SlideShare uma empresa Scribd logo
As relações entre turismo,
biodiversidade e áreas
protegidas
Prof.ª Esp. Hiana Brito
T u r i s m o s u s t e n t á v e l
Desde o início da década de
1990, o termo “sustentável”
passou a ser amplamente
utilizado no debate sobre
desenvolvimento, sobretudo
em virtude da II Conferência
Mundial sobre Meio ambiente e
Desenvolvimento, realizada no
Rio de Janeiro em 1992, e
promovida pela Organização
das Nações Unidas (ONU)
Conceitos
A partir da Rio-92, o
“desenvolvimento sustentável”
tornou-se um conceito da
moda, que passou a ser
incorporado na retórica de
diversas instituições e pessoas,
com finalidades econômicas,
políticas, sociais, mas
principalmente ideológicas
Conceitos
conceitos
Atualmente é comum ouvirmos ou
falarmos em sustentabilidade, seja
ao nos remetermos ao
desenvolvimento de um modo geral,
ou mesmo em setores específicos
que influenciam o desenvolvimento.
Quem nunca se deparou com os
termos agricultura sustentável,
cidades sustentáveis, indústrias e
empresas sustentáveis, ou em
turismo sustentável?
ecoturismo e turismo
sustentável
são a mesma coisa?
Também conhecido como
turismo ecológico, o
ecoturismo foi introduzido no
Brasil com o intuito de valorizar
a natureza, seguindo uma
tendência mundial. Com o
tempo, esse conceito se tornou
popular e tem funcionado
principalmente como marketing
para empresas.
O que é o
ecoturismo?
De acordo com o Ministério do
Meio Ambiente e a EMBRATUR,
“ecoturismo é um segmento da
atividade turística que utiliza, de
forma sustentável, o patrimônio
natural e cultural, incentiva sua
conservação e busca a formação
de uma consciência ambientalista
por meio da interpretação do
ambiente, promovendo o bem-
estar das populações”.
No ecoturismo há um contato
direto com o meio ambiente,
preservando não somente a
natureza, mas criando, dessa
maneira, uma cultura que tem
como objetivo conservá-la.
Porém, nem sempre é assim que o
ecoturismo é desenvolvido. Muitas
vezes, esse conceito é atrelado
somente ao turismo ecológico,
deixando a consciência de
preservação de lado.
O ecoturismo tem como
diferencial a realização de
atividades que visam promover
o conhecimento e a vivência
com o meio ambiente — ele
está fundamentado não
somente na sustentabilidade,
mas também na conservação e
na educação.
Características do
ecoturismo
É uma vertente que veio
introduzir uma mudança de
paradigma: o turismo pode ser
uma atividade que oferece
incentivos econômicos eficazes
para a conservação do meio
ambiente, fazendo disso uma
prática constante e não
obrigatória.
Características do
ecoturismo
É necessário que a oferta
turística nesse segmento
inclua, além de serviços
comuns já realizados — como
transporte, hospedagem,
alimentação, recepção e
agenciamento —, atividades
que permitam a integração dos
turistas com o meio ambiente.
Somente dessa maneira pode-
se conscientizar a preservação
da natureza, tornando essa
uma atitude frequente.
Características do
ecoturismo
O que é o
turismo
sustentável?
Essa é a área do turismo que
trabalha em harmonia com a
natureza e as comunidades que a
circundam. Em outras palavras,
podemos dizer que o turismo
sustentável visa suprir as
necessidades dos turistas e das
regiões onde essa prática está se
desenvolvendo, porém sem deixar a
sustentabilidade de lado.
O Turismo Sustentável tem como
objetivo atender simultaneamente às
necessidades dos turistas e das
comunidades receptoras, protegendo e
ampliando as oportunidades para o
futuro.
Dessa forma, é possível garantir
melhores oportunidades para o futuro,
otimizando a gestão de recursos de
uma maneira que as necessidades
sociais, econômicas e ambientais sejam
satisfeitas, mantendo também a
integridade cultural e a diversidade
biológica.
Definição do Código Mundial de Ética
do Turismo, para essa vertente
também pode ser definida da
seguinte maneira:
“turismo sustentável é o que
relaciona as necessidades dos
turistas e das regiões receptoras,
protegendo e fortalecendo
oportunidades para o futuro”.
essa atividade busca
atender as necessidades do
desenvolvimento
turístico, agregando os
anseios das regiões que
são beneficiadas pelo
turismo e estimulando o
crescimento dessa
atividade, sem deixar de
lado a proteção do meio
ambiente, especialmente em
lugares incomuns que
possuem recursos naturais
raros.
A popularização da ideia do
desenvolvimento sustentável,
unida à procura por espaços
de contato com a “natureza”,
com o inóspito e com o
“diferente”, bem como às
intencionalidades de atores
públicos e privados em
expandir as destinações
turísticas e seus atrativos pelo
mundo, desencadearam uma
exacerbação do turismo como
atividade sustentável.
E
u
amo plant
a
s
E
e
la s m e a m
a
m
Como o turismo utiliza as
paisagens, os lugares e os
territórios como mercadorias,
o principal produto a ser
comercializado e consumido
são as imagens e os símbolos,
criados e estereotipados para
o atendimento dos anseios dos
turistas.
E
u
amo plant
a
s
E
e
la s m e a m
a
m
turismo
sustentável
A valorização de aspectos naturais e
histórico-culturais levou instituições,
políticos e empresários a divulgar a
ideia de que o turismo poderia ser
uma atividade sustentável, que por
sua vez, contribuiria para o
desenvolvimento sustentável, pois
estaria fundamentado na conservação
ambiental, resgate e valorização de
objetos e representações culturais, e
se constituiria em uma nova opção de
emprego e renda para as
comunidades receptoras
“o turismo sustentável é aquele
que atende às necessidades
dos turistas de hoje e das
regiões receptoras, ao mesmo
tempo em que protege e amplia
as oportunidades para o
futuro”.
OMT de 2003
Ele deve ser concebido como
um condutor da gestão de
todos os recursos existentes,
tanto do ponto de vista da
satisfação das necessidades
econômicas, sociais e estéticas
quanto da manutenção da
integridade cultural, dos
processos ecológicos
essenciais, da diversidade
biológica e dos sistemas de
suporte à vida.
OMT de 2003
Conferência Mundial de Turismo
Sustentável
Oferecer ao visitante uma elevada
qualidade de experiências;
Manter a qualidade do ambiente de que
tanto a comunidade anfitriã quanto o
visitante dependem.
realizada pela OMT em 1990, definiu-se que:
o turismo sustentável constitui um
modelo de desenvolvimento econômico
que foi concebido para:
Melhorar a qualidade de vida da
comunidade visada;
chamada também de O’Globe 90
diversifica a economia local, sobretudo em
áreas rurais onde o emprego agrícola
pode ser esporádico ou insuficiente;
procura ser participativo na tomada de
decisões entre os atores, e incorpora o
planejamento e o zoneamento
assegurando o desenvolvimento do
turismo adequado à capacidade de carga
do ecossistema;
benefícios do turismo sustentável:
estimula a compreensão dos impactos
do turismo;
assegura uma distribuição justa dos
benefícios e custos;
gera empregos locais, diretos e
indiretos;
estimula indústrias domésticas
lucrativas;
gera entrada de divisas para o país e
injeta capital e dinheiro novo na
economia local;
chamada também de O’Globe 90
demonstra a importância dos recursos
naturais e culturais para a economia de
uma comunidade e seu bem-estar social, e
pode ajudar a preservá-los.
monitora e administra os impactos do
turismo, e opõe-se a qualquer efeito
negativo.
benefícios do turismo sustentável:
estimula o desenvolvimento do
transporte local, comunicações e outras
infraestruturas para a comunidade;
cria facilidades de recreação que podem
ser usadas pela comunidade local;
o turismo natural encoraja o uso
produtivo de terras consideradas
impróprias para a agricultura;
o turismo cultural intensifica a auto-
estima da comunidade local;
Swarbrooke (2000) indica os tipos de turismo
que acredita ser altamente compatíveis com o
conceito de turismo sustentável:
- ecoturismo;
- turismo cultural;
- atrações urbanas em localidades turísticas abandonadas;
- agroturismo (turismo rural em pequena escala) que representa
fonte de renda para os trabalhadores do campo;
- férias de conservação, onde turistas fazem ações
conservacionistas.
Características do turismo
sustentável
Esse é um segmento que tem como objetivo principal atender os
anseios de turistas e regiões receptoras, garantindo a proteção
ambiental e, paralelamente, o desenvolvimento da atividade
turística em conjunto com todos os envolvidos.
Características do turismo
sustentável
Isso implica na prática de ações economicamente viáveis,
socialmente justas e ecologicamente corretas.
O turismo deve ser realizado de maneira que preserve a natureza e
sua biodiversidade, com atividades programadas para seguir esse
intuito.
desenvolvimento de
estruturas compatíveis com a
preservação ambiental;
clareza aos clientes sobre
como a atividade é realizada;
não adoção de práticas
turísticas em massa.
Para que o turismo sustentável
possa ser desenvolvido, é
importante ter atenção a três
fatores primordiais:
OS AGENTES ENVOLVIDOS DEVEM
RESPEITAR OS LIMITES DE SUAS
AÇÕES, SEMPRE TENDO COMO
PRIORIDADE A CONSERVAÇÃO DOS
RECURSOS NATURAIS.
Criar roteiros de forma que o turista
vivencie a cultura e o ritmo de vida
local;
capacitar os moradores para que
recebam turistas em suas
residências, oferecendo refeições
elaboradas com produtos regionais;
incentivar a produção e
comercialização de artesanato local;
Capacitar moradores da comunidade
para atuarem como guias locais;
Buscar inserir os produtos/matéria
prima da região na cadeia produtiva
do turismo (meios de hospedagem,
bares e restaurantes).
turismo
sustentável
O que fazer?
É importante que atividade turística e
comunidade se desenvolvam juntas.
Acessar um novo mercado.
Estabelecer relações mais
diretas com compradores.
Qualificar seus produtos e
serviços.
Diversificar e aumentar a
renda das famílias.
Vantagens para o
extrativista
Agregar imagem de
responsabilidade social e
ambiental.
Estabelecer relações mais
diretas com extrativistas.
Ofertar produtos que
permitem a diferenciação
do equipamento –
orgânicos, comércio justo,
biodiversidade.
Ofertar produtos saudáveis
e de qualidade.
Vantagens para
empreendimentos
turísticos
Produtos diferenciados.
Produtos com identidade
regional.
Produtos saudáveis.
Produtos com
responsabilidade social e
ambiental.
Produtos com baixa
emissão de carbono.
Ter acesso a:
Vantagens para o
Turista:
CERTIFICAÇÃO EM TURISMO SUSTENTÁVEL
Norma Nacional para Meios de
Hospedagem – Requisitos para a
Sustentabilidade NIH-54, 2004
2 grupos
Preparação e atendimento a
emergências ambientais;
Áreas naturais, flora e fauna;
Emissões, efluentes e resíduos
sólidos;
Eficiência energética.
I GRUPO: PRINCÍPIOS DO TURISMO
SUSTENTÁVEL
II GRUPO: REQUISITOS AMBIENTAIS
PARA O TURISMO SUSTENTÁVEL

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 8 As relações entre turismo, biodiversidade e áreas protegidas.pdf

Plano de Marketing - Ecotel Adventure
Plano de Marketing - Ecotel AdventurePlano de Marketing - Ecotel Adventure
Plano de Marketing - Ecotel Adventure
Fernando Alves
 
Texto 4 turismo sustentavel
Texto 4   turismo sustentavelTexto 4   turismo sustentavel
Texto 4 turismo sustentavel
Karlla Costa
 
Fundamentos do Turismo (I): aula 04
Fundamentos do Turismo (I): aula 04Fundamentos do Turismo (I): aula 04
Fundamentos do Turismo (I): aula 04
Aristides Faria
 
Ecoturismo
EcoturismoEcoturismo
Ecoturismo
Aristides Faria
 
Ecoturismo
EcoturismoEcoturismo
Turismo Sustentável: Apresentação Guiada
Turismo Sustentável: Apresentação Guiada Turismo Sustentável: Apresentação Guiada
Turismo Sustentável: Apresentação Guiada
praticas_sustentabilidade
 
Guia Turismo e Sustentabilidade - Mtur 2016
Guia Turismo e Sustentabilidade - Mtur 2016Guia Turismo e Sustentabilidade - Mtur 2016
Guia Turismo e Sustentabilidade - Mtur 2016
EcoHospedagem
 
1834
18341834
1834
Pelo Siro
 
Práticas Sustentáveis para Turistas em viagens de Ecoturismo.pptx
Práticas Sustentáveis para Turistas em viagens de Ecoturismo.pptxPráticas Sustentáveis para Turistas em viagens de Ecoturismo.pptx
Práticas Sustentáveis para Turistas em viagens de Ecoturismo.pptx
DaianeEvangelista4
 
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 06
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 06Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 06
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 06
Aristides Faria
 
Lazer Em Hospitalidade Meio Para Ea
Lazer Em Hospitalidade   Meio Para EaLazer Em Hospitalidade   Meio Para Ea
Lazer Em Hospitalidade Meio Para Ea
Aristides Faria
 
Ecoturismo e Conservação dos Recursos Naturais, Turismo em Território Indíge...
Ecoturismo e Conservação dos Recursos Naturais,  Turismo em Território Indíge...Ecoturismo e Conservação dos Recursos Naturais,  Turismo em Território Indíge...
Ecoturismo e Conservação dos Recursos Naturais, Turismo em Território Indíge...
Roger Pimentel
 
Turismo e desenvolvimento sustentável
Turismo e desenvolvimento sustentávelTurismo e desenvolvimento sustentável
Turismo e desenvolvimento sustentável
CarlosAlbertoMaio
 
Turismo sustentável: utopia ou realidade?
Turismo sustentável: utopia ou realidade?Turismo sustentável: utopia ou realidade?
Turismo sustentável: utopia ou realidade?
Cláudio Carneiro
 
O turismo na perspectiva da sustententabilidade
O turismo na perspectiva da sustententabilidadeO turismo na perspectiva da sustententabilidade
O turismo na perspectiva da sustententabilidade
Fernando Zornitta
 
O turismo na perspectiva da sustententabilidade
O turismo na perspectiva da sustententabilidadeO turismo na perspectiva da sustententabilidade
O turismo na perspectiva da sustententabilidade
Fernando Zornitta
 
Artigo: Viagens Sustentáveis
Artigo: Viagens SustentáveisArtigo: Viagens Sustentáveis
Artigo: Viagens Sustentáveis
Marianne Costa
 
Hospitalidade: meio para educacao ambiental
Hospitalidade: meio para educacao ambientalHospitalidade: meio para educacao ambiental
Hospitalidade: meio para educacao ambiental
Aristides Faria
 
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 04)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 04)Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 04)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 04)
Aristides Faria
 
Painel I - Turismo Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável – Fernando Lo...
Painel I - Turismo Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável – Fernando Lo...Painel I - Turismo Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável – Fernando Lo...
Painel I - Turismo Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável – Fernando Lo...
CIDAADS
 

Semelhante a 8 As relações entre turismo, biodiversidade e áreas protegidas.pdf (20)

Plano de Marketing - Ecotel Adventure
Plano de Marketing - Ecotel AdventurePlano de Marketing - Ecotel Adventure
Plano de Marketing - Ecotel Adventure
 
Texto 4 turismo sustentavel
Texto 4   turismo sustentavelTexto 4   turismo sustentavel
Texto 4 turismo sustentavel
 
Fundamentos do Turismo (I): aula 04
Fundamentos do Turismo (I): aula 04Fundamentos do Turismo (I): aula 04
Fundamentos do Turismo (I): aula 04
 
Ecoturismo
EcoturismoEcoturismo
Ecoturismo
 
Ecoturismo
EcoturismoEcoturismo
Ecoturismo
 
Turismo Sustentável: Apresentação Guiada
Turismo Sustentável: Apresentação Guiada Turismo Sustentável: Apresentação Guiada
Turismo Sustentável: Apresentação Guiada
 
Guia Turismo e Sustentabilidade - Mtur 2016
Guia Turismo e Sustentabilidade - Mtur 2016Guia Turismo e Sustentabilidade - Mtur 2016
Guia Turismo e Sustentabilidade - Mtur 2016
 
1834
18341834
1834
 
Práticas Sustentáveis para Turistas em viagens de Ecoturismo.pptx
Práticas Sustentáveis para Turistas em viagens de Ecoturismo.pptxPráticas Sustentáveis para Turistas em viagens de Ecoturismo.pptx
Práticas Sustentáveis para Turistas em viagens de Ecoturismo.pptx
 
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 06
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 06Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 06
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 06
 
Lazer Em Hospitalidade Meio Para Ea
Lazer Em Hospitalidade   Meio Para EaLazer Em Hospitalidade   Meio Para Ea
Lazer Em Hospitalidade Meio Para Ea
 
Ecoturismo e Conservação dos Recursos Naturais, Turismo em Território Indíge...
Ecoturismo e Conservação dos Recursos Naturais,  Turismo em Território Indíge...Ecoturismo e Conservação dos Recursos Naturais,  Turismo em Território Indíge...
Ecoturismo e Conservação dos Recursos Naturais, Turismo em Território Indíge...
 
Turismo e desenvolvimento sustentável
Turismo e desenvolvimento sustentávelTurismo e desenvolvimento sustentável
Turismo e desenvolvimento sustentável
 
Turismo sustentável: utopia ou realidade?
Turismo sustentável: utopia ou realidade?Turismo sustentável: utopia ou realidade?
Turismo sustentável: utopia ou realidade?
 
O turismo na perspectiva da sustententabilidade
O turismo na perspectiva da sustententabilidadeO turismo na perspectiva da sustententabilidade
O turismo na perspectiva da sustententabilidade
 
O turismo na perspectiva da sustententabilidade
O turismo na perspectiva da sustententabilidadeO turismo na perspectiva da sustententabilidade
O turismo na perspectiva da sustententabilidade
 
Artigo: Viagens Sustentáveis
Artigo: Viagens SustentáveisArtigo: Viagens Sustentáveis
Artigo: Viagens Sustentáveis
 
Hospitalidade: meio para educacao ambiental
Hospitalidade: meio para educacao ambientalHospitalidade: meio para educacao ambiental
Hospitalidade: meio para educacao ambiental
 
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 04)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 04)Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 04)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 04)
 
Painel I - Turismo Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável – Fernando Lo...
Painel I - Turismo Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável – Fernando Lo...Painel I - Turismo Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável – Fernando Lo...
Painel I - Turismo Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável – Fernando Lo...
 

Último

Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exerciciosdengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
wfsouza2
 
Luvissolos trabalho de colegio agricolino (1).pdf
Luvissolos trabalho de colegio agricolino (1).pdfLuvissolos trabalho de colegio agricolino (1).pdf
Luvissolos trabalho de colegio agricolino (1).pdf
ricardosantosjonatha
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 

Último (8)

Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exerciciosdengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
 
Luvissolos trabalho de colegio agricolino (1).pdf
Luvissolos trabalho de colegio agricolino (1).pdfLuvissolos trabalho de colegio agricolino (1).pdf
Luvissolos trabalho de colegio agricolino (1).pdf
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 

8 As relações entre turismo, biodiversidade e áreas protegidas.pdf

  • 1. As relações entre turismo, biodiversidade e áreas protegidas Prof.ª Esp. Hiana Brito T u r i s m o s u s t e n t á v e l
  • 2. Desde o início da década de 1990, o termo “sustentável” passou a ser amplamente utilizado no debate sobre desenvolvimento, sobretudo em virtude da II Conferência Mundial sobre Meio ambiente e Desenvolvimento, realizada no Rio de Janeiro em 1992, e promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU) Conceitos
  • 3. A partir da Rio-92, o “desenvolvimento sustentável” tornou-se um conceito da moda, que passou a ser incorporado na retórica de diversas instituições e pessoas, com finalidades econômicas, políticas, sociais, mas principalmente ideológicas Conceitos
  • 4. conceitos Atualmente é comum ouvirmos ou falarmos em sustentabilidade, seja ao nos remetermos ao desenvolvimento de um modo geral, ou mesmo em setores específicos que influenciam o desenvolvimento. Quem nunca se deparou com os termos agricultura sustentável, cidades sustentáveis, indústrias e empresas sustentáveis, ou em turismo sustentável?
  • 6. Também conhecido como turismo ecológico, o ecoturismo foi introduzido no Brasil com o intuito de valorizar a natureza, seguindo uma tendência mundial. Com o tempo, esse conceito se tornou popular e tem funcionado principalmente como marketing para empresas. O que é o ecoturismo?
  • 7. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente e a EMBRATUR, “ecoturismo é um segmento da atividade turística que utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista por meio da interpretação do ambiente, promovendo o bem- estar das populações”.
  • 8. No ecoturismo há um contato direto com o meio ambiente, preservando não somente a natureza, mas criando, dessa maneira, uma cultura que tem como objetivo conservá-la. Porém, nem sempre é assim que o ecoturismo é desenvolvido. Muitas vezes, esse conceito é atrelado somente ao turismo ecológico, deixando a consciência de preservação de lado.
  • 9. O ecoturismo tem como diferencial a realização de atividades que visam promover o conhecimento e a vivência com o meio ambiente — ele está fundamentado não somente na sustentabilidade, mas também na conservação e na educação. Características do ecoturismo
  • 10. É uma vertente que veio introduzir uma mudança de paradigma: o turismo pode ser uma atividade que oferece incentivos econômicos eficazes para a conservação do meio ambiente, fazendo disso uma prática constante e não obrigatória. Características do ecoturismo
  • 11. É necessário que a oferta turística nesse segmento inclua, além de serviços comuns já realizados — como transporte, hospedagem, alimentação, recepção e agenciamento —, atividades que permitam a integração dos turistas com o meio ambiente. Somente dessa maneira pode- se conscientizar a preservação da natureza, tornando essa uma atitude frequente. Características do ecoturismo
  • 12. O que é o turismo sustentável? Essa é a área do turismo que trabalha em harmonia com a natureza e as comunidades que a circundam. Em outras palavras, podemos dizer que o turismo sustentável visa suprir as necessidades dos turistas e das regiões onde essa prática está se desenvolvendo, porém sem deixar a sustentabilidade de lado.
  • 13. O Turismo Sustentável tem como objetivo atender simultaneamente às necessidades dos turistas e das comunidades receptoras, protegendo e ampliando as oportunidades para o futuro. Dessa forma, é possível garantir melhores oportunidades para o futuro, otimizando a gestão de recursos de uma maneira que as necessidades sociais, econômicas e ambientais sejam satisfeitas, mantendo também a integridade cultural e a diversidade biológica.
  • 14. Definição do Código Mundial de Ética do Turismo, para essa vertente também pode ser definida da seguinte maneira: “turismo sustentável é o que relaciona as necessidades dos turistas e das regiões receptoras, protegendo e fortalecendo oportunidades para o futuro”.
  • 15. essa atividade busca atender as necessidades do desenvolvimento turístico, agregando os anseios das regiões que são beneficiadas pelo turismo e estimulando o crescimento dessa atividade, sem deixar de lado a proteção do meio ambiente, especialmente em lugares incomuns que possuem recursos naturais raros.
  • 16. A popularização da ideia do desenvolvimento sustentável, unida à procura por espaços de contato com a “natureza”, com o inóspito e com o “diferente”, bem como às intencionalidades de atores públicos e privados em expandir as destinações turísticas e seus atrativos pelo mundo, desencadearam uma exacerbação do turismo como atividade sustentável. E u amo plant a s E e la s m e a m a m
  • 17. Como o turismo utiliza as paisagens, os lugares e os territórios como mercadorias, o principal produto a ser comercializado e consumido são as imagens e os símbolos, criados e estereotipados para o atendimento dos anseios dos turistas. E u amo plant a s E e la s m e a m a m
  • 18. turismo sustentável A valorização de aspectos naturais e histórico-culturais levou instituições, políticos e empresários a divulgar a ideia de que o turismo poderia ser uma atividade sustentável, que por sua vez, contribuiria para o desenvolvimento sustentável, pois estaria fundamentado na conservação ambiental, resgate e valorização de objetos e representações culturais, e se constituiria em uma nova opção de emprego e renda para as comunidades receptoras
  • 19. “o turismo sustentável é aquele que atende às necessidades dos turistas de hoje e das regiões receptoras, ao mesmo tempo em que protege e amplia as oportunidades para o futuro”. OMT de 2003
  • 20. Ele deve ser concebido como um condutor da gestão de todos os recursos existentes, tanto do ponto de vista da satisfação das necessidades econômicas, sociais e estéticas quanto da manutenção da integridade cultural, dos processos ecológicos essenciais, da diversidade biológica e dos sistemas de suporte à vida. OMT de 2003
  • 21. Conferência Mundial de Turismo Sustentável Oferecer ao visitante uma elevada qualidade de experiências; Manter a qualidade do ambiente de que tanto a comunidade anfitriã quanto o visitante dependem. realizada pela OMT em 1990, definiu-se que: o turismo sustentável constitui um modelo de desenvolvimento econômico que foi concebido para: Melhorar a qualidade de vida da comunidade visada;
  • 22. chamada também de O’Globe 90 diversifica a economia local, sobretudo em áreas rurais onde o emprego agrícola pode ser esporádico ou insuficiente; procura ser participativo na tomada de decisões entre os atores, e incorpora o planejamento e o zoneamento assegurando o desenvolvimento do turismo adequado à capacidade de carga do ecossistema; benefícios do turismo sustentável: estimula a compreensão dos impactos do turismo; assegura uma distribuição justa dos benefícios e custos; gera empregos locais, diretos e indiretos; estimula indústrias domésticas lucrativas; gera entrada de divisas para o país e injeta capital e dinheiro novo na economia local;
  • 23. chamada também de O’Globe 90 demonstra a importância dos recursos naturais e culturais para a economia de uma comunidade e seu bem-estar social, e pode ajudar a preservá-los. monitora e administra os impactos do turismo, e opõe-se a qualquer efeito negativo. benefícios do turismo sustentável: estimula o desenvolvimento do transporte local, comunicações e outras infraestruturas para a comunidade; cria facilidades de recreação que podem ser usadas pela comunidade local; o turismo natural encoraja o uso produtivo de terras consideradas impróprias para a agricultura; o turismo cultural intensifica a auto- estima da comunidade local;
  • 24. Swarbrooke (2000) indica os tipos de turismo que acredita ser altamente compatíveis com o conceito de turismo sustentável: - ecoturismo; - turismo cultural; - atrações urbanas em localidades turísticas abandonadas; - agroturismo (turismo rural em pequena escala) que representa fonte de renda para os trabalhadores do campo; - férias de conservação, onde turistas fazem ações conservacionistas.
  • 25. Características do turismo sustentável Esse é um segmento que tem como objetivo principal atender os anseios de turistas e regiões receptoras, garantindo a proteção ambiental e, paralelamente, o desenvolvimento da atividade turística em conjunto com todos os envolvidos.
  • 26. Características do turismo sustentável Isso implica na prática de ações economicamente viáveis, socialmente justas e ecologicamente corretas. O turismo deve ser realizado de maneira que preserve a natureza e sua biodiversidade, com atividades programadas para seguir esse intuito.
  • 27. desenvolvimento de estruturas compatíveis com a preservação ambiental; clareza aos clientes sobre como a atividade é realizada; não adoção de práticas turísticas em massa. Para que o turismo sustentável possa ser desenvolvido, é importante ter atenção a três fatores primordiais: OS AGENTES ENVOLVIDOS DEVEM RESPEITAR OS LIMITES DE SUAS AÇÕES, SEMPRE TENDO COMO PRIORIDADE A CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS.
  • 28. Criar roteiros de forma que o turista vivencie a cultura e o ritmo de vida local; capacitar os moradores para que recebam turistas em suas residências, oferecendo refeições elaboradas com produtos regionais; incentivar a produção e comercialização de artesanato local; Capacitar moradores da comunidade para atuarem como guias locais; Buscar inserir os produtos/matéria prima da região na cadeia produtiva do turismo (meios de hospedagem, bares e restaurantes). turismo sustentável O que fazer? É importante que atividade turística e comunidade se desenvolvam juntas.
  • 29. Acessar um novo mercado. Estabelecer relações mais diretas com compradores. Qualificar seus produtos e serviços. Diversificar e aumentar a renda das famílias. Vantagens para o extrativista
  • 30. Agregar imagem de responsabilidade social e ambiental. Estabelecer relações mais diretas com extrativistas. Ofertar produtos que permitem a diferenciação do equipamento – orgânicos, comércio justo, biodiversidade. Ofertar produtos saudáveis e de qualidade. Vantagens para empreendimentos turísticos
  • 31. Produtos diferenciados. Produtos com identidade regional. Produtos saudáveis. Produtos com responsabilidade social e ambiental. Produtos com baixa emissão de carbono. Ter acesso a: Vantagens para o Turista:
  • 32. CERTIFICAÇÃO EM TURISMO SUSTENTÁVEL Norma Nacional para Meios de Hospedagem – Requisitos para a Sustentabilidade NIH-54, 2004
  • 33. 2 grupos Preparação e atendimento a emergências ambientais; Áreas naturais, flora e fauna; Emissões, efluentes e resíduos sólidos; Eficiência energética. I GRUPO: PRINCÍPIOS DO TURISMO SUSTENTÁVEL II GRUPO: REQUISITOS AMBIENTAIS PARA O TURISMO SUSTENTÁVEL