SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 31
SARANDO AS FERIDAS DO
ABANDONO
“AINDA QUE ME ABANDONEM PAI E
MÃE, O SENHOR ME ACOLHERÁ.”
SALMOS 27.10
suelen.psicodi
cas
“Cada um exerça o
dom que recebeu
para servir os
outros,
administrando
fielmente a graça
de Deus em suas
múltiplas formas.”
1 Pedro 4:10
AS 10 PALAVRAS
MAIS TRISTES
DA LÍNGUA
PORTUGUESA
•Solidão
•Infelicidade
•Sofrimento
•Morte
•Saudade
•Adeus
•Guerra
•Miséria
•Decepção
•Abandono
Font
e:
SEGUNDO O DICIONÁRIO ONLINE DE
PORTUGUÊS
•Abandono:
•Indica o estado de quem foi abandonado,
ficando esquecido e desamparado.
•Vivemos numa era de abandono afetivo
generalizado.
•O pior abandono é, sem dúvida, o abandono de
si mesmo.
QUAIS SÃO OS TIPOS?
•Abandono afetivo: Quando os pais ou
responsáveis não cumprem seu dever de
cuidado, criação e educação dos filhos.
•Abandono moral, configurado pela
ausência, indiferença, falta de afeto e
rejeição.
QUAIS SÃO OS TIPOS?
•Abandono de incapaz: se carateriza
quando uma pessoa que está sob cuidado,
guarda, vigilância ou autoridade de
terceiros é abandonada e, por qualquer
motivo, incapaz de defender-se de riscos.
QUAIS SÃO OS TIPOS?
•Abandono digital e o cyberbullying: É a
negligência da parentalidade com relação
à segurança dos filhos no ambiente
virtual.
•Abandono do lar
•Abandono Intelectual
•Abandono Material
ALGUNS DADOS ALARMANTES SOBRE O
ABANDONO
•Mais de 320 mil crianças no Brasil foram
registradas sem o nome paterno durante a
pandemia.
•Mães acumulam responsabilidades pelo filho,
até financeiras, e crianças perdem direito à
pensão e convivência com o pai.
ABANDONO DE SI MESMO
•Há aqueles que permanecem em um
estado emocional existencial de
abandono, e há aqueles que são
resilientes, ou seja, transformam essa
experiência que sofreram em terem sido
abandonados em um diferencial para
relacionarem-se com as pessoas em sua
volta.
O ABANDONO PRODUZ MARCAS
PROFUNDAS
Danos para a formação da personalidade da
criança
É direito da criança e do adolescente ser criado e educado no seio
de sua família e, excepcionalmente, em família substituta,
assegurada a convivência familiar e comunitária, em ambiente que
garanta seu desenvolvimento integral.
Lei 8.069/90 - Cap.III, Art. 19
FUNÇÃO PATERNA E MATERNA
• O desenvolvimento da personalidade de uma criança
depende do envolvimento dos pais, da maneira como
será educada, as pessoas que conviverão em seu
meio.
• Os pais tem um papel fundamental em atuar no
desenvolvimento da personalidade da criança,
organizando espaços e tempos, fazendo com que a
criança se envolva com experiências que
enriqueceram para seu crescimento, fazendo com que
FUNÇÃO PATERNA E MATERNA
•Os conflitos nucleares desencadeiam crises.
•Cada crise possui duas saídas possíveis:
• Se o conflito é resolvido de maneira satisfatória, a
qualidade positiva é construída no ego e o
desenvolvimento é sadio;
• Se o conflito é resolvido de maneira insatisfatória, a
qualidade negativa se incorpora ao ego e o
desenvolvimento é prejudicado.
ABANDONO CAUSA DANOS CEREBRAIS EM
CRIANÇAS
A criança tem uma consciência
temporal diferente do adulto.
Muitas vezes, situações do dia-a-
dia, como por exemplo, o trabalho
dos pais e cuidadores fazem com
que crianças pequenas
experimentem sentimentos de
abandono, porque o cérebro delas
ainda não está maduro o
suficiente para entender a
realidade dos fatos. Então, ela
sente-se abandonada e se não
tratado adequadamente, este
Os pais/cuidadores
precisam explicar à
criança...
O sofrimento causado pelo abandono afetivo pode
resultar em deficiências no
seu comportamento mental e social. E isso tende a
perdurar por toda a vida, quando não tratado,
resultando em prejuízo para a saúde mental.
A pessoa pode desenvolver, por exemplo:
• Dificuldades na aprendizagem
• Depressão
• Tristeza
• Baixa autoestima
• Problemas de saúde
• Estresse
• Medo
• Angústia
• Inseguranç
a
• Desconfian
ça
O QUE O SEU ADULTO INTERIOR DIRIA
PARA A SUA CRIANÇA INTERIOR QUE ESTÁ
FERIDA?
• Olhe para a sua memória infantil, para aquele momento
de maior dor, e diga palavras que você gostaria de ter
ouvido naquele momento:
• Você não tem culpa e nem responsabilidade pelo que aconteceu;
• Você não fez nada de errado;
• Trate a sua criança interior com cuidado, com amor, com
respeito.
• Ou seja, pare de dizer palavras duras para você mesmo,
não se revitimize mais.
O QUE O SEU ADULTO INTERIOR DIRIA
PARA A SUA CRIANÇA INTERIOR QUE ESTÁ
FERIDA?
• Olhe-se como adulto e diga para a sua criança interior: eu
estou aqui para cuidar de você, não vou mais permitir que
você se sinta perdido e nem desprotegido.
• Se trate com respeito e não aceite que essas palavras
ruins que vem na sua mente dominem sua forma de
pensar e seus sentimentos.
COMO SUPERAR O SENTIMENTO DE
ABANDONO?
1. Compreenda que não podemos ter o controle de tudo;
2. Não se culpe;
3. Não se isole, é importante manter uma rede de apoio;
4. Procure ocupar o seu tempo com algo útil, algum projeto novo;
5. Busque em Deus o seu conforto, somente Ele é capaz de suprir
todas as nossas necessidades;
6. Procure ajuda profissional, se possível.
O DEUS QUE NÃO ABANDONA
“Não te deixarei, jamais te desampararei.’’ Hebreus
15:3
•Nos momentos de angústia e aflição que o ser
humano sente-se esquecido por todos, inclusive
pelos mais chegados.
•“Invoca-me no dia da angustia, eu te livrarei, e
tu me glorificarás.” Salmos 50.15
•“Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro
bem presente na angústia”. Salmos 46:1
O DEUS QUE NÃO ABANDONA
“Não te deixarei, jamais te desampararei.’’ Hebreus
15:3
•Principalmente nestes momentos, os amigos são
muito importantes!
•Como diz Salomão, “o amigo ama em todo o
tempo”. Pv 17.17a.
•Paulo disse em Colossenses 4.11: “são estes
unicamente os meus cooperadores no reino de
Deus; e para mim têm sido consolação.”
O DEUS QUE NÃO ABANDONA
• “Pode uma mulher esquecer-se de seu filho de peito, de
maneira que não se compadeça do filho do seu ventre?
Mas ainda que esta se esquecesse, eu, todavia, não me
esquecerei de ti.’’ Isaías 49:15
• “O Deus eterno é a tua habitação e teu apoio são os
braços eternos…’’ Deuteronômio 33.27
SERÁ QUE
JESUS
ENTENDE A
TUA DOR DE
ABANDONO?
QUE A
GLORIA DO
SENHOR
ENCHA O
TEMPLO DA
SUA VIDA!

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Sarando as feridas do Abandono, uma abordagem bíblica e psicolkógica.pptx

Filhos do divórcio
Filhos do divórcioFilhos do divórcio
Filhos do divórcio
Cesar Augusto Borella
 
Familia pronta
Familia prontaFamilia pronta
Familia pronta
flfm
 
Dinamica da lição 11
Dinamica da lição 11Dinamica da lição 11
Dinamica da lição 11
Jonas de Moura
 

Semelhante a Sarando as feridas do Abandono, uma abordagem bíblica e psicolkógica.pptx (20)

COMUNICAÇÃO casais Belém 2022_FINAL.pptx
COMUNICAÇÃO casais Belém 2022_FINAL.pptxCOMUNICAÇÃO casais Belém 2022_FINAL.pptx
COMUNICAÇÃO casais Belém 2022_FINAL.pptx
 
Reciclagens para a Formação de Dupla Evolutiva
Reciclagens para  a Formação de Dupla EvolutivaReciclagens para  a Formação de Dupla Evolutiva
Reciclagens para a Formação de Dupla Evolutiva
 
10 causas e consequencias do divorcio
10   causas e consequencias do divorcio10   causas e consequencias do divorcio
10 causas e consequencias do divorcio
 
Auto estima
Auto estima Auto estima
Auto estima
 
Filhos do divórcio
Filhos do divórcioFilhos do divórcio
Filhos do divórcio
 
Trabalho de Grupo AI
Trabalho de Grupo AITrabalho de Grupo AI
Trabalho de Grupo AI
 
ESBOÇO: Minha família estruturada na palavra de Deus
ESBOÇO: Minha família estruturada na palavra de DeusESBOÇO: Minha família estruturada na palavra de Deus
ESBOÇO: Minha família estruturada na palavra de Deus
 
7 segredos da prosperidade
7 segredos da prosperidade7 segredos da prosperidade
7 segredos da prosperidade
 
A MEDIAÇÃO DE CONFLITOS RESGATANDO VALORES FAMILIARES
A MEDIAÇÃO DE CONFLITOS RESGATANDO VALORES FAMILIARESA MEDIAÇÃO DE CONFLITOS RESGATANDO VALORES FAMILIARES
A MEDIAÇÃO DE CONFLITOS RESGATANDO VALORES FAMILIARES
 
Familia pronta
Familia prontaFamilia pronta
Familia pronta
 
Conflitos entre pais e filhos na adolescëncia
Conflitos entre pais e filhos na adolescënciaConflitos entre pais e filhos na adolescëncia
Conflitos entre pais e filhos na adolescëncia
 
Auto estima
Auto estimaAuto estima
Auto estima
 
LBJ LIÇÃO 9 - CONFLITOS FAMILIARES
LBJ LIÇÃO 9 - CONFLITOS FAMILIARESLBJ LIÇÃO 9 - CONFLITOS FAMILIARES
LBJ LIÇÃO 9 - CONFLITOS FAMILIARES
 
Dinamica da lição 11
Dinamica da lição 11Dinamica da lição 11
Dinamica da lição 11
 
Conflitos na família
Conflitos na famíliaConflitos na família
Conflitos na família
 
Como viver uma vida mais equilibrada
Como viver uma vida mais equilibradaComo viver uma vida mais equilibrada
Como viver uma vida mais equilibrada
 
Teologia 10
Teologia 10Teologia 10
Teologia 10
 
Apostila 10
Apostila 10Apostila 10
Apostila 10
 
Apostila 10
Apostila 10Apostila 10
Apostila 10
 
Boletim 21 de setembro de 2014
Boletim 21 de setembro de 2014Boletim 21 de setembro de 2014
Boletim 21 de setembro de 2014
 

Mais de SulenDeArajoNeves

Mais de SulenDeArajoNeves (12)

DEPOIMENTO ESPECIAL - proteção ou violação de direitos.ppt
DEPOIMENTO ESPECIAL - proteção ou violação de direitos.pptDEPOIMENTO ESPECIAL - proteção ou violação de direitos.ppt
DEPOIMENTO ESPECIAL - proteção ou violação de direitos.ppt
 
Slides sobre a Escuta Especializada no Contexto Escolar - SEDUC RO - resumido...
Slides sobre a Escuta Especializada no Contexto Escolar - SEDUC RO - resumido...Slides sobre a Escuta Especializada no Contexto Escolar - SEDUC RO - resumido...
Slides sobre a Escuta Especializada no Contexto Escolar - SEDUC RO - resumido...
 
Violência contra crianças e adolescentes - como perceber os sinais e o que fa...
Violência contra crianças e adolescentes - como perceber os sinais e o que fa...Violência contra crianças e adolescentes - como perceber os sinais e o que fa...
Violência contra crianças e adolescentes - como perceber os sinais e o que fa...
 
Como controlar o estresse e a ansiedade em tempos difíceis.pptx
Como controlar o estresse e a ansiedade em tempos difíceis.pptxComo controlar o estresse e a ansiedade em tempos difíceis.pptx
Como controlar o estresse e a ansiedade em tempos difíceis.pptx
 
A JUVENTUDE E SUAS EMOÇÕES - como lidar com elas - ASS. DE DEUS SHEKINAH - Le...
A JUVENTUDE E SUAS EMOÇÕES - como lidar com elas - ASS. DE DEUS SHEKINAH - Le...A JUVENTUDE E SUAS EMOÇÕES - como lidar com elas - ASS. DE DEUS SHEKINAH - Le...
A JUVENTUDE E SUAS EMOÇÕES - como lidar com elas - ASS. DE DEUS SHEKINAH - Le...
 
O ADOLESCENTE E SUAS EMOÇÕES - como lidar com elas - IMW CENTRAL.pptx
O ADOLESCENTE E SUAS EMOÇÕES - como lidar com elas - IMW CENTRAL.pptxO ADOLESCENTE E SUAS EMOÇÕES - como lidar com elas - IMW CENTRAL.pptx
O ADOLESCENTE E SUAS EMOÇÕES - como lidar com elas - IMW CENTRAL.pptx
 
Slides para estudo com o Ministério de Dança da IMW Liberdade.pptx
Slides para estudo com o Ministério de Dança da IMW Liberdade.pptxSlides para estudo com o Ministério de Dança da IMW Liberdade.pptx
Slides para estudo com o Ministério de Dança da IMW Liberdade.pptx
 
Estudo sobre como criar filhos psicologicamente saudáveis
Estudo sobre como criar filhos psicologicamente saudáveisEstudo sobre como criar filhos psicologicamente saudáveis
Estudo sobre como criar filhos psicologicamente saudáveis
 
AJUSTADO Violência contra crianças e adolescentes - como perceber os sinais e...
AJUSTADO Violência contra crianças e adolescentes - como perceber os sinais e...AJUSTADO Violência contra crianças e adolescentes - como perceber os sinais e...
AJUSTADO Violência contra crianças e adolescentes - como perceber os sinais e...
 
PARTE I - METODOLOGIA DA PESQUISA INTERDISCIPLINAR.pptx
PARTE I - METODOLOGIA DA PESQUISA INTERDISCIPLINAR.pptxPARTE I - METODOLOGIA DA PESQUISA INTERDISCIPLINAR.pptx
PARTE I - METODOLOGIA DA PESQUISA INTERDISCIPLINAR.pptx
 
ACOLHIMENTO DE VÍTIMAS OU TESTEMUNHAS DE VIOLÊNCIA DE CRIMES OU ATOS INFRACIO...
ACOLHIMENTO DE VÍTIMAS OU TESTEMUNHAS DE VIOLÊNCIA DE CRIMES OU ATOS INFRACIO...ACOLHIMENTO DE VÍTIMAS OU TESTEMUNHAS DE VIOLÊNCIA DE CRIMES OU ATOS INFRACIO...
ACOLHIMENTO DE VÍTIMAS OU TESTEMUNHAS DE VIOLÊNCIA DE CRIMES OU ATOS INFRACIO...
 
Desestruturação familiar: crise ou um padrão?
Desestruturação familiar: crise ou um padrão?Desestruturação familiar: crise ou um padrão?
Desestruturação familiar: crise ou um padrão?
 

Último

ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
azulassessoria9
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
lbgsouza
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
andreaLisboa7
 

Último (20)

Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
 
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacionalBENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 

Sarando as feridas do Abandono, uma abordagem bíblica e psicolkógica.pptx

  • 1. SARANDO AS FERIDAS DO ABANDONO “AINDA QUE ME ABANDONEM PAI E MÃE, O SENHOR ME ACOLHERÁ.” SALMOS 27.10 suelen.psicodi cas
  • 2. “Cada um exerça o dom que recebeu para servir os outros, administrando fielmente a graça de Deus em suas múltiplas formas.” 1 Pedro 4:10
  • 3. AS 10 PALAVRAS MAIS TRISTES DA LÍNGUA PORTUGUESA •Solidão •Infelicidade •Sofrimento •Morte •Saudade •Adeus •Guerra •Miséria •Decepção •Abandono Font e:
  • 4. SEGUNDO O DICIONÁRIO ONLINE DE PORTUGUÊS •Abandono: •Indica o estado de quem foi abandonado, ficando esquecido e desamparado. •Vivemos numa era de abandono afetivo generalizado. •O pior abandono é, sem dúvida, o abandono de si mesmo.
  • 5. QUAIS SÃO OS TIPOS? •Abandono afetivo: Quando os pais ou responsáveis não cumprem seu dever de cuidado, criação e educação dos filhos. •Abandono moral, configurado pela ausência, indiferença, falta de afeto e rejeição.
  • 6. QUAIS SÃO OS TIPOS? •Abandono de incapaz: se carateriza quando uma pessoa que está sob cuidado, guarda, vigilância ou autoridade de terceiros é abandonada e, por qualquer motivo, incapaz de defender-se de riscos.
  • 7. QUAIS SÃO OS TIPOS? •Abandono digital e o cyberbullying: É a negligência da parentalidade com relação à segurança dos filhos no ambiente virtual. •Abandono do lar •Abandono Intelectual •Abandono Material
  • 8. ALGUNS DADOS ALARMANTES SOBRE O ABANDONO •Mais de 320 mil crianças no Brasil foram registradas sem o nome paterno durante a pandemia. •Mães acumulam responsabilidades pelo filho, até financeiras, e crianças perdem direito à pensão e convivência com o pai.
  • 9. ABANDONO DE SI MESMO •Há aqueles que permanecem em um estado emocional existencial de abandono, e há aqueles que são resilientes, ou seja, transformam essa experiência que sofreram em terem sido abandonados em um diferencial para relacionarem-se com as pessoas em sua volta.
  • 10. O ABANDONO PRODUZ MARCAS PROFUNDAS Danos para a formação da personalidade da criança É direito da criança e do adolescente ser criado e educado no seio de sua família e, excepcionalmente, em família substituta, assegurada a convivência familiar e comunitária, em ambiente que garanta seu desenvolvimento integral. Lei 8.069/90 - Cap.III, Art. 19
  • 11. FUNÇÃO PATERNA E MATERNA • O desenvolvimento da personalidade de uma criança depende do envolvimento dos pais, da maneira como será educada, as pessoas que conviverão em seu meio. • Os pais tem um papel fundamental em atuar no desenvolvimento da personalidade da criança, organizando espaços e tempos, fazendo com que a criança se envolva com experiências que enriqueceram para seu crescimento, fazendo com que
  • 12. FUNÇÃO PATERNA E MATERNA •Os conflitos nucleares desencadeiam crises. •Cada crise possui duas saídas possíveis: • Se o conflito é resolvido de maneira satisfatória, a qualidade positiva é construída no ego e o desenvolvimento é sadio; • Se o conflito é resolvido de maneira insatisfatória, a qualidade negativa se incorpora ao ego e o desenvolvimento é prejudicado.
  • 13. ABANDONO CAUSA DANOS CEREBRAIS EM CRIANÇAS
  • 14. A criança tem uma consciência temporal diferente do adulto. Muitas vezes, situações do dia-a- dia, como por exemplo, o trabalho dos pais e cuidadores fazem com que crianças pequenas experimentem sentimentos de abandono, porque o cérebro delas ainda não está maduro o suficiente para entender a realidade dos fatos. Então, ela sente-se abandonada e se não tratado adequadamente, este Os pais/cuidadores precisam explicar à criança...
  • 15. O sofrimento causado pelo abandono afetivo pode resultar em deficiências no seu comportamento mental e social. E isso tende a perdurar por toda a vida, quando não tratado, resultando em prejuízo para a saúde mental. A pessoa pode desenvolver, por exemplo: • Dificuldades na aprendizagem • Depressão • Tristeza • Baixa autoestima • Problemas de saúde • Estresse • Medo • Angústia • Inseguranç a • Desconfian ça
  • 16.
  • 17. O QUE O SEU ADULTO INTERIOR DIRIA PARA A SUA CRIANÇA INTERIOR QUE ESTÁ FERIDA? • Olhe para a sua memória infantil, para aquele momento de maior dor, e diga palavras que você gostaria de ter ouvido naquele momento: • Você não tem culpa e nem responsabilidade pelo que aconteceu; • Você não fez nada de errado; • Trate a sua criança interior com cuidado, com amor, com respeito. • Ou seja, pare de dizer palavras duras para você mesmo, não se revitimize mais.
  • 18. O QUE O SEU ADULTO INTERIOR DIRIA PARA A SUA CRIANÇA INTERIOR QUE ESTÁ FERIDA? • Olhe-se como adulto e diga para a sua criança interior: eu estou aqui para cuidar de você, não vou mais permitir que você se sinta perdido e nem desprotegido. • Se trate com respeito e não aceite que essas palavras ruins que vem na sua mente dominem sua forma de pensar e seus sentimentos.
  • 19.
  • 20. COMO SUPERAR O SENTIMENTO DE ABANDONO? 1. Compreenda que não podemos ter o controle de tudo; 2. Não se culpe; 3. Não se isole, é importante manter uma rede de apoio; 4. Procure ocupar o seu tempo com algo útil, algum projeto novo; 5. Busque em Deus o seu conforto, somente Ele é capaz de suprir todas as nossas necessidades; 6. Procure ajuda profissional, se possível.
  • 21.
  • 22. O DEUS QUE NÃO ABANDONA “Não te deixarei, jamais te desampararei.’’ Hebreus 15:3 •Nos momentos de angústia e aflição que o ser humano sente-se esquecido por todos, inclusive pelos mais chegados. •“Invoca-me no dia da angustia, eu te livrarei, e tu me glorificarás.” Salmos 50.15 •“Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia”. Salmos 46:1
  • 23. O DEUS QUE NÃO ABANDONA “Não te deixarei, jamais te desampararei.’’ Hebreus 15:3 •Principalmente nestes momentos, os amigos são muito importantes! •Como diz Salomão, “o amigo ama em todo o tempo”. Pv 17.17a. •Paulo disse em Colossenses 4.11: “são estes unicamente os meus cooperadores no reino de Deus; e para mim têm sido consolação.”
  • 24. O DEUS QUE NÃO ABANDONA • “Pode uma mulher esquecer-se de seu filho de peito, de maneira que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse, eu, todavia, não me esquecerei de ti.’’ Isaías 49:15 • “O Deus eterno é a tua habitação e teu apoio são os braços eternos…’’ Deuteronômio 33.27
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30. SERÁ QUE JESUS ENTENDE A TUA DOR DE ABANDONO?
  • 31. QUE A GLORIA DO SENHOR ENCHA O TEMPLO DA SUA VIDA!