SlideShare uma empresa Scribd logo
PLATELMINTOS E
NEMATELMINTOS
PLATELMINTOS

• TÊM O CORPO ACHATADO;
• VIVEM EM AMBIENTES AQUÁTICOS OU
  ÚMIDOS;
• PODEM SER PARASITAS OU DE VIDA
  LIVRE;
• PODEM MEDIR MILÍMETROS OU METROS
  DE COMPRIMENTO;
• POSSUEM       TUBO      DIGESTÓRIO
  INCOMPLETO (PELA BOCA INGEREM O
  ALIMENTO E ELIMINAM AS FEZES);
• ALGUNS     NÃO    POSSUEM      TUBO
  DIGESTÓRIO,      RETIRANDO        OS
  NUTRIENTES    ATRAVÉS    DA     PELE
  (PARASITAS).
GRUPOS DE PLATELMINTOS

• PLANÁRIAS: TÊM VIDA LIVRE E SE
 LOCOMOVEM POR MEIO DE CÍLIOS. SÃO
 HERMAFRODITAS E TÊM GRANDE PODER
 DE REGENERAÇÃO.
• TÊNIAS (SOLITÁRIAS): PODEM ATINGIR MAIS
    DE 8 M DE COMPRIMENTO. O CORPO PODE SER
    DIVIDIDO EM TRÊS PARTES:
-   CABEÇA OU ESCÓLEX;
-   PESCOÇO – CURTO PROLONGAMENTO DA
    CABEÇA;
-     CORPO OU ESTRÓBILO – DIVIDIDO EM
    SEGMENTOS CHAMADOS PROGLOTES OU
    ANÉIS.
TENÍASE

• A teníase é resultado da presença da
 forma adulta da Taenia solium ou da
 Taenia saginata no intestino delgado do
 homem. É uma parasitose intestinal que
 pode causar dores abdominais, náuseas,
 debilidade, perda de peso, flatulência
 (gases), diarréia ou constipação. Quando
 o parasita permanece no intestino, o
 parasitismo pode ser considerado benigno.
• Em alguns casos, pode provocar retardo
 no crescimento e no desenvolvimento das
 crianças e baixa produtividade no adulto.
 A infestação pode ser percebida pela
 eliminação espontânea de proglotes (parte
 do corpo do verme que contém ovos) nas
 fezes.
CISTICERCOSE
• A cisticercose é causada pela larva da Taenia solium nos
    tecidos humanos.
•   As manifestações clínicas dependem da localização e do
    número de larvas que infectaram o indivíduo, da fase de
    desenvolvimento dos cisticercos e da resposta
    imunológica do hospedeiro (é assim que costumam ser
    chamadas as pessoas que "hospedam" o verme). As
    formas graves estão localizadas no sistema nervoso
    central e apresentam sintomas neuro-psíquicos
    (convulsões, distúrbio de comportamento, hipertensão
    intracraniana) e oculares.
• ESQUISTOSSOMO: (Schistosoma mansoni) É UM
    VERME QUE CAUSA NOS SERES HUMANOS A
    DOENÇA DENOMINADA ESQUISTOSSOMOSE;
•   TÊM SEXOS SEPARADOS;
•   A FÊMEA PÕE OS OVOS NAS VEIAS DO
    INTESTINO DE UMA PESSOA DOENTE QUE
    ELIMINA AS FEZES CONTAMINANDO O SOLO
    QUE PODE ALCANÇAR A ÁGUA DE UM LAGO OU
    REPRESA.
• Origina larvas ciliadas denominadas miracídeos;
• Essas larvas podem penetrar o corpo de um
    caramujo de gênero Biomphalaria originando
    larvas com cauda chamadas cercárias;
•   As cercárias saem do caramujo e passam para a
    água podendo penetrar na pele humana,
    atingindo a corrente sanguínea.      Ocorre o
    aumento no volume do abdome devido ao
    crescimento desproporcional do fígado e do
    baço.
NEMATELMINTOS

• SÃO VERMES DE CORPO CILÍNDRICO E
  AFILADO NAS EXTREMIDADES;
• SÃO PARASITAS OU DE VIDA LIVRE;
• POSSUEM       TUBO      DIGESTÓRIO
  COMPLETO;
• TÊM SEXOS SEPARADOS.
ANCILÓSTOMOS

• VIVEM   NO   INTESTINO   DELGADO
  HUMANO;
• POSSUEM GUANCHOS NA CAVIDADE DA
  BOCA QUE PROVOCAM LESÕES NA
  PAREDE DO INTESTINO;
• PROVOCAM HEMORRAGIA QUE DEIXAM A
  PESSOA ANÊMICA – ANCILOSTOMÍASE
  (AMARELÃO)
LOMBRIGAS (Ascaris lumbricoides)

• VIVEM NO INTESTINO HUMANO SE
  ALIMENTANDO     DE    SUBSTÂNCIAS
  NUTRITIVAS;
• A DOENÇA PROVOCADA POR ESSE VERME
  É DENOMINADA ASCARIDÍASE.
• SINTOMAS:    NÁUSEAS,     VÔMITOS,
  CÓLICAS       ABDOMINAIS         E
  EMAGRECIMENTO.
• PODE-SE  EVITAR   A    ASCARIDÍASE
 LAVANDO CUIDADODAMENTE FRUTAS E
 VERDURAS, INGERINDO APENAS ÁGUA
 TRATADA OU FERVIDA E USANDO
 INSTALAÇÕES SANITÁRIAS ADEQUADAS.
OXIÚRUS (Enterobius vermicularis)

• MEDEM DE OITO A DOZE MILÍMETROS
 DE COMPRIMENTO E VIVEM NO
 INTESTINO GROSSO, ONDE PROVOCAM
 INFLAMAÇÕES.
FILÁRIAS
• SÃO VERMES QUE SE ALOJAM EM VASOS
    LINFÁTICOS COMO MAMAS E PERNAS.
•   ESSES VERMES OBSTRUEM OS VASOS
    LINFÁTICOS E DIFICULTAM O DESLOCAMENTO
    DA LINFA, COM ISSO A PERNA DE UMA PESSOA
    FICA MUITO INCHADA, LEMBRANDO A PERNA
    DE UM ELEFANTE – ELEFANTÍASE.
•   UMA PESSOA ADQUIRE ELEFANTÍASE QUANDO
    É PICADA POR UM MOSQUITO DO GÊNERO
    CULEX.
Platelmintos e nematelmintos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cnidários
CnidáriosCnidários
Cnidários
Jocimar Araujo
 
Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
Teresa Cristina
 
Platelmintos
PlatelmintosPlatelmintos
Platelmintos
GabrielaMansur
 
Artrópodes e equinodermos
Artrópodes e equinodermosArtrópodes e equinodermos
Artrópodes e equinodermos
jrz758
 
Nematelmintos
NematelmintosNematelmintos
Nematelmintos
profatatiana
 
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Bio
 
Protozoários
ProtozoáriosProtozoários
Filo Mollusca
Filo MolluscaFilo Mollusca
Filo Mollusca
Lucas Castro
 
Anelídeos (Power Point)
Anelídeos (Power Point)Anelídeos (Power Point)
Anelídeos (Power Point)
Bio
 
Filo annelida
Filo annelidaFilo annelida
Filo annelida
MarianeSGS
 
Protozoários e protozooses
Protozoários e protozoosesProtozoários e protozooses
Protozoários e protozooses
Guilherme Orlandi Goulart
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
Killer Max
 
Filo platyhelminthes e Nematoda
Filo platyhelminthes e NematodaFilo platyhelminthes e Nematoda
Filo platyhelminthes e Nematoda
Gabriel Lopes (Guma)
 
Cnidários ( Power Point ) 1
Cnidários ( Power Point ) 1Cnidários ( Power Point ) 1
Cnidários ( Power Point ) 1
Bio
 
Platelmintos
PlatelmintosPlatelmintos
Platelmintos
André Oliver
 
Platelmintos Nematelmintos Anelideos
Platelmintos Nematelmintos AnelideosPlatelmintos Nematelmintos Anelideos
Platelmintos Nematelmintos Anelideos
Luis Otavio Tassinari
 
Platelmintos
PlatelmintosPlatelmintos
Platelmintos
profatatiana
 
Cnidários
CnidáriosCnidários
Cnidários
Robson Oliveira
 
Moluscos1
Moluscos1Moluscos1
Moluscos1
Gaspar Neto
 
Reino protoctista
Reino protoctistaReino protoctista
Reino protoctista
Marcia Bantim
 

Mais procurados (20)

Cnidários
CnidáriosCnidários
Cnidários
 
Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
 
Platelmintos
PlatelmintosPlatelmintos
Platelmintos
 
Artrópodes e equinodermos
Artrópodes e equinodermosArtrópodes e equinodermos
Artrópodes e equinodermos
 
Nematelmintos
NematelmintosNematelmintos
Nematelmintos
 
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
 
Protozoários
ProtozoáriosProtozoários
Protozoários
 
Filo Mollusca
Filo MolluscaFilo Mollusca
Filo Mollusca
 
Anelídeos (Power Point)
Anelídeos (Power Point)Anelídeos (Power Point)
Anelídeos (Power Point)
 
Filo annelida
Filo annelidaFilo annelida
Filo annelida
 
Protozoários e protozooses
Protozoários e protozoosesProtozoários e protozooses
Protozoários e protozooses
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
 
Filo platyhelminthes e Nematoda
Filo platyhelminthes e NematodaFilo platyhelminthes e Nematoda
Filo platyhelminthes e Nematoda
 
Cnidários ( Power Point ) 1
Cnidários ( Power Point ) 1Cnidários ( Power Point ) 1
Cnidários ( Power Point ) 1
 
Platelmintos
PlatelmintosPlatelmintos
Platelmintos
 
Platelmintos Nematelmintos Anelideos
Platelmintos Nematelmintos AnelideosPlatelmintos Nematelmintos Anelideos
Platelmintos Nematelmintos Anelideos
 
Platelmintos
PlatelmintosPlatelmintos
Platelmintos
 
Cnidários
CnidáriosCnidários
Cnidários
 
Moluscos1
Moluscos1Moluscos1
Moluscos1
 
Reino protoctista
Reino protoctistaReino protoctista
Reino protoctista
 

Semelhante a Platelmintos e nematelmintos

Platelmintos
PlatelmintosPlatelmintos
Platelmintos
bioblocmb
 
Parte escrita dtas causadas por parasitas
Parte escrita dtas causadas por parasitasParte escrita dtas causadas por parasitas
Parte escrita dtas causadas por parasitas
Vanessa Queiroz
 
Platelmintos e nematelmintos gabi
Platelmintos e nematelmintos gabiPlatelmintos e nematelmintos gabi
Platelmintos e nematelmintos gabi
patycorso
 
Ascaris Lumbricoides, Trichuris, Enterobios
Ascaris Lumbricoides, Trichuris, EnterobiosAscaris Lumbricoides, Trichuris, Enterobios
Ascaris Lumbricoides, Trichuris, Enterobios
ITPAC PORTO
 
7º ano cap 7 reino protoctistas
7º ano cap 7  reino protoctistas7º ano cap 7  reino protoctistas
7º ano cap 7 reino protoctistas
ISJ
 
Aula invertebrados
Aula invertebradosAula invertebrados
Aula invertebrados
Andre Luiz Nascimento
 
Platelmintos
PlatelmintosPlatelmintos
Platelmintos
Flávio Booz
 
Reino animalia (metazoa)
Reino animalia (metazoa)Reino animalia (metazoa)
Reino animalia (metazoa)
Jocimara Monsani
 
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino Protista
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino ProtistaSlides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino Protista
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino Protista
Turma Olímpica
 
Amebíase
AmebíaseAmebíase
Amebíase
crishmuler
 
Platelmintos & nematodeos
Platelmintos & nematodeosPlatelmintos & nematodeos
Platelmintos & nematodeos
Nóh Lopez
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
ProfDeboraCursinho
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
professorbevilacqua
 
INVERTEBRADOS DE IMPORTÂNCIA MÉDICA PARA O HOMEM: TENÍASE - NEUROCISTICERCOSE
INVERTEBRADOS DE IMPORTÂNCIA MÉDICA PARA O HOMEM: TENÍASE - NEUROCISTICERCOSEINVERTEBRADOS DE IMPORTÂNCIA MÉDICA PARA O HOMEM: TENÍASE - NEUROCISTICERCOSE
INVERTEBRADOS DE IMPORTÂNCIA MÉDICA PARA O HOMEM: TENÍASE - NEUROCISTICERCOSE
Rosa Dall'Agnol
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
Juliana Lima
 
1ª protozoarios
 1ª protozoarios 1ª protozoarios
1ª protozoarios
Ana Paula A. Piacentini
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
ISJ
 
Filo Platyhelminthes - Platelmintos
Filo Platyhelminthes - PlatelmintosFilo Platyhelminthes - Platelmintos
Filo Platyhelminthes - Platelmintos
Carla Brígida
 
Plano de aula 10
Plano de aula 10Plano de aula 10
Plano de aula 10
familiaestagio
 
Reino Protoctista
Reino ProtoctistaReino Protoctista
Reino Protoctista
infoeducp2
 

Semelhante a Platelmintos e nematelmintos (20)

Platelmintos
PlatelmintosPlatelmintos
Platelmintos
 
Parte escrita dtas causadas por parasitas
Parte escrita dtas causadas por parasitasParte escrita dtas causadas por parasitas
Parte escrita dtas causadas por parasitas
 
Platelmintos e nematelmintos gabi
Platelmintos e nematelmintos gabiPlatelmintos e nematelmintos gabi
Platelmintos e nematelmintos gabi
 
Ascaris Lumbricoides, Trichuris, Enterobios
Ascaris Lumbricoides, Trichuris, EnterobiosAscaris Lumbricoides, Trichuris, Enterobios
Ascaris Lumbricoides, Trichuris, Enterobios
 
7º ano cap 7 reino protoctistas
7º ano cap 7  reino protoctistas7º ano cap 7  reino protoctistas
7º ano cap 7 reino protoctistas
 
Aula invertebrados
Aula invertebradosAula invertebrados
Aula invertebrados
 
Platelmintos
PlatelmintosPlatelmintos
Platelmintos
 
Reino animalia (metazoa)
Reino animalia (metazoa)Reino animalia (metazoa)
Reino animalia (metazoa)
 
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino Protista
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino ProtistaSlides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino Protista
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino Protista
 
Amebíase
AmebíaseAmebíase
Amebíase
 
Platelmintos & nematodeos
Platelmintos & nematodeosPlatelmintos & nematodeos
Platelmintos & nematodeos
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
 
INVERTEBRADOS DE IMPORTÂNCIA MÉDICA PARA O HOMEM: TENÍASE - NEUROCISTICERCOSE
INVERTEBRADOS DE IMPORTÂNCIA MÉDICA PARA O HOMEM: TENÍASE - NEUROCISTICERCOSEINVERTEBRADOS DE IMPORTÂNCIA MÉDICA PARA O HOMEM: TENÍASE - NEUROCISTICERCOSE
INVERTEBRADOS DE IMPORTÂNCIA MÉDICA PARA O HOMEM: TENÍASE - NEUROCISTICERCOSE
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
 
1ª protozoarios
 1ª protozoarios 1ª protozoarios
1ª protozoarios
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
 
Filo Platyhelminthes - Platelmintos
Filo Platyhelminthes - PlatelmintosFilo Platyhelminthes - Platelmintos
Filo Platyhelminthes - Platelmintos
 
Plano de aula 10
Plano de aula 10Plano de aula 10
Plano de aula 10
 
Reino Protoctista
Reino ProtoctistaReino Protoctista
Reino Protoctista
 

Último

Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 

Último (20)

Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 

Platelmintos e nematelmintos

  • 2. PLATELMINTOS • TÊM O CORPO ACHATADO; • VIVEM EM AMBIENTES AQUÁTICOS OU ÚMIDOS; • PODEM SER PARASITAS OU DE VIDA LIVRE; • PODEM MEDIR MILÍMETROS OU METROS DE COMPRIMENTO;
  • 3. • POSSUEM TUBO DIGESTÓRIO INCOMPLETO (PELA BOCA INGEREM O ALIMENTO E ELIMINAM AS FEZES); • ALGUNS NÃO POSSUEM TUBO DIGESTÓRIO, RETIRANDO OS NUTRIENTES ATRAVÉS DA PELE (PARASITAS).
  • 4. GRUPOS DE PLATELMINTOS • PLANÁRIAS: TÊM VIDA LIVRE E SE LOCOMOVEM POR MEIO DE CÍLIOS. SÃO HERMAFRODITAS E TÊM GRANDE PODER DE REGENERAÇÃO.
  • 5.
  • 6. • TÊNIAS (SOLITÁRIAS): PODEM ATINGIR MAIS DE 8 M DE COMPRIMENTO. O CORPO PODE SER DIVIDIDO EM TRÊS PARTES: - CABEÇA OU ESCÓLEX; - PESCOÇO – CURTO PROLONGAMENTO DA CABEÇA; - CORPO OU ESTRÓBILO – DIVIDIDO EM SEGMENTOS CHAMADOS PROGLOTES OU ANÉIS.
  • 7.
  • 8. TENÍASE • A teníase é resultado da presença da forma adulta da Taenia solium ou da Taenia saginata no intestino delgado do homem. É uma parasitose intestinal que pode causar dores abdominais, náuseas, debilidade, perda de peso, flatulência (gases), diarréia ou constipação. Quando o parasita permanece no intestino, o parasitismo pode ser considerado benigno.
  • 9. • Em alguns casos, pode provocar retardo no crescimento e no desenvolvimento das crianças e baixa produtividade no adulto. A infestação pode ser percebida pela eliminação espontânea de proglotes (parte do corpo do verme que contém ovos) nas fezes.
  • 10. CISTICERCOSE • A cisticercose é causada pela larva da Taenia solium nos tecidos humanos. • As manifestações clínicas dependem da localização e do número de larvas que infectaram o indivíduo, da fase de desenvolvimento dos cisticercos e da resposta imunológica do hospedeiro (é assim que costumam ser chamadas as pessoas que "hospedam" o verme). As formas graves estão localizadas no sistema nervoso central e apresentam sintomas neuro-psíquicos (convulsões, distúrbio de comportamento, hipertensão intracraniana) e oculares.
  • 11.
  • 12.
  • 13. • ESQUISTOSSOMO: (Schistosoma mansoni) É UM VERME QUE CAUSA NOS SERES HUMANOS A DOENÇA DENOMINADA ESQUISTOSSOMOSE; • TÊM SEXOS SEPARADOS; • A FÊMEA PÕE OS OVOS NAS VEIAS DO INTESTINO DE UMA PESSOA DOENTE QUE ELIMINA AS FEZES CONTAMINANDO O SOLO QUE PODE ALCANÇAR A ÁGUA DE UM LAGO OU REPRESA.
  • 14. • Origina larvas ciliadas denominadas miracídeos; • Essas larvas podem penetrar o corpo de um caramujo de gênero Biomphalaria originando larvas com cauda chamadas cercárias; • As cercárias saem do caramujo e passam para a água podendo penetrar na pele humana, atingindo a corrente sanguínea. Ocorre o aumento no volume do abdome devido ao crescimento desproporcional do fígado e do baço.
  • 15.
  • 16. NEMATELMINTOS • SÃO VERMES DE CORPO CILÍNDRICO E AFILADO NAS EXTREMIDADES; • SÃO PARASITAS OU DE VIDA LIVRE; • POSSUEM TUBO DIGESTÓRIO COMPLETO; • TÊM SEXOS SEPARADOS.
  • 17. ANCILÓSTOMOS • VIVEM NO INTESTINO DELGADO HUMANO; • POSSUEM GUANCHOS NA CAVIDADE DA BOCA QUE PROVOCAM LESÕES NA PAREDE DO INTESTINO; • PROVOCAM HEMORRAGIA QUE DEIXAM A PESSOA ANÊMICA – ANCILOSTOMÍASE (AMARELÃO)
  • 18.
  • 19. LOMBRIGAS (Ascaris lumbricoides) • VIVEM NO INTESTINO HUMANO SE ALIMENTANDO DE SUBSTÂNCIAS NUTRITIVAS; • A DOENÇA PROVOCADA POR ESSE VERME É DENOMINADA ASCARIDÍASE. • SINTOMAS: NÁUSEAS, VÔMITOS, CÓLICAS ABDOMINAIS E EMAGRECIMENTO.
  • 20. • PODE-SE EVITAR A ASCARIDÍASE LAVANDO CUIDADODAMENTE FRUTAS E VERDURAS, INGERINDO APENAS ÁGUA TRATADA OU FERVIDA E USANDO INSTALAÇÕES SANITÁRIAS ADEQUADAS.
  • 21.
  • 22. OXIÚRUS (Enterobius vermicularis) • MEDEM DE OITO A DOZE MILÍMETROS DE COMPRIMENTO E VIVEM NO INTESTINO GROSSO, ONDE PROVOCAM INFLAMAÇÕES.
  • 23.
  • 24. FILÁRIAS • SÃO VERMES QUE SE ALOJAM EM VASOS LINFÁTICOS COMO MAMAS E PERNAS. • ESSES VERMES OBSTRUEM OS VASOS LINFÁTICOS E DIFICULTAM O DESLOCAMENTO DA LINFA, COM ISSO A PERNA DE UMA PESSOA FICA MUITO INCHADA, LEMBRANDO A PERNA DE UM ELEFANTE – ELEFANTÍASE. • UMA PESSOA ADQUIRE ELEFANTÍASE QUANDO É PICADA POR UM MOSQUITO DO GÊNERO CULEX.