fundaram numerosos colégios e reduções, que deram origem à cidades como a de São Paula. • A expulsão dos franceses huguenotes que haviam criado a França Antártica, nas ilhas da baía da Guanabara, ação liderada por Estácio de Sá, sobrinho do governador geral Mem de Sá, e que deu origem à fundação da cidade do Rio de Janeiro. DIVISÕES ADMINISTRATIVAS • Entre 1572 e 1578 o Brasil esteve dividido em dois Governos Gerais: o do Norte, com sede em Salvador e o do Sul com sede no Rio de Janeiro. • Em 1621, nova divisão: o Estado do Brasil, com sede em Salvador e depois Rio de Janeiro e o Estado do Maranhão, com sede em São Luís, divisão que permaneceu até 1774. OS PADRES JESUÍTAS • O objetivo de catequese do indígena foi o aspecto legitimador da conquista e colonização portuguesa no Brasil e serviu para encobrir as numerosas atrocidades cometidas em nome da fé.
  9. 9. No ano de 1549, chegaram os primeiros padres jesuítas que auxiliaram na construção da cidade de Salvador na Bahia e na construção de muitas escolas espalhadas pelo Brasil. EXERCÍCIOS: 1) Em 1534 o governo de Portugal criou um sistema de capitanias hereditárias, o primeiro passo efetivo para compreender a colonização do Brasil. a) Observe o mapa na página 70 e a partir dele, comente o funcionamento desse sistema. RESPOSTA: No sistema de capitanias hereditárias a colonização das terras foi entregue a particulares que recebiam do rei a concessão de áreas tamanho variável, eram divididas em áreas ocupadas por indígenas e não respeitavam as fronteiras geográficas naturais como rios e serras. b) Explique as razões do insucesso desse sistema e a saída encontrada pela coroa portuguesa para efetivar a colonização do Brasil. RESPOSTA: O sistema fracassou em quase todas as capitanias, por causa, entre outros fatores, da falta de recursos financeiros, na inexperiência de alguns donatários, do precário sistema de transporte e comunicação e do relacionamento hostil entre os portugueses e os indígenas. 2) Explique duas razões para a Colonização Portuguesa. RESPOSTA:
  10. 10. CRISE ECONÔMICA PORTUGUESA: Conversão forçada dos judeus e muçulmanos portugueses levou à fuga de grandes fortunas do país. ESPERANÇA DE ENCONTRAR OURO E PRATA: como os espanhóis haviam encontrado nos impérios Asteca e Inca; surgem as lendas do El Dorado e das Amazonas. 3) Em que ano Martim Afonso funda São Vicente, e o que inicia neste lugar? RESPOSTA: No ano de 1532, para iniciar o cultivo de cana-de-açúcar, além de fundar o primeiro engenho. 4) Em quantos lotes foram divididas as Capitanias Hereditárias e quais são elas? RESPOSTA: Foram divididas em 15 lotes, e são: Maranhão, Maranhão, Ceará, Rio Grande, Itamaracá, Pernambuco, Bahia de todos os Santos, Ilhéus, Porto Seguro, Espírito Santo, São Tomé, São Vicente, Santo Amaro, São Vicente e Santana. 5) Os Governos gerais que foi estabelecido em 1548, tinham o objetivo de centralizar a administração colonial, diminuindo o poder dos donatários a assegurando a arrecadação dos tributos devidos à Coroa. Quais eram seus três principais auxiliares e o que cada um fazia? RESPOSTA: Ouvidor-mor – justiça Provedor-mor – impostos Capitão-mor – defesa do território
  11. 11. ESCOLA: Escola Estadual de Educação Básica Margarida Pardelhas PROFESSOR: Alessandra Bertão Ribas TERCEIRA AULA GEMINADA: Sim ANO: 2º ano TURMA: TURNO: Noite DATA: 06/05/2014 CARGA HORÁRIA: 2h OBJETIVO ESPECÍFICO: Apresentação de trabalho sobre Pau-Brasil e Carta de Duarte Coelho METODOLOGIA: Apresentação com a criatividade dos alunos e realização dos exercícios. AVALIAÇÃO: Maneira de apresentar e entrega dos exercícios dos textos. Texto da página 71 e 75 do livro didático e perguntas.

×