« um'.  u».  ~g
e x_ En:  r ~_ à: :
. .““~' e 5!_ Rum_

«A
vó

série coNnNENTEs


. ',4,-
wa); 
o.  ~

n_

Úllà aegnariiln...
54 países

30,2 milhões km3

20,1 % área do planeta
15,7% da população

mundial

V hapmorle

hop-m Je
(Ma: 

MAURITIIIIA
-...
g5_ 0,

   
 
 

g . 
7 . , . -
J Õ › ¡Íx
.  _I .  . 'I
~.  Ti ík*
n .  _ n V* ', 
5 'l' À' .  'n' '
3_ _fa_ _ ,  _ _q_5h:...
ão

 

África - Clima

    

África - Vegetaç

 ¡ en_ r , ,,, ,,, ,,, ,,,  ,. 

,  ,_ - , 
;VQÂHHBQ

 

. -71

www”. 

'gc...
Í” M  , n  i ›_

Chuvas mal distribuídas

Longo período de seca

Plantas com raízes profundas

Espécies herbaceas,  arvore...
EQUATORIAL  
medias térmicas mensais 25 °C e  g Trópir;  dàcggcé
30 OC   7' 7 H " 7 É?   ' '
Índices pluviometncos de 2.00...
borda do deserto

zona de transição entre o deserto (Saara) e a zona
tropical. 

 

: :na -t "n" "'5'4'›o-ÍÉ": 3': .--'L“ ...
r-gkrv çz-_urpt "xñrãl-S
n¡ . - '

Escassez e irregularidade de
chuvas e a grande variação diária
de temperatura.
I
. - . _ . mam,  r. , r 
, H . ,“: | .  55,213 g .  A_
(13.1 ' “Égua,  w . ^' c¡

subtropical do tipo mediterrâneo

Magre...
Regionalização

   

lj Africa setentrional

2 Africa Subsaariana
---- -- Região do Sahel
Populações mediterrãneas,  árabes,  negros,  etiopes
Séc.  VII região dominada por povos islâmicos

.  . ,  _ _ 
_. .. .  ...
F r
u ' l s' 
_ 4 , ç: l -

1 ' â

presença árabe,  o islamismo é a religião dominante e a
própria palavra Sahel deriva do...
580 mil crianças menores de 5 anos de idade
morrem anualmente de desnutrição e causas
relacionadas na região.
u . vil.  .. .nstx ,  ., 
aan. ..,   / .. 
a .  . m.  _n_ :  . ll. 
.. tens -r . r . .must . n.
É- i e. . lt,  _.  .
; b “...
A aids é a maior causa de mortes no continente.  Em 2013,
a Africa Subsaariana registrava cerca de 70,6% dos
contaminados ...
Em 2014, o continente é atingido por uma epidemia de

 

ebola Pais contaminados Mortos
Guiné 3.155 2.091

p** Libéria 9.2...
IDH

33 dos 43 países com os mais baixos índices registrados no
planeta são da Africa Subsaariana. 

. /«'

. K 2. J'
 _  ...
Todos os anos,  milhões de africanos migram para
escapar da pobreza
Fevereiro pelo menos 300 imigrantes teriam se afogado quando 4 botes entraram em apuros
depois de deixarem a Costa da Libi...
E  

Imigração do Norte da África para a Europa até 19 de abril de 2015
Estimativa de mortes

   

Imigração do Norte da Á...
África e seguidamente piihada,  dividida e ocupada pelas
potências da Europa a partir do seculo XV
Z : WMM:  » 12H"

Ceuta ARGÉLIA ,  4 4 V
Marrocos  *'-
s

O processo de ocupação ““'°“'^"“^mno M uma r
mercantilista ocorr...
A partilha do continente

A Conferência de Berlim de 1885 definiu fronteiras
arbitrárias e os domínios de cada potência eu...
Dividiram o território segundo os seus interesses,  não
respeitando os antigos limites ou fronteiras,  ora separando
tribo...
Século XX

Potências europeias
enfraqueceram politica e
economicamente, 
perdendo o seu controle
sobre a África,  favorece...
Economia é essencialmente agricola,  baseada principalmente
em itens como café,  cacau,  algodão e amendoim.  As
commoditi...
As riquezas do continente n

Os recursos e as areas que recebem a maioria

dos investimentos estrangeiros o 5

sua¡ otra d...
PIB africano registra uma expansão anual média de 3%. 
Boa parte desse desempenho deve-se à exploração de
minérios e petró...
ñ-'ztrírxtz

PE 'ffã 0.7313# 3

_ CAMARGO

a; 

y

CORRÊA

à;
Africa - um continente pobre e cobiçado
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Africa - um continente pobre e cobiçado

698 visualizações

Publicada em

Africa - um continente pobre e cobiçado

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
698
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Africa - um continente pobre e cobiçado

  1. 1. « um'. u». ~g e x_ En: r ~_ à: : . .““~' e 5!_ Rum_ «A vó série coNnNENTEs . ',4,- wa); o. ~ n_ Úllà aegnariilnnarú; 'gx-Jim à Ã: :-;1Í»:17k= í;e= . Je Pá? ! ; igâv Fygjki! . ~ . . i 'V ' ÍVAV¡ ; vnvíâiaerx-leàrw ai' t»: :j“r: .ll*° 'N' ' q» V à t* M v 'rm h - 'Lj/ a "u
  2. 2. 54 países 30,2 milhões km3 20,1 % área do planeta 15,7% da população mundial V hapmorle hop-m Je (Ma: MAURITIIIIA -. - Nuakchau um 04m_ SENEGAF» BanJuh GAMBIA &Taw FYM" B x 1. ~ u own" à" 3,3 smuuon , W' Monvóvia! 4455"* Llatm , amdían Aâb Vamoussoukro ; wmv Sauna ANJO Sia meu! Hu Akatu¡ laawirótnio ERAM 0 170m Mame¡  "Júnia CABMDA '- Kinshasa No ^^ 'mcoucm _ G b KIgaII-RUANOA n “M www"? Bummbura -auwum - Nalrúb¡ Dnduma a WEWÕ¡ : mama Lüandawo. ANWLA . lllongue uma¡ '* É- Lusaka. Harare- @QE mm¡ : manu: at# wmdhoek ¡ . ' PWWWI . _ Gaborone_ g2. Eismo 's' z fretkidna 12% °°“^““^“'"Muã›ane-'~›suÍÊ'ÍÍÍ« 'à M . Bloemlonteun mm - a. “R$010 MIIUWSUL (idade . g m¡ doCabu oh 10'( â'- R? ã -5 mnlsu T Tvipol¡ _ ' l Sur¡ (ano - . um ' EGITO nlssirp nojjggnu ÁSÍ l NÍGÍI sua") « um , .; m§". "l"^ num ' . _ "d »naun "mam, 'amem HIOPIA' 'Dubuu Ja 5,05m¡ Ailmlbeba u CEIHROAFRICANA um¡ V 's' NOVONÊ. laundê 'Magui Jana¡ A' uma¡ *n39* (amvalas: nuDlIA , Mwadmw """l1brev¡l¡e› ' '- " Antananarivo Por! Louis . '““! '?'°9 n
  3. 3. g5_ 0, g . 7 . , . - J Õ › ¡Íx . _I . . 'I ~. Ti ík* n . _ n V* ', 5 'l' À' . 'n' ' 3_ _fa_ _ , _ _q_5h: ~$f-Fr. .- , lb . . . . . . , ., :: f . Â -~ v; Exit. ) iria-urna' ' ' : iuttâ-¡l-. hv 1-71* . v v# “vÊT-'í ozagrrvm- ¡Men-t- mà n51. -.
  4. 4. ão África - Clima África - Vegetaç ¡ en_ r , ,,, ,,, ,,, ,,, ,. , ,_ - , ;VQÂHHBQ . -71 www”. 'gcssnm ~ Hull-u . . '4' 1.121.. i7 ? A , --», ._ , 1.3.15_ _DJ-mew "Éhlllmtít . . V, _ou ? Nut . 'f E ' É : :smmmusn *ikl~“'-"¡*ã!3777-7'^'~' 'l ' ' ' '”"' : llgdullãi ¡'- -c- 'g , v * wlãê i 71'¡ 1'" "' «sim - U. >›II¡; o** X
  5. 5. Í” M , n i ›_ Chuvas mal distribuídas Longo período de seca Plantas com raízes profundas Espécies herbaceas, arvores de pequeno porte 100 ° à¡ W , . , , V'
  6. 6. EQUATORIAL medias térmicas mensais 25 °C e g Trópir; dàcggcé 30 OC 7' 7 H " 7 É? ' ' Índices pluviometncos de 2.000 a i à * *É 2.500 mm anuais. As chuvas são abundantes e bem "" "'õc'êÃúõ"""" distribuidas durante o ano_ '7 / t K) INDÍCÚ , ll I! f - . i / ____________ -. j Irrjzisê_ _cmriçóreis Deserto V Estepe ' farda / Savana / _Grandes florestas V_ 7 1/ vegetação mediterrânea
  7. 7. borda do deserto zona de transição entre o deserto (Saara) e a zona tropical. : :na -t "n" "'5'4'›o-ÍÉ": 3': .--'L“ _j _“-: '~; N *j* __ __ Í. ' ' . j - r - _' . ..w . *Hi/ Url ri _ 1): ' M; __ r v ç I ~' « ln - v Estepes do Quênia _ ' "e *"“ f”
  8. 8. r-gkrv çz-_urpt "xñrãl-S n¡ . - ' Escassez e irregularidade de chuvas e a grande variação diária de temperatura.
  9. 9. I . - . _ . mam, r. , r , H . ,“: | . 55,213 g . A_ (13.1 ' “Égua, w . ^' c¡ subtropical do tipo mediterrâneo Magreb, que significa "ilha do poente" Marrocos, a Argélia e a Tunísia, Cultivos de oliveiras, videiras, frutas, cereais e hortaliças. si! , 0-< ' V; S A , _Uópzrojtecânéer r _ . . _ 4 -. _
  10. 10. Regionalização lj Africa setentrional 2 Africa Subsaariana ---- -- Região do Sahel
  11. 11. Populações mediterrãneas, árabes, negros, etiopes Séc. VII região dominada por povos islâmicos . . , _ _ _. .. . -n , . an». w ›- 0o* 4 . .Í n~. ›:-v-o-<. o:. .›. .-u--In . v¡ . v_-, ' 'u _.
  12. 12. F r u ' l s' _ 4 , ç: l - 1 ' â presença árabe, o islamismo é a religião dominante e a própria palavra Sahel deriva do idioma arabe e significa "margem". e e MAL RHANEA MAU NIGER sguggu_ *IPJYREÀV ' MGERIÀ SLDAN LYMIOPIA , r U'. QKZNÀ FASO
  13. 13. 580 mil crianças menores de 5 anos de idade morrem anualmente de desnutrição e causas relacionadas na região.
  14. 14. u . vil. .. .nstx , ., aan. .., / .. a . . m. _n_ : . ll. .. tens -r . r . .must . n. É- i e. . lt, _. . ; b “E r _hs_ üuílàeuv , à Ã: '- I 'O l W « 73:3' ~'
  15. 15. A aids é a maior causa de mortes no continente. Em 2013, a Africa Subsaariana registrava cerca de 70,6% dos contaminados no mundo e 1,1 milhão de mortos inrslons llll llllllllll sinuruikálãl azzlonmoi _z r . eueür: ããílc~l' ' ~ 'H' ~. . l ~ t: . . l ç t. 54,521¡ f' w 25%": Í ' . “P01, J e « L' F . . , . l, Jazzgos dzspomvezs. Compre um, leve outro de graça " é
  16. 16. Em 2014, o continente é atingido por uma epidemia de ebola Pais contaminados Mortos Guiné 3.155 2.091 p** Libéria 9.238 4.037 Serra Leoa 11.301 3.461 Nigéria 20 8 Mali 8 6 A Senegal 1 0 ã , g . EstadosUnidos 4 1 x e. Espanha 1 0 g j^-*_a“__; frcàl Reino Unido 1 0 ~ ' * “ ' * TOTAL 23.729 9.504 *até 25/2/2015
  17. 17. IDH 33 dos 43 países com os mais baixos índices registrados no planeta são da Africa Subsaariana. . /«' . K 2. J' _ É , A l z- 7 - | ' : N c * - , r _ w 4 J l ' ' a . a x, _ Í to , . . -_ í ¡¡ g, , . l *' 1 MuitoMto 3' . , : H ' Alto Médio . ' . z ” Baixo g v' _ , ' - . ; 7 Naçõesquenãoentraramnoranking * Y
  18. 18. Todos os anos, milhões de africanos migram para escapar da pobreza
  19. 19. Fevereiro pelo menos 300 imigrantes teriam se afogado quando 4 botes entraram em apuros depois de deixarem a Costa da Libia com condições climáticas ruins. Abril cerca de 400 imigrantes se afogaram quando o barco deles virou na costa da Líbia. Abril cerca de 700 imigrantes teriam se afogado após o barco ter virado pró><imo à Lampedusa. ESPANHA ITÁLIA Manga Lampeldusa Ta'¡fa o e Almeria â-_sicma ; fe Tanger aÊ-; N _g MALTA ' ' gf/ *íNador [j l T Melilla 0 n “ J», Casablanca 'A E A MARROCOS
  20. 20. E Imigração do Norte da África para a Europa até 19 de abril de 2015 Estimativa de mortes Imigração do Norte da África para a Europa até 19 de aíril de 2015 Estimativa de chegadas 250000 3500 Dados não confiáveis 3000 200000 2500 150000 2000 100000 1500 1000 soooo 500 l o 2 . - 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015' 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 '700 ainda não confirmadas
  21. 21. África e seguidamente piihada, dividida e ocupada pelas potências da Europa a partir do seculo XV
  22. 22. Z : WMM: » 12H" Ceuta ARGÉLIA , 4 4 V Marrocos *'- s O processo de ocupação ““'°“'^"“^mno M uma r mercantilista ocorreu entre os stage». a l séculos XV e XIX, com a msau°jffjg cosmço ocupação de algumas áreas um RIO nus¡ litorâneas que funcionavam e o a e e “q” como entrepostos comerciais ANGOLA ; ÇOÇÀMBIQUE Dom ínlo britânico _mkusvku_ Tçzjgíçq _dgfjagrjqóg-rgig Domínio espanhol Dom ínio francês monge-ú' QRÂNGE Domínio OCOITIBDO DO CABO "ATAL Estados português Chade Btados bôeres do cabo
  23. 23. A partilha do continente A Conferência de Berlim de 1885 definiu fronteiras arbitrárias e os domínios de cada potência europeia Tunisia Marrocos Argéha Rio de Ouro Áfñca “b” ¡gm Ocidental Francesa - . . Gâmbia África Sudao Entreia “W “ "I'm 53321122' - . - Serra Leoa Abissima Libéria / Camarões Somália Quénia Costa do Ouro T°9° / Congo , Gumé Belga Africa Reino Unido Equatorial oüâxãa' Itália Angola J Portugal _ Bémka Sudoeste Moçambique França “ma” Madagáscar Espanha r Alemanha "Mill Sul-Afncana Países independentes
  24. 24. Dividiram o território segundo os seus interesses, não respeitando os antigos limites ou fronteiras, ora separando tribos, ora colocando tribos inimigas no mesmo território.
  25. 25. Século XX Potências europeias enfraqueceram politica e economicamente, perdendo o seu controle sobre a África, favorecendo assim a multiplicação de rebeliões em seu território. : xiii-tax ~ ! lnttrt-llollllt-. Qàñl . v _ N / 'ruufsu , gli, mnnocos 'r « . ARGÉLIA . , . S SAARA ocmem' L3” : erro ” (controlado pela Marnxos l _, ,trópicodéccâocer vence _ nfâiNidn Ma” canos i animam, guarani¡ r sunÂo ' _ , UINÉ-BISSAWGUVmÉ j Ffssgsm" pgggyn saum LEOQ GAMA' NIGÉRIA. ,nevúaucn ETIÓPIA usem ' CQMÂÊÕES ÍFÊÊÊA 593mm ' TOGO ' ~ r »e ' , c T^ °° MANDA RFIM v» - - E uador ------ W umgr---rztonsottt"rríñtüuémihx' q"" E ATomL GAEAQ - REP. D31. í» ANDA ' (gq _rg w¡ nunyx¡- 'rANzÂNnn lançou” MAixAn mnlnsáshna . Trópícó detapricómío - Países in dependentes Antes de 1945 rgijmumm¡ ' De 1945 a 1959 égmmvkuygâo Depois de 1960 Em litígio no suí.
  26. 26. Economia é essencialmente agricola, baseada principalmente em itens como café, cacau, algodão e amendoim. As commodities respondem por 80% das exportações do COnünente. Oceania África r A E222” América 33%
  27. 27. As riquezas do continente n Os recursos e as areas que recebem a maioria dos investimentos estrangeiros o 5 sua¡ otra d Principal¡ areas deuiploração W [Gllü “u 3 Produção de petroleo e gás $ Produção mineral O Exploração ilorestal m” ¡ ' (MADE “No é + ' Principais recursos energéticos _ saum ' mag¡ n, m_ B Petroleo leis natural “M ^ › I Urãmo t (mao ÉÉQALÓÓLQ “ao 1m_ r 4 l (nani « Principais recursos minerais “uma s, , rosca ® . Ouro zinco X; r WW¡ -. “PMN, wow g _ "m Mõllzanés LBÊ¡ . - , riuinom um DOM ç» u-rerro o Bauxita “ ga* (abre (romo é Cobalto O Platina W! " 'l s) Nlquel Diamante Estanho C outras pedras e (humbo minerais ç . uniram florestatroplcal sticmzs tavam Para ler este mapa, comece idenrilrcandoax riquezas naturais do continente iliore, por exemplo, como a exploração de petroleo ocorre hole em várias partes norte › , o a r 3 da Africa (produção mais antiga), sul do Sudão, Sudão do Sul, __ . _ç a (pode e o pollo da Guiné A economia dIÁÍ/ Krl do Sul m' “ ^ ? MSM-ll g , m . .m baseia-se na exploração mineral Na República Democrática f. do Congo, as areas de mineração (on/ andaime em parte ' com as zonas de conflito. Corn as linha¡ vermelhas, azuis e ' 941w' r verdes, voce tem uma ideia das regiões que estão recebendo -a c w grandepartedosmvesrimenioslinancerros. › . w “w ' Arsiciioosu; O
  28. 28. PIB africano registra uma expansão anual média de 3%. Boa parte desse desempenho deve-se à exploração de minérios e petróleo e à elevação do preço dessas commodities no mercado internacional. m _Lami . à r
  29. 29. ñ-'ztrírxtz PE 'ffã 0.7313# 3 _ CAMARGO a; y CORRÊA à;

×