SlideShare uma empresa Scribd logo
Gramática

Sons e sílabas
2 / 33

Sons e sílabas

Quando falamos de fonemas e sílabas estamos a
referir-nos a quê?
Atenta no esquema para ficares a conhecer o
conteúdo que vamos abordar.
3 / 33

Sons e sílabas
Sons e representação gráfica da língua
Sons e sílabas
Sons
-Vogal
- Semivogal
- Ditongo
- Grupo
consonântico

Ortografia

Pontuação e sinais
auxiliares de escrita

Sílabas
Propriedades
acentuais das
sílabas
-Sílabas tónicas
- Sílabas átonas

Classificação
quanto ao
número de
sílabas
-Monossílabo
- Dissílabo
- Trissílabo
- Polissílabo

Sílabas
gramaticais e
métricas
4 / 33

Fonemas e sequências de sons

Vogais, semivogais e ditongos
A língua é composta por sons produzidos
oralmente.

As letras ou grafemas são representações
gráficas desses sons e podem ser combinados
de várias formas.
5 / 33

Fonemas e sequências de sons

Vogais, semivogais e ditongos
Uma vogal é o som produzido sem obstrução à
passagem do ar pela boca ou pelo nariz.

Existem vogais orais e vogais nasais.
As vogais orais são
produzidas com ar que
passa apenas pela boca.
6 / 33

Fonemas e sequências de sons

Vogais, semivogais e ditongos
Uma vogal é o som produzido sem obstrução à
passagem do ar pela boca ou pelo nariz.

Existem vogais orais e vogais nasais.
Por exemplo:
bigodes
gato
café
7 / 33

Fonemas e sequências de sons

Vogais, semivogais e ditongos
Uma vogal é o som produzido sem obstrução à
passagem do ar pela boca ou pelo nariz.

Existem vogais orais e vogais nasais.
As vogais nasais são
produzidas com ar que
passa simultaneamente
pela boca e pelo nariz.
8 / 33

Fonemas e sequências de sons

Vogais, semivogais e ditongos
Uma vogal é o som produzido sem obstrução à
passagem do ar pela boca ou pelo nariz.

Existem vogais orais e vogais nasais.
Por exemplo nas palavras
marcadas com “til”
(irmã), seguidas das
letras “m” ou “n” (fim,
grande).
9 / 33

Fonemas e sequências de sons

Vogais, semivogais e ditongos
A semivogal é o som produzido com
caraterísticas articulatórias e acústicas
semelhantes às das vogais e que ocorre junto
de uma vogal, formando com ela um ditongo.

Uma semivogal nunca pode receber acento.
Por exemplo o som final de:
pai / mau
10 / 33

Fonemas e sequências de sons

Vogais, semivogais e ditongos
O ditongo é a sequência, numa sílaba, formada
por uma vogal e uma semivogal.

Por exemplo:
leite / pau
11 / 33

Fonemas e sequências de sons

Vogais, semivogais e ditongos
Existem ditongos orais e ditongos nasais.
Orais, como por exemplo:
pai
leite
foi
fui

mau
teu
ouvir
pediu
12 / 33

Fonemas e sequências de sons

Vogais, semivogais e ditongos
Existem ditongos orais e ditongos nasais.
Nasais, como por exemplo:
mãe
cantam
pão
homens
limões
13 / 33

Fonemas e sequências de sons

Vogais, semivogais e ditongos
Dependendo da posição da vogal, antes ou
depois da semivogal, o ditongo diz-se
decrescente ou crescente.
decrescente

crescente

pai

quatro
14 / 33

Fonemas e sequências de sons

Ditongo e hiato
Sabes qual é a diferença entre um ditongo e um
hiato?

Apesar de serem parecidos à primeira vista, têm
particularidades que vamos conhecer.
15 / 33

Fonemas e sequências de sons

Ditongo e hiato
pai

m au

água

Se leres estas palavras em voz alta, vais perceber
que se pronuncia os sons “ai”, “au” e “ua” de
uma só vez.
Isso acontece porque estes sons são
constituídos por uma vogal e uma semivogal,
formando um ditongo.
16 / 33

Fonemas e sequências de sons

Ditongo e hiato
Na divisão silábica, a vogal não pode ser
separada da semivogal. Pertencem à mesma
sílaba.
17 / 33

Fonemas e sequências de sons

Ditongo e hiato
p aí s

pio r

cabia

Se leres estas palavras em voz alta e
pausadamente, vais perceber que se
pronunciam as vogais separadamente;
“a - í”, “i - o” e “i - a”.
18 / 33

Fonemas e sequências de sons

Ditongo e hiato
Embora estejam lado a lado, estas vogais não
formam ditongos porque pertencem a sílabas
diferentes.

Quando isso acontece diz-se que essas vogais
formam um hiato.
19 / 33

Fonemas e sequências de sons

Ditongo e hiato
Na escrita, os hiatos são por vezes marcados por
um acento agudo, como em país.
20 / 33

Divisão silábica e classificação das palavras
quanto ao número de sílabas.

Ao soletrarmos as palavras percebemos que elas
se dividem em pequenas unidades.
A cada uma dessas unidades dá-se o nome de
sílaba.
Por exemplo:
pa / la / vra
21 / 33

Divisão silábica e classificação das palavras
quanto ao número de sílabas.

As palavras podem ser classificadas de acordo
com o número de sílabas que as compõem.
Frei tem apenas uma sílaba, por isso se designa
de monossílabo.
João é uma palavra formada por duas sílabas,
daí dizer-se que é um dissílabo.
22 / 33

Divisão silábica e classificação das palavras
quanto ao número de sílabas.

Convento é composta por três sílabas e designase trissílabo.
Todas as palavras que apresentam mais do que
três sílabas são chamadas polissílabos.
23 / 33

Propriedades acentuais das sílabas

Sílaba tónica e sílaba átona
Numa palavra com várias sílabas há sempre uma
que se pronuncia com mais intensidade.

Essa é a sílaba tónica; as restantes são as sílabas
átonas.
24 / 33

Propriedades acentuais das sílabas

Sílaba tónica e sílaba átona
Um bom truque para identificar a sílaba tónica
consiste em chamar pela palavra em voz alta,
como se chamássemos por alguém.
So co rro
25 / 33

Classificação das palavras quanto à posição da
sílaba tónica
Palavra aguda (ou
oxítona).

acento tónico recai na
última sílaba

Palavra grave (ou
paroxítona).

acento tónico recai na
penúltima sílaba

Palavra esdrúxula (ou
proparoxítona).

acento tónico recai na
antepenúltima sílaba
26 / 33

Sílaba gramatical e sílaba métrica

Para se determinar a medida de um verso, a sua
métrica, deve contar-se o seu número de
sílabas métricas.
Como se faz isso?
Existem algumas diferenças entre as sílabas
métricas e as sílabas gramaticais.
27 / 33

Sílaba gramatical e sílaba métrica

Por exemplo:
o verso O pardalzito nasceu
tem 7 sílabas gramaticais
1
O

2
par

3
dal

4
zi

5
to

6
nas

7
ceu
28 / 33

Sílaba gramatical e sílaba métrica

Por exemplo:
já o verso Ó meu cogumelo preto
tem 8 sílabas gramaticais
1
2
3
Ó meu co

4
gu

5
me

6
lo

7
pre

8
to
29 / 33

Sílaba gramatical e sílaba métrica

Mas como a contagem do número de sílabas
métricas só deve ser feita até à última sílaba
tónica do verso, ambos os versos apresentam
7 sílabas métricas.
1
O
1
Ó

2
par

3
dal

2
3
meu co

4
zi
4
gu

5
to
5
me

6
nas
6
lo

7
pre

7
ceu
8
to
30 / 33

Sílaba gramatical e sílaba métrica

No verso Amor é um fogo que arde sem se ver
Existem 12 sílabas gramaticais e a sílaba tónica
recai na última sílaba do verso.
Mas se repararmos nas vogais das sílabas “é”,
“um”, “que”, “ar”, concluímos que são
pronunciadas de uma só vez.
31 / 33

Sílaba gramatical e sílaba métrica

Quando isso acontece, as sílabas gramaticais a
que as vogais pertencem contam apenas
como uma sílaba métrica.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12
A mor é um fo go que ar de sem se ver
32 / 33

Sílaba gramatical e sílaba métrica

Desta forma, o verso tem 12 sílabas gramaticais,
mas 10 sílabas métricas.
Os versos podem ser classificados mediante as
3
suas sílabas métricas.7
33 / 33

Classificação dos versos quanto ao número de
sílabas

5 sílabas métricas.

pentassílabo (ou
redondilha menor)

7 sílabas métricas.

heptassílabo (ou
redondilha maior)

10 sílabas métricas.

decassílabo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Polissemia e ambiguidade
Polissemia e ambiguidadePolissemia e ambiguidade
Polissemia e ambiguidade
Lilian Hodgson
 
Aula Figuras de Linguagem
Aula    Figuras de Linguagem Aula    Figuras de Linguagem
Aula Figuras de Linguagem
paula nery
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
Gonçalo
 
Linguagem Verbal e Não Verbal
Linguagem Verbal e Não VerbalLinguagem Verbal e Não Verbal
Linguagem Verbal e Não Verbal
kalledonian
 
Modo imperativo
Modo imperativoModo imperativo
Modo imperativo
Elaine Maia
 
Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2
Flávio Ferreira
 
Advérbios: PowerPoint
Advérbios: PowerPointAdvérbios: PowerPoint
Advérbios: PowerPoint
A. Simoes
 
Dígrafo e encontro consonantal
Dígrafo e encontro consonantalDígrafo e encontro consonantal
Dígrafo e encontro consonantal
Rosana Mayer
 
Fonética e fonologia
Fonética e fonologiaFonética e fonologia
Fonética e fonologia
Diego Prezia
 
Fonética e Fonologia
Fonética e FonologiaFonética e Fonologia
Fonética e Fonologia
Marcos Feliciano
 
Variação linguistica aulão
Variação linguistica   aulãoVariação linguistica   aulão
Variação linguistica aulão
eeepadrianonobre
 
Hiperonímia e hiponímia
Hiperonímia e hiponímiaHiperonímia e hiponímia
Hiperonímia e hiponímia
Célia Gonçalves
 
Encontros consonantais
Encontros consonantaisEncontros consonantais
Encontros consonantais
Johnny Freitas
 
O Diario
O DiarioO Diario
O Diario
José Ferreira
 
Semântica pragmática
Semântica pragmáticaSemântica pragmática
Semântica pragmática
João Guedes de Souza
 
Coesão
CoesãoCoesão
Coesão
Heydy Silva
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
Ricardo Leandro Flores Ricalde
 
Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
Cláudia Heloísa
 
Relações semânticas entre palavras
Relações semânticas entre palavrasRelações semânticas entre palavras
Relações semânticas entre palavras
Sofia Antunes
 
Gêneros de discurso e gêneros de texto ppt
Gêneros de discurso e gêneros de texto pptGêneros de discurso e gêneros de texto ppt
Gêneros de discurso e gêneros de texto ppt
pnaicdertsis
 

Mais procurados (20)

Polissemia e ambiguidade
Polissemia e ambiguidadePolissemia e ambiguidade
Polissemia e ambiguidade
 
Aula Figuras de Linguagem
Aula    Figuras de Linguagem Aula    Figuras de Linguagem
Aula Figuras de Linguagem
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
 
Linguagem Verbal e Não Verbal
Linguagem Verbal e Não VerbalLinguagem Verbal e Não Verbal
Linguagem Verbal e Não Verbal
 
Modo imperativo
Modo imperativoModo imperativo
Modo imperativo
 
Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2
 
Advérbios: PowerPoint
Advérbios: PowerPointAdvérbios: PowerPoint
Advérbios: PowerPoint
 
Dígrafo e encontro consonantal
Dígrafo e encontro consonantalDígrafo e encontro consonantal
Dígrafo e encontro consonantal
 
Fonética e fonologia
Fonética e fonologiaFonética e fonologia
Fonética e fonologia
 
Fonética e Fonologia
Fonética e FonologiaFonética e Fonologia
Fonética e Fonologia
 
Variação linguistica aulão
Variação linguistica   aulãoVariação linguistica   aulão
Variação linguistica aulão
 
Hiperonímia e hiponímia
Hiperonímia e hiponímiaHiperonímia e hiponímia
Hiperonímia e hiponímia
 
Encontros consonantais
Encontros consonantaisEncontros consonantais
Encontros consonantais
 
O Diario
O DiarioO Diario
O Diario
 
Semântica pragmática
Semântica pragmáticaSemântica pragmática
Semântica pragmática
 
Coesão
CoesãoCoesão
Coesão
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Semântica
SemânticaSemântica
Semântica
 
Relações semânticas entre palavras
Relações semânticas entre palavrasRelações semânticas entre palavras
Relações semânticas entre palavras
 
Gêneros de discurso e gêneros de texto ppt
Gêneros de discurso e gêneros de texto pptGêneros de discurso e gêneros de texto ppt
Gêneros de discurso e gêneros de texto ppt
 

Destaque

1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...
1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...
1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...
Angélica Manenti
 
Letra e fonema
Letra e fonemaLetra e fonema
Letra e fonema
Cassandra Cruz
 
Sons fonemas e letras [modo de compatibilidade]
Sons fonemas e letras [modo de compatibilidade]Sons fonemas e letras [modo de compatibilidade]
Sons fonemas e letras [modo de compatibilidade]
Marcy Gomes
 
Fonologia e fonética
Fonologia e fonéticaFonologia e fonética
Fonologia e fonética
Jorge Henrique
 
Fonologia 1º ano Ensino Médio
Fonologia 1º ano Ensino MédioFonologia 1º ano Ensino Médio
Fonologia 1º ano Ensino Médio
Prof Palmito Rocha
 
Fonética e fonologia
Fonética e fonologia Fonética e fonologia
Fonética e fonologia
Ana Vogeley
 
Ciranda das sílabas volume 5
Ciranda das sílabas   volume 5Ciranda das sílabas   volume 5
Ciranda das sílabas volume 5
Construindo Futuros
 
Apostila de portadores de texto. gêneros textuais(1)
Apostila de portadores de texto. gêneros textuais(1)Apostila de portadores de texto. gêneros textuais(1)
Apostila de portadores de texto. gêneros textuais(1)
Jairtes Lima
 
P ortal coc certook
P ortal coc certookP ortal coc certook
P ortal coc certook
Edna EdnaAraxa
 
O mundo das letras r
O mundo das letras rO mundo das letras r
O mundo das letras r
Antonio Fernandes
 
Apresentação Sociesc
Apresentação SociescApresentação Sociesc
Apresentação Sociesc
Nadia Nair Costa Peres
 
Produção textual
Produção textualProdução textual
Produção textual
pigchi
 
O Filho Pródigo
O Filho PródigoO Filho Pródigo
O Filho Pródigo
Espaço Emrc
 
Estudo dos gêneros literários
Estudo dos gêneros literáriosEstudo dos gêneros literários
Estudo dos gêneros literários
Renally Arruda
 
Tipos de gêneros textuais
Tipos de gêneros textuaisTipos de gêneros textuais
Tipos de gêneros textuais
Allewerton Silveira
 
Plau – Desenhando letras para logos, lettering e fontes.
Plau – Desenhando letras para logos, lettering e fontes.Plau – Desenhando letras para logos, lettering e fontes.
Plau – Desenhando letras para logos, lettering e fontes.
Plau
 
Morfologia - Interjeição
Morfologia - InterjeiçãoMorfologia - Interjeição
Morfologia - Interjeição
Sadrak Silva
 
Todas as Letras
Todas as LetrasTodas as Letras
Todas as Letras
covasdauro
 
Trabalho de Português
Trabalho de PortuguêsTrabalho de Português
Trabalho de Português
Raquel Rossatto
 
5 ano lingua portuguesa - caderno de produo textual - 3 bimestre
5 ano lingua portuguesa - caderno de produo textual - 3  bimestre5 ano lingua portuguesa - caderno de produo textual - 3  bimestre
5 ano lingua portuguesa - caderno de produo textual - 3 bimestre
Olivier Fausti Olivier
 

Destaque (20)

1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...
1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...
1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...
 
Letra e fonema
Letra e fonemaLetra e fonema
Letra e fonema
 
Sons fonemas e letras [modo de compatibilidade]
Sons fonemas e letras [modo de compatibilidade]Sons fonemas e letras [modo de compatibilidade]
Sons fonemas e letras [modo de compatibilidade]
 
Fonologia e fonética
Fonologia e fonéticaFonologia e fonética
Fonologia e fonética
 
Fonologia 1º ano Ensino Médio
Fonologia 1º ano Ensino MédioFonologia 1º ano Ensino Médio
Fonologia 1º ano Ensino Médio
 
Fonética e fonologia
Fonética e fonologia Fonética e fonologia
Fonética e fonologia
 
Ciranda das sílabas volume 5
Ciranda das sílabas   volume 5Ciranda das sílabas   volume 5
Ciranda das sílabas volume 5
 
Apostila de portadores de texto. gêneros textuais(1)
Apostila de portadores de texto. gêneros textuais(1)Apostila de portadores de texto. gêneros textuais(1)
Apostila de portadores de texto. gêneros textuais(1)
 
P ortal coc certook
P ortal coc certookP ortal coc certook
P ortal coc certook
 
O mundo das letras r
O mundo das letras rO mundo das letras r
O mundo das letras r
 
Apresentação Sociesc
Apresentação SociescApresentação Sociesc
Apresentação Sociesc
 
Produção textual
Produção textualProdução textual
Produção textual
 
O Filho Pródigo
O Filho PródigoO Filho Pródigo
O Filho Pródigo
 
Estudo dos gêneros literários
Estudo dos gêneros literáriosEstudo dos gêneros literários
Estudo dos gêneros literários
 
Tipos de gêneros textuais
Tipos de gêneros textuaisTipos de gêneros textuais
Tipos de gêneros textuais
 
Plau – Desenhando letras para logos, lettering e fontes.
Plau – Desenhando letras para logos, lettering e fontes.Plau – Desenhando letras para logos, lettering e fontes.
Plau – Desenhando letras para logos, lettering e fontes.
 
Morfologia - Interjeição
Morfologia - InterjeiçãoMorfologia - Interjeição
Morfologia - Interjeição
 
Todas as Letras
Todas as LetrasTodas as Letras
Todas as Letras
 
Trabalho de Português
Trabalho de PortuguêsTrabalho de Português
Trabalho de Português
 
5 ano lingua portuguesa - caderno de produo textual - 3 bimestre
5 ano lingua portuguesa - caderno de produo textual - 3  bimestre5 ano lingua portuguesa - caderno de produo textual - 3  bimestre
5 ano lingua portuguesa - caderno de produo textual - 3 bimestre
 

Semelhante a Sons e sílabas

Fonética e fonologia
Fonética e fonologiaFonética e fonologia
Fonética e fonologia
Renata Haratani
 
Vogais
VogaisVogais
Sons e letras 2
Sons e letras 2Sons e letras 2
Sons e letras 2
nixsonmachado
 
Sons e letra 1
Sons e letra 1Sons e letra 1
Sons e letra 1
nixsonmachado
 
Sons e letras
Sons e letrasSons e letras
Sons e letras
Karla Costa
 
Sons e letras
Sons e letrasSons e letras
Sons e letras
Karla Costa
 
Sons e letras
Sons e letrasSons e letras
Sons e letras
Karla Costa
 
Fonética, ortografia.pptx
Fonética, ortografia.pptxFonética, ortografia.pptx
Fonética, ortografia.pptx
IgoSantos5
 
Noções de fonética e ortografia
Noções de fonética e ortografiaNoções de fonética e ortografia
Noções de fonética e ortografia
WillianCarvalho60
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Aula de fonema
Aula de fonemaAula de fonema
Aula de fonema
Adriana Virgens
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Da fonética até à sintaxe1
Da fonética até à sintaxe1Da fonética até à sintaxe1
Da fonética até à sintaxe1
Evonaldo Gonçalves Vanny
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Metodo Fonico
Metodo FonicoMetodo Fonico
Metodo Fonico
dilsoncatarino
 
Características do texto poético 7º ano
Características do texto poético 7º anoCaracterísticas do texto poético 7º ano
Características do texto poético 7º ano
Ilda Oliveira
 
Características%20do%20texto%20poético%208º%20ano[1]
Características%20do%20texto%20poético%208º%20ano[1]Características%20do%20texto%20poético%208º%20ano[1]
Características%20do%20texto%20poético%208º%20ano[1]
Ilda Oliveira
 
Letras e fonemas
Letras e fonemasLetras e fonemas
Letras e fonemas
alereis
 
Fonema/Acentuação Gráfica
Fonema/Acentuação GráficaFonema/Acentuação Gráfica
Fonema/Acentuação Gráfica
Fernanda Maia
 
Apostila de-portugues-
Apostila de-portugues- Apostila de-portugues-
Apostila de-portugues-
Terezinha Côgo Venturim
 

Semelhante a Sons e sílabas (20)

Fonética e fonologia
Fonética e fonologiaFonética e fonologia
Fonética e fonologia
 
Vogais
VogaisVogais
Vogais
 
Sons e letras 2
Sons e letras 2Sons e letras 2
Sons e letras 2
 
Sons e letra 1
Sons e letra 1Sons e letra 1
Sons e letra 1
 
Sons e letras
Sons e letrasSons e letras
Sons e letras
 
Sons e letras
Sons e letrasSons e letras
Sons e letras
 
Sons e letras
Sons e letrasSons e letras
Sons e letras
 
Fonética, ortografia.pptx
Fonética, ortografia.pptxFonética, ortografia.pptx
Fonética, ortografia.pptx
 
Noções de fonética e ortografia
Noções de fonética e ortografiaNoções de fonética e ortografia
Noções de fonética e ortografia
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Fonologia
 
Aula de fonema
Aula de fonemaAula de fonema
Aula de fonema
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Fonologia
 
Da fonética até à sintaxe1
Da fonética até à sintaxe1Da fonética até à sintaxe1
Da fonética até à sintaxe1
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Fonologia
 
Metodo Fonico
Metodo FonicoMetodo Fonico
Metodo Fonico
 
Características do texto poético 7º ano
Características do texto poético 7º anoCaracterísticas do texto poético 7º ano
Características do texto poético 7º ano
 
Características%20do%20texto%20poético%208º%20ano[1]
Características%20do%20texto%20poético%208º%20ano[1]Características%20do%20texto%20poético%208º%20ano[1]
Características%20do%20texto%20poético%208º%20ano[1]
 
Letras e fonemas
Letras e fonemasLetras e fonemas
Letras e fonemas
 
Fonema/Acentuação Gráfica
Fonema/Acentuação GráficaFonema/Acentuação Gráfica
Fonema/Acentuação Gráfica
 
Apostila de-portugues-
Apostila de-portugues- Apostila de-portugues-
Apostila de-portugues-
 

Mais de António Fernandes

Castanheiro da princesa
Castanheiro da princesaCastanheiro da princesa
Castanheiro da princesa
António Fernandes
 
O menino no parque
O menino no parqueO menino no parque
O menino no parque
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo XVIII
Os Maias - Capítulo XVIIIOs Maias - Capítulo XVIII
Os Maias - Capítulo XVIII
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo XVII
Os Maias - Capítulo XVIIOs Maias - Capítulo XVII
Os Maias - Capítulo XVII
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo XVI
Os Maias - Capítulo XVIOs Maias - Capítulo XVI
Os Maias - Capítulo XVI
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo XV
Os Maias - Capítulo XVOs Maias - Capítulo XV
Os Maias - Capítulo XV
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo XIV
Os Maias - Capítulo XIVOs Maias - Capítulo XIV
Os Maias - Capítulo XIV
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo XIII
Os Maias - Capítulo XIIIOs Maias - Capítulo XIII
Os Maias - Capítulo XIII
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo XII
Os Maias - Capítulo XIIOs Maias - Capítulo XII
Os Maias - Capítulo XII
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo XI
Os Maias - Capítulo XIOs Maias - Capítulo XI
Os Maias - Capítulo XI
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo X
Os Maias - Capítulo XOs Maias - Capítulo X
Os Maias - Capítulo X
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo IX
Os Maias - Capítulo IXOs Maias - Capítulo IX
Os Maias - Capítulo IX
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo VIII
Os Maias - Capítulo VIIIOs Maias - Capítulo VIII
Os Maias - Capítulo VIII
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo VII
Os Maias - Capítulo VIIOs Maias - Capítulo VII
Os Maias - Capítulo VII
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo VI
Os Maias - Capítulo VIOs Maias - Capítulo VI
Os Maias - Capítulo VI
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo V
Os Maias - Capítulo VOs Maias - Capítulo V
Os Maias - Capítulo V
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo IV
Os Maias - Capítulo IVOs Maias - Capítulo IV
Os Maias - Capítulo IV
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo III
Os Maias - Capítulo IIIOs Maias - Capítulo III
Os Maias - Capítulo III
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo II
Os Maias - Capítulo IIOs Maias - Capítulo II
Os Maias - Capítulo II
António Fernandes
 
Os Maias - Capítulo I
Os Maias - Capítulo IOs Maias - Capítulo I
Os Maias - Capítulo I
António Fernandes
 

Mais de António Fernandes (20)

Castanheiro da princesa
Castanheiro da princesaCastanheiro da princesa
Castanheiro da princesa
 
O menino no parque
O menino no parqueO menino no parque
O menino no parque
 
Os Maias - Capítulo XVIII
Os Maias - Capítulo XVIIIOs Maias - Capítulo XVIII
Os Maias - Capítulo XVIII
 
Os Maias - Capítulo XVII
Os Maias - Capítulo XVIIOs Maias - Capítulo XVII
Os Maias - Capítulo XVII
 
Os Maias - Capítulo XVI
Os Maias - Capítulo XVIOs Maias - Capítulo XVI
Os Maias - Capítulo XVI
 
Os Maias - Capítulo XV
Os Maias - Capítulo XVOs Maias - Capítulo XV
Os Maias - Capítulo XV
 
Os Maias - Capítulo XIV
Os Maias - Capítulo XIVOs Maias - Capítulo XIV
Os Maias - Capítulo XIV
 
Os Maias - Capítulo XIII
Os Maias - Capítulo XIIIOs Maias - Capítulo XIII
Os Maias - Capítulo XIII
 
Os Maias - Capítulo XII
Os Maias - Capítulo XIIOs Maias - Capítulo XII
Os Maias - Capítulo XII
 
Os Maias - Capítulo XI
Os Maias - Capítulo XIOs Maias - Capítulo XI
Os Maias - Capítulo XI
 
Os Maias - Capítulo X
Os Maias - Capítulo XOs Maias - Capítulo X
Os Maias - Capítulo X
 
Os Maias - Capítulo IX
Os Maias - Capítulo IXOs Maias - Capítulo IX
Os Maias - Capítulo IX
 
Os Maias - Capítulo VIII
Os Maias - Capítulo VIIIOs Maias - Capítulo VIII
Os Maias - Capítulo VIII
 
Os Maias - Capítulo VII
Os Maias - Capítulo VIIOs Maias - Capítulo VII
Os Maias - Capítulo VII
 
Os Maias - Capítulo VI
Os Maias - Capítulo VIOs Maias - Capítulo VI
Os Maias - Capítulo VI
 
Os Maias - Capítulo V
Os Maias - Capítulo VOs Maias - Capítulo V
Os Maias - Capítulo V
 
Os Maias - Capítulo IV
Os Maias - Capítulo IVOs Maias - Capítulo IV
Os Maias - Capítulo IV
 
Os Maias - Capítulo III
Os Maias - Capítulo IIIOs Maias - Capítulo III
Os Maias - Capítulo III
 
Os Maias - Capítulo II
Os Maias - Capítulo IIOs Maias - Capítulo II
Os Maias - Capítulo II
 
Os Maias - Capítulo I
Os Maias - Capítulo IOs Maias - Capítulo I
Os Maias - Capítulo I
 

Último

Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
Manuais Formação
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
WelidaFreitas1
 
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docxPROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Mary Alvarenga
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
JulianeMelo17
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Química orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptxQuímica orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptx
KeilianeOliveira3
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 

Último (20)

Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
 
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docxPROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Química orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptxQuímica orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptx
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 

Sons e sílabas

  • 2. 2 / 33 Sons e sílabas Quando falamos de fonemas e sílabas estamos a referir-nos a quê? Atenta no esquema para ficares a conhecer o conteúdo que vamos abordar.
  • 3. 3 / 33 Sons e sílabas Sons e representação gráfica da língua Sons e sílabas Sons -Vogal - Semivogal - Ditongo - Grupo consonântico Ortografia Pontuação e sinais auxiliares de escrita Sílabas Propriedades acentuais das sílabas -Sílabas tónicas - Sílabas átonas Classificação quanto ao número de sílabas -Monossílabo - Dissílabo - Trissílabo - Polissílabo Sílabas gramaticais e métricas
  • 4. 4 / 33 Fonemas e sequências de sons Vogais, semivogais e ditongos A língua é composta por sons produzidos oralmente. As letras ou grafemas são representações gráficas desses sons e podem ser combinados de várias formas.
  • 5. 5 / 33 Fonemas e sequências de sons Vogais, semivogais e ditongos Uma vogal é o som produzido sem obstrução à passagem do ar pela boca ou pelo nariz. Existem vogais orais e vogais nasais. As vogais orais são produzidas com ar que passa apenas pela boca.
  • 6. 6 / 33 Fonemas e sequências de sons Vogais, semivogais e ditongos Uma vogal é o som produzido sem obstrução à passagem do ar pela boca ou pelo nariz. Existem vogais orais e vogais nasais. Por exemplo: bigodes gato café
  • 7. 7 / 33 Fonemas e sequências de sons Vogais, semivogais e ditongos Uma vogal é o som produzido sem obstrução à passagem do ar pela boca ou pelo nariz. Existem vogais orais e vogais nasais. As vogais nasais são produzidas com ar que passa simultaneamente pela boca e pelo nariz.
  • 8. 8 / 33 Fonemas e sequências de sons Vogais, semivogais e ditongos Uma vogal é o som produzido sem obstrução à passagem do ar pela boca ou pelo nariz. Existem vogais orais e vogais nasais. Por exemplo nas palavras marcadas com “til” (irmã), seguidas das letras “m” ou “n” (fim, grande).
  • 9. 9 / 33 Fonemas e sequências de sons Vogais, semivogais e ditongos A semivogal é o som produzido com caraterísticas articulatórias e acústicas semelhantes às das vogais e que ocorre junto de uma vogal, formando com ela um ditongo. Uma semivogal nunca pode receber acento. Por exemplo o som final de: pai / mau
  • 10. 10 / 33 Fonemas e sequências de sons Vogais, semivogais e ditongos O ditongo é a sequência, numa sílaba, formada por uma vogal e uma semivogal. Por exemplo: leite / pau
  • 11. 11 / 33 Fonemas e sequências de sons Vogais, semivogais e ditongos Existem ditongos orais e ditongos nasais. Orais, como por exemplo: pai leite foi fui mau teu ouvir pediu
  • 12. 12 / 33 Fonemas e sequências de sons Vogais, semivogais e ditongos Existem ditongos orais e ditongos nasais. Nasais, como por exemplo: mãe cantam pão homens limões
  • 13. 13 / 33 Fonemas e sequências de sons Vogais, semivogais e ditongos Dependendo da posição da vogal, antes ou depois da semivogal, o ditongo diz-se decrescente ou crescente. decrescente crescente pai quatro
  • 14. 14 / 33 Fonemas e sequências de sons Ditongo e hiato Sabes qual é a diferença entre um ditongo e um hiato? Apesar de serem parecidos à primeira vista, têm particularidades que vamos conhecer.
  • 15. 15 / 33 Fonemas e sequências de sons Ditongo e hiato pai m au água Se leres estas palavras em voz alta, vais perceber que se pronuncia os sons “ai”, “au” e “ua” de uma só vez. Isso acontece porque estes sons são constituídos por uma vogal e uma semivogal, formando um ditongo.
  • 16. 16 / 33 Fonemas e sequências de sons Ditongo e hiato Na divisão silábica, a vogal não pode ser separada da semivogal. Pertencem à mesma sílaba.
  • 17. 17 / 33 Fonemas e sequências de sons Ditongo e hiato p aí s pio r cabia Se leres estas palavras em voz alta e pausadamente, vais perceber que se pronunciam as vogais separadamente; “a - í”, “i - o” e “i - a”.
  • 18. 18 / 33 Fonemas e sequências de sons Ditongo e hiato Embora estejam lado a lado, estas vogais não formam ditongos porque pertencem a sílabas diferentes. Quando isso acontece diz-se que essas vogais formam um hiato.
  • 19. 19 / 33 Fonemas e sequências de sons Ditongo e hiato Na escrita, os hiatos são por vezes marcados por um acento agudo, como em país.
  • 20. 20 / 33 Divisão silábica e classificação das palavras quanto ao número de sílabas. Ao soletrarmos as palavras percebemos que elas se dividem em pequenas unidades. A cada uma dessas unidades dá-se o nome de sílaba. Por exemplo: pa / la / vra
  • 21. 21 / 33 Divisão silábica e classificação das palavras quanto ao número de sílabas. As palavras podem ser classificadas de acordo com o número de sílabas que as compõem. Frei tem apenas uma sílaba, por isso se designa de monossílabo. João é uma palavra formada por duas sílabas, daí dizer-se que é um dissílabo.
  • 22. 22 / 33 Divisão silábica e classificação das palavras quanto ao número de sílabas. Convento é composta por três sílabas e designase trissílabo. Todas as palavras que apresentam mais do que três sílabas são chamadas polissílabos.
  • 23. 23 / 33 Propriedades acentuais das sílabas Sílaba tónica e sílaba átona Numa palavra com várias sílabas há sempre uma que se pronuncia com mais intensidade. Essa é a sílaba tónica; as restantes são as sílabas átonas.
  • 24. 24 / 33 Propriedades acentuais das sílabas Sílaba tónica e sílaba átona Um bom truque para identificar a sílaba tónica consiste em chamar pela palavra em voz alta, como se chamássemos por alguém. So co rro
  • 25. 25 / 33 Classificação das palavras quanto à posição da sílaba tónica Palavra aguda (ou oxítona). acento tónico recai na última sílaba Palavra grave (ou paroxítona). acento tónico recai na penúltima sílaba Palavra esdrúxula (ou proparoxítona). acento tónico recai na antepenúltima sílaba
  • 26. 26 / 33 Sílaba gramatical e sílaba métrica Para se determinar a medida de um verso, a sua métrica, deve contar-se o seu número de sílabas métricas. Como se faz isso? Existem algumas diferenças entre as sílabas métricas e as sílabas gramaticais.
  • 27. 27 / 33 Sílaba gramatical e sílaba métrica Por exemplo: o verso O pardalzito nasceu tem 7 sílabas gramaticais 1 O 2 par 3 dal 4 zi 5 to 6 nas 7 ceu
  • 28. 28 / 33 Sílaba gramatical e sílaba métrica Por exemplo: já o verso Ó meu cogumelo preto tem 8 sílabas gramaticais 1 2 3 Ó meu co 4 gu 5 me 6 lo 7 pre 8 to
  • 29. 29 / 33 Sílaba gramatical e sílaba métrica Mas como a contagem do número de sílabas métricas só deve ser feita até à última sílaba tónica do verso, ambos os versos apresentam 7 sílabas métricas. 1 O 1 Ó 2 par 3 dal 2 3 meu co 4 zi 4 gu 5 to 5 me 6 nas 6 lo 7 pre 7 ceu 8 to
  • 30. 30 / 33 Sílaba gramatical e sílaba métrica No verso Amor é um fogo que arde sem se ver Existem 12 sílabas gramaticais e a sílaba tónica recai na última sílaba do verso. Mas se repararmos nas vogais das sílabas “é”, “um”, “que”, “ar”, concluímos que são pronunciadas de uma só vez.
  • 31. 31 / 33 Sílaba gramatical e sílaba métrica Quando isso acontece, as sílabas gramaticais a que as vogais pertencem contam apenas como uma sílaba métrica. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 A mor é um fo go que ar de sem se ver
  • 32. 32 / 33 Sílaba gramatical e sílaba métrica Desta forma, o verso tem 12 sílabas gramaticais, mas 10 sílabas métricas. Os versos podem ser classificados mediante as 3 suas sílabas métricas.7
  • 33. 33 / 33 Classificação dos versos quanto ao número de sílabas 5 sílabas métricas. pentassílabo (ou redondilha menor) 7 sílabas métricas. heptassílabo (ou redondilha maior) 10 sílabas métricas. decassílabo