SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
 HYPERLINK quot;
http://profalberto-historia.blogspot.com/2010/09/primeira-guerra-mundial-1914-1918.htmlquot;
 Primeira Guerra Mundial (1914-1918)<br />A Belle Époque<br />Toulouse-Lautrec e a Belle Èpoque<br />o O século XX inicia-se num estado de euforia. A Europa estava rica com os lucros da Revolução Industrial e com as riquezas vindas de suas colônias na África e Ásia.o A conseqüência foi o progresso cientifico e tecnológico e o aproveitamento de novas fontes de energia – o homem inventando e criando novos produtos.o Era o período da Belle Époque (1871-1914), caracterizado pelo otimismo e certeza da estabilidade e paz duradouras.As vanguardas da arteo Belle Époque – período marcado por profundas transformações culturais que influenciaram o pensamento e a vida das pessoas. Novidades como o avião, o rádio e o cinema transformaram a visão da realidade.<br />Assim era um estúdio de filmagens em 1902...<br />Um Café-Concerto (hoje quot;
Boatequot;
) nos anos de 1900,obra do francês Toulouse-Lautrec<br />o Paris, com seus cafés-concertos, balés, óperas, livrarias e teatros, era o centro cultural da época. Dela vinham todas as novidades da arte – as vanguardas da arte que pretendiam antecipar a arte do futuro, transformar e promover atitudes que rompiam com tudo o que era passado.Pintura: Van Gogh, Munch, James Ensor, Toulose-Lautrec, Gaugin, Monet, Cézanne, Braque, Picabia, Mondrian e Pablo Picasso; Paul Klee (Ângelus Novus, 1920).<br />Van Gogh - auto retrato<br />Música: Debussy (La Mer - 1905); Schoenberg (Pierrot Lunaire - 1912); Stravinsky (A Sagração da Primavera, 1913); em Nova Orleans, o jazz se tornava popular, enquanto no Brasil surgia o 1º samba gravado – Pelo Telefone, de Donga e Mauro Almeida.Arquitetura: Frank L. Wright construía a Robie House, 1907, imponente estrutura de portas e janelas de vidro abertas à visitação.<br />O compositor brasileiro Donga (Ernestodos Santos), autor de Pelo Telefone,1º samba gravadono Brasil<br />Dança: o balé russo de Sergei Diaghilev conquista a Europa.<br />Vaslav Nijinski (1889-1950) mais famosobailarino russo do início do século<br />Fatores da 1ª Guerra Mundialo Competição entre as nações em busca de mercados e capitais<br />Mapa mostrando a partilha da África pelas potênciaseuropéias. Reparem na extensão colonial de França e Inglaterra e na insignificância das colônias de Itália eAlemanha<br />o Conflitos imperialistas – A Grã-Bretanha (Inglaterra) perdeu a supremacia econômica mundial para o rápido crescimento industrial da Alemanha, originando uma rivalidade anglo-germânica; a França nutria um sentimento de revanche por ter perdido as ricas regiões da Alsácia e da Lorena para a Alemanha (Guerra Franco-Prussiana, 1870-71). A disputa entre Inglaterra, França e Alemanha por colônias na África também geraram tensões.<br />Infantaria prussiana - 1870<br />o A política de alianças – por meio de acordos econômicos, políticos e militares foram criados dos blocos antagônicos a Tríplice Aliança (Alemanha, Áustria-Hungria e Itália) e a Tríplice Entente (Rússia, França e Inglaterra). Esse sistema de blocos tornou-se uma bomba-relógio quando as tensões entre os países tornaram-se irreconciliáveis. <br />Os tratados de aliança durante a 1ª Guerra - Países da Entente(marrom) X Países da Aliança (Verde)<br />o Corrida armamentista – os anos que antecederam a guerra foram chamados de “Paz Armada”. A indústria bélica aumentou os seus recursos, produzindo novas tecnologias para a guerra. Quase todos os países adotaram o serviço militar obrigatório, incentivando o sentimento nacionalista e militarista.A 1ª Guerra foi um conflito imperialista e marcou uma época em que a economia e a política tinham se fundido num só movimento. A característica mais importante da guerra foi a sua universalidade, envolvendo países de todos os continentes. Outra característica foi o alto poder de destruição, resultado das novas armas tecnológicas – avião, submarino, canhão de longo alcance. A guerra não matava apenas soldados, mas a população civil vitimas de bombardeios aéreos ou submarinos. A fome também provocou muitas mortes já que o inimigo bloqueava os suprimentos que garantiam a sobrevivência da população. A faísca no barril de pólvora o Motivo imediato da 1ª Guerra Mundial – crises nacionais na Península Balcânica, foco de tensões que envolvia interesses de três impérios: Turco-Otomano, Russo e Austro-Húngaro.<br />Domínio austro-húngaro nos Balcãs<br />o Início do século XIX – o Império Turco-Otomano ocupava a maior parte da Península Balcânica; daí, a forte presença islâmica na Bósnia, em Kosovo e na Albânia. o 1828 – com o apoio da Rússia, a Grécia foi o 1º país a se libertar do domínio turco; depois dela, outros povos balcânicos começara a tentar a independência em relação ao Império Turco-Otomano.<br />O Império Turco-Otomano nas vésperas da Grande Guerra (1914)<br />o 1878 – o Tratado de Berlim colocava fim aos conflitos na região e reconhecia a independência da Sérvia, Romênia e Montenegro.o 1908 – a Bósnia-Herzegovina foi anexada pela Áustria-Hungria, contrariando os interesses nacionalistas da Sérvia que buscava a união de todos os povos eslavos da Península Balcânica e ambicionava uma saída para o Mar Adriático, incorporando a Bósnia-Herzegovina.<br />Ilustração mostrando o assassinato doherdeiro austro-húngaro, Francisco Ferdinando,em junho de 1914<br />o 28/6/1914 – as intensas disputas entre sérvios e austro-húngaros resultaram no atentado de Saravejo, capital da Bósnia, quando jovens militantes sérvios (grupo terrorista “Mão Negra”) assassinaram o arquiduque Francisco Ferdinando, herdeiro do Império Austro-Húngaro.Explode o barril de pólvorao Desconfiando da participação da Sérvia no atentado, a Áustria exigiu que as investigações sobre o atentado fossem feitas por agentes austríacos. Não sendo atendida, imediatamente declarou guerra à Sérvia.o A Alemanha, líder da Tríplice Aliança, em apoio à Áustria declara guerra à Sérvia;o Turquia e Bulgária também se aliam à Alemanha e Áustria-Hungria; o Do lado de Tríplice Entente se juntam Grécia, Portugal, Romênia e Japão.o 1915 – em troca de ganhos territoriais, a Itália se passa para o lado da Tríplice Entente (França, Inglaterra, Rússia). o O sistema de alianças – Tríplice Entente X Tríplice Aliança – transforma um conflito regional (problemas entre Áustria-Hungria e Sérvia) numa guerra mundial. Incentivados por um nacionalismo exaltado (patriotismo exagerado) acreditava na superioridade de seu país em relação ao inimigo.Da guerra rápida à guerra de trincheiraso Para invadir a França, sua antiga inimiga desde a Guerra Franco-Prussiana (1870-71), a Alemanha invadiu a Bélgica, país neutro. Encontrando a resistência dos franceses, próximo a Paris, inicia-se uma guerra de trincheiras, redes de valas cavadas no solo para proteção dos soldados contra tiros e bombardeios inimigos. <br />Soldados nas trincheiras<br />o Isso causou uma guerra estática com poucos avanços e recuos, mas milhares de massacres.o Frente Ocidental – combates realizados em território francês, belga e suíço.o Não conseguindo vencer o inimigo por terra, a guerra se expande para o mar. Submarinos e navios alemães e ingleses procuravam afundar a carga de alimentos destinada às populações civis. A idéia era matar o inimigo pela fome, fosse ele soldado ou habitantes de vilas e cidades.<br />Pela 1ª vez a guerra nos ares...<br />Os combates na Frente Orientalo Na Frente Oriental, os Impérios Centrais (T. Aliança) impunha pesadas derrotas aos russos (T.Entente).o Na Península Balcânica, Áustria-Hungria e Turquia tinham o controle da situação.o Novembro de 1917 – uma revolução na Rússia leva os socialistas ao poder. O novo governo estabelece um tratado de paz com a Alemanha e retira a Rússia da guerra.<br />Vladmir Lenin toma o poder na Rússia (1917) tirando-ada Guerra...<br />o Sem a Rússia em seu caminho, a Alemanha planejava derrotar franceses e ingleses na Frente Ocidental.Os Estados Unidos entram na guerra<br />quot;
eu quero você para o exercito dos Estados Unidosquot;
 - cartaz usado para convocar os americanos a lutar na Primeira Guerra.<br />o Abril de 1917 – submarinos alemães atacam navios norte-americanos. Era o pretexto que os EUA precisavam para entrar na guerra ao lado da Tríplice Entente. Com poder bélico arrasador, os EUA contribuíram para quebrar o equilíbrio de forças entre os blocos, garantindo a vitória dos aliados e assegurando o mercado consumidor para seus produtos na Europa.A paz dos vencedoreso Janeiro de 1919 – realiza-se a Conferência de Paris, com a participação de 32 países. As decisões mais importantes foram tomadas pela França, EUA, Grã-Bretanha e Itália.<br />Líderes da Conferência de Paris (1919) - Lloyd George (Inglaterra), Vittorio Emanuele Orlando (Itália), Georges Clemenceau (França), Woodrow Wilson (EUA).<br />o Foi criada a Sociedade das Nações, destinada a evitar uma nova guerra mundial. Tratados em separado foram firmados com os países vencidos.<br />O Pacto da Sociedade das Nações 1919«Art. 1.º – Os membros da Sociedade das Nações comprometem-se a respeitar e a manter contra qualquer agressão exterior a integridade territorial e a independência política de todos os membros da Sociedade. (...)» <br />o Sobre a Alemanha recaiu toda a culpa da guerra, sendo obrigada a assinar o Tratado de Versalhes (1919) e pagar todos os prejuízos aos demais países. Por ele, a Alemanha deveria devolver a rica região mineradora da Alsácia e Lorena à França, pagar pesada indenização aos aliados e ceder seus territórios coloniais. Essa humilhação alimentou o sentimento de vingança e o nacionalismo do povo alemão, uma das causas da II Guerra Mundial (1939-45).<br />Berlim - manifestação popular contra o Tratado de Versalhes (1919)<br />O BRASIL NA PRIMEIRA GUERRANo dia 5 de abril de 1917, o vapor brasileiro quot;
Paranáquot;
, que navegava de acordo com as exigências feitas a países neutros, foi torpedeado, supostamente por um submarino alemão. No dia 11 de abril o Brasil rompeu relações diplomáticas com os países do bloco liderado pela Alemanha. Em 20 de maio, o navio quot;
Tijucaquot;
 foi torpedeado perto da costa francesa. Nos meses seguintes, o governo Brasileiro confiscou 42 navios alemães, austro-húngaros e turco-otomanos que estavam em portos brasileiros, como uma indenização de guerra. No dia 23 de outubro de 1917, o cargueiro nacional quot;
Macauquot;
, um dos navios arrestados, foi torpedeado por um submarino alemão, perto da costa da Espanha, e seu comandante feito prisioneiro. Com a pressão popular contra a Alemanha, no dia 26 de outubro de 1917 o país declarou guerra aos Poderes Centrais.A partir deste momento, por um lado, sob a liderança de políticos como Ruy Barbosa recrudesceram agitações de caráter nacionalista, com comícios exigindo a quot;
imperiosa necessidade de se apoiar os Aliados com açõesquot;
 para por fim ao conflito. Por outro lado, sindicalistas, anarquistas e intelectuais como Monteiro Lobato criticavam essa postura e a possibilidade de grande convocação militar, pois segundo estes, entre outros efeitos negativos isto desviava a atenção do país em relação a seus problemas internos.Assim, devido a várias razões, de conflitos internos à falta de uma estrutura militar adequada, a participação militar do Brasil no conflito foi muito pequena; resumindo-se no envio ao front ocidental em 1918 de um grupo de aviadores do Exército e da Marinha que foram integrados à Força Aérea Real Britânica e de um corpo médico-militar, composto por oficiais e sargentos do exército que foram integrados ao exército francês, tendo seus membros tanto prestado serviços na retaguarda como participado de combates no front. A Marinha também enviou uma divisão naval com a incumbência de patrulhar a costa noroeste da África a partir de Dakar e o Mediterrâneo desde o estreito de Gibraltar, evitando a ação de submarinos inimigos.<br />O presidente do Brasil, Venceslau Brás, declara guerra à Tríplice Aliança. Ao seu lado, o ministro interino das Relações Exteriores Nilo Peçanha (em pé) e o presidente de Minas Gerais, Delfim Moreira (sentado).<br />O mundo após a guerrao Terríveis perdas humanas e danos ambientais: morte de 9 milhões de soldados e 11 milhões de civiso Empobrecimento e endividamento da Europa junto aos EUA - $ 10 bilhões de dólares;o Os EUA se tornam a nova potência mundial;o Influência da Revolução Socialista russa pelo mundo; nos anos 20, vários partidos comunistas surgem pelo mundo, inclusive no Brasil.<br />Membros do Partido Comunista Brasileiro - 1922<br />o Europa – descontentamento social e greves operarias; maior participação da mulher no mundo do trabalho devido à presença dos homens na guerra;o Formação de governos autoritários e militarizados na Europa ; nacionalismo extremado;o Fim dos impérios centrais – Alemanha, Áustria-Hungria e Turco-Otomano – surgindo novos países (Áustria, Hungria, Tchecoslováquia, Iugoslávia);<><><><><><><><><><><><><><><><><><><br /><><br /><><><><><><><><><><><><><><><><><><><br />A Europa e seus novos países ao final da 1ª Guerra<br />o Fim do Império Russo que se divide em Rússia Soviética, Finlândia, Estônia, Letônia, Lituânia e Polônia. o Alemanha derrotada, Itália vencedora, mas com graves problemas sociais e econômicos. Tudo isso cria um ambiente favorável à eclosão da II Guerra Mundial.<br />Atividades1. Faça um fichamento com as seguintes informações sobre o período 1871-1914, seguindo o roteiro: a) nome do períodob) centro cultural da época:c) algumas inovações tecnológicas:d) artistas inovadores:2. Relacione os principais fatores e resultados da Primeira Guerra Mundial.  3. Leia o texto e responda:“As luzes se apagam em toda a Europa. Não voltaremos a vê-las ascender-se em nosso tempo de vida”.Edward Grey, secretario das Relações Exteriores da Grã-Bretanha em 1914a) A que acontecimento o autor se refere?b) Como é possível comprovar sua resposta?<br />c) Por que, segundo o autor, ele e seus contemporâneos não veriam a luz reacender-se no seu tempo de vida?<br />4. Analise o esquema: <br />a) alianças estabelecidas antes da guerra representadas nas cores azul e vermelho:b) principais mudanças na composição dos dois blocos durante o conflito:c) No decorrer do conflito, esse bloco recebeu a adesão de um país fora da Europa. Qual foi? Que país foi esse?5. Observe os dois mapas do texto – Europa em 1914 e Europa depois da Guerra: a) países existentes em 1914:b) países que se formaram depois da guerra:<br />c) impérios que desapareceram:<br />d) fatores que provocaram essas mudanças no mapa da Europa:<br />
Primeira guerra mundial 1914 1918
Primeira guerra mundial 1914 1918
Primeira guerra mundial 1914 1918
Primeira guerra mundial 1914 1918
Primeira guerra mundial 1914 1918
Primeira guerra mundial 1914 1918
Primeira guerra mundial 1914 1918
Primeira guerra mundial 1914 1918
Primeira guerra mundial 1914 1918
Primeira guerra mundial 1914 1918
Primeira guerra mundial 1914 1918
Primeira guerra mundial 1914 1918

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialhistoriando
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialJonny Peter
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundialantioxidante
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundialEricka Bastos
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundialparamore146
 
A Primeira Guerra Mundial_3º_ano
 A Primeira Guerra Mundial_3º_ano A Primeira Guerra Mundial_3º_ano
A Primeira Guerra Mundial_3º_anoMarto Silva
 
1ªguerra mundial
1ªguerra mundial1ªguerra mundial
1ªguerra mundialesa9b
 
Imperialismo e I Guerra Mundial (1914–1918)
Imperialismo e I Guerra Mundial (1914–1918)Imperialismo e I Guerra Mundial (1914–1918)
Imperialismo e I Guerra Mundial (1914–1918)Mauricio da Silva
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundialMario Romero
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundialeiprofessor
 
1º guerra (fases e desdobramentos)
1º guerra (fases e desdobramentos) 1º guerra (fases e desdobramentos)
1º guerra (fases e desdobramentos) Izaac Erder
 
Primeira guerra mundial (1914 – 1918 )
Primeira guerra mundial (1914 – 1918 )Primeira guerra mundial (1914 – 1918 )
Primeira guerra mundial (1914 – 1918 )SENAI/SC
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialFabio Santos
 
Primeira guerra mundial e a crise de 1929
Primeira guerra mundial e a crise de 1929Primeira guerra mundial e a crise de 1929
Primeira guerra mundial e a crise de 1929Ana Graziely
 

Mais procurados (20)

1 guerra mundial
1 guerra mundial1 guerra mundial
1 guerra mundial
 
A 1º guerra mundial 2
A 1º guerra mundial 2A 1º guerra mundial 2
A 1º guerra mundial 2
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
I Guerra Mundial
I Guerra MundialI Guerra Mundial
I Guerra Mundial
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
A Primeira Guerra Mundial_3º_ano
 A Primeira Guerra Mundial_3º_ano A Primeira Guerra Mundial_3º_ano
A Primeira Guerra Mundial_3º_ano
 
1ªguerra mundial
1ªguerra mundial1ªguerra mundial
1ªguerra mundial
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Imperialismo e I Guerra Mundial (1914–1918)
Imperialismo e I Guerra Mundial (1914–1918)Imperialismo e I Guerra Mundial (1914–1918)
Imperialismo e I Guerra Mundial (1914–1918)
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
1º guerra (fases e desdobramentos)
1º guerra (fases e desdobramentos) 1º guerra (fases e desdobramentos)
1º guerra (fases e desdobramentos)
 
Primeira guerra mundial (1914 – 1918 )
Primeira guerra mundial (1914 – 1918 )Primeira guerra mundial (1914 – 1918 )
Primeira guerra mundial (1914 – 1918 )
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Primeira guerra mundial e a crise de 1929
Primeira guerra mundial e a crise de 1929Primeira guerra mundial e a crise de 1929
Primeira guerra mundial e a crise de 1929
 

Destaque

PROPOSTA METODOLOGICA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL.
PROPOSTA METODOLOGICA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL.PROPOSTA METODOLOGICA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL.
PROPOSTA METODOLOGICA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL.Jacson Uchôa
 
Plano de Aula - Tabuleiro da Primeira Guerra Mundial
Plano de Aula - Tabuleiro da Primeira Guerra MundialPlano de Aula - Tabuleiro da Primeira Guerra Mundial
Plano de Aula - Tabuleiro da Primeira Guerra Mundialpibidhistoriaraulcordula
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundialecsette
 
Caderno do Aluno História 8 série vol 1 2014-2017
Caderno do Aluno História 8 série vol 1 2014-2017Caderno do Aluno História 8 série vol 1 2014-2017
Caderno do Aluno História 8 série vol 1 2014-2017Diogo Santos
 
1ª Guerra Mundial
1ª Guerra Mundial1ª Guerra Mundial
1ª Guerra Mundialpedrocsilv
 
A I Guerra Mundial
A I Guerra MundialA I Guerra Mundial
A I Guerra MundialCPH
 

Destaque (8)

A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
PROPOSTA METODOLOGICA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL.
PROPOSTA METODOLOGICA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL.PROPOSTA METODOLOGICA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL.
PROPOSTA METODOLOGICA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL.
 
Plano de Aula - Tabuleiro da Primeira Guerra Mundial
Plano de Aula - Tabuleiro da Primeira Guerra MundialPlano de Aula - Tabuleiro da Primeira Guerra Mundial
Plano de Aula - Tabuleiro da Primeira Guerra Mundial
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
1ª guerra mundial 1914 a 1918 pdf
1ª guerra mundial 1914 a 1918 pdf1ª guerra mundial 1914 a 1918 pdf
1ª guerra mundial 1914 a 1918 pdf
 
Caderno do Aluno História 8 série vol 1 2014-2017
Caderno do Aluno História 8 série vol 1 2014-2017Caderno do Aluno História 8 série vol 1 2014-2017
Caderno do Aluno História 8 série vol 1 2014-2017
 
1ª Guerra Mundial
1ª Guerra Mundial1ª Guerra Mundial
1ª Guerra Mundial
 
A I Guerra Mundial
A I Guerra MundialA I Guerra Mundial
A I Guerra Mundial
 

Semelhante a Primeira guerra mundial 1914 1918

Primeira guerra mundial, Crise de 1929 e Segunda Guerra Mundial até 1941
Primeira guerra mundial, Crise de 1929 e Segunda Guerra Mundial até 1941Primeira guerra mundial, Crise de 1929 e Segunda Guerra Mundial até 1941
Primeira guerra mundial, Crise de 1929 e Segunda Guerra Mundial até 1941Lais Pereira
 
Primeira Guerra Mundial E F
Primeira Guerra Mundial   E FPrimeira Guerra Mundial   E F
Primeira Guerra Mundial E FProfernanda
 
Aula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptx
Aula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptxAula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptx
Aula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptxGerson Coppes
 
1° Guerra Mundial e suas consequências/fatos
1° Guerra Mundial e suas consequências/fatos1° Guerra Mundial e suas consequências/fatos
1° Guerra Mundial e suas consequências/fatosRafaelWilianDaSilva
 
Caderno Diário A Primeira Guerra Mundial e as transformações do pós-guerra n...
Caderno Diário A Primeira Guerra Mundial e as transformações do pós-guerra n...Caderno Diário A Primeira Guerra Mundial e as transformações do pós-guerra n...
Caderno Diário A Primeira Guerra Mundial e as transformações do pós-guerra n...Laboratório de História
 
I guerra mundial_8aserie
I guerra mundial_8aserieI guerra mundial_8aserie
I guerra mundial_8aseriesesi8
 
Primeiraguerramundial 120518182710-phpapp02
Primeiraguerramundial 120518182710-phpapp02Primeiraguerramundial 120518182710-phpapp02
Primeiraguerramundial 120518182710-phpapp02Paulo Henrique
 
Primeira grande guerra mundial professora Maida Marciano
Primeira grande guerra mundial professora Maida MarcianoPrimeira grande guerra mundial professora Maida Marciano
Primeira grande guerra mundial professora Maida MarcianoMaida Marciano
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundialRose Vital
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundialAuxiliadora
 
Revisão histórica do século xx
Revisão histórica do século xxRevisão histórica do século xx
Revisão histórica do século xxColégio Parthenon
 
Primeira guerra mundial (1)
Primeira guerra mundial (1)Primeira guerra mundial (1)
Primeira guerra mundial (1)Vinicius Pereira
 

Semelhante a Primeira guerra mundial 1914 1918 (20)

Live i guerra
Live i guerraLive i guerra
Live i guerra
 
Primeira guerra mundial, Crise de 1929 e Segunda Guerra Mundial até 1941
Primeira guerra mundial, Crise de 1929 e Segunda Guerra Mundial até 1941Primeira guerra mundial, Crise de 1929 e Segunda Guerra Mundial até 1941
Primeira guerra mundial, Crise de 1929 e Segunda Guerra Mundial até 1941
 
PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
PRIMEIRA GUERRA MUNDIALPRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
 
1ª Guerra Mundial (1914-1918)
1ª Guerra Mundial (1914-1918)1ª Guerra Mundial (1914-1918)
1ª Guerra Mundial (1914-1918)
 
Primeira Guerra Mundial E F
Primeira Guerra Mundial   E FPrimeira Guerra Mundial   E F
Primeira Guerra Mundial E F
 
Aula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptx
Aula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptxAula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptx
Aula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptx
 
1° Guerra Mundial e suas consequências/fatos
1° Guerra Mundial e suas consequências/fatos1° Guerra Mundial e suas consequências/fatos
1° Guerra Mundial e suas consequências/fatos
 
Caderno Diário A Primeira Guerra Mundial e as transformações do pós-guerra n...
Caderno Diário A Primeira Guerra Mundial e as transformações do pós-guerra n...Caderno Diário A Primeira Guerra Mundial e as transformações do pós-guerra n...
Caderno Diário A Primeira Guerra Mundial e as transformações do pós-guerra n...
 
GUERRAS MUNDIAIS - PRIMEIRA GUERRA
GUERRAS MUNDIAIS -  PRIMEIRA GUERRA GUERRAS MUNDIAIS -  PRIMEIRA GUERRA
GUERRAS MUNDIAIS - PRIMEIRA GUERRA
 
I guerra mundial
I guerra mundialI guerra mundial
I guerra mundial
 
I guerra mundial_8aserie
I guerra mundial_8aserieI guerra mundial_8aserie
I guerra mundial_8aserie
 
Primeiraguerramundial 120518182710-phpapp02
Primeiraguerramundial 120518182710-phpapp02Primeiraguerramundial 120518182710-phpapp02
Primeiraguerramundial 120518182710-phpapp02
 
3º ano primeira guerra mundial
3º ano   primeira guerra mundial3º ano   primeira guerra mundial
3º ano primeira guerra mundial
 
1º guerra mundial
1º guerra mundial1º guerra mundial
1º guerra mundial
 
A 1ª Guerra Mundial
A 1ª Guerra MundialA 1ª Guerra Mundial
A 1ª Guerra Mundial
 
Primeira grande guerra mundial professora Maida Marciano
Primeira grande guerra mundial professora Maida MarcianoPrimeira grande guerra mundial professora Maida Marciano
Primeira grande guerra mundial professora Maida Marciano
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
Revisão histórica do século xx
Revisão histórica do século xxRevisão histórica do século xx
Revisão histórica do século xx
 
Primeira guerra mundial (1)
Primeira guerra mundial (1)Primeira guerra mundial (1)
Primeira guerra mundial (1)
 

Mais de Alan

As teorias socialistas 2019
As teorias socialistas 2019As teorias socialistas 2019
As teorias socialistas 2019Alan
 
Grecia antiga 1 termo a e b
Grecia antiga   1 termo a e bGrecia antiga   1 termo a e b
Grecia antiga 1 termo a e bAlan
 
Neocolonialismo e primeira guerra mundial
Neocolonialismo e primeira guerra mundialNeocolonialismo e primeira guerra mundial
Neocolonialismo e primeira guerra mundialAlan
 
Guerra civil espanhola
Guerra civil espanholaGuerra civil espanhola
Guerra civil espanholaAlan
 
Belle époque parte ii_3º ano
Belle époque parte ii_3º anoBelle époque parte ii_3º ano
Belle époque parte ii_3º anoAlan
 
Belle epoque
Belle epoqueBelle epoque
Belle epoqueAlan
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundialAlan
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução RussaAlan
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
ImperialismoAlan
 
Revisão Geral da História da Filosofia
Revisão Geral da História da FilosofiaRevisão Geral da História da Filosofia
Revisão Geral da História da FilosofiaAlan
 
As teorias socialistas 1
As teorias socialistas 1As teorias socialistas 1
As teorias socialistas 1Alan
 
Filosofia politica de maquiavel a rosseau
Filosofia politica   de maquiavel a rosseauFilosofia politica   de maquiavel a rosseau
Filosofia politica de maquiavel a rosseauAlan
 
Manual do TCC
Manual do TCCManual do TCC
Manual do TCCAlan
 
Como fazer uma boa introdução de tcc
Como fazer uma boa introdução de tccComo fazer uma boa introdução de tcc
Como fazer uma boa introdução de tccAlan
 
Era dos paradigmas rené descartes
Era dos paradigmas  rené descartesEra dos paradigmas  rené descartes
Era dos paradigmas rené descartesAlan
 
Paradigmas do Pensamento Ocidental
Paradigmas do Pensamento OcidentalParadigmas do Pensamento Ocidental
Paradigmas do Pensamento OcidentalAlan
 
A teoria politica de Aristóteles
A teoria politica de AristótelesA teoria politica de Aristóteles
A teoria politica de AristótelesAlan
 
O conhecimento filosófico
O conhecimento filosóficoO conhecimento filosófico
O conhecimento filosóficoAlan
 
As teorias socialistas
As teorias socialistasAs teorias socialistas
As teorias socialistasAlan
 
Lógica formal
Lógica formalLógica formal
Lógica formalAlan
 

Mais de Alan (20)

As teorias socialistas 2019
As teorias socialistas 2019As teorias socialistas 2019
As teorias socialistas 2019
 
Grecia antiga 1 termo a e b
Grecia antiga   1 termo a e bGrecia antiga   1 termo a e b
Grecia antiga 1 termo a e b
 
Neocolonialismo e primeira guerra mundial
Neocolonialismo e primeira guerra mundialNeocolonialismo e primeira guerra mundial
Neocolonialismo e primeira guerra mundial
 
Guerra civil espanhola
Guerra civil espanholaGuerra civil espanhola
Guerra civil espanhola
 
Belle époque parte ii_3º ano
Belle époque parte ii_3º anoBelle époque parte ii_3º ano
Belle époque parte ii_3º ano
 
Belle epoque
Belle epoqueBelle epoque
Belle epoque
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Revisão Geral da História da Filosofia
Revisão Geral da História da FilosofiaRevisão Geral da História da Filosofia
Revisão Geral da História da Filosofia
 
As teorias socialistas 1
As teorias socialistas 1As teorias socialistas 1
As teorias socialistas 1
 
Filosofia politica de maquiavel a rosseau
Filosofia politica   de maquiavel a rosseauFilosofia politica   de maquiavel a rosseau
Filosofia politica de maquiavel a rosseau
 
Manual do TCC
Manual do TCCManual do TCC
Manual do TCC
 
Como fazer uma boa introdução de tcc
Como fazer uma boa introdução de tccComo fazer uma boa introdução de tcc
Como fazer uma boa introdução de tcc
 
Era dos paradigmas rené descartes
Era dos paradigmas  rené descartesEra dos paradigmas  rené descartes
Era dos paradigmas rené descartes
 
Paradigmas do Pensamento Ocidental
Paradigmas do Pensamento OcidentalParadigmas do Pensamento Ocidental
Paradigmas do Pensamento Ocidental
 
A teoria politica de Aristóteles
A teoria politica de AristótelesA teoria politica de Aristóteles
A teoria politica de Aristóteles
 
O conhecimento filosófico
O conhecimento filosóficoO conhecimento filosófico
O conhecimento filosófico
 
As teorias socialistas
As teorias socialistasAs teorias socialistas
As teorias socialistas
 
Lógica formal
Lógica formalLógica formal
Lógica formal
 

Último

O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdfDiálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdfEversonFerreira20
 
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em criançasSlide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em criançasnarayaskara215
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaLuanaAlves940822
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaanapsuls
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfMaiteFerreira4
 

Último (20)

O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdfDiálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
 
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em criançasSlide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 

Primeira guerra mundial 1914 1918

  • 1. HYPERLINK quot; http://profalberto-historia.blogspot.com/2010/09/primeira-guerra-mundial-1914-1918.htmlquot; Primeira Guerra Mundial (1914-1918)<br />A Belle Époque<br />Toulouse-Lautrec e a Belle Èpoque<br />o O século XX inicia-se num estado de euforia. A Europa estava rica com os lucros da Revolução Industrial e com as riquezas vindas de suas colônias na África e Ásia.o A conseqüência foi o progresso cientifico e tecnológico e o aproveitamento de novas fontes de energia – o homem inventando e criando novos produtos.o Era o período da Belle Époque (1871-1914), caracterizado pelo otimismo e certeza da estabilidade e paz duradouras.As vanguardas da arteo Belle Époque – período marcado por profundas transformações culturais que influenciaram o pensamento e a vida das pessoas. Novidades como o avião, o rádio e o cinema transformaram a visão da realidade.<br />Assim era um estúdio de filmagens em 1902...<br />Um Café-Concerto (hoje quot; Boatequot; ) nos anos de 1900,obra do francês Toulouse-Lautrec<br />o Paris, com seus cafés-concertos, balés, óperas, livrarias e teatros, era o centro cultural da época. Dela vinham todas as novidades da arte – as vanguardas da arte que pretendiam antecipar a arte do futuro, transformar e promover atitudes que rompiam com tudo o que era passado.Pintura: Van Gogh, Munch, James Ensor, Toulose-Lautrec, Gaugin, Monet, Cézanne, Braque, Picabia, Mondrian e Pablo Picasso; Paul Klee (Ângelus Novus, 1920).<br />Van Gogh - auto retrato<br />Música: Debussy (La Mer - 1905); Schoenberg (Pierrot Lunaire - 1912); Stravinsky (A Sagração da Primavera, 1913); em Nova Orleans, o jazz se tornava popular, enquanto no Brasil surgia o 1º samba gravado – Pelo Telefone, de Donga e Mauro Almeida.Arquitetura: Frank L. Wright construía a Robie House, 1907, imponente estrutura de portas e janelas de vidro abertas à visitação.<br />O compositor brasileiro Donga (Ernestodos Santos), autor de Pelo Telefone,1º samba gravadono Brasil<br />Dança: o balé russo de Sergei Diaghilev conquista a Europa.<br />Vaslav Nijinski (1889-1950) mais famosobailarino russo do início do século<br />Fatores da 1ª Guerra Mundialo Competição entre as nações em busca de mercados e capitais<br />Mapa mostrando a partilha da África pelas potênciaseuropéias. Reparem na extensão colonial de França e Inglaterra e na insignificância das colônias de Itália eAlemanha<br />o Conflitos imperialistas – A Grã-Bretanha (Inglaterra) perdeu a supremacia econômica mundial para o rápido crescimento industrial da Alemanha, originando uma rivalidade anglo-germânica; a França nutria um sentimento de revanche por ter perdido as ricas regiões da Alsácia e da Lorena para a Alemanha (Guerra Franco-Prussiana, 1870-71). A disputa entre Inglaterra, França e Alemanha por colônias na África também geraram tensões.<br />Infantaria prussiana - 1870<br />o A política de alianças – por meio de acordos econômicos, políticos e militares foram criados dos blocos antagônicos a Tríplice Aliança (Alemanha, Áustria-Hungria e Itália) e a Tríplice Entente (Rússia, França e Inglaterra). Esse sistema de blocos tornou-se uma bomba-relógio quando as tensões entre os países tornaram-se irreconciliáveis. <br />Os tratados de aliança durante a 1ª Guerra - Países da Entente(marrom) X Países da Aliança (Verde)<br />o Corrida armamentista – os anos que antecederam a guerra foram chamados de “Paz Armada”. A indústria bélica aumentou os seus recursos, produzindo novas tecnologias para a guerra. Quase todos os países adotaram o serviço militar obrigatório, incentivando o sentimento nacionalista e militarista.A 1ª Guerra foi um conflito imperialista e marcou uma época em que a economia e a política tinham se fundido num só movimento. A característica mais importante da guerra foi a sua universalidade, envolvendo países de todos os continentes. Outra característica foi o alto poder de destruição, resultado das novas armas tecnológicas – avião, submarino, canhão de longo alcance. A guerra não matava apenas soldados, mas a população civil vitimas de bombardeios aéreos ou submarinos. A fome também provocou muitas mortes já que o inimigo bloqueava os suprimentos que garantiam a sobrevivência da população. A faísca no barril de pólvora o Motivo imediato da 1ª Guerra Mundial – crises nacionais na Península Balcânica, foco de tensões que envolvia interesses de três impérios: Turco-Otomano, Russo e Austro-Húngaro.<br />Domínio austro-húngaro nos Balcãs<br />o Início do século XIX – o Império Turco-Otomano ocupava a maior parte da Península Balcânica; daí, a forte presença islâmica na Bósnia, em Kosovo e na Albânia. o 1828 – com o apoio da Rússia, a Grécia foi o 1º país a se libertar do domínio turco; depois dela, outros povos balcânicos começara a tentar a independência em relação ao Império Turco-Otomano.<br />O Império Turco-Otomano nas vésperas da Grande Guerra (1914)<br />o 1878 – o Tratado de Berlim colocava fim aos conflitos na região e reconhecia a independência da Sérvia, Romênia e Montenegro.o 1908 – a Bósnia-Herzegovina foi anexada pela Áustria-Hungria, contrariando os interesses nacionalistas da Sérvia que buscava a união de todos os povos eslavos da Península Balcânica e ambicionava uma saída para o Mar Adriático, incorporando a Bósnia-Herzegovina.<br />Ilustração mostrando o assassinato doherdeiro austro-húngaro, Francisco Ferdinando,em junho de 1914<br />o 28/6/1914 – as intensas disputas entre sérvios e austro-húngaros resultaram no atentado de Saravejo, capital da Bósnia, quando jovens militantes sérvios (grupo terrorista “Mão Negra”) assassinaram o arquiduque Francisco Ferdinando, herdeiro do Império Austro-Húngaro.Explode o barril de pólvorao Desconfiando da participação da Sérvia no atentado, a Áustria exigiu que as investigações sobre o atentado fossem feitas por agentes austríacos. Não sendo atendida, imediatamente declarou guerra à Sérvia.o A Alemanha, líder da Tríplice Aliança, em apoio à Áustria declara guerra à Sérvia;o Turquia e Bulgária também se aliam à Alemanha e Áustria-Hungria; o Do lado de Tríplice Entente se juntam Grécia, Portugal, Romênia e Japão.o 1915 – em troca de ganhos territoriais, a Itália se passa para o lado da Tríplice Entente (França, Inglaterra, Rússia). o O sistema de alianças – Tríplice Entente X Tríplice Aliança – transforma um conflito regional (problemas entre Áustria-Hungria e Sérvia) numa guerra mundial. Incentivados por um nacionalismo exaltado (patriotismo exagerado) acreditava na superioridade de seu país em relação ao inimigo.Da guerra rápida à guerra de trincheiraso Para invadir a França, sua antiga inimiga desde a Guerra Franco-Prussiana (1870-71), a Alemanha invadiu a Bélgica, país neutro. Encontrando a resistência dos franceses, próximo a Paris, inicia-se uma guerra de trincheiras, redes de valas cavadas no solo para proteção dos soldados contra tiros e bombardeios inimigos. <br />Soldados nas trincheiras<br />o Isso causou uma guerra estática com poucos avanços e recuos, mas milhares de massacres.o Frente Ocidental – combates realizados em território francês, belga e suíço.o Não conseguindo vencer o inimigo por terra, a guerra se expande para o mar. Submarinos e navios alemães e ingleses procuravam afundar a carga de alimentos destinada às populações civis. A idéia era matar o inimigo pela fome, fosse ele soldado ou habitantes de vilas e cidades.<br />Pela 1ª vez a guerra nos ares...<br />Os combates na Frente Orientalo Na Frente Oriental, os Impérios Centrais (T. Aliança) impunha pesadas derrotas aos russos (T.Entente).o Na Península Balcânica, Áustria-Hungria e Turquia tinham o controle da situação.o Novembro de 1917 – uma revolução na Rússia leva os socialistas ao poder. O novo governo estabelece um tratado de paz com a Alemanha e retira a Rússia da guerra.<br />Vladmir Lenin toma o poder na Rússia (1917) tirando-ada Guerra...<br />o Sem a Rússia em seu caminho, a Alemanha planejava derrotar franceses e ingleses na Frente Ocidental.Os Estados Unidos entram na guerra<br />quot; eu quero você para o exercito dos Estados Unidosquot; - cartaz usado para convocar os americanos a lutar na Primeira Guerra.<br />o Abril de 1917 – submarinos alemães atacam navios norte-americanos. Era o pretexto que os EUA precisavam para entrar na guerra ao lado da Tríplice Entente. Com poder bélico arrasador, os EUA contribuíram para quebrar o equilíbrio de forças entre os blocos, garantindo a vitória dos aliados e assegurando o mercado consumidor para seus produtos na Europa.A paz dos vencedoreso Janeiro de 1919 – realiza-se a Conferência de Paris, com a participação de 32 países. As decisões mais importantes foram tomadas pela França, EUA, Grã-Bretanha e Itália.<br />Líderes da Conferência de Paris (1919) - Lloyd George (Inglaterra), Vittorio Emanuele Orlando (Itália), Georges Clemenceau (França), Woodrow Wilson (EUA).<br />o Foi criada a Sociedade das Nações, destinada a evitar uma nova guerra mundial. Tratados em separado foram firmados com os países vencidos.<br />O Pacto da Sociedade das Nações 1919«Art. 1.º – Os membros da Sociedade das Nações comprometem-se a respeitar e a manter contra qualquer agressão exterior a integridade territorial e a independência política de todos os membros da Sociedade. (...)» <br />o Sobre a Alemanha recaiu toda a culpa da guerra, sendo obrigada a assinar o Tratado de Versalhes (1919) e pagar todos os prejuízos aos demais países. Por ele, a Alemanha deveria devolver a rica região mineradora da Alsácia e Lorena à França, pagar pesada indenização aos aliados e ceder seus territórios coloniais. Essa humilhação alimentou o sentimento de vingança e o nacionalismo do povo alemão, uma das causas da II Guerra Mundial (1939-45).<br />Berlim - manifestação popular contra o Tratado de Versalhes (1919)<br />O BRASIL NA PRIMEIRA GUERRANo dia 5 de abril de 1917, o vapor brasileiro quot; Paranáquot; , que navegava de acordo com as exigências feitas a países neutros, foi torpedeado, supostamente por um submarino alemão. No dia 11 de abril o Brasil rompeu relações diplomáticas com os países do bloco liderado pela Alemanha. Em 20 de maio, o navio quot; Tijucaquot; foi torpedeado perto da costa francesa. Nos meses seguintes, o governo Brasileiro confiscou 42 navios alemães, austro-húngaros e turco-otomanos que estavam em portos brasileiros, como uma indenização de guerra. No dia 23 de outubro de 1917, o cargueiro nacional quot; Macauquot; , um dos navios arrestados, foi torpedeado por um submarino alemão, perto da costa da Espanha, e seu comandante feito prisioneiro. Com a pressão popular contra a Alemanha, no dia 26 de outubro de 1917 o país declarou guerra aos Poderes Centrais.A partir deste momento, por um lado, sob a liderança de políticos como Ruy Barbosa recrudesceram agitações de caráter nacionalista, com comícios exigindo a quot; imperiosa necessidade de se apoiar os Aliados com açõesquot; para por fim ao conflito. Por outro lado, sindicalistas, anarquistas e intelectuais como Monteiro Lobato criticavam essa postura e a possibilidade de grande convocação militar, pois segundo estes, entre outros efeitos negativos isto desviava a atenção do país em relação a seus problemas internos.Assim, devido a várias razões, de conflitos internos à falta de uma estrutura militar adequada, a participação militar do Brasil no conflito foi muito pequena; resumindo-se no envio ao front ocidental em 1918 de um grupo de aviadores do Exército e da Marinha que foram integrados à Força Aérea Real Britânica e de um corpo médico-militar, composto por oficiais e sargentos do exército que foram integrados ao exército francês, tendo seus membros tanto prestado serviços na retaguarda como participado de combates no front. A Marinha também enviou uma divisão naval com a incumbência de patrulhar a costa noroeste da África a partir de Dakar e o Mediterrâneo desde o estreito de Gibraltar, evitando a ação de submarinos inimigos.<br />O presidente do Brasil, Venceslau Brás, declara guerra à Tríplice Aliança. Ao seu lado, o ministro interino das Relações Exteriores Nilo Peçanha (em pé) e o presidente de Minas Gerais, Delfim Moreira (sentado).<br />O mundo após a guerrao Terríveis perdas humanas e danos ambientais: morte de 9 milhões de soldados e 11 milhões de civiso Empobrecimento e endividamento da Europa junto aos EUA - $ 10 bilhões de dólares;o Os EUA se tornam a nova potência mundial;o Influência da Revolução Socialista russa pelo mundo; nos anos 20, vários partidos comunistas surgem pelo mundo, inclusive no Brasil.<br />Membros do Partido Comunista Brasileiro - 1922<br />o Europa – descontentamento social e greves operarias; maior participação da mulher no mundo do trabalho devido à presença dos homens na guerra;o Formação de governos autoritários e militarizados na Europa ; nacionalismo extremado;o Fim dos impérios centrais – Alemanha, Áustria-Hungria e Turco-Otomano – surgindo novos países (Áustria, Hungria, Tchecoslováquia, Iugoslávia);<><><><><><><><><><><><><><><><><><><br /><><br /><><><><><><><><><><><><><><><><><><><br />A Europa e seus novos países ao final da 1ª Guerra<br />o Fim do Império Russo que se divide em Rússia Soviética, Finlândia, Estônia, Letônia, Lituânia e Polônia. o Alemanha derrotada, Itália vencedora, mas com graves problemas sociais e econômicos. Tudo isso cria um ambiente favorável à eclosão da II Guerra Mundial.<br />Atividades1. Faça um fichamento com as seguintes informações sobre o período 1871-1914, seguindo o roteiro: a) nome do períodob) centro cultural da época:c) algumas inovações tecnológicas:d) artistas inovadores:2. Relacione os principais fatores e resultados da Primeira Guerra Mundial.  3. Leia o texto e responda:“As luzes se apagam em toda a Europa. Não voltaremos a vê-las ascender-se em nosso tempo de vida”.Edward Grey, secretario das Relações Exteriores da Grã-Bretanha em 1914a) A que acontecimento o autor se refere?b) Como é possível comprovar sua resposta?<br />c) Por que, segundo o autor, ele e seus contemporâneos não veriam a luz reacender-se no seu tempo de vida?<br />4. Analise o esquema: <br />a) alianças estabelecidas antes da guerra representadas nas cores azul e vermelho:b) principais mudanças na composição dos dois blocos durante o conflito:c) No decorrer do conflito, esse bloco recebeu a adesão de um país fora da Europa. Qual foi? Que país foi esse?5. Observe os dois mapas do texto – Europa em 1914 e Europa depois da Guerra: a) países existentes em 1914:b) países que se formaram depois da guerra:<br />c) impérios que desapareceram:<br />d) fatores que provocaram essas mudanças no mapa da Europa:<br />