SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Turismo Sustentável
 "O turismo sustentável no seu sentido mais puro, é uma
  indústria que tenta provocar um baixo impacto sobre o
ambiente e a cultura local, ao ajudar a gerar rendimentos,
 emprego e simultaneamente conservar os ecossistemas
locais. É um turismo responsável, que é simultaneamente
   ecológico e cultural. Assim, as atividades do turismo
     sustentável têm de ter um impacto mínimo sobre
     o meio ambiente e a cultura da comunidade local.
 Segundo a Organização Mundial do Turismo, o turismo
    sustentável é o turismo que leva à gestão de todos os
   recursos de forma a que as necessidades econômicas,
    sociais e estéticas possam ser satisfeitas enquanto a
   integridade cultural, processos ecológicos essenciais,
        diversidade biológica e sistemas de suporte
                    de vida são reservados.
Segundo a Organização Mundial do Turismo,
  o turismo sustentável é o turismo que leva
   à gestão de todos os recursos de forma a
  que as necessidades econômicas, sociais e
  estéticas possam ser satisfeitas enquanto a
  integridade cultural, processos ecológicos
 essenciais, diversidade biológica e sistemas
      de suporte de vida são reservados.
O que é Ecoturismo?
"Segmento da atividade turística que utiliza, de forma
sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva
    sua conservação e busca a formação de uma
consciência ambientalista através da interpretação do
      ambiente, promovendo o bem-estar das
                    populações."
O Brasil ainda está dando os primeiros passos para o
turismo sustentável, havendo ainda aqui uma maior
preocupação com o ecoturismo do que com primeiro,
mas algumas cidades já o adotaram como, por exemplo,
a cidade de Bonito, situada no Mato grosso do Sul,
sendo um dos grandes destaques do turismo nacional,
adotou uma política sustentável a partir dos anos 90,
quando começou a ser mais visitado e sentiu a
necessidade de colocar regras no turismo para que não
destruísse seus bens naturais.
TURISMO SUSTENTÁVEL
Passaporte Verde para a Copa do Mundo de 2014
Sede da Copa do Mundo de 2014, o Brasil adotará o conceito de turismo
sustentável para receber milhares de turistas estrangeiros que virão ao país
em função do evento. Representantes do Ministério do Meio Ambiente
(MMA) e do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma)
reuniram-se em Brasília, para definir uma lista de cooperação com ações
estratégicas que serão desenvolvidas por meio de parceria entre os órgãos. E
uma dessas ações é o fortalecimento da campanha
Passaporte Verde durante a Copa.
O Passaporte Verde é um guia, disponível na maioria dos
    pontos turísticos e na rede hoteleira, com detalhes,
  informações e orientações sobre o turismo sustentável,
    atividade que respeita o meio ambiente, favorece a
 economia local e o desenvolvimento social e econômico
   das comunidades. A publicação é resultado da força-
       tarefa internacional para o desenvolvimento
                 do turismo sustentável.
As práticas do turista sustentável vão desde o planejamento até o meio
 de transporte utilizado na viagem. Ao escolher seu destino, o turista
       deve certificar-se que o local oferece meios de transporte,
acomodações e tratamento de lixo e esgoto adequados. Para isso, deve
   preferir acomodações que tenham equipamentos eficientes e que
 permitam o uso racional da energia e da água e priorize o serviço de
                           guias e condutores
                  integrantes das comunidades locais.
FYALL (1998) lançou dez princípios para o
desenvolvimento do Turismo de forma sustentável, todos
   focados de forma direta ou indireta na melhoria da
        qualidade de vida da comunidade local

1º - Usar os recursos com sustentabilidade: a conservação e o
uso sustentável dos recursos-naturais, sociais e culturais é
crucial e faz sentido mantê-los para o futuro da atividade.
2º - Reduzir o excesso de consumo e o desperdício: a
redução do excesso de consumo e desperdícios evita os
custos de restabelecer em longo prazo danos ambientais
e contribui para a qualidade do turismo.
3º - Manter a diversidade: manter e promover a
diversidade natural, social e cultural é essencial para
o turismo sustentável duradouro, e cria opções
diversificadas para a atividade.
4º - Integrar o turismo ao planejamento: o turismo é integrado numa
estrutura de planejamento estratégico nacional e local e que empreenda taxas de
impactos ambientais aumentando a viabilidade em longo prazo da atividade.
5º - Apóia as economias locais: o turismo que apóia em
largo alcance as atividades econômicas locais e que leva
em conta seus valores e recursos ambientais protege
essas economias e evita danos ambientais.
6º - Envolver as comunidades locais: o total envolvimento
das comunidades locais no setor de turismo, não só
beneficia a elas e ao meio ambiente em geral, mas também
melhora a qualidade da atividade turística.
7º - O poder público e privado: a articulação entre o s dois
lados, as comunidades locais, as organizações e instituições
    ligadas ao turismo é essencial para elas trabalharem
   integradas, buscando solucionar potencias, conflitos e
                         interesses.
8º - Qualificar mão-de-obra: a qualificação da mão-de-
obra integra o turismo sustentável e práticas de trabalho,
na medida em que recruta mão-de-obra local em todos os
  níveis, melhorando a qualidade do produto turístico.
9º - Comercializar o turismo com responsabilidade: o
marketing que promove o turismo com ampla e responsável
 informação aumenta o respeito por ambientes naturais,
   sociais e culturais das áreas receptoras e aumenta a
                  satisfação dos visitantes.
10º - Desenvolver pesquisas: a realização de pesquisas e o
monitoramento da atividade através de dados e analises são
essenciais para ajudar a resolver problemas e trazer
benefícios para os espaços receptores, para o turismo e seus
receptores.
"... o desenvolvimento do turismo sustentável pode
 satisfazer as necessidades econômicas, sociais e estéticas,
   simultaneamente as integridades cultural e ecológica.
     Pode ser benéfico aos anfitriões e para os visitantes
enquanto protege e melhora a mesma oportunidade para o
         futuro. Essas são as boas notícias. Contudo, o
 desenvolvimento do turismo sustentável envolve tomada
     de medidas políticas vigorosas baseadas em trocas
    complexas aos níveis social, econômico e ambiental"
   (ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE TURISMO, 1993:51)
ANÁLISE CONCLUSIVA
      Considerando se tratar de uma área em franco
 desenvolvimento, com tamanha importância tendo em
  vista sua capacidade de geração de trabalho e renda a
 partir da realidade social contemporânea, tem-se nesse
      sentido um mix de possibilidades, alternativas,
necessidades e responsabilidades que envolvem todos os
 atores do mercado turístico. Eles, em frente ao grande
   desafio de tornar o turismo uma fonte social natural
 sustentável, necessariamente estão obrigados às ações
de análise e planejamento da capacidade turística à qual
                      estão expostos.
Não se admite mais uma ação sem ponderar sobre suas
conseqüências, pois na grande transformação desse mercado,
sendo ele o responsável por envolver diversas áreas sociais, o
     mesmo vem acompanhado de alterações legais e de
    comportamento dos consumidores, o que vai exigir a
 qualificação cada vez maior dos responsáveis por tornar, ou
     não, o turismo uma fonte positiva para a sociedade.
Fontes:
 BENI, Mário Carlos. Globalização do Turismo: megatendências do
         setor e a realidade brasileira. São Paulo: Aleph, 2003.
GARROD, Brian; FYALL, Enoque. Beyond the rhetiric of sustainable
                                tourism?
 Tourism Mnagement. Reino Unido: Elsevier Science, v. 19, n3, 1998.
    Instituto de Hospitalidade, Manual de boas práticas: aspectos
 econômicos relacionados ao turismo sustentável. Salvador, 2006.
OMT. Planejamento para o desenvolvimento de turismo sustentável
                    em nível municipal, Madrid, 1996.
MAGALHÃES, Cláudia Freitas, Diretrizes para o Turismo Sustentável
                 em municípios. São Paulo: Roca, 2002.
 NAISBITT, John. O paradoxo global. Rio de Janeiro: Campus, 1994.
   TORRE, De La. El turismo: fenómeno social. México, Fondo de
                        Cultura Económica, 1992.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Desenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento SustentavelDesenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento Sustentavel
lupajero
 
Desenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento SustentavelDesenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento Sustentavel
Rui Raul
 
Aula 1 desenvolvimento sustentável
Aula 1 desenvolvimento sustentávelAula 1 desenvolvimento sustentável
Aula 1 desenvolvimento sustentável
Carlos Priante
 
Turismo evolução
Turismo evoluçãoTurismo evolução
Turismo evolução
Karlla Costa
 

Mais procurados (20)

Desenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento SustentavelDesenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento Sustentavel
 
Educação ambiental e sustentabilidade
Educação ambiental e sustentabilidadeEducação ambiental e sustentabilidade
Educação ambiental e sustentabilidade
 
Produto Turistico
Produto TuristicoProduto Turistico
Produto Turistico
 
Segmentação do Turismo e o Mercado
Segmentação do Turismo e o MercadoSegmentação do Turismo e o Mercado
Segmentação do Turismo e o Mercado
 
Fundamentos do Turismo (I): aula 04
Fundamentos do Turismo (I): aula 04Fundamentos do Turismo (I): aula 04
Fundamentos do Turismo (I): aula 04
 
Desenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento SustentavelDesenvolvimento Sustentavel
Desenvolvimento Sustentavel
 
Aula 1 desenvolvimento sustentável
Aula 1 desenvolvimento sustentávelAula 1 desenvolvimento sustentável
Aula 1 desenvolvimento sustentável
 
Aula de sustentabilidade_ambiental
Aula de sustentabilidade_ambientalAula de sustentabilidade_ambiental
Aula de sustentabilidade_ambiental
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável
 
Politicas Ambientais
Politicas AmbientaisPoliticas Ambientais
Politicas Ambientais
 
Ecoturismo
EcoturismoEcoturismo
Ecoturismo
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável
 
Aula de Legislação Ambiental no Brasil e nas empresas
Aula de Legislação Ambiental no Brasil e nas empresasAula de Legislação Ambiental no Brasil e nas empresas
Aula de Legislação Ambiental no Brasil e nas empresas
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
 
Os fluxos migratórios
Os fluxos migratóriosOs fluxos migratórios
Os fluxos migratórios
 
Turismo evolução
Turismo evoluçãoTurismo evolução
Turismo evolução
 
Aula Educação ambiental 1
Aula Educação ambiental 1Aula Educação ambiental 1
Aula Educação ambiental 1
 
1704
17041704
1704
 
Impactos do turismo ambientais e culturais
Impactos do turismo ambientais e culturaisImpactos do turismo ambientais e culturais
Impactos do turismo ambientais e culturais
 
Ensino Médio - Meio ambiente e Sustentabilidade - Aula 1.pdf
Ensino Médio - Meio ambiente e Sustentabilidade - Aula 1.pdfEnsino Médio - Meio ambiente e Sustentabilidade - Aula 1.pdf
Ensino Médio - Meio ambiente e Sustentabilidade - Aula 1.pdf
 

Destaque (12)

Melhores Praticas do Turismo Sustentável
Melhores Praticas do Turismo SustentávelMelhores Praticas do Turismo Sustentável
Melhores Praticas do Turismo Sustentável
 
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Brasil territorio e fronteiras   7º anoBrasil territorio e fronteiras   7º ano
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
 
Brasil na américa do sul: fronteiras e integração física e energética
Brasil na américa do sul: fronteiras e integração física e energéticaBrasil na américa do sul: fronteiras e integração física e energética
Brasil na américa do sul: fronteiras e integração física e energética
 
Trabalho consumo e sociedade
Trabalho consumo e sociedadeTrabalho consumo e sociedade
Trabalho consumo e sociedade
 
Aula 2 população
Aula 2   populaçãoAula 2   população
Aula 2 população
 
O Turismo
O TurismoO Turismo
O Turismo
 
Turismo
TurismoTurismo
Turismo
 
Serviços e Turismo
Serviços e TurismoServiços e Turismo
Serviços e Turismo
 
01 Conceitos Turismo
01    Conceitos  Turismo01    Conceitos  Turismo
01 Conceitos Turismo
 
Plano de aula 2016
Plano de aula 2016Plano de aula 2016
Plano de aula 2016
 
13 turismo
13  turismo13  turismo
13 turismo
 
Meios De Transporte E TelecomunicaçõEs
Meios De Transporte E TelecomunicaçõEsMeios De Transporte E TelecomunicaçõEs
Meios De Transporte E TelecomunicaçõEs
 

Semelhante a Turismo sustentável slides (2)

Texto 4 turismo sustentavel
Texto 4   turismo sustentavelTexto 4   turismo sustentavel
Texto 4 turismo sustentavel
Karlla Costa
 
Seminário de abertura
Seminário de aberturaSeminário de abertura
Seminário de abertura
Karlla Costa
 
Plano de Marketing - Ecotel Adventure
Plano de Marketing - Ecotel AdventurePlano de Marketing - Ecotel Adventure
Plano de Marketing - Ecotel Adventure
Fernando Alves
 
Symposium turismo responsável nos destinos responsible tourism in destination...
Symposium turismo responsável nos destinos responsible tourism in destination...Symposium turismo responsável nos destinos responsible tourism in destination...
Symposium turismo responsável nos destinos responsible tourism in destination...
Carolina Palhares
 

Semelhante a Turismo sustentável slides (2) (20)

8 As relações entre turismo, biodiversidade e áreas protegidas.pdf
8 As relações entre turismo, biodiversidade e áreas protegidas.pdf8 As relações entre turismo, biodiversidade e áreas protegidas.pdf
8 As relações entre turismo, biodiversidade e áreas protegidas.pdf
 
Texto 4 turismo sustentavel
Texto 4   turismo sustentavelTexto 4   turismo sustentavel
Texto 4 turismo sustentavel
 
Seminário de abertura
Seminário de aberturaSeminário de abertura
Seminário de abertura
 
Turismo E Meio Ambiente
Turismo E Meio AmbienteTurismo E Meio Ambiente
Turismo E Meio Ambiente
 
Guia Turismo e Sustentabilidade - Mtur 2016
Guia Turismo e Sustentabilidade - Mtur 2016Guia Turismo e Sustentabilidade - Mtur 2016
Guia Turismo e Sustentabilidade - Mtur 2016
 
Ecoturismo
EcoturismoEcoturismo
Ecoturismo
 
Ecoturismo
EcoturismoEcoturismo
Ecoturismo
 
Turismo Sustentável: Apresentação Guiada
Turismo Sustentável: Apresentação Guiada Turismo Sustentável: Apresentação Guiada
Turismo Sustentável: Apresentação Guiada
 
Sustentabilidade do turismo 11 4
Sustentabilidade do turismo 11 4Sustentabilidade do turismo 11 4
Sustentabilidade do turismo 11 4
 
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 06
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 06Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 06
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 06
 
1834
18341834
1834
 
Hospitalidade: meio para educacao ambiental
Hospitalidade: meio para educacao ambientalHospitalidade: meio para educacao ambiental
Hospitalidade: meio para educacao ambiental
 
Ecoturismo e Conservação dos Recursos Naturais, Turismo em Território Indíge...
Ecoturismo e Conservação dos Recursos Naturais,  Turismo em Território Indíge...Ecoturismo e Conservação dos Recursos Naturais,  Turismo em Território Indíge...
Ecoturismo e Conservação dos Recursos Naturais, Turismo em Território Indíge...
 
Plano de Marketing - Ecotel Adventure
Plano de Marketing - Ecotel AdventurePlano de Marketing - Ecotel Adventure
Plano de Marketing - Ecotel Adventure
 
Ecoturismo Lucas Siqueira
Ecoturismo   Lucas SiqueiraEcoturismo   Lucas Siqueira
Ecoturismo Lucas Siqueira
 
TURISMO.docx
TURISMO.docxTURISMO.docx
TURISMO.docx
 
Práticas Sustentáveis para Turistas em viagens de Ecoturismo.pptx
Práticas Sustentáveis para Turistas em viagens de Ecoturismo.pptxPráticas Sustentáveis para Turistas em viagens de Ecoturismo.pptx
Práticas Sustentáveis para Turistas em viagens de Ecoturismo.pptx
 
Comunicar de maneira eficiente sobre suas boas práticas em turismo sustentável
Comunicar de maneira eficiente sobre suas boas práticas em turismo sustentávelComunicar de maneira eficiente sobre suas boas práticas em turismo sustentável
Comunicar de maneira eficiente sobre suas boas práticas em turismo sustentável
 
Lazer Em Hospitalidade Meio Para Ea
Lazer Em Hospitalidade   Meio Para EaLazer Em Hospitalidade   Meio Para Ea
Lazer Em Hospitalidade Meio Para Ea
 
Symposium turismo responsável nos destinos responsible tourism in destination...
Symposium turismo responsável nos destinos responsible tourism in destination...Symposium turismo responsável nos destinos responsible tourism in destination...
Symposium turismo responsável nos destinos responsible tourism in destination...
 

Mais de rosaband (20)

Importância econômica do turismo (1)
Importância econômica do turismo (1)Importância econômica do turismo (1)
Importância econômica do turismo (1)
 
Turismo acessível slides
Turismo acessível   slidesTurismo acessível   slides
Turismo acessível slides
 
Turismo cultural slides
Turismo cultural slidesTurismo cultural slides
Turismo cultural slides
 
Turismo receptivo encontro 1
Turismo receptivo encontro 1Turismo receptivo encontro 1
Turismo receptivo encontro 1
 
Turismo de aventura
Turismo de aventuraTurismo de aventura
Turismo de aventura
 
Turismo cívico
Turismo cívicoTurismo cívico
Turismo cívico
 
História do turismo
História do turismoHistória do turismo
História do turismo
 
Usa
UsaUsa
Usa
 
Inglaterra
InglaterraInglaterra
Inglaterra
 
Uruguai
UruguaiUruguai
Uruguai
 
Paraguai
ParaguaiParaguai
Paraguai
 
Japão.pptx
 Japão.pptx  Japão.pptx
Japão.pptx
 
Australia
AustraliaAustralia
Australia
 
Espanha
EspanhaEspanha
Espanha
 
Suiça
SuiçaSuiça
Suiça
 
Grécia
GréciaGrécia
Grécia
 
Marrocos
MarrocosMarrocos
Marrocos
 
Argentina
ArgentinaArgentina
Argentina
 
Italia
ItaliaItalia
Italia
 
Quiz de cultura italiana
Quiz  de cultura italiana Quiz  de cultura italiana
Quiz de cultura italiana
 

Turismo sustentável slides (2)

  • 1. Turismo Sustentável "O turismo sustentável no seu sentido mais puro, é uma indústria que tenta provocar um baixo impacto sobre o ambiente e a cultura local, ao ajudar a gerar rendimentos, emprego e simultaneamente conservar os ecossistemas locais. É um turismo responsável, que é simultaneamente ecológico e cultural. Assim, as atividades do turismo sustentável têm de ter um impacto mínimo sobre o meio ambiente e a cultura da comunidade local. Segundo a Organização Mundial do Turismo, o turismo sustentável é o turismo que leva à gestão de todos os recursos de forma a que as necessidades econômicas, sociais e estéticas possam ser satisfeitas enquanto a integridade cultural, processos ecológicos essenciais, diversidade biológica e sistemas de suporte de vida são reservados.
  • 2.
  • 3. Segundo a Organização Mundial do Turismo, o turismo sustentável é o turismo que leva à gestão de todos os recursos de forma a que as necessidades econômicas, sociais e estéticas possam ser satisfeitas enquanto a integridade cultural, processos ecológicos essenciais, diversidade biológica e sistemas de suporte de vida são reservados.
  • 4.
  • 5. O que é Ecoturismo? "Segmento da atividade turística que utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista através da interpretação do ambiente, promovendo o bem-estar das populações."
  • 6.
  • 7. O Brasil ainda está dando os primeiros passos para o turismo sustentável, havendo ainda aqui uma maior preocupação com o ecoturismo do que com primeiro, mas algumas cidades já o adotaram como, por exemplo, a cidade de Bonito, situada no Mato grosso do Sul, sendo um dos grandes destaques do turismo nacional, adotou uma política sustentável a partir dos anos 90, quando começou a ser mais visitado e sentiu a necessidade de colocar regras no turismo para que não destruísse seus bens naturais.
  • 8. TURISMO SUSTENTÁVEL Passaporte Verde para a Copa do Mundo de 2014 Sede da Copa do Mundo de 2014, o Brasil adotará o conceito de turismo sustentável para receber milhares de turistas estrangeiros que virão ao país em função do evento. Representantes do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) reuniram-se em Brasília, para definir uma lista de cooperação com ações estratégicas que serão desenvolvidas por meio de parceria entre os órgãos. E uma dessas ações é o fortalecimento da campanha Passaporte Verde durante a Copa.
  • 9. O Passaporte Verde é um guia, disponível na maioria dos pontos turísticos e na rede hoteleira, com detalhes, informações e orientações sobre o turismo sustentável, atividade que respeita o meio ambiente, favorece a economia local e o desenvolvimento social e econômico das comunidades. A publicação é resultado da força- tarefa internacional para o desenvolvimento do turismo sustentável.
  • 10. As práticas do turista sustentável vão desde o planejamento até o meio de transporte utilizado na viagem. Ao escolher seu destino, o turista deve certificar-se que o local oferece meios de transporte, acomodações e tratamento de lixo e esgoto adequados. Para isso, deve preferir acomodações que tenham equipamentos eficientes e que permitam o uso racional da energia e da água e priorize o serviço de guias e condutores integrantes das comunidades locais.
  • 11. FYALL (1998) lançou dez princípios para o desenvolvimento do Turismo de forma sustentável, todos focados de forma direta ou indireta na melhoria da qualidade de vida da comunidade local 1º - Usar os recursos com sustentabilidade: a conservação e o uso sustentável dos recursos-naturais, sociais e culturais é crucial e faz sentido mantê-los para o futuro da atividade.
  • 12. 2º - Reduzir o excesso de consumo e o desperdício: a redução do excesso de consumo e desperdícios evita os custos de restabelecer em longo prazo danos ambientais e contribui para a qualidade do turismo.
  • 13. 3º - Manter a diversidade: manter e promover a diversidade natural, social e cultural é essencial para o turismo sustentável duradouro, e cria opções diversificadas para a atividade.
  • 14. 4º - Integrar o turismo ao planejamento: o turismo é integrado numa estrutura de planejamento estratégico nacional e local e que empreenda taxas de impactos ambientais aumentando a viabilidade em longo prazo da atividade.
  • 15. 5º - Apóia as economias locais: o turismo que apóia em largo alcance as atividades econômicas locais e que leva em conta seus valores e recursos ambientais protege essas economias e evita danos ambientais.
  • 16. 6º - Envolver as comunidades locais: o total envolvimento das comunidades locais no setor de turismo, não só beneficia a elas e ao meio ambiente em geral, mas também melhora a qualidade da atividade turística.
  • 17. 7º - O poder público e privado: a articulação entre o s dois lados, as comunidades locais, as organizações e instituições ligadas ao turismo é essencial para elas trabalharem integradas, buscando solucionar potencias, conflitos e interesses.
  • 18. 8º - Qualificar mão-de-obra: a qualificação da mão-de- obra integra o turismo sustentável e práticas de trabalho, na medida em que recruta mão-de-obra local em todos os níveis, melhorando a qualidade do produto turístico.
  • 19. 9º - Comercializar o turismo com responsabilidade: o marketing que promove o turismo com ampla e responsável informação aumenta o respeito por ambientes naturais, sociais e culturais das áreas receptoras e aumenta a satisfação dos visitantes.
  • 20. 10º - Desenvolver pesquisas: a realização de pesquisas e o monitoramento da atividade através de dados e analises são essenciais para ajudar a resolver problemas e trazer benefícios para os espaços receptores, para o turismo e seus receptores.
  • 21. "... o desenvolvimento do turismo sustentável pode satisfazer as necessidades econômicas, sociais e estéticas, simultaneamente as integridades cultural e ecológica. Pode ser benéfico aos anfitriões e para os visitantes enquanto protege e melhora a mesma oportunidade para o futuro. Essas são as boas notícias. Contudo, o desenvolvimento do turismo sustentável envolve tomada de medidas políticas vigorosas baseadas em trocas complexas aos níveis social, econômico e ambiental" (ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE TURISMO, 1993:51)
  • 22. ANÁLISE CONCLUSIVA Considerando se tratar de uma área em franco desenvolvimento, com tamanha importância tendo em vista sua capacidade de geração de trabalho e renda a partir da realidade social contemporânea, tem-se nesse sentido um mix de possibilidades, alternativas, necessidades e responsabilidades que envolvem todos os atores do mercado turístico. Eles, em frente ao grande desafio de tornar o turismo uma fonte social natural sustentável, necessariamente estão obrigados às ações de análise e planejamento da capacidade turística à qual estão expostos.
  • 23. Não se admite mais uma ação sem ponderar sobre suas conseqüências, pois na grande transformação desse mercado, sendo ele o responsável por envolver diversas áreas sociais, o mesmo vem acompanhado de alterações legais e de comportamento dos consumidores, o que vai exigir a qualificação cada vez maior dos responsáveis por tornar, ou não, o turismo uma fonte positiva para a sociedade.
  • 24. Fontes: BENI, Mário Carlos. Globalização do Turismo: megatendências do setor e a realidade brasileira. São Paulo: Aleph, 2003. GARROD, Brian; FYALL, Enoque. Beyond the rhetiric of sustainable tourism? Tourism Mnagement. Reino Unido: Elsevier Science, v. 19, n3, 1998. Instituto de Hospitalidade, Manual de boas práticas: aspectos econômicos relacionados ao turismo sustentável. Salvador, 2006. OMT. Planejamento para o desenvolvimento de turismo sustentável em nível municipal, Madrid, 1996. MAGALHÃES, Cláudia Freitas, Diretrizes para o Turismo Sustentável em municípios. São Paulo: Roca, 2002. NAISBITT, John. O paradoxo global. Rio de Janeiro: Campus, 1994. TORRE, De La. El turismo: fenómeno social. México, Fondo de Cultura Económica, 1992.