Primeira guerra mundial e a crise de 1929

2.490 visualizações

Publicada em

Slide ressalta aspectos e características da Primeira Guerra Mundial e da Crise se 1929 que abalaram todo o mundo.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.490
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Primeira guerra mundial e a crise de 1929

  1. 1. Primeira Guerra Mundial Equipe: Ana Graziely, Anna Beatriz, Beatriz Macedo, Esther Maria, Katarina Leite e Laryssa Virginia 9° ano B
  2. 2. Antecedentes Unificação da Alemanha Imperialismo Unificação da Itália Forte sentimento nacionalista – estados independentes. Expansão do capitalismo Conferência de Berlim
  3. 3. Principais causas • Rivalidade franco-alemã (França X Alemanha) • Rivalidade anglo-alemã ( Inglaterra X Alemanha) Disputa de mercados França perde Alsácia e Lorena
  4. 4. Principais causas • Politica das Alianças • Paz Armada Aumento dos recursos das indústrias bélicas Produção de novas tecnologias Alemanha Império Austro-Hungaro Itália Rússia França Inglaterra • Tríplice Alianças • Tríplice Entente
  5. 5. Principais causas • Rivalidade austro-russa • A questão Balcânica • Nacionalismo da Sérvia: A Rússia desejava: • dominar o império Turco Otomano • Controlar a península Balcânica • Saída para o mar Mediterrâneo Pan-eslavismo Sérvia - nação eslava independente, situada na região dos Bálcãs Objetivo: Reunir todos os povos eslavos em um só Estado Os alemães, interessados na região, pretendiam construir a ferrovia Berlim- Bagdá - afetando os ingleses Contrariava a Áustria e a Turquia
  6. 6. Causa imediata • Faltava apenas um incidente para a guerra começar. • Em 28 de junho de 1914, o arquiduque Francisco Ferdinando, herdeiro do Império Austro-Húngaro e sua esposa Sofia foram assassinados em Sarajevo, capital da Bósnia por Gavrilo Princip, membro da Jovem Bósnia, grupo terrorista que almejava a unificação da "Terra dos Eslavos do Sul" (Iugoslávia).
  7. 7. Desenvolvimento da Guerra • Primeira fase( Guerra de Movimento)  Plano Schlieffen, tática ofensiva e defensiva que movimentava o exército em duas frentes: a ocidental, contra a França, e a oriental, contra a Rússia.  Após invadir a Bélgica, em setembro de 1914, os alemães estavam a 70 km de Paris.  Os franceses contra-atacaram e, na Primeira Batalha do Marne, em setembro de 1914, conseguiram deter o avanço alemão.
  8. 8. Desenvolvimento da Guerra • Segunda fase  Guerra de Trincheiras Foi a fase mais sangrenta, onde se verificava as piores condições humanas de sobrevivência em um campo de batalha
  9. 9. Desenvolvimento da Guerra • Terceira fase Entrada dos Estados Unidos no conflito e a saída da Rússia.  A saída da Rússia foi vista como uma traição por seus antigos aliados.  Turquia e Bulgária juntaram-se à Tríplice Aliança  Itália – troca de lado  A Alemanha, ataca a França antes da chegado dos norte-americanos à Europa Batalha do Marne Recuo alemão Estados Unidos Inglaterra França • Tríplice Entente países da Entente foram impondo sucessivas derrotas aos seus inimigos.
  10. 10. Desenvolvimento da Guerra Após tantos acontecimentos e com a ajuda dos EUA, França e Inglaterra saem vitoriosas. A entrada dos EUA deses- tabilizou a tríplice aliança  A Alemanha ainda resistia quando foi sacudida por uma rebelião interna, que forçou o imperador Guilherme II a abdicar em 9 de novembro de 1918. Assumindo o poder imediatamente, o novo governo alemão substituiu a Monarquia pela República. Dois dias depois rendeu-se, assinando um documento que declarava a guerra terminada.
  11. 11. Tratados de Paz 1. Tratado de Versalhes ( 1919) 14 pontos de Wilson. 2. Tratado de Saint – Germain (1919) 3. Liga das Nações • Ceder a Alsácia-Lorena a França; • Entregar parte do material bélico aos países vencedores; • Pagar indenização de 15 bilhões de dólares ; • Diminuição da marinha e do exercito. • Desmembramento do império Austro-Húngaro. • Criação de novos países.
  12. 12. Crise de 1929
  13. 13. Origens da crise de 1929  Após a primeira guerra mundial (1918), os EUA eram o país mais rico do planeta. .  Superprodução agrícola: formou-se um excedente de produção agrícola nos EUA, principalmente de trigo, que não encontrava comprador, interna ou externamente.  Diminuição do consumo: Aumentava o número de indústrias e diminuía o de compradores. Em pouco tempo, várias delas faliram.  Livre Mercado: cada empresário fazia o que queria e ninguém se metia.
  14. 14. American Way of Life  Nos 10 anos seguintes, a economia norte-americana continuava crescendo causando euforia entre os empresários. Foi nessa época que surgiu a famosa expressão “American Way of Life” (Modo de Vida Americano). O mundo invejava o estilo de vida dos americanos.  A década de 20 ficou conhecida como os “Loucos Anos 20”. O consumo aumentou, a indústria criava, a todo instante, bens de consumo, clubes e boates viviam cheios e o cinema tornou- se uma grande diversão.
  15. 15. Quebra da Bolsa de New York De 1920 a 1929, os americanos compraram ações de diversas empresas. De repente o valor das ações começaram a cair. Os investidores quiseram vender as ações, mas ninguém queria comprar. Esse quadro desastroso culminou na famosa “Quinta-Feira Negra” (24/10/1929 – dia que a Bolsa sofreu a maior baixa da história).
  16. 16. Pessoas pediam dinheiro no banco para investir em ações Os valores das ações caíram de modo que todo dinheiro investido foi perdido - tudo se desvalorizava As pessoas que pediram empréstimos aos bancos não puderam devolver Bancos caíram na falência
  17. 17. Efeitos da crise  Desemprego maciço  Fome  Miséria  Ressentimentos nacionais(rondando novamente a Europa)  Alguns países onde a democracia estava mais fragilizada, as pressões conseguiram levar ao poder regimes políticos fascistas ou muito próximo ao fascismo.
  18. 18. O new Deal  Programa de ação desenvolvido pelo governo do presidente Franklin Delano Roosevelt, entre 1933 e 1945, com o objetivo de resgatar o crescimento econômico.  Intervenção nos setores econômicos e financeiros  Intensificação da vigilância sobre as atividades bancárias e as operações da Bolsa  Regulamentação das atividades das associações operárias e dos sindicatos  Mudança no curso da economia por meio da distribuição de encomendas oficiais às empresas.
  19. 19. Keynesianismo • John Maynard Keynes

×