SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
A transferência da Corte Portuguesa  e o governo de D. João VI no Brasil (1808-1821)
1. Antecedentes: > As Guerras Napoleônicas e o Bloqueio Continental (1806);
> A “Convenção Secreta”(1807) e a “Fuga”. Napoleão Bonaparte O embarque da Corte Portuguesa (27/novembro/1807)
A travessia do Atlântico levou quase dois meses General Junot
2. As primeiras medidas tomadas pelo príncipe regente D. João ao chegar ao Brasil: > Abertura dos Portos às Nações Amigas (28 de janeiro de 1808); > Revogação do Alvará de 1785; > Criação do Banco do Brasil. Porto do Rio de Janeiro e Paço Imperial (antigo Palácio dos Vice-Reis)
Desembarque da Corte em Salvador Paço Imperial D. Maria I Príncipe regente  D. João Carlota Joaquina
[object Object],Distribuição de títulos de nobreza
3. Outras medidas: > Criação de diversos órgãos públicos (a saber).   Faculdade de Medicina e Anatomia de Salvador
 
Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro
Biblioteca Real, Rio de Janeiro
Os tratados de 1810 com a Inglaterra: > Aliança e Amizade; > Comércio e Navegação. Inglaterra: 15% Portugal: 16% Demais países: 24% Por aqui entravam as mercadorias dos mais diversos países
Observe a diversidade dos produtos importados pelo Brasil no início do séc. XIX Observe o crescimento demográfico da capital da colônia durante a estada da Corte no Brasil.
4. A elevação do Brasil a Reino Unido a Portugal e Algarves (1815) Reunião do Congresso de Viena (1815)
5. Política externa: Campanha do exército português na Guiana Francesa (1809)
Félix Émile-Taunay Jean-Baptiste Debret Ministro Conde da Barca
A aclamação de D. João VI, após a morte de sua mãe, D. Maria I (1816) D. Maria I e D. Pedro III
"Sem grande corte na Corte Não se goza um bem geral; Que o corte é que nos faz bem, A Corte, é quem nos faz mal."  6. Revolução Pernambucana de 1817 O cotidiano do Recife durante a estada da Corte no Brasil
6.1. Principais fatores do movimento:   > A decadência político-econômica do Nordeste;   > A influência do Iluminismo e da Revolução Francesa;   > O aumento da tributação para sustentar o conforto da Corte instalada no Brasil. D. João e Carlota Joaquina Recife, início do séc. XIX Recife, início do séc. XIX
 
Liderança: Cipriano  Barata Manuel de Carvalho Paes de Andrade Frei Caneca Padre Miguelinho
Seminário de Olinda
7. Revolução “liberal” do Porto (1820)   7.1. Principais exigências feitas a D. João VI:   > retorno imediato para Portugal;   > reconhecimento da Constituição (limitação    de seus poderes);   > recolonização do Brasil. Cidade do Porto, 1820 Lord William BERESFORD
A desorganização político-econômica de Portugal na época em que D. João VI se encontrava no Brasil Reunião das Cortes portuguesas após a deposição de Lord Beresford
8. O retorno de D.João VI para Portugal e a Regência de D. Pedro José Bonifácio, Patrono da Independência
> D. Pedro passa a sofrer pressões das Cortes  portuguesas, já que seu retorno seria a condição  “sine que non”  para o projeto de recolonização; > A aristocracia brasileira, que compôs o Partido Brasileiro, articulou-se para segurar D. Pedro no Brasil; 8.2. A divisão do Partido Brasileiro: radicais e conservadores.     Gonçalves Lêdo José Bonifácio
O Dia do “Fico”  9 de janeiro de 1822
“ Independência ou morte!”
Tela de  Renée Moreaux
9. Limites da independência: > Apesar da emancipação política, a estrutura socioeconômica do Brasil permaneceu inalterada, ou seja, o latifúndio agro-exportador e escravista foi mantido de acordo com os anseios da aristocracia; > Permanecemos fiéis à “divisão internacional do trabalho exportando matérias-primas e importando manufaturados. Adam Smith, defensor da liberdade de comércio e da divisão internacional do trabalho

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A ImplantaçãO Do Liberalismo Em Portugal Completo
A ImplantaçãO Do Liberalismo Em Portugal   CompletoA ImplantaçãO Do Liberalismo Em Portugal   Completo
A ImplantaçãO Do Liberalismo Em Portugal Completo
ricardup
 
Revolução liberal portuguesa
Revolução liberal portuguesaRevolução liberal portuguesa
Revolução liberal portuguesa
cattonia
 
A reacção absolutista
A reacção absolutistaA reacção absolutista
A reacção absolutista
Carla Teixeira
 
Revolução liberal portuguesa
Revolução liberal portuguesaRevolução liberal portuguesa
Revolução liberal portuguesa
JennyIII
 
14 moodle revolucao liberal portuguesa cartismo setembrismo
14 moodle revolucao liberal portuguesa cartismo setembrismo14 moodle revolucao liberal portuguesa cartismo setembrismo
14 moodle revolucao liberal portuguesa cartismo setembrismo
Vanessa Jorge
 
O período joanino 1
O período joanino   1O período joanino   1
O período joanino 1
felipe_paes
 
Revolução liberal portuguesa de 1820
Revolução liberal portuguesa de 1820Revolução liberal portuguesa de 1820
Revolução liberal portuguesa de 1820
Joana Filipa Rodrigues
 
A revolução liberal portuguesa aula2 (1)
A revolução liberal portuguesa aula2 (1)A revolução liberal portuguesa aula2 (1)
A revolução liberal portuguesa aula2 (1)
Ligia Eiras
 
Revolução Liberal de 1820
Revolução Liberal de 1820Revolução Liberal de 1820
Revolução Liberal de 1820
ricardup
 

Mais procurados (20)

A ImplantaçãO Do Liberalismo Em Portugal Completo
A ImplantaçãO Do Liberalismo Em Portugal   CompletoA ImplantaçãO Do Liberalismo Em Portugal   Completo
A ImplantaçãO Do Liberalismo Em Portugal Completo
 
Período Joanino e Primeiro Reinado
Período Joanino e Primeiro ReinadoPeríodo Joanino e Primeiro Reinado
Período Joanino e Primeiro Reinado
 
Revolução liberal portuguesa
Revolução liberal portuguesaRevolução liberal portuguesa
Revolução liberal portuguesa
 
A reacção absolutista
A reacção absolutistaA reacção absolutista
A reacção absolutista
 
Revolução liberal de 1820
Revolução liberal de 1820Revolução liberal de 1820
Revolução liberal de 1820
 
A revolução liberal de 1820
A revolução liberal de 1820A revolução liberal de 1820
A revolução liberal de 1820
 
Revolução liberal portuguesa
Revolução liberal portuguesaRevolução liberal portuguesa
Revolução liberal portuguesa
 
O LIBERALISMO
O LIBERALISMOO LIBERALISMO
O LIBERALISMO
 
A Fase de Dom João VI
A Fase de Dom João VIA Fase de Dom João VI
A Fase de Dom João VI
 
14 moodle revolucao liberal portuguesa cartismo setembrismo
14 moodle revolucao liberal portuguesa cartismo setembrismo14 moodle revolucao liberal portuguesa cartismo setembrismo
14 moodle revolucao liberal portuguesa cartismo setembrismo
 
O período joanino 1
O período joanino   1O período joanino   1
O período joanino 1
 
1820 E O Liberalismo
1820 E O Liberalismo1820 E O Liberalismo
1820 E O Liberalismo
 
Revolução de 1820
Revolução de 1820Revolução de 1820
Revolução de 1820
 
6 apresentação periodo joanino estagio
6  apresentação periodo joanino estagio6  apresentação periodo joanino estagio
6 apresentação periodo joanino estagio
 
Revolução liberal portuguesa de1820
Revolução liberal portuguesa de1820Revolução liberal portuguesa de1820
Revolução liberal portuguesa de1820
 
Vintismo
VintismoVintismo
Vintismo
 
Revolução liberal portuguesa de 1820
Revolução liberal portuguesa de 1820Revolução liberal portuguesa de 1820
Revolução liberal portuguesa de 1820
 
A revolução liberal portuguesa aula2 (1)
A revolução liberal portuguesa aula2 (1)A revolução liberal portuguesa aula2 (1)
A revolução liberal portuguesa aula2 (1)
 
Revolução Liberal de 1820
Revolução Liberal de 1820Revolução Liberal de 1820
Revolução Liberal de 1820
 
Capitulo 12
Capitulo 12Capitulo 12
Capitulo 12
 

Semelhante a Brasil transferência da corte

Transferência da corte portuguesa para o brasil
Transferência da corte portuguesa para o brasilTransferência da corte portuguesa para o brasil
Transferência da corte portuguesa para o brasil
Portal do Vestibulando
 
Processo de independência do Brasil
Processo de independência do BrasilProcesso de independência do Brasil
Processo de independência do Brasil
Ana Souza
 
Resumo historia brasil_parte_ii (1)
Resumo historia brasil_parte_ii (1)Resumo historia brasil_parte_ii (1)
Resumo historia brasil_parte_ii (1)
Manaahmaninha12
 
A transferência da corte para o brasil 1808
A transferência da corte para o brasil 1808A transferência da corte para o brasil 1808
A transferência da corte para o brasil 1808
ProfessoresColeguium
 
A Fase de Dom João VI - 2M4/G3
A Fase de Dom João VI - 2M4/G3A Fase de Dom João VI - 2M4/G3
A Fase de Dom João VI - 2M4/G3
marianasloureiro
 
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.pptD. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
ESCOLAMUNICIPALPROFE20
 
A transferência da Corte para o Brasil 1808
A transferência da Corte para o Brasil 1808A transferência da Corte para o Brasil 1808
A transferência da Corte para o Brasil 1808
ProfessoresColeguium
 

Semelhante a Brasil transferência da corte (20)

Transferência da corte portuguesa para o brasil
Transferência da corte portuguesa para o brasilTransferência da corte portuguesa para o brasil
Transferência da corte portuguesa para o brasil
 
Brasil colonia periodo_joanino_resumido
Brasil colonia periodo_joanino_resumidoBrasil colonia periodo_joanino_resumido
Brasil colonia periodo_joanino_resumido
 
Família real no brasil
Família real no brasilFamília real no brasil
Família real no brasil
 
Chegada da Família Real – início do processo de independência do brasil
Chegada da Família Real – início do processo de independência do brasilChegada da Família Real – início do processo de independência do brasil
Chegada da Família Real – início do processo de independência do brasil
 
Processo de independência do Brasil
Processo de independência do BrasilProcesso de independência do Brasil
Processo de independência do Brasil
 
A Corte portuguesa no Brasil o Reino Unido.ppt
A Corte portuguesa no Brasil o Reino Unido.pptA Corte portuguesa no Brasil o Reino Unido.ppt
A Corte portuguesa no Brasil o Reino Unido.ppt
 
A Corte portuguesa ppt.ppt
A Corte portuguesa ppt.pptA Corte portuguesa ppt.ppt
A Corte portuguesa ppt.ppt
 
Resumo historia brasil_parte_ii (1)
Resumo historia brasil_parte_ii (1)Resumo historia brasil_parte_ii (1)
Resumo historia brasil_parte_ii (1)
 
Período Joanino (1808-1821)
Período Joanino (1808-1821)Período Joanino (1808-1821)
Período Joanino (1808-1821)
 
A transferência da corte para o brasil 1808
A transferência da corte para o brasil 1808A transferência da corte para o brasil 1808
A transferência da corte para o brasil 1808
 
AVALIAÇÃO 8 ANO HISTÓRIA 3 BIMESTRE.docx
AVALIAÇÃO 8 ANO HISTÓRIA 3 BIMESTRE.docxAVALIAÇÃO 8 ANO HISTÓRIA 3 BIMESTRE.docx
AVALIAÇÃO 8 ANO HISTÓRIA 3 BIMESTRE.docx
 
A Fase de Dom João VI - 2M4/G3
A Fase de Dom João VI - 2M4/G3A Fase de Dom João VI - 2M4/G3
A Fase de Dom João VI - 2M4/G3
 
A fr no brasil e a independência
A fr no brasil e a independênciaA fr no brasil e a independência
A fr no brasil e a independência
 
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.pptD. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
 
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.pptD. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
D. João VI no Brasil – Início do Processo de Independência do Brasil.ppt
 
A transferência da Corte para o Brasil 1808
A transferência da Corte para o Brasil 1808A transferência da Corte para o Brasil 1808
A transferência da Corte para o Brasil 1808
 
Processo de independência do brasil
Processo de independência do brasilProcesso de independência do brasil
Processo de independência do brasil
 
Brasil independencia e constituicao 1824
Brasil independencia e constituicao 1824 Brasil independencia e constituicao 1824
Brasil independencia e constituicao 1824
 
Brasil independencia e constituicao 1824
Brasil independencia e constituicao 1824 Brasil independencia e constituicao 1824
Brasil independencia e constituicao 1824
 
Independência do Brasil - Aula 1,2 e 3
Independência do Brasil - Aula 1,2 e 3Independência do Brasil - Aula 1,2 e 3
Independência do Brasil - Aula 1,2 e 3
 

Mais de Carlos Zaranza

O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiroO ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
Carlos Zaranza
 
História do cinema brasileiro - apostila
História do cinema brasileiro -  apostilaHistória do cinema brasileiro -  apostila
História do cinema brasileiro - apostila
Carlos Zaranza
 
História da Música Brasileira
História da Música BrasileiraHistória da Música Brasileira
História da Música Brasileira
Carlos Zaranza
 

Mais de Carlos Zaranza (20)

O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiroO ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
 
O movimento abolicionista durante o império brasileiro
O movimento abolicionista durante o império brasileiroO movimento abolicionista durante o império brasileiro
O movimento abolicionista durante o império brasileiro
 
Retrabalho Inove 2018
Retrabalho Inove 2018Retrabalho Inove 2018
Retrabalho Inove 2018
 
Império Carolíngio - os francos
Império Carolíngio -  os francosImpério Carolíngio -  os francos
Império Carolíngio - os francos
 
Sociedade mineradora
Sociedade mineradoraSociedade mineradora
Sociedade mineradora
 
Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016
Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016
Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016
 
Africanos no Brasil - dominação e resistência
Africanos no Brasil - dominação e resistênciaAfricanos no Brasil - dominação e resistência
Africanos no Brasil - dominação e resistência
 
8 ano 2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
8 ano  2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas8 ano  2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
8 ano 2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
 
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
 
Revolução industrial texto de aprofundamento
Revolução industrial   texto de aprofundamentoRevolução industrial   texto de aprofundamento
Revolução industrial texto de aprofundamento
 
Revolução industrial texto de aprofundamento
Revolução industrial   texto de aprofundamentoRevolução industrial   texto de aprofundamento
Revolução industrial texto de aprofundamento
 
Revolução industrial atividade revisão
Revolução industrial   atividade revisãoRevolução industrial   atividade revisão
Revolução industrial atividade revisão
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
4 bim ativ interventiva - gabarito
4 bim ativ interventiva - gabarito4 bim ativ interventiva - gabarito
4 bim ativ interventiva - gabarito
 
História do cinema brasileiro - apostila
História do cinema brasileiro -  apostilaHistória do cinema brasileiro -  apostila
História do cinema brasileiro - apostila
 
Cinema brasileiro
Cinema brasileiroCinema brasileiro
Cinema brasileiro
 
Desenrolando o Egito
Desenrolando o EgitoDesenrolando o Egito
Desenrolando o Egito
 
História da Música Brasileira
História da Música BrasileiraHistória da Música Brasileira
História da Música Brasileira
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia
Mesopotamia
 
Ariano Suassuna
Ariano SuassunaAriano Suassuna
Ariano Suassuna
 

Brasil transferência da corte

  • 1. A transferência da Corte Portuguesa e o governo de D. João VI no Brasil (1808-1821)
  • 2. 1. Antecedentes: > As Guerras Napoleônicas e o Bloqueio Continental (1806);
  • 3. > A “Convenção Secreta”(1807) e a “Fuga”. Napoleão Bonaparte O embarque da Corte Portuguesa (27/novembro/1807)
  • 4. A travessia do Atlântico levou quase dois meses General Junot
  • 5. 2. As primeiras medidas tomadas pelo príncipe regente D. João ao chegar ao Brasil: > Abertura dos Portos às Nações Amigas (28 de janeiro de 1808); > Revogação do Alvará de 1785; > Criação do Banco do Brasil. Porto do Rio de Janeiro e Paço Imperial (antigo Palácio dos Vice-Reis)
  • 6. Desembarque da Corte em Salvador Paço Imperial D. Maria I Príncipe regente D. João Carlota Joaquina
  • 7.
  • 8. 3. Outras medidas: > Criação de diversos órgãos públicos (a saber). Faculdade de Medicina e Anatomia de Salvador
  • 9.  
  • 10. Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro
  • 11. Biblioteca Real, Rio de Janeiro
  • 12. Os tratados de 1810 com a Inglaterra: > Aliança e Amizade; > Comércio e Navegação. Inglaterra: 15% Portugal: 16% Demais países: 24% Por aqui entravam as mercadorias dos mais diversos países
  • 13. Observe a diversidade dos produtos importados pelo Brasil no início do séc. XIX Observe o crescimento demográfico da capital da colônia durante a estada da Corte no Brasil.
  • 14. 4. A elevação do Brasil a Reino Unido a Portugal e Algarves (1815) Reunião do Congresso de Viena (1815)
  • 15. 5. Política externa: Campanha do exército português na Guiana Francesa (1809)
  • 16. Félix Émile-Taunay Jean-Baptiste Debret Ministro Conde da Barca
  • 17. A aclamação de D. João VI, após a morte de sua mãe, D. Maria I (1816) D. Maria I e D. Pedro III
  • 18. "Sem grande corte na Corte Não se goza um bem geral; Que o corte é que nos faz bem, A Corte, é quem nos faz mal." 6. Revolução Pernambucana de 1817 O cotidiano do Recife durante a estada da Corte no Brasil
  • 19. 6.1. Principais fatores do movimento: > A decadência político-econômica do Nordeste; > A influência do Iluminismo e da Revolução Francesa; > O aumento da tributação para sustentar o conforto da Corte instalada no Brasil. D. João e Carlota Joaquina Recife, início do séc. XIX Recife, início do séc. XIX
  • 20.  
  • 21. Liderança: Cipriano Barata Manuel de Carvalho Paes de Andrade Frei Caneca Padre Miguelinho
  • 23. 7. Revolução “liberal” do Porto (1820) 7.1. Principais exigências feitas a D. João VI: > retorno imediato para Portugal; > reconhecimento da Constituição (limitação de seus poderes); > recolonização do Brasil. Cidade do Porto, 1820 Lord William BERESFORD
  • 24. A desorganização político-econômica de Portugal na época em que D. João VI se encontrava no Brasil Reunião das Cortes portuguesas após a deposição de Lord Beresford
  • 25. 8. O retorno de D.João VI para Portugal e a Regência de D. Pedro José Bonifácio, Patrono da Independência
  • 26. > D. Pedro passa a sofrer pressões das Cortes portuguesas, já que seu retorno seria a condição “sine que non” para o projeto de recolonização; > A aristocracia brasileira, que compôs o Partido Brasileiro, articulou-se para segurar D. Pedro no Brasil; 8.2. A divisão do Partido Brasileiro: radicais e conservadores. Gonçalves Lêdo José Bonifácio
  • 27. O Dia do “Fico” 9 de janeiro de 1822
  • 29. Tela de Renée Moreaux
  • 30. 9. Limites da independência: > Apesar da emancipação política, a estrutura socioeconômica do Brasil permaneceu inalterada, ou seja, o latifúndio agro-exportador e escravista foi mantido de acordo com os anseios da aristocracia; > Permanecemos fiéis à “divisão internacional do trabalho exportando matérias-primas e importando manufaturados. Adam Smith, defensor da liberdade de comércio e da divisão internacional do trabalho