SlideShare uma empresa Scribd logo
Plataformas Logísticas
Plataforma LogísticaZona delimitada no interior da qual vários operadores exercem actividades directamente relacionadas com o transporte, a logística e a distribuição de mercadorias.	A estratégia subjacente ao Programa Portugal Logístico aparenta privilegiar esta visão do conceito de plataforma logística.
Variáveis de DiferenciaçãoAs plataformas logísticas propostas pelo Programa Portugal Logístico não são todas iguais nem apresentam todas o mesmo potencial.	Para além das diferenças em termos de dimensão, layout e áreas funcionais, é sobretudo no seu posicionamento face à envolvente e ao mercado que apresentam maiores diferenças.
Variáveis de DiferenciaçãoVariáveis principais de diferenciação:Proximidade a grandes pólos de geração;Atracção de tráfego de mercadorias;Densidade industrial;Densidade económica e demográfica da região envolvente
Potencial vs Opções de DesenvolvimentoPlataformas de tipo BEstas plataformas inserem-se em territórios densos e dinâmicos do ponto de vista industrial e económico, designadamente nas áreas do Porto e Lisboa;Beneficiam da presença de importantes pólos de atracção de tráfego, designadamente os portos de Lisboa e Setúbal e os portos de Leixões e Aveiro;A diversidade da oferta de espaços de acolhimento empresarial e a forte presença de operadores logísticos de natureza diversificada justificam a opção por um modelo de desenvolvimento assente na especialização de funções;Os impactes são muito significativos a diferentes níveis (reforço da atractividade locativa, re-ordenamento do território, melhoria da eficiência empresarial e ambiental, criação de emprego, etc.)
Potencial vs Opções de DesenvolvimentoPlataformas de tipo CInserem-se em territórios com fraca densidade e dinamismo em termos industriais e económicos; nalguns casos, estes territórios desempenham funções de retaguarda industrial para as regiões espanholas de fronteira;Não existem pólos de atracção de tráfego com significado, embora possam corresponder a espaços-canal com intensidades de tráfego consideráveis; contudo, a escassez de operadores logísticos implantados parece evidenciar um posicionamento frágil;A reduzida taxa de ocupação e nível de procura dos espaços de acolhimento empresarial parecem justificar a opção por um modelo de desenvolvimento assente num perfil funcional generalista;Os impactes expectáveis são difíceis de antecipar: pretende-se, sobretudo, mitigar handicaps locativos através da oferta de boas condições de implantação empresarial a baixo custo para apoiar a criação de emprego e a diversificação da economia local
Síntese – Questões para DebateAs plataformas logísticas são actualmente vistas como uma nova panaceia para os problemas de desenvolvimento local e regional – serão, de facto, o instrumento infra-estrutural mais adequado para esse efeito?Na concepção da Rede Nacional de Plataformas Logísticas predominou uma lógica de equidade no grau de cobertura territorial; contudo, as plataformas logísticas desempenham missões específicas e exigem condições de suporte que estão diferenciadamente distribuídas pelo território nacional;O Portugal Logístico está a ser protagonizado pela iniciativa política – os agentes económicos queixam-se de não terem sido consultados ao longo do processo.
Síntese – Questões para DebateO Portugal Logístico ignora que já existe um sistema logístico no terreno; desconhece-se a forma como se pretende estimular a relocalização das estruturas existentes e a captação de novas estruturas para as plataformas a criar.As plataformas logísticas estão a ser predominantemente encaradas numa perspectiva infra-estrutural, pouco ou nada se conhecendo sobre os modelos de negócio associados, os timings e sobre as próprias condições de viabilidade económicas – os potenciais utilizadores afirmam que sem estes dados é difícil ver nas plataformas logísticas uma alternativa credível.O QUE ESPERAR DO PORTUGAL LOGÍSTICO?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A competitividade dos diferentes modos de transporte
A competitividade dos diferentes modos de transporteA competitividade dos diferentes modos de transporte
A competitividade dos diferentes modos de transporte
Ilda Bicacro
 
As redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
As redes de transporte no território português - Geografia 11º AnoAs redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
As redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
713773
 
eografiaA organização das áreas urbanas
eografiaA organização das áreas urbanaseografiaA organização das áreas urbanas
eografiaA organização das áreas urbanas
bruno oliveira
 
Geografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Geografia A 10 ano - Recursos MarítimosGeografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Geografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Raffaella Ergün
 
Cidades médias
Cidades  médiasCidades  médias
Cidades médias
Idalina Leite
 
Problemas no espaço urbano - Geografia 11º Ano
Problemas no espaço urbano - Geografia 11º AnoProblemas no espaço urbano - Geografia 11º Ano
Problemas no espaço urbano - Geografia 11º Ano
713773
 
As novas oportunidades para as áreas rurais
As novas oportunidades para as áreas ruraisAs novas oportunidades para as áreas rurais
As novas oportunidades para as áreas rurais
Ilda Bicacro
 
Geografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Geografia A 10 ano - Recursos do SubsoloGeografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Geografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Raffaella Ergün
 
Migrações internas e emigração
Migrações internas e emigraçãoMigrações internas e emigração
Migrações internas e emigração
diariohistoria
 
As redes de transportes em portugal
As redes de transportes em portugalAs redes de transportes em portugal
As redes de transportes em portugal
Patricia Degenhardt
 
Rede urbana nacional
Rede urbana nacionalRede urbana nacional
Rede urbana nacional
Cacilda Basto
 
áReas funcionais
áReas funcionaisáReas funcionais
áReas funcionais
Pocarolas
 
11 app-características rede urbana (1)
11 app-características rede urbana (1)11 app-características rede urbana (1)
11 app-características rede urbana (1)
bruno oliveira
 
A Constituição do Território Nacional e a Posição Geográfica de Portugal
A Constituição do Território Nacional e a Posição Geográfica de PortugalA Constituição do Território Nacional e a Posição Geográfica de Portugal
A Constituição do Território Nacional e a Posição Geográfica de Portugal
Catarina Castro
 
A Rede Urbana Nacional
A Rede Urbana NacionalA Rede Urbana Nacional
A Rede Urbana Nacional
Maria Adelaide
 
A reorganização da rede urbana
A reorganização da rede urbanaA reorganização da rede urbana
A reorganização da rede urbana
Ilda Bicacro
 
Evolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesaEvolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesa
Ilda Bicacro
 
MÓDULO II- 10º ANO- Idade média: reconquista
MÓDULO II- 10º ANO-  Idade média: reconquistaMÓDULO II- 10º ANO-  Idade média: reconquista
MÓDULO II- 10º ANO- Idade média: reconquista
Carina Vale
 
As características da rede urbana: o caso de Portugal - Geografia 11º Ano
As características da rede urbana: o caso de Portugal - Geografia 11º AnoAs características da rede urbana: o caso de Portugal - Geografia 11º Ano
As características da rede urbana: o caso de Portugal - Geografia 11º Ano
713773
 
MACS - modelos populacionais
MACS - modelos populacionaisMACS - modelos populacionais
MACS - modelos populacionais
Joana Pinto
 

Mais procurados (20)

A competitividade dos diferentes modos de transporte
A competitividade dos diferentes modos de transporteA competitividade dos diferentes modos de transporte
A competitividade dos diferentes modos de transporte
 
As redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
As redes de transporte no território português - Geografia 11º AnoAs redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
As redes de transporte no território português - Geografia 11º Ano
 
eografiaA organização das áreas urbanas
eografiaA organização das áreas urbanaseografiaA organização das áreas urbanas
eografiaA organização das áreas urbanas
 
Geografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Geografia A 10 ano - Recursos MarítimosGeografia A 10 ano - Recursos Marítimos
Geografia A 10 ano - Recursos Marítimos
 
Cidades médias
Cidades  médiasCidades  médias
Cidades médias
 
Problemas no espaço urbano - Geografia 11º Ano
Problemas no espaço urbano - Geografia 11º AnoProblemas no espaço urbano - Geografia 11º Ano
Problemas no espaço urbano - Geografia 11º Ano
 
As novas oportunidades para as áreas rurais
As novas oportunidades para as áreas ruraisAs novas oportunidades para as áreas rurais
As novas oportunidades para as áreas rurais
 
Geografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Geografia A 10 ano - Recursos do SubsoloGeografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
Geografia A 10 ano - Recursos do Subsolo
 
Migrações internas e emigração
Migrações internas e emigraçãoMigrações internas e emigração
Migrações internas e emigração
 
As redes de transportes em portugal
As redes de transportes em portugalAs redes de transportes em portugal
As redes de transportes em portugal
 
Rede urbana nacional
Rede urbana nacionalRede urbana nacional
Rede urbana nacional
 
áReas funcionais
áReas funcionaisáReas funcionais
áReas funcionais
 
11 app-características rede urbana (1)
11 app-características rede urbana (1)11 app-características rede urbana (1)
11 app-características rede urbana (1)
 
A Constituição do Território Nacional e a Posição Geográfica de Portugal
A Constituição do Território Nacional e a Posição Geográfica de PortugalA Constituição do Território Nacional e a Posição Geográfica de Portugal
A Constituição do Território Nacional e a Posição Geográfica de Portugal
 
A Rede Urbana Nacional
A Rede Urbana NacionalA Rede Urbana Nacional
A Rede Urbana Nacional
 
A reorganização da rede urbana
A reorganização da rede urbanaA reorganização da rede urbana
A reorganização da rede urbana
 
Evolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesaEvolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesa
 
MÓDULO II- 10º ANO- Idade média: reconquista
MÓDULO II- 10º ANO-  Idade média: reconquistaMÓDULO II- 10º ANO-  Idade média: reconquista
MÓDULO II- 10º ANO- Idade média: reconquista
 
As características da rede urbana: o caso de Portugal - Geografia 11º Ano
As características da rede urbana: o caso de Portugal - Geografia 11º AnoAs características da rede urbana: o caso de Portugal - Geografia 11º Ano
As características da rede urbana: o caso de Portugal - Geografia 11º Ano
 
MACS - modelos populacionais
MACS - modelos populacionaisMACS - modelos populacionais
MACS - modelos populacionais
 

Semelhante a Plataformas logisticas

Construindo o conceito de plataformas logísticas
Construindo o conceito de plataformas logísticasConstruindo o conceito de plataformas logísticas
Construindo o conceito de plataformas logísticas
Cláudio Carneiro
 
Rede Nacional de Plataformas Logísticas
Rede Nacional de Plataformas Logísticas Rede Nacional de Plataformas Logísticas
Rede Nacional de Plataformas Logísticas
Cláudio Carneiro
 
Plataforma Logística
Plataforma LogísticaPlataforma Logística
Plataforma Logística
Danilo Araujo
 
Impactos da Logística na Economia Brasileira
Impactos da Logística na Economia BrasileiraImpactos da Logística na Economia Brasileira
Impactos da Logística na Economia Brasileira
Marynara Barros
 
Program logistica portugal (19 04-2016)
Program logistica portugal (19 04-2016)Program logistica portugal (19 04-2016)
Program logistica portugal (19 04-2016)
ananabeto
 
Program logistica portugal (19 04-2016)
Program logistica portugal (19 04-2016)Program logistica portugal (19 04-2016)
Program logistica portugal (19 04-2016)
ananabeto
 
Revista de Administração Pública - RAP
Revista de Administração Pública - RAPRevista de Administração Pública - RAP
Revista de Administração Pública - RAP
Hytalo Rafael
 
Logistica
LogisticaLogistica
Logistica
amattos76
 
Logística Urbana na Baixa Pombalina - Uma Solução Inteligente_Relatório
Logística Urbana na Baixa Pombalina - Uma Solução Inteligente_RelatórioLogística Urbana na Baixa Pombalina - Uma Solução Inteligente_Relatório
Logística Urbana na Baixa Pombalina - Uma Solução Inteligente_Relatório
Luis Neto
 
ESTUDO COMPARATIVO DAS PLATAFORMAS LOGÍSTICAS EUROPÉIAS X BRASILEIRAS, COMO ...
ESTUDO COMPARATIVO DAS PLATAFORMAS LOGÍSTICAS  EUROPÉIAS X BRASILEIRAS, COMO ...ESTUDO COMPARATIVO DAS PLATAFORMAS LOGÍSTICAS  EUROPÉIAS X BRASILEIRAS, COMO ...
ESTUDO COMPARATIVO DAS PLATAFORMAS LOGÍSTICAS EUROPÉIAS X BRASILEIRAS, COMO ...
Cláudio Carneiro
 
CI - 2005 - financiamento da infraestrutura de transporte urbano
CI - 2005 - financiamento da infraestrutura de transporte urbanoCI - 2005 - financiamento da infraestrutura de transporte urbano
CI - 2005 - financiamento da infraestrutura de transporte urbano
Delta Economics & Finance
 
Wagner Colombini
Wagner ColombiniWagner Colombini
A importância do planejamento portuário para a logística de mercado
A importância do planejamento portuário para a logística de mercadoA importância do planejamento portuário para a logística de mercado
A importância do planejamento portuário para a logística de mercado
Jediel Silva
 
Infraestrutura do Setor Rodoviário de Cargas
Infraestrutura do Setor Rodoviário de CargasInfraestrutura do Setor Rodoviário de Cargas
Infraestrutura do Setor Rodoviário de Cargas
Fiesp Federação das Indústrias do Estado de SP
 
21 01 portos e armazenagem alfandegada.pptx
21 01 portos e armazenagem alfandegada.pptx21 01 portos e armazenagem alfandegada.pptx
21 01 portos e armazenagem alfandegada.pptx
MarildeAlvesdaSilva
 
5 infra estrutura 137
5 infra estrutura 1375 infra estrutura 137
5 infra estrutura 137
Matthew Oliveira
 
aulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
aulas-Gestao-Portuaria-2.pptaulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
aulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
Marcos Boaventura
 
aulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
aulas-Gestao-Portuaria-2.pptaulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
aulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
Marcos Boaventura
 
Gestao-Portuaria-2.ppt
Gestao-Portuaria-2.pptGestao-Portuaria-2.ppt
Gestao-Portuaria-2.ppt
Marcos Boaventura
 
Debate tv brasil nassif.spnt-mt-perrupato.18jun2010
Debate tv brasil  nassif.spnt-mt-perrupato.18jun2010Debate tv brasil  nassif.spnt-mt-perrupato.18jun2010
Debate tv brasil nassif.spnt-mt-perrupato.18jun2010
Luis Nassif
 

Semelhante a Plataformas logisticas (20)

Construindo o conceito de plataformas logísticas
Construindo o conceito de plataformas logísticasConstruindo o conceito de plataformas logísticas
Construindo o conceito de plataformas logísticas
 
Rede Nacional de Plataformas Logísticas
Rede Nacional de Plataformas Logísticas Rede Nacional de Plataformas Logísticas
Rede Nacional de Plataformas Logísticas
 
Plataforma Logística
Plataforma LogísticaPlataforma Logística
Plataforma Logística
 
Impactos da Logística na Economia Brasileira
Impactos da Logística na Economia BrasileiraImpactos da Logística na Economia Brasileira
Impactos da Logística na Economia Brasileira
 
Program logistica portugal (19 04-2016)
Program logistica portugal (19 04-2016)Program logistica portugal (19 04-2016)
Program logistica portugal (19 04-2016)
 
Program logistica portugal (19 04-2016)
Program logistica portugal (19 04-2016)Program logistica portugal (19 04-2016)
Program logistica portugal (19 04-2016)
 
Revista de Administração Pública - RAP
Revista de Administração Pública - RAPRevista de Administração Pública - RAP
Revista de Administração Pública - RAP
 
Logistica
LogisticaLogistica
Logistica
 
Logística Urbana na Baixa Pombalina - Uma Solução Inteligente_Relatório
Logística Urbana na Baixa Pombalina - Uma Solução Inteligente_RelatórioLogística Urbana na Baixa Pombalina - Uma Solução Inteligente_Relatório
Logística Urbana na Baixa Pombalina - Uma Solução Inteligente_Relatório
 
ESTUDO COMPARATIVO DAS PLATAFORMAS LOGÍSTICAS EUROPÉIAS X BRASILEIRAS, COMO ...
ESTUDO COMPARATIVO DAS PLATAFORMAS LOGÍSTICAS  EUROPÉIAS X BRASILEIRAS, COMO ...ESTUDO COMPARATIVO DAS PLATAFORMAS LOGÍSTICAS  EUROPÉIAS X BRASILEIRAS, COMO ...
ESTUDO COMPARATIVO DAS PLATAFORMAS LOGÍSTICAS EUROPÉIAS X BRASILEIRAS, COMO ...
 
CI - 2005 - financiamento da infraestrutura de transporte urbano
CI - 2005 - financiamento da infraestrutura de transporte urbanoCI - 2005 - financiamento da infraestrutura de transporte urbano
CI - 2005 - financiamento da infraestrutura de transporte urbano
 
Wagner Colombini
Wagner ColombiniWagner Colombini
Wagner Colombini
 
A importância do planejamento portuário para a logística de mercado
A importância do planejamento portuário para a logística de mercadoA importância do planejamento portuário para a logística de mercado
A importância do planejamento portuário para a logística de mercado
 
Infraestrutura do Setor Rodoviário de Cargas
Infraestrutura do Setor Rodoviário de CargasInfraestrutura do Setor Rodoviário de Cargas
Infraestrutura do Setor Rodoviário de Cargas
 
21 01 portos e armazenagem alfandegada.pptx
21 01 portos e armazenagem alfandegada.pptx21 01 portos e armazenagem alfandegada.pptx
21 01 portos e armazenagem alfandegada.pptx
 
5 infra estrutura 137
5 infra estrutura 1375 infra estrutura 137
5 infra estrutura 137
 
aulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
aulas-Gestao-Portuaria-2.pptaulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
aulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
 
aulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
aulas-Gestao-Portuaria-2.pptaulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
aulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
 
Gestao-Portuaria-2.ppt
Gestao-Portuaria-2.pptGestao-Portuaria-2.ppt
Gestao-Portuaria-2.ppt
 
Debate tv brasil nassif.spnt-mt-perrupato.18jun2010
Debate tv brasil  nassif.spnt-mt-perrupato.18jun2010Debate tv brasil  nassif.spnt-mt-perrupato.18jun2010
Debate tv brasil nassif.spnt-mt-perrupato.18jun2010
 

Mais de amattos76

Gestao ambiental
Gestao ambientalGestao ambiental
Gestao ambiental
amattos76
 
Gestao ambiental
Gestao ambientalGestao ambiental
Gestao ambiental
amattos76
 
Gestao ambiental
Gestao ambientalGestao ambiental
Gestao ambiental
amattos76
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
amattos76
 
Plataformas logisticas
Plataformas logisticasPlataformas logisticas
Plataformas logisticas
amattos76
 
Gestao da produçao
Gestao da produçaoGestao da produçao
Gestao da produçao
amattos76
 
Microeconomia
MicroeconomiaMicroeconomia
Microeconomia
amattos76
 
Prop oe rel2011
Prop oe rel2011Prop oe rel2011
Prop oe rel2011
amattos76
 
PS
PSPS
PSD
PSDPSD
Bloco Esquerda
Bloco EsquerdaBloco Esquerda
Bloco Esquerda
amattos76
 
Cds pp manifest_ eleitoral_2011
Cds pp manifest_ eleitoral_2011Cds pp manifest_ eleitoral_2011
Cds pp manifest_ eleitoral_2011
amattos76
 
Contas2010
Contas2010Contas2010
Contas2010
amattos76
 
Marketing
MarketingMarketing
Marketing
amattos76
 
Estrategia empresarial
Estrategia empresarialEstrategia empresarial
Estrategia empresarial
amattos76
 
Microeconomia
MicroeconomiaMicroeconomia
Microeconomia
amattos76
 

Mais de amattos76 (16)

Gestao ambiental
Gestao ambientalGestao ambiental
Gestao ambiental
 
Gestao ambiental
Gestao ambientalGestao ambiental
Gestao ambiental
 
Gestao ambiental
Gestao ambientalGestao ambiental
Gestao ambiental
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Plataformas logisticas
Plataformas logisticasPlataformas logisticas
Plataformas logisticas
 
Gestao da produçao
Gestao da produçaoGestao da produçao
Gestao da produçao
 
Microeconomia
MicroeconomiaMicroeconomia
Microeconomia
 
Prop oe rel2011
Prop oe rel2011Prop oe rel2011
Prop oe rel2011
 
PS
PSPS
PS
 
PSD
PSDPSD
PSD
 
Bloco Esquerda
Bloco EsquerdaBloco Esquerda
Bloco Esquerda
 
Cds pp manifest_ eleitoral_2011
Cds pp manifest_ eleitoral_2011Cds pp manifest_ eleitoral_2011
Cds pp manifest_ eleitoral_2011
 
Contas2010
Contas2010Contas2010
Contas2010
 
Marketing
MarketingMarketing
Marketing
 
Estrategia empresarial
Estrategia empresarialEstrategia empresarial
Estrategia empresarial
 
Microeconomia
MicroeconomiaMicroeconomia
Microeconomia
 

Plataformas logisticas

  • 2. Plataforma LogísticaZona delimitada no interior da qual vários operadores exercem actividades directamente relacionadas com o transporte, a logística e a distribuição de mercadorias. A estratégia subjacente ao Programa Portugal Logístico aparenta privilegiar esta visão do conceito de plataforma logística.
  • 3. Variáveis de DiferenciaçãoAs plataformas logísticas propostas pelo Programa Portugal Logístico não são todas iguais nem apresentam todas o mesmo potencial. Para além das diferenças em termos de dimensão, layout e áreas funcionais, é sobretudo no seu posicionamento face à envolvente e ao mercado que apresentam maiores diferenças.
  • 4. Variáveis de DiferenciaçãoVariáveis principais de diferenciação:Proximidade a grandes pólos de geração;Atracção de tráfego de mercadorias;Densidade industrial;Densidade económica e demográfica da região envolvente
  • 5. Potencial vs Opções de DesenvolvimentoPlataformas de tipo BEstas plataformas inserem-se em territórios densos e dinâmicos do ponto de vista industrial e económico, designadamente nas áreas do Porto e Lisboa;Beneficiam da presença de importantes pólos de atracção de tráfego, designadamente os portos de Lisboa e Setúbal e os portos de Leixões e Aveiro;A diversidade da oferta de espaços de acolhimento empresarial e a forte presença de operadores logísticos de natureza diversificada justificam a opção por um modelo de desenvolvimento assente na especialização de funções;Os impactes são muito significativos a diferentes níveis (reforço da atractividade locativa, re-ordenamento do território, melhoria da eficiência empresarial e ambiental, criação de emprego, etc.)
  • 6. Potencial vs Opções de DesenvolvimentoPlataformas de tipo CInserem-se em territórios com fraca densidade e dinamismo em termos industriais e económicos; nalguns casos, estes territórios desempenham funções de retaguarda industrial para as regiões espanholas de fronteira;Não existem pólos de atracção de tráfego com significado, embora possam corresponder a espaços-canal com intensidades de tráfego consideráveis; contudo, a escassez de operadores logísticos implantados parece evidenciar um posicionamento frágil;A reduzida taxa de ocupação e nível de procura dos espaços de acolhimento empresarial parecem justificar a opção por um modelo de desenvolvimento assente num perfil funcional generalista;Os impactes expectáveis são difíceis de antecipar: pretende-se, sobretudo, mitigar handicaps locativos através da oferta de boas condições de implantação empresarial a baixo custo para apoiar a criação de emprego e a diversificação da economia local
  • 7. Síntese – Questões para DebateAs plataformas logísticas são actualmente vistas como uma nova panaceia para os problemas de desenvolvimento local e regional – serão, de facto, o instrumento infra-estrutural mais adequado para esse efeito?Na concepção da Rede Nacional de Plataformas Logísticas predominou uma lógica de equidade no grau de cobertura territorial; contudo, as plataformas logísticas desempenham missões específicas e exigem condições de suporte que estão diferenciadamente distribuídas pelo território nacional;O Portugal Logístico está a ser protagonizado pela iniciativa política – os agentes económicos queixam-se de não terem sido consultados ao longo do processo.
  • 8. Síntese – Questões para DebateO Portugal Logístico ignora que já existe um sistema logístico no terreno; desconhece-se a forma como se pretende estimular a relocalização das estruturas existentes e a captação de novas estruturas para as plataformas a criar.As plataformas logísticas estão a ser predominantemente encaradas numa perspectiva infra-estrutural, pouco ou nada se conhecendo sobre os modelos de negócio associados, os timings e sobre as próprias condições de viabilidade económicas – os potenciais utilizadores afirmam que sem estes dados é difícil ver nas plataformas logísticas uma alternativa credível.O QUE ESPERAR DO PORTUGAL LOGÍSTICO?