SlideShare uma empresa Scribd logo
Rodadas de Licitação 2017
Potenciais Impactos no RJ
Décio Oddone, Diretor Geral
Rio de Janeiro, 27 de junho de 2017.
Aprimoramentos2
Cenário Atual1
Rodadas de Licitação3
Agenda
Conclusão4
A Indústria do Petróleo no Brasil
✓ ~ 11% do PIB Industrial*
✓ ~ 50% da Oferta Interna de
Energia
✓ R$ 295 bilhões em participações
governamentais (2005-2016)
✓ Bilhões em investimentos anuais
✓ Bilhões em desenvolvimento
tecnológico
✓ Milhares de empregos
✓ 5º maior consumidor mundial de
derivados
✓ 3º maior consumidor de
combustíveis de transporte
✓ Consumo aparente de
combustíveis (2016):
• ~135 milhões de m³
✓ Capacidade de refino (2016):
• ~2,3 milhões de bbl/d
✓ 1 26.472 agentes
✓ 12º maior produtor mundial de
petróleo e gás
✓ Produção (Abril, 2017):
• Petróleo – 2,5 milhões bpd
• Gás – 101 milhões m3/d
✓ Reservas Provadas (Dez, 2016):
• Petróleo – 12,7 bilhões bbl
• Gás – 378 bilhões m³
✓ 311 blocos
✓ 443 campos
✓ 95 grupos econômicos
*Fonte: CNI (2014)
Responde por E&P Downstream
0
10.000
20.000
30.000
40.000
50.000
60.000
0
400.000
800.000
1.200.000
1.600.000
2.000.000
Gásnatural-Milmetroscúbicospordia(Mm3/d)
Petróleo-Barrispordia(bbl/d)
Produção de petróleo e gás no Estado
Petróleo (bbl/d) Gás Natural (Mm³/d)
Exploração e Produção (Estado do Rio de Janeiro)
1º
Produtor
Nacional de
Petróleo e Gás
Reservas Provadas (Dez, 2016):
Petróleo – 10,4B bbl
Gás – 231B m³
Produção (Abril, 2017):
Petróleo – 1.688.718bpd
Gás – 47.662mil m3/d
3.015
poços
perfurados
Produção Acumulada - 11,8 Bbbl (Óleo) e 212Bm³ (Gás)
68
campos
500
poços
produtores
(04/17)
Histórico de rodadas da ANP
2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 20152005200420032002200120001999
Blocos no cluster
do pré-sal
PEM realizado:
37%Terra
5% Mar
13% do PEM realizado
Apenas 14% dos blocos
arrematados
Descoberta
do pré-sal
0
50
100
150
2013 2014 2015 2016 2017
US$
Brent
Rodadas
Anuais
5 anos sem
rodadas
Cenário (setor de E&P no Brasil)
Cinco anos sem rodadas (2008-2013), redução dos investimentos da Petrobras e queda no preço
do petróleo: diminuição das atividades
91 94
108
149
186 182
176
238
232
163
94 85
39
0
50
100
150
200
250
Poços Exploratórios Concluídos
6
76 73
92
104
132 133
146 149
173
130
81
73
22
0
40
80
120
160
200
Declarações de Descoberta
6
0
20
40
60
80
100
Número de Sondas operando no Brasil
16
Poucas sondas operando no Brasil
54
53
23
20
9
7
3
3
2
0 10 20 30 40 50 60
Venezuela
Argentina
México
Colômbia
Brasil
Equador
Trinidad e Tobago
Bolivia
Peru
Chile
Ranking de Sondas em Operação na AL
(Maio de 2017)
16
575
241
0
100
200
300
400
500
600
700
2015 2016 2017
Poços de Desenvolvimento Concluídos
36
Cenário (setor de E&P no Brasil)
Cenário (setor de E&P no Estado do Rio de Janeiro)
47
25
20
11
7
0
10
20
30
40
50
2012 2013 2014 2015 2016 2017
Poços Exploratórios Concluídos
2
63
80
35
26
36
10
17
21
39
34
0
20
40
60
80
100
2012 2013 2014 2015 2016 2017
Poços de Desenvolvimento Concluídos
Campos Santos
5
10
15
18
16
14
21
21
54
56
47
30
22
8
8
0
15
30
45
60
Declarações de Descoberta
0
Cenário (setor de E&P no Brasil)
✓ Menos de 5% das áreas sedimentares contratadas
✓ Apenas 30.000 poços perfurados
✓ Necessidade de aprimoramentos para atrair novos
investimentos e retomar o crescimento da Indústria
0
25.000
50.000
75.000
100.000
1949
1952
1955
1958
1961
1964
1967
1970
1973
1976
1979
1982
1985
1988
1991
1994
1997
2000
2003
2006
2009
2012
Poços Perfurados nos EUA
Cenário (Pré-sal)
31,6
31,2
30,5
30,3
29,6
29,4 29,3
28,8 28,7 28,6
28
29
30
31
32
MilharesdeBarrispordia
10 Poços Mais Produtivos - Março de 2017
Alta Chance de
Sucesso Geológico
46% Grandes Estruturas27º
0,6
0,95
1,27
1,54
0,4
0,8
1,2
1,6
MilhõesdeBarrisdeÓleoEquivalentepordia
Produção do Pre-sal
Reservatórios de Alta
Qualidade
Uma das maiores oportunidades exploratórias no mundo
API
Cenário Global
✓ Competição global por investimentos
2017: Rodadas em cerca de 40 países
✓ Fim da era do petróleo caro (previsão de US$ 70/bbl no longo prazo)
✓ Fontes de energia renováveis ganhando competitividade (transição para uma economia de baixo carbono)
✓ Seletividade na aprovação de novos investimentos
Agenda
Aprimoramentos2
Cenário Atual1
Rodadas de Licitação3
Conclusão4
Aprimoramentos na Política Energética
• Fim da obrigatoriedade de a Petrobras ser operada única no Pré-sal
• Novas políticas de E&P aprovadas pelo Conselho Nacional do Política Energética:
✓ Oferta permanente
✓ Conteúdo local:
• Programas:
– REATE
– Gás para Crescer
– Renovabio
– Combustível Brasil
• Unidade de Produção25%
• Construção de Poços25%
• Exploração50%
• Produção50%
TerraMar
• Coleta e Escoamento40%
• Atividade Exploratória18%
✓ Modelo empregado em diversos países
✓ Oferta de áreas devolvidas e blocos exploratórios não
arrematados em leilões (excluem-se as áreas dentro do
polígono do pré-sal e estratégicas)
✓ Contribuirá para a revitalização da indústria onshore e para o
desenvolvimento de pequenas e médias empresas
✓ Agregará valor aos polos ofertados no programa de
desinvestimento da Petrobras
✓ Aumentará o conhecimento de áreas de nova fronteira
✓ Trará dinamismo e agilidade na oferta de áreas no Brasil
✓ Início em 2018
Oferta Permanente de Áreas
Ex: Bacias do Recôncavo e Tucano Sul
✓ Incentivar a exploração e produção de petróleo e gás
natural
✓ Realizar as rodadas de licitação
✓ Estimular a extensão da vida útil dos campos de petróleo e
gás e promover ações para maximizar o fator de
recuperação dos reservatórios
✓ Aprimorar contratos, simplificar regulamentos e reduzir o
tempo de tramitação de processos
✓ Atuar para o desenvolvimento de um mercado de gás
natural que atenda os interesses da sociedade
✓ Fomentar investimentos na produção, distribuição e revenda
de derivados de petróleo e biocombustíveis
Ajustes nas Prioridades da ANP
• Medidas regulatórias de curto prazo que destravem investimentos
em desenvolvimento e produção de áreas já contratadas:
✓ Conteúdo Local
✓ Prorrogação Contratual
✓ Incentivo sobre a produção incremental em campos maduros (até 5%
de royalties)
✓ Simplificação administrativa e regulatória
• Ações voltadas ao médio/longo prazos (rodadas de licitação):
✓ Redução dos custos de entrada
✓ Simplificação dos contratos
✓ Incentivo para atuação de fundos de investimentos
✓ Ajuste de royalties para as áreas de nova fronteira e bacias maduras
que apresentem maiores riscos geológicos, logísticos e econômicos
10%
7,5%
5%
0,0%
2,5%
5,0%
7,5%
10,0%
Mar (Elevado
Potencial)
Terra (Bacias
Maduras)
Nova Fronteira
Alíquotas de Royalties
Ações para estimular atividade
Ações para estimular atividade
2024 20252023202220212020201920182017
• extensão 11ª e 12ª rodadas
• estímulo à revitalização de
campos
• extensão concessões
• otimização regulatória
• novas áreas:
• rodadas
• oferta permanente
• negociação cessão onerosa
e destravamento de projetos:
• R$ 240 bi investimentos
• 20 FPSO’s
• 900 poços
Solucionar questões
relacionadas com conteúdo
local
Trata-se potencialmente da maior transformação no setor energético brasileiro desde a fundação
da Petrobras, em 1953.
Setor de O&G no Brasil em 2017
Mercado
Diversificado e
Competitivo
Aprimoramentos nas Políticas Energéticas e
na Regulação
Plano de Desinvestimentos da Petrobras
Necessidade de fornecedores e prestadores
de serviços adicionais
Cronograma de Rodadas de Licitações e
Oferta Permanente de Áreas
Agenda
Aprimoramentos2
Cenário Atual1
Rodadas de Licitação3
Conclusão4
Pela primeira vez, um calendário de Rodadas
2017
27.09.17
14ª Rodada de Licitações: Margem Leste e Bacias Terrestres
2017
27.10.17
2ª Rodada de Partilha de Produção: Gato do Mato, Carcará, Sapinhoá e Tartaruga Verde
3ª Rodada de Partilha de Produção: Peroba, Pau Brasil, Alto de Cabo Frio Oeste e Alto de Cabo Frio Central
2018
(Maio)
15ª Rodada de Licitações: Margem Equatorial e Bacias Terrestres
2018
(Maio)
4ª Rodada de Partilha de Produção: Saturno, Três Marias, Uirapuru, C-M-537, C-M-655, C-M-657 e C-M-709
2018
(a definir)
5ª Rodada de Campos Maduros: áreas a serem definidas
2019
3º tri
16ª Rodada de Licitações: Margem Leste e Bacias Terrestres
4ª Rodada de Partilha de Produção: Aram, Bumerangue e SE Lula, Sul e SW Júpiter
6ª Rodada de Campos Maduros: áreas a serem definidas
2017
27.10.17
2019
3º tri
2019
(a definir)
Blocos em oferta contêm áreas excluídas da 9ª Rodada de Licitação
Rodadas de Partilha
18Áreas no
Pré-sal
3
Na 5ª
Rodada de
Partilha
4
Na 2ª
Rodada de
Partilha
4
Na 3ª
Rodada de
Partilha
7
Na 4ª
Rodada de
Partilha
Oferta de Áreas no RJ (Rodadas de Partilha)
15Áreas no Rio
de Janeiro*
1
Na 5ª
Rodada de
Partilha
3
Na 2ª
Rodada de
Partilha
4
Na 3ª
Rodada de
Partilha
7
Na 4ª
Rodada de
Partilha
*Parcial ou totalmente confrontante
2ª Rodada de Partilha de Produção
Área Alíquota Mínima*
Bônus de Assinatura
(Milhões de R$)
Carcará 22,08% 3.000
Gato do Mato 11,53% 100
Sapinhoá 10,34% 200
Tartaruga Verde 12,98% 100
• Baseado em US$ 50/bbl e 11.000 bpd de produtividade média dos poços. Teto em óleo: 50% (Carcará) e 80% (outras
áreas).
3ª Rodada de Partilha de Produção
Área Alíquota Mínima*
Bônus de Assinatura
(Milhões de R$)
Peroba 13,89% 2.000
Pau Brasil 14,40% 1.500
Alto de Cabo Frio Oeste 22,87% 350
Alto de Cabo Frio Central 21,38% 500
• Baseado em US$ 50/bbl e 12.000 bpd de produtividade média dos poços. Teto em óleo: 50%.
Parâmetros da 2ª e 3ª Rodada de Partilha
✓ 14ª Rodada de Licitações
• 287Blocos
• 50 Bbbl - VOIP
✓ 15ª Rodada de Licitações
✓ 16ª Rodada de Licitações
Rodadas de Concessão
Oferta de Áreas no RJ (Rodadas de Concessão)
✓ 14ª Rodada de Licitações
• 6Blocos marítimos
✓ 15ª Rodada de Licitações
• Setores marítimos
✓ 16ª Rodada de Licitações
• Setores marítimos
Resultados Potenciais dos 9 leilões no Brasil
+300
Novos Poços
Marítimos
US$ +80 B
Novos Investimentos
US$ +100 B
Royalties
+17
Novas Unidades de
Produção
+600 Km
Gasodutos
US$ +60 B
Excedente em Óleo
+20 Sondas
Offshore trabalhando
simultaneamente
+10 Bbbl
Recuperáveis
+1.100 Km
Linhas de Coleta
+2 Mbpd
Óleo em 2027
US$ +120 B
Imposto de Renda
Milhares de
Empregos
Resultados Potenciais dos 9 leilões no RJ
+13
Unidades de
produção
US$ +170 B
Novos investimentos
+9 Bbbl
Recuperáveis
US$ +12 B
Royalties recebidos
pelo Estado do RJ
US$ +22 B
Participação Especial
recebidos pelo Estado
do RJ
US$ +30 B
Investimentos diretos
US$ +37 B
Royalties recolhidos
pelos concessionários
US$ +8 B
Royalties distribuídos
ao Estado do Rio de
Janeiro
+420 Km
Linhas de coleta
+110
Poços marítimos
+4 Bbbl
Recuperáveis
Até 6
sondas marítimas
trabalhando
simultaneamente
Até 7
Novas unidades de
produção
+1 MM bpd
Petróleo em 2029
Áreas já Contratadas
(Projetos de Desenvolvimento e Produção como os de Lula, Búzios, Libra etc)
Novas Rodadas
Resultados Potenciais no RJ
+20
Unidades de
produção
US$ +200 B
Novos investimentos
+13 Bbbl
Recuperáveis
US$ +20 B
Royalties recebidos
pelo Estado do RJ
Áreas já Contratadas (Projetos de Desenvolvimento e Produção como os de Lula, Búzios, Libra etc) e Novas Rodadas
US$ +23 B
Participação Especial
recebidos pelo Estado
do RJ
Questões relacionadas à estabilidade fiscal
podem afetar a competitividade do Rio de Janeiro
• ICMS sobre a extração de petróleo e gás natural (Lei do Rio de Janeiro 7.182/2015 – antiga Lei
Noel).
• Taxa de Controle, Monitoramento e Fiscalização das Atividades de Pesquisa, Lavra, Exploração e
Aproveitamento de Petróleo e Gás (TFPG) . (Lei do RJ 7.182/2015).
• Depósito de 10% do valor dos benefícios e incentivos fiscais dados pelo Estado do RJ no Fundo
Estadual de Equilíbrio Fiscal (FEEF)
• Exportação ficta, de forma que o ICMS não incida nas operações de circulação de mercadorias que
passem pelo RJ (Decreto Legislativo RJ 02/2016)
Agenda
Aprimoramentos2
Cenário Atual1
Rodadas de Licitação3
Conclusão4
Conclusão
• Ações estão sendo tomadas para reverter a redução das atividades de E&P, aumentar a
atratividade do país e promover a retomada dos investimentos
• Estão previstas 9 Rodadas de Licitação no período 2017-2019, além da oferta permanente de áreas,
criando oportunidades para todos os perfis de empresas
• O desenvolvimento de novos campos de petróleo e gás natural terá impactos relevantes na
indústria de serviços e suprimentos no Rio de Janeiro e no Brasil nos próximos anos
• Todas essas ações em conjunto contribuirão para o crescimento da economia, atraindo bilhões de
Reais em investimentos, aumentando significativamente a arrecadação e gerando milhares de
empregos
• O Estado do RJ será um dos maiores beneficiários das políticas e regulamentos adotados mas,
para manter a competitividade e atrair os investimentos potenciais, precisa manter a estabilidade
fiscal e tributária
Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis - ANP
Av. Rio Branco, 65, 21º andar
Rio de Janeiro – Brasil
Telefone: +55 (21) 2112-8100
www.anp.gov.br
www.brasil-rounds.gov.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Perspectivas para o Gás Natural e o Plano Plurianual de Geologia & Geofísica ...
Perspectivas para o Gás Natural e o Plano Plurianual de Geologia & Geofísica ...Perspectivas para o Gás Natural e o Plano Plurianual de Geologia & Geofísica ...
Perspectivas para o Gás Natural e o Plano Plurianual de Geologia & Geofísica ...
ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
 
Potencial Petrolífero e Perspectivas Exploratórias no Brasil
Potencial Petrolífero e Perspectivas Exploratórias no BrasilPotencial Petrolífero e Perspectivas Exploratórias no Brasil
Potencial Petrolífero e Perspectivas Exploratórias no Brasil
ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
 
14h40 marcio remedio 23 08 leme
14h40 marcio remedio 23 08 leme 14h40 marcio remedio 23 08 leme
14h40 marcio remedio 23 08 leme
slides-mci
 
09h10 mr elaine petersohn 22 08 pedra da gavea
09h10 mr elaine petersohn 22 08 pedra da gavea09h10 mr elaine petersohn 22 08 pedra da gavea
09h10 mr elaine petersohn 22 08 pedra da gavea
slides-mci
 
Os estudos geológicos da ANP e a seleção de áreas exploratórias para as rodad...
Os estudos geológicos da ANP e a seleção de áreas exploratórias para as rodad...Os estudos geológicos da ANP e a seleção de áreas exploratórias para as rodad...
Os estudos geológicos da ANP e a seleção de áreas exploratórias para as rodad...
ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
 
17h00 decio oddone pao de acucar 22 08
17h00 decio oddone pao de acucar 22 0817h00 decio oddone pao de acucar 22 08
17h00 decio oddone pao de acucar 22 08
slides-mci
 
11ª Rodada de Licitações para exploração & produção de óleo e gás
11ª Rodada de Licitações para exploração & produção de óleo e gás11ª Rodada de Licitações para exploração & produção de óleo e gás
11ª Rodada de Licitações para exploração & produção de óleo e gás
ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
 
A participação do Estado do Espírito Santo na 11ª Rodada de Licitações da ANP
A participação do Estado do Espírito Santo na 11ª Rodada de Licitações da ANPA participação do Estado do Espírito Santo na 11ª Rodada de Licitações da ANP
A participação do Estado do Espírito Santo na 11ª Rodada de Licitações da ANP
ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
 
Seminário de Avaliação do Mercado de Combustíveis 2015 (Ano-Base 2014)
Seminário de Avaliação do Mercado de Combustíveis 2015 (Ano-Base 2014)Seminário de Avaliação do Mercado de Combustíveis 2015 (Ano-Base 2014)
Seminário de Avaliação do Mercado de Combustíveis 2015 (Ano-Base 2014)
ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
 
Edição 41 - Petrobras em Ações - Março 2014
 Edição 41 - Petrobras em Ações - Março 2014 Edição 41 - Petrobras em Ações - Março 2014
Edição 41 - Petrobras em Ações - Março 2014
Petrobras
 
O gpar release 1 t14 v9 - port vf
O gpar release 1 t14 v9 - port vfO gpar release 1 t14 v9 - port vf
O gpar release 1 t14 v9 - port vf
Advanilson Neri de Sousa
 
1 - Guilherme Papaterra - ANP (II FEERN - 18-10-13)
1 - Guilherme Papaterra - ANP (II FEERN - 18-10-13)1 - Guilherme Papaterra - ANP (II FEERN - 18-10-13)
1 - Guilherme Papaterra - ANP (II FEERN - 18-10-13)
Guilherme Papaterra
 
J.gabrieli
J.gabrieliJ.gabrieli
J.gabrieli
Luis Nassif
 
Petrobras produz 500 mil barris diários de petróleo do Pré-Sal
Petrobras produz 500 mil barris diários de petróleo do Pré-SalPetrobras produz 500 mil barris diários de petróleo do Pré-Sal
Petrobras produz 500 mil barris diários de petróleo do Pré-Sal
Palácio do Planalto
 
Estrategia, Crescimento e Resultados - Petrobras - Ativa
Estrategia, Crescimento e Resultados - Petrobras - AtivaEstrategia, Crescimento e Resultados - Petrobras - Ativa
Estrategia, Crescimento e Resultados - Petrobras - Ativa
Ativa Corretora
 
Excedentes da Cessão Onerosa
 Excedentes da Cessão Onerosa Excedentes da Cessão Onerosa
Excedentes da Cessão Onerosa
Petrobras
 
Pré-Sal
Pré-SalPré-Sal
Pré-Sal
elismarasouza
 
09h10 marcelo simas 23 09 pedra da gavea
09h10 marcelo simas 23 09 pedra da gavea09h10 marcelo simas 23 09 pedra da gavea
09h10 marcelo simas 23 09 pedra da gavea
slides-mci
 
Webcast 3T09
Webcast 3T09Webcast 3T09
Webcast 3T09
Petrobras
 

Mais procurados (19)

Perspectivas para o Gás Natural e o Plano Plurianual de Geologia & Geofísica ...
Perspectivas para o Gás Natural e o Plano Plurianual de Geologia & Geofísica ...Perspectivas para o Gás Natural e o Plano Plurianual de Geologia & Geofísica ...
Perspectivas para o Gás Natural e o Plano Plurianual de Geologia & Geofísica ...
 
Potencial Petrolífero e Perspectivas Exploratórias no Brasil
Potencial Petrolífero e Perspectivas Exploratórias no BrasilPotencial Petrolífero e Perspectivas Exploratórias no Brasil
Potencial Petrolífero e Perspectivas Exploratórias no Brasil
 
14h40 marcio remedio 23 08 leme
14h40 marcio remedio 23 08 leme 14h40 marcio remedio 23 08 leme
14h40 marcio remedio 23 08 leme
 
09h10 mr elaine petersohn 22 08 pedra da gavea
09h10 mr elaine petersohn 22 08 pedra da gavea09h10 mr elaine petersohn 22 08 pedra da gavea
09h10 mr elaine petersohn 22 08 pedra da gavea
 
Os estudos geológicos da ANP e a seleção de áreas exploratórias para as rodad...
Os estudos geológicos da ANP e a seleção de áreas exploratórias para as rodad...Os estudos geológicos da ANP e a seleção de áreas exploratórias para as rodad...
Os estudos geológicos da ANP e a seleção de áreas exploratórias para as rodad...
 
17h00 decio oddone pao de acucar 22 08
17h00 decio oddone pao de acucar 22 0817h00 decio oddone pao de acucar 22 08
17h00 decio oddone pao de acucar 22 08
 
11ª Rodada de Licitações para exploração & produção de óleo e gás
11ª Rodada de Licitações para exploração & produção de óleo e gás11ª Rodada de Licitações para exploração & produção de óleo e gás
11ª Rodada de Licitações para exploração & produção de óleo e gás
 
A participação do Estado do Espírito Santo na 11ª Rodada de Licitações da ANP
A participação do Estado do Espírito Santo na 11ª Rodada de Licitações da ANPA participação do Estado do Espírito Santo na 11ª Rodada de Licitações da ANP
A participação do Estado do Espírito Santo na 11ª Rodada de Licitações da ANP
 
Seminário de Avaliação do Mercado de Combustíveis 2015 (Ano-Base 2014)
Seminário de Avaliação do Mercado de Combustíveis 2015 (Ano-Base 2014)Seminário de Avaliação do Mercado de Combustíveis 2015 (Ano-Base 2014)
Seminário de Avaliação do Mercado de Combustíveis 2015 (Ano-Base 2014)
 
Edição 41 - Petrobras em Ações - Março 2014
 Edição 41 - Petrobras em Ações - Março 2014 Edição 41 - Petrobras em Ações - Março 2014
Edição 41 - Petrobras em Ações - Março 2014
 
O gpar release 1 t14 v9 - port vf
O gpar release 1 t14 v9 - port vfO gpar release 1 t14 v9 - port vf
O gpar release 1 t14 v9 - port vf
 
1 - Guilherme Papaterra - ANP (II FEERN - 18-10-13)
1 - Guilherme Papaterra - ANP (II FEERN - 18-10-13)1 - Guilherme Papaterra - ANP (II FEERN - 18-10-13)
1 - Guilherme Papaterra - ANP (II FEERN - 18-10-13)
 
J.gabrieli
J.gabrieliJ.gabrieli
J.gabrieli
 
Petrobras produz 500 mil barris diários de petróleo do Pré-Sal
Petrobras produz 500 mil barris diários de petróleo do Pré-SalPetrobras produz 500 mil barris diários de petróleo do Pré-Sal
Petrobras produz 500 mil barris diários de petróleo do Pré-Sal
 
Estrategia, Crescimento e Resultados - Petrobras - Ativa
Estrategia, Crescimento e Resultados - Petrobras - AtivaEstrategia, Crescimento e Resultados - Petrobras - Ativa
Estrategia, Crescimento e Resultados - Petrobras - Ativa
 
Excedentes da Cessão Onerosa
 Excedentes da Cessão Onerosa Excedentes da Cessão Onerosa
Excedentes da Cessão Onerosa
 
Pré-Sal
Pré-SalPré-Sal
Pré-Sal
 
09h10 marcelo simas 23 09 pedra da gavea
09h10 marcelo simas 23 09 pedra da gavea09h10 marcelo simas 23 09 pedra da gavea
09h10 marcelo simas 23 09 pedra da gavea
 
Webcast 3T09
Webcast 3T09Webcast 3T09
Webcast 3T09
 

Semelhante a Rodadas de Licitação 2017

Programa de Investimento em Logística 2015-2018
Programa de Investimento em Logística 2015-2018Programa de Investimento em Logística 2015-2018
Programa de Investimento em Logística 2015-2018
Portos do Brasil
 
DOC_ORADOR_C_11886_K-Comissao-Permanente-CAE-20130917CNJ016_parte2460_RESULTA...
DOC_ORADOR_C_11886_K-Comissao-Permanente-CAE-20130917CNJ016_parte2460_RESULTA...DOC_ORADOR_C_11886_K-Comissao-Permanente-CAE-20130917CNJ016_parte2460_RESULTA...
DOC_ORADOR_C_11886_K-Comissao-Permanente-CAE-20130917CNJ016_parte2460_RESULTA...
HitaloSantos7
 
Pre sal - apresentação ibef v09
Pre sal - apresentação ibef v09Pre sal - apresentação ibef v09
Pre sal - apresentação ibef v09
Pre sal - apresentação ibef v09Pre sal - apresentação ibef v09
Fact Sheet 2013
Fact Sheet 2013Fact Sheet 2013
Fact Sheet 2013
Petrobras
 
Webcast: Resultados do 2º trimestre de 2008
Webcast: Resultados do 2º trimestre de 2008Webcast: Resultados do 2º trimestre de 2008
Webcast: Resultados do 2º trimestre de 2008
Petrobras
 
A Indústria do Petróleo
A Indústria do PetróleoA Indústria do Petróleo
Edição 40 - Petrobras em Ações - Novembro 2013
Edição 40 - Petrobras em Ações - Novembro 2013Edição 40 - Petrobras em Ações - Novembro 2013
Edição 40 - Petrobras em Ações - Novembro 2013
Petrobras
 
Perspectivas Pequeno Produtor - Panergy - Normando Paes
Perspectivas Pequeno Produtor - Panergy - Normando PaesPerspectivas Pequeno Produtor - Panergy - Normando Paes
Perspectivas Pequeno Produtor - Panergy - Normando Paes
Sistema FIEB
 
apresentacao_0f9VRb1AkL
apresentacao_0f9VRb1AkLapresentacao_0f9VRb1AkL
apresentacao_0f9VRb1AkL
FatoseDados
 
Apresentação Gabrielli Assembléia Legislativa Ceará
Apresentação Gabrielli Assembléia Legislativa CearáApresentação Gabrielli Assembléia Legislativa Ceará
Apresentação Gabrielli Assembléia Legislativa Ceará
FatoseDados
 
Webcast sobre o 1º trimestre de 2013
Webcast sobre o 1º trimestre de 2013Webcast sobre o 1º trimestre de 2013
Webcast sobre o 1º trimestre de 2013
Petrobras
 
Apres Camara270509
Apres Camara270509Apres Camara270509
Apres Camara270509
Joaquim Leao
 
Apresentação Institucional Março de 2024
Apresentação Institucional Março de 2024Apresentação Institucional Março de 2024
Apresentação Institucional Março de 2024
VtorCarvalho20
 
Webcast 2T13
Webcast 2T13Webcast 2T13
Webcast 2T13
Petrobras
 
Apresentação SPEtro 17-10-2017
Apresentação SPEtro 17-10-2017Apresentação SPEtro 17-10-2017
Apresentação SPEtro 17-10-2017
Gabriel Costa
 
Relatório de Sustentabilidade 2010
Relatório de Sustentabilidade 2010Relatório de Sustentabilidade 2010
Relatório de Sustentabilidade 2010
Petrobras
 
RIO OIL & GAS
RIO OIL & GASRIO OIL & GAS
RIO OIL & GAS
André Luiz Bernardes
 
Webcast sobre Resultados do 4T13 e Plano de Negócios e Gestão 2014-2018
Webcast sobre Resultados do 4T13 e Plano de Negócios e Gestão 2014-2018Webcast sobre Resultados do 4T13 e Plano de Negócios e Gestão 2014-2018
Webcast sobre Resultados do 4T13 e Plano de Negócios e Gestão 2014-2018
Petrobras
 
Minuta do contrato de concessão a ser utilizado nas futuras Rodadas de Licita...
Minuta do contrato de concessão a ser utilizado nas futuras Rodadas de Licita...Minuta do contrato de concessão a ser utilizado nas futuras Rodadas de Licita...
Minuta do contrato de concessão a ser utilizado nas futuras Rodadas de Licita...
ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
 

Semelhante a Rodadas de Licitação 2017 (20)

Programa de Investimento em Logística 2015-2018
Programa de Investimento em Logística 2015-2018Programa de Investimento em Logística 2015-2018
Programa de Investimento em Logística 2015-2018
 
DOC_ORADOR_C_11886_K-Comissao-Permanente-CAE-20130917CNJ016_parte2460_RESULTA...
DOC_ORADOR_C_11886_K-Comissao-Permanente-CAE-20130917CNJ016_parte2460_RESULTA...DOC_ORADOR_C_11886_K-Comissao-Permanente-CAE-20130917CNJ016_parte2460_RESULTA...
DOC_ORADOR_C_11886_K-Comissao-Permanente-CAE-20130917CNJ016_parte2460_RESULTA...
 
Pre sal - apresentação ibef v09
Pre sal - apresentação ibef v09Pre sal - apresentação ibef v09
Pre sal - apresentação ibef v09
 
Pre sal - apresentação ibef v09
Pre sal - apresentação ibef v09Pre sal - apresentação ibef v09
Pre sal - apresentação ibef v09
 
Fact Sheet 2013
Fact Sheet 2013Fact Sheet 2013
Fact Sheet 2013
 
Webcast: Resultados do 2º trimestre de 2008
Webcast: Resultados do 2º trimestre de 2008Webcast: Resultados do 2º trimestre de 2008
Webcast: Resultados do 2º trimestre de 2008
 
A Indústria do Petróleo
A Indústria do PetróleoA Indústria do Petróleo
A Indústria do Petróleo
 
Edição 40 - Petrobras em Ações - Novembro 2013
Edição 40 - Petrobras em Ações - Novembro 2013Edição 40 - Petrobras em Ações - Novembro 2013
Edição 40 - Petrobras em Ações - Novembro 2013
 
Perspectivas Pequeno Produtor - Panergy - Normando Paes
Perspectivas Pequeno Produtor - Panergy - Normando PaesPerspectivas Pequeno Produtor - Panergy - Normando Paes
Perspectivas Pequeno Produtor - Panergy - Normando Paes
 
apresentacao_0f9VRb1AkL
apresentacao_0f9VRb1AkLapresentacao_0f9VRb1AkL
apresentacao_0f9VRb1AkL
 
Apresentação Gabrielli Assembléia Legislativa Ceará
Apresentação Gabrielli Assembléia Legislativa CearáApresentação Gabrielli Assembléia Legislativa Ceará
Apresentação Gabrielli Assembléia Legislativa Ceará
 
Webcast sobre o 1º trimestre de 2013
Webcast sobre o 1º trimestre de 2013Webcast sobre o 1º trimestre de 2013
Webcast sobre o 1º trimestre de 2013
 
Apres Camara270509
Apres Camara270509Apres Camara270509
Apres Camara270509
 
Apresentação Institucional Março de 2024
Apresentação Institucional Março de 2024Apresentação Institucional Março de 2024
Apresentação Institucional Março de 2024
 
Webcast 2T13
Webcast 2T13Webcast 2T13
Webcast 2T13
 
Apresentação SPEtro 17-10-2017
Apresentação SPEtro 17-10-2017Apresentação SPEtro 17-10-2017
Apresentação SPEtro 17-10-2017
 
Relatório de Sustentabilidade 2010
Relatório de Sustentabilidade 2010Relatório de Sustentabilidade 2010
Relatório de Sustentabilidade 2010
 
RIO OIL & GAS
RIO OIL & GASRIO OIL & GAS
RIO OIL & GAS
 
Webcast sobre Resultados do 4T13 e Plano de Negócios e Gestão 2014-2018
Webcast sobre Resultados do 4T13 e Plano de Negócios e Gestão 2014-2018Webcast sobre Resultados do 4T13 e Plano de Negócios e Gestão 2014-2018
Webcast sobre Resultados do 4T13 e Plano de Negócios e Gestão 2014-2018
 
Minuta do contrato de concessão a ser utilizado nas futuras Rodadas de Licita...
Minuta do contrato de concessão a ser utilizado nas futuras Rodadas de Licita...Minuta do contrato de concessão a ser utilizado nas futuras Rodadas de Licita...
Minuta do contrato de concessão a ser utilizado nas futuras Rodadas de Licita...
 

Mais de ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis

Regulação da indústria do gás natural
Regulação da indústria do gás naturalRegulação da indústria do gás natural
Apresentação da ANP na OTC - maio 2016
Apresentação da ANP na OTC - maio 2016Apresentação da ANP na OTC - maio 2016
Bacia do Amazonas
Bacia do AmazonasBacia do Amazonas
Áreas em oferta na 13ª Rodada de Licitações
Áreas em oferta na 13ª Rodada de LicitaçõesÁreas em oferta na 13ª Rodada de Licitações
Áreas em oferta na 13ª Rodada de Licitações
ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
 
Diretrizes ambientais bacias terrestres
Diretrizes ambientais bacias terrestresDiretrizes ambientais bacias terrestres
Diretrizes ambientais - Bacias Marítimas
Diretrizes ambientais - Bacias MarítimasDiretrizes ambientais - Bacias Marítimas
A Renewed View on the Petroleum Potential of the Eastern Margin of Brazil
A Renewed View on the Petroleum Potential of the Eastern Margin of BrazilA Renewed View on the Petroleum Potential of the Eastern Margin of Brazil
A Renewed View on the Petroleum Potential of the Eastern Margin of Brazil
ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
 
Brazilian Carbonate Oil Fields: A Perspective
Brazilian Carbonate Oil Fields: A PerspectiveBrazilian Carbonate Oil Fields: A Perspective
Brazilian Carbonate Oil Fields: A Perspective
ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
 
Brazilian O&G sector Current scenario and perspectives: The 13th Bidding Round
Brazilian O&G sector Current scenario and perspectives: The 13th Bidding RoundBrazilian O&G sector Current scenario and perspectives: The 13th Bidding Round
Brazilian O&G sector Current scenario and perspectives: The 13th Bidding Round
ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
 
Exploration Diversity in Brazi
Exploration Diversity in BraziExploration Diversity in Brazi
Consulta Consulta Pública ANP 10/2014: As novas regras para investimentos em ...
Consulta Consulta Pública ANP 10/2014: As novas regras para investimentos em ...Consulta Consulta Pública ANP 10/2014: As novas regras para investimentos em ...
Consulta Consulta Pública ANP 10/2014: As novas regras para investimentos em ...
ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis
 
Bacia de Sergipe Alagoas
Bacia de Sergipe AlagoasBacia de Sergipe Alagoas
Bacia do Recôncavo
Bacia do RecôncavoBacia do Recôncavo
Bacia Potiguar
Bacia PotiguarBacia Potiguar
Bacia de Pelotas
Bacia de PelotasBacia de Pelotas
Bacia do Parnaíba
Bacia do ParnaíbaBacia do Parnaíba
Bacia de Jacuípe
Bacia de JacuípeBacia de Jacuípe
Bacia do Espírito Santo
Bacia do Espírito SantoBacia do Espírito Santo
Bacia de Campos
Bacia de CamposBacia de Campos
Bacia de Camamu-Almada
Bacia de Camamu-AlmadaBacia de Camamu-Almada

Mais de ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (20)

Regulação da indústria do gás natural
Regulação da indústria do gás naturalRegulação da indústria do gás natural
Regulação da indústria do gás natural
 
Apresentação da ANP na OTC - maio 2016
Apresentação da ANP na OTC - maio 2016Apresentação da ANP na OTC - maio 2016
Apresentação da ANP na OTC - maio 2016
 
Bacia do Amazonas
Bacia do AmazonasBacia do Amazonas
Bacia do Amazonas
 
Áreas em oferta na 13ª Rodada de Licitações
Áreas em oferta na 13ª Rodada de LicitaçõesÁreas em oferta na 13ª Rodada de Licitações
Áreas em oferta na 13ª Rodada de Licitações
 
Diretrizes ambientais bacias terrestres
Diretrizes ambientais bacias terrestresDiretrizes ambientais bacias terrestres
Diretrizes ambientais bacias terrestres
 
Diretrizes ambientais - Bacias Marítimas
Diretrizes ambientais - Bacias MarítimasDiretrizes ambientais - Bacias Marítimas
Diretrizes ambientais - Bacias Marítimas
 
A Renewed View on the Petroleum Potential of the Eastern Margin of Brazil
A Renewed View on the Petroleum Potential of the Eastern Margin of BrazilA Renewed View on the Petroleum Potential of the Eastern Margin of Brazil
A Renewed View on the Petroleum Potential of the Eastern Margin of Brazil
 
Brazilian Carbonate Oil Fields: A Perspective
Brazilian Carbonate Oil Fields: A PerspectiveBrazilian Carbonate Oil Fields: A Perspective
Brazilian Carbonate Oil Fields: A Perspective
 
Brazilian O&G sector Current scenario and perspectives: The 13th Bidding Round
Brazilian O&G sector Current scenario and perspectives: The 13th Bidding RoundBrazilian O&G sector Current scenario and perspectives: The 13th Bidding Round
Brazilian O&G sector Current scenario and perspectives: The 13th Bidding Round
 
Exploration Diversity in Brazi
Exploration Diversity in BraziExploration Diversity in Brazi
Exploration Diversity in Brazi
 
Consulta Consulta Pública ANP 10/2014: As novas regras para investimentos em ...
Consulta Consulta Pública ANP 10/2014: As novas regras para investimentos em ...Consulta Consulta Pública ANP 10/2014: As novas regras para investimentos em ...
Consulta Consulta Pública ANP 10/2014: As novas regras para investimentos em ...
 
Bacia de Sergipe Alagoas
Bacia de Sergipe AlagoasBacia de Sergipe Alagoas
Bacia de Sergipe Alagoas
 
Bacia do Recôncavo
Bacia do RecôncavoBacia do Recôncavo
Bacia do Recôncavo
 
Bacia Potiguar
Bacia PotiguarBacia Potiguar
Bacia Potiguar
 
Bacia de Pelotas
Bacia de PelotasBacia de Pelotas
Bacia de Pelotas
 
Bacia do Parnaíba
Bacia do ParnaíbaBacia do Parnaíba
Bacia do Parnaíba
 
Bacia de Jacuípe
Bacia de JacuípeBacia de Jacuípe
Bacia de Jacuípe
 
Bacia do Espírito Santo
Bacia do Espírito SantoBacia do Espírito Santo
Bacia do Espírito Santo
 
Bacia de Campos
Bacia de CamposBacia de Campos
Bacia de Campos
 
Bacia de Camamu-Almada
Bacia de Camamu-AlmadaBacia de Camamu-Almada
Bacia de Camamu-Almada
 

Último

Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Renan Batista Bitcoin
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
AlfeuBuriti1
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Dantas
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Carlos Eduardo Coan Junior
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
InsttLcioEvangelista
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 

Último (8)

Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 

Rodadas de Licitação 2017

  • 1. Rodadas de Licitação 2017 Potenciais Impactos no RJ Décio Oddone, Diretor Geral Rio de Janeiro, 27 de junho de 2017.
  • 2. Aprimoramentos2 Cenário Atual1 Rodadas de Licitação3 Agenda Conclusão4
  • 3. A Indústria do Petróleo no Brasil ✓ ~ 11% do PIB Industrial* ✓ ~ 50% da Oferta Interna de Energia ✓ R$ 295 bilhões em participações governamentais (2005-2016) ✓ Bilhões em investimentos anuais ✓ Bilhões em desenvolvimento tecnológico ✓ Milhares de empregos ✓ 5º maior consumidor mundial de derivados ✓ 3º maior consumidor de combustíveis de transporte ✓ Consumo aparente de combustíveis (2016): • ~135 milhões de m³ ✓ Capacidade de refino (2016): • ~2,3 milhões de bbl/d ✓ 1 26.472 agentes ✓ 12º maior produtor mundial de petróleo e gás ✓ Produção (Abril, 2017): • Petróleo – 2,5 milhões bpd • Gás – 101 milhões m3/d ✓ Reservas Provadas (Dez, 2016): • Petróleo – 12,7 bilhões bbl • Gás – 378 bilhões m³ ✓ 311 blocos ✓ 443 campos ✓ 95 grupos econômicos *Fonte: CNI (2014) Responde por E&P Downstream
  • 4. 0 10.000 20.000 30.000 40.000 50.000 60.000 0 400.000 800.000 1.200.000 1.600.000 2.000.000 Gásnatural-Milmetroscúbicospordia(Mm3/d) Petróleo-Barrispordia(bbl/d) Produção de petróleo e gás no Estado Petróleo (bbl/d) Gás Natural (Mm³/d) Exploração e Produção (Estado do Rio de Janeiro) 1º Produtor Nacional de Petróleo e Gás Reservas Provadas (Dez, 2016): Petróleo – 10,4B bbl Gás – 231B m³ Produção (Abril, 2017): Petróleo – 1.688.718bpd Gás – 47.662mil m3/d 3.015 poços perfurados Produção Acumulada - 11,8 Bbbl (Óleo) e 212Bm³ (Gás) 68 campos 500 poços produtores (04/17)
  • 5. Histórico de rodadas da ANP 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 20152005200420032002200120001999 Blocos no cluster do pré-sal PEM realizado: 37%Terra 5% Mar 13% do PEM realizado Apenas 14% dos blocos arrematados Descoberta do pré-sal 0 50 100 150 2013 2014 2015 2016 2017 US$ Brent Rodadas Anuais 5 anos sem rodadas
  • 6. Cenário (setor de E&P no Brasil) Cinco anos sem rodadas (2008-2013), redução dos investimentos da Petrobras e queda no preço do petróleo: diminuição das atividades 91 94 108 149 186 182 176 238 232 163 94 85 39 0 50 100 150 200 250 Poços Exploratórios Concluídos 6 76 73 92 104 132 133 146 149 173 130 81 73 22 0 40 80 120 160 200 Declarações de Descoberta 6
  • 7. 0 20 40 60 80 100 Número de Sondas operando no Brasil 16 Poucas sondas operando no Brasil 54 53 23 20 9 7 3 3 2 0 10 20 30 40 50 60 Venezuela Argentina México Colômbia Brasil Equador Trinidad e Tobago Bolivia Peru Chile Ranking de Sondas em Operação na AL (Maio de 2017) 16 575 241 0 100 200 300 400 500 600 700 2015 2016 2017 Poços de Desenvolvimento Concluídos 36 Cenário (setor de E&P no Brasil)
  • 8. Cenário (setor de E&P no Estado do Rio de Janeiro) 47 25 20 11 7 0 10 20 30 40 50 2012 2013 2014 2015 2016 2017 Poços Exploratórios Concluídos 2 63 80 35 26 36 10 17 21 39 34 0 20 40 60 80 100 2012 2013 2014 2015 2016 2017 Poços de Desenvolvimento Concluídos Campos Santos 5 10 15 18 16 14 21 21 54 56 47 30 22 8 8 0 15 30 45 60 Declarações de Descoberta 0
  • 9. Cenário (setor de E&P no Brasil) ✓ Menos de 5% das áreas sedimentares contratadas ✓ Apenas 30.000 poços perfurados ✓ Necessidade de aprimoramentos para atrair novos investimentos e retomar o crescimento da Indústria 0 25.000 50.000 75.000 100.000 1949 1952 1955 1958 1961 1964 1967 1970 1973 1976 1979 1982 1985 1988 1991 1994 1997 2000 2003 2006 2009 2012 Poços Perfurados nos EUA
  • 10. Cenário (Pré-sal) 31,6 31,2 30,5 30,3 29,6 29,4 29,3 28,8 28,7 28,6 28 29 30 31 32 MilharesdeBarrispordia 10 Poços Mais Produtivos - Março de 2017 Alta Chance de Sucesso Geológico 46% Grandes Estruturas27º 0,6 0,95 1,27 1,54 0,4 0,8 1,2 1,6 MilhõesdeBarrisdeÓleoEquivalentepordia Produção do Pre-sal Reservatórios de Alta Qualidade Uma das maiores oportunidades exploratórias no mundo API
  • 11. Cenário Global ✓ Competição global por investimentos 2017: Rodadas em cerca de 40 países ✓ Fim da era do petróleo caro (previsão de US$ 70/bbl no longo prazo) ✓ Fontes de energia renováveis ganhando competitividade (transição para uma economia de baixo carbono) ✓ Seletividade na aprovação de novos investimentos
  • 13. Aprimoramentos na Política Energética • Fim da obrigatoriedade de a Petrobras ser operada única no Pré-sal • Novas políticas de E&P aprovadas pelo Conselho Nacional do Política Energética: ✓ Oferta permanente ✓ Conteúdo local: • Programas: – REATE – Gás para Crescer – Renovabio – Combustível Brasil • Unidade de Produção25% • Construção de Poços25% • Exploração50% • Produção50% TerraMar • Coleta e Escoamento40% • Atividade Exploratória18%
  • 14. ✓ Modelo empregado em diversos países ✓ Oferta de áreas devolvidas e blocos exploratórios não arrematados em leilões (excluem-se as áreas dentro do polígono do pré-sal e estratégicas) ✓ Contribuirá para a revitalização da indústria onshore e para o desenvolvimento de pequenas e médias empresas ✓ Agregará valor aos polos ofertados no programa de desinvestimento da Petrobras ✓ Aumentará o conhecimento de áreas de nova fronteira ✓ Trará dinamismo e agilidade na oferta de áreas no Brasil ✓ Início em 2018 Oferta Permanente de Áreas Ex: Bacias do Recôncavo e Tucano Sul
  • 15. ✓ Incentivar a exploração e produção de petróleo e gás natural ✓ Realizar as rodadas de licitação ✓ Estimular a extensão da vida útil dos campos de petróleo e gás e promover ações para maximizar o fator de recuperação dos reservatórios ✓ Aprimorar contratos, simplificar regulamentos e reduzir o tempo de tramitação de processos ✓ Atuar para o desenvolvimento de um mercado de gás natural que atenda os interesses da sociedade ✓ Fomentar investimentos na produção, distribuição e revenda de derivados de petróleo e biocombustíveis Ajustes nas Prioridades da ANP
  • 16. • Medidas regulatórias de curto prazo que destravem investimentos em desenvolvimento e produção de áreas já contratadas: ✓ Conteúdo Local ✓ Prorrogação Contratual ✓ Incentivo sobre a produção incremental em campos maduros (até 5% de royalties) ✓ Simplificação administrativa e regulatória • Ações voltadas ao médio/longo prazos (rodadas de licitação): ✓ Redução dos custos de entrada ✓ Simplificação dos contratos ✓ Incentivo para atuação de fundos de investimentos ✓ Ajuste de royalties para as áreas de nova fronteira e bacias maduras que apresentem maiores riscos geológicos, logísticos e econômicos 10% 7,5% 5% 0,0% 2,5% 5,0% 7,5% 10,0% Mar (Elevado Potencial) Terra (Bacias Maduras) Nova Fronteira Alíquotas de Royalties Ações para estimular atividade
  • 17. Ações para estimular atividade 2024 20252023202220212020201920182017 • extensão 11ª e 12ª rodadas • estímulo à revitalização de campos • extensão concessões • otimização regulatória • novas áreas: • rodadas • oferta permanente • negociação cessão onerosa e destravamento de projetos: • R$ 240 bi investimentos • 20 FPSO’s • 900 poços Solucionar questões relacionadas com conteúdo local
  • 18. Trata-se potencialmente da maior transformação no setor energético brasileiro desde a fundação da Petrobras, em 1953. Setor de O&G no Brasil em 2017 Mercado Diversificado e Competitivo Aprimoramentos nas Políticas Energéticas e na Regulação Plano de Desinvestimentos da Petrobras Necessidade de fornecedores e prestadores de serviços adicionais Cronograma de Rodadas de Licitações e Oferta Permanente de Áreas
  • 20. Pela primeira vez, um calendário de Rodadas 2017 27.09.17 14ª Rodada de Licitações: Margem Leste e Bacias Terrestres 2017 27.10.17 2ª Rodada de Partilha de Produção: Gato do Mato, Carcará, Sapinhoá e Tartaruga Verde 3ª Rodada de Partilha de Produção: Peroba, Pau Brasil, Alto de Cabo Frio Oeste e Alto de Cabo Frio Central 2018 (Maio) 15ª Rodada de Licitações: Margem Equatorial e Bacias Terrestres 2018 (Maio) 4ª Rodada de Partilha de Produção: Saturno, Três Marias, Uirapuru, C-M-537, C-M-655, C-M-657 e C-M-709 2018 (a definir) 5ª Rodada de Campos Maduros: áreas a serem definidas 2019 3º tri 16ª Rodada de Licitações: Margem Leste e Bacias Terrestres 4ª Rodada de Partilha de Produção: Aram, Bumerangue e SE Lula, Sul e SW Júpiter 6ª Rodada de Campos Maduros: áreas a serem definidas 2017 27.10.17 2019 3º tri 2019 (a definir)
  • 21. Blocos em oferta contêm áreas excluídas da 9ª Rodada de Licitação
  • 22. Rodadas de Partilha 18Áreas no Pré-sal 3 Na 5ª Rodada de Partilha 4 Na 2ª Rodada de Partilha 4 Na 3ª Rodada de Partilha 7 Na 4ª Rodada de Partilha
  • 23. Oferta de Áreas no RJ (Rodadas de Partilha) 15Áreas no Rio de Janeiro* 1 Na 5ª Rodada de Partilha 3 Na 2ª Rodada de Partilha 4 Na 3ª Rodada de Partilha 7 Na 4ª Rodada de Partilha *Parcial ou totalmente confrontante
  • 24. 2ª Rodada de Partilha de Produção Área Alíquota Mínima* Bônus de Assinatura (Milhões de R$) Carcará 22,08% 3.000 Gato do Mato 11,53% 100 Sapinhoá 10,34% 200 Tartaruga Verde 12,98% 100 • Baseado em US$ 50/bbl e 11.000 bpd de produtividade média dos poços. Teto em óleo: 50% (Carcará) e 80% (outras áreas). 3ª Rodada de Partilha de Produção Área Alíquota Mínima* Bônus de Assinatura (Milhões de R$) Peroba 13,89% 2.000 Pau Brasil 14,40% 1.500 Alto de Cabo Frio Oeste 22,87% 350 Alto de Cabo Frio Central 21,38% 500 • Baseado em US$ 50/bbl e 12.000 bpd de produtividade média dos poços. Teto em óleo: 50%. Parâmetros da 2ª e 3ª Rodada de Partilha
  • 25. ✓ 14ª Rodada de Licitações • 287Blocos • 50 Bbbl - VOIP ✓ 15ª Rodada de Licitações ✓ 16ª Rodada de Licitações Rodadas de Concessão
  • 26. Oferta de Áreas no RJ (Rodadas de Concessão) ✓ 14ª Rodada de Licitações • 6Blocos marítimos ✓ 15ª Rodada de Licitações • Setores marítimos ✓ 16ª Rodada de Licitações • Setores marítimos
  • 27. Resultados Potenciais dos 9 leilões no Brasil +300 Novos Poços Marítimos US$ +80 B Novos Investimentos US$ +100 B Royalties +17 Novas Unidades de Produção +600 Km Gasodutos US$ +60 B Excedente em Óleo +20 Sondas Offshore trabalhando simultaneamente +10 Bbbl Recuperáveis +1.100 Km Linhas de Coleta +2 Mbpd Óleo em 2027 US$ +120 B Imposto de Renda Milhares de Empregos
  • 28. Resultados Potenciais dos 9 leilões no RJ +13 Unidades de produção US$ +170 B Novos investimentos +9 Bbbl Recuperáveis US$ +12 B Royalties recebidos pelo Estado do RJ US$ +22 B Participação Especial recebidos pelo Estado do RJ US$ +30 B Investimentos diretos US$ +37 B Royalties recolhidos pelos concessionários US$ +8 B Royalties distribuídos ao Estado do Rio de Janeiro +420 Km Linhas de coleta +110 Poços marítimos +4 Bbbl Recuperáveis Até 6 sondas marítimas trabalhando simultaneamente Até 7 Novas unidades de produção +1 MM bpd Petróleo em 2029 Áreas já Contratadas (Projetos de Desenvolvimento e Produção como os de Lula, Búzios, Libra etc) Novas Rodadas
  • 29. Resultados Potenciais no RJ +20 Unidades de produção US$ +200 B Novos investimentos +13 Bbbl Recuperáveis US$ +20 B Royalties recebidos pelo Estado do RJ Áreas já Contratadas (Projetos de Desenvolvimento e Produção como os de Lula, Búzios, Libra etc) e Novas Rodadas US$ +23 B Participação Especial recebidos pelo Estado do RJ
  • 30. Questões relacionadas à estabilidade fiscal podem afetar a competitividade do Rio de Janeiro • ICMS sobre a extração de petróleo e gás natural (Lei do Rio de Janeiro 7.182/2015 – antiga Lei Noel). • Taxa de Controle, Monitoramento e Fiscalização das Atividades de Pesquisa, Lavra, Exploração e Aproveitamento de Petróleo e Gás (TFPG) . (Lei do RJ 7.182/2015). • Depósito de 10% do valor dos benefícios e incentivos fiscais dados pelo Estado do RJ no Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal (FEEF) • Exportação ficta, de forma que o ICMS não incida nas operações de circulação de mercadorias que passem pelo RJ (Decreto Legislativo RJ 02/2016)
  • 32. Conclusão • Ações estão sendo tomadas para reverter a redução das atividades de E&P, aumentar a atratividade do país e promover a retomada dos investimentos • Estão previstas 9 Rodadas de Licitação no período 2017-2019, além da oferta permanente de áreas, criando oportunidades para todos os perfis de empresas • O desenvolvimento de novos campos de petróleo e gás natural terá impactos relevantes na indústria de serviços e suprimentos no Rio de Janeiro e no Brasil nos próximos anos • Todas essas ações em conjunto contribuirão para o crescimento da economia, atraindo bilhões de Reais em investimentos, aumentando significativamente a arrecadação e gerando milhares de empregos • O Estado do RJ será um dos maiores beneficiários das políticas e regulamentos adotados mas, para manter a competitividade e atrair os investimentos potenciais, precisa manter a estabilidade fiscal e tributária
  • 33. Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis - ANP Av. Rio Branco, 65, 21º andar Rio de Janeiro – Brasil Telefone: +55 (21) 2112-8100 www.anp.gov.br www.brasil-rounds.gov.br