SlideShare uma empresa Scribd logo
Filo Annelida
Anelídeos
• é um filo de animais vermiforme com o corpo segmentado em
forma de anéis externos e internos;
• portadores de metâmeros;
• compreendem cerca de 15 mil espécies;
• possuem representantes que vivem no solo úmido, na água
doce e na água salgada;
• podem ser parasitas ou de vida livre;
• os representantes mais conhecidos são as minhocas e
sanguessugas.
Minhoca Nereis
Sanguessuga
Generalidades
• Apresentam simetria bilateral;
• São celomados;
• Animais triblásticos;
• Protostômios;
• Metameria ( anéis internos e externos);
• Epiderme revestida por cutícula quitinosa.
Classificação
Podemos classificar os anelídeos utilizando como critério a
presença ou a ausência de estruturas semelhantes a pelos e a
quantidade dessas cerdas:
• Polichaetas (poli = muitas; chaeta = cerdas)
• Oligochaetas (oligo = poucos; chaeta = cerdas)
• Achaetas ( a = sem; chaeta = cerda)
Polichaetas
• (poli = muitas; chaeta = cerdas)
• Principalmente marinhos (também ocorrem em água doce e
mais raramente em ambiente terrestre úmido);
• Nos anéis do corpo ocorrem projeções laterais denominadas
parapódios (pequenas projeções do corpo que auxiliam a
locomoção), onde estão inseridas as muitas cerdas;
• Os poliquetos em geral são de sexos separados e podem ter
diversos padrões reprodutivos. Apresentam como regra
reprodução sexuada e fecundação externa. O
desenvolvimento é indireto, passando por fase larval. Em
alguns casos pode ocorrer reprodução assexuada.
Parapódios
Poliqueta-fogo
Phyllodoce roseaNereis succinea
Oligochaetas
• Apresentam poucas cerdas por anel (oligo = poucos; chaeta =
cerdas);
• Os principais representantes são as minhocas;
• Vivem em sólidos úmidos ou em ambientes de água doce.
Existem também algumas poucas espécies marinhas;
• Encontramos desde espécies muito pequenas, com cerca de 1
mm de comprimento, até muito grandes, como o minhocuçu,
que chega a ter 2 m de comprimento;
• Todos os Oligochaeta são hermafroditas, podendo reproduzir-
se sexuadamente ou assexuadamente. A forma sexuada, que é
a mais comum, ocorre com fecundação cruzada mútua;
• Nesse animal, é visível o clitelo - um anel mais claro por onde
os animais se unem na fecundação cruzada, trocando
espermatozóides.
Minhoca
Minhocuçu
Achaetas
• Os aquetos (também chamados hirudíneos) não possuem cerdas ( a
= sem; chaeta = cerda);
• Apresentam ventosas, que ajudam na fixação e no deslocamento;
• Nesse grupo, está a sanguessuga. Ela é hermafrodita e vive em solo
úmido e pantanoso ou em água doce. Existem também algumas
espécies marinhas;
• As sanguessugas produzem uma substância chamada hirudina, que
impede a coagulação do sangue e faz também com que a presa não
sinta dor quando é atacada por esse animal;
• As sanguessugas são utilizadas na medicina em casos de grandes
dificuldades circulatórias em membros, visto que a sua ação
sugadora força o sangue a circular, ajudando a manter vivas
as células;
• Apesar de viverem fixos, podem se deslocar com o auxílio da
musculatura do corpo e das ventosas, num tipo de deslocamento,
chamado mede-palmos.
Sanguessuga
Mede-palmos
Tratamento com sanguessugas
Sistema Nervoso
• O sistema nervoso dos anelídeos é formado por um par de
gânglios cerebrais, que está localizado dorsalmente sobre a
faringe e por dois cordões nervosos ventrais , com um par de
gânglios por metâmero;
• O cordão nervoso ventral duplo apresenta uma sequência de
gânglios nervosos dos quais partem nervos mistos para a
musculatura ( fibras sensoriais e motoras);
• Várias espécies marinhas de anelídeo possuem órgãos
sensoriais bem desenvolvidos, como, por exemplo, tentáculos,
cerdas, olhos e papilas sensoriais.
Sistema Circulatório
• O sistema circulatório dos anelídeos é fechado, formado por
vasos sanguíneos interligados, composto por um vaso
sanguíneo dorsal que leva o "sangue" no sentido da posterior
e outro ventral, que o traz na direção oposta; em cada
segmento, existe um par de vasos sanguíneos laterais,
conectando os vasos longitudinais dorsal e ventral.
Respiração
• A respiração é do tipo cutânea ou tegumentar, mas em alguns
representantes marinhos ela é branquial. Na respiração
cutânea ou tegumentar as trocas gasosas são feitas por
difusão.
Sistema Digestório
• O sistema digestório é completo, com forma tubular, com
boca e ânus e a digestão é do tipo extracelular.
• Presença de estruturas que aumentam a superfície de
absorção do intestino: os cecos intestinais e o tissofole.
• O tubo digestivo é bastante especializado, devido à variedade
das dietas. Muitas espécies são predadoras, como, por
exemplo, os poliquetos carnívoros que possuem mandíbulas
para a captura de alimento, outras são detritívoras, as
minhocas por exemplo; outras alimentam-se por filtração,
outras ainda ingerem sedimentos, dos quais o intestino tem
de separar a parte nutritiva, e, finalmente, as sanguessugas
que alimentam-se de sangue de outros animais, por sucção.
Sistema Excretor
• O sistema excretor é formado por metanefrídios;
• Cada segmento do corpo possui um par de nefrídios;
• Os metanefrídio são comuns em animais de simetria bilateral
que não precisam conservar água.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Platelmintos
PlatelmintosPlatelmintos
Platelmintos
GabrielaMansur
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
OS EQUINODERMOS
OS EQUINODERMOSOS EQUINODERMOS
OS EQUINODERMOS
Nayana Maia
 
III.2 Platelmintos e Nematelmintos
III.2 Platelmintos e NematelmintosIII.2 Platelmintos e Nematelmintos
III.2 Platelmintos e Nematelmintos
Rebeca Vale
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
marlyrauber
 
Filo Nematoda (Power Point)
Filo Nematoda (Power Point)Filo Nematoda (Power Point)
Filo Nematoda (Power Point)
Bio
 
slide sobre os anelídeos
slide sobre os anelídeos slide sobre os anelídeos
slide sobre os anelídeos
Maria Aparecida Reis moura
 
IV.2 Anfíbios
IV.2 AnfíbiosIV.2 Anfíbios
IV.2 Anfíbios
Rebeca Vale
 
Aula 1 caracteristicas gerais dos animais
Aula 1   caracteristicas gerais dos animaisAula 1   caracteristicas gerais dos animais
Aula 1 caracteristicas gerais dos animais
Grupo UNIASSELVI
 
Crustáceos decapodas
Crustáceos decapodasCrustáceos decapodas
Crustáceos decapodas
Luis Aurelio Sanches
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
Killer Max
 
Anelídeos (Power Point)
Anelídeos (Power Point)Anelídeos (Power Point)
Anelídeos (Power Point)
Bio
 
Reino animal
Reino animalReino animal
Anelídeos
AnelídeosAnelídeos
Mollusca
MolluscaMollusca
III.3 Anelídeos e Moluscos
III.3 Anelídeos e MoluscosIII.3 Anelídeos e Moluscos
III.3 Anelídeos e Moluscos
Rebeca Vale
 
Filo Moluscos (Power Point)
Filo Moluscos (Power Point)Filo Moluscos (Power Point)
Filo Moluscos (Power Point)
Bio
 
Aula anfíbios
Aula anfíbiosAula anfíbios
Aula anfíbios
Dacoli
 
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Leonardo Kaplan
 
Répteis
 Répteis Répteis
Répteis
Edézio Miranda
 

Mais procurados (20)

Platelmintos
PlatelmintosPlatelmintos
Platelmintos
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
 
OS EQUINODERMOS
OS EQUINODERMOSOS EQUINODERMOS
OS EQUINODERMOS
 
III.2 Platelmintos e Nematelmintos
III.2 Platelmintos e NematelmintosIII.2 Platelmintos e Nematelmintos
III.2 Platelmintos e Nematelmintos
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
 
Filo Nematoda (Power Point)
Filo Nematoda (Power Point)Filo Nematoda (Power Point)
Filo Nematoda (Power Point)
 
slide sobre os anelídeos
slide sobre os anelídeos slide sobre os anelídeos
slide sobre os anelídeos
 
IV.2 Anfíbios
IV.2 AnfíbiosIV.2 Anfíbios
IV.2 Anfíbios
 
Aula 1 caracteristicas gerais dos animais
Aula 1   caracteristicas gerais dos animaisAula 1   caracteristicas gerais dos animais
Aula 1 caracteristicas gerais dos animais
 
Crustáceos decapodas
Crustáceos decapodasCrustáceos decapodas
Crustáceos decapodas
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
 
Anelídeos (Power Point)
Anelídeos (Power Point)Anelídeos (Power Point)
Anelídeos (Power Point)
 
Reino animal
Reino animalReino animal
Reino animal
 
Anelídeos
AnelídeosAnelídeos
Anelídeos
 
Mollusca
MolluscaMollusca
Mollusca
 
III.3 Anelídeos e Moluscos
III.3 Anelídeos e MoluscosIII.3 Anelídeos e Moluscos
III.3 Anelídeos e Moluscos
 
Filo Moluscos (Power Point)
Filo Moluscos (Power Point)Filo Moluscos (Power Point)
Filo Moluscos (Power Point)
 
Aula anfíbios
Aula anfíbiosAula anfíbios
Aula anfíbios
 
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (Vertebrados)
 
Répteis
 Répteis Répteis
Répteis
 

Semelhante a Filo annelida

ANELIDEOS
ANELIDEOSANELIDEOS
ANELIDEOS
TonRodrigues6
 
Equinodermos
EquinodermosEquinodermos
Equinodermos
barbara_carlini
 
Platelmintos Nematelmintos Anelideos
Platelmintos Nematelmintos AnelideosPlatelmintos Nematelmintos Anelideos
Platelmintos Nematelmintos Anelideos
Luis Otavio Tassinari
 
Vermes
VermesVermes
Vermes
Victor Hugo
 
Trabalho de biologia peixes
Trabalho de biologia peixesTrabalho de biologia peixes
Trabalho de biologia peixes
Ajudar Pessoas
 
Trabalho de biologia peixes
Trabalho de biologia   peixesTrabalho de biologia   peixes
Trabalho de biologia peixes
Ajudar Pessoas
 
Platelminto, Nematelminto e Anelideo
Platelminto, Nematelminto e AnelideoPlatelminto, Nematelminto e Anelideo
Platelminto, Nematelminto e Anelideo
ANA LUCIA FARIAS
 
Plat Nemat Anelidae
Plat Nemat AnelidaePlat Nemat Anelidae
Plat Nemat Anelidae
profroberio
 
Arthropoda 1
Arthropoda 1Arthropoda 1
Arthropoda 1
Fabio Santos Nery
 
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Leonardo Kaplan
 
AULA ANIMAIS.pptx
AULA ANIMAIS.pptxAULA ANIMAIS.pptx
AULA ANIMAIS.pptx
GabrielGomes556466
 
Anelídeos e Moluscos
Anelídeos e MoluscosAnelídeos e Moluscos
Anelídeos e Moluscos
flaviajulianee
 
2 ano cordados peixes_anfíbios
2 ano cordados peixes_anfíbios2 ano cordados peixes_anfíbios
2 ano cordados peixes_anfíbios
crisbassanimedeiros
 
Chordata
ChordataChordata
Chordata
aislanlp
 
APOSTILA ZOOLOGIA PARTE 2
APOSTILA ZOOLOGIA PARTE 2APOSTILA ZOOLOGIA PARTE 2
APOSTILA ZOOLOGIA PARTE 2
Alexandre Pusaudse
 
Mammalia
 Mammalia Mammalia
Capítulo 07 invertebrados II
Capítulo 07   invertebrados IICapítulo 07   invertebrados II
Capítulo 07 invertebrados II
Igor Brant
 
Moluscos e anelídeos
Moluscos e anelídeosMoluscos e anelídeos
Moluscos e anelídeos
segundoanoc
 
Vertebrados peixes
Vertebrados peixesVertebrados peixes
Vertebrados peixes
Colégio Cardeal Arcoverde
 
Reino Animalia Animais Invertebrados 1.pptx
Reino Animalia Animais Invertebrados 1.pptxReino Animalia Animais Invertebrados 1.pptx
Reino Animalia Animais Invertebrados 1.pptx
naramentsu
 

Semelhante a Filo annelida (20)

ANELIDEOS
ANELIDEOSANELIDEOS
ANELIDEOS
 
Equinodermos
EquinodermosEquinodermos
Equinodermos
 
Platelmintos Nematelmintos Anelideos
Platelmintos Nematelmintos AnelideosPlatelmintos Nematelmintos Anelideos
Platelmintos Nematelmintos Anelideos
 
Vermes
VermesVermes
Vermes
 
Trabalho de biologia peixes
Trabalho de biologia peixesTrabalho de biologia peixes
Trabalho de biologia peixes
 
Trabalho de biologia peixes
Trabalho de biologia   peixesTrabalho de biologia   peixes
Trabalho de biologia peixes
 
Platelminto, Nematelminto e Anelideo
Platelminto, Nematelminto e AnelideoPlatelminto, Nematelminto e Anelideo
Platelminto, Nematelminto e Anelideo
 
Plat Nemat Anelidae
Plat Nemat AnelidaePlat Nemat Anelidae
Plat Nemat Anelidae
 
Arthropoda 1
Arthropoda 1Arthropoda 1
Arthropoda 1
 
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
 
AULA ANIMAIS.pptx
AULA ANIMAIS.pptxAULA ANIMAIS.pptx
AULA ANIMAIS.pptx
 
Anelídeos e Moluscos
Anelídeos e MoluscosAnelídeos e Moluscos
Anelídeos e Moluscos
 
2 ano cordados peixes_anfíbios
2 ano cordados peixes_anfíbios2 ano cordados peixes_anfíbios
2 ano cordados peixes_anfíbios
 
Chordata
ChordataChordata
Chordata
 
APOSTILA ZOOLOGIA PARTE 2
APOSTILA ZOOLOGIA PARTE 2APOSTILA ZOOLOGIA PARTE 2
APOSTILA ZOOLOGIA PARTE 2
 
Mammalia
 Mammalia Mammalia
Mammalia
 
Capítulo 07 invertebrados II
Capítulo 07   invertebrados IICapítulo 07   invertebrados II
Capítulo 07 invertebrados II
 
Moluscos e anelídeos
Moluscos e anelídeosMoluscos e anelídeos
Moluscos e anelídeos
 
Vertebrados peixes
Vertebrados peixesVertebrados peixes
Vertebrados peixes
 
Reino Animalia Animais Invertebrados 1.pptx
Reino Animalia Animais Invertebrados 1.pptxReino Animalia Animais Invertebrados 1.pptx
Reino Animalia Animais Invertebrados 1.pptx
 

Filo annelida

  • 2. Anelídeos • é um filo de animais vermiforme com o corpo segmentado em forma de anéis externos e internos; • portadores de metâmeros; • compreendem cerca de 15 mil espécies; • possuem representantes que vivem no solo úmido, na água doce e na água salgada; • podem ser parasitas ou de vida livre; • os representantes mais conhecidos são as minhocas e sanguessugas.
  • 4. Generalidades • Apresentam simetria bilateral; • São celomados; • Animais triblásticos; • Protostômios; • Metameria ( anéis internos e externos); • Epiderme revestida por cutícula quitinosa.
  • 5. Classificação Podemos classificar os anelídeos utilizando como critério a presença ou a ausência de estruturas semelhantes a pelos e a quantidade dessas cerdas: • Polichaetas (poli = muitas; chaeta = cerdas) • Oligochaetas (oligo = poucos; chaeta = cerdas) • Achaetas ( a = sem; chaeta = cerda)
  • 6. Polichaetas • (poli = muitas; chaeta = cerdas) • Principalmente marinhos (também ocorrem em água doce e mais raramente em ambiente terrestre úmido); • Nos anéis do corpo ocorrem projeções laterais denominadas parapódios (pequenas projeções do corpo que auxiliam a locomoção), onde estão inseridas as muitas cerdas; • Os poliquetos em geral são de sexos separados e podem ter diversos padrões reprodutivos. Apresentam como regra reprodução sexuada e fecundação externa. O desenvolvimento é indireto, passando por fase larval. Em alguns casos pode ocorrer reprodução assexuada.
  • 8. Oligochaetas • Apresentam poucas cerdas por anel (oligo = poucos; chaeta = cerdas); • Os principais representantes são as minhocas; • Vivem em sólidos úmidos ou em ambientes de água doce. Existem também algumas poucas espécies marinhas; • Encontramos desde espécies muito pequenas, com cerca de 1 mm de comprimento, até muito grandes, como o minhocuçu, que chega a ter 2 m de comprimento; • Todos os Oligochaeta são hermafroditas, podendo reproduzir- se sexuadamente ou assexuadamente. A forma sexuada, que é a mais comum, ocorre com fecundação cruzada mútua; • Nesse animal, é visível o clitelo - um anel mais claro por onde os animais se unem na fecundação cruzada, trocando espermatozóides.
  • 10. Achaetas • Os aquetos (também chamados hirudíneos) não possuem cerdas ( a = sem; chaeta = cerda); • Apresentam ventosas, que ajudam na fixação e no deslocamento; • Nesse grupo, está a sanguessuga. Ela é hermafrodita e vive em solo úmido e pantanoso ou em água doce. Existem também algumas espécies marinhas; • As sanguessugas produzem uma substância chamada hirudina, que impede a coagulação do sangue e faz também com que a presa não sinta dor quando é atacada por esse animal; • As sanguessugas são utilizadas na medicina em casos de grandes dificuldades circulatórias em membros, visto que a sua ação sugadora força o sangue a circular, ajudando a manter vivas as células; • Apesar de viverem fixos, podem se deslocar com o auxílio da musculatura do corpo e das ventosas, num tipo de deslocamento, chamado mede-palmos.
  • 12. Sistema Nervoso • O sistema nervoso dos anelídeos é formado por um par de gânglios cerebrais, que está localizado dorsalmente sobre a faringe e por dois cordões nervosos ventrais , com um par de gânglios por metâmero; • O cordão nervoso ventral duplo apresenta uma sequência de gânglios nervosos dos quais partem nervos mistos para a musculatura ( fibras sensoriais e motoras); • Várias espécies marinhas de anelídeo possuem órgãos sensoriais bem desenvolvidos, como, por exemplo, tentáculos, cerdas, olhos e papilas sensoriais.
  • 13.
  • 14.
  • 15. Sistema Circulatório • O sistema circulatório dos anelídeos é fechado, formado por vasos sanguíneos interligados, composto por um vaso sanguíneo dorsal que leva o "sangue" no sentido da posterior e outro ventral, que o traz na direção oposta; em cada segmento, existe um par de vasos sanguíneos laterais, conectando os vasos longitudinais dorsal e ventral.
  • 16. Respiração • A respiração é do tipo cutânea ou tegumentar, mas em alguns representantes marinhos ela é branquial. Na respiração cutânea ou tegumentar as trocas gasosas são feitas por difusão.
  • 17. Sistema Digestório • O sistema digestório é completo, com forma tubular, com boca e ânus e a digestão é do tipo extracelular. • Presença de estruturas que aumentam a superfície de absorção do intestino: os cecos intestinais e o tissofole. • O tubo digestivo é bastante especializado, devido à variedade das dietas. Muitas espécies são predadoras, como, por exemplo, os poliquetos carnívoros que possuem mandíbulas para a captura de alimento, outras são detritívoras, as minhocas por exemplo; outras alimentam-se por filtração, outras ainda ingerem sedimentos, dos quais o intestino tem de separar a parte nutritiva, e, finalmente, as sanguessugas que alimentam-se de sangue de outros animais, por sucção.
  • 18.
  • 19. Sistema Excretor • O sistema excretor é formado por metanefrídios; • Cada segmento do corpo possui um par de nefrídios; • Os metanefrídio são comuns em animais de simetria bilateral que não precisam conservar água.