SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
Olá , eu sou o Xelb.
Vou ser o vosso guia
ao longo desta visita
 à cidade de Silves.
,conhecido por Cruz de
Portugal, é um
monumento quinhentista
manuelino em calcário
branco. Esta obra foi
classificada como
Monumento Nacional
em 1910.
Foi criado
provavelmente no final
do século XV ou início
do século XVI.
Sabias que
ostenta numa das
    faces uma
   escultura de
      Cristo
  Crucificado?
E que na face
oposta, ostenta o
 Descimento da
     Cruz?
Onde estará o
    outro cruzeiro ?




Sabias que em cada cidade cristã eram colocados dois
cruzeiros: um na entrada e outo na saída da cidade?
Em 1491, por doação de
D. João II à rainha D.
Leonor, Silves passou a
pertencer à casa das
rainhas, o que terá
motivado a construção
desta igreja na segunda
metade do séc. XVI, para
servir a Santa Casa da
Misericórdia, entretanto
fundada.
Na fachada lateral
 encontramos uma
  janela de estilo
    manuelino.
A cantaria é
  formada por
troncos, cordas,
  folhagens e
    estranhas
   carrancas.
Curiosidade
Sabias que:
  A janela lateral era
inicialmente uma porta
de estilo manuelino?
No interior, a única nave é
                            coberta por uma abóbada de berço.
                            Está decorada com sete quadros
                            que representam as sete
                            misericórdias em pintura sobre
                            madeira, do séc. XVII e por uma
                            tela da Nossa Senhora da
                            Visitação, do séc. XVIII no
                            altar-mor.




É um espaço muito utilizado para manifestações culturais como
recitais, concertos de música clássica e exposições temporárias.
Capela de Nossa Senhora dos
 A Capela de Nossa Senhora dos Mártires foi fundada no
Mártires1755, restafachadainicial. Reconstruída apósumao
 século XII mas nada
 terramoto de        a
                         da
                               principal apresenta
  arquitectura de características barrocas, onde ladeiam o portal
  duas janelas com molduras.
No seu interior tem um arco
triunfal e uma abóbada na capela-
mor com nervuras ornadas de florões.
Curiosidade
Sabias que:
    Nesta capela estão sepultados os cruzados que
morreram durante a primeira tomada da cidade aos
Mouros por D. Sancho I em 1189?
O edifício apresenta uma mistura de
estilos arquitectónicos dos quais se
destaca o gótico. Pensa-se que a sua
construção se tenha iniciado no séc.
XIII sobre uma antiga mesquita Árabe
após a reconquista da cidade aos
mouros.
O grande terramoto de 1755 destruiu vários
elementos e foram então introduzidas novas
alterações estilo barroco, visíveis nas partes
superiores da fachada principal, no portal sul e
na torre.
Tem portal gótico e resto de fachada barroca, e
uma grande rosácea que ilumina as naves.
Que
lindo, o
exterior!
Curiosidades
Sabias que:
    No exterior, predomina o tom vermelho escuro do
grés utilizado nesta e em todas as construções antigas,
característica única de Silves?
     E que inicialmente a fachada tinha duas torres
iguais?
A Sé Catedral de Silves tem uma forma de cruz
latina com um cruzeiro abobadado no cruzamento
dos braços da mesma.
A nave principal tem uma altura máxima de cerca
de 18 metros e a dividi-la das naves laterais estão
sólidos pilares octogonais.
O altar-mor está numa cabeceira em grés
vermelho.
   Olha que bonitos
   vitrais!
Estas são capelas das naves
laterais.
As naves laterais têm altares decorados a talha
dourada barroca.
Capelas
laterais
Curiosidades
Sabias que:
   No seu interior estão sepultados diversos bispos
e famílias nobres de Silves, assim como a pedra
tumular de D. João II, falecido e aqui sepultado
em 1495, e que acabou por ser posteriormente
transladado para o Mosteiro da Batalha?

  E que por baixo da Sé existem catacumbas?
A capela
funda
Espero que tenham gostado desta
            visita como nós gostamos.
                   Até à vista!




Trabalho realizado por :


Beatriz Morais nº6
Catarina Marreiros nº 8
          5ºA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sé Catedral Do Porto
Sé Catedral Do PortoSé Catedral Do Porto
Sé Catedral Do Porto
cris
 
Real Edificio De Mafra
Real Edificio De MafraReal Edificio De Mafra
Real Edificio De Mafra
luisornelas
 
Real paço de mafra uma arquitectura de poder
Real paço de mafra  uma arquitectura de poderReal paço de mafra  uma arquitectura de poder
Real paço de mafra uma arquitectura de poder
angeldenis21
 
Museu Hermitage I
Museu Hermitage IMuseu Hermitage I
Museu Hermitage I
tralhas
 
Rusia Museu Hermitage
Rusia Museu HermitageRusia Museu Hermitage
Rusia Museu Hermitage
nimiaazucena
 
Museu Hermitage I
Museu Hermitage IMuseu Hermitage I
Museu Hermitage I
cab3032
 
Museu hermitage i
Museu hermitage iMuseu hermitage i
Museu hermitage i
29portugal
 
Museo Hermitage Rusia
Museo Hermitage RusiaMuseo Hermitage Rusia
Museo Hermitage Rusia
Art 37
 

Mais procurados (18)

Módulo 6 caso prático 2 real edifício de mafra
Módulo 6   caso prático 2 real edifício de mafraMódulo 6   caso prático 2 real edifício de mafra
Módulo 6 caso prático 2 real edifício de mafra
 
Convento de Mafra
Convento de MafraConvento de Mafra
Convento de Mafra
 
Sé Catedral Do Porto
Sé Catedral Do PortoSé Catedral Do Porto
Sé Catedral Do Porto
 
Sé Catedral
Sé CatedralSé Catedral
Sé Catedral
 
História do Porto - Igreja e Torre dos Clérigos
História do Porto - Igreja e Torre dos Clérigos  História do Porto - Igreja e Torre dos Clérigos
História do Porto - Igreja e Torre dos Clérigos
 
Real Edificio De Mafra
Real Edificio De MafraReal Edificio De Mafra
Real Edificio De Mafra
 
Pena
PenaPena
Pena
 
Real paço de mafra uma arquitectura de poder
Real paço de mafra  uma arquitectura de poderReal paço de mafra  uma arquitectura de poder
Real paço de mafra uma arquitectura de poder
 
Palácio de Queluz
Palácio de QueluzPalácio de Queluz
Palácio de Queluz
 
Museu Hermitage I
Museu Hermitage IMuseu Hermitage I
Museu Hermitage I
 
Rusia Museu Hermitage
Rusia Museu HermitageRusia Museu Hermitage
Rusia Museu Hermitage
 
Museu Hermitage I
Museu Hermitage IMuseu Hermitage I
Museu Hermitage I
 
M U S E U H E R M I T A G E RÚ S S I A
M U S E U  H E R M I T A G E   RÚ S S I AM U S E U  H E R M I T A G E   RÚ S S I A
M U S E U H E R M I T A G E RÚ S S I A
 
Museu Hermitage I
Museu Hermitage IMuseu Hermitage I
Museu Hermitage I
 
Museu hermitage i
Museu hermitage iMuseu hermitage i
Museu hermitage i
 
Museo Hermitage Rusia
Museo Hermitage RusiaMuseo Hermitage Rusia
Museo Hermitage Rusia
 
Museu Hermitage
Museu Hermitage Museu Hermitage
Museu Hermitage
 
Museu Hermitage I
Museu Hermitage IMuseu Hermitage I
Museu Hermitage I
 

Semelhante a A arte religiosa na cidade de silves

Sé Catedral Do Porto
Sé Catedral Do PortoSé Catedral Do Porto
Sé Catedral Do Porto
adam eva
 
Catedral de notre dame paris
Catedral de notre dame parisCatedral de notre dame paris
Catedral de notre dame paris
Amadeu Wolff
 
A arquitectura romnica
A arquitectura romnicaA arquitectura romnica
A arquitectura romnica
gueste0bd5a
 
Arte romanica
Arte romanicaArte romanica
Arte romanica
10B
 
Arte românica
Arte românica Arte românica
Arte românica
10B
 

Semelhante a A arte religiosa na cidade de silves (20)

Religião e moral
Religião e moralReligião e moral
Religião e moral
 
Arte Religiosa em Silves
Arte Religiosa em SilvesArte Religiosa em Silves
Arte Religiosa em Silves
 
Mosteiro dos Jerónimos
Mosteiro dos JerónimosMosteiro dos Jerónimos
Mosteiro dos Jerónimos
 
O Porto: a reconquista cristã, o papel dos cristãos face
O Porto: a reconquista cristã, o papel dos cristãos faceO Porto: a reconquista cristã, o papel dos cristãos face
O Porto: a reconquista cristã, o papel dos cristãos face
 
O património cultural de Lamego
O património cultural de LamegoO património cultural de Lamego
O património cultural de Lamego
 
Almodovar 3
Almodovar 3Almodovar 3
Almodovar 3
 
Mosteirodos Jeronimos
Mosteirodos JeronimosMosteirodos Jeronimos
Mosteirodos Jeronimos
 
Igrejas
IgrejasIgrejas
Igrejas
 
Sé Catedral Do Porto
Sé Catedral Do PortoSé Catedral Do Porto
Sé Catedral Do Porto
 
Igrejas e capelas do porto
Igrejas e capelas do portoIgrejas e capelas do porto
Igrejas e capelas do porto
 
2c26 Arte Românica e National Gallery of London 2012
2c26 Arte Românica e National Gallery of London 20122c26 Arte Românica e National Gallery of London 2012
2c26 Arte Românica e National Gallery of London 2012
 
Palácio da Pena
Palácio da PenaPalácio da Pena
Palácio da Pena
 
Catedral de Notre Dame Paris
Catedral de Notre Dame ParisCatedral de Notre Dame Paris
Catedral de Notre Dame Paris
 
Arte gótica
Arte góticaArte gótica
Arte gótica
 
Catedral de notre dame paris
Catedral de notre dame parisCatedral de notre dame paris
Catedral de notre dame paris
 
Catedral de Notre Dame - Paris
Catedral de Notre Dame - ParisCatedral de Notre Dame - Paris
Catedral de Notre Dame - Paris
 
Arq portuguesa manuelino_barroco (1)
Arq portuguesa manuelino_barroco (1)Arq portuguesa manuelino_barroco (1)
Arq portuguesa manuelino_barroco (1)
 
A arquitectura romnica
A arquitectura romnicaA arquitectura romnica
A arquitectura romnica
 
Arte romanica
Arte romanicaArte romanica
Arte romanica
 
Arte românica
Arte românica Arte românica
Arte românica
 

Mais de Tito Romeu Gomes de Sousa Maia Mendes

Mais de Tito Romeu Gomes de Sousa Maia Mendes (20)

Trabalho de grupo 5ºa
Trabalho de grupo 5ºaTrabalho de grupo 5ºa
Trabalho de grupo 5ºa
 
Silves cristã
Silves cristãSilves cristã
Silves cristã
 
A importancia da água
A importancia da águaA importancia da água
A importancia da água
 
áGua
áGuaáGua
áGua
 
A importancia da água
A importancia da águaA importancia da água
A importancia da água
 
Arte cristã em silves 5ºa
Arte cristã em silves 5ºaArte cristã em silves 5ºa
Arte cristã em silves 5ºa
 
Joao arez e pedro
Joao arez e pedroJoao arez e pedro
Joao arez e pedro
 
Historia do rock
Historia do rockHistoria do rock
Historia do rock
 
O nosso planeta
O nosso planetaO nosso planeta
O nosso planeta
 
Apresentação joana...
Apresentação joana...Apresentação joana...
Apresentação joana...
 
Apresentação moral
Apresentação   moralApresentação   moral
Apresentação moral
 
Apresentação joana...
Apresentação joana...Apresentação joana...
Apresentação joana...
 
Religião
ReligiãoReligião
Religião
 
Monoteísmo e politeísmo
Monoteísmo e politeísmoMonoteísmo e politeísmo
Monoteísmo e politeísmo
 
Projecto vida
Projecto vidaProjecto vida
Projecto vida
 
Projecto de voluntariado..
Projecto de voluntariado..Projecto de voluntariado..
Projecto de voluntariado..
 
Projecto ines costa 9 a
Projecto  ines costa 9 aProjecto  ines costa 9 a
Projecto ines costa 9 a
 
Projecto de voluntariado..
Projecto de voluntariado..Projecto de voluntariado..
Projecto de voluntariado..
 
Projecto vida
Projecto vidaProjecto vida
Projecto vida
 
O preconceitoines
O preconceitoinesO preconceitoines
O preconceitoines
 

A arte religiosa na cidade de silves

  • 1.
  • 2. Olá , eu sou o Xelb. Vou ser o vosso guia ao longo desta visita à cidade de Silves.
  • 3. ,conhecido por Cruz de Portugal, é um monumento quinhentista manuelino em calcário branco. Esta obra foi classificada como Monumento Nacional em 1910. Foi criado provavelmente no final do século XV ou início do século XVI.
  • 4. Sabias que ostenta numa das faces uma escultura de Cristo Crucificado?
  • 5. E que na face oposta, ostenta o Descimento da Cruz?
  • 6. Onde estará o outro cruzeiro ? Sabias que em cada cidade cristã eram colocados dois cruzeiros: um na entrada e outo na saída da cidade?
  • 7. Em 1491, por doação de D. João II à rainha D. Leonor, Silves passou a pertencer à casa das rainhas, o que terá motivado a construção desta igreja na segunda metade do séc. XVI, para servir a Santa Casa da Misericórdia, entretanto fundada.
  • 8. Na fachada lateral encontramos uma janela de estilo manuelino.
  • 9. A cantaria é formada por troncos, cordas, folhagens e estranhas carrancas.
  • 10. Curiosidade Sabias que: A janela lateral era inicialmente uma porta de estilo manuelino?
  • 11. No interior, a única nave é coberta por uma abóbada de berço. Está decorada com sete quadros que representam as sete misericórdias em pintura sobre madeira, do séc. XVII e por uma tela da Nossa Senhora da Visitação, do séc. XVIII no altar-mor. É um espaço muito utilizado para manifestações culturais como recitais, concertos de música clássica e exposições temporárias.
  • 12. Capela de Nossa Senhora dos A Capela de Nossa Senhora dos Mártires foi fundada no Mártires1755, restafachadainicial. Reconstruída apósumao século XII mas nada terramoto de a da principal apresenta arquitectura de características barrocas, onde ladeiam o portal duas janelas com molduras.
  • 13. No seu interior tem um arco triunfal e uma abóbada na capela- mor com nervuras ornadas de florões.
  • 14. Curiosidade Sabias que: Nesta capela estão sepultados os cruzados que morreram durante a primeira tomada da cidade aos Mouros por D. Sancho I em 1189?
  • 15. O edifício apresenta uma mistura de estilos arquitectónicos dos quais se destaca o gótico. Pensa-se que a sua construção se tenha iniciado no séc. XIII sobre uma antiga mesquita Árabe após a reconquista da cidade aos mouros.
  • 16. O grande terramoto de 1755 destruiu vários elementos e foram então introduzidas novas alterações estilo barroco, visíveis nas partes superiores da fachada principal, no portal sul e na torre. Tem portal gótico e resto de fachada barroca, e uma grande rosácea que ilumina as naves.
  • 18. Curiosidades Sabias que: No exterior, predomina o tom vermelho escuro do grés utilizado nesta e em todas as construções antigas, característica única de Silves? E que inicialmente a fachada tinha duas torres iguais?
  • 19. A Sé Catedral de Silves tem uma forma de cruz latina com um cruzeiro abobadado no cruzamento dos braços da mesma.
  • 20. A nave principal tem uma altura máxima de cerca de 18 metros e a dividi-la das naves laterais estão sólidos pilares octogonais.
  • 21. O altar-mor está numa cabeceira em grés vermelho. Olha que bonitos vitrais!
  • 22. Estas são capelas das naves laterais.
  • 23. As naves laterais têm altares decorados a talha dourada barroca.
  • 24.
  • 26. Curiosidades Sabias que: No seu interior estão sepultados diversos bispos e famílias nobres de Silves, assim como a pedra tumular de D. João II, falecido e aqui sepultado em 1495, e que acabou por ser posteriormente transladado para o Mosteiro da Batalha? E que por baixo da Sé existem catacumbas?
  • 28. Espero que tenham gostado desta visita como nós gostamos. Até à vista! Trabalho realizado por : Beatriz Morais nº6 Catarina Marreiros nº 8 5ºA