SlideShare uma empresa Scribd logo
Dr. James N. Herndon (psicólogo)
Segundo pesquisas do PNAD*, a depressão é a quinta
doença mais comum no Brasil, atingindo pelo menos
2,5 milhões de pessoas. Segundo a OMS**, em 10
anos será a segunda doença mais comum no mundo,
atingindo o primeiro lugar por volta de 2030
(*) Pesquisa Nacional
por Amostra de
Domicílios, do IBGE
(**) Organização Mundial
da Saúde
Os médicos atualmente consomem mais da
metade de seu tempo tratando depressão.
Isto significa (segundo Herndon) que não é
apenas a doença mental mais comum, mas
a doença mais comum!
Todos nós nascemos com um “interruptor” para aTodos nós nascemos com um “interruptor” para a
depressão que pode ser ligado ou desligadodepressão que pode ser ligado ou desligado
(Herndon)(Herndon)
Os processos que ocorrem em nosso organismo, de um modo geralOs processos que ocorrem em nosso organismo, de um modo geral
tem alguma finalidade. Por exemplo, nosso sistema imunológico nostem alguma finalidade. Por exemplo, nosso sistema imunológico nos
defende contra as infecções por microorganismos, vomitamos quandodefende contra as infecções por microorganismos, vomitamos quando
comemos algo que nos fez mal, etc. Da mesma forma, a depressãocomemos algo que nos fez mal, etc. Da mesma forma, a depressão
seria uma espécie de defesa contra os ataques psicológicosseria uma espécie de defesa contra os ataques psicológicos
(Herndon), onde as lágrimas seriam um tipo de “vômito” dessas(Herndon), onde as lágrimas seriam um tipo de “vômito” dessas
angústiasangústias
Os animais tem um instinto de domínio, o que éOs animais tem um instinto de domínio, o que é
essencial para sua sobrevivência. Porém, quando oessencial para sua sobrevivência. Porém, quando o
oponente for mais forte, ele deve fugir ou resignar-seoponente for mais forte, ele deve fugir ou resignar-se
para que continue sobrevivendopara que continue sobrevivendo
Da mesma forma, segundo Herndon, a depressãoDa mesma forma, segundo Herndon, a depressão
é a submissão ou resignação de nosso corpo aoé a submissão ou resignação de nosso corpo ao
oponente mais forte que seria a sobrecargaoponente mais forte que seria a sobrecarga
psicológicapsicológica
Essa sobrecarga psicológica faz as pessoas (especialmenteEssa sobrecarga psicológica faz as pessoas (especialmente
aquelas com QI mais elevado) elaborarem diálogos internos,aquelas com QI mais elevado) elaborarem diálogos internos,
com análises, fantasias e auto críticas negativas que passam acom análises, fantasias e auto críticas negativas que passam a
ocupar boa parte de seu tempoocupar boa parte de seu tempo
É tudo por
minha culpa!
Oh vida, oh azar, isto
não vai dar certo!
Herndon mostrou em suas pesquisas, que asHerndon mostrou em suas pesquisas, que as
pessoas quepessoas que nãonão ficam deprimidas apresentamficam deprimidas apresentam
interesses (e os procuram intensamente)em seisinteresses (e os procuram intensamente)em seis
áreas:áreas:
1. Objetos
2. Atividades
3. Lugares
4. Pessoas
5. Aptidões
6. Crenças
1.1. ObjetosObjetos
São as coisas que possuímos, ou desejamos possuir,São as coisas que possuímos, ou desejamos possuir,
que muito nos agradam e que passamos boa parte doque muito nos agradam e que passamos boa parte do
tempo olhando, tocando nelas, colecionando e atétempo olhando, tocando nelas, colecionando e até
procurando aprender ou conhecer ainda mais sobreprocurando aprender ou conhecer ainda mais sobre
elaselas
2. Atividades2. Atividades
São as coisas que gostamos de fazer e que nosSão as coisas que gostamos de fazer e que nos
identificamos muito com elas, sem necessariamenteidentificamos muito com elas, sem necessariamente
sermos especialistas nelassermos especialistas nelas
3. Lugares3. Lugares
São aqueles onde gostamos de estar e que significamSão aqueles onde gostamos de estar e que significam
muito para nósmuito para nós
4. Pessoas4. Pessoas
São aquelas que gostamos, admiramos, respeitamos eSão aquelas que gostamos, admiramos, respeitamos e
que representam muito para nósque representam muito para nós
5. Aptidões5. Aptidões
São as habilidades que possuímos, onde somosSão as habilidades que possuímos, onde somos
realmente bons ou conhecemos muito a respeitorealmente bons ou conhecemos muito a respeito
6. Crenças6. Crenças
São os pontos de vista dos quais temos convicção e nosSão os pontos de vista dos quais temos convicção e nos
sentimos capazes de defendê-los, procurando atésentimos capazes de defendê-los, procurando até
influenciar as pessoas contrárias a elesinfluenciar as pessoas contrárias a eles
A TPD funciona substituindo um conjuntoA TPD funciona substituindo um conjunto negativonegativo dede
pensamentos e comportamentos por umpensamentos e comportamentos por um positivopositivo, ou, ou
seja, procurando desligar o “interruptor” da depressão.seja, procurando desligar o “interruptor” da depressão.
Esses pensamentos e comportamentosEsses pensamentos e comportamentos negativosnegativos
representam a respostarepresentam a resposta submissasubmissa de nossode nosso
organismo aos ataques psicológicos, os quais devemorganismo aos ataques psicológicos, os quais devem
ser substituídos gradativamente por uma respostaser substituídos gradativamente por uma resposta
dominantedominante, presente nas 6 áreas de interesses, presente nas 6 áreas de interesses
citadas acimacitadas acima
1. Preencha um formulário onde você listará todos os seus1. Preencha um formulário onde você listará todos os seus
pensamentos e atividades submissas (negativas). Exemplos:pensamentos e atividades submissas (negativas). Exemplos:
1. Meu chefe é um mala 2. Detesto estas tarefas
3. Meu salário é uma merreca!
4. Hoje eu pego o Ricardão
4. Putz, não vi esse radar
5. Meu pai está na UTI
2. Liste pelo menos 3 características dominantes (positivas) em2. Liste pelo menos 3 características dominantes (positivas) em cadacada
uma das 6 áreas de interesse: objetos, atividades, lugares, pessoas,uma das 6 áreas de interesse: objetos, atividades, lugares, pessoas,
aptidões e crenças. Exemplosaptidões e crenças. Exemplos::
1. moto
2. ferramentas
3. câmera fotográfica
1. moto
objetos atividades
2. ferramentas
3. câmera fotográfica
1. moto
2. pescar
3. cuidar de pássaros
1. estar com os amigos
lugares
2. piscina do clube
3. rua 25 de março
1. barzinho da esquina
pessoas
2. minha amiga
3. Faustão
1. minha mãe
2. fazer tricô
3. origami
1. cantar
2. espíritos
3. vida extraterrestre
1. Deus
aptidões crenças
3. Anote diariamente (num caderno, notebook, etc) o3. Anote diariamente (num caderno, notebook, etc) o
tempo gasto com seus pensamentos e ações, sejamtempo gasto com seus pensamentos e ações, sejam
negativos ou positivos. Exemplos:negativos ou positivos. Exemplos:
1. Acordei hoje às 6:00 pensando em me suicidar
2. Às 8:00 quis dar porradas em meu chefe e colegas de trabalho
3. Às 10:00 enfrentei uma fila interminável no banco pra pagar uma conta atrasada
6. Às 15:30 fui chamado pra uma reunião de corte de despesas
4. Às 12:00 a comida da minha marmita estava azeda
5. Às 14:00 liguei pra minha mulher pra saber se estava em casa
7. Às 20:30 cheguei em casa atrasado por causa de uma enchente
8. Às 22:30 fui dormir e minha mulher foi muito compreensiva comigo
Alguns dias depois....Alguns dias depois....
1. Acordei hoje às 6:00 preocupado com o horário
2. Às 8:00 nem cumprimentei meu chefe e colegas de trabalho
3. Às 10:00 coloquei minhas contas no débito automático
6. Às 15:00 meu chefe me chamou e fiquei apavorado
4. Às 12:00 almocei num restaurante por quilo, mas a fila estava grande
5. Às 14:00 liguei pra minha mulher pra saber das notas de meu filho
7. Às 18:30 saí com a mulher pra comprar uma bolsa para ela
8. Às 21:00 assisti a um filme romântico com a mulher
Alguns meses depois....Alguns meses depois....
1. Acordei hoje às 6:00 bem disposto
2. Às 8:00 cumprimentei meu chefe e colegas de trabalho
3. Às 10:00 fui elogiado por meu chefe por uma idéia que foi aproveitada
6. Às 15:00 faltou energia e não pude terminar meu trabalho
4. Às 12:00 almocei com meus colegas e brincamos bastante
5. Às 14:00 minha mulher ligou pra dizer que meu filho foi bem na prova
7. Às 17:00 levei um buquê de flores pra minha mulher
8. Às 20:00 fui ao shopping com a mulher e meu filho
Verifica-se que o tempo gasto com aquela lista deVerifica-se que o tempo gasto com aquela lista de
atividadesatividades submissassubmissas (negativas)(negativas) vai sendovai sendo
gradativamente menorgradativamente menor e o tempo gasto com as atividadese o tempo gasto com as atividades
dominantesdominantes (positivas)(positivas) vai sendovai sendo proporcionalmente maiorproporcionalmente maior
Então, não perca um tempo precioso de sua vida (que nãoEntão, não perca um tempo precioso de sua vida (que não
volta mais) com a depressão. Use todo o seu talento evolta mais) com a depressão. Use todo o seu talento e
potencial em benefício de si próprio e de seus entespotencial em benefício de si próprio e de seus entes
queridos!queridos!
Terapia personalizada da depressão

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Terapia personalizada da depressão

7 passos para a Qualidade de Vida
7 passos para a Qualidade de Vida7 passos para a Qualidade de Vida
7 passos para a Qualidade de Vida
Vernon Maraschin
 
7 formas de mudar sua energia
7 formas de mudar sua energia7 formas de mudar sua energia
7 formas de mudar sua energia
Bruno Campos de Medeiros
 
364 an 31_janeiro_2012.ok
364 an 31_janeiro_2012.ok364 an 31_janeiro_2012.ok
364 an 31_janeiro_2012.ok
Roberto Rabat Chame
 
Happier
HappierHappier
Revista bem estar-20140112 sentimento humano
Revista bem estar-20140112 sentimento humanoRevista bem estar-20140112 sentimento humano
Revista bem estar-20140112 sentimento humano
Fernanda Caprio
 
O estilo emocional do cerebro - richard j. davidson[1]
O estilo emocional do cerebro   - richard j. davidson[1]O estilo emocional do cerebro   - richard j. davidson[1]
O estilo emocional do cerebro - richard j. davidson[1]
Sueli Oliveira
 
A mulher e o Homem do Século 21
A mulher e o Homem do Século 21A mulher e o Homem do Século 21
A mulher e o Homem do Século 21
Dora Machado Consultoria
 
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Marcelo Suster
 
Sonhos Lucidos-A Experincia Onirica Consciente CLEBER MONTEIRO.pdf
Sonhos Lucidos-A Experincia Onirica Consciente CLEBER MONTEIRO.pdfSonhos Lucidos-A Experincia Onirica Consciente CLEBER MONTEIRO.pdf
Sonhos Lucidos-A Experincia Onirica Consciente CLEBER MONTEIRO.pdf
VIEIRA RESENDE
 
Temperamento Controlado pelo Espirito Santo
Temperamento Controlado pelo Espirito SantoTemperamento Controlado pelo Espirito Santo
Temperamento Controlado pelo Espirito Santo
Robson Soares Urschei
 
A iris maravilhosa
A iris maravilhosaA iris maravilhosa
A iris maravilhosa
Marcos Dias
 
Diferentes abordagens da psicologia
Diferentes abordagens da psicologiaDiferentes abordagens da psicologia
Diferentes abordagens da psicologia
Rita Cristiane Pavan
 
desvendando-os-segredos-da-linguagem-corporal-allan-e-barbara-pease.pdf
desvendando-os-segredos-da-linguagem-corporal-allan-e-barbara-pease.pdfdesvendando-os-segredos-da-linguagem-corporal-allan-e-barbara-pease.pdf
desvendando-os-segredos-da-linguagem-corporal-allan-e-barbara-pease.pdf
CarolineRodriguesFer3
 
Despertar da Consciência com leis shamanicas - versão 2007
Despertar da Consciência com leis shamanicas - versão 2007Despertar da Consciência com leis shamanicas - versão 2007
Despertar da Consciência com leis shamanicas - versão 2007
Fausto Aguiar
 
Saúde emocional
Saúde emocionalSaúde emocional
Saúde emocional
Dalila Melo
 
oquequalidadedevida-120206203310-phpapp02.pdf
oquequalidadedevida-120206203310-phpapp02.pdfoquequalidadedevida-120206203310-phpapp02.pdf
oquequalidadedevida-120206203310-phpapp02.pdf
MaxDrummond1
 
Apostila de filosofia senac 2012
Apostila de filosofia senac 2012Apostila de filosofia senac 2012
Apostila de filosofia senac 2012
LuizfmRamos
 
Palestra - Pense Green - Rosana De Rosa
Palestra - Pense Green - Rosana De RosaPalestra - Pense Green - Rosana De Rosa
Palestra - Pense Green - Rosana De Rosa
Rosana De Rosa
 
Estratégias Mentais
Estratégias MentaisEstratégias Mentais
Estratégias Mentais
IARA FAGUNDES
 
347 an 31_agosto_2011.ok
347 an 31_agosto_2011.ok347 an 31_agosto_2011.ok
347 an 31_agosto_2011.ok
Roberto Rabat Chame
 

Semelhante a Terapia personalizada da depressão (20)

7 passos para a Qualidade de Vida
7 passos para a Qualidade de Vida7 passos para a Qualidade de Vida
7 passos para a Qualidade de Vida
 
7 formas de mudar sua energia
7 formas de mudar sua energia7 formas de mudar sua energia
7 formas de mudar sua energia
 
364 an 31_janeiro_2012.ok
364 an 31_janeiro_2012.ok364 an 31_janeiro_2012.ok
364 an 31_janeiro_2012.ok
 
Happier
HappierHappier
Happier
 
Revista bem estar-20140112 sentimento humano
Revista bem estar-20140112 sentimento humanoRevista bem estar-20140112 sentimento humano
Revista bem estar-20140112 sentimento humano
 
O estilo emocional do cerebro - richard j. davidson[1]
O estilo emocional do cerebro   - richard j. davidson[1]O estilo emocional do cerebro   - richard j. davidson[1]
O estilo emocional do cerebro - richard j. davidson[1]
 
A mulher e o Homem do Século 21
A mulher e o Homem do Século 21A mulher e o Homem do Século 21
A mulher e o Homem do Século 21
 
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
 
Sonhos Lucidos-A Experincia Onirica Consciente CLEBER MONTEIRO.pdf
Sonhos Lucidos-A Experincia Onirica Consciente CLEBER MONTEIRO.pdfSonhos Lucidos-A Experincia Onirica Consciente CLEBER MONTEIRO.pdf
Sonhos Lucidos-A Experincia Onirica Consciente CLEBER MONTEIRO.pdf
 
Temperamento Controlado pelo Espirito Santo
Temperamento Controlado pelo Espirito SantoTemperamento Controlado pelo Espirito Santo
Temperamento Controlado pelo Espirito Santo
 
A iris maravilhosa
A iris maravilhosaA iris maravilhosa
A iris maravilhosa
 
Diferentes abordagens da psicologia
Diferentes abordagens da psicologiaDiferentes abordagens da psicologia
Diferentes abordagens da psicologia
 
desvendando-os-segredos-da-linguagem-corporal-allan-e-barbara-pease.pdf
desvendando-os-segredos-da-linguagem-corporal-allan-e-barbara-pease.pdfdesvendando-os-segredos-da-linguagem-corporal-allan-e-barbara-pease.pdf
desvendando-os-segredos-da-linguagem-corporal-allan-e-barbara-pease.pdf
 
Despertar da Consciência com leis shamanicas - versão 2007
Despertar da Consciência com leis shamanicas - versão 2007Despertar da Consciência com leis shamanicas - versão 2007
Despertar da Consciência com leis shamanicas - versão 2007
 
Saúde emocional
Saúde emocionalSaúde emocional
Saúde emocional
 
oquequalidadedevida-120206203310-phpapp02.pdf
oquequalidadedevida-120206203310-phpapp02.pdfoquequalidadedevida-120206203310-phpapp02.pdf
oquequalidadedevida-120206203310-phpapp02.pdf
 
Apostila de filosofia senac 2012
Apostila de filosofia senac 2012Apostila de filosofia senac 2012
Apostila de filosofia senac 2012
 
Palestra - Pense Green - Rosana De Rosa
Palestra - Pense Green - Rosana De RosaPalestra - Pense Green - Rosana De Rosa
Palestra - Pense Green - Rosana De Rosa
 
Estratégias Mentais
Estratégias MentaisEstratégias Mentais
Estratégias Mentais
 
347 an 31_agosto_2011.ok
347 an 31_agosto_2011.ok347 an 31_agosto_2011.ok
347 an 31_agosto_2011.ok
 

Mais de Tersio Gorrasi

Fluxograma de acidentes com material perfuro cortante
Fluxograma de acidentes com material  perfuro  cortanteFluxograma de acidentes com material  perfuro  cortante
Fluxograma de acidentes com material perfuro cortante
Tersio Gorrasi
 
Modelo de pcmso
Modelo de pcmsoModelo de pcmso
Modelo de pcmso
Tersio Gorrasi
 
Tabagismo
TabagismoTabagismo
Tabagismo
Tersio Gorrasi
 
O ranking dos alimentos
O ranking dos alimentosO ranking dos alimentos
O ranking dos alimentos
Tersio Gorrasi
 
Pragas
PragasPragas
Programa de exercícios p a coluna
Programa de exercícios p a colunaPrograma de exercícios p a coluna
Programa de exercícios p a coluna
Tersio Gorrasi
 
Febre amarela
Febre amarelaFebre amarela
Febre amarela
Tersio Gorrasi
 
Dengue
DengueDengue
Aids
AidsAids

Mais de Tersio Gorrasi (9)

Fluxograma de acidentes com material perfuro cortante
Fluxograma de acidentes com material  perfuro  cortanteFluxograma de acidentes com material  perfuro  cortante
Fluxograma de acidentes com material perfuro cortante
 
Modelo de pcmso
Modelo de pcmsoModelo de pcmso
Modelo de pcmso
 
Tabagismo
TabagismoTabagismo
Tabagismo
 
O ranking dos alimentos
O ranking dos alimentosO ranking dos alimentos
O ranking dos alimentos
 
Pragas
PragasPragas
Pragas
 
Programa de exercícios p a coluna
Programa de exercícios p a colunaPrograma de exercícios p a coluna
Programa de exercícios p a coluna
 
Febre amarela
Febre amarelaFebre amarela
Febre amarela
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
 
Aids
AidsAids
Aids
 

Último

Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdfVacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
rickriordan
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
marjoguedes1
 
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
AmaroAlmeidaChimbala
 
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de suturaTipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
DelcioVumbuca
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
sula31
 

Último (6)

Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdfVacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
 
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
 
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de suturaTipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
 

Terapia personalizada da depressão

  • 1. Dr. James N. Herndon (psicólogo)
  • 2. Segundo pesquisas do PNAD*, a depressão é a quinta doença mais comum no Brasil, atingindo pelo menos 2,5 milhões de pessoas. Segundo a OMS**, em 10 anos será a segunda doença mais comum no mundo, atingindo o primeiro lugar por volta de 2030 (*) Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, do IBGE (**) Organização Mundial da Saúde
  • 3. Os médicos atualmente consomem mais da metade de seu tempo tratando depressão. Isto significa (segundo Herndon) que não é apenas a doença mental mais comum, mas a doença mais comum!
  • 4. Todos nós nascemos com um “interruptor” para aTodos nós nascemos com um “interruptor” para a depressão que pode ser ligado ou desligadodepressão que pode ser ligado ou desligado (Herndon)(Herndon)
  • 5.
  • 6. Os processos que ocorrem em nosso organismo, de um modo geralOs processos que ocorrem em nosso organismo, de um modo geral tem alguma finalidade. Por exemplo, nosso sistema imunológico nostem alguma finalidade. Por exemplo, nosso sistema imunológico nos defende contra as infecções por microorganismos, vomitamos quandodefende contra as infecções por microorganismos, vomitamos quando comemos algo que nos fez mal, etc. Da mesma forma, a depressãocomemos algo que nos fez mal, etc. Da mesma forma, a depressão seria uma espécie de defesa contra os ataques psicológicosseria uma espécie de defesa contra os ataques psicológicos (Herndon), onde as lágrimas seriam um tipo de “vômito” dessas(Herndon), onde as lágrimas seriam um tipo de “vômito” dessas angústiasangústias
  • 7. Os animais tem um instinto de domínio, o que éOs animais tem um instinto de domínio, o que é essencial para sua sobrevivência. Porém, quando oessencial para sua sobrevivência. Porém, quando o oponente for mais forte, ele deve fugir ou resignar-seoponente for mais forte, ele deve fugir ou resignar-se para que continue sobrevivendopara que continue sobrevivendo
  • 8. Da mesma forma, segundo Herndon, a depressãoDa mesma forma, segundo Herndon, a depressão é a submissão ou resignação de nosso corpo aoé a submissão ou resignação de nosso corpo ao oponente mais forte que seria a sobrecargaoponente mais forte que seria a sobrecarga psicológicapsicológica
  • 9. Essa sobrecarga psicológica faz as pessoas (especialmenteEssa sobrecarga psicológica faz as pessoas (especialmente aquelas com QI mais elevado) elaborarem diálogos internos,aquelas com QI mais elevado) elaborarem diálogos internos, com análises, fantasias e auto críticas negativas que passam acom análises, fantasias e auto críticas negativas que passam a ocupar boa parte de seu tempoocupar boa parte de seu tempo É tudo por minha culpa! Oh vida, oh azar, isto não vai dar certo!
  • 10.
  • 11. Herndon mostrou em suas pesquisas, que asHerndon mostrou em suas pesquisas, que as pessoas quepessoas que nãonão ficam deprimidas apresentamficam deprimidas apresentam interesses (e os procuram intensamente)em seisinteresses (e os procuram intensamente)em seis áreas:áreas: 1. Objetos 2. Atividades 3. Lugares 4. Pessoas 5. Aptidões 6. Crenças
  • 12. 1.1. ObjetosObjetos São as coisas que possuímos, ou desejamos possuir,São as coisas que possuímos, ou desejamos possuir, que muito nos agradam e que passamos boa parte doque muito nos agradam e que passamos boa parte do tempo olhando, tocando nelas, colecionando e atétempo olhando, tocando nelas, colecionando e até procurando aprender ou conhecer ainda mais sobreprocurando aprender ou conhecer ainda mais sobre elaselas
  • 13. 2. Atividades2. Atividades São as coisas que gostamos de fazer e que nosSão as coisas que gostamos de fazer e que nos identificamos muito com elas, sem necessariamenteidentificamos muito com elas, sem necessariamente sermos especialistas nelassermos especialistas nelas
  • 14. 3. Lugares3. Lugares São aqueles onde gostamos de estar e que significamSão aqueles onde gostamos de estar e que significam muito para nósmuito para nós
  • 15. 4. Pessoas4. Pessoas São aquelas que gostamos, admiramos, respeitamos eSão aquelas que gostamos, admiramos, respeitamos e que representam muito para nósque representam muito para nós
  • 16. 5. Aptidões5. Aptidões São as habilidades que possuímos, onde somosSão as habilidades que possuímos, onde somos realmente bons ou conhecemos muito a respeitorealmente bons ou conhecemos muito a respeito
  • 17. 6. Crenças6. Crenças São os pontos de vista dos quais temos convicção e nosSão os pontos de vista dos quais temos convicção e nos sentimos capazes de defendê-los, procurando atésentimos capazes de defendê-los, procurando até influenciar as pessoas contrárias a elesinfluenciar as pessoas contrárias a eles
  • 18.
  • 19. A TPD funciona substituindo um conjuntoA TPD funciona substituindo um conjunto negativonegativo dede pensamentos e comportamentos por umpensamentos e comportamentos por um positivopositivo, ou, ou seja, procurando desligar o “interruptor” da depressão.seja, procurando desligar o “interruptor” da depressão.
  • 20. Esses pensamentos e comportamentosEsses pensamentos e comportamentos negativosnegativos representam a respostarepresentam a resposta submissasubmissa de nossode nosso organismo aos ataques psicológicos, os quais devemorganismo aos ataques psicológicos, os quais devem ser substituídos gradativamente por uma respostaser substituídos gradativamente por uma resposta dominantedominante, presente nas 6 áreas de interesses, presente nas 6 áreas de interesses citadas acimacitadas acima
  • 21.
  • 22. 1. Preencha um formulário onde você listará todos os seus1. Preencha um formulário onde você listará todos os seus pensamentos e atividades submissas (negativas). Exemplos:pensamentos e atividades submissas (negativas). Exemplos: 1. Meu chefe é um mala 2. Detesto estas tarefas 3. Meu salário é uma merreca! 4. Hoje eu pego o Ricardão 4. Putz, não vi esse radar 5. Meu pai está na UTI
  • 23. 2. Liste pelo menos 3 características dominantes (positivas) em2. Liste pelo menos 3 características dominantes (positivas) em cadacada uma das 6 áreas de interesse: objetos, atividades, lugares, pessoas,uma das 6 áreas de interesse: objetos, atividades, lugares, pessoas, aptidões e crenças. Exemplosaptidões e crenças. Exemplos:: 1. moto 2. ferramentas 3. câmera fotográfica 1. moto objetos atividades 2. ferramentas 3. câmera fotográfica 1. moto 2. pescar 3. cuidar de pássaros 1. estar com os amigos lugares 2. piscina do clube 3. rua 25 de março 1. barzinho da esquina pessoas 2. minha amiga 3. Faustão 1. minha mãe 2. fazer tricô 3. origami 1. cantar 2. espíritos 3. vida extraterrestre 1. Deus aptidões crenças
  • 24. 3. Anote diariamente (num caderno, notebook, etc) o3. Anote diariamente (num caderno, notebook, etc) o tempo gasto com seus pensamentos e ações, sejamtempo gasto com seus pensamentos e ações, sejam negativos ou positivos. Exemplos:negativos ou positivos. Exemplos: 1. Acordei hoje às 6:00 pensando em me suicidar 2. Às 8:00 quis dar porradas em meu chefe e colegas de trabalho 3. Às 10:00 enfrentei uma fila interminável no banco pra pagar uma conta atrasada 6. Às 15:30 fui chamado pra uma reunião de corte de despesas 4. Às 12:00 a comida da minha marmita estava azeda 5. Às 14:00 liguei pra minha mulher pra saber se estava em casa 7. Às 20:30 cheguei em casa atrasado por causa de uma enchente 8. Às 22:30 fui dormir e minha mulher foi muito compreensiva comigo
  • 25. Alguns dias depois....Alguns dias depois.... 1. Acordei hoje às 6:00 preocupado com o horário 2. Às 8:00 nem cumprimentei meu chefe e colegas de trabalho 3. Às 10:00 coloquei minhas contas no débito automático 6. Às 15:00 meu chefe me chamou e fiquei apavorado 4. Às 12:00 almocei num restaurante por quilo, mas a fila estava grande 5. Às 14:00 liguei pra minha mulher pra saber das notas de meu filho 7. Às 18:30 saí com a mulher pra comprar uma bolsa para ela 8. Às 21:00 assisti a um filme romântico com a mulher
  • 26. Alguns meses depois....Alguns meses depois.... 1. Acordei hoje às 6:00 bem disposto 2. Às 8:00 cumprimentei meu chefe e colegas de trabalho 3. Às 10:00 fui elogiado por meu chefe por uma idéia que foi aproveitada 6. Às 15:00 faltou energia e não pude terminar meu trabalho 4. Às 12:00 almocei com meus colegas e brincamos bastante 5. Às 14:00 minha mulher ligou pra dizer que meu filho foi bem na prova 7. Às 17:00 levei um buquê de flores pra minha mulher 8. Às 20:00 fui ao shopping com a mulher e meu filho
  • 27. Verifica-se que o tempo gasto com aquela lista deVerifica-se que o tempo gasto com aquela lista de atividadesatividades submissassubmissas (negativas)(negativas) vai sendovai sendo gradativamente menorgradativamente menor e o tempo gasto com as atividadese o tempo gasto com as atividades dominantesdominantes (positivas)(positivas) vai sendovai sendo proporcionalmente maiorproporcionalmente maior
  • 28. Então, não perca um tempo precioso de sua vida (que nãoEntão, não perca um tempo precioso de sua vida (que não volta mais) com a depressão. Use todo o seu talento evolta mais) com a depressão. Use todo o seu talento e potencial em benefício de si próprio e de seus entespotencial em benefício de si próprio e de seus entes queridos!queridos!