SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
Português 
Ficha de Trabalho 
Funções Sintáticas - Modificadores 
1. Modificador do Grupo verbal 
 Não é seleccionado (exigido) pelo verbo. Pode, pois, ser eliminado sem que isso afecte a gramaticalidade da frase. 
Exemplos: A Rita telefonou à mãe ontem. 
Ele veio rapidamente. 
 Faz parte do predicado. 
A Rita telefonou à mãe ontem. 
2. Modificador de Frase 
 Modifica toda a frase e não faz parte do predicado. É móvel dentro da frase. 
Exemplos: Decididamente, vou contigo. 
Evidentemente, era ele que decidia. 
Honestamente, surpreendeu-me a tua atitude. 
* Como distinguir o modificador do GV do modificador de frase? 
O modificador do GV pode ser negado e interrogado: 
Exemplo: O João almoçou no jardim. 
O João almoçou não [no jardim], mas em casa. 
Foi [no jardim] que o João almoçou? 
O modificador de Frase não pode ser negado nem interrogado: 
Exemplo: Infelizmente o João adoeceu. 
*Não [infelizmente] o João adoeceu. 
*É [infelizmente] que o João adoeceu? 
3. Modificador do Nome 
 Não sendo seleccionado pelo nome, modifica-o através de informações suplementares. 
Os Modificadores do Nome podem ser: 
▪ Modificador restritivo do nome 
 Restringe ( limita) o significado do nome a que se associa. Não pode ser separado por vírgulas do nome a que se refere. 
Exemplos: A aluna que chegou é nova. 
Ele comeu a maçã assada. 
Ele abriu a janela da sala.
▪ Modificador apositivo do nome 
 Não restringe o significado do nome a que se associa. É separado obrigatoriamente por vírgulas do nome a que se refere. 
Exemplos: Eça de Queirós, um autor consagrado, é lido nas escolas. 
O calor, que é normal nesta época, tarda a chegar. 
O livro, caro mas valioso, vale a pena. 
4. Modificador do Adjetivo 
 É um grupo adverbial que integra o grupo adjetival, correspondendo a um advérbio, colocado à esquerda do adjetivo. 
Exemplos: Ela anda muito cansada. 
Ele salta mais alto. 
Eles gostam de estar bem informados. 
Exercícios: 
Identifique a função sintática dos constituintes sublinhados. 
1. O António, que conheci ontem, é simpático. – 
2. O aluno com sapatilhas roxas não é daqui.- 
3. Ele agiu honestamente.- 
4. Ele entrou subitamente e abriu a as portas do fundo. 
5. Eu aprecio, claro, pintura impressionista.- 
6. Sinceramente, detestei a tua atitude. - 
7. A Susana, a melhor aluna da turma, venceu o concurso. 
8. Os meus amigos chegam de Paris na próxima semana. 
9. Elas entraram na casa amarela. 
10. Choveu cá na semana passada. 
11. Eu entrei em casa apressadamente. 
12. Eu falei contigo por causa do teste. 
Exercícios: Soluções 
1. O António, que conheci ontem, é simpático. – Modificador de Nome Apositivo 
2. O aluno com sapatilhas roxas não é daqui.- Modificador de Nome Restritivo 
3. Ele agiu honestamente.- Modificador de GV 
4. Ele entrou subitamente e abriu a as portas do fundo. M. GV / M. Nome Restritivo 
5. Eu aprecio, claro, pintura impressionista.- Modificador de Frase 
6. Sinceramente, detestei a tua atitude. - Modificador de Frase
7. A Susana, a melhor aluna da turma, venceu o concurso. Modificador de Nome Apositivo 
8. Os meus amigos chegam de Paris na próxima semana. Modificador de GV 
9. Elas entraram na casa amarela. Modificador de Nome Restritivo 
10. Choveu cá na semana passada. Modificador de GV 
11. Eu entrei em casa apressadamente. Modificador de GV 
12. Eu falei contigo por causa do teste. Modificador de GV

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Predicativo do complemento direto
Predicativo do complemento diretoPredicativo do complemento direto
Predicativo do complemento diretoquintaldasletras
 
Grupos frásicos e Funções Sintáticas
Grupos frásicos e Funções SintáticasGrupos frásicos e Funções Sintáticas
Grupos frásicos e Funções SintáticasLurdes Augusto
 
Funções sint 10º ano
Funções sint 10º anoFunções sint 10º ano
Funções sint 10º anopaulinhaguiar
 
Ficha de recursos expressivos 6º ano
Ficha de recursos expressivos 6º anoFicha de recursos expressivos 6º ano
Ficha de recursos expressivos 6º anozedobarco3
 
Ficha formativa_ Verbos com resolução
Ficha formativa_ Verbos com resoluçãoFicha formativa_ Verbos com resolução
Ficha formativa_ Verbos com resoluçãoRaquel Antunes
 
Sintaxe plural aula-ccc-10ºano(compl. nome, adjetivo...)mb
Sintaxe plural aula-ccc-10ºano(compl. nome, adjetivo...)mbSintaxe plural aula-ccc-10ºano(compl. nome, adjetivo...)mb
Sintaxe plural aula-ccc-10ºano(compl. nome, adjetivo...)mbana salema
 
O cavaleiro da dinamarca categorias da narrativa
O cavaleiro da dinamarca  categorias da narrativaO cavaleiro da dinamarca  categorias da narrativa
O cavaleiro da dinamarca categorias da narrativafercariagomes
 
Funções sintáticas
Funções sintáticasFunções sintáticas
Funções sintáticasnando_reis
 
Ficha trabalho coordenação
Ficha trabalho coordenaçãoFicha trabalho coordenação
Ficha trabalho coordenaçãoMargarida Gomes
 
Ficha formativa de orações com correção
Ficha formativa de orações com correçãoFicha formativa de orações com correção
Ficha formativa de orações com correçãoRaquel Antunes
 
Transformação ativa-passiva
Transformação ativa-passivaTransformação ativa-passiva
Transformação ativa-passivaAntónio Mateus
 
Funções sintáticas da frase
Funções sintáticas da fraseFunções sintáticas da frase
Funções sintáticas da fraseVanda Marques
 
Complemento direto, indireto e oblíquo
Complemento direto, indireto e oblíquoComplemento direto, indireto e oblíquo
Complemento direto, indireto e oblíquoAntónio Fernandes
 

Mais procurados (20)

03 progress tests
03 progress tests03 progress tests
03 progress tests
 
Subclasses de verbos
Subclasses de verbosSubclasses de verbos
Subclasses de verbos
 
Atos de fala
Atos de falaAtos de fala
Atos de fala
 
Classe dos determinantes
Classe dos determinantesClasse dos determinantes
Classe dos determinantes
 
Predicativo do complemento direto
Predicativo do complemento diretoPredicativo do complemento direto
Predicativo do complemento direto
 
Grupos frásicos e Funções Sintáticas
Grupos frásicos e Funções SintáticasGrupos frásicos e Funções Sintáticas
Grupos frásicos e Funções Sintáticas
 
Funções sint 10º ano
Funções sint 10º anoFunções sint 10º ano
Funções sint 10º ano
 
Ficha de recursos expressivos 6º ano
Ficha de recursos expressivos 6º anoFicha de recursos expressivos 6º ano
Ficha de recursos expressivos 6º ano
 
Ficha formativa_ Verbos com resolução
Ficha formativa_ Verbos com resoluçãoFicha formativa_ Verbos com resolução
Ficha formativa_ Verbos com resolução
 
Subclasses dos verbos
Subclasses dos verbosSubclasses dos verbos
Subclasses dos verbos
 
Sintaxe plural aula-ccc-10ºano(compl. nome, adjetivo...)mb
Sintaxe plural aula-ccc-10ºano(compl. nome, adjetivo...)mbSintaxe plural aula-ccc-10ºano(compl. nome, adjetivo...)mb
Sintaxe plural aula-ccc-10ºano(compl. nome, adjetivo...)mb
 
O cavaleiro da dinamarca categorias da narrativa
O cavaleiro da dinamarca  categorias da narrativaO cavaleiro da dinamarca  categorias da narrativa
O cavaleiro da dinamarca categorias da narrativa
 
Funções sintáticas
Funções sintáticasFunções sintáticas
Funções sintáticas
 
Complemento oblíquo
Complemento oblíquoComplemento oblíquo
Complemento oblíquo
 
Ficha trabalho coordenação
Ficha trabalho coordenaçãoFicha trabalho coordenação
Ficha trabalho coordenação
 
Ficha formativa de orações com correção
Ficha formativa de orações com correçãoFicha formativa de orações com correção
Ficha formativa de orações com correção
 
Transformação ativa-passiva
Transformação ativa-passivaTransformação ativa-passiva
Transformação ativa-passiva
 
Funções sintáticas da frase
Funções sintáticas da fraseFunções sintáticas da frase
Funções sintáticas da frase
 
Complemento direto, indireto e oblíquo
Complemento direto, indireto e oblíquoComplemento direto, indireto e oblíquo
Complemento direto, indireto e oblíquo
 
O Cavaleiro Dinamarca síntese
O Cavaleiro Dinamarca sínteseO Cavaleiro Dinamarca síntese
O Cavaleiro Dinamarca síntese
 

Mais de quintaldasletras

Trabalho de pesquisa oralidade património2015-16 10.ºano
Trabalho de pesquisa   oralidade património2015-16  10.ºanoTrabalho de pesquisa   oralidade património2015-16  10.ºano
Trabalho de pesquisa oralidade património2015-16 10.ºanoquintaldasletras
 
Trabalho sobre o barroco tg
Trabalho sobre o barroco    tgTrabalho sobre o barroco    tg
Trabalho sobre o barroco tgquintaldasletras
 
Exposição oral guião para leitura de cartoons
Exposição oral   guião para leitura de cartoonsExposição oral   guião para leitura de cartoons
Exposição oral guião para leitura de cartoonsquintaldasletras
 
Exposição oral guião para leitura de cartoons
Exposição oral   guião para leitura de cartoonsExposição oral   guião para leitura de cartoons
Exposição oral guião para leitura de cartoonsquintaldasletras
 
Ficha informativa memorial do convento
Ficha informativa memorial do conventoFicha informativa memorial do convento
Ficha informativa memorial do conventoquintaldasletras
 
Ficha de trabalho de português o verbo (1)
Ficha de trabalho de português   o verbo (1)Ficha de trabalho de português   o verbo (1)
Ficha de trabalho de português o verbo (1)quintaldasletras
 
Ficha de trabalho de português o verbo (1)
Ficha de trabalho de português   o verbo (1)Ficha de trabalho de português   o verbo (1)
Ficha de trabalho de português o verbo (1)quintaldasletras
 
29 regras para escrever português corretamente
29 regras para escrever português corretamente29 regras para escrever português corretamente
29 regras para escrever português corretamentequintaldasletras
 
A estrutura d` os lusíadas
A estrutura d` os lusíadasA estrutura d` os lusíadas
A estrutura d` os lusíadasquintaldasletras
 
29 regras para escrever português corretamente
29 regras para escrever português corretamente29 regras para escrever português corretamente
29 regras para escrever português corretamentequintaldasletras
 
29 regras para escrever português correctamente
29 regras para escrever português correctamente29 regras para escrever português correctamente
29 regras para escrever português correctamentequintaldasletras
 
Sintaxe e semântica lexical
Sintaxe e semântica lexicalSintaxe e semântica lexical
Sintaxe e semântica lexicalquintaldasletras
 

Mais de quintaldasletras (20)

Trabalho de pesquisa oralidade património2015-16 10.ºano
Trabalho de pesquisa   oralidade património2015-16  10.ºanoTrabalho de pesquisa   oralidade património2015-16  10.ºano
Trabalho de pesquisa oralidade património2015-16 10.ºano
 
Trabalho sobre o barroco tg
Trabalho sobre o barroco    tgTrabalho sobre o barroco    tg
Trabalho sobre o barroco tg
 
Exposição oral guião para leitura de cartoons
Exposição oral   guião para leitura de cartoonsExposição oral   guião para leitura de cartoons
Exposição oral guião para leitura de cartoons
 
Cartoons para análise
Cartoons para análiseCartoons para análise
Cartoons para análise
 
Exposição oral guião para leitura de cartoons
Exposição oral   guião para leitura de cartoonsExposição oral   guião para leitura de cartoons
Exposição oral guião para leitura de cartoons
 
Ficha informativa memorial do convento
Ficha informativa memorial do conventoFicha informativa memorial do convento
Ficha informativa memorial do convento
 
Ficha de trabalho de português o verbo (1)
Ficha de trabalho de português   o verbo (1)Ficha de trabalho de português   o verbo (1)
Ficha de trabalho de português o verbo (1)
 
Ficha de trabalho de português o verbo (1)
Ficha de trabalho de português   o verbo (1)Ficha de trabalho de português   o verbo (1)
Ficha de trabalho de português o verbo (1)
 
A publicidade graça (1)
A publicidade graça (1)A publicidade graça (1)
A publicidade graça (1)
 
A publicidade graça (1)
A publicidade graça (1)A publicidade graça (1)
A publicidade graça (1)
 
Https
HttpsHttps
Https
 
A publicidade graça (1)
A publicidade graça (1)A publicidade graça (1)
A publicidade graça (1)
 
29 regras para escrever português corretamente
29 regras para escrever português corretamente29 regras para escrever português corretamente
29 regras para escrever português corretamente
 
A estrutura d` os lusíadas
A estrutura d` os lusíadasA estrutura d` os lusíadas
A estrutura d` os lusíadas
 
Camões lírico teoria
Camões lírico teoriaCamões lírico teoria
Camões lírico teoria
 
Porque e por que
Porque e por quePorque e por que
Porque e por que
 
Não se diz...diz-se
Não se diz...diz-seNão se diz...diz-se
Não se diz...diz-se
 
29 regras para escrever português corretamente
29 regras para escrever português corretamente29 regras para escrever português corretamente
29 regras para escrever português corretamente
 
29 regras para escrever português correctamente
29 regras para escrever português correctamente29 regras para escrever português correctamente
29 regras para escrever português correctamente
 
Sintaxe e semântica lexical
Sintaxe e semântica lexicalSintaxe e semântica lexical
Sintaxe e semântica lexical
 

Último

Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSdjgsantos1981
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceRonisHolanda
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 

Último (20)

Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 

Funções Sintáticas - Modificadores

  • 1. Português Ficha de Trabalho Funções Sintáticas - Modificadores 1. Modificador do Grupo verbal  Não é seleccionado (exigido) pelo verbo. Pode, pois, ser eliminado sem que isso afecte a gramaticalidade da frase. Exemplos: A Rita telefonou à mãe ontem. Ele veio rapidamente.  Faz parte do predicado. A Rita telefonou à mãe ontem. 2. Modificador de Frase  Modifica toda a frase e não faz parte do predicado. É móvel dentro da frase. Exemplos: Decididamente, vou contigo. Evidentemente, era ele que decidia. Honestamente, surpreendeu-me a tua atitude. * Como distinguir o modificador do GV do modificador de frase? O modificador do GV pode ser negado e interrogado: Exemplo: O João almoçou no jardim. O João almoçou não [no jardim], mas em casa. Foi [no jardim] que o João almoçou? O modificador de Frase não pode ser negado nem interrogado: Exemplo: Infelizmente o João adoeceu. *Não [infelizmente] o João adoeceu. *É [infelizmente] que o João adoeceu? 3. Modificador do Nome  Não sendo seleccionado pelo nome, modifica-o através de informações suplementares. Os Modificadores do Nome podem ser: ▪ Modificador restritivo do nome  Restringe ( limita) o significado do nome a que se associa. Não pode ser separado por vírgulas do nome a que se refere. Exemplos: A aluna que chegou é nova. Ele comeu a maçã assada. Ele abriu a janela da sala.
  • 2. ▪ Modificador apositivo do nome  Não restringe o significado do nome a que se associa. É separado obrigatoriamente por vírgulas do nome a que se refere. Exemplos: Eça de Queirós, um autor consagrado, é lido nas escolas. O calor, que é normal nesta época, tarda a chegar. O livro, caro mas valioso, vale a pena. 4. Modificador do Adjetivo  É um grupo adverbial que integra o grupo adjetival, correspondendo a um advérbio, colocado à esquerda do adjetivo. Exemplos: Ela anda muito cansada. Ele salta mais alto. Eles gostam de estar bem informados. Exercícios: Identifique a função sintática dos constituintes sublinhados. 1. O António, que conheci ontem, é simpático. – 2. O aluno com sapatilhas roxas não é daqui.- 3. Ele agiu honestamente.- 4. Ele entrou subitamente e abriu a as portas do fundo. 5. Eu aprecio, claro, pintura impressionista.- 6. Sinceramente, detestei a tua atitude. - 7. A Susana, a melhor aluna da turma, venceu o concurso. 8. Os meus amigos chegam de Paris na próxima semana. 9. Elas entraram na casa amarela. 10. Choveu cá na semana passada. 11. Eu entrei em casa apressadamente. 12. Eu falei contigo por causa do teste. Exercícios: Soluções 1. O António, que conheci ontem, é simpático. – Modificador de Nome Apositivo 2. O aluno com sapatilhas roxas não é daqui.- Modificador de Nome Restritivo 3. Ele agiu honestamente.- Modificador de GV 4. Ele entrou subitamente e abriu a as portas do fundo. M. GV / M. Nome Restritivo 5. Eu aprecio, claro, pintura impressionista.- Modificador de Frase 6. Sinceramente, detestei a tua atitude. - Modificador de Frase
  • 3. 7. A Susana, a melhor aluna da turma, venceu o concurso. Modificador de Nome Apositivo 8. Os meus amigos chegam de Paris na próxima semana. Modificador de GV 9. Elas entraram na casa amarela. Modificador de Nome Restritivo 10. Choveu cá na semana passada. Modificador de GV 11. Eu entrei em casa apressadamente. Modificador de GV 12. Eu falei contigo por causa do teste. Modificador de GV