SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
PREVENÇÃO DE QUEDAS NO
IDOSO
Dra CRISTIANE FERNANDA MAY PITELLI
QUEM É O IDOSO?
• A Organização Mundial da Saúde preconiza que
idosos são pessoas com mais de 65 anos de
idade em países desenvolvidos e com mais de
60 anos de idade em países em
desenvolvimento.
PROCESSO DE ENVELHECIMENTO
• Processo natural e
gradativo.
• Diminuição de reservas
funcionais (alterações
orgânica, cognitiva,
física e funcional).
• Mudança no papel
social (aposentadoria,
função importante na
contribuição da renda
da família).
Quedas: porque é tão importante
preveni-las...
• A cada ano, um terço da população idosa
sofre uma queda e este risco aumenta
progressivamente com a idade.
Quedas: porque é tão importante
preveni-las...
• As conseqüências
de quedas podem
ser graves. As
fraturas ósseas
(principalmente
fêmur e punho) e
traumas cranianos
ocorrem em 5 a
10% dos casos.
Quedas: porque é tão importante
preveni-las...
• E mesmo quando os
ferimentos são leves, as
conseqüências psíquicas
podem gerar sentimentos
de menosvalia, vergonha
e depressão, além do
temor de andar e cair
novamente, podendo
levar o idoso a restringir
sua mobilidade e
progressivamente sua
capacidade de
deambular.
ABORDAGEM EQUIPE DE SAÚDE
• A equipe multidisciplinar será capaz de
promover a reabilitação e a redução dos
riscos ao idoso.
• Profissionais envolvidos neste processo:
médico, enfermeiro, fisioterapia e terapeuta
ocupacional.
DADOS EPIDEMIOLOGICOS
• As quedas têm relação causal com 12% de
todos os óbitos na população geriátrica.
• São responsáveis por 70% das mortes
acidentais em pessoas com 75 anos ou mais.
• Constituem a 6ª causa de óbito em pacientes
com mais de 65 anos.
• Naqueles que são hospitalizados em
decorrência de uma queda, o risco de morte no
ano seguinte à hospitalização varia entre 15% e
50%.
• 60% das quedas em idosos acontecem dentro
de casa (escadas, corredores, desnível do solo).
COMO REDUZIR QUEDAS NO
IDOSO
• A maioria das quedas ocorre dentro do próprio
ambiente doméstico, causadas por fatores
extrínsecos como tapetes, piso molhado, uso
inadequado de chinelos...
• Tratamento adequado de distúrbios de equilíbrio
(ocasionadas por medicamentos ou
alterações biológicas), fraqueza,
alteração de marcha, vertigem,
hipotensão ortostática,
lesão cerebral...
• Não deixar os fios e objetos espalhados pelo chão.
• Preste atenção nos movimentos inesperados de
crianças e bicicletas.
• Atente-se a iluminação dos ambientes domésticos
(principalmente as vias de acesso entre os cômodos).
• Fique atento a efeitos colaterais de medicamentos.
• Uso correto de medicações
DICAS
• Coloque corrimão em banheiros, boxes de banho, escadas e
rampas.
• Use roupas confortáveis, de acordo com o clima e sempre sapatos
antiderrapantes.
• Manter postura adequada / Pratique exercícios de alongamento.
• Evite carregar peso, cuide da sua coluna.
• Mantenha pisos secos.
• Facilite o acesso a objetos de uso freqüente.
• Deixe sempre fonte de luz de fácil manejo e próxima ao leito.
QUEDAS: MEDIDAS DE
PREVENÇÃO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula saúde do idoso - turma regular
Aula saúde do idoso - turma regularAula saúde do idoso - turma regular
Aula saúde do idoso - turma regular
Ismael Costa
 
Desenvolvimento do ciclo de vida - Idosos: perdas de ganhos
Desenvolvimento do ciclo de vida - Idosos: perdas de ganhosDesenvolvimento do ciclo de vida - Idosos: perdas de ganhos
Desenvolvimento do ciclo de vida - Idosos: perdas de ganhos
Jessica Monteiro
 
Apresentação saude do idoso coletiva
Apresentação saude do idoso coletivaApresentação saude do idoso coletiva
Apresentação saude do idoso coletiva
Carla Couto
 
Fisiologia do envelhecimento
Fisiologia do envelhecimentoFisiologia do envelhecimento
Fisiologia do envelhecimento
André Fidelis
 
Conceitos Básicos
Conceitos BásicosConceitos Básicos
Conceitos Básicos
agemais
 
Higiene Pessoal Do Idoso
Higiene Pessoal Do IdosoHigiene Pessoal Do Idoso
Higiene Pessoal Do Idoso
guest5629953
 

Mais procurados (20)

Aula saúde do idoso - turma regular
Aula saúde do idoso - turma regularAula saúde do idoso - turma regular
Aula saúde do idoso - turma regular
 
SAÚDE DO IDOSO: ENFERMAGEM
SAÚDE DO IDOSO: ENFERMAGEMSAÚDE DO IDOSO: ENFERMAGEM
SAÚDE DO IDOSO: ENFERMAGEM
 
Desenvolvimento do ciclo de vida - Idosos: perdas de ganhos
Desenvolvimento do ciclo de vida - Idosos: perdas de ganhosDesenvolvimento do ciclo de vida - Idosos: perdas de ganhos
Desenvolvimento do ciclo de vida - Idosos: perdas de ganhos
 
Promoção a-saúde-do-idoso
Promoção a-saúde-do-idosoPromoção a-saúde-do-idoso
Promoção a-saúde-do-idoso
 
O Idoso, Suas Teorias e as Principais Modificações da Terceira Idade
O Idoso, Suas Teorias e as Principais Modificações da Terceira IdadeO Idoso, Suas Teorias e as Principais Modificações da Terceira Idade
O Idoso, Suas Teorias e as Principais Modificações da Terceira Idade
 
Aula saude do idoso
Aula saude do idosoAula saude do idoso
Aula saude do idoso
 
Velhice e Envelhecimento - Profa. Rilva Muñoz / GESME
Velhice e Envelhecimento - Profa. Rilva Muñoz / GESMEVelhice e Envelhecimento - Profa. Rilva Muñoz / GESME
Velhice e Envelhecimento - Profa. Rilva Muñoz / GESME
 
Saúde do idoso
 Saúde do idoso Saúde do idoso
Saúde do idoso
 
Curso Cuidador de Idoso (slides)
Curso Cuidador de Idoso (slides)Curso Cuidador de Idoso (slides)
Curso Cuidador de Idoso (slides)
 
Apresentação saude do idoso coletiva
Apresentação saude do idoso coletivaApresentação saude do idoso coletiva
Apresentação saude do idoso coletiva
 
Fisiologia do envelhecimento
Fisiologia do envelhecimentoFisiologia do envelhecimento
Fisiologia do envelhecimento
 
Conceitos Básicos
Conceitos BásicosConceitos Básicos
Conceitos Básicos
 
Quedas em idosos.pptx
Quedas em idosos.pptxQuedas em idosos.pptx
Quedas em idosos.pptx
 
Higiene Pessoal Do Idoso
Higiene Pessoal Do IdosoHigiene Pessoal Do Idoso
Higiene Pessoal Do Idoso
 
A arte de envelhecer com saúde
A arte de envelhecer com saúdeA arte de envelhecer com saúde
A arte de envelhecer com saúde
 
SAÚDE DO HOMEM
SAÚDE DO HOMEMSAÚDE DO HOMEM
SAÚDE DO HOMEM
 
SAÚDE DO IDOSO
SAÚDE DO IDOSOSAÚDE DO IDOSO
SAÚDE DO IDOSO
 
Manual de prevenção de quedas da pessoa idosa
Manual de prevenção de quedas da pessoa idosaManual de prevenção de quedas da pessoa idosa
Manual de prevenção de quedas da pessoa idosa
 
Alterações Envelhecimento
Alterações EnvelhecimentoAlterações Envelhecimento
Alterações Envelhecimento
 
Atenção à Saúde do Idoso
Atenção à Saúde do Idoso Atenção à Saúde do Idoso
Atenção à Saúde do Idoso
 

Destaque

Palestra prevenção de quedas
Palestra prevenção de quedasPalestra prevenção de quedas
Palestra prevenção de quedas
liana_antonucci
 
Cartilha Quedas Pessoa Idosa -Iamnspe
Cartilha Quedas Pessoa Idosa -IamnspeCartilha Quedas Pessoa Idosa -Iamnspe
Cartilha Quedas Pessoa Idosa -Iamnspe
cipasap
 
Exercícios para idosos
Exercícios para idososExercícios para idosos
Exercícios para idosos
Victor Dantas
 
Aula 3 Prevenção e Promoção Assistência ao Idoso
Aula 3 Prevenção e Promoção Assistência ao IdosoAula 3 Prevenção e Promoção Assistência ao Idoso
Aula 3 Prevenção e Promoção Assistência ao Idoso
gerontopedia
 
GináStica E A Terceira Idade
GináStica E A Terceira IdadeGináStica E A Terceira Idade
GináStica E A Terceira Idade
S.TerceiraIdade
 

Destaque (20)

Palestra prevenção de quedas
Palestra prevenção de quedasPalestra prevenção de quedas
Palestra prevenção de quedas
 
Prevenção de quedas
Prevenção de quedasPrevenção de quedas
Prevenção de quedas
 
Exercício Físico na Prevenção de Quedas em Idosos
Exercício Físico na Prevenção de Quedas em Idosos Exercício Físico na Prevenção de Quedas em Idosos
Exercício Físico na Prevenção de Quedas em Idosos
 
Como conduzir a implantação de um protocolo de quedas - Webinar Proqualis
Como conduzir a implantação de um protocolo de quedas - Webinar ProqualisComo conduzir a implantação de um protocolo de quedas - Webinar Proqualis
Como conduzir a implantação de um protocolo de quedas - Webinar Proqualis
 
Cartilha Quedas Pessoa Idosa -Iamnspe
Cartilha Quedas Pessoa Idosa -IamnspeCartilha Quedas Pessoa Idosa -Iamnspe
Cartilha Quedas Pessoa Idosa -Iamnspe
 
PROJETO CASA SEGURA
PROJETO CASA SEGURA PROJETO CASA SEGURA
PROJETO CASA SEGURA
 
PALESTRA - CASA SEGURA PARA IDOSOS
PALESTRA - CASA SEGURA PARA IDOSOSPALESTRA - CASA SEGURA PARA IDOSOS
PALESTRA - CASA SEGURA PARA IDOSOS
 
Abordagem corporal para idosos
Abordagem corporal para idososAbordagem corporal para idosos
Abordagem corporal para idosos
 
Exercícios para idosos
Exercícios para idososExercícios para idosos
Exercícios para idosos
 
Terceira Idade
Terceira IdadeTerceira Idade
Terceira Idade
 
Saude do idoso
Saude do idosoSaude do idoso
Saude do idoso
 
Cartilha Casa Segura inmetro
Cartilha Casa Segura inmetroCartilha Casa Segura inmetro
Cartilha Casa Segura inmetro
 
Tipos de quedas e fraturas
Tipos de quedas e fraturasTipos de quedas e fraturas
Tipos de quedas e fraturas
 
Avalação do idoso
Avalação do idosoAvalação do idoso
Avalação do idoso
 
Aula 3 Prevenção e Promoção Assistência ao Idoso
Aula 3 Prevenção e Promoção Assistência ao IdosoAula 3 Prevenção e Promoção Assistência ao Idoso
Aula 3 Prevenção e Promoção Assistência ao Idoso
 
GináStica E A Terceira Idade
GináStica E A Terceira IdadeGináStica E A Terceira Idade
GináStica E A Terceira Idade
 
Sexualidade na terceira idade
Sexualidade na terceira idadeSexualidade na terceira idade
Sexualidade na terceira idade
 
Como avaliar a cultura de segurança do paciente
Como avaliar a cultura de segurança do pacienteComo avaliar a cultura de segurança do paciente
Como avaliar a cultura de segurança do paciente
 
Disclosure (Abertura de Informação)
Disclosure  (Abertura de Informação)Disclosure  (Abertura de Informação)
Disclosure (Abertura de Informação)
 
Slide violência contra o idoso
Slide violência contra o idosoSlide violência contra o idoso
Slide violência contra o idoso
 

Semelhante a Prevenção de-quedas-no-idoso

Aula 2 cuidados de saúde do idoso (2)
Aula 2   cuidados de saúde do idoso (2)Aula 2   cuidados de saúde do idoso (2)
Aula 2 cuidados de saúde do idoso (2)
Tania Jesus
 
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
Tony
 
Outubro_2022 - Envelhecimento saudável e principais direitos do idoso.pptx.pdf
Outubro_2022 - Envelhecimento saudável e principais direitos do idoso.pptx.pdfOutubro_2022 - Envelhecimento saudável e principais direitos do idoso.pptx.pdf
Outubro_2022 - Envelhecimento saudável e principais direitos do idoso.pptx.pdf
FelipeWnsch
 

Semelhante a Prevenção de-quedas-no-idoso (20)

Ambiente e proteção 20 de out 2015
Ambiente e proteção 20 de out 2015Ambiente e proteção 20 de out 2015
Ambiente e proteção 20 de out 2015
 
AULA 01 - ASPECTOS FISIOLÓGICOS DO ENVELHECIMENTO.pptx
AULA 01 - ASPECTOS FISIOLÓGICOS DO ENVELHECIMENTO.pptxAULA 01 - ASPECTOS FISIOLÓGICOS DO ENVELHECIMENTO.pptx
AULA 01 - ASPECTOS FISIOLÓGICOS DO ENVELHECIMENTO.pptx
 
Aula 2 cuidados de saúde do idoso (2)
Aula 2   cuidados de saúde do idoso (2)Aula 2   cuidados de saúde do idoso (2)
Aula 2 cuidados de saúde do idoso (2)
 
Manual quedaspessoaidosa[1]
Manual quedaspessoaidosa[1]Manual quedaspessoaidosa[1]
Manual quedaspessoaidosa[1]
 
Cuidador de idoso_23
Cuidador de idoso_23Cuidador de idoso_23
Cuidador de idoso_23
 
Manual sobre quedas de pessoas idosas
Manual sobre quedas de pessoas idosasManual sobre quedas de pessoas idosas
Manual sobre quedas de pessoas idosas
 
Para pessoas idosas: MANUAL SOBRE COMO EVITAR QUEDAS
Para pessoas idosas: MANUAL SOBRE COMO EVITAR QUEDASPara pessoas idosas: MANUAL SOBRE COMO EVITAR QUEDAS
Para pessoas idosas: MANUAL SOBRE COMO EVITAR QUEDAS
 
Manual de quedas para pessoa idosa1 (9)
Manual de quedas para pessoa idosa1 (9)Manual de quedas para pessoa idosa1 (9)
Manual de quedas para pessoa idosa1 (9)
 
Osteoporose slide com refer
Osteoporose slide com referOsteoporose slide com refer
Osteoporose slide com refer
 
Palestra para Agentes Comunitários de Saúde e Cuidadores de Idosos
Palestra para Agentes Comunitários de Saúde e Cuidadores de IdososPalestra para Agentes Comunitários de Saúde e Cuidadores de Idosos
Palestra para Agentes Comunitários de Saúde e Cuidadores de Idosos
 
5-densitometria-ossea-150619105522-lva1-app6891.pdf
5-densitometria-ossea-150619105522-lva1-app6891.pdf5-densitometria-ossea-150619105522-lva1-app6891.pdf
5-densitometria-ossea-150619105522-lva1-app6891.pdf
 
5 densitometria-ossea
5 densitometria-ossea5 densitometria-ossea
5 densitometria-ossea
 
QUEDAS E FRAGILIDADE.pptx
QUEDAS E FRAGILIDADE.pptxQUEDAS E FRAGILIDADE.pptx
QUEDAS E FRAGILIDADE.pptx
 
AULAS 1,2 E 3 - ALUNOS.pptx
AULAS 1,2 E 3 - ALUNOS.pptxAULAS 1,2 E 3 - ALUNOS.pptx
AULAS 1,2 E 3 - ALUNOS.pptx
 
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
 
Gigantes Da Geriatria
Gigantes Da GeriatriaGigantes Da Geriatria
Gigantes Da Geriatria
 
quedas.pptx
quedas.pptxquedas.pptx
quedas.pptx
 
A velhice
A velhiceA velhice
A velhice
 
Outubro_2022 - Envelhecimento saudável e principais direitos do idoso.pptx.pdf
Outubro_2022 - Envelhecimento saudável e principais direitos do idoso.pptx.pdfOutubro_2022 - Envelhecimento saudável e principais direitos do idoso.pptx.pdf
Outubro_2022 - Envelhecimento saudável e principais direitos do idoso.pptx.pdf
 
Seminário cuidado ao idoso
Seminário cuidado ao idosoSeminário cuidado ao idoso
Seminário cuidado ao idoso
 

Prevenção de-quedas-no-idoso

  • 1. PREVENÇÃO DE QUEDAS NO IDOSO Dra CRISTIANE FERNANDA MAY PITELLI
  • 2. QUEM É O IDOSO? • A Organização Mundial da Saúde preconiza que idosos são pessoas com mais de 65 anos de idade em países desenvolvidos e com mais de 60 anos de idade em países em desenvolvimento.
  • 3. PROCESSO DE ENVELHECIMENTO • Processo natural e gradativo. • Diminuição de reservas funcionais (alterações orgânica, cognitiva, física e funcional). • Mudança no papel social (aposentadoria, função importante na contribuição da renda da família).
  • 4. Quedas: porque é tão importante preveni-las... • A cada ano, um terço da população idosa sofre uma queda e este risco aumenta progressivamente com a idade.
  • 5. Quedas: porque é tão importante preveni-las... • As conseqüências de quedas podem ser graves. As fraturas ósseas (principalmente fêmur e punho) e traumas cranianos ocorrem em 5 a 10% dos casos.
  • 6. Quedas: porque é tão importante preveni-las... • E mesmo quando os ferimentos são leves, as conseqüências psíquicas podem gerar sentimentos de menosvalia, vergonha e depressão, além do temor de andar e cair novamente, podendo levar o idoso a restringir sua mobilidade e progressivamente sua capacidade de deambular.
  • 7. ABORDAGEM EQUIPE DE SAÚDE • A equipe multidisciplinar será capaz de promover a reabilitação e a redução dos riscos ao idoso. • Profissionais envolvidos neste processo: médico, enfermeiro, fisioterapia e terapeuta ocupacional.
  • 8. DADOS EPIDEMIOLOGICOS • As quedas têm relação causal com 12% de todos os óbitos na população geriátrica. • São responsáveis por 70% das mortes acidentais em pessoas com 75 anos ou mais. • Constituem a 6ª causa de óbito em pacientes com mais de 65 anos. • Naqueles que são hospitalizados em decorrência de uma queda, o risco de morte no ano seguinte à hospitalização varia entre 15% e 50%. • 60% das quedas em idosos acontecem dentro de casa (escadas, corredores, desnível do solo).
  • 9. COMO REDUZIR QUEDAS NO IDOSO • A maioria das quedas ocorre dentro do próprio ambiente doméstico, causadas por fatores extrínsecos como tapetes, piso molhado, uso inadequado de chinelos... • Tratamento adequado de distúrbios de equilíbrio (ocasionadas por medicamentos ou alterações biológicas), fraqueza, alteração de marcha, vertigem, hipotensão ortostática, lesão cerebral...
  • 10. • Não deixar os fios e objetos espalhados pelo chão. • Preste atenção nos movimentos inesperados de crianças e bicicletas. • Atente-se a iluminação dos ambientes domésticos (principalmente as vias de acesso entre os cômodos). • Fique atento a efeitos colaterais de medicamentos. • Uso correto de medicações DICAS
  • 11. • Coloque corrimão em banheiros, boxes de banho, escadas e rampas. • Use roupas confortáveis, de acordo com o clima e sempre sapatos antiderrapantes. • Manter postura adequada / Pratique exercícios de alongamento. • Evite carregar peso, cuide da sua coluna. • Mantenha pisos secos. • Facilite o acesso a objetos de uso freqüente. • Deixe sempre fonte de luz de fácil manejo e próxima ao leito. QUEDAS: MEDIDAS DE PREVENÇÃO