SlideShare uma empresa Scribd logo
SISTEMA MUSCULA POSTAR.pptx
O sistema muscular é composto pelos diversos músculos do corpo humano.
Os músculos são tecidos, cujas células ou fibras musculares possuem a função de
permitir a contração e produção de movimentos.
As fibras musculares, por sua vez, são controladas pelo sistema nervoso, que se
encarregam de receber a informação e respondê-la realizando a ação solicitada.
O corpo humano é formado por aproximadamente 600 músculos, que trabalham em conjunto
com ossos, articulações e tendões para permitir que façamos diversos movimentos.
Eles são agrupados da seguinte forma: músculos da cabeça e do pescoço, músculos do tórax e
abdômen, músculos dos membros superiores e músculos dos membros inferiores.
A movimentação do nosso corpo é conseguida graças a uma série de movimentos do nosso sistema
locomotor, sendo os músculos essenciais nesse processo graças à sua grande capacidade de
contração. Entretanto, nem todo movimento do músculo leva ao deslocamento do corpo, sendo
essa contração responsável também pelo processo de respiração, batimento cardíaco e outros.
Tecido muscular é um tecido que apresenta como característica mais marcante
sua capacidade de contração. Esse tecido é essencial para o funcionamento do nosso
corpo, sendo ele o responsável por garantir, por exemplo, os nossos movimentos e o
batimento do coração
Características do tecido muscular
O tecido muscular apresenta células com capacidade de contração, sendo também chamadas
de fibras musculares. Essas células, ou fibras, são alongadas e apresentam grande quantidade
de filamentos de proteínas contráteis, como actina e miosina.
Algumas estruturas das células musculares têm denominações específicas. A membrana celular,
por exemplo, é denominada sarcolema. O citosol apresenta a denominação de sarcoplasma. Já
o retículo endoplasmático liso é denominado retículo sarcoplasmático.
O tecido muscular apresenta células alongadas e ricas em proteínas com
capacidade de contração.
Os músculos representam 40% da massa corporal. Por isso, em muitos animais
o tecido muscular é o mais abundante.
As células do tecido muscular são alongadas e recebem o nome de fibras
musculares ou miócitos. São ricas em duas proteínas: actina e miosina.
No estudo do tecido muscular, os seus elementos estruturais recebem uma
denominação diferenciada. Entenda cada uma delas:
Célula = Fibra Muscular;
Membrana Plasmática = Sarcolema;
Citoplasma = Sarcoplasma;
Retículo Endoplasmático Liso = Retículo Sarcoplasmático
Funções do Tecido Muscular
•Movimento do corpo
•Estabilização e postura
•Regulação do volume dos órgãos
•Produção de calor
O tecido muscular é classificado em três tipos: estriado esquelético, estriado
cardíaco e liso ou não-estriado.
Cada tecido é formado por fibras musculares que possuem características
morfológicas e funcionais particulares, como veremos a seguir:
Importância do tecido muscular
Devido a sua capacidade de contração, extensibilidade, elasticidade e
excitabilidade, o tecido muscular desempenha um papel importante no nosso
corpo. É devido à presença dele que conseguimos:
•Movimentar nosso corpo;
•Garantir o batimento cardíaco;
•Permitir a movimentação de várias substâncias, como o sangue e o alimento;
•Garantir a estabilização do corpo e a manutenção da postura;
•Permitir que alguns órgãos aumentem seu tamanho e retornem ao tamanho
original;
•Produzir calor pela sua contração.
Tipos de Músculos
Os músculos apresentam diferentes tamanhos, formas e funções,
por isso, são classificados em três tipos: liso, estriado cardíaco e estriado e
squelético.
Conheça mais detalhes sobre cada um deles a seguir.
O músculo liso está presente em diversos órgãos do corpo humano
Os músculos liso são aqueles que possuem contração involuntária.
Eles estão localizados nas estruturas ocas do corpo, ou seja, estômago,
bexiga, útero, intestino, além da pele e dos vasos sanguíneos.
Sua função assegura a movimentação dos órgãos internos.
Constitui a parede de muitos órgãos, sendo responsável por
movimentos internos como o movimento dos alimentos através do tubo
digestivo.
Este tecido possui contração involuntária e lenta.
As células são uninucleadas, alongadas e com extremidades afiadas.
Ao contrário dos tecidos estriado esquelético e cardíaco, o tecido
muscular liso não apresenta estriações. Isto porque, os filamentos de
actina e miosina não se organizam no padrão regular apresentado por
células estriadas.
Músculo Liso ou Não
estriado
Tais processos se fazem possíveis graças à capacidade encurtamento das mio
fibrilas, que são filamentos citoplasmáticos das células musculares.
Tais miofibrilas são constituídas por diversos tipos de proteínas, sendo a actina
e a miosina as mais abundantes.
Músculo Estriado Cardíaco
músculo cardíaco
está presente no
coração
São músculos de
contração involuntária e
estão presentes no
coração (miocárdio).
Esses músculos
asseguram os vigorosos
batimentos cardíacos.
Tecido Muscular Estriado Cardíaco
Este tecido possui contração involuntária, vigorosa e rítmica.
É constituído por células alongadas e ramificadas, dotadas de um núcleo ou dois
núcleos centrais.
Apresentam estrias transversais, seguindo o padrão de organização dos filamentos
de actina e miosina. Porém, não se agrupam em miofibrilas.
Diferencia-se do tecido muscular estriado esquelético por suas estriações serem
mais curtas e não tão evidentes.
Músculo Estriado Esquelético
Os músculos estriados são
contraídos de forma voluntária
São músculos de contração
voluntária, ou seja, os
movimentos são controlados
pela vontade do ser humano.
Eles estão conectados com os
ossos e cartilagens e, através
das contrações, permitem os
movimentos, as posições
corporais, além de estabilizarem
as articulações do organismo.
O termo esquelético deve-se à sua localização, pois está ligado ao esqueleto.
O tecido muscular estriado esquelético possui contração voluntária e rápida.
Cada fibra muscular contém várias miofibrilas, filamentos de proteínas (actina,
miosina e outras).
O sistema muscular é composto pelos diversos músculos do corpo humano.
Os músculos são tecidos, cujas células ou fibras musculares possuem a função
de permitir a contração e produção de movimentos.
As fibras musculares, por sua vez, são controladas pelo sistema nervoso, que se
encarregam de receber a informação e respondê-la realizando a ação solicitada.
Os músculos são capazes de se contrair e de se relaxar, gerando movimentos
que nos permitem andar, correr, saltar, nadar, escrever, impulsionar o
alimento ao longo do tubo digestório, promover a circulação do sangue no
organismo, urinar, defecar, piscar os olhos, rir, respirar...
A nossa capacidade de locomoção depende da ação conjunta de ossos,
articulações e músculo, sob a regulação do sistema nervoso.
SISTEMA MUSCULA POSTAR.pptx
Músculos da Cabeça e do Pescoço
O grupo muscular da cabeça e do pescoço é composto por mais de 30 pequenos músculos que
ajudam a exprimir os sentimentos, mover os maxilares ou manter a cabeça erguida.
Veja no quadro abaixo como alguns dos principais músculos deste grupo atuam:
Músculo Ação
Frontal Mastigar ou morder.
Masseter Movimentam as mandíbulas.
Esternocleidomastoideo
Permite a cabeça girar ou se inclinar para frente e para
trás.
Músculos do Tórax e do Abdômen
Os músculos do grupo do tórax e abdômen permitem a respiração, impedem o corpo de se curvar
e ceder ao próprio peso, entre outros movimentos.
No quadro abaixo estão alguns dos músculos deste grupo e como eles atuam no nosso corpo:
Músculo Ação
Peitoral e Deltoide Levantar peso.
Intercostais
Atuam em conjunto com o diafragma para levarem
o ar até os pulmões.
Oblíquo Inclina o tórax para a frente.
Músculos dos Membros Superiores
s músculos dos membros superiores são capazes de fazer a pressão exata e
permitem flexibilidade e precisão para tarefas delicadas ou que exigem muita força.
Músculo Ação
Bíceps
Está ligado aos ossos omoplata e rádio, ao se
contrair faz o braço se dobrar.
Oponente do polegar
Permite o movimento do polegar, pois utiliza
músculos do antebraço e da mão
Curto adutor Movimento para fora do polegar.
Alguns exemplos desses músculos e suas respectivas ações estão descritas
do quadro abaixo:
Músculos dos Membros Inferiores
Os músculos dos membros inferiores são os mais fortes do corpo. Graças aos músculos das pernas,
podemos ficar de pé e manter o equilíbrio.
Veja no quadro abaixo alguns músculos deste grupo:
Músculo Ação
Costureiro (ou sartório)
É o mais longo músculo do corpo, ao se contrair
dobra a perna e gira o quadril. Trata-se do
músculo das costureiras, por isso o nome.
Flexores dorsais Fazem os dedos do pé levantarem.
Tendão de Aquiles
É o tendão mais forte do corpo, inserido no osso
calcâneo.
Sóleo, plantar delgado e gastrocnêmio
São músculos flexores plantares responsáveis
pelo movimento das bailarinas de ficar na ponta
dos pés.
Principais músculos esqueléticos
Existem centenas de músculos esqueléticos no nosso corpo, cada um
exercendo uma determinada função. Esses músculos podem ser
colocados em grandes grupos, estes são:
•Músculos da face e do couro cabeludo: exemplos: orbicular do olho e
elevador do lábio superior.
•Músculos da mastigação: exemplos: masseter e pterigoideo medial.
•Músculos da parede abdominal: exemplos: oblíquo interno e
transverso do abdome.
•Músculos que movem a cabeça e o ombro: exemplos: trapézio e
elevador da escápula.
•Músculos que movem a coluna vertebral: exemplos: longo do tórax e
longo do pescoço.
•Músculos que movem a língua: exemplos: genioglosso e hioglosso.
•Músculos que movem as articulações do quadril e joelho: exemplos:
glúteo máximo e abdutor longo.
•Músculos que movem o antebraço: exemplos: tríceps e bíceps.
•Músculos que movem o pé e os dedos do pé: exemplos: flexor longo dos
dedos e abdutor do hálux.
•Músculos que movem o polegar: exemplos: extensor longo do polegar e
extensor curto do polegar.
•Músculos que movem o punho: exemplos: flexor radial do carpo e
extensor radial curto do carpo.
•Músculos que movem o úmero: exemplos: deltoide e supraespinhal.
•Músculos que movem os dedos: exemplos: flexor profundo dos dedos e
extensor do indicador.
•Músculos respiratórios: exemplos: diafragma e intercostais externos.
•Músculos supra e infra-hioides do pescoço: exemplos: miloioideo e
genioioideo.
Classificação dos músculos:
Os músculos podem ser classificados didaticamente de acordo com a sua estrutura, a sua
função e as suas características de contração. De acordo com as suas características de
contração, os músculos podem ser:
•Voluntários, quando a sua contração é coordenada pelo sistema nervoso, que é influenciado
pelo desejo da pessoa;
•Involuntários, em que a contração e o relaxamento do músculo não depende da vontade da
pessoa, acontecendo de forma regular, como no caso do músculo cardíaco e do músculo
presente no intestino que permite os movimentos peristálticos, por exemplo.
De acordo com a sua função, podem ser classificados em:
•Agonistas, que contraem com o objetivo de gerar o movimento;
•Sinergistas, que contraem na mesma direção dos agonistas, ajudando a
produzir o movimento;
•Antagonistas, que opõem-se ao movimento desejado, ou seja, enquanto os
músculos agonistas estão gerando o movimento de contração, os antagonistas
promovem o relaxamento e alongamento gradual do músculo, permitindo que o
movimento aconteça de forma coordenada.
Além disso, de acordo com as características estruturais, os músculos podem ser
classificados em liso, esquelético e cardíaco. Esses músculos atuam diretamente
ligados com o sistema nervoso com o objetivo de permitir que a movimentação
aconteça de forma correta e coordenada.
Quanto a ação, um músculo pode ser classificado como:
•Extensor: Quando estira um membro;
•Flexor: Quando flexiona um membro;
•Adutor: Quando leva um membro em direção à linha mediana do corpo;
•Abdutor: Quando leva um membro para fora da linha mediana do corpo.
•Rotador: Quando gira um ou mais membros;
•Supinador: Quando vira a palma da mão para cima;
•Pronador: Quando coloca a palma da mão para baixo.
Classificação dos Músculos:
a) Superficiais ou Cutâneos: Estão logo abaixo da pele e apresentam no
mínimo uma de suas inserções na camada profunda da derme. Estão
localizados na cabeça (crânio e face), pescoço e na mão (região hipotenar).
Exemplo: Platisma.
b) Profundos ou Subaponeuróticos: São músculos que não apresentam inserções na
camada profunda da derme, e na maioria das vezes, se inserem em ossos. Estão localizados
abaixo da fáscia superficial. Exemplo: Pronador quadrado.
Quanto à Forma:
a) Longos: São encontrados especialmente nos membros. Os mais
superficiais são os mais longos, podendo passar duas ou mais
articulações. Exemplo: Bíceps braquial.
b) Curtos: Encontram-se nas articulações cujos movimentos tem pouca amplitude, o
que não exclui força nem especialização. Exemplo: Músculos da mão.
c) Largos: Caracterizam-se por serem laminares. São
encontrados nas paredes das grandes cavidades (tórax e
abdome). Exemplo: Diafragma.
Componentes Anatômicos dos Músculos Estriados:
a) Ventre Muscular é a porção contrátil do músculo,
constituída por fibras musculares que se contraem.
Constitui o corpo do músculo (porção carnosa).
b) Tendão é um elemento de tecido conjuntivo, ricos
em fibras colágenas e que serve para fixação do
ventre, em ossos, no tecido subcutâneo e em
cápsulas articulares. Possuem aspecto morfológico
de fitas ou de cilindros.
c) Aponeurose é uma estrutura formada por tecido
conjuntivo. Membrana que envolve grupos
musculares. Geralmente apresenta-se em forma de
lâminas ou em leques.
d) Bainhas Tendíneas são estruturas que formam pontes ou túneis entre as
superfícies ósseas sobre as quais deslizam os tendões. Sua função é conter o
tendão, permitindo-lhe um deslizamento fácil.
e) Bolsas Sinoviais são encontradas entre os músculos ou entre um músculo e
um osso. São pequenas bolsas forradas por uma membrana serosa que
possibilitam o deslizamento muscular.
Contração Muscular
A contração muscular refere-se ao deslizamento da actina sobre a miosina nas
células musculares, permitindo os movimentos do corpo.
As fibras musculares contém os filamentos de proteínas contráteis de actina e
miosina, dispostas lado a lado. Esses filamentos se repetem ao longo da fibra
muscular, formando o sarcômero.
O sarcômero é a unidade funcional da contração muscular.
Para que ocorra a contração muscular são necessários três elementos:
•Estímulo do sistema nervoso;
•As proteínas contráteis, actina e miosina;
•Energia para contração
contração muscular, além de ser responsável pela locomoção e vários outros tipos
de movimentos do corpo, também promove a movimentação dos órgãos internos,
como, por exemplo, os batimentos cardíacos, a pulsação das artérias, o trânsito de
bolo alimentar pelo aparelho digestivo, entre outros.
Tais processos se fazem possíveis graças à capacidade de encurtamento das
miofibrilas, que são filamentos citoplasmáticos das células musculares. Tais miofibrilas
são constituídas por diversos tipos de proteínas, sendo a actina e a miosina as mais
abundantes.
Tipos de Contrações:
O nome dado aos músculos é derivado de vários fatores, entre eles o
fisiológico e o topográfico:
a) Contração Concêntrica: o músculo se encurta e traciona outra estrutura,
como um tendão, reduzindo o ângulo de uma articulação. Ex: Trazer um livro
que estava sobre a mesa ao encontro da cabeça.
b) Contração Excêntrica: quando aumenta o comprimento total do músculo
durante a contração. Ex: idem anterior, porém quando recolocamos o livro
sobre mesa.
c) Contração Isométrica: servem para estabilizar as articulações enquanto
outras são movidas. Gera tensão muscular sem realizar movimentos. É
responsável pela postura e sustentação de objetos em posição fixa. Ex: idem
anterior, porém quando o livro é sustentado em abdução de 90°.
Contração Concêntrica:o músculo se
encurta e traciona outra estrutura como um
tendão reduzindo o ângulo de uma
articulação.
Contração Excêntrica:quando aumenta
o comprimento total do músculo durante a
contração.
Contração Isométrica:servem para
estabilizar as articulações enquanto outras
são movidas. Gera tensão muscular sem
realizar movimentos. É responsável pela
postura e sustentação de objetos em posição
fixa

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Osteologia humana - anatomia humana
Osteologia humana - anatomia humanaOsteologia humana - anatomia humana
Osteologia humana - anatomia humana
Marília Gomes
 
Sistema Muscular
Sistema MuscularSistema Muscular
Sistema Muscular
Prof. Saulo Bezerra
 
Anatomia Geral
Anatomia GeralAnatomia Geral
Anatomia Geral
Lys Duarte
 
Tecido Muscular
Tecido MuscularTecido Muscular
Tecido Muscular
Kaíne Colodetti
 
Sistema osteoarticular
Sistema osteoarticularSistema osteoarticular
Sistema osteoarticular
Beth Pettersen
 
Sistema muscular I
Sistema muscular ISistema muscular I
Sistema muscular I
MrPinkCat13
 
Sistema circulatorio slides da aula
Sistema circulatorio slides da aulaSistema circulatorio slides da aula
Sistema circulatorio slides da aula
Fabiano Reis
 
Sistema Esquelético
Sistema EsqueléticoSistema Esquelético
Sistema Esquelético
Samira Santos
 
Fisiologia: Locomoção
Fisiologia: LocomoçãoFisiologia: Locomoção
Fisiologia: Locomoção
Tamiris Cerqueira
 
Sistema linfático
Sistema linfáticoSistema linfático
Sistema linfático
Carolina Suisso
 
Tecido osseo
Tecido osseoTecido osseo
Tecido osseo
whybells
 
Slides osteomioarticular
Slides osteomioarticularSlides osteomioarticular
Slides osteomioarticular
Ana Lucia Costa
 
Sistema Locomotor
Sistema LocomotorSistema Locomotor
Sistema Locomotor
arvoredenoz
 
Tecido ósseo
Tecido ósseoTecido ósseo
Tecido ósseo
Caio Maximino
 
Aula biologia celular
Aula   biologia celularAula   biologia celular
Aula biologia celular
santhdalcin
 
Tecido Muscular
Tecido MuscularTecido Muscular
Tecido Muscular
Natalianeto
 
Anatomia e fisiologia
Anatomia e  fisiologiaAnatomia e  fisiologia
Anatomia e fisiologia
Luis Antonio Cezar Junior
 
02 sistema esquelético
02   sistema esquelético02   sistema esquelético
02 sistema esquelético
Maxsuell Lopes
 
Sistema locomotor 8ano
Sistema locomotor 8anoSistema locomotor 8ano
Sistema locomotor 8ano
Alexandre Tiburcio
 
Esqueleto axial
Esqueleto axialEsqueleto axial

Mais procurados (20)

Osteologia humana - anatomia humana
Osteologia humana - anatomia humanaOsteologia humana - anatomia humana
Osteologia humana - anatomia humana
 
Sistema Muscular
Sistema MuscularSistema Muscular
Sistema Muscular
 
Anatomia Geral
Anatomia GeralAnatomia Geral
Anatomia Geral
 
Tecido Muscular
Tecido MuscularTecido Muscular
Tecido Muscular
 
Sistema osteoarticular
Sistema osteoarticularSistema osteoarticular
Sistema osteoarticular
 
Sistema muscular I
Sistema muscular ISistema muscular I
Sistema muscular I
 
Sistema circulatorio slides da aula
Sistema circulatorio slides da aulaSistema circulatorio slides da aula
Sistema circulatorio slides da aula
 
Sistema Esquelético
Sistema EsqueléticoSistema Esquelético
Sistema Esquelético
 
Fisiologia: Locomoção
Fisiologia: LocomoçãoFisiologia: Locomoção
Fisiologia: Locomoção
 
Sistema linfático
Sistema linfáticoSistema linfático
Sistema linfático
 
Tecido osseo
Tecido osseoTecido osseo
Tecido osseo
 
Slides osteomioarticular
Slides osteomioarticularSlides osteomioarticular
Slides osteomioarticular
 
Sistema Locomotor
Sistema LocomotorSistema Locomotor
Sistema Locomotor
 
Tecido ósseo
Tecido ósseoTecido ósseo
Tecido ósseo
 
Aula biologia celular
Aula   biologia celularAula   biologia celular
Aula biologia celular
 
Tecido Muscular
Tecido MuscularTecido Muscular
Tecido Muscular
 
Anatomia e fisiologia
Anatomia e  fisiologiaAnatomia e  fisiologia
Anatomia e fisiologia
 
02 sistema esquelético
02   sistema esquelético02   sistema esquelético
02 sistema esquelético
 
Sistema locomotor 8ano
Sistema locomotor 8anoSistema locomotor 8ano
Sistema locomotor 8ano
 
Esqueleto axial
Esqueleto axialEsqueleto axial
Esqueleto axial
 

Semelhante a SISTEMA MUSCULA POSTAR.pptx

Anatomia humana slides
Anatomia humana slidesAnatomia humana slides
Anatomia humana slides
Ced Amanhecer
 
Anatomia humana introdução
Anatomia humana  introduçãoAnatomia humana  introdução
Anatomia humana introdução
Luciana Meneses Meneses
 
O sistema muscular e esquelético
O sistema muscular e esqueléticoO sistema muscular e esquelético
O sistema muscular e esquelético
Kákarus Guerreiro
 
Sistema muscular
Sistema muscularSistema muscular
Sistema muscular
Fabiano Souza
 
Anatomia e Fisiologia.pptx
Anatomia e Fisiologia.pptxAnatomia e Fisiologia.pptx
Anatomia e Fisiologia.pptx
ThallesDouglas1
 
Corpo humano - células, partes de uma célula, sistema urinário, sistema locom...
Corpo humano - células, partes de uma célula, sistema urinário, sistema locom...Corpo humano - células, partes de uma célula, sistema urinário, sistema locom...
Corpo humano - células, partes de uma célula, sistema urinário, sistema locom...
Susana Felix
 
Estrutura e funcionamento do musculo esqueletico
Estrutura e funcionamento do musculo esqueleticoEstrutura e funcionamento do musculo esqueletico
Estrutura e funcionamento do musculo esqueletico
ricardo21922
 
sistema esqueletico anatomia.pptx
sistema esqueletico anatomia.pptxsistema esqueletico anatomia.pptx
sistema esqueletico anatomia.pptx
AmandaSerpa12
 
Sistema muscular
Sistema muscularSistema muscular
Apostila-Musculos.pdf
Apostila-Musculos.pdfApostila-Musculos.pdf
Apostila-Musculos.pdf
MariaLeonarda3
 
Anatomia - Sistema Muscular
Anatomia - Sistema MuscularAnatomia - Sistema Muscular
Anatomia - Sistema Muscular
Pedro Miguel
 
SISTEMA LOCOMOTOR - .pptx
SISTEMA LOCOMOTOR - .pptxSISTEMA LOCOMOTOR - .pptx
SISTEMA LOCOMOTOR - .pptx
ElisMaria15
 
Tecido muscular
Tecido muscularTecido muscular
Tecido muscular
DeaaSouza
 
A relação músculos
A relação músculosA relação músculos
A relação músculos
Guilherme Morato
 
Músculo esquelético délio gaspar
Músculo esquelético   délio gasparMúsculo esquelético   délio gaspar
Músculo esquelético délio gaspar
gigantossauro9
 
1ª sistema muscular
1ª sistema muscular1ª sistema muscular
1ª sistema muscular
Filipe Matos
 
Palestra: Anatomia muscular.-Filipe Gustavopptx
Palestra: Anatomia muscular.-Filipe GustavopptxPalestra: Anatomia muscular.-Filipe Gustavopptx
Palestra: Anatomia muscular.-Filipe Gustavopptx
Filipe Francisco
 
Sistema muscular
Sistema muscularSistema muscular
Sistema muscular
Marcus Bancilon
 
sistemamuscular.pdf
sistemamuscular.pdfsistemamuscular.pdf
sistemamuscular.pdf
GustavoWallaceAlvesd
 
Miologia do corpo humano
Miologia do corpo humanoMiologia do corpo humano
Miologia do corpo humano
Tatiana Acioli
 

Semelhante a SISTEMA MUSCULA POSTAR.pptx (20)

Anatomia humana slides
Anatomia humana slidesAnatomia humana slides
Anatomia humana slides
 
Anatomia humana introdução
Anatomia humana  introduçãoAnatomia humana  introdução
Anatomia humana introdução
 
O sistema muscular e esquelético
O sistema muscular e esqueléticoO sistema muscular e esquelético
O sistema muscular e esquelético
 
Sistema muscular
Sistema muscularSistema muscular
Sistema muscular
 
Anatomia e Fisiologia.pptx
Anatomia e Fisiologia.pptxAnatomia e Fisiologia.pptx
Anatomia e Fisiologia.pptx
 
Corpo humano - células, partes de uma célula, sistema urinário, sistema locom...
Corpo humano - células, partes de uma célula, sistema urinário, sistema locom...Corpo humano - células, partes de uma célula, sistema urinário, sistema locom...
Corpo humano - células, partes de uma célula, sistema urinário, sistema locom...
 
Estrutura e funcionamento do musculo esqueletico
Estrutura e funcionamento do musculo esqueleticoEstrutura e funcionamento do musculo esqueletico
Estrutura e funcionamento do musculo esqueletico
 
sistema esqueletico anatomia.pptx
sistema esqueletico anatomia.pptxsistema esqueletico anatomia.pptx
sistema esqueletico anatomia.pptx
 
Sistema muscular
Sistema muscularSistema muscular
Sistema muscular
 
Apostila-Musculos.pdf
Apostila-Musculos.pdfApostila-Musculos.pdf
Apostila-Musculos.pdf
 
Anatomia - Sistema Muscular
Anatomia - Sistema MuscularAnatomia - Sistema Muscular
Anatomia - Sistema Muscular
 
SISTEMA LOCOMOTOR - .pptx
SISTEMA LOCOMOTOR - .pptxSISTEMA LOCOMOTOR - .pptx
SISTEMA LOCOMOTOR - .pptx
 
Tecido muscular
Tecido muscularTecido muscular
Tecido muscular
 
A relação músculos
A relação músculosA relação músculos
A relação músculos
 
Músculo esquelético délio gaspar
Músculo esquelético   délio gasparMúsculo esquelético   délio gaspar
Músculo esquelético délio gaspar
 
1ª sistema muscular
1ª sistema muscular1ª sistema muscular
1ª sistema muscular
 
Palestra: Anatomia muscular.-Filipe Gustavopptx
Palestra: Anatomia muscular.-Filipe GustavopptxPalestra: Anatomia muscular.-Filipe Gustavopptx
Palestra: Anatomia muscular.-Filipe Gustavopptx
 
Sistema muscular
Sistema muscularSistema muscular
Sistema muscular
 
sistemamuscular.pdf
sistemamuscular.pdfsistemamuscular.pdf
sistemamuscular.pdf
 
Miologia do corpo humano
Miologia do corpo humanoMiologia do corpo humano
Miologia do corpo humano
 

Mais de FabianoDoVale

bioética aula 2.2.pdf
bioética aula 2.2.pdfbioética aula 2.2.pdf
bioética aula 2.2.pdf
FabianoDoVale
 
BIOSSEGURANÇA EM SAUDE AULA 07 (1).pptx
BIOSSEGURANÇA EM SAUDE AULA 07 (1).pptxBIOSSEGURANÇA EM SAUDE AULA 07 (1).pptx
BIOSSEGURANÇA EM SAUDE AULA 07 (1).pptx
FabianoDoVale
 
BIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptx
BIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptxBIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptx
BIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptx
FabianoDoVale
 
PPTX_378775_2021_09_03_10_48_20 (1).pptx
PPTX_378775_2021_09_03_10_48_20 (1).pptxPPTX_378775_2021_09_03_10_48_20 (1).pptx
PPTX_378775_2021_09_03_10_48_20 (1).pptx
FabianoDoVale
 
A 7 Cateteres.pptx
A 7 Cateteres.pptxA 7 Cateteres.pptx
A 7 Cateteres.pptx
FabianoDoVale
 
MICRO 01.pptx
MICRO 01.pptxMICRO 01.pptx
MICRO 01.pptx
FabianoDoVale
 
EMPATIA COMPARTILHAR.pptx
EMPATIA COMPARTILHAR.pptxEMPATIA COMPARTILHAR.pptx
EMPATIA COMPARTILHAR.pptx
FabianoDoVale
 
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptx
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptxEducação para o Trabalho ENVIAR.pptx
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptx
FabianoDoVale
 
INFECÇÃO COMPARTILHAR.pptx
INFECÇÃO COMPARTILHAR.pptxINFECÇÃO COMPARTILHAR.pptx
INFECÇÃO COMPARTILHAR.pptx
FabianoDoVale
 
EDT CHAVE - COMPARTILHAR.pptx
EDT CHAVE - COMPARTILHAR.pptxEDT CHAVE - COMPARTILHAR.pptx
EDT CHAVE - COMPARTILHAR.pptx
FabianoDoVale
 
EDT CHAVE - COMPARTILHAR.pptx
EDT CHAVE - COMPARTILHAR.pptxEDT CHAVE - COMPARTILHAR.pptx
EDT CHAVE - COMPARTILHAR.pptx
FabianoDoVale
 
AULA SISTEMA NERVOSO slide sha.pptx
AULA SISTEMA NERVOSO  slide sha.pptxAULA SISTEMA NERVOSO  slide sha.pptx
AULA SISTEMA NERVOSO slide sha.pptx
FabianoDoVale
 
A 3.1 Coleta de Exames AE 64.pptx
A 3.1 Coleta de Exames AE 64.pptxA 3.1 Coleta de Exames AE 64.pptx
A 3.1 Coleta de Exames AE 64.pptx
FabianoDoVale
 
BIOETICA 02 02.pdf
BIOETICA 02 02.pdfBIOETICA 02 02.pdf
BIOETICA 02 02.pdf
FabianoDoVale
 
BIOETICA 02 01.pdf
BIOETICA 02 01.pdfBIOETICA 02 01.pdf
BIOETICA 02 01.pdf
FabianoDoVale
 

Mais de FabianoDoVale (15)

bioética aula 2.2.pdf
bioética aula 2.2.pdfbioética aula 2.2.pdf
bioética aula 2.2.pdf
 
BIOSSEGURANÇA EM SAUDE AULA 07 (1).pptx
BIOSSEGURANÇA EM SAUDE AULA 07 (1).pptxBIOSSEGURANÇA EM SAUDE AULA 07 (1).pptx
BIOSSEGURANÇA EM SAUDE AULA 07 (1).pptx
 
BIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptx
BIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptxBIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptx
BIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptx
 
PPTX_378775_2021_09_03_10_48_20 (1).pptx
PPTX_378775_2021_09_03_10_48_20 (1).pptxPPTX_378775_2021_09_03_10_48_20 (1).pptx
PPTX_378775_2021_09_03_10_48_20 (1).pptx
 
A 7 Cateteres.pptx
A 7 Cateteres.pptxA 7 Cateteres.pptx
A 7 Cateteres.pptx
 
MICRO 01.pptx
MICRO 01.pptxMICRO 01.pptx
MICRO 01.pptx
 
EMPATIA COMPARTILHAR.pptx
EMPATIA COMPARTILHAR.pptxEMPATIA COMPARTILHAR.pptx
EMPATIA COMPARTILHAR.pptx
 
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptx
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptxEducação para o Trabalho ENVIAR.pptx
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptx
 
INFECÇÃO COMPARTILHAR.pptx
INFECÇÃO COMPARTILHAR.pptxINFECÇÃO COMPARTILHAR.pptx
INFECÇÃO COMPARTILHAR.pptx
 
EDT CHAVE - COMPARTILHAR.pptx
EDT CHAVE - COMPARTILHAR.pptxEDT CHAVE - COMPARTILHAR.pptx
EDT CHAVE - COMPARTILHAR.pptx
 
EDT CHAVE - COMPARTILHAR.pptx
EDT CHAVE - COMPARTILHAR.pptxEDT CHAVE - COMPARTILHAR.pptx
EDT CHAVE - COMPARTILHAR.pptx
 
AULA SISTEMA NERVOSO slide sha.pptx
AULA SISTEMA NERVOSO  slide sha.pptxAULA SISTEMA NERVOSO  slide sha.pptx
AULA SISTEMA NERVOSO slide sha.pptx
 
A 3.1 Coleta de Exames AE 64.pptx
A 3.1 Coleta de Exames AE 64.pptxA 3.1 Coleta de Exames AE 64.pptx
A 3.1 Coleta de Exames AE 64.pptx
 
BIOETICA 02 02.pdf
BIOETICA 02 02.pdfBIOETICA 02 02.pdf
BIOETICA 02 02.pdf
 
BIOETICA 02 01.pdf
BIOETICA 02 01.pdfBIOETICA 02 01.pdf
BIOETICA 02 01.pdf
 

SISTEMA MUSCULA POSTAR.pptx

  • 2. O sistema muscular é composto pelos diversos músculos do corpo humano. Os músculos são tecidos, cujas células ou fibras musculares possuem a função de permitir a contração e produção de movimentos. As fibras musculares, por sua vez, são controladas pelo sistema nervoso, que se encarregam de receber a informação e respondê-la realizando a ação solicitada. O corpo humano é formado por aproximadamente 600 músculos, que trabalham em conjunto com ossos, articulações e tendões para permitir que façamos diversos movimentos. Eles são agrupados da seguinte forma: músculos da cabeça e do pescoço, músculos do tórax e abdômen, músculos dos membros superiores e músculos dos membros inferiores. A movimentação do nosso corpo é conseguida graças a uma série de movimentos do nosso sistema locomotor, sendo os músculos essenciais nesse processo graças à sua grande capacidade de contração. Entretanto, nem todo movimento do músculo leva ao deslocamento do corpo, sendo essa contração responsável também pelo processo de respiração, batimento cardíaco e outros.
  • 3. Tecido muscular é um tecido que apresenta como característica mais marcante sua capacidade de contração. Esse tecido é essencial para o funcionamento do nosso corpo, sendo ele o responsável por garantir, por exemplo, os nossos movimentos e o batimento do coração Características do tecido muscular O tecido muscular apresenta células com capacidade de contração, sendo também chamadas de fibras musculares. Essas células, ou fibras, são alongadas e apresentam grande quantidade de filamentos de proteínas contráteis, como actina e miosina. Algumas estruturas das células musculares têm denominações específicas. A membrana celular, por exemplo, é denominada sarcolema. O citosol apresenta a denominação de sarcoplasma. Já o retículo endoplasmático liso é denominado retículo sarcoplasmático. O tecido muscular apresenta células alongadas e ricas em proteínas com capacidade de contração.
  • 4. Os músculos representam 40% da massa corporal. Por isso, em muitos animais o tecido muscular é o mais abundante. As células do tecido muscular são alongadas e recebem o nome de fibras musculares ou miócitos. São ricas em duas proteínas: actina e miosina. No estudo do tecido muscular, os seus elementos estruturais recebem uma denominação diferenciada. Entenda cada uma delas: Célula = Fibra Muscular; Membrana Plasmática = Sarcolema; Citoplasma = Sarcoplasma; Retículo Endoplasmático Liso = Retículo Sarcoplasmático
  • 5. Funções do Tecido Muscular •Movimento do corpo •Estabilização e postura •Regulação do volume dos órgãos •Produção de calor O tecido muscular é classificado em três tipos: estriado esquelético, estriado cardíaco e liso ou não-estriado. Cada tecido é formado por fibras musculares que possuem características morfológicas e funcionais particulares, como veremos a seguir:
  • 6. Importância do tecido muscular Devido a sua capacidade de contração, extensibilidade, elasticidade e excitabilidade, o tecido muscular desempenha um papel importante no nosso corpo. É devido à presença dele que conseguimos: •Movimentar nosso corpo; •Garantir o batimento cardíaco; •Permitir a movimentação de várias substâncias, como o sangue e o alimento; •Garantir a estabilização do corpo e a manutenção da postura; •Permitir que alguns órgãos aumentem seu tamanho e retornem ao tamanho original; •Produzir calor pela sua contração.
  • 7. Tipos de Músculos Os músculos apresentam diferentes tamanhos, formas e funções, por isso, são classificados em três tipos: liso, estriado cardíaco e estriado e squelético. Conheça mais detalhes sobre cada um deles a seguir.
  • 8. O músculo liso está presente em diversos órgãos do corpo humano Os músculos liso são aqueles que possuem contração involuntária. Eles estão localizados nas estruturas ocas do corpo, ou seja, estômago, bexiga, útero, intestino, além da pele e dos vasos sanguíneos. Sua função assegura a movimentação dos órgãos internos. Constitui a parede de muitos órgãos, sendo responsável por movimentos internos como o movimento dos alimentos através do tubo digestivo. Este tecido possui contração involuntária e lenta. As células são uninucleadas, alongadas e com extremidades afiadas. Ao contrário dos tecidos estriado esquelético e cardíaco, o tecido muscular liso não apresenta estriações. Isto porque, os filamentos de actina e miosina não se organizam no padrão regular apresentado por células estriadas.
  • 9. Músculo Liso ou Não estriado Tais processos se fazem possíveis graças à capacidade encurtamento das mio fibrilas, que são filamentos citoplasmáticos das células musculares. Tais miofibrilas são constituídas por diversos tipos de proteínas, sendo a actina e a miosina as mais abundantes.
  • 10. Músculo Estriado Cardíaco músculo cardíaco está presente no coração São músculos de contração involuntária e estão presentes no coração (miocárdio). Esses músculos asseguram os vigorosos batimentos cardíacos.
  • 11. Tecido Muscular Estriado Cardíaco Este tecido possui contração involuntária, vigorosa e rítmica. É constituído por células alongadas e ramificadas, dotadas de um núcleo ou dois núcleos centrais. Apresentam estrias transversais, seguindo o padrão de organização dos filamentos de actina e miosina. Porém, não se agrupam em miofibrilas. Diferencia-se do tecido muscular estriado esquelético por suas estriações serem mais curtas e não tão evidentes.
  • 12. Músculo Estriado Esquelético Os músculos estriados são contraídos de forma voluntária São músculos de contração voluntária, ou seja, os movimentos são controlados pela vontade do ser humano. Eles estão conectados com os ossos e cartilagens e, através das contrações, permitem os movimentos, as posições corporais, além de estabilizarem as articulações do organismo.
  • 13. O termo esquelético deve-se à sua localização, pois está ligado ao esqueleto. O tecido muscular estriado esquelético possui contração voluntária e rápida. Cada fibra muscular contém várias miofibrilas, filamentos de proteínas (actina, miosina e outras).
  • 14. O sistema muscular é composto pelos diversos músculos do corpo humano. Os músculos são tecidos, cujas células ou fibras musculares possuem a função de permitir a contração e produção de movimentos. As fibras musculares, por sua vez, são controladas pelo sistema nervoso, que se encarregam de receber a informação e respondê-la realizando a ação solicitada.
  • 15. Os músculos são capazes de se contrair e de se relaxar, gerando movimentos que nos permitem andar, correr, saltar, nadar, escrever, impulsionar o alimento ao longo do tubo digestório, promover a circulação do sangue no organismo, urinar, defecar, piscar os olhos, rir, respirar... A nossa capacidade de locomoção depende da ação conjunta de ossos, articulações e músculo, sob a regulação do sistema nervoso.
  • 17. Músculos da Cabeça e do Pescoço
  • 18. O grupo muscular da cabeça e do pescoço é composto por mais de 30 pequenos músculos que ajudam a exprimir os sentimentos, mover os maxilares ou manter a cabeça erguida. Veja no quadro abaixo como alguns dos principais músculos deste grupo atuam: Músculo Ação Frontal Mastigar ou morder. Masseter Movimentam as mandíbulas. Esternocleidomastoideo Permite a cabeça girar ou se inclinar para frente e para trás.
  • 19. Músculos do Tórax e do Abdômen
  • 20. Os músculos do grupo do tórax e abdômen permitem a respiração, impedem o corpo de se curvar e ceder ao próprio peso, entre outros movimentos. No quadro abaixo estão alguns dos músculos deste grupo e como eles atuam no nosso corpo: Músculo Ação Peitoral e Deltoide Levantar peso. Intercostais Atuam em conjunto com o diafragma para levarem o ar até os pulmões. Oblíquo Inclina o tórax para a frente.
  • 21. Músculos dos Membros Superiores s músculos dos membros superiores são capazes de fazer a pressão exata e permitem flexibilidade e precisão para tarefas delicadas ou que exigem muita força.
  • 22. Músculo Ação Bíceps Está ligado aos ossos omoplata e rádio, ao se contrair faz o braço se dobrar. Oponente do polegar Permite o movimento do polegar, pois utiliza músculos do antebraço e da mão Curto adutor Movimento para fora do polegar. Alguns exemplos desses músculos e suas respectivas ações estão descritas do quadro abaixo:
  • 23. Músculos dos Membros Inferiores
  • 24. Os músculos dos membros inferiores são os mais fortes do corpo. Graças aos músculos das pernas, podemos ficar de pé e manter o equilíbrio. Veja no quadro abaixo alguns músculos deste grupo: Músculo Ação Costureiro (ou sartório) É o mais longo músculo do corpo, ao se contrair dobra a perna e gira o quadril. Trata-se do músculo das costureiras, por isso o nome. Flexores dorsais Fazem os dedos do pé levantarem. Tendão de Aquiles É o tendão mais forte do corpo, inserido no osso calcâneo. Sóleo, plantar delgado e gastrocnêmio São músculos flexores plantares responsáveis pelo movimento das bailarinas de ficar na ponta dos pés.
  • 25. Principais músculos esqueléticos Existem centenas de músculos esqueléticos no nosso corpo, cada um exercendo uma determinada função. Esses músculos podem ser colocados em grandes grupos, estes são: •Músculos da face e do couro cabeludo: exemplos: orbicular do olho e elevador do lábio superior. •Músculos da mastigação: exemplos: masseter e pterigoideo medial. •Músculos da parede abdominal: exemplos: oblíquo interno e transverso do abdome. •Músculos que movem a cabeça e o ombro: exemplos: trapézio e elevador da escápula. •Músculos que movem a coluna vertebral: exemplos: longo do tórax e longo do pescoço. •Músculos que movem a língua: exemplos: genioglosso e hioglosso. •Músculos que movem as articulações do quadril e joelho: exemplos: glúteo máximo e abdutor longo.
  • 26. •Músculos que movem o antebraço: exemplos: tríceps e bíceps. •Músculos que movem o pé e os dedos do pé: exemplos: flexor longo dos dedos e abdutor do hálux. •Músculos que movem o polegar: exemplos: extensor longo do polegar e extensor curto do polegar. •Músculos que movem o punho: exemplos: flexor radial do carpo e extensor radial curto do carpo. •Músculos que movem o úmero: exemplos: deltoide e supraespinhal. •Músculos que movem os dedos: exemplos: flexor profundo dos dedos e extensor do indicador. •Músculos respiratórios: exemplos: diafragma e intercostais externos. •Músculos supra e infra-hioides do pescoço: exemplos: miloioideo e genioioideo.
  • 27. Classificação dos músculos: Os músculos podem ser classificados didaticamente de acordo com a sua estrutura, a sua função e as suas características de contração. De acordo com as suas características de contração, os músculos podem ser: •Voluntários, quando a sua contração é coordenada pelo sistema nervoso, que é influenciado pelo desejo da pessoa; •Involuntários, em que a contração e o relaxamento do músculo não depende da vontade da pessoa, acontecendo de forma regular, como no caso do músculo cardíaco e do músculo presente no intestino que permite os movimentos peristálticos, por exemplo.
  • 28. De acordo com a sua função, podem ser classificados em: •Agonistas, que contraem com o objetivo de gerar o movimento; •Sinergistas, que contraem na mesma direção dos agonistas, ajudando a produzir o movimento; •Antagonistas, que opõem-se ao movimento desejado, ou seja, enquanto os músculos agonistas estão gerando o movimento de contração, os antagonistas promovem o relaxamento e alongamento gradual do músculo, permitindo que o movimento aconteça de forma coordenada. Além disso, de acordo com as características estruturais, os músculos podem ser classificados em liso, esquelético e cardíaco. Esses músculos atuam diretamente ligados com o sistema nervoso com o objetivo de permitir que a movimentação aconteça de forma correta e coordenada.
  • 29. Quanto a ação, um músculo pode ser classificado como: •Extensor: Quando estira um membro; •Flexor: Quando flexiona um membro; •Adutor: Quando leva um membro em direção à linha mediana do corpo; •Abdutor: Quando leva um membro para fora da linha mediana do corpo. •Rotador: Quando gira um ou mais membros; •Supinador: Quando vira a palma da mão para cima; •Pronador: Quando coloca a palma da mão para baixo.
  • 30. Classificação dos Músculos: a) Superficiais ou Cutâneos: Estão logo abaixo da pele e apresentam no mínimo uma de suas inserções na camada profunda da derme. Estão localizados na cabeça (crânio e face), pescoço e na mão (região hipotenar). Exemplo: Platisma.
  • 31. b) Profundos ou Subaponeuróticos: São músculos que não apresentam inserções na camada profunda da derme, e na maioria das vezes, se inserem em ossos. Estão localizados abaixo da fáscia superficial. Exemplo: Pronador quadrado.
  • 32. Quanto à Forma: a) Longos: São encontrados especialmente nos membros. Os mais superficiais são os mais longos, podendo passar duas ou mais articulações. Exemplo: Bíceps braquial.
  • 33. b) Curtos: Encontram-se nas articulações cujos movimentos tem pouca amplitude, o que não exclui força nem especialização. Exemplo: Músculos da mão.
  • 34. c) Largos: Caracterizam-se por serem laminares. São encontrados nas paredes das grandes cavidades (tórax e abdome). Exemplo: Diafragma.
  • 35. Componentes Anatômicos dos Músculos Estriados: a) Ventre Muscular é a porção contrátil do músculo, constituída por fibras musculares que se contraem. Constitui o corpo do músculo (porção carnosa). b) Tendão é um elemento de tecido conjuntivo, ricos em fibras colágenas e que serve para fixação do ventre, em ossos, no tecido subcutâneo e em cápsulas articulares. Possuem aspecto morfológico de fitas ou de cilindros. c) Aponeurose é uma estrutura formada por tecido conjuntivo. Membrana que envolve grupos musculares. Geralmente apresenta-se em forma de lâminas ou em leques.
  • 36. d) Bainhas Tendíneas são estruturas que formam pontes ou túneis entre as superfícies ósseas sobre as quais deslizam os tendões. Sua função é conter o tendão, permitindo-lhe um deslizamento fácil. e) Bolsas Sinoviais são encontradas entre os músculos ou entre um músculo e um osso. São pequenas bolsas forradas por uma membrana serosa que possibilitam o deslizamento muscular.
  • 37. Contração Muscular A contração muscular refere-se ao deslizamento da actina sobre a miosina nas células musculares, permitindo os movimentos do corpo. As fibras musculares contém os filamentos de proteínas contráteis de actina e miosina, dispostas lado a lado. Esses filamentos se repetem ao longo da fibra muscular, formando o sarcômero. O sarcômero é a unidade funcional da contração muscular. Para que ocorra a contração muscular são necessários três elementos: •Estímulo do sistema nervoso; •As proteínas contráteis, actina e miosina; •Energia para contração
  • 38. contração muscular, além de ser responsável pela locomoção e vários outros tipos de movimentos do corpo, também promove a movimentação dos órgãos internos, como, por exemplo, os batimentos cardíacos, a pulsação das artérias, o trânsito de bolo alimentar pelo aparelho digestivo, entre outros. Tais processos se fazem possíveis graças à capacidade de encurtamento das miofibrilas, que são filamentos citoplasmáticos das células musculares. Tais miofibrilas são constituídas por diversos tipos de proteínas, sendo a actina e a miosina as mais abundantes.
  • 39. Tipos de Contrações: O nome dado aos músculos é derivado de vários fatores, entre eles o fisiológico e o topográfico: a) Contração Concêntrica: o músculo se encurta e traciona outra estrutura, como um tendão, reduzindo o ângulo de uma articulação. Ex: Trazer um livro que estava sobre a mesa ao encontro da cabeça. b) Contração Excêntrica: quando aumenta o comprimento total do músculo durante a contração. Ex: idem anterior, porém quando recolocamos o livro sobre mesa. c) Contração Isométrica: servem para estabilizar as articulações enquanto outras são movidas. Gera tensão muscular sem realizar movimentos. É responsável pela postura e sustentação de objetos em posição fixa. Ex: idem anterior, porém quando o livro é sustentado em abdução de 90°.
  • 40. Contração Concêntrica:o músculo se encurta e traciona outra estrutura como um tendão reduzindo o ângulo de uma articulação. Contração Excêntrica:quando aumenta o comprimento total do músculo durante a contração. Contração Isométrica:servem para estabilizar as articulações enquanto outras são movidas. Gera tensão muscular sem realizar movimentos. É responsável pela postura e sustentação de objetos em posição fixa