Successfully reported this slideshow.

Colonização do Brasil.

360 visualizações

Publicada em

Aspectos do inicio processo de colonização do Brasil.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Colonização do Brasil.

  1. 1. Prof°: Seu Riba Brasil: O Inicio da Colonização.
  2. 2. PARA COMEÇAR. A Sociedade brasileira é formada por grande mistura de etnias, nacionalidades e culturas. + Em sua opinião existem diferenças sociais entre as etnias? Comete. + Qual a origem histórica destas diferenças? Comente.
  3. 3. Para entender o assunto. + As Grandes Navegações portuguesas. O PIONEIRISMO PORTUGUÊS. FATORES: - primeiro Estado Nacional - sua localização geográfica - a escola de Sagres.
  4. 4. PONTOS ALCANCADOS: - 1415 – Ceuta- norte da África - ilhas no Atlântico- Madeira, Cabo verde e São Tomé.- Açores. - costas africanas – construíram feitorias - 1488 – cabo das tormentas(passou a ser chamado de cabo da boa esperança) - 1498 – sob a liderança de Vasco da Gama, chegaram a Calicute, na Índia. Conseguiram alcançar o seu objetivo e passaram a adquiri ouro na África e especiarias nas Índias.
  5. 5. + Chegada às terras brasileiras. - 1500 – Cabral Chega ao Brasil. + Povos indígenas do Brasil. + O encontro com o europeu. + Exploração e colonização.
  6. 6. PERIODO PRÉ-COLONIAL. 1. CONCEITO: - período (1500-30) em que Portugal não se interessa pela efetiva colonização do Brasil em função deste não preencher os seus interesses mercantilistas (metais e comércio).
  7. 7. 2. MOTIVOS DO DESINTERESSE DE PORTUGAL PELA COLONIZAÇÃO: - os portugueses não encontraram, no Brasil, sociedades organizadas com base na produção para mercados. - o Brasil não oferecia metais preciosos nem produtos para o comércio. - a crise demográfica portuguesa. - Portugal estava concentrado em torno do comércio Oriental.
  8. 8. 3. CARACTERÍSTICAS: - durante esse período Portugal limitou-se a enviar para o Brasil expedições de reconhecimento e de defesa e iniciou a extração do pau-brasil.
  9. 9. 4. EXPEDIÇÕES EXPLORADORAS: • Gaspar de Lemos (1501). • Gonçalo Coelho (1503). + objetivos: fazer o reconhecimento geográfico e verificar as possibilidades de exploração econômica da nova terra descoberta. + resultados: denominação dos acidentes geográficos e constatação da existência de pau-brasil.
  10. 10. 5. EXPEDIÇÕES GUARDA-COSTEIRAS: • Cristóvão Jacques (1516-1526). + objetivos: policiar o litoral e expulsar os contrabandistas. Para garantir a defesa da terra, Portugal enviou as expedições guarda-costas. A primeira em 1516 e a segunda, em 1526, ambas comandadas por Cristóvão Jacques, com o objetivo de impedir o contrabando do pau-brasil, que era feito por outros comerciantes europeus, especialmente os franceses. Mas a grande extensão do litoral brasileiro dificultava o policiamento, e as expedições guarda-costas não conseguiram impedir o contrabando. Por isso Cristóvão Jacques notificou ao rei que esse sistema não dava bons resultados. Com o resultado negativo das expedições guarda-costas, as notícias sobre as descobertas de minas de ouro e prata nas colônias espanholas e o declínio do monopólio português das especiarias a partir de 1530, a Coroa portuguesa decidiu-se pela colonização do Brasil.
  11. 11. 6. EXPLORAÇÃO DO PAU-BRASIL: - primeira atividade econômica portuguesa no Brasil: exploração e comércio da madeira de tinturaria. - atividade extrativa, assistemática e predatória. - estanco: uma limitação ao exercício de uma atividade econômica, salvo o seu desempenho pela Coroa ou a quem esta delegasse. monopólio régio - escambo: o corte e o transporte da madeira eram feitos pelos indígenas, que, em troca, recebiam bugigangas. tipo de relação de trabalho onde há troca de serviço/mercadoria por outra mercadoria - feitorias: eram os depósitos que armazenavam as toras de pau-brasil.
  12. 12. + administração colonial. + Capitanias hereditárias. Sem recursos para gastar com armamentos ou soldados que pudessem fazer a proteção das terras, em 1534 o rei de Portugal, Dom João III, tomou a iniciativa de dividir as terras brasileiras em 15 partes, que vieram a se chamar de capitanias hereditárias. Dois documentos fundamentavam a ligação entre Portugal e cada donatário: Carta de Doação: Dava ao donatário a posse hereditária da capitania, informando que após sua morte seus descendentes continuavam a administrá-la, sendo proibida a sua venda. Carta foral : Declarava os direitos e deveres de cada donatário para com as terras.
  13. 13. + Governo Geral. Criação do sistema Em função do desempenho insatisfatório do sistema de Capitanias Hereditárias, D. João III, rei de Portugal resolveu criar o Governo-Geral no Brasil no ano de 1549. Era uma forma de centralizar o poder na colônia e acabar com a desorganização administrativa. Governadores Gerais Os três governadores gerais do Brasil que mais se destacaram foram Tomé de Souza, Duarte da Costa e Mem de Sá.
  14. 14. Resultados Como resultados da implantação deste sistema político-administrativo no Brasil, podemos citar: catequização de indígenas, desenvolvimento agrícola e incentivo à vinda de mão-de-obra escrava africana para as fazendas brasileiras. Este sistema durou até o ano de 1640, quando foi substituído pelo Vice-Reinado.
  15. 15. Questões Propostas: 1 - (Cesgranrio) O início da colonização portuguesa no Brasil, no chamado período "pré-colonial" (1500-1530), foi marcado pelo(a): a) envio de expedições exploratórias do litoral e pelo escambo do pau-brasil; b) plantio e exploração do pau-brasil, associado ao tráfico africano. c) deslocamento, para a América, da estrutura administrativa e militar já experimentada no Oriente; d) fixação de grupos missionários de várias ordens religiosas para catequizar os indígenas; e) implantação da lavoura canavieira, apoiada em capitais holandeses. 2 - (Unirio-RJ) A colonização brasileira no século XVI foi organizada sob duas formas administrativas, Capitanias Hereditárias e Governo-Geral. Assinale a afirmativa que expressa corretamente uma característica desse período. a) As capitanias, mesmo havendo um processo de exploração econômica em algumas delas, garantiram a presença portuguesa na América, apesar das dificuldades financeiras da Coroa. b) As capitanias representavam a transposição para as áreas coloniais das estruturas feudais e aristocráticas europeias. c) As capitanias, sendo empreendimentos privados, favoreceram a transferência de colonos europeus, assegurando a mão de obra necessária à lavoura. d) O governo-geral permitiu a direção da Coroa na produção do açúcar, o que assegurou o rápido povoamento do território. e) O governo-geral extinguiu as donatárias, interrompendo o fluxo de capitais
  16. 16. FELIZ 2014. FIQUEM EM PAZ. Fonte: Fonte: http://www.ftdsistemadeensino.com.br. http://commons.wikimedia.org. http://www.brasilescola.com. http://portaldoprofessor.mec.gov.br. https://www.google.com.br. http://dc359.4shared.com. http://www.estudopratico.com.br

×