SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
Biografia
de Nuno Alves
    Pereira
B.I. de Nuno Álvares Pereira
Nome: Nuno Álvares Pereira

Cognome: Santo Condestável

Data de Nascimento:1360

Local de Nascimento: Cernache do Bom jardim

Data do óbito: 1 de Novembro de 1431

Local do óbito: Lisboa

Filiação: D. Álvaro Gonçalves Pereira, Iria Gonçalves do Carvalhal
Educação de Nuno Álvares
         Pereira
É educado nos ideais nobres da Cavalaria medieval, no ambiente das ordens
militares e depois
na corte real de D. Fernando I, para onde vai aos 13 anos, como pajem da rainha
D. Leonor de Teles.
Casamento e Descendência
Casou, aos 16 anos, com a viúva, Leonor de Alvim.

Tem uma filha, Beatriz

Beatriz, casa com D. Afonso. Dá-se origem à Casa de Bragança.
Vida Religiosa
Após a morte da sua mulher, tornou-se carmelita (entrou na Ordem em 1423, no
Convento do Carmo, que fundara como cumprimento de um voto).Toma o nome de
Irmão Nuno de Santa Maria. Aí permanece até à morte, ocorrida em 1 de Novembro
de 1431 com 71 anos.
Beatificação de D. Nuno
        Álvares Pereira
Nuno Álvares Pereira foi beatificado no dia 23 de Janeiro de 1918 pelo Papa Bento
XV, que consagrou o dia 6 de Novembro ao, então, beato.

Desde então, ficou conhecido como Beato Nuno de Santa Maria.
Canonização de D. Nuno
         Álvares Pereira
Iniciada em 1940, o processo de canonização foi posteriormente interrompido e, em
2004 reiniciado.

No dia 26 de Abril de 2009, noventa anos após a sua beatificação, Nuno Álvares
Pereira, foi canonizado pelo Papa Bento XVI, às 9h33min.

D. Nuno Álvares Pereira foi canonizado como São Nuno de Santa Maria.
Motivo da Beatificação/Canonização
     de D. Nuno Álvares Pereira
D. Nuno de Santa Maria foi beatificado e canonizado devido:
    À sua vida pautada pelos valores evangélicos
    À sua vida orientada pelo maior bem de todos
    Estava sempre disponível para lutar pelos superiores interesses da Pátria
    Estava sempre pronto para servir os mais desprotegidos e pobres.



    D. Nuno de Santa Maria foi beatificado e canonizado devido “ao seu testemunho de vida,
    que constituirá uma força de mudança em favor da justiça e da fraternidade, da promoção
    de estilos de vida mais sóbrios e solidários e de iniciativas de partilha de bens. Será
    também apelo a uma cidadania exemplarmente vivida e um forte convite à dignificação da
    vida política como expressão de melhor humanismo ao serviço do bem comum.”, segundo
    os bispos e arcebispos.
Cronologia da Vida de Nuno
     Álvares Pereira
1360: Nuno Álvares Pereira nasce em Castelo do Bonjardim, Santarém, filho do prior da
Ordem dos Hospitalários.
1361: É legitimado por D. Pedro I
1373: Entra na Corte de D. Fernando e torna-se escudeiro da rainha D. Leonor Teles.
1376: Aos 15 casa com D. Leonor de Alvim, de quem vem a ter uma filha, D. Beatriz.
1384: Vence os castelhanos na Batalha dos Atoleiros.
1385: D. JoãoVI de Portugal, entretanto aclamado rei, nomeia-o Condestável do reino. A 14 de
Agosto vence na Batalha de Aljubarrota. Recebe numerosos títulos e domínios, entre os
quais o Condado de Ourém e o Condado de Arraiolos.
1393: Partilha com os companheiros de armas muitas das suas terras.
1397: Primeiros carmelitas vêm viver para o Convento do Carmo.
1401: Fim das hostilidades com Castela.
1414: Morre a filha, D. Beatriz. Projecta tornar-se carmelita.
1415: Participa na conquista de Ceuta.
1422: Reparte pelos netos os seus títulos e domínios.
1423: Professa no Convento do Carmo a 15 de Agosto. Toma o nome de For. Nuno de Santa
Maria. Dedica-se a atos de piedade e de benemerência. Ainda em vida é chamado Santo
Condestável pelo povo.
1431: Morre em Lisboa.
1641: As cortes pedem ao Papa Urbano VIII a sua beatificação. o pedido é renovado várias
vezes ao longo dos anos.
1918: O Papa Bento XV confirma o culto do Santo Condestável; a sua Festa celebra-se no dia
6 de Novembro.
Realização

Realizado por:
Carolina Mendonça Ferreira
          da Silva
            6ºA
            Nº3
           Moral
  Ano Lectivo 2008/2009

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

D. João V, o Absolutismo e o Absolutismo Joanino
D. João V, o Absolutismo e o Absolutismo JoaninoD. João V, o Absolutismo e o Absolutismo Joanino
D. João V, o Absolutismo e o Absolutismo JoaninoBarbaraSilveira9
 
O espaço português: da formação à fixação do território
O espaço português: da formação à fixação do territórioO espaço português: da formação à fixação do território
O espaço português: da formação à fixação do territórioSusana Simões
 
Exploração da costa africana
Exploração da costa africanaExploração da costa africana
Exploração da costa africanaMaria Gomes
 
Cronologia da-historia-de-portugal
Cronologia da-historia-de-portugalCronologia da-historia-de-portugal
Cronologia da-historia-de-portugaljosepinho
 
D. Nuno Alvares Pereira
D. Nuno Alvares PereiraD. Nuno Alvares Pereira
D. Nuno Alvares Pereirablog-eic
 
01 a geografia cultural europeia
01 a geografia cultural europeia01 a geografia cultural europeia
01 a geografia cultural europeiaVítor Santos
 
D.Pedro e Inês de Castro
D.Pedro e Inês de CastroD.Pedro e Inês de Castro
D.Pedro e Inês de CastroUmberto Pacheco
 
Algoritmo de Prim
Algoritmo de PrimAlgoritmo de Prim
Algoritmo de PrimBrian Supra
 
Infante D. Henrique
Infante D. HenriqueInfante D. Henrique
Infante D. HenriqueAna Vieira
 
1 sermão de santo antónio aos peixes
1  sermão de santo antónio aos peixes1  sermão de santo antónio aos peixes
1 sermão de santo antónio aos peixesAntónio Fernandes
 
Furacões e tornados
Furacões e tornadosFuracões e tornados
Furacões e tornadosIlda Bicacro
 
Os diferentes tipos de plantas das cidades
Os diferentes tipos de plantas das cidadesOs diferentes tipos de plantas das cidades
Os diferentes tipos de plantas das cidadesrmmpr
 
Formação de Portugal
Formação de PortugalFormação de Portugal
Formação de PortugalIsabel Alves
 
Como fazer uma apresentação oral?
Como fazer uma apresentação oral?Como fazer uma apresentação oral?
Como fazer uma apresentação oral?becastanheiradepera
 
A Constituição do Território Nacional e a Posição Geográfica de Portugal
A Constituição do Território Nacional e a Posição Geográfica de PortugalA Constituição do Território Nacional e a Posição Geográfica de Portugal
A Constituição do Território Nacional e a Posição Geográfica de PortugalCatarina Castro
 

Mais procurados (20)

D. João V, o Absolutismo e o Absolutismo Joanino
D. João V, o Absolutismo e o Absolutismo JoaninoD. João V, o Absolutismo e o Absolutismo Joanino
D. João V, o Absolutismo e o Absolutismo Joanino
 
O espaço português: da formação à fixação do território
O espaço português: da formação à fixação do territórioO espaço português: da formação à fixação do território
O espaço português: da formação à fixação do território
 
Desflorestação
DesflorestaçãoDesflorestação
Desflorestação
 
Exploração da costa africana
Exploração da costa africanaExploração da costa africana
Exploração da costa africana
 
A rede hidrográfica
A rede hidrográficaA rede hidrográfica
A rede hidrográfica
 
Fernão Lopes
Fernão LopesFernão Lopes
Fernão Lopes
 
Transporte energético - gasodutos
Transporte energético - gasodutosTransporte energético - gasodutos
Transporte energético - gasodutos
 
Cronologia da-historia-de-portugal
Cronologia da-historia-de-portugalCronologia da-historia-de-portugal
Cronologia da-historia-de-portugal
 
D. Nuno Alvares Pereira
D. Nuno Alvares PereiraD. Nuno Alvares Pereira
D. Nuno Alvares Pereira
 
01 a geografia cultural europeia
01 a geografia cultural europeia01 a geografia cultural europeia
01 a geografia cultural europeia
 
D.Pedro e Inês de Castro
D.Pedro e Inês de CastroD.Pedro e Inês de Castro
D.Pedro e Inês de Castro
 
Algoritmo de Prim
Algoritmo de PrimAlgoritmo de Prim
Algoritmo de Prim
 
Infante D. Henrique
Infante D. HenriqueInfante D. Henrique
Infante D. Henrique
 
1 sermão de santo antónio aos peixes
1  sermão de santo antónio aos peixes1  sermão de santo antónio aos peixes
1 sermão de santo antónio aos peixes
 
Furacões e tornados
Furacões e tornadosFuracões e tornados
Furacões e tornados
 
Os diferentes tipos de plantas das cidades
Os diferentes tipos de plantas das cidadesOs diferentes tipos de plantas das cidades
Os diferentes tipos de plantas das cidades
 
Madeira e Açores
Madeira e AçoresMadeira e Açores
Madeira e Açores
 
Formação de Portugal
Formação de PortugalFormação de Portugal
Formação de Portugal
 
Como fazer uma apresentação oral?
Como fazer uma apresentação oral?Como fazer uma apresentação oral?
Como fazer uma apresentação oral?
 
A Constituição do Território Nacional e a Posição Geográfica de Portugal
A Constituição do Território Nacional e a Posição Geográfica de PortugalA Constituição do Território Nacional e a Posição Geográfica de Portugal
A Constituição do Território Nacional e a Posição Geográfica de Portugal
 

Semelhante a Biografia Nuno Alvares (20)

Nap
NapNap
Nap
 
Nap
NapNap
Nap
 
Nap
NapNap
Nap
 
Nuno áLvares Pereira
Nuno áLvares PereiraNuno áLvares Pereira
Nuno áLvares Pereira
 
2 dinastia p (1)
2 dinastia p (1)2 dinastia p (1)
2 dinastia p (1)
 
Reis da 1ª dinastia
Reis da 1ª dinastiaReis da 1ª dinastia
Reis da 1ª dinastia
 
Reis da 1ª dinastia
Reis da 1ª dinastiaReis da 1ª dinastia
Reis da 1ª dinastia
 
Reconquista Cristã e o Condado Portucalense
Reconquista Cristã e o Condado PortucalenseReconquista Cristã e o Condado Portucalense
Reconquista Cristã e o Condado Portucalense
 
Reis de portugal
Reis de portugalReis de portugal
Reis de portugal
 
Reis de portugal
Reis de portugalReis de portugal
Reis de portugal
 
Coimbra
CoimbraCoimbra
Coimbra
 
Biografias Reis da União Ibérica ao fim da Guerra da Restauração
Biografias Reis da União Ibérica ao fim da Guerra da RestauraçãoBiografias Reis da União Ibérica ao fim da Guerra da Restauração
Biografias Reis da União Ibérica ao fim da Guerra da Restauração
 
O mosteiro de são salvador de grijó
O mosteiro de são salvador de grijóO mosteiro de são salvador de grijó
O mosteiro de são salvador de grijó
 
D. Manuel I
D. Manuel ID. Manuel I
D. Manuel I
 
Ordem de malta
Ordem de maltaOrdem de malta
Ordem de malta
 
Amador bueno
Amador buenoAmador bueno
Amador bueno
 
Medieval
MedievalMedieval
Medieval
 
Portugal no século xiv
Portugal no século xivPortugal no século xiv
Portugal no século xiv
 
Historia de Portugal
Historia de PortugalHistoria de Portugal
Historia de Portugal
 
Até a segunda dinastia
Até a segunda dinastiaAté a segunda dinastia
Até a segunda dinastia
 

Mais de Tito Romeu Gomes de Sousa Maia Mendes

Mais de Tito Romeu Gomes de Sousa Maia Mendes (20)

Trabalho de grupo 5ºa
Trabalho de grupo 5ºaTrabalho de grupo 5ºa
Trabalho de grupo 5ºa
 
Silves cristã
Silves cristãSilves cristã
Silves cristã
 
A importancia da água
A importancia da águaA importancia da água
A importancia da água
 
áGua
áGuaáGua
áGua
 
A importancia da água
A importancia da águaA importancia da água
A importancia da água
 
A arte religiosa na cidade de silves
A arte religiosa na cidade de silvesA arte religiosa na cidade de silves
A arte religiosa na cidade de silves
 
Arte cristã em silves 5ºa
Arte cristã em silves 5ºaArte cristã em silves 5ºa
Arte cristã em silves 5ºa
 
Joao arez e pedro
Joao arez e pedroJoao arez e pedro
Joao arez e pedro
 
Historia do rock
Historia do rockHistoria do rock
Historia do rock
 
O nosso planeta
O nosso planetaO nosso planeta
O nosso planeta
 
Apresentação joana...
Apresentação joana...Apresentação joana...
Apresentação joana...
 
Apresentação moral
Apresentação   moralApresentação   moral
Apresentação moral
 
Apresentação joana...
Apresentação joana...Apresentação joana...
Apresentação joana...
 
Religião
ReligiãoReligião
Religião
 
Monoteísmo e politeísmo
Monoteísmo e politeísmoMonoteísmo e politeísmo
Monoteísmo e politeísmo
 
Projecto vida
Projecto vidaProjecto vida
Projecto vida
 
Projecto de voluntariado..
Projecto de voluntariado..Projecto de voluntariado..
Projecto de voluntariado..
 
Projecto ines costa 9 a
Projecto  ines costa 9 aProjecto  ines costa 9 a
Projecto ines costa 9 a
 
Projecto de voluntariado..
Projecto de voluntariado..Projecto de voluntariado..
Projecto de voluntariado..
 
Projecto vida
Projecto vidaProjecto vida
Projecto vida
 

Último

O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalAmaroJunior21
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaFranklinOliveira30
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaWillemarSousa1
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxCelso Napoleon
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024RaniereSilva14
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresAntonino Silva
 

Último (8)

O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarística
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
 
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 

Biografia Nuno Alvares

  • 2. B.I. de Nuno Álvares Pereira Nome: Nuno Álvares Pereira Cognome: Santo Condestável Data de Nascimento:1360 Local de Nascimento: Cernache do Bom jardim Data do óbito: 1 de Novembro de 1431 Local do óbito: Lisboa Filiação: D. Álvaro Gonçalves Pereira, Iria Gonçalves do Carvalhal
  • 3. Educação de Nuno Álvares Pereira É educado nos ideais nobres da Cavalaria medieval, no ambiente das ordens militares e depois na corte real de D. Fernando I, para onde vai aos 13 anos, como pajem da rainha D. Leonor de Teles.
  • 4. Casamento e Descendência Casou, aos 16 anos, com a viúva, Leonor de Alvim. Tem uma filha, Beatriz Beatriz, casa com D. Afonso. Dá-se origem à Casa de Bragança.
  • 5. Vida Religiosa Após a morte da sua mulher, tornou-se carmelita (entrou na Ordem em 1423, no Convento do Carmo, que fundara como cumprimento de um voto).Toma o nome de Irmão Nuno de Santa Maria. Aí permanece até à morte, ocorrida em 1 de Novembro de 1431 com 71 anos.
  • 6. Beatificação de D. Nuno Álvares Pereira Nuno Álvares Pereira foi beatificado no dia 23 de Janeiro de 1918 pelo Papa Bento XV, que consagrou o dia 6 de Novembro ao, então, beato. Desde então, ficou conhecido como Beato Nuno de Santa Maria.
  • 7. Canonização de D. Nuno Álvares Pereira Iniciada em 1940, o processo de canonização foi posteriormente interrompido e, em 2004 reiniciado. No dia 26 de Abril de 2009, noventa anos após a sua beatificação, Nuno Álvares Pereira, foi canonizado pelo Papa Bento XVI, às 9h33min. D. Nuno Álvares Pereira foi canonizado como São Nuno de Santa Maria.
  • 8. Motivo da Beatificação/Canonização de D. Nuno Álvares Pereira D. Nuno de Santa Maria foi beatificado e canonizado devido: À sua vida pautada pelos valores evangélicos À sua vida orientada pelo maior bem de todos Estava sempre disponível para lutar pelos superiores interesses da Pátria Estava sempre pronto para servir os mais desprotegidos e pobres. D. Nuno de Santa Maria foi beatificado e canonizado devido “ao seu testemunho de vida, que constituirá uma força de mudança em favor da justiça e da fraternidade, da promoção de estilos de vida mais sóbrios e solidários e de iniciativas de partilha de bens. Será também apelo a uma cidadania exemplarmente vivida e um forte convite à dignificação da vida política como expressão de melhor humanismo ao serviço do bem comum.”, segundo os bispos e arcebispos.
  • 9. Cronologia da Vida de Nuno Álvares Pereira 1360: Nuno Álvares Pereira nasce em Castelo do Bonjardim, Santarém, filho do prior da Ordem dos Hospitalários. 1361: É legitimado por D. Pedro I 1373: Entra na Corte de D. Fernando e torna-se escudeiro da rainha D. Leonor Teles. 1376: Aos 15 casa com D. Leonor de Alvim, de quem vem a ter uma filha, D. Beatriz. 1384: Vence os castelhanos na Batalha dos Atoleiros. 1385: D. JoãoVI de Portugal, entretanto aclamado rei, nomeia-o Condestável do reino. A 14 de Agosto vence na Batalha de Aljubarrota. Recebe numerosos títulos e domínios, entre os quais o Condado de Ourém e o Condado de Arraiolos. 1393: Partilha com os companheiros de armas muitas das suas terras. 1397: Primeiros carmelitas vêm viver para o Convento do Carmo. 1401: Fim das hostilidades com Castela. 1414: Morre a filha, D. Beatriz. Projecta tornar-se carmelita. 1415: Participa na conquista de Ceuta. 1422: Reparte pelos netos os seus títulos e domínios. 1423: Professa no Convento do Carmo a 15 de Agosto. Toma o nome de For. Nuno de Santa Maria. Dedica-se a atos de piedade e de benemerência. Ainda em vida é chamado Santo Condestável pelo povo. 1431: Morre em Lisboa. 1641: As cortes pedem ao Papa Urbano VIII a sua beatificação. o pedido é renovado várias vezes ao longo dos anos. 1918: O Papa Bento XV confirma o culto do Santo Condestável; a sua Festa celebra-se no dia 6 de Novembro.
  • 10. Realização Realizado por: Carolina Mendonça Ferreira da Silva 6ºA Nº3 Moral Ano Lectivo 2008/2009