SlideShare uma empresa Scribd logo
AIDS é uma doença
potencialmente fatal, causada
pelo vírus da imunodeficiência
humana (HIV). Esse vírus
dificulta o combate às
infecções pelo organismo
Não há atualmente cura para a
AIDS. Os medicamentos
disponíveis apenas tornam a
sua progressão mais lenta
Há 33 milhões de pessoas no mundo vivendo comHá 33 milhões de pessoas no mundo vivendo com
o vírus HIV.o vírus HIV. Somando todas as faixas etárias, até
junho de 2008 foram registrados 506 mil casos da
doença no Brasil. De 1980 a 2006, foramDe 1980 a 2006, foram
registrados 192.709 óbitosregistrados 192.709 óbitos
A incidência de AIDS entre mulheres com idade de
50 a 64 anos passou de 3,7 casos por 100 mil em
1996, para 11,6 por 100 mil em 2006. No total,
47.431 brasileiros com mais de 50 anos têm AIDS,
dos quais 15.962 são mulheres
HIVHIV é uma infecção pelo vírus causador daé uma infecção pelo vírus causador da
AIDSAIDS.Quando dizemos que uma pessoa tem o.Quando dizemos que uma pessoa tem o HIVHIV
significa que esse vírus está presente em seusignifica que esse vírus está presente em seu
organismoorganismo
Quando uma pessoa temQuando uma pessoa tem AIDSAIDS significa que osignifica que o HIVHIV agiuagiu
de tal forma que ela não tem mais controle sobre asde tal forma que ela não tem mais controle sobre as
infecções, podendo apresentar tumores ou infecçõesinfecções, podendo apresentar tumores ou infecções
que não podem mais ser combatidos pelo organismoque não podem mais ser combatidos pelo organismo
O HIV penetra no organismo através do sangue,O HIV penetra no organismo através do sangue,
esperma,fluido vaginal ou leite materno de uma pessoaesperma,fluido vaginal ou leite materno de uma pessoa
infectadainfectada
O corpo necessita do sistemaO corpo necessita do sistema
imunológico para combaterimunológico para combater
as infecções. O sistemaas infecções. O sistema
imunológico também nosimunológico também nos
defende contradefende contra
determinados tipos dedeterminados tipos de
câncercâncer
Sem sistema imunológico,Sem sistema imunológico,
uma pessoa pode morreruma pessoa pode morrer
de um simples resfriado oude um simples resfriado ou
gripegripe
As células brancas do sangue (leucócitos) agem comoAs células brancas do sangue (leucócitos) agem como
soldados no combate às infecções.Os linfócitos são umsoldados no combate às infecções.Os linfócitos são um
tipo de leucócito. Há um subtipo especial de linfócitotipo de leucócito. Há um subtipo especial de linfócito
chamadochamado CD4 helperCD4 helper, que coordena o sistema, que coordena o sistema
imunológico no ataque aos organismos estranhosimunológico no ataque aos organismos estranhos
Quando o HIV infecta o corpo, ele destrói os linfócitosQuando o HIV infecta o corpo, ele destrói os linfócitos
CD4 helper, usando-os para fazer cópias de si mesmo.CD4 helper, usando-os para fazer cópias de si mesmo.
Isto prejudica o funcionamento do sistema imunológicoIsto prejudica o funcionamento do sistema imunológico
e daí o nome de vírus da imuno-deficiência,e daí o nome de vírus da imuno-deficiência, HHumanuman
IImmunodeficiencymmunodeficiency VVirus em inglêsirus em inglês
Os linfócitos e os HIV lutam entre si durante anos. NaOs linfócitos e os HIV lutam entre si durante anos. Na
maioria das pessoas, o HIV acaba vencendo essamaioria das pessoas, o HIV acaba vencendo essa
batalha, porém os novos medicamentos disponíveisbatalha, porém os novos medicamentos disponíveis
dificultam essa vitóriadificultam essa vitória
Após uma pessoa ser infectada pelo HIV, o número deApós uma pessoa ser infectada pelo HIV, o número de
células CD4 diminui.Uma contagem normal está entrecélulas CD4 diminui.Uma contagem normal está entre
600 a 1000 por mm600 a 1000 por mm33
. Quando essa contagem cai abaixo. Quando essa contagem cai abaixo
de 200, o sistema imunológico deixa de funcionarde 200, o sistema imunológico deixa de funcionar
adequadamente, e uma simples infecção pode causaradequadamente, e uma simples infecção pode causar
sérios problemassérios problemas
Após ter contraído o HIV, quando uma pessoaApós ter contraído o HIV, quando uma pessoa
apresentará a AIDS?apresentará a AIDS?
Se ela tiver o vírus e ambos os critérios abaixo:Se ela tiver o vírus e ambos os critérios abaixo:
1. uma contagem de CD4 menor ou igual a 2001. uma contagem de CD4 menor ou igual a 200
2. uma infecção grave ou câncer devido ao seu sistema2. uma infecção grave ou câncer devido ao seu sistema
imunológico ser incapaz de combatê-losimunológico ser incapaz de combatê-los
AIDSAIDS é uma abreviatura daé uma abreviatura da
palavra em inglêspalavra em inglês AAcquiredcquired
IImmunommunoddeficiencyeficiency
SSyndrome, ou seja,yndrome, ou seja,
Síndrome da ImunoSíndrome da Imuno
deficiência Adquirida, cujadeficiência Adquirida, cuja
sigla correspondente emsigla correspondente em
português éportuguês é SIDASIDA. Isto. Isto
significa que a doença ésignifica que a doença é
causada por um sistemacausada por um sistema
imunológico fracoimunológico fraco
Quando oQuando o HIVHIV se transforma emse transforma em
AIDSAIDS, o risco de morte é muito maior., o risco de morte é muito maior.
Alguns pacientes morrem em curtoAlguns pacientes morrem em curto
prazo após o diagnóstico da doença,prazo após o diagnóstico da doença,
enquanto que outros vivem aindaenquanto que outros vivem ainda
mais 12 anos ou mais.mais 12 anos ou mais.
No Brasil, 90% ainda estão vivos 5No Brasil, 90% ainda estão vivos 5
anos após o diagnóstico da doençaanos após o diagnóstico da doença
(dados de 2007). Dentro dos 27 anos(dados de 2007). Dentro dos 27 anos
que conhecemos a doença, ainda háque conhecemos a doença, ainda há
portadores do HIV vivosportadores do HIV vivos
Sem tratamento,uma pessoa com AIDS pode morrerSem tratamento,uma pessoa com AIDS pode morrer
de uma simples infecção, causada por vírus, fungosde uma simples infecção, causada por vírus, fungos
ou bactériasou bactérias
As infecções causadas porAs infecções causadas por vírusvírus incluem:incluem:
- citomegalovíruscitomegalovírus
- hepatite viralhepatite viral
- herpes simplesherpes simples
- papiloma humanopapiloma humano
- leucoencefalopatialeucoencefalopatia
progressiva multifocalprogressiva multifocal
As infecções causadas porAs infecções causadas por bactériasbactérias incluem:incluem:
-tuberculose-tuberculose
-infecção por mycobacterium avium-infecção por mycobacterium avium
-salmonelose-salmonelose
As infecções causadas porAs infecções causadas por fungosfungos incluem:incluem:
- CandidíaseCandidíase
- Meningite criptocócicaMeningite criptocócica
As infecções causadas porAs infecções causadas por
parasitasparasitas incluem:incluem:
-pneumonia por-pneumonia por
Pneumocystis CariniiPneumocystis Carinii
-toxoplasmose-toxoplasmose
-criptosporidiose-criptosporidiose
O HIV também propicia o aparecimento de certosO HIV também propicia o aparecimento de certos
tipos de câncer, como:tipos de câncer, como:
-sarcoma de Kaposi-sarcoma de Kaposi
-cancer cervical-cancer cervical
-linfoma não Hodgkin-linfoma não Hodgkin
Qualquer um pode se contaminar pelo vírus HIV. UmQualquer um pode se contaminar pelo vírus HIV. Um
portador do vírus pode transmití-lo a outras pessoasportador do vírus pode transmití-lo a outras pessoas
através do esperma, fluidos vaginais, sangue ou leiteatravés do esperma, fluidos vaginais, sangue ou leite
maternomaterno
O HIVO HIV não é transmitidonão é transmitido através da saliva, suor,através da saliva, suor,
escarro, lágrimas, ar ou insetosescarro, lágrimas, ar ou insetos
Há quantidades diferentes de HIV nosHá quantidades diferentes de HIV nos
vários fluidos corporais. A maiorvários fluidos corporais. A maior
quantidade deles está no sanguequantidade deles está no sangue
O modo mais comum de contaminar-se pelo HIV éO modo mais comum de contaminar-se pelo HIV é
através do sexo inseguro (sem preservativo). Umatravés do sexo inseguro (sem preservativo). Um
portador do HIV, tem o vírus em suas secreçõesportador do HIV, tem o vírus em suas secreções
vaginais, sangue ou esperma, o qual pode entrarvaginais, sangue ou esperma, o qual pode entrar
em outra pessoa através de pequenos cortes ouem outra pessoa através de pequenos cortes ou
ferimentos na pele ou mucosas vaginal, do pênis,ferimentos na pele ou mucosas vaginal, do pênis,
reto ou bocareto ou boca
Outro modo comum de ser contaminado pelo HIV é peloOutro modo comum de ser contaminado pelo HIV é pelo
compartilhamento de agulhas ou seringas com alguémcompartilhamento de agulhas ou seringas com alguém
que tenha o HIVque tenha o HIV
Lembre-se destas 2 regras paraLembre-se destas 2 regras para
responder às próximasresponder às próximas
questões.questões.
- O HIVO HIV é transmitidoé transmitido através doatravés do
sangue, esperma, fluidossangue, esperma, fluidos
vaginais e leite materno.vaginais e leite materno.
- Não é transmitidoNão é transmitido pela saliva,pela saliva,
suor, escarro, lágrimas, ar ousuor, escarro, lágrimas, ar ou
insetosinsetos
O beijo na boca de uma pessoaO beijo na boca de uma pessoa
infectada pelo HIV não éinfectada pelo HIV não é
recomendado. Se houver qualquerrecomendado. Se houver qualquer
ferida na boca, a troca de sangueferida na boca, a troca de sangue
propicia a transmissão do vírus depropicia a transmissão do vírus de
uma pessoa para a outra. A trocauma pessoa para a outra. A troca
de apenas saliva não é suficientede apenas saliva não é suficiente
para transmitir o víruspara transmitir o vírus
Os sintomas da AIDS variam de uma pessoa paraOs sintomas da AIDS variam de uma pessoa para
a outra. Esses sintomas se apresentam de acordoa outra. Esses sintomas se apresentam de acordo
com os seguintes estágios:com os seguintes estágios:
-quando a pessoa acaba de contrair o HIVquando a pessoa acaba de contrair o HIV
-estágio inicial do HIVestágio inicial do HIV
-estágio tardio do HIVestágio tardio do HIV
-estágio inicial da AIDSestágio inicial da AIDS
A maioria das pessoas não percebe que contraiu oA maioria das pessoas não percebe que contraiu o
HIVHIV. Algumas podem apresentar sintomas parecidos
com uma gripe em 2 a 6 semanas após a infecção, o
que dificulta a sua identificação
A maioria das pessoas com HIVA maioria das pessoas com HIV
não apresenta sintomas nosnão apresenta sintomas nos
estágios iniciaisestágios iniciais da doença, queda doença, que
pode durar até 9 anos ou mais.pode durar até 9 anos ou mais.
Esta fase pode terminar comEsta fase pode terminar com
infecções leves ou sintomasinfecções leves ou sintomas
crônicos, como:crônicos, como:
-aumento de volume dos gânglios-aumento de volume dos gânglios
linfáticos (ínguas), geralmente umlinfáticos (ínguas), geralmente um
dos primeiros sinais da infecçãodos primeiros sinais da infecção
pelo HIVpelo HIV
-diarréia-diarréia
-perda de peso-perda de peso
-febre-febre
-tosse-tosse
-dificuldade respiratória-dificuldade respiratória
NoNo estágio tardio do HIVestágio tardio do HIV,,
começam a surgir sintomascomeçam a surgir sintomas
mais sérios, tais como:mais sérios, tais como:
-fadiga persistente e-fadiga persistente e
inexplicávelinexplicável
-suores noturnos intensos-suores noturnos intensos
-calafrios ou febre de mais de-calafrios ou febre de mais de
37,537,5 oo
C por várias semanas.C por várias semanas.
-aumento de volume dos-aumento de volume dos
linfonodos por mais de 3 meseslinfonodos por mais de 3 meses
-diarréia cronica-diarréia cronica
-cefaléias persistentes-cefaléias persistentes
AA AIDSAIDS se desenvolve quando a pessoa infectadase desenvolve quando a pessoa infectada
começa a ter infecções oportunistas (aquelas quecomeça a ter infecções oportunistas (aquelas que
não ocorrem nas pessoas que possuem um sistemanão ocorrem nas pessoas que possuem um sistema
imunológico saudável).Os sinais e sintomas irãoimunológico saudável).Os sinais e sintomas irão
depender do tipo de infecçãodepender do tipo de infecção
Se você acredita ter sido contaminado pelo HIV, é fácilSe você acredita ter sido contaminado pelo HIV, é fácil
realizar os exames para confirmar issorealizar os exames para confirmar isso
O teste HIV verifica os anticorpos anti-HIV existentes noO teste HIV verifica os anticorpos anti-HIV existentes no
organismo. Apesar de levar de 6 a 12 semanas para queorganismo. Apesar de levar de 6 a 12 semanas para que
os anticorpos sejam desenvolvidos, há um teste chamadoos anticorpos sejam desenvolvidos, há um teste chamado
teste rápido (em até 20 minutos após a exposição) queteste rápido (em até 20 minutos após a exposição) que
indica contato com o vírusindica contato com o vírus
Se um teste HIV for positivo, deverá ser repetido.SeSe um teste HIV for positivo, deverá ser repetido.Se
esse segundo teste também for positivo, há um outroesse segundo teste também for positivo, há um outro
teste que determina as proteínas do HIV no sangue.teste que determina as proteínas do HIV no sangue.
Caso for também for positivo, então a pessoa éCaso for também for positivo, então a pessoa é
diagnosticada como portadora do vírus HIVdiagnosticada como portadora do vírus HIV
Após diagnosticar uma pessoa como portadora do HIV, éApós diagnosticar uma pessoa como portadora do HIV, é
utilizado um exame para medir a quantidade de vírus noutilizado um exame para medir a quantidade de vírus no
sangue, chamado desangue, chamado de carga viralcarga viral. Quanto maior for esta. Quanto maior for esta
carga, maiores serão as chances de desenvolver a AIDS. Acarga, maiores serão as chances de desenvolver a AIDS. A
carga viral determina também o tratamento mais adequadocarga viral determina também o tratamento mais adequado
Se você participa de comportamentos de alto risco,Se você participa de comportamentos de alto risco,
como o sexo inseguro e o compartilhamento decomo o sexo inseguro e o compartilhamento de
seringas para drogas injetáveis, deve realizar o testeseringas para drogas injetáveis, deve realizar o teste
HIV cada 3 ou 6 meses.Seu teste será confidencialHIV cada 3 ou 6 meses.Seu teste será confidencial
Uma mulher grávida pode realizar o teste HIV, mesmo nãoUma mulher grávida pode realizar o teste HIV, mesmo não
pertencendo aos chamados grupos de risco.pertencendo aos chamados grupos de risco.
Se for HIV positiva, o tratamento com drogas antiviraisSe for HIV positiva, o tratamento com drogas antivirais
durante a gravidez poderá reduzir bastante as chances dedurante a gravidez poderá reduzir bastante as chances de
transmitir o vírus para o filhotransmitir o vírus para o filho
Até o momento, não existe cura para a AIDS. No entanto,Até o momento, não existe cura para a AIDS. No entanto,
há tratamento disponível para reduzir a sua progressão ehá tratamento disponível para reduzir a sua progressão e
proporcionar uma melhor qualidade de vidaproporcionar uma melhor qualidade de vida
O tratamento para a AIDS se concentra em inibir aO tratamento para a AIDS se concentra em inibir a
multiplicação do vírus e melhorar a qualidade demultiplicação do vírus e melhorar a qualidade de
vida do paciente. Geralmente é uma combinaçãovida do paciente. Geralmente é uma combinação
de 3 ou mais medicamentos, chamada de coquetelde 3 ou mais medicamentos, chamada de coquetel
O tratamento da AIDS se baseia nos níveis de HIV noO tratamento da AIDS se baseia nos níveis de HIV no
sangue, chamada carga viral. A carga viral é dosada nosangue, chamada carga viral. A carga viral é dosada no
início do tratamento e depois a cada 3 ou 4 meses (ou cominício do tratamento e depois a cada 3 ou 4 meses (ou com
mais frequência) durante o tratamentomais frequência) durante o tratamento
As drogas usadas no tratamento incluemAs drogas usadas no tratamento incluem anti-anti-
retroviraisretrovirais ee inibidores de fusãoinibidores de fusão. Os. Os anti-retroviraisanti-retrovirais
reduzem a velocidade de crescimento e reproduçãoreduzem a velocidade de crescimento e reprodução
do HIV. Osdo HIV. Os inibidores de fusãoinibidores de fusão interrompem ainterrompem a
reprodução do vírus ao evitar a fusão de suareprodução do vírus ao evitar a fusão de sua
membrana com a dos linfócitos CD4membrana com a dos linfócitos CD4
Não há vacina paraNão há vacina para
prevenir a infecçãoprevenir a infecção
pelo HIV e não há curapelo HIV e não há cura
para a AIDSpara a AIDS
Entretanto, é possívelEntretanto, é possível
proteger a si mesmo eproteger a si mesmo e
aos outros da infecçãoaos outros da infecção
seguindo 4 regrasseguindo 4 regras
básicas:básicas:
Regra nRegra noo
11
Não compartilhe agulhas ou seringasNão compartilhe agulhas ou seringas
Não importa para que sejam usadas: injetar drogas,Não importa para que sejam usadas: injetar drogas,
esteróides, vitaminas, tatuagem ou piercing –esteróides, vitaminas, tatuagem ou piercing – não devemnão devem
ser compartilhadasser compartilhadas. Também. Também não compartilhenão compartilhe oo
instrumental usado no preparo de drogas injetáveisinstrumental usado no preparo de drogas injetáveis
Regra nRegra noo
22
Não pratique sexo inseguroNão pratique sexo inseguro
Um método infalível de evitar a contaminação por doençasUm método infalível de evitar a contaminação por doenças
sexualmente transmissíveis é o relacionamento estável esexualmente transmissíveis é o relacionamento estável e
monogâmico com um parceiro sadio.Para pessoas commonogâmico com um parceiro sadio.Para pessoas com
comportamentos sexuais de risco de doenças sexualmentecomportamentos sexuais de risco de doenças sexualmente
transmissíveis, o uso correto do preservativo masculino (outransmissíveis, o uso correto do preservativo masculino (ou
feminino) pode reduzir esse risco. Lembre-se:não há proteçãofeminino) pode reduzir esse risco. Lembre-se:não há proteção
que funcione em 100% das vezesque funcione em 100% das vezes
Regra nRegra noo
33
Não compartilhe aparelhos de barba ou escovasNão compartilhe aparelhos de barba ou escovas
dentaisdentais
O compartilhamento desses objetos possibilita oO compartilhamento desses objetos possibilita o
contato com sangue infectadocontato com sangue infectado
Regra nRegra noo
44
Evite o contato com o sangue de outras pessoasEvite o contato com o sangue de outras pessoas..
No caso de ser absolutamente necessário, como naNo caso de ser absolutamente necessário, como na
prestação de um primeiro socorro, usar luvasprestação de um primeiro socorro, usar luvas
descartáveisdescartáveis
Se você estiver grávida ou pensaSe você estiver grávida ou pensa
em engravidar, procure fazer oem engravidar, procure fazer o
teste HIV.teste HIV.
Se for HIV positiva, existemSe for HIV positiva, existem
tratamentos disponíveis paratratamentos disponíveis para
ajudá-la a reduzir as chances deajudá-la a reduzir as chances de
transmitir o vírus ao seu filhotransmitir o vírus ao seu filho
A AIDS é uma doença ameaçadora da vida causada peloA AIDS é uma doença ameaçadora da vida causada pelo
vírus da imuno deficiência humana (HIV).vírus da imuno deficiência humana (HIV).
O HIV dificulta o combate às infecções pelo organismoO HIV dificulta o combate às infecções pelo organismo
Qualquer um pode contrair oQualquer um pode contrair o
vírus.O HIVvírus.O HIV se propagase propaga de umade uma
pessoa infectada a outra atravéspessoa infectada a outra através
do sangue, esperma, fluidosdo sangue, esperma, fluidos
vaginais e leite materno.vaginais e leite materno. Não seNão se
transmitetransmite pela saliva, suor,pela saliva, suor,
escarro, lágrimas, ar ou insetosescarro, lágrimas, ar ou insetos
As formas mais comuns de contrair o HIV são através doAs formas mais comuns de contrair o HIV são através do
sexo inseguro e do compartilhamento de agulhas esexo inseguro e do compartilhamento de agulhas e
seringasseringas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Power Point Sobre A Sida 1
Power Point Sobre A Sida 1Power Point Sobre A Sida 1
Power Point Sobre A Sida 1
efaesvn
 
Diferença entre HIV-1 e HIV-2
Diferença entre HIV-1 e HIV-2Diferença entre HIV-1 e HIV-2
Diferença entre HIV-1 e HIV-2
Cinthyan Santos
 
Resumo tudo sobre AIDS
Resumo tudo sobre AIDSResumo tudo sobre AIDS
Resumo tudo sobre AIDS
Natacha Ágata
 
Hiv o início
Hiv o inícioHiv o início
Breve Histórico do HIV
Breve Histórico do HIVBreve Histórico do HIV
Breve Histórico do HIV
Marcelo Monti Bica
 
Aids.2
Aids.2Aids.2
Herpes vírus e vírus hiv
Herpes vírus e vírus hivHerpes vírus e vírus hiv
Herpes vírus e vírus hiv
Estephane ingrid Souza Pessoa
 
HIV - AIDS
HIV - AIDSHIV - AIDS
HIV - AIDS
hivbiomedicina
 
Texto de imuno iii
Texto de imuno iiiTexto de imuno iii
Texto de imuno iii
Salminhacoimbra
 
Aids
AidsAids
Aids
AidsAids
Aids
AidsAids
Aids (hiv)
Aids (hiv)Aids (hiv)
Aids (hiv)
heloisa19
 
HIV"Sida"
HIV"Sida"HIV"Sida"
HIV"Sida"
Tiago Porto
 
Vírus da imunodeficiência humana
Vírus da imunodeficiência humanaVírus da imunodeficiência humana
Vírus da imunodeficiência humana
Tiago Franco
 
Aids (6)
Aids (6)Aids (6)
HIV/AIDS - Patogênese e alterações morfológicas
HIV/AIDS - Patogênese e alterações morfológicasHIV/AIDS - Patogênese e alterações morfológicas
HIV/AIDS - Patogênese e alterações morfológicas
CaioUrsine
 
Vale a pena LER de novo...
Vale a pena LER de novo...Vale a pena LER de novo...
Vale a pena LER de novo...
ISI Engenharia
 
Hiv treinamento no jubim
Hiv treinamento no jubimHiv treinamento no jubim
Hiv treinamento no jubim
Fátima Monteiro
 

Mais procurados (20)

Power Point Sobre A Sida 1
Power Point Sobre A Sida 1Power Point Sobre A Sida 1
Power Point Sobre A Sida 1
 
Diferença entre HIV-1 e HIV-2
Diferença entre HIV-1 e HIV-2Diferença entre HIV-1 e HIV-2
Diferença entre HIV-1 e HIV-2
 
Resumo tudo sobre AIDS
Resumo tudo sobre AIDSResumo tudo sobre AIDS
Resumo tudo sobre AIDS
 
Hiv o início
Hiv o inícioHiv o início
Hiv o início
 
Breve Histórico do HIV
Breve Histórico do HIVBreve Histórico do HIV
Breve Histórico do HIV
 
Aids.2
Aids.2Aids.2
Aids.2
 
Herpes vírus e vírus hiv
Herpes vírus e vírus hivHerpes vírus e vírus hiv
Herpes vírus e vírus hiv
 
Hiv trabalho prof paulo
Hiv trabalho  prof pauloHiv trabalho  prof paulo
Hiv trabalho prof paulo
 
HIV - AIDS
HIV - AIDSHIV - AIDS
HIV - AIDS
 
Texto de imuno iii
Texto de imuno iiiTexto de imuno iii
Texto de imuno iii
 
Aids
AidsAids
Aids
 
Aids
AidsAids
Aids
 
Aids
AidsAids
Aids
 
Aids (hiv)
Aids (hiv)Aids (hiv)
Aids (hiv)
 
HIV"Sida"
HIV"Sida"HIV"Sida"
HIV"Sida"
 
Vírus da imunodeficiência humana
Vírus da imunodeficiência humanaVírus da imunodeficiência humana
Vírus da imunodeficiência humana
 
Aids (6)
Aids (6)Aids (6)
Aids (6)
 
HIV/AIDS - Patogênese e alterações morfológicas
HIV/AIDS - Patogênese e alterações morfológicasHIV/AIDS - Patogênese e alterações morfológicas
HIV/AIDS - Patogênese e alterações morfológicas
 
Vale a pena LER de novo...
Vale a pena LER de novo...Vale a pena LER de novo...
Vale a pena LER de novo...
 
Hiv treinamento no jubim
Hiv treinamento no jubimHiv treinamento no jubim
Hiv treinamento no jubim
 

Semelhante a Aids

Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Vírus e a Saúde Humana
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Vírus e a Saúde HumanaSlides da aula de Biologia (Renato) sobre Vírus e a Saúde Humana
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Vírus e a Saúde Humana
Turma Olímpica
 
A sexualidade
A sexualidadeA sexualidade
A sexualidade
Valéria Teixeira
 
Apresentação sida
Apresentação sida  Apresentação sida
Apresentação sida
bibliotecacorga
 
Doenças sexualmente transmissíveis e sida
Doenças sexualmente transmissíveis e sidaDoenças sexualmente transmissíveis e sida
Doenças sexualmente transmissíveis e sida
Ricardo Pais
 
Vida sem aids em slides
Vida sem aids em slidesVida sem aids em slides
Vida sem aids em slides
Denize Cantalice
 
DoençAs Infecto Contagiosas Terminais Humanas
DoençAs Infecto Contagiosas Terminais HumanasDoençAs Infecto Contagiosas Terminais Humanas
DoençAs Infecto Contagiosas Terminais Humanas
CIVEC
 
Hiv
HivHiv
Aids
AidsAids
Aids
BriefCase
 
A Sida
A SidaA Sida
A SIDA
A SIDAA SIDA
A SIDA
Pedro Dias
 
Eduarda
EduardaEduarda
Aids
AidsAids
Aids
AidsAids
HIV/SIDA
HIV/SIDAHIV/SIDA
HIV/SIDA
MultimediaA
 
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
lurocha63
 
Cristiana
CristianaCristiana
Hiv sida
Hiv sidaHiv sida
Hiv sida
Tiago Porto
 
Sida
SidaSida
Sida
SidaSida
Sida
EduSexual
 
Aids ane (2)
Aids ane (2)Aids ane (2)
Aids ane (2)
Altair Hoepers
 

Semelhante a Aids (20)

Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Vírus e a Saúde Humana
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Vírus e a Saúde HumanaSlides da aula de Biologia (Renato) sobre Vírus e a Saúde Humana
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Vírus e a Saúde Humana
 
A sexualidade
A sexualidadeA sexualidade
A sexualidade
 
Apresentação sida
Apresentação sida  Apresentação sida
Apresentação sida
 
Doenças sexualmente transmissíveis e sida
Doenças sexualmente transmissíveis e sidaDoenças sexualmente transmissíveis e sida
Doenças sexualmente transmissíveis e sida
 
Vida sem aids em slides
Vida sem aids em slidesVida sem aids em slides
Vida sem aids em slides
 
DoençAs Infecto Contagiosas Terminais Humanas
DoençAs Infecto Contagiosas Terminais HumanasDoençAs Infecto Contagiosas Terminais Humanas
DoençAs Infecto Contagiosas Terminais Humanas
 
Hiv
HivHiv
Hiv
 
Aids
AidsAids
Aids
 
A Sida
A SidaA Sida
A Sida
 
A SIDA
A SIDAA SIDA
A SIDA
 
Eduarda
EduardaEduarda
Eduarda
 
Aids
AidsAids
Aids
 
Aids
AidsAids
Aids
 
HIV/SIDA
HIV/SIDAHIV/SIDA
HIV/SIDA
 
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
 
Cristiana
CristianaCristiana
Cristiana
 
Hiv sida
Hiv sidaHiv sida
Hiv sida
 
Sida
SidaSida
Sida
 
Sida
SidaSida
Sida
 
Aids ane (2)
Aids ane (2)Aids ane (2)
Aids ane (2)
 

Mais de Tersio Gorrasi

Fluxograma de acidentes com material perfuro cortante
Fluxograma de acidentes com material  perfuro  cortanteFluxograma de acidentes com material  perfuro  cortante
Fluxograma de acidentes com material perfuro cortante
Tersio Gorrasi
 
Modelo de pcmso
Modelo de pcmsoModelo de pcmso
Modelo de pcmso
Tersio Gorrasi
 
Tabagismo
TabagismoTabagismo
Tabagismo
Tersio Gorrasi
 
O ranking dos alimentos
O ranking dos alimentosO ranking dos alimentos
O ranking dos alimentos
Tersio Gorrasi
 
Pragas
PragasPragas
Programa de exercícios p a coluna
Programa de exercícios p a colunaPrograma de exercícios p a coluna
Programa de exercícios p a coluna
Tersio Gorrasi
 
Febre amarela
Febre amarelaFebre amarela
Febre amarela
Tersio Gorrasi
 
Dengue
DengueDengue
Terapia personalizada da depressão
Terapia personalizada da depressãoTerapia personalizada da depressão
Terapia personalizada da depressão
Tersio Gorrasi
 

Mais de Tersio Gorrasi (9)

Fluxograma de acidentes com material perfuro cortante
Fluxograma de acidentes com material  perfuro  cortanteFluxograma de acidentes com material  perfuro  cortante
Fluxograma de acidentes com material perfuro cortante
 
Modelo de pcmso
Modelo de pcmsoModelo de pcmso
Modelo de pcmso
 
Tabagismo
TabagismoTabagismo
Tabagismo
 
O ranking dos alimentos
O ranking dos alimentosO ranking dos alimentos
O ranking dos alimentos
 
Pragas
PragasPragas
Pragas
 
Programa de exercícios p a coluna
Programa de exercícios p a colunaPrograma de exercícios p a coluna
Programa de exercícios p a coluna
 
Febre amarela
Febre amarelaFebre amarela
Febre amarela
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
 
Terapia personalizada da depressão
Terapia personalizada da depressãoTerapia personalizada da depressão
Terapia personalizada da depressão
 

Aids

  • 1.
  • 2. AIDS é uma doença potencialmente fatal, causada pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV). Esse vírus dificulta o combate às infecções pelo organismo
  • 3. Não há atualmente cura para a AIDS. Os medicamentos disponíveis apenas tornam a sua progressão mais lenta
  • 4. Há 33 milhões de pessoas no mundo vivendo comHá 33 milhões de pessoas no mundo vivendo com o vírus HIV.o vírus HIV. Somando todas as faixas etárias, até junho de 2008 foram registrados 506 mil casos da doença no Brasil. De 1980 a 2006, foramDe 1980 a 2006, foram registrados 192.709 óbitosregistrados 192.709 óbitos
  • 5. A incidência de AIDS entre mulheres com idade de 50 a 64 anos passou de 3,7 casos por 100 mil em 1996, para 11,6 por 100 mil em 2006. No total, 47.431 brasileiros com mais de 50 anos têm AIDS, dos quais 15.962 são mulheres
  • 6.
  • 7. HIVHIV é uma infecção pelo vírus causador daé uma infecção pelo vírus causador da AIDSAIDS.Quando dizemos que uma pessoa tem o.Quando dizemos que uma pessoa tem o HIVHIV significa que esse vírus está presente em seusignifica que esse vírus está presente em seu organismoorganismo
  • 8. Quando uma pessoa temQuando uma pessoa tem AIDSAIDS significa que osignifica que o HIVHIV agiuagiu de tal forma que ela não tem mais controle sobre asde tal forma que ela não tem mais controle sobre as infecções, podendo apresentar tumores ou infecçõesinfecções, podendo apresentar tumores ou infecções que não podem mais ser combatidos pelo organismoque não podem mais ser combatidos pelo organismo
  • 9. O HIV penetra no organismo através do sangue,O HIV penetra no organismo através do sangue, esperma,fluido vaginal ou leite materno de uma pessoaesperma,fluido vaginal ou leite materno de uma pessoa infectadainfectada
  • 10. O corpo necessita do sistemaO corpo necessita do sistema imunológico para combaterimunológico para combater as infecções. O sistemaas infecções. O sistema imunológico também nosimunológico também nos defende contradefende contra determinados tipos dedeterminados tipos de câncercâncer Sem sistema imunológico,Sem sistema imunológico, uma pessoa pode morreruma pessoa pode morrer de um simples resfriado oude um simples resfriado ou gripegripe
  • 11. As células brancas do sangue (leucócitos) agem comoAs células brancas do sangue (leucócitos) agem como soldados no combate às infecções.Os linfócitos são umsoldados no combate às infecções.Os linfócitos são um tipo de leucócito. Há um subtipo especial de linfócitotipo de leucócito. Há um subtipo especial de linfócito chamadochamado CD4 helperCD4 helper, que coordena o sistema, que coordena o sistema imunológico no ataque aos organismos estranhosimunológico no ataque aos organismos estranhos
  • 12. Quando o HIV infecta o corpo, ele destrói os linfócitosQuando o HIV infecta o corpo, ele destrói os linfócitos CD4 helper, usando-os para fazer cópias de si mesmo.CD4 helper, usando-os para fazer cópias de si mesmo. Isto prejudica o funcionamento do sistema imunológicoIsto prejudica o funcionamento do sistema imunológico e daí o nome de vírus da imuno-deficiência,e daí o nome de vírus da imuno-deficiência, HHumanuman IImmunodeficiencymmunodeficiency VVirus em inglêsirus em inglês
  • 13. Os linfócitos e os HIV lutam entre si durante anos. NaOs linfócitos e os HIV lutam entre si durante anos. Na maioria das pessoas, o HIV acaba vencendo essamaioria das pessoas, o HIV acaba vencendo essa batalha, porém os novos medicamentos disponíveisbatalha, porém os novos medicamentos disponíveis dificultam essa vitóriadificultam essa vitória
  • 14. Após uma pessoa ser infectada pelo HIV, o número deApós uma pessoa ser infectada pelo HIV, o número de células CD4 diminui.Uma contagem normal está entrecélulas CD4 diminui.Uma contagem normal está entre 600 a 1000 por mm600 a 1000 por mm33 . Quando essa contagem cai abaixo. Quando essa contagem cai abaixo de 200, o sistema imunológico deixa de funcionarde 200, o sistema imunológico deixa de funcionar adequadamente, e uma simples infecção pode causaradequadamente, e uma simples infecção pode causar sérios problemassérios problemas
  • 15. Após ter contraído o HIV, quando uma pessoaApós ter contraído o HIV, quando uma pessoa apresentará a AIDS?apresentará a AIDS? Se ela tiver o vírus e ambos os critérios abaixo:Se ela tiver o vírus e ambos os critérios abaixo: 1. uma contagem de CD4 menor ou igual a 2001. uma contagem de CD4 menor ou igual a 200 2. uma infecção grave ou câncer devido ao seu sistema2. uma infecção grave ou câncer devido ao seu sistema imunológico ser incapaz de combatê-losimunológico ser incapaz de combatê-los
  • 16.
  • 17. AIDSAIDS é uma abreviatura daé uma abreviatura da palavra em inglêspalavra em inglês AAcquiredcquired IImmunommunoddeficiencyeficiency SSyndrome, ou seja,yndrome, ou seja, Síndrome da ImunoSíndrome da Imuno deficiência Adquirida, cujadeficiência Adquirida, cuja sigla correspondente emsigla correspondente em português éportuguês é SIDASIDA. Isto. Isto significa que a doença ésignifica que a doença é causada por um sistemacausada por um sistema imunológico fracoimunológico fraco
  • 18. Quando oQuando o HIVHIV se transforma emse transforma em AIDSAIDS, o risco de morte é muito maior., o risco de morte é muito maior. Alguns pacientes morrem em curtoAlguns pacientes morrem em curto prazo após o diagnóstico da doença,prazo após o diagnóstico da doença, enquanto que outros vivem aindaenquanto que outros vivem ainda mais 12 anos ou mais.mais 12 anos ou mais. No Brasil, 90% ainda estão vivos 5No Brasil, 90% ainda estão vivos 5 anos após o diagnóstico da doençaanos após o diagnóstico da doença (dados de 2007). Dentro dos 27 anos(dados de 2007). Dentro dos 27 anos que conhecemos a doença, ainda háque conhecemos a doença, ainda há portadores do HIV vivosportadores do HIV vivos
  • 19. Sem tratamento,uma pessoa com AIDS pode morrerSem tratamento,uma pessoa com AIDS pode morrer de uma simples infecção, causada por vírus, fungosde uma simples infecção, causada por vírus, fungos ou bactériasou bactérias
  • 20. As infecções causadas porAs infecções causadas por vírusvírus incluem:incluem: - citomegalovíruscitomegalovírus - hepatite viralhepatite viral - herpes simplesherpes simples - papiloma humanopapiloma humano - leucoencefalopatialeucoencefalopatia progressiva multifocalprogressiva multifocal
  • 21. As infecções causadas porAs infecções causadas por bactériasbactérias incluem:incluem: -tuberculose-tuberculose -infecção por mycobacterium avium-infecção por mycobacterium avium -salmonelose-salmonelose
  • 22. As infecções causadas porAs infecções causadas por fungosfungos incluem:incluem: - CandidíaseCandidíase - Meningite criptocócicaMeningite criptocócica
  • 23. As infecções causadas porAs infecções causadas por parasitasparasitas incluem:incluem: -pneumonia por-pneumonia por Pneumocystis CariniiPneumocystis Carinii -toxoplasmose-toxoplasmose -criptosporidiose-criptosporidiose
  • 24. O HIV também propicia o aparecimento de certosO HIV também propicia o aparecimento de certos tipos de câncer, como:tipos de câncer, como: -sarcoma de Kaposi-sarcoma de Kaposi -cancer cervical-cancer cervical -linfoma não Hodgkin-linfoma não Hodgkin
  • 25.
  • 26. Qualquer um pode se contaminar pelo vírus HIV. UmQualquer um pode se contaminar pelo vírus HIV. Um portador do vírus pode transmití-lo a outras pessoasportador do vírus pode transmití-lo a outras pessoas através do esperma, fluidos vaginais, sangue ou leiteatravés do esperma, fluidos vaginais, sangue ou leite maternomaterno
  • 27. O HIVO HIV não é transmitidonão é transmitido através da saliva, suor,através da saliva, suor, escarro, lágrimas, ar ou insetosescarro, lágrimas, ar ou insetos
  • 28. Há quantidades diferentes de HIV nosHá quantidades diferentes de HIV nos vários fluidos corporais. A maiorvários fluidos corporais. A maior quantidade deles está no sanguequantidade deles está no sangue
  • 29. O modo mais comum de contaminar-se pelo HIV éO modo mais comum de contaminar-se pelo HIV é através do sexo inseguro (sem preservativo). Umatravés do sexo inseguro (sem preservativo). Um portador do HIV, tem o vírus em suas secreçõesportador do HIV, tem o vírus em suas secreções vaginais, sangue ou esperma, o qual pode entrarvaginais, sangue ou esperma, o qual pode entrar em outra pessoa através de pequenos cortes ouem outra pessoa através de pequenos cortes ou ferimentos na pele ou mucosas vaginal, do pênis,ferimentos na pele ou mucosas vaginal, do pênis, reto ou bocareto ou boca
  • 30. Outro modo comum de ser contaminado pelo HIV é peloOutro modo comum de ser contaminado pelo HIV é pelo compartilhamento de agulhas ou seringas com alguémcompartilhamento de agulhas ou seringas com alguém que tenha o HIVque tenha o HIV
  • 31. Lembre-se destas 2 regras paraLembre-se destas 2 regras para responder às próximasresponder às próximas questões.questões. - O HIVO HIV é transmitidoé transmitido através doatravés do sangue, esperma, fluidossangue, esperma, fluidos vaginais e leite materno.vaginais e leite materno. - Não é transmitidoNão é transmitido pela saliva,pela saliva, suor, escarro, lágrimas, ar ousuor, escarro, lágrimas, ar ou insetosinsetos
  • 32. O beijo na boca de uma pessoaO beijo na boca de uma pessoa infectada pelo HIV não éinfectada pelo HIV não é recomendado. Se houver qualquerrecomendado. Se houver qualquer ferida na boca, a troca de sangueferida na boca, a troca de sangue propicia a transmissão do vírus depropicia a transmissão do vírus de uma pessoa para a outra. A trocauma pessoa para a outra. A troca de apenas saliva não é suficientede apenas saliva não é suficiente para transmitir o víruspara transmitir o vírus
  • 33.
  • 34. Os sintomas da AIDS variam de uma pessoa paraOs sintomas da AIDS variam de uma pessoa para a outra. Esses sintomas se apresentam de acordoa outra. Esses sintomas se apresentam de acordo com os seguintes estágios:com os seguintes estágios: -quando a pessoa acaba de contrair o HIVquando a pessoa acaba de contrair o HIV -estágio inicial do HIVestágio inicial do HIV -estágio tardio do HIVestágio tardio do HIV -estágio inicial da AIDSestágio inicial da AIDS
  • 35. A maioria das pessoas não percebe que contraiu oA maioria das pessoas não percebe que contraiu o HIVHIV. Algumas podem apresentar sintomas parecidos com uma gripe em 2 a 6 semanas após a infecção, o que dificulta a sua identificação
  • 36. A maioria das pessoas com HIVA maioria das pessoas com HIV não apresenta sintomas nosnão apresenta sintomas nos estágios iniciaisestágios iniciais da doença, queda doença, que pode durar até 9 anos ou mais.pode durar até 9 anos ou mais. Esta fase pode terminar comEsta fase pode terminar com infecções leves ou sintomasinfecções leves ou sintomas crônicos, como:crônicos, como: -aumento de volume dos gânglios-aumento de volume dos gânglios linfáticos (ínguas), geralmente umlinfáticos (ínguas), geralmente um dos primeiros sinais da infecçãodos primeiros sinais da infecção pelo HIVpelo HIV -diarréia-diarréia -perda de peso-perda de peso -febre-febre -tosse-tosse -dificuldade respiratória-dificuldade respiratória
  • 37. NoNo estágio tardio do HIVestágio tardio do HIV,, começam a surgir sintomascomeçam a surgir sintomas mais sérios, tais como:mais sérios, tais como: -fadiga persistente e-fadiga persistente e inexplicávelinexplicável -suores noturnos intensos-suores noturnos intensos -calafrios ou febre de mais de-calafrios ou febre de mais de 37,537,5 oo C por várias semanas.C por várias semanas. -aumento de volume dos-aumento de volume dos linfonodos por mais de 3 meseslinfonodos por mais de 3 meses -diarréia cronica-diarréia cronica -cefaléias persistentes-cefaléias persistentes
  • 38. AA AIDSAIDS se desenvolve quando a pessoa infectadase desenvolve quando a pessoa infectada começa a ter infecções oportunistas (aquelas quecomeça a ter infecções oportunistas (aquelas que não ocorrem nas pessoas que possuem um sistemanão ocorrem nas pessoas que possuem um sistema imunológico saudável).Os sinais e sintomas irãoimunológico saudável).Os sinais e sintomas irão depender do tipo de infecçãodepender do tipo de infecção
  • 39.
  • 40. Se você acredita ter sido contaminado pelo HIV, é fácilSe você acredita ter sido contaminado pelo HIV, é fácil realizar os exames para confirmar issorealizar os exames para confirmar isso
  • 41. O teste HIV verifica os anticorpos anti-HIV existentes noO teste HIV verifica os anticorpos anti-HIV existentes no organismo. Apesar de levar de 6 a 12 semanas para queorganismo. Apesar de levar de 6 a 12 semanas para que os anticorpos sejam desenvolvidos, há um teste chamadoos anticorpos sejam desenvolvidos, há um teste chamado teste rápido (em até 20 minutos após a exposição) queteste rápido (em até 20 minutos após a exposição) que indica contato com o vírusindica contato com o vírus
  • 42. Se um teste HIV for positivo, deverá ser repetido.SeSe um teste HIV for positivo, deverá ser repetido.Se esse segundo teste também for positivo, há um outroesse segundo teste também for positivo, há um outro teste que determina as proteínas do HIV no sangue.teste que determina as proteínas do HIV no sangue. Caso for também for positivo, então a pessoa éCaso for também for positivo, então a pessoa é diagnosticada como portadora do vírus HIVdiagnosticada como portadora do vírus HIV
  • 43. Após diagnosticar uma pessoa como portadora do HIV, éApós diagnosticar uma pessoa como portadora do HIV, é utilizado um exame para medir a quantidade de vírus noutilizado um exame para medir a quantidade de vírus no sangue, chamado desangue, chamado de carga viralcarga viral. Quanto maior for esta. Quanto maior for esta carga, maiores serão as chances de desenvolver a AIDS. Acarga, maiores serão as chances de desenvolver a AIDS. A carga viral determina também o tratamento mais adequadocarga viral determina também o tratamento mais adequado
  • 44. Se você participa de comportamentos de alto risco,Se você participa de comportamentos de alto risco, como o sexo inseguro e o compartilhamento decomo o sexo inseguro e o compartilhamento de seringas para drogas injetáveis, deve realizar o testeseringas para drogas injetáveis, deve realizar o teste HIV cada 3 ou 6 meses.Seu teste será confidencialHIV cada 3 ou 6 meses.Seu teste será confidencial
  • 45. Uma mulher grávida pode realizar o teste HIV, mesmo nãoUma mulher grávida pode realizar o teste HIV, mesmo não pertencendo aos chamados grupos de risco.pertencendo aos chamados grupos de risco. Se for HIV positiva, o tratamento com drogas antiviraisSe for HIV positiva, o tratamento com drogas antivirais durante a gravidez poderá reduzir bastante as chances dedurante a gravidez poderá reduzir bastante as chances de transmitir o vírus para o filhotransmitir o vírus para o filho
  • 46.
  • 47. Até o momento, não existe cura para a AIDS. No entanto,Até o momento, não existe cura para a AIDS. No entanto, há tratamento disponível para reduzir a sua progressão ehá tratamento disponível para reduzir a sua progressão e proporcionar uma melhor qualidade de vidaproporcionar uma melhor qualidade de vida
  • 48. O tratamento para a AIDS se concentra em inibir aO tratamento para a AIDS se concentra em inibir a multiplicação do vírus e melhorar a qualidade demultiplicação do vírus e melhorar a qualidade de vida do paciente. Geralmente é uma combinaçãovida do paciente. Geralmente é uma combinação de 3 ou mais medicamentos, chamada de coquetelde 3 ou mais medicamentos, chamada de coquetel
  • 49. O tratamento da AIDS se baseia nos níveis de HIV noO tratamento da AIDS se baseia nos níveis de HIV no sangue, chamada carga viral. A carga viral é dosada nosangue, chamada carga viral. A carga viral é dosada no início do tratamento e depois a cada 3 ou 4 meses (ou cominício do tratamento e depois a cada 3 ou 4 meses (ou com mais frequência) durante o tratamentomais frequência) durante o tratamento
  • 50. As drogas usadas no tratamento incluemAs drogas usadas no tratamento incluem anti-anti- retroviraisretrovirais ee inibidores de fusãoinibidores de fusão. Os. Os anti-retroviraisanti-retrovirais reduzem a velocidade de crescimento e reproduçãoreduzem a velocidade de crescimento e reprodução do HIV. Osdo HIV. Os inibidores de fusãoinibidores de fusão interrompem ainterrompem a reprodução do vírus ao evitar a fusão de suareprodução do vírus ao evitar a fusão de sua membrana com a dos linfócitos CD4membrana com a dos linfócitos CD4
  • 51.
  • 52. Não há vacina paraNão há vacina para prevenir a infecçãoprevenir a infecção pelo HIV e não há curapelo HIV e não há cura para a AIDSpara a AIDS Entretanto, é possívelEntretanto, é possível proteger a si mesmo eproteger a si mesmo e aos outros da infecçãoaos outros da infecção seguindo 4 regrasseguindo 4 regras básicas:básicas:
  • 53. Regra nRegra noo 11 Não compartilhe agulhas ou seringasNão compartilhe agulhas ou seringas Não importa para que sejam usadas: injetar drogas,Não importa para que sejam usadas: injetar drogas, esteróides, vitaminas, tatuagem ou piercing –esteróides, vitaminas, tatuagem ou piercing – não devemnão devem ser compartilhadasser compartilhadas. Também. Também não compartilhenão compartilhe oo instrumental usado no preparo de drogas injetáveisinstrumental usado no preparo de drogas injetáveis
  • 54. Regra nRegra noo 22 Não pratique sexo inseguroNão pratique sexo inseguro Um método infalível de evitar a contaminação por doençasUm método infalível de evitar a contaminação por doenças sexualmente transmissíveis é o relacionamento estável esexualmente transmissíveis é o relacionamento estável e monogâmico com um parceiro sadio.Para pessoas commonogâmico com um parceiro sadio.Para pessoas com comportamentos sexuais de risco de doenças sexualmentecomportamentos sexuais de risco de doenças sexualmente transmissíveis, o uso correto do preservativo masculino (outransmissíveis, o uso correto do preservativo masculino (ou feminino) pode reduzir esse risco. Lembre-se:não há proteçãofeminino) pode reduzir esse risco. Lembre-se:não há proteção que funcione em 100% das vezesque funcione em 100% das vezes
  • 55. Regra nRegra noo 33 Não compartilhe aparelhos de barba ou escovasNão compartilhe aparelhos de barba ou escovas dentaisdentais O compartilhamento desses objetos possibilita oO compartilhamento desses objetos possibilita o contato com sangue infectadocontato com sangue infectado
  • 56. Regra nRegra noo 44 Evite o contato com o sangue de outras pessoasEvite o contato com o sangue de outras pessoas.. No caso de ser absolutamente necessário, como naNo caso de ser absolutamente necessário, como na prestação de um primeiro socorro, usar luvasprestação de um primeiro socorro, usar luvas descartáveisdescartáveis
  • 57. Se você estiver grávida ou pensaSe você estiver grávida ou pensa em engravidar, procure fazer oem engravidar, procure fazer o teste HIV.teste HIV. Se for HIV positiva, existemSe for HIV positiva, existem tratamentos disponíveis paratratamentos disponíveis para ajudá-la a reduzir as chances deajudá-la a reduzir as chances de transmitir o vírus ao seu filhotransmitir o vírus ao seu filho
  • 58.
  • 59. A AIDS é uma doença ameaçadora da vida causada peloA AIDS é uma doença ameaçadora da vida causada pelo vírus da imuno deficiência humana (HIV).vírus da imuno deficiência humana (HIV). O HIV dificulta o combate às infecções pelo organismoO HIV dificulta o combate às infecções pelo organismo
  • 60. Qualquer um pode contrair oQualquer um pode contrair o vírus.O HIVvírus.O HIV se propagase propaga de umade uma pessoa infectada a outra atravéspessoa infectada a outra através do sangue, esperma, fluidosdo sangue, esperma, fluidos vaginais e leite materno.vaginais e leite materno. Não seNão se transmitetransmite pela saliva, suor,pela saliva, suor, escarro, lágrimas, ar ou insetosescarro, lágrimas, ar ou insetos
  • 61. As formas mais comuns de contrair o HIV são através doAs formas mais comuns de contrair o HIV são através do sexo inseguro e do compartilhamento de agulhas esexo inseguro e do compartilhamento de agulhas e seringasseringas