SlideShare uma empresa Scribd logo
Estrutura interna da terra, dinâmica das
placas tectônicas e estrutura geológica
                                    João F. Tojal




     Colégio Adventista de Maceió
Terremotos e vulcões são
manifestações da crosta
A estrutura interna da terra é representada em modelos baseados em dois critérios




          Composição                                           Propriedades
          química                                              físicas
Composição química Modelo baseado na composição
                    dos materiais do interior da terra
Densidade    Composição     Composição   Profundidade (km)
                 (g/cm³)                     química


Crosta           2,7          Granítica      Silício e    25 a 70 km
                              Rochas mais    alumínio
continental                   antigas

Crosta           2,9          Basáltica      Silício e    6 a 12 km
                              Rochas         magnésio
oceânica                      vulcânicas
                              Mais jovem

Manto            3,3 a 4,3    peridotítica   Ferro e      670 km
                                             magnésio
superior
Manto inferior   4,6 a 5,7                                2900 km

Núcleo           9,4 a 11,5   Metalíca       Ferro e      4980 km
                                             níquel
externo
Núcleo interno 14 a 17                                    5120 km
Composição física (modelo estático)
 baseado nas propriedades físicas dos materiais, na rigidez dos materiais do
                              interior da terra
Estado físico                      Profundidade (km)


Litosfera             Sólido                             41 km áreas oceânicas
                                                         300 km regiões continentais

Astenosfera           Parcialmente líquida (rochas       350 km
                      próximas ao estado de fúsão)
Mesosfera             Sólida (altas pressões             2900 km
                      compensam as altas
                      temperaturas, as rochas são mais
                      resistentes)
Endosfera   N.      Líquido                              2270 km
            externo
            N.        Sólido                             1300 km
            interno
Teoria da Deriva Continental
Alfred Wegener (1915)
Terra não é estática
Massas continentais se ajustam como
um grande quebra-cabeça
Supercontinente
Fundamentou sua hipótese em diversos dados
Dados paleológicos, geológicos e paleontoclimáticos




        Ilustração feita pelo geógrafo Antonio Snider-Pellegrini, em 1858, ilustrando a
             justaposição das margens africana e americana do Oceano Atlântico.
Dados paleológicos
Semelhanças de faunas e de flora antigas em regiões hoje separadas por
oceanos
Dados geológicos
Cadeias montanhosas adquirem perfeita continuidade quando se juntam
(cadeias na Argentina e na África do Sul)
Dados paleontoclimáticos
Vestígios de glaciares em continentes com clima tropical (sul),possivelmente
estavam mais próximos da Antártida
Como Wegener não podia provar como ocorreu o movimento
que provocava o movimento e a fragmentação essa teoria foi
esquecida e até ridicularizada

       "Poucas pessoas podem ter acreditado, e
         muitas não. Mas essas pessoas não
      importam. O que importa é que o mundo já
        se juntou, e daqui a milhões de anos se
          juntará novamente, formando outra
                       pangeia."
Corrente de convecção
Harry Hess (1962)
As temperaturas do manto pode promover a movimentação das placas
Elevação dos materiais que o constituem
Atingem regiões próximas da crosta esfriam
Deslizam lateralmente voltando ao manto
Correntes contínuas
Principio da Isostasia
As áreas continentais flutuam sobre
um manto de material mais denso
Soerguimento ou subsidência do
relevo superficial causa o efeito inverso
na base da crosta
Teoria da tectônica de placas
Verificação do fato de que o assoalho oceânico é jovem
Aparecimento da hipótese do afastamento do assoalho oceânico
e consequente reciclagem da crosta oceânica
Comprovação científica da distribuição de terremotos e
vulcanismo ao longo de trincheiras oceânicas e cadeias de
montes submarinos
Litosfera é dividida
por placas e deslizam
por razão causa das
correntes convecção
Tipos básicos de movimentos de placa
Divergentes, convergentes e transformantes
Divergentes
ocorre a movimentação das placas em direções opostas, nestas
regiões há formação de novas rochas que empurram as antigas
Oceano são as Dorsais meso-oceânicas pois também formam
cadeias montanhosas no fundo dos oceanos.
Convergentes
as placas movem se uma em direção a outra, provocando choques que
originam tremores
Colisão de duas placas oceânicas
Uma placa mergulha em plano inclinado sob a outra,
provocando uma depressão ou fossa zona de subducção
Colisão de uma placa oceânica com uma placa continental
Placa oceânica menos espessa mergulha sob a placa continental
Cria cadeia de montanhas em sua margem
Colisão de duas placas continentais (Obducção)
Espessura e densidade parecidas
Mergulho é dificultado
Compressão
Transformantes
Placas deslizam horizontalmente
Forte atividade sísmica
Crosta não é destruída nem produzida
ESTRUTURAS GEOLÓGICAS


        Corresponde à base rochosa sobre a qual
            se assentam as formas de relevo




    Escudos           Dobramentos           Bacias
   cristalinos         modernos          sedimentares



 Essas estruturas são caracterizadas pelos tipos de rochas
predominantes, pelo seu processo de formação e pelo tempo
                geológico em que surgiram
ESCUDOS CRISTALINOS
 Pré-cambriana
 Rochas cristalinas e metamórficas antigas
 Mais atingidos pelos processos erosivos
 Abrigam reservas de minerais metálicos, minério de ferro,
  ouro, manganês, bauxita, cassiterita
BACIAS SEDIMENTARES
 Era paleozoica, mesozoica e cenozoica
 Áreas côncavas existentes no embasamento cristalino
 Recoberto por sedimentos transportados e depositados
  (deposição continental, marinha e glacial)
 Podem ocupar 75% das superfícies e ultrapassar 5000
  metros de espessura
 Combustíveis fósseis, minerais metálicos e não metálicos
DOBRAMENTOS
MODERNOS
 Período terciário do
  cenozoico
 Terrenos mais recentes
 Origem no entrechoque de
  placas em recentes
  acomodações tectônicas
 Instáveis, predominam
  intensa atividade sísmica e
  vulcânica
 Andes, montanhas
  rochosas e serra nevada,
  himalaia, atlas e alpes
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
Centro da placa tectônica Sul-Americana

Formada por escudos cristalinos (cratóns) e as bacias
sedimentares
BRASILterrenos cristalinos
36% da área territorial

                Escudos das Guianas e
                   escudo Brasileiro

Rochas magmáticas intrusivas e metamórficas

Principais jazidas de minerais metálicos, Quadrilatero Ferrífero
(MG), da Serra dos Carajás (PA), do Maciço do Urucum (MS),
Manganês na Serra do Navio (AP), Bauxita em Oriximiná (PA)
e da Cassiterita de Rondônia
BRASILbacias sedimentares
64% da área total do território brasileiro
Presença de recursos minerais energéticos,
petróleo e carvão
Bacias Amazônica, Meio-Norte, Paraná, São
Francisco e do Pantanal Mato-Grossense
As rochas sofrem erosão e seus sedimentos são
transportados e depositados em algum lugar, podendo se
transformar em novas rochas
                             Intemperismo
                                 Erosão
                               Transporte
                             Sedimentação
                              diagêneses
                                                                Rochas
  Rochas Ígneas
                                                              Sedimentares
                                            Intemperismo
                                            Erosão
                                            Transporte
                  fusão                     Sedimentação
                                            diagêneses


  metamorfismo                                             metamorfismo



                            Rochas
                          Metamórficas
Rochas magmáticas ou ígneas
Consolidação e cristalização do magma
Base dos continentes

        INTRUSIVAS ou PLUTÔNICAS
        Como se formam no interior da crosta, são rochas que
        se resfriam lentamente.

Tipos

        EXTRUSIVA OU VULCÂNICA
        Formam-se na superfície do planeta.
Rochas sedimentares
São compostas de sedimentos transportados pela água e pelo
vento, podem ser divididas em:

    Clásticas ou detríticas
    São formadas pela agregação e fragmentos de outras rochas,
    ou seja, formadas por materiais minerais de outras rochas
    Arenito, argilito

    Orgânicas
    São formadas a partir da agregação de materiais orgânicos
    Carvão mineral e o betume

    Química
    Formada por sedimentos cujas estruturas forma modificadas a
    partir de reações químicas
    Sal-gema
Rochas metamórficas
Surgem quando as altas temperaturas e pressões do interior
da terra atuam em qualquer outro tipo de rocha, alterando sua
constituição

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tectonica Placas
Tectonica PlacasTectonica Placas
Tectonica Placas
Sérgio Luiz
 
Tectonismo e Vulcanismo - 6º Ano (2018)
Tectonismo e Vulcanismo -  6º Ano (2018)Tectonismo e Vulcanismo -  6º Ano (2018)
Tectonismo e Vulcanismo - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
Geosfera: Dinâmica interna e interna da Terra
Geosfera: Dinâmica interna e interna da TerraGeosfera: Dinâmica interna e interna da Terra
Geosfera: Dinâmica interna e interna da Terra
Eliena Leal
 
Os países emergentes no cenário mundial
Os países emergentes no cenário mundialOs países emergentes no cenário mundial
Os países emergentes no cenário mundial
CentroEducacionalPeq
 
18 03 estrutura geologica do brasil
18 03 estrutura geologica do brasil18 03 estrutura geologica do brasil
18 03 estrutura geologica do brasil
Fernanda Lopes
 
Formação e modelagem do relevo
Formação e modelagem do relevoFormação e modelagem do relevo
Formação e modelagem do relevo
Prof. Francesco Torres
 
Tectonica global - Geologia
Tectonica global - GeologiaTectonica global - Geologia
Tectonica global - Geologia
Diego Leite
 
As placas tectônicas
As placas tectônicas As placas tectônicas
As placas tectônicas
João Monteiro
 
Introdução à geomorfologia aula 1
Introdução à geomorfologia aula 1Introdução à geomorfologia aula 1
Introdução à geomorfologia aula 1
Dione DO Nascimento Oliveira
 
Climas do-brasil
Climas do-brasilClimas do-brasil
Climas do-brasil
Stéfano Silveira
 
3 estrutural-bacias sedimentares [compatibility mode]
3 estrutural-bacias sedimentares [compatibility mode]3 estrutural-bacias sedimentares [compatibility mode]
3 estrutural-bacias sedimentares [compatibility mode]
Victoria Dias
 
Circulação Atmosférica
Circulação AtmosféricaCirculação Atmosférica
Circulação Atmosférica
Amália Beims
 
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
elves0927
 
II - DERIVA CONTINENTAL
II - DERIVA CONTINENTALII - DERIVA CONTINENTAL
II - DERIVA CONTINENTAL
sandranascimento
 
Ciencias definicao e classificacao dos tipos diferentes de rochas
Ciencias  definicao e classificacao dos tipos diferentes de rochasCiencias  definicao e classificacao dos tipos diferentes de rochas
Ciencias definicao e classificacao dos tipos diferentes de rochas
Gustavo Soares
 
BioGeo11-princípios de estratigrafia
BioGeo11-princípios de estratigrafiaBioGeo11-princípios de estratigrafia
BioGeo11-princípios de estratigrafia
Rita Rainho
 
Geomorfologia geral e do brasil
Geomorfologia geral e do brasilGeomorfologia geral e do brasil
Geomorfologia geral e do brasil
Italo Alan
 
Estrutura Interna Da Terra
Estrutura Interna Da TerraEstrutura Interna Da Terra
Estrutura Interna Da Terra
Sérgio Luiz
 
Estruturas geológicas
Estruturas geológicasEstruturas geológicas
Estruturas geológicas
João José Ferreira Tojal
 
Litosfera
LitosferaLitosfera

Mais procurados (20)

Tectonica Placas
Tectonica PlacasTectonica Placas
Tectonica Placas
 
Tectonismo e Vulcanismo - 6º Ano (2018)
Tectonismo e Vulcanismo -  6º Ano (2018)Tectonismo e Vulcanismo -  6º Ano (2018)
Tectonismo e Vulcanismo - 6º Ano (2018)
 
Geosfera: Dinâmica interna e interna da Terra
Geosfera: Dinâmica interna e interna da TerraGeosfera: Dinâmica interna e interna da Terra
Geosfera: Dinâmica interna e interna da Terra
 
Os países emergentes no cenário mundial
Os países emergentes no cenário mundialOs países emergentes no cenário mundial
Os países emergentes no cenário mundial
 
18 03 estrutura geologica do brasil
18 03 estrutura geologica do brasil18 03 estrutura geologica do brasil
18 03 estrutura geologica do brasil
 
Formação e modelagem do relevo
Formação e modelagem do relevoFormação e modelagem do relevo
Formação e modelagem do relevo
 
Tectonica global - Geologia
Tectonica global - GeologiaTectonica global - Geologia
Tectonica global - Geologia
 
As placas tectônicas
As placas tectônicas As placas tectônicas
As placas tectônicas
 
Introdução à geomorfologia aula 1
Introdução à geomorfologia aula 1Introdução à geomorfologia aula 1
Introdução à geomorfologia aula 1
 
Climas do-brasil
Climas do-brasilClimas do-brasil
Climas do-brasil
 
3 estrutural-bacias sedimentares [compatibility mode]
3 estrutural-bacias sedimentares [compatibility mode]3 estrutural-bacias sedimentares [compatibility mode]
3 estrutural-bacias sedimentares [compatibility mode]
 
Circulação Atmosférica
Circulação AtmosféricaCirculação Atmosférica
Circulação Atmosférica
 
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
Biomas do brasil (Prof° Elves Alves)
 
II - DERIVA CONTINENTAL
II - DERIVA CONTINENTALII - DERIVA CONTINENTAL
II - DERIVA CONTINENTAL
 
Ciencias definicao e classificacao dos tipos diferentes de rochas
Ciencias  definicao e classificacao dos tipos diferentes de rochasCiencias  definicao e classificacao dos tipos diferentes de rochas
Ciencias definicao e classificacao dos tipos diferentes de rochas
 
BioGeo11-princípios de estratigrafia
BioGeo11-princípios de estratigrafiaBioGeo11-princípios de estratigrafia
BioGeo11-princípios de estratigrafia
 
Geomorfologia geral e do brasil
Geomorfologia geral e do brasilGeomorfologia geral e do brasil
Geomorfologia geral e do brasil
 
Estrutura Interna Da Terra
Estrutura Interna Da TerraEstrutura Interna Da Terra
Estrutura Interna Da Terra
 
Estruturas geológicas
Estruturas geológicasEstruturas geológicas
Estruturas geológicas
 
Litosfera
LitosferaLitosfera
Litosfera
 

Destaque

TERRA - Estrutura Geologica
TERRA - Estrutura GeologicaTERRA - Estrutura Geologica
TERRA - Estrutura Geologica
João José Ferreira Tojal
 
Estrutura interna da terra
Estrutura interna da terraEstrutura interna da terra
Estrutura interna da terra
catiacsantos
 
Dinmica interna da terra - Vulcanismo
Dinmica interna da terra - VulcanismoDinmica interna da terra - Vulcanismo
Dinmica interna da terra - Vulcanismo
Leonardo Alves
 
Dinâmica interna da terra
Dinâmica interna da terraDinâmica interna da terra
Dinâmica interna da terra
s1lv1alouro
 
Estrutura Interna da Terra
Estrutura Interna da TerraEstrutura Interna da Terra
Estrutura Interna da Terra
Maria Margarida Rodrigues
 
Estrutura da Terra
Estrutura da TerraEstrutura da Terra
Estrutura da Terra
Débora Sales
 
Estrutura Geologica
Estrutura GeologicaEstrutura Geologica
Estrutura Geologica
Ademir Aquino
 
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizadoEstrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Jones Godinho
 
Estrutura Interna Da Terra
Estrutura Interna Da TerraEstrutura Interna Da Terra
Estrutura Interna Da Terra
Tânia Reis
 
Processos internos e externos responsáveis por mudanças na
Processos internos e externos responsáveis por mudanças naProcessos internos e externos responsáveis por mudanças na
Processos internos e externos responsáveis por mudanças na
Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto
 
Terra estrutura geológica i
Terra   estrutura geológica iTerra   estrutura geológica i
Terra estrutura geológica i
João José Ferreira Tojal
 
Udii 1 estrut dinam_terra
Udii 1 estrut dinam_terraUdii 1 estrut dinam_terra
Udii 1 estrut dinam_terra
Péricles Penuel
 
Modelos da estrutura interna da Terra....
Modelos da estrutura interna da Terra....Modelos da estrutura interna da Terra....
Modelos da estrutura interna da Terra....
Gabriela Bruno
 
A dinâmica da terra a formação do relevo e suas formas
A dinâmica da terra   a formação do relevo e suas formasA dinâmica da terra   a formação do relevo e suas formas
A dinâmica da terra a formação do relevo e suas formas
Wesley Torres
 
Ciências naturais 7 história da terra - escala do tempo geológico
Ciências naturais 7   história da terra - escala do tempo geológicoCiências naturais 7   história da terra - escala do tempo geológico
Ciências naturais 7 história da terra - escala do tempo geológico
Nuno Correia
 
Estrutura geológica
Estrutura geológicaEstrutura geológica
Estrutura geológica
João José Ferreira Tojal
 
Camadas da Terra
Camadas da TerraCamadas da Terra
Camadas da Terra
maria brito
 
A formação da terra
A formação da terraA formação da terra
A formação da terra
Professor
 
Estrutura interna terra
Estrutura interna terraEstrutura interna terra
Estrutura interna terra
Duarte Diogo
 
Aula 2 origem dos solos
Aula 2 origem dos solosAula 2 origem dos solos
Aula 2 origem dos solos
karolpoa
 

Destaque (20)

TERRA - Estrutura Geologica
TERRA - Estrutura GeologicaTERRA - Estrutura Geologica
TERRA - Estrutura Geologica
 
Estrutura interna da terra
Estrutura interna da terraEstrutura interna da terra
Estrutura interna da terra
 
Dinmica interna da terra - Vulcanismo
Dinmica interna da terra - VulcanismoDinmica interna da terra - Vulcanismo
Dinmica interna da terra - Vulcanismo
 
Dinâmica interna da terra
Dinâmica interna da terraDinâmica interna da terra
Dinâmica interna da terra
 
Estrutura Interna da Terra
Estrutura Interna da TerraEstrutura Interna da Terra
Estrutura Interna da Terra
 
Estrutura da Terra
Estrutura da TerraEstrutura da Terra
Estrutura da Terra
 
Estrutura Geologica
Estrutura GeologicaEstrutura Geologica
Estrutura Geologica
 
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizadoEstrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
 
Estrutura Interna Da Terra
Estrutura Interna Da TerraEstrutura Interna Da Terra
Estrutura Interna Da Terra
 
Processos internos e externos responsáveis por mudanças na
Processos internos e externos responsáveis por mudanças naProcessos internos e externos responsáveis por mudanças na
Processos internos e externos responsáveis por mudanças na
 
Terra estrutura geológica i
Terra   estrutura geológica iTerra   estrutura geológica i
Terra estrutura geológica i
 
Udii 1 estrut dinam_terra
Udii 1 estrut dinam_terraUdii 1 estrut dinam_terra
Udii 1 estrut dinam_terra
 
Modelos da estrutura interna da Terra....
Modelos da estrutura interna da Terra....Modelos da estrutura interna da Terra....
Modelos da estrutura interna da Terra....
 
A dinâmica da terra a formação do relevo e suas formas
A dinâmica da terra   a formação do relevo e suas formasA dinâmica da terra   a formação do relevo e suas formas
A dinâmica da terra a formação do relevo e suas formas
 
Ciências naturais 7 história da terra - escala do tempo geológico
Ciências naturais 7   história da terra - escala do tempo geológicoCiências naturais 7   história da terra - escala do tempo geológico
Ciências naturais 7 história da terra - escala do tempo geológico
 
Estrutura geológica
Estrutura geológicaEstrutura geológica
Estrutura geológica
 
Camadas da Terra
Camadas da TerraCamadas da Terra
Camadas da Terra
 
A formação da terra
A formação da terraA formação da terra
A formação da terra
 
Estrutura interna terra
Estrutura interna terraEstrutura interna terra
Estrutura interna terra
 
Aula 2 origem dos solos
Aula 2 origem dos solosAula 2 origem dos solos
Aula 2 origem dos solos
 

Semelhante a Estrutura interna da terra e dinâmica das placas

Litosfera
LitosferaLitosfera
Trabalho Geologia geral [2]
Trabalho Geologia geral [2]Trabalho Geologia geral [2]
Trabalho Geologia geral [2]
Marcelo Lois
 
3 tectónica de placas
3   tectónica de placas3   tectónica de placas
3 tectónica de placas
margaridabt
 
Crosta terrestre
Crosta terrestreCrosta terrestre
Crosta terrestre
Roberta Sumar
 
Geo sagrada 1 ano
Geo sagrada 1 anoGeo sagrada 1 ano
Geo sagrada 1 ano
Jose Luiz de Oliveira
 
Estrutura da terra
Estrutura da terraEstrutura da terra
Estrutura da terra
profleofonseca
 
1- estrutura-da-terra-e-agentes-internos-ok (2).pptx
1- estrutura-da-terra-e-agentes-internos-ok (2).pptx1- estrutura-da-terra-e-agentes-internos-ok (2).pptx
1- estrutura-da-terra-e-agentes-internos-ok (2).pptx
ROGERDAUTRYPRAXEDES
 
Litosfera 110419124325-phpapp02
Litosfera 110419124325-phpapp02Litosfera 110419124325-phpapp02
Litosfera 110419124325-phpapp02
Regis Barbosa Batista
 
Dinâmicas Internas do Planeta Terra
Dinâmicas Internas do Planeta TerraDinâmicas Internas do Planeta Terra
Dinâmicas Internas do Planeta Terra
espacoaberto
 
Dinâmica da crosta terrestre
Dinâmica da  crosta terrestreDinâmica da  crosta terrestre
Dinâmica da crosta terrestre
vitor moraes ribeiro
 
10th Estrutura da terra
10th Estrutura da terra10th Estrutura da terra
10th Estrutura da terra
rodrigo_miranda
 
Geologia, geomorfologia e estrutura do relevo mundial e brasileiro phn
Geologia, geomorfologia e estrutura do relevo mundial e brasileiro phnGeologia, geomorfologia e estrutura do relevo mundial e brasileiro phn
Geologia, geomorfologia e estrutura do relevo mundial e brasileiro phn
Paulo Henrique Netinho
 
temas12e3geologia.doc
temas12e3geologia.doctemas12e3geologia.doc
temas12e3geologia.doc
cliapinheiro4
 
Planeta terra Turmas (11 e 12)
Planeta terra Turmas (11 e 12)Planeta terra Turmas (11 e 12)
Planeta terra Turmas (11 e 12)
Jose Luiz de Oliveira
 
Estrutura interna da terra 2013
Estrutura interna da terra 2013Estrutura interna da terra 2013
Estrutura interna da terra 2013
João José Ferreira Tojal
 
Aula geomorfologia e geologia
Aula geomorfologia e geologiaAula geomorfologia e geologia
Aula geomorfologia e geologia
Italo Alan
 
Margens oceanicass
Margens oceanicassMargens oceanicass
Margens oceanicass
Guachaarmando Paulo
 
Estruturas geologicas
Estruturas geologicasEstruturas geologicas
Estruturas geologicas
Ricardo William
 
Rochas
RochasRochas
geografia origem do mundo
geografia origem do mundogeografia origem do mundo
geografia origem do mundo
Lanna Hyuuga
 

Semelhante a Estrutura interna da terra e dinâmica das placas (20)

Litosfera
LitosferaLitosfera
Litosfera
 
Trabalho Geologia geral [2]
Trabalho Geologia geral [2]Trabalho Geologia geral [2]
Trabalho Geologia geral [2]
 
3 tectónica de placas
3   tectónica de placas3   tectónica de placas
3 tectónica de placas
 
Crosta terrestre
Crosta terrestreCrosta terrestre
Crosta terrestre
 
Geo sagrada 1 ano
Geo sagrada 1 anoGeo sagrada 1 ano
Geo sagrada 1 ano
 
Estrutura da terra
Estrutura da terraEstrutura da terra
Estrutura da terra
 
1- estrutura-da-terra-e-agentes-internos-ok (2).pptx
1- estrutura-da-terra-e-agentes-internos-ok (2).pptx1- estrutura-da-terra-e-agentes-internos-ok (2).pptx
1- estrutura-da-terra-e-agentes-internos-ok (2).pptx
 
Litosfera 110419124325-phpapp02
Litosfera 110419124325-phpapp02Litosfera 110419124325-phpapp02
Litosfera 110419124325-phpapp02
 
Dinâmicas Internas do Planeta Terra
Dinâmicas Internas do Planeta TerraDinâmicas Internas do Planeta Terra
Dinâmicas Internas do Planeta Terra
 
Dinâmica da crosta terrestre
Dinâmica da  crosta terrestreDinâmica da  crosta terrestre
Dinâmica da crosta terrestre
 
10th Estrutura da terra
10th Estrutura da terra10th Estrutura da terra
10th Estrutura da terra
 
Geologia, geomorfologia e estrutura do relevo mundial e brasileiro phn
Geologia, geomorfologia e estrutura do relevo mundial e brasileiro phnGeologia, geomorfologia e estrutura do relevo mundial e brasileiro phn
Geologia, geomorfologia e estrutura do relevo mundial e brasileiro phn
 
temas12e3geologia.doc
temas12e3geologia.doctemas12e3geologia.doc
temas12e3geologia.doc
 
Planeta terra Turmas (11 e 12)
Planeta terra Turmas (11 e 12)Planeta terra Turmas (11 e 12)
Planeta terra Turmas (11 e 12)
 
Estrutura interna da terra 2013
Estrutura interna da terra 2013Estrutura interna da terra 2013
Estrutura interna da terra 2013
 
Aula geomorfologia e geologia
Aula geomorfologia e geologiaAula geomorfologia e geologia
Aula geomorfologia e geologia
 
Margens oceanicass
Margens oceanicassMargens oceanicass
Margens oceanicass
 
Estruturas geologicas
Estruturas geologicasEstruturas geologicas
Estruturas geologicas
 
Rochas
RochasRochas
Rochas
 
geografia origem do mundo
geografia origem do mundogeografia origem do mundo
geografia origem do mundo
 

Mais de João José Ferreira Tojal

Oriente Medio
Oriente MedioOriente Medio
China e Índia - os dois gigantes asiáticos
China e Índia -  os dois gigantes asiáticosChina e Índia -  os dois gigantes asiáticos
China e Índia - os dois gigantes asiáticos
João José Ferreira Tojal
 
Africa Subsaariana
Africa SubsaarianaAfrica Subsaariana
Africa Subsaariana
João José Ferreira Tojal
 
Industria
IndustriaIndustria
Energia
EnergiaEnergia
Agricultura
AgriculturaAgricultura
Transportes
TransportesTransportes
Teorias demograficas geo
Teorias demograficas geoTeorias demograficas geo
Teorias demograficas geo
João José Ferreira Tojal
 
Formação e desmembramento da urss
Formação e desmembramento da urssFormação e desmembramento da urss
Formação e desmembramento da urss
João José Ferreira Tojal
 
Europa - localização e aspectos naturais I
Europa - localização e aspectos naturais IEuropa - localização e aspectos naturais I
Europa - localização e aspectos naturais I
João José Ferreira Tojal
 
Asia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturaisAsia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturais
João José Ferreira Tojal
 
Africa - um continente pobre e cobiçado
Africa - um continente pobre e cobiçadoAfrica - um continente pobre e cobiçado
Africa - um continente pobre e cobiçado
João José Ferreira Tojal
 
Recursos minerais do brasil - I
Recursos minerais do brasil - IRecursos minerais do brasil - I
Recursos minerais do brasil - I
João José Ferreira Tojal
 
Coberturas vegetais do planeta e do brasil
Coberturas vegetais do planeta e do brasilCoberturas vegetais do planeta e do brasil
Coberturas vegetais do planeta e do brasil
João José Ferreira Tojal
 
Massas de Ar e Climas do Brasil
Massas de Ar e Climas do BrasilMassas de Ar e Climas do Brasil
Massas de Ar e Climas do Brasil
João José Ferreira Tojal
 
Globalização e blocos econômicos
Globalização e blocos econômicosGlobalização e blocos econômicos
Globalização e blocos econômicos
João José Ferreira Tojal
 
Estrutura geológica
Estrutura geológicaEstrutura geológica
Estrutura geológica
João José Ferreira Tojal
 
Climatologia - Atmosfera e sua dinamica
Climatologia - Atmosfera e sua dinamicaClimatologia - Atmosfera e sua dinamica
Climatologia - Atmosfera e sua dinamica
João José Ferreira Tojal
 
Relevo do brasil
Relevo do brasilRelevo do brasil
Relevo do brasil
João José Ferreira Tojal
 
Os meios de orientação e os fusos horários
Os meios de orientação e os fusos horáriosOs meios de orientação e os fusos horários
Os meios de orientação e os fusos horários
João José Ferreira Tojal
 

Mais de João José Ferreira Tojal (20)

Oriente Medio
Oriente MedioOriente Medio
Oriente Medio
 
China e Índia - os dois gigantes asiáticos
China e Índia -  os dois gigantes asiáticosChina e Índia -  os dois gigantes asiáticos
China e Índia - os dois gigantes asiáticos
 
Africa Subsaariana
Africa SubsaarianaAfrica Subsaariana
Africa Subsaariana
 
Industria
IndustriaIndustria
Industria
 
Energia
EnergiaEnergia
Energia
 
Agricultura
AgriculturaAgricultura
Agricultura
 
Transportes
TransportesTransportes
Transportes
 
Teorias demograficas geo
Teorias demograficas geoTeorias demograficas geo
Teorias demograficas geo
 
Formação e desmembramento da urss
Formação e desmembramento da urssFormação e desmembramento da urss
Formação e desmembramento da urss
 
Europa - localização e aspectos naturais I
Europa - localização e aspectos naturais IEuropa - localização e aspectos naturais I
Europa - localização e aspectos naturais I
 
Asia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturaisAsia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturais
 
Africa - um continente pobre e cobiçado
Africa - um continente pobre e cobiçadoAfrica - um continente pobre e cobiçado
Africa - um continente pobre e cobiçado
 
Recursos minerais do brasil - I
Recursos minerais do brasil - IRecursos minerais do brasil - I
Recursos minerais do brasil - I
 
Coberturas vegetais do planeta e do brasil
Coberturas vegetais do planeta e do brasilCoberturas vegetais do planeta e do brasil
Coberturas vegetais do planeta e do brasil
 
Massas de Ar e Climas do Brasil
Massas de Ar e Climas do BrasilMassas de Ar e Climas do Brasil
Massas de Ar e Climas do Brasil
 
Globalização e blocos econômicos
Globalização e blocos econômicosGlobalização e blocos econômicos
Globalização e blocos econômicos
 
Estrutura geológica
Estrutura geológicaEstrutura geológica
Estrutura geológica
 
Climatologia - Atmosfera e sua dinamica
Climatologia - Atmosfera e sua dinamicaClimatologia - Atmosfera e sua dinamica
Climatologia - Atmosfera e sua dinamica
 
Relevo do brasil
Relevo do brasilRelevo do brasil
Relevo do brasil
 
Os meios de orientação e os fusos horários
Os meios de orientação e os fusos horáriosOs meios de orientação e os fusos horários
Os meios de orientação e os fusos horários
 

Estrutura interna da terra e dinâmica das placas

  • 1. Estrutura interna da terra, dinâmica das placas tectônicas e estrutura geológica João F. Tojal Colégio Adventista de Maceió
  • 2. Terremotos e vulcões são manifestações da crosta
  • 3. A estrutura interna da terra é representada em modelos baseados em dois critérios Composição Propriedades química físicas
  • 4. Composição química Modelo baseado na composição dos materiais do interior da terra
  • 5. Densidade Composição Composição Profundidade (km) (g/cm³) química Crosta 2,7 Granítica Silício e 25 a 70 km Rochas mais alumínio continental antigas Crosta 2,9 Basáltica Silício e 6 a 12 km Rochas magnésio oceânica vulcânicas Mais jovem Manto 3,3 a 4,3 peridotítica Ferro e 670 km magnésio superior Manto inferior 4,6 a 5,7 2900 km Núcleo 9,4 a 11,5 Metalíca Ferro e 4980 km níquel externo Núcleo interno 14 a 17 5120 km
  • 6. Composição física (modelo estático) baseado nas propriedades físicas dos materiais, na rigidez dos materiais do interior da terra
  • 7. Estado físico Profundidade (km) Litosfera Sólido 41 km áreas oceânicas 300 km regiões continentais Astenosfera Parcialmente líquida (rochas 350 km próximas ao estado de fúsão) Mesosfera Sólida (altas pressões 2900 km compensam as altas temperaturas, as rochas são mais resistentes) Endosfera N. Líquido 2270 km externo N. Sólido 1300 km interno
  • 8. Teoria da Deriva Continental Alfred Wegener (1915) Terra não é estática Massas continentais se ajustam como um grande quebra-cabeça Supercontinente
  • 9. Fundamentou sua hipótese em diversos dados Dados paleológicos, geológicos e paleontoclimáticos Ilustração feita pelo geógrafo Antonio Snider-Pellegrini, em 1858, ilustrando a justaposição das margens africana e americana do Oceano Atlântico.
  • 10. Dados paleológicos Semelhanças de faunas e de flora antigas em regiões hoje separadas por oceanos Dados geológicos Cadeias montanhosas adquirem perfeita continuidade quando se juntam (cadeias na Argentina e na África do Sul) Dados paleontoclimáticos Vestígios de glaciares em continentes com clima tropical (sul),possivelmente estavam mais próximos da Antártida
  • 11. Como Wegener não podia provar como ocorreu o movimento que provocava o movimento e a fragmentação essa teoria foi esquecida e até ridicularizada "Poucas pessoas podem ter acreditado, e muitas não. Mas essas pessoas não importam. O que importa é que o mundo já se juntou, e daqui a milhões de anos se juntará novamente, formando outra pangeia."
  • 12. Corrente de convecção Harry Hess (1962) As temperaturas do manto pode promover a movimentação das placas Elevação dos materiais que o constituem Atingem regiões próximas da crosta esfriam Deslizam lateralmente voltando ao manto Correntes contínuas
  • 13. Principio da Isostasia As áreas continentais flutuam sobre um manto de material mais denso Soerguimento ou subsidência do relevo superficial causa o efeito inverso na base da crosta
  • 14. Teoria da tectônica de placas Verificação do fato de que o assoalho oceânico é jovem Aparecimento da hipótese do afastamento do assoalho oceânico e consequente reciclagem da crosta oceânica Comprovação científica da distribuição de terremotos e vulcanismo ao longo de trincheiras oceânicas e cadeias de montes submarinos
  • 15. Litosfera é dividida por placas e deslizam por razão causa das correntes convecção
  • 16. Tipos básicos de movimentos de placa Divergentes, convergentes e transformantes
  • 17. Divergentes ocorre a movimentação das placas em direções opostas, nestas regiões há formação de novas rochas que empurram as antigas Oceano são as Dorsais meso-oceânicas pois também formam cadeias montanhosas no fundo dos oceanos.
  • 18. Convergentes as placas movem se uma em direção a outra, provocando choques que originam tremores Colisão de duas placas oceânicas Uma placa mergulha em plano inclinado sob a outra, provocando uma depressão ou fossa zona de subducção
  • 19. Colisão de uma placa oceânica com uma placa continental Placa oceânica menos espessa mergulha sob a placa continental Cria cadeia de montanhas em sua margem
  • 20. Colisão de duas placas continentais (Obducção) Espessura e densidade parecidas Mergulho é dificultado Compressão
  • 21.
  • 22. Transformantes Placas deslizam horizontalmente Forte atividade sísmica Crosta não é destruída nem produzida
  • 23. ESTRUTURAS GEOLÓGICAS Corresponde à base rochosa sobre a qual se assentam as formas de relevo Escudos Dobramentos Bacias cristalinos modernos sedimentares Essas estruturas são caracterizadas pelos tipos de rochas predominantes, pelo seu processo de formação e pelo tempo geológico em que surgiram
  • 24. ESCUDOS CRISTALINOS  Pré-cambriana  Rochas cristalinas e metamórficas antigas  Mais atingidos pelos processos erosivos  Abrigam reservas de minerais metálicos, minério de ferro, ouro, manganês, bauxita, cassiterita
  • 25. BACIAS SEDIMENTARES  Era paleozoica, mesozoica e cenozoica  Áreas côncavas existentes no embasamento cristalino  Recoberto por sedimentos transportados e depositados (deposição continental, marinha e glacial)  Podem ocupar 75% das superfícies e ultrapassar 5000 metros de espessura  Combustíveis fósseis, minerais metálicos e não metálicos
  • 26. DOBRAMENTOS MODERNOS  Período terciário do cenozoico  Terrenos mais recentes  Origem no entrechoque de placas em recentes acomodações tectônicas  Instáveis, predominam intensa atividade sísmica e vulcânica  Andes, montanhas rochosas e serra nevada, himalaia, atlas e alpes
  • 27.
  • 28. ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL Centro da placa tectônica Sul-Americana Formada por escudos cristalinos (cratóns) e as bacias sedimentares
  • 29. BRASILterrenos cristalinos 36% da área territorial Escudos das Guianas e escudo Brasileiro Rochas magmáticas intrusivas e metamórficas Principais jazidas de minerais metálicos, Quadrilatero Ferrífero (MG), da Serra dos Carajás (PA), do Maciço do Urucum (MS), Manganês na Serra do Navio (AP), Bauxita em Oriximiná (PA) e da Cassiterita de Rondônia
  • 30.
  • 31. BRASILbacias sedimentares 64% da área total do território brasileiro Presença de recursos minerais energéticos, petróleo e carvão Bacias Amazônica, Meio-Norte, Paraná, São Francisco e do Pantanal Mato-Grossense
  • 32.
  • 33. As rochas sofrem erosão e seus sedimentos são transportados e depositados em algum lugar, podendo se transformar em novas rochas Intemperismo Erosão Transporte Sedimentação diagêneses Rochas Rochas Ígneas Sedimentares Intemperismo Erosão Transporte fusão Sedimentação diagêneses metamorfismo metamorfismo Rochas Metamórficas
  • 34.
  • 35. Rochas magmáticas ou ígneas Consolidação e cristalização do magma Base dos continentes INTRUSIVAS ou PLUTÔNICAS Como se formam no interior da crosta, são rochas que se resfriam lentamente. Tipos EXTRUSIVA OU VULCÂNICA Formam-se na superfície do planeta.
  • 36.
  • 37. Rochas sedimentares São compostas de sedimentos transportados pela água e pelo vento, podem ser divididas em: Clásticas ou detríticas São formadas pela agregação e fragmentos de outras rochas, ou seja, formadas por materiais minerais de outras rochas Arenito, argilito Orgânicas São formadas a partir da agregação de materiais orgânicos Carvão mineral e o betume Química Formada por sedimentos cujas estruturas forma modificadas a partir de reações químicas Sal-gema
  • 38.
  • 39. Rochas metamórficas Surgem quando as altas temperaturas e pressões do interior da terra atuam em qualquer outro tipo de rocha, alterando sua constituição