Efeitos da Modulação da Dor na Atividade Cerebral em Pacientes com Dor Temporomandibular<br />Aylla Vieira<br />Mª Gerusa ...
INTRODUÇÃO<br />A dor é multi-dimensional:<br />Hipnose x Dor:<br />Moldar a percepção do indivíduo;<br />Influenciar comp...
Hipoalgesia hipnótica<br />↓ desconforto e intensidade de dor;<br />Alívio da dor clínica, durante e após os procedimentos...
Matriz da Dor<br />Córtex somatossensorial primário (S1) e secundário (S2);<br />Tronco cerebral;<br />Tálamo;<br />Ínsula...
Sugestões hipnóticas de maior desagrado:<br />↑das respostas do Cíngulo anterior, sem efeitos sobre a atividade do S1.<br ...
No entanto...<br />A maioria dos estudos têm sido realizados em indivíduos saudáveis;<br />Relativamente poucos estudos tê...
Objetivo<br />Estudo de imagem por ressonância magnética funcional (IRMf)<br />Investigar se pacientes com  DTM são capaze...
O que se esperava?<br />↓ atividade da matriz da dor durante a hipoalgesia induzida hipnoticamente;<br />↑ atividade da ma...
Métodos<br />Pacientes<br />19 pacientes:<br />1 homem e 18 mulheres;<br />Idade média / desvio:<br />40,7 / 2,3 anos;<br ...
Métodos<br />Design do experimento<br />Pacientes submetidos a Ressonância Magnética Funcional em três condições:<br />Hip...
Efeitos da modulação da dor na atividade cerebral em pacientes com dtm 1ª leva
Efeitos da modulação da dor na atividade cerebral em pacientes com dtm 1ª leva
Efeitos da modulação da dor na atividade cerebral em pacientes com dtm 1ª leva
Efeitos da modulação da dor na atividade cerebral em pacientes com dtm 1ª leva
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Efeitos da modulação da dor na atividade cerebral em pacientes com dtm 1ª leva

891 visualizações

Publicada em

1ª leva

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
891
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Efeitos da modulação da dor na atividade cerebral em pacientes com dtm 1ª leva

  1. 1. Efeitos da Modulação da Dor na Atividade Cerebral em Pacientes com Dor Temporomandibular<br />Aylla Vieira<br />Mª Gerusa Brito<br />Marília Brasileiro<br />Isaac Fernandes<br />Thaís Vieira<br />
  2. 2.
  3. 3. INTRODUÇÃO<br />A dor é multi-dimensional:<br />Hipnose x Dor:<br />Moldar a percepção do indivíduo;<br />Influenciar componentes sensoriais e afetivos.<br />
  4. 4. Hipoalgesia hipnótica<br />↓ desconforto e intensidade de dor;<br />Alívio da dor clínica, durante e após os procedimentos cirúrgicos e em algumas doenças (dor crônica);<br />Estudos com pacientes saudáveis:<br />Associada a alterações nos limiares de dor;<br />Relacionada a dor fisiológica (Atividade cerebral, Potenciais Relacionados a Eventos Somatossensoriais – PRES – e Reflexos espinhais).<br />Indivíduos suscetíveis à hipnose x indivíduos com baixa susceptibilidade hipnótica:<br />Quanto maior a susceptibilidade à hipnose, maior a redução na dor percebida, nas respostas reflexas e nas amplitudes dos PRES a estímulos dolorosos.<br />
  5. 5. Matriz da Dor<br />Córtex somatossensorial primário (S1) e secundário (S2);<br />Tronco cerebral;<br />Tálamo;<br />Ínsula;<br />Cíngulo anterior.<br />Hipoalgesia hipnótica pode produzir mudanças nas respostas de várias regiões do cérebro:<br />Cíngulo médio;<br />Ínsula;<br />Córtex perigenual;<br />Córtex pré-motor suplementar;<br />Tronco cerebral;<br />Tálamo.<br />
  6. 6. Sugestões hipnóticas de maior desagrado:<br />↑das respostas do Cíngulo anterior, sem efeitos sobre a atividade do S1.<br />Sugestões hipnóticas de intensidade de dor aumentada:<br />Mudanças no S1, sem efeitos sobre a atividade do Cíngulo anterior.<br />
  7. 7. No entanto...<br />A maioria dos estudos têm sido realizados em indivíduos saudáveis;<br />Relativamente poucos estudos têm sido conduzidos em pacientes com dor crônica;<br />Não houve até agora nenhum estudo sobre a modulação hipnótica do processamento nociceptivo em pacientes crônicos de dor orofacial.<br />
  8. 8. Objetivo<br />Estudo de imagem por ressonância magnética funcional (IRMf)<br />Investigar se pacientes com DTM são capazes de modular a sua experiência de dor e as respostas do cérebro associadas por hipoalgesia hipnoticamente induzida ou hiperalgesia.<br />umaquestaodecerebro.blogs.sapo.pt<br />
  9. 9. O que se esperava?<br />↓ atividade da matriz da dor durante a hipoalgesia induzida hipnoticamente;<br />↑ atividade da matriz da dor durante a hiperalgesia induzida hipnoticamente;<br />Comparação com o controle.<br />Variações individuais na susceptibilidade hipnótica;<br />Mudanças de intensidade de dor e desconforto;<br />=<br />Respostas do cérebro durante hipoalgesia ou hiperalgesia hipnótica.<br />georgemckee.com<br />
  10. 10. Métodos<br />Pacientes<br />19 pacientes:<br />1 homem e 18 mulheres;<br />Idade média / desvio:<br />40,7 / 2,3 anos;<br />Faculdade de Odontologia de Aarhus (DK).<br />Critérios de inclusão:<br />Dor miofascial - 6 meses ou mais.<br />Somatização<br />TOC<br />Depressão<br />Ansiedade<br />Intensidade da dor<br />O protocolo do estudo foi conduzido de acordo com a Declaração de Helsinque e foi aprovado pelo comitê de ética local.<br />Todos os pacientes assinaram um termo de consentimento esclarecido.<br /> Semiologia<br /> Escala numérica (0-10)<br />
  11. 11. Métodos<br />Design do experimento<br />Pacientes submetidos a Ressonância Magnética Funcional em três condições:<br />Hipoalgesia Hipnótica;<br />Hiperalgesia hipnótica;<br />Grupo Controle.<br />Grupo Controle era seguido pelas duas outras condições em ordem aleatória:<br />Evitar a contaminação sobre efeitos da intervenção hipnótica, de acordo com estudos anteriores sobre hipnose.<br />Estímulo doloroso – alfinetadas<br />Intensidades idênticas.<br />A intensidade da dor e irritabilidade dos estímulos dolorosos foram pontuados de 0-10, em cada condição.<br />

×