SlideShare uma empresa Scribd logo
Relatório
                   Final




A utilização das TIC nos processos de Ensino/Aprendizagem
A utilização das TIC nos processos de Ensino/Aprendizagem




Formador: Professor Armando Pereira da Silva




Local: Escola Superior de Educação – P. Porto




Formanda: Maria de Fátima Neves Vasconcelos Dias




                                                            Junho 2011




                                                                              2
A utilização das TIC nos processos de Ensino/Aprendizagem


   Introdução


       O presente relatório tem como finalidade fazer uma análise reflexiva sobre a
acção frequentada e, em simultâneo, avaliar o seu contributo a nível profissional e
pessoal.

       Pretendemos também, fazer a auto-avaliação face aos objectivos da acção e
fazer algumas propostas relativas à mesma.

       Não é nossa pretensão fazer uma análise exaustiva a estes parâmetros, mas
apenas uma abordagem contributiva para a sua avaliação.




                                                                                         3
A utilização das TIC nos processos de Ensino/Aprendizagem


1. Importância da formação de professores na área das TIC e a
importância da utilização das TIC pelos alunos


       Sabemos que a formação de professores na área das TIC ajuda a promover
o desenvolvimento curricular, a integração transdisciplinar das TIC, a elaboração de
recursos educativos digitais e a sua aplicação no processo de ensino/aprendizagem,
de forma a fomentar o desenvolvimento de mais e melhor ensino e aprendizagem
para os alunos. O desempenho dos alunos será tanto melhor quanto melhor o
professor for capaz de ir ao encontro das motivações das crianças. A utilização das
TIC permitirá, assim, uma aprendizagem integral e activa dos nossos alunos.
       A formação de professores nas TIC permitirá também quer a promoção e
reflexão    sobre   metodologias     de    aplicação     das    TIC    no    processo      de
ensino/aprendizagem, quer o incentivo para a produção de materiais diversificados e
apelativos de apoio ao ensino e sua disponibilização on-line, prolongando os
momentos de aprendizagem dos alunos no tempo e no espaço. Esta partilha de
materiais   e   aprendizagens      proporcionará     ainda     um     acompanhamento        e
conhecimento dos Encarregados de Educação sobre as aprendizagens feitas e as
actividades desenvolvidas pelos alunos a nível de escola e de sala de aula.
       A plataforma Moodle enquanto ferramenta de comunicação e interacção à
distância proporcionada pelas TIC, podem ser potenciadoras na promoção de boas
práticas nos vários contextos e modelos de aprendizagem, baseadas num trabalho
colaborativo e nas comunidades virtuais de aprendizagem.
       A implementação de novos modelos curriculares com maior ênfase em
competências transversais e na realização de tarefas de uma forma autónoma por
parte do aluno e ainda a inclusão de novas áreas curriculares não disciplinares,
justifica a minha formação de forma a dar resposta a estes paradigmas, incluindo as
TIC como ferramentas potenciadoras e geradoras de novas situações de
aprendizagem e metodologias de trabalho.


2. Grau de adequação da modalidade de formação utilizada


       Penso que foi adequada a modalidade de formação utilizada na medida em
que houve a preocupação de se descobrir as potencialidades das TIC no processo

                                                                                            4
A utilização das TIC nos processos de Ensino/Aprendizagem


de ensino / aprendizagem através da exploração das diversas potencialidades dos
quadros interactivos descobrindo-se formas de apresentação de boas práticas. A
informação dada baseou-se numa aprendizagem através da descoberta pela
pesquisa, confrontando-se com as dos colegas da turma. Permitiu também a
pesquisa e aplicação de variadas potencialidades das TIC. A acção e o formador
proporcionaram uma aprendizagem adequada ao nível de competências TIC de
cada formando, respeitando o ritmo de aprendizagem e de execução individual.


3. A plataforma como extensão da componente presencial nos
processos desenvolvidos com os seus alunos e os seus pares .


      Pude verificar que a utilização da plataforma Moodle como instrumento
didáctico permite quer um enriquecimento das nossas metodologias de ensino,
destacando-se o uso da internet para a construção de conhecimentos e de
comunicação (escola/aluno, escola/ Encarregados de Educação), quer a criação de
estratégias de utilização das TIC numa perspectiva de reorganização e gestão de
sala de aula, adaptadas aos espaços e equipamentos disponíveis nas escolas
dando oportunidade aos alunos de serem apoiados nas suas aprendizagens e na
produção de recursos quer de uma forma presencial quer à distância.


4. Reflexão Final


      A acção de formação na sua globalidade correspondeu às nossas
expectativas. Apesar de esperar um trabalho mais intensivo na utilização de
computadores portáteis (por exemplo Magalhães) em interacção com a plataforma
Moodle, a abordagem feita, pelo formador, nas diversas dimensões das TIC – QI,
Moodle, pesquisa no youtube e construção do blog – foram importantes para
despertar a curiosidade e o interesse para a descoberta e procura de novos
conhecimentos e potencialidades destas e de outras ferramentas interactivas. Por
parte do formador houve a preocupação de despertar a atenção de todos os
formandos, o que sabemos ser uma tarefa um pouco difícil à hora que se
desenrolavam as acções. Todavia, conseguiu motivar para os conteúdos da acção
revelando boa capacidade em comunicar-lhes os conhecimentos e de incentivar o

                                                                                        5
A utilização das TIC nos processos de Ensino/Aprendizagem


trabalho e participação dos mesmos. Os trabalhos experimentais realizados, as
consultas   indicados   pelo   formador   proporcionaram       momentos       de   intensa
aprendizagem, através da experimentação activa.
       Considero também que o trabalho desenvolvido e apresentado na plataforma
será a melhor forma de avaliar as nossas aprendizagens e o nosso empenho, para
além deste registo escrito de opinião/avaliação.




5. Designação da Acção de Formação:


   “A Utilização das Tic nos Processos de Ensino/Aprendizagem”

   Endereço da disciplina

   http://crc.ese.ipp.pt/moodle/course/view.php?id=870

   Nome Utilizador: fatimaneves

   Palavra chave: mbb2005

   Disciplina: Estudo do Meio _ cedro




                                                                                          6

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

relatorio-critico-auto-avaliacao
 relatorio-critico-auto-avaliacao relatorio-critico-auto-avaliacao
relatorio-critico-auto-avaliacao
7f14_15
 
Acnd sinteses descritivas
Acnd sinteses descritivasAcnd sinteses descritivas
Acnd sinteses descritivas
Sandra Evt
 
Relatór reflexcrític.vaniacanteiro
Relatór reflexcrític.vaniacanteiro Relatór reflexcrític.vaniacanteiro
Relatór reflexcrític.vaniacanteiro
Vânia Canteiro
 
Auto Avaliação Docente 2018
Auto Avaliação Docente 2018Auto Avaliação Docente 2018
Auto Avaliação Docente 2018
SalaAmarelaJIGradil
 
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe piresRelatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
Escola Básica e Secundária Professor Reynaldo dos Santos
 
Nomes coletivos.doc
Nomes coletivos.docNomes coletivos.doc
Nomes coletivos.doc
Elza Melo
 
Reflexao critica formacao_fa_avaliacao_web_artur_ramisio
Reflexao critica formacao_fa_avaliacao_web_artur_ramisioReflexao critica formacao_fa_avaliacao_web_artur_ramisio
Reflexao critica formacao_fa_avaliacao_web_artur_ramisio
arturramisio
 
DigCompEdu: competencia digital dos educadores
DigCompEdu: competencia digital dos educadoresDigCompEdu: competencia digital dos educadores
DigCompEdu: competencia digital dos educadores
Andreia Inamorato dos Santos
 
Relatorio critico
Relatorio criticoRelatorio critico
Relatorio critico
Margarida Costa
 
Grelha de avaliação dos trabalhos vazia
Grelha de avaliação dos trabalhos vaziaGrelha de avaliação dos trabalhos vazia
Grelha de avaliação dos trabalhos vazia
Sara Costa
 
Relatorio de Auto-avaliacao Docente
Relatorio de Auto-avaliacao DocenteRelatorio de Auto-avaliacao Docente
Relatorio de Auto-avaliacao Docente
Henrique Santos
 
2º ata reunião encarregados de educação
2º ata   reunião  encarregados de educação2º ata   reunião  encarregados de educação
2º ata reunião encarregados de educação
Maria José Pires Fernandes
 
ReflexãO Individual Ana Santos
ReflexãO Individual   Ana SantosReflexãO Individual   Ana Santos
ReflexãO Individual Ana Santos
AnaSAnaO
 
"O Príncipe Nabo"
"O Príncipe Nabo""O Príncipe Nabo"
"O Príncipe Nabo"
IsabelPereira2010
 
Pedro alecrim resumos.
Pedro alecrim   resumos.Pedro alecrim   resumos.
Pedro alecrim resumos.
manuela016
 
Versos personalizados para finalistas
Versos personalizados para finalistasVersos personalizados para finalistas
Versos personalizados para finalistas
Albertina Pereira
 
Reflexão Final
Reflexão FinalReflexão Final
Reflexão Final
Sílvia Baltazar
 
Diálogo verbos introdutores
Diálogo verbos introdutoresDiálogo verbos introdutores
Diálogo verbos introdutores
abrigada
 
O principezinho - resumo
O principezinho - resumoO principezinho - resumo
O principezinho - resumo
sofiasimao
 

Mais procurados (20)

relatorio-critico-auto-avaliacao
 relatorio-critico-auto-avaliacao relatorio-critico-auto-avaliacao
relatorio-critico-auto-avaliacao
 
Acnd sinteses descritivas
Acnd sinteses descritivasAcnd sinteses descritivas
Acnd sinteses descritivas
 
Relatór reflexcrític.vaniacanteiro
Relatór reflexcrític.vaniacanteiro Relatór reflexcrític.vaniacanteiro
Relatór reflexcrític.vaniacanteiro
 
Auto Avaliação Docente 2018
Auto Avaliação Docente 2018Auto Avaliação Docente 2018
Auto Avaliação Docente 2018
 
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
Relatorio de Auto-avaliação Docente 2015
 
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe piresRelatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
 
Nomes coletivos.doc
Nomes coletivos.docNomes coletivos.doc
Nomes coletivos.doc
 
Reflexao critica formacao_fa_avaliacao_web_artur_ramisio
Reflexao critica formacao_fa_avaliacao_web_artur_ramisioReflexao critica formacao_fa_avaliacao_web_artur_ramisio
Reflexao critica formacao_fa_avaliacao_web_artur_ramisio
 
DigCompEdu: competencia digital dos educadores
DigCompEdu: competencia digital dos educadoresDigCompEdu: competencia digital dos educadores
DigCompEdu: competencia digital dos educadores
 
Relatorio critico
Relatorio criticoRelatorio critico
Relatorio critico
 
Grelha de avaliação dos trabalhos vazia
Grelha de avaliação dos trabalhos vaziaGrelha de avaliação dos trabalhos vazia
Grelha de avaliação dos trabalhos vazia
 
Relatorio de Auto-avaliacao Docente
Relatorio de Auto-avaliacao DocenteRelatorio de Auto-avaliacao Docente
Relatorio de Auto-avaliacao Docente
 
2º ata reunião encarregados de educação
2º ata   reunião  encarregados de educação2º ata   reunião  encarregados de educação
2º ata reunião encarregados de educação
 
ReflexãO Individual Ana Santos
ReflexãO Individual   Ana SantosReflexãO Individual   Ana Santos
ReflexãO Individual Ana Santos
 
"O Príncipe Nabo"
"O Príncipe Nabo""O Príncipe Nabo"
"O Príncipe Nabo"
 
Pedro alecrim resumos.
Pedro alecrim   resumos.Pedro alecrim   resumos.
Pedro alecrim resumos.
 
Versos personalizados para finalistas
Versos personalizados para finalistasVersos personalizados para finalistas
Versos personalizados para finalistas
 
Reflexão Final
Reflexão FinalReflexão Final
Reflexão Final
 
Diálogo verbos introdutores
Diálogo verbos introdutoresDiálogo verbos introdutores
Diálogo verbos introdutores
 
O principezinho - resumo
O principezinho - resumoO principezinho - resumo
O principezinho - resumo
 

Semelhante a Relatório formação-plataforma moodle-1

Accao de formacao
Accao de formacaoAccao de formacao
Accao de formacao
João Silva Pereira
 
Relatór reflexcrític.nome marcos
Relatór reflexcrític.nome marcosRelatór reflexcrític.nome marcos
Relatór reflexcrític.nome marcos
Marcos Pereira
 
Monografia
MonografiaMonografia
Monografia tecnologias em educação - puc rio
Monografia   tecnologias em educação - puc rioMonografia   tecnologias em educação - puc rio
Monografia tecnologias em educação - puc rio
Auta Fernandes Costa
 
Monografia
MonografiaMonografia
Monografia
MonografiaMonografia
Monografia tecnologias em educação - puc rio
Monografia   tecnologias em educação - puc rioMonografia   tecnologias em educação - puc rio
Monografia tecnologias em educação - puc rio
Auta Fernandes Costa
 
Monografia auta
Monografia autaMonografia auta
Monografia auta
rositalima
 
Monografia
MonografiaMonografia
EDU670_1_3 - TEMA 03 - Educação mediada por tecnologias.pdf
EDU670_1_3 - TEMA 03 -  Educação mediada por tecnologias.pdfEDU670_1_3 - TEMA 03 -  Educação mediada por tecnologias.pdf
EDU670_1_3 - TEMA 03 - Educação mediada por tecnologias.pdf
ssusere9b125
 
Modelo poster final
Modelo poster finalModelo poster final
Modelo poster final
anamariadis
 
letrameto digitaç.pdf
letrameto digitaç.pdfletrameto digitaç.pdf
letrameto digitaç.pdf
MARIODOSSANTOS14
 
Forma qim teresa_tic_educa2012
Forma qim teresa_tic_educa2012Forma qim teresa_tic_educa2012
Forma qim teresa_tic_educa2012
Teresa Vasconcelos
 
Blended learning caminho natural para as ies
Blended learning caminho natural para as iesBlended learning caminho natural para as ies
Blended learning caminho natural para as ies
Inge Suhr
 
Projeto Ti Cs 100h Palmitos
Projeto Ti Cs 100h PalmitosProjeto Ti Cs 100h Palmitos
Projeto Ti Cs 100h Palmitos
NTE Palmitos
 
1381 8
1381 81381 8
2012 2013 plano de trabalho do núcleo pedagógico revisado
2012 2013 plano de trabalho do núcleo pedagógico revisado2012 2013 plano de trabalho do núcleo pedagógico revisado
2012 2013 plano de trabalho do núcleo pedagógico revisado
Pedro Dias
 
Artigo7780
Artigo7780Artigo7780
Sobradinho - Ana Paula Coe Fagundes
Sobradinho - Ana Paula Coe FagundesSobradinho - Ana Paula Coe Fagundes
Sobradinho - Ana Paula Coe Fagundes
CursoTICs
 
Relatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagem
Relatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagemRelatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagem
Relatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagem
guilhermewonderland
 

Semelhante a Relatório formação-plataforma moodle-1 (20)

Accao de formacao
Accao de formacaoAccao de formacao
Accao de formacao
 
Relatór reflexcrític.nome marcos
Relatór reflexcrític.nome marcosRelatór reflexcrític.nome marcos
Relatór reflexcrític.nome marcos
 
Monografia
MonografiaMonografia
Monografia
 
Monografia tecnologias em educação - puc rio
Monografia   tecnologias em educação - puc rioMonografia   tecnologias em educação - puc rio
Monografia tecnologias em educação - puc rio
 
Monografia
MonografiaMonografia
Monografia
 
Monografia
MonografiaMonografia
Monografia
 
Monografia tecnologias em educação - puc rio
Monografia   tecnologias em educação - puc rioMonografia   tecnologias em educação - puc rio
Monografia tecnologias em educação - puc rio
 
Monografia auta
Monografia autaMonografia auta
Monografia auta
 
Monografia
MonografiaMonografia
Monografia
 
EDU670_1_3 - TEMA 03 - Educação mediada por tecnologias.pdf
EDU670_1_3 - TEMA 03 -  Educação mediada por tecnologias.pdfEDU670_1_3 - TEMA 03 -  Educação mediada por tecnologias.pdf
EDU670_1_3 - TEMA 03 - Educação mediada por tecnologias.pdf
 
Modelo poster final
Modelo poster finalModelo poster final
Modelo poster final
 
letrameto digitaç.pdf
letrameto digitaç.pdfletrameto digitaç.pdf
letrameto digitaç.pdf
 
Forma qim teresa_tic_educa2012
Forma qim teresa_tic_educa2012Forma qim teresa_tic_educa2012
Forma qim teresa_tic_educa2012
 
Blended learning caminho natural para as ies
Blended learning caminho natural para as iesBlended learning caminho natural para as ies
Blended learning caminho natural para as ies
 
Projeto Ti Cs 100h Palmitos
Projeto Ti Cs 100h PalmitosProjeto Ti Cs 100h Palmitos
Projeto Ti Cs 100h Palmitos
 
1381 8
1381 81381 8
1381 8
 
2012 2013 plano de trabalho do núcleo pedagógico revisado
2012 2013 plano de trabalho do núcleo pedagógico revisado2012 2013 plano de trabalho do núcleo pedagógico revisado
2012 2013 plano de trabalho do núcleo pedagógico revisado
 
Artigo7780
Artigo7780Artigo7780
Artigo7780
 
Sobradinho - Ana Paula Coe Fagundes
Sobradinho - Ana Paula Coe FagundesSobradinho - Ana Paula Coe Fagundes
Sobradinho - Ana Paula Coe Fagundes
 
Relatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagem
Relatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagemRelatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagem
Relatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagem
 

Relatório formação-plataforma moodle-1

  • 1. Relatório Final A utilização das TIC nos processos de Ensino/Aprendizagem
  • 2. A utilização das TIC nos processos de Ensino/Aprendizagem Formador: Professor Armando Pereira da Silva Local: Escola Superior de Educação – P. Porto Formanda: Maria de Fátima Neves Vasconcelos Dias Junho 2011 2
  • 3. A utilização das TIC nos processos de Ensino/Aprendizagem Introdução O presente relatório tem como finalidade fazer uma análise reflexiva sobre a acção frequentada e, em simultâneo, avaliar o seu contributo a nível profissional e pessoal. Pretendemos também, fazer a auto-avaliação face aos objectivos da acção e fazer algumas propostas relativas à mesma. Não é nossa pretensão fazer uma análise exaustiva a estes parâmetros, mas apenas uma abordagem contributiva para a sua avaliação. 3
  • 4. A utilização das TIC nos processos de Ensino/Aprendizagem 1. Importância da formação de professores na área das TIC e a importância da utilização das TIC pelos alunos Sabemos que a formação de professores na área das TIC ajuda a promover o desenvolvimento curricular, a integração transdisciplinar das TIC, a elaboração de recursos educativos digitais e a sua aplicação no processo de ensino/aprendizagem, de forma a fomentar o desenvolvimento de mais e melhor ensino e aprendizagem para os alunos. O desempenho dos alunos será tanto melhor quanto melhor o professor for capaz de ir ao encontro das motivações das crianças. A utilização das TIC permitirá, assim, uma aprendizagem integral e activa dos nossos alunos. A formação de professores nas TIC permitirá também quer a promoção e reflexão sobre metodologias de aplicação das TIC no processo de ensino/aprendizagem, quer o incentivo para a produção de materiais diversificados e apelativos de apoio ao ensino e sua disponibilização on-line, prolongando os momentos de aprendizagem dos alunos no tempo e no espaço. Esta partilha de materiais e aprendizagens proporcionará ainda um acompanhamento e conhecimento dos Encarregados de Educação sobre as aprendizagens feitas e as actividades desenvolvidas pelos alunos a nível de escola e de sala de aula. A plataforma Moodle enquanto ferramenta de comunicação e interacção à distância proporcionada pelas TIC, podem ser potenciadoras na promoção de boas práticas nos vários contextos e modelos de aprendizagem, baseadas num trabalho colaborativo e nas comunidades virtuais de aprendizagem. A implementação de novos modelos curriculares com maior ênfase em competências transversais e na realização de tarefas de uma forma autónoma por parte do aluno e ainda a inclusão de novas áreas curriculares não disciplinares, justifica a minha formação de forma a dar resposta a estes paradigmas, incluindo as TIC como ferramentas potenciadoras e geradoras de novas situações de aprendizagem e metodologias de trabalho. 2. Grau de adequação da modalidade de formação utilizada Penso que foi adequada a modalidade de formação utilizada na medida em que houve a preocupação de se descobrir as potencialidades das TIC no processo 4
  • 5. A utilização das TIC nos processos de Ensino/Aprendizagem de ensino / aprendizagem através da exploração das diversas potencialidades dos quadros interactivos descobrindo-se formas de apresentação de boas práticas. A informação dada baseou-se numa aprendizagem através da descoberta pela pesquisa, confrontando-se com as dos colegas da turma. Permitiu também a pesquisa e aplicação de variadas potencialidades das TIC. A acção e o formador proporcionaram uma aprendizagem adequada ao nível de competências TIC de cada formando, respeitando o ritmo de aprendizagem e de execução individual. 3. A plataforma como extensão da componente presencial nos processos desenvolvidos com os seus alunos e os seus pares . Pude verificar que a utilização da plataforma Moodle como instrumento didáctico permite quer um enriquecimento das nossas metodologias de ensino, destacando-se o uso da internet para a construção de conhecimentos e de comunicação (escola/aluno, escola/ Encarregados de Educação), quer a criação de estratégias de utilização das TIC numa perspectiva de reorganização e gestão de sala de aula, adaptadas aos espaços e equipamentos disponíveis nas escolas dando oportunidade aos alunos de serem apoiados nas suas aprendizagens e na produção de recursos quer de uma forma presencial quer à distância. 4. Reflexão Final A acção de formação na sua globalidade correspondeu às nossas expectativas. Apesar de esperar um trabalho mais intensivo na utilização de computadores portáteis (por exemplo Magalhães) em interacção com a plataforma Moodle, a abordagem feita, pelo formador, nas diversas dimensões das TIC – QI, Moodle, pesquisa no youtube e construção do blog – foram importantes para despertar a curiosidade e o interesse para a descoberta e procura de novos conhecimentos e potencialidades destas e de outras ferramentas interactivas. Por parte do formador houve a preocupação de despertar a atenção de todos os formandos, o que sabemos ser uma tarefa um pouco difícil à hora que se desenrolavam as acções. Todavia, conseguiu motivar para os conteúdos da acção revelando boa capacidade em comunicar-lhes os conhecimentos e de incentivar o 5
  • 6. A utilização das TIC nos processos de Ensino/Aprendizagem trabalho e participação dos mesmos. Os trabalhos experimentais realizados, as consultas indicados pelo formador proporcionaram momentos de intensa aprendizagem, através da experimentação activa. Considero também que o trabalho desenvolvido e apresentado na plataforma será a melhor forma de avaliar as nossas aprendizagens e o nosso empenho, para além deste registo escrito de opinião/avaliação. 5. Designação da Acção de Formação: “A Utilização das Tic nos Processos de Ensino/Aprendizagem” Endereço da disciplina http://crc.ese.ipp.pt/moodle/course/view.php?id=870 Nome Utilizador: fatimaneves Palavra chave: mbb2005 Disciplina: Estudo do Meio _ cedro 6