SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 33
BIG DATA e MICROTARGETING
para Políticas Públicas e Governos
(e um pouquinho de campanha eleitoral…)
Dr. Mauricio Moura, Abril 2016
W. Edwards Deming,
Estatístico e Professor
“Em Deus nós acreditamos, para todos os outros é preciso trazer os dados”
IN GOD WE TRUST,
ALL OTHERS MUST
BRING DATA.”
“
UMA AVALANCHE DE DADOS
um indivíduo normal hoje lida com mais
dados em um dia do que um típico indivíduo
do século 16 via em toda sua vida.90%
dos dados disponíveis
do mundo foram gerados
nos últimos 2 anos.
PENSEM NAS
MÍDIAS SOCIAIS:
SÃO
tweets por minuto;
100.000 itens compartilhados no
facebook por minuto
650.000
tweets
144.000.000
compartilhamentos
936.000.000 TODOS
OS DIAS
Fonte:IBM
A produção de dados será
44 vezes maior em 2020
do que foi em 2010.
a montanha de dados cresce
2.5 bilhões de
gigabytes por dia!
• Nova forma de coletar e organizar dados de maneira
rápida, instantânea, conectada
• O Big Data reúne os 3 V’s”:
Volume, Variedade e Velocidade.
Grandes quantidades de dados e principalmente
integra dados nunca antes mesclados.
o que é o tal do
BIG DATA? • O Big Data, porta
possui 4 pilares:
Utiliza muita tecnologia para a coleta de dados.
Aplica análises estatísticas e matemáticas para identificar
padroes , segmentacoes e insights (revelacoes).
Usa toda essa coleta, organizacao e análise para
aproximar pessoas, resolver problemas.
A PESQUISA EM TEMPOS DE BIG DATA …
Antigo: FAZER MUITAS PERGUNTAS Novo: EXPLORAR/INVESTIGAR
Número infinito de perguntas a serem feitas
Quantidade enorme de dados disponíveis e poucas perguntas a
serem feitas.
Perguntas pré-definidas /identificadas; perguntas formuladas
primeiro para depois buscar os dados
Temas, assuntos, perguntas identificadas a partir do estudo
profundo e exploração dos dados.
PERGUNTAR NÃO SERÁ MAIS NECESSÁRIO.
M U D A N D O O F O C O
F U T U R O :
No campo de políticas públicas e
governo: o Big Data oferece
diversas oportunidades.
• Alternativa de comunicação direta –
altamente segmentada - para divulgar
políticas públicas específicas e em
situações de crise ou emergência
= MICROTARGETING
• Ferramenta de colaboração
entre os cidadãos e governos.
• Fontes de dados sempre disponível –
investigação primária (análise de grande
conjunto de dados que estão disponíveis).
o que podemos
fazer com a
BIG DATA?
M I C R O T A R G E T I N G
é uma delas !
é uma estratégia de comunicação direta que utiliza dados demográficos e de
comportamento para identificar os interesses de indivíduos específicos ou grupos muito
pequenos de indivíduos, com objetivo de influenciar os seus pensamentos ou ações.
Uma meta importante de uma iniciativa de micro segmentação é conhecer
o público-alvo tão bem que as mensagens são entregues
através do canal de comunicação preferido deles.
M I C R O T A R G E T I N G
O que es t amos faz endo para
ajudar n a s polític as públic as ?
C O N S T R U Ç Ã O D E
B A N C O D E D A D O S
N A C I O N A L
E N R I Q U E C I M E N T O
D A B A S E D E D A D O S
S O F T W A R E
D E B I G D A T A E
M I C R O T A R G E T I N G
C O N T A T O D I R E T O
E P E S Q U I S A
MICRO-SEGMENTAÇÃO
(AMOSTRA
SEGMENTADA)
BANCO DE DADOS SEGMENTADO
ENRIQUECIMENTO COM
BASES DISPERSAS DOS
GOVERNO
ENRIQUECIMENTO COM
DADOS
PÚBLICOS/PESQUISAS
CONTATO DIRETO E PESQUISA
(MULTICANAL)
Desenvolvemos nosso software proprietário
de Big Data focado em políticas públicas,
que conta com funcionalidades para gestão
eficiente das informações.
Dentre as possibilidades do sistema, estão
a ultra-segmentação da base para ações
de contato direto, pesquisas e cruzamento
de dados para inteligência estratégica de
políticas públicas.
C O M O F A Z E M O S ?
C E N T R A L I Z A Ç Ã O D E
B A N C O D E D A D O S : C O M O F U N C I O N A
G E S T Ã O E M I C R O - S E G M E N T A Ç Ã O
D O S D A D O S : C O M O F U N C I O N A
V Í D E O E N V I A D O P O R W H A T S A P P M E N S A G E M E N V I A D A P O R E - M A I L
M E N S A G E M D E V O Z E N V I A D A
P O R T E L E F O N E
1 ) P R E V E N Ç Ã O C O N T R A O Z I K A V Í R U S
C A S E S
C A S E S
Desafios:
• Estimular o uso de proteção durante o Carnaval de 2016 para evitar
doenças sexualmente transmissíveis, especialmente a AIDS.
• Impactar público alvo específico.
Solução disponibilizada pelo Ideia:
• Gerar a micro-segmentação no Alexandria para a campanha - foco
principal na população sexualmente ativa residente das cidades que
sediam grandes eventos de Carnaval, como Rio de Janeiro,
Salvador e Olinda.
Confira ao lado os dois vídeos produzidos para a campanha:
P R E V E N Ç Ã O C O N T R A A A I D S N O C A R N A V A L
• Canal de escolha para entrega das mensagens:
- Alto potencial de compartilhamento
WHATSAPP
M I N I S T É R I O D A S A Ú D E
Desafios:
• Comunicar a inauguração do principal símbolo do evento olímpico para público específico -
formadores de opinião e moradores que seriam impactados por um vídeo-convite produzido pela
Prefeitura. O material explica as muitas mudanças que a capital fluminense passará em
preparação para os jogos olímpicos, principalmente naquela região.
• Entregar o vídeo-convite para os moradores das proximidades do parque Madureira, dentro de
um raio de 1,2 km.
Solução disponibilizada pelo Ideia:
• Utilizamos as funcionalidades de micro-segmentação geolocalizada de nosso software de Big
Data Alexandria, para a geração de base.
• Entregamos a mensagem a 254.887 moradores do bairro de Madureira e cercanias, utilizando o
aplicativo para smartphones WhatsApp.
A Prefeitura do Rio conta seguidamente com nossos serviços de micro-segmentação de base para
enviar mensagens de utilidade pública.
Um exemplo ilustrativo da aplicação de nosso Big Data aliado ao ferramental de contato direto foi o
utilizado na campanha de inauguração dos Arcos Olímpicos no Parque Madureira, localizado na
Zona Norte da cidade.
C A S E S
P R E F E I T U R A
D O R I O D E J A N E I R O
C O N T A D O C L I E N T E
BANCO DE DADOS SEGMENTADO
ENRIQUECIMENTO
COM BASES DA
PREFEITURA
ENRIQUECIMENTO
COM BASES DA
PREFEITURA
C O N T A T O D I R E T O
A Secretaria de Comunicação do Governo do Rio de Janeiro é um
dos nossos clientes mais antigos, tendo realizado ações periódicas
de contato direto com apoio de micro-segmentação de base de
dados.
Um exemplo do uso periódico de nossos serviços são as ações
de convite para o Gabinete Itinerante, projeto que leva o
governador a cidades de diferentes regiões do Estado, com
objetivo de atender a população local, ouvindo opiniões e
sugestões de como melhorar a vida dessas pessoas.
A cada visita do Gabinete Itinerante a uma
cidade, geramos listas segmentadas de
maneira geolocalizada para envio de
mensagens de voz por telefone,
customizadas para cada região.
Confira as mensagens enviadas a
moradores de Mesquista e Seropédica:
C A S E S
G O V E R N O D O
R I O D E J A N E I R O
Mensagem de voz por telefone para convidar moradores da Zona Norte da cidade
para a reinauguração de uma importante área de lazer, o Horto do Fonseca.
Mensagem de voz para convidar moradores do bairro da Engenhoca e entorno para
participar do projeto Prefeitura Móvel.
P R E F E I T U R A
D E N I T E R Ó I
Assim como os outros clientes, a prefeitura de
Niterói conta com nossa inteligência de dados
e oferta de multicanais para apoiar suas ações de
comunicação direta com a população da cidade.
C A S E S
Dois exemplos do uso estratégico de nosso Big Data
para execução de campanhas micro-segmentadas:
• Desenvolver indicadores de alerta sobre serviços públicos e
infraestrutura da cidade em setores críticos como saúde, guarda
municipal e transporte. (exemplo: Boston e Chicago).
• Proporcionar novos dados e análises sobre temas sociais.
• Criar um canal para compartilhar dados entre o poder público e a
academia para melhorar a qualidade de estudos sobre políticas
públicas. (Nova York)
• Intercambio de dados e informações em todos os níveis de governo .
(Rio de Janeiro).
• Aumentar a interação entre os usuários de serviços públicos e o poder
público (exemplos: apps de participação )
• Atender de maneira mais rápida e efetiva as demandas, principalmente
no nível local.
• Campanhas de informação de serviços públicos com muito foco e
segmentação. Melhor uso dos recursos. (exemplos apresentados).
• Política Pública impulsionada por dados e análises e menos por
ideologia.
No campo de políticas
públicas e governo.
O que MAIS
podemos
fazer com
BIG DATA?
E podemos utilizar
BIG DATA e microtargeting
em campanhas eleitorais?
Como?
• Cerca de 6,5 milhões de bolivianos foram às urnas no
domingo — dia 21 de fevereiro — para dizer se queriam ou
não uma reforma constitucional para permitir que o presidente
Evo Morales disputasse mais um mandato na eleição de
2019.
• Votar “SÍ (sim)” significava dar esse direito ao atual presidente
e votar “NO (não)” fechava as portas para suas pretensões de
estender seu poder.
• Evo, de 56 anos, foi eleito pela primeira vez em 2005 e está
cumprindo agora seu terceiro mandato seguido.
• O governo costuma afirmar que este é seu segundo mandato,
a partir da nova Constituição implementada na gestão do
presidente boliviano.
SOBRE O REFERENDO
Fonte: BBC, acesso em 21/02/2016
O PRINCIPAL DESAFIO
NA POLÍTICA É:
Definir com quem iremos falar!
(e maximizar os recursos!)
PRIMEIRO DESAFIO
COM QUEM IREMOS FALAR?
• 80% das eleições são decididas com diferença de 5 a 8 pontos percentuais
• Na Bolívia, a situação não era diferente: as últimas pesquisas eleitorais de diversos institutos
apontavam para um empate técnico (na patamar dos 40%) e uma média de 15% de indecisos.
• Diante desse quadro, a principal pergunta da campanha de oposição à Evo Morales era: O que
moverá o eleitorado para o lado do “SÍ” ou do “NO” ? E os indecisos — que decidirão o pleito —
 quem são, o que pensam?
• Nossos anos de experiência em campanhas políticas nos diziam que não havia melhor indicação do
que o uso de Microtargeting, método é utilizado desde 1992 em disputas eleitorais nos Estados
Unidos, mas que começou a ser aplicado mais recentemente em outros lugares do mundo, como
fizemos de maneira pioneira no Brasil, Portugal e na Venezuela.
PRIMEIRO DESAFIO
DEFININDO O PÚBLICO DA CAMPANHA
• A aplicação do método começa com uma investigação profunda, quase
forense, das características e das principais variáveis que influenciam os
diferentes grupos de eleitores.
• A investigação inclui a análise dados históricos e atuais da população,
incluindo, por exemplo, o histórico de votação disponibilizado pelo órgão
eleitoral do país (conforme ilustrado a seguir), assim como resultado de
pesquisas atuais de intenção de voto.
• Após a identificação das características dos eleitores, são criados modelos preditivos que geram
pontuações para as áreas eleitorais, bairros e até mesmo para grupos específicos da população.
• Estas pontuações são definidas para classificar eleitores mais ou menos propensos a votar pelo “Sim”
ou pelo “Não”. Desta maneira, a campanha pode definir quais grupos de eleitores devem ser o foco da
comunicação, ou seja, aqueles eleitores ainda não têm seu voto definido e podem ser mais facilmente
convencidos.
SIM NÃOINDECISOS
PÚBLICOS DA CAMPANHA PELO “NO”
MULHERES, DE SEGUNDO GRAU
COMPLETO, DE ZONAS URBANAS
• Não rejeitavam o Evo, mas não
queriam que ele se reelegesse
indefinidamente
JOVENS DE 18 A 25 ANOS,
DE AMBOS OS SEXOS
• São contra o governo e a
oposição (contra o sistema
como um todo)
SEGUNDO DESAFIO:
Como falar?
BANCO DE DADOS SEGMENTADO
ENRIQUECIMENTO COM
BASES DO PARTIDO
ENRIQUECIMENTO COM
DADOS PÚBLICOS
C ON TATO D IR ETO E PESQU ISA
( MU LTIC AN AL)
A base da campanha foi
disponibilizada na Plataforma
Alexandria, nosso software
proprietário de Big Data, que conta
com funcionalidades para gestão
eficiente das informações.
Dentre as possibilidades do
sistema, estão a ultra-segmentação
da base para ações de contato
direto, pesquisas
e cruzamento de dados para
inteligência estratégica.
O Q U E F I Z E M O S
• A exemplo de eleições no mundo inteiro, a definição da estratégia de comunicação da campanha pelo “NO” na
Bolívia precisava levar em consideração duas grandes restrições: RECURSO e TEMPO. Era necessário decidir
sabiamente onde aplicar a verba da campanha de maneira a conseguir a maior eficiência, mais rapidamente e com o
menor custo possível.
• Além disso, a campanha da oposição enfrentava desvantagem diante do excessivo domínio dos meios de
comunicações estatais, que bombardeavam os eleitores com propaganda do Governo.
• Nesse cenário hostil, o uso cirúrgico do Microtargeting ajudou mais uma vez a equilibrar a equação: À exemplo das
campanhas eleitorais na Venezuela e no Maranhão, a abertura de canais alternativos e estabelecimento de diálogos
multi-variados ajudou a fazer com que um grupo estratégico de eleitores descobrisse que a realidade boliviana é
diferente da vendida pela máquina de propaganda do governo de seu Presidente.
• Com base no histórico eleitoral e nas informações de contato disponíveis no Alexandria, foram realizadas campanhas
de contato direto quase diárias, que ajudaram a derrubar mitos que eram repetidamente contados em muitos
vilarejos e nas periferias das principais cidades, mas nunca constatados de fato.
O grande diferencial da campanha da
Bolívia foi aplicação de Microtargeting
aliado a ferramentas de contato direto
jamais utilizadas no país, com o envio
de mensagens altamente customizadas
por SMS, ligações telefônicas, Redes
Sociais e até mesmo pelo aplicativo
WhatsApp. Até então, os partidos
bolivianos estavam acostumados com
eleições manuais, panfletárias e com
foco nas ruas.
C O N T A M A S T E R
MICROSEGMENTAÇÃO
SOB DEMANDA
GRANDE DIFERENCIAL :
DISPARO DE COMUNICAÇÃO
DIRETA MICROSEGMENTADA
AÇÕES DE CONTATO DIRETO MICROSEGMENTADO SOB DEMANDA
A Ç Õ E S D E C O N T A T O D I R E T O
• Um incidente trágico acontecido poucos dias antes do referendo contribuiu fortemente para a mudança de
posicionamento dos indecisos: Seis pessoas morreram e 31 ficaram feridas durante o incêndio ocorrido na
Prefeitura da cidade boliviana de El Alto. O fogo começou após manifestantes invadirem o edifício durante um
protesto de pais de família contra a prefeita e opositora de Evo, Soledad Chapetón.
• Em pronunciamento público, a prefeita de El Alto afirmou, em meio a lágrimas, que ex-funcionários do
governista Movimento ao Socialismo (MAS), investigados por corrupção, “promoveram o ataque para queimar
papéis e documentos que os envolviam em casos de corrupção”. Ela disse ainda que a polícia
“irresponsavelmente” não chegou a tempo para conter a situação.
• O vídeo do pronunciamento repercutiu no mundo inteiro e, não por coincidência, chegou nos celulares dos
indecisos através de envio em massa pelo aplicativo de celular WhatsApp.
Pronunciamento público da prefeita de El Alto sobre incêndio na prefeitura da cidade boliviana
enviado por WhatApp para o público-alvo da campanha da oposição
O Big Data é uma poderosa ferramenta de desenho,
execução e mensuração de políticas públicas...
O Big Data ajuda a maximizar recursos escassos,
dá foco ao poder público....
O Big Data aproxima governo de cidadãos,
aproxima candidatos de eleitores....
O Big Data só cresce, só anda para frente...
P O N T O S A S E R E M L E M B R A D O S :
O que você está fazendo para desenvolver
e utilizar seu próprio Big Data ?
P E R G U N T A :
O b r i g a d o !
contato@ideiainteligencia.com.br
youtube.com/inteligenciaideia
linkedin.com/company/ideia-inteligência
www.ideiainteligencia.com.br
Dr. Mauricio Moura

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Comunicação corporativa e redes sociais puc
Comunicação corporativa e redes sociais   pucComunicação corporativa e redes sociais   puc
Comunicação corporativa e redes sociais pucCamila Leite
 
TREINAMENTO - IMERSÃO DIGITAL HANDS ON
TREINAMENTO - IMERSÃO DIGITAL HANDS ONTREINAMENTO - IMERSÃO DIGITAL HANDS ON
TREINAMENTO - IMERSÃO DIGITAL HANDS ONLucas Reis
 
O Foursquare e suas apropriações para cidades com menos de 100 mil habitantes
O Foursquare e suas apropriações para cidades com menos de 100 mil habitantesO Foursquare e suas apropriações para cidades com menos de 100 mil habitantes
O Foursquare e suas apropriações para cidades com menos de 100 mil habitantesTiago Pereira
 
Comunicação e Campanhas Políticas Online
Comunicação e Campanhas Políticas OnlineComunicação e Campanhas Políticas Online
Comunicação e Campanhas Políticas OnlineTarcízio Silva
 
Playbook Audio Advertising - A Nova fronteira da Publicidade Mobile
Playbook Audio Advertising - A Nova fronteira da Publicidade MobilePlaybook Audio Advertising - A Nova fronteira da Publicidade Mobile
Playbook Audio Advertising - A Nova fronteira da Publicidade MobileMobile Marketing Association
 
Anlise swot redes sociais
Anlise swot redes sociaisAnlise swot redes sociais
Anlise swot redes sociaisMayk0nMel0
 
23 desafios da comunicação integrada na era digital
23 desafios da comunicação integrada na era digital 23 desafios da comunicação integrada na era digital
23 desafios da comunicação integrada na era digital Fernando Leroy
 
Métricas em Mídias Sociais - MBA Gestão Estratégica de Mídias Sociais (aula 01)
Métricas em Mídias Sociais - MBA Gestão Estratégica de Mídias Sociais (aula 01)Métricas em Mídias Sociais - MBA Gestão Estratégica de Mídias Sociais (aula 01)
Métricas em Mídias Sociais - MBA Gestão Estratégica de Mídias Sociais (aula 01)Tarcízio Silva
 
Mobile Marketing & A D V E R T I S I N G Nov. 2008
Mobile Marketing & A D V E R T I S I N G  Nov. 2008Mobile Marketing & A D V E R T I S I N G  Nov. 2008
Mobile Marketing & A D V E R T I S I N G Nov. 2008Wesley Carraro
 
Dados em Mídias Sociais - reflexos no self e no mercado
Dados em Mídias Sociais - reflexos no self e no mercadoDados em Mídias Sociais - reflexos no self e no mercado
Dados em Mídias Sociais - reflexos no self e no mercadoTarcízio Silva
 
Projeto de Monografia - Marketing Digital e Direito Online: Breves Considerações
Projeto de Monografia - Marketing Digital e Direito Online: Breves ConsideraçõesProjeto de Monografia - Marketing Digital e Direito Online: Breves Considerações
Projeto de Monografia - Marketing Digital e Direito Online: Breves ConsideraçõesVívian Freitas
 
Estratégias diferenciada em mídias sociais para campanhas eleitorais
Estratégias diferenciada em mídias sociais para campanhas eleitoraisEstratégias diferenciada em mídias sociais para campanhas eleitorais
Estratégias diferenciada em mídias sociais para campanhas eleitoraisLucas Reis
 
Redes sociais o futuro agora
Redes sociais o futuro agoraRedes sociais o futuro agora
Redes sociais o futuro agoraRomante Rodrigues
 
Música 2.0 - A nova era do mercado fonográfico
Música 2.0 - A nova era do mercado fonográficoMúsica 2.0 - A nova era do mercado fonográfico
Música 2.0 - A nova era do mercado fonográficomirocha
 

Mais procurados (19)

Comunicação corporativa e redes sociais puc
Comunicação corporativa e redes sociais   pucComunicação corporativa e redes sociais   puc
Comunicação corporativa e redes sociais puc
 
TREINAMENTO - IMERSÃO DIGITAL HANDS ON
TREINAMENTO - IMERSÃO DIGITAL HANDS ONTREINAMENTO - IMERSÃO DIGITAL HANDS ON
TREINAMENTO - IMERSÃO DIGITAL HANDS ON
 
O Foursquare e suas apropriações para cidades com menos de 100 mil habitantes
O Foursquare e suas apropriações para cidades com menos de 100 mil habitantesO Foursquare e suas apropriações para cidades com menos de 100 mil habitantes
O Foursquare e suas apropriações para cidades com menos de 100 mil habitantes
 
Comunicação e Campanhas Políticas Online
Comunicação e Campanhas Políticas OnlineComunicação e Campanhas Políticas Online
Comunicação e Campanhas Políticas Online
 
Playbook Audio Advertising - A Nova fronteira da Publicidade Mobile
Playbook Audio Advertising - A Nova fronteira da Publicidade MobilePlaybook Audio Advertising - A Nova fronteira da Publicidade Mobile
Playbook Audio Advertising - A Nova fronteira da Publicidade Mobile
 
Anlise swot redes sociais
Anlise swot redes sociaisAnlise swot redes sociais
Anlise swot redes sociais
 
23 desafios da comunicação integrada na era digital
23 desafios da comunicação integrada na era digital 23 desafios da comunicação integrada na era digital
23 desafios da comunicação integrada na era digital
 
Métricas em Mídias Sociais - MBA Gestão Estratégica de Mídias Sociais (aula 01)
Métricas em Mídias Sociais - MBA Gestão Estratégica de Mídias Sociais (aula 01)Métricas em Mídias Sociais - MBA Gestão Estratégica de Mídias Sociais (aula 01)
Métricas em Mídias Sociais - MBA Gestão Estratégica de Mídias Sociais (aula 01)
 
Livro mídia digital
Livro mídia digitalLivro mídia digital
Livro mídia digital
 
Mobile Marketing & A D V E R T I S I N G Nov. 2008
Mobile Marketing & A D V E R T I S I N G  Nov. 2008Mobile Marketing & A D V E R T I S I N G  Nov. 2008
Mobile Marketing & A D V E R T I S I N G Nov. 2008
 
Tecnologias de gestao_tema6
Tecnologias de gestao_tema6Tecnologias de gestao_tema6
Tecnologias de gestao_tema6
 
Dados em Mídias Sociais - reflexos no self e no mercado
Dados em Mídias Sociais - reflexos no self e no mercadoDados em Mídias Sociais - reflexos no self e no mercado
Dados em Mídias Sociais - reflexos no self e no mercado
 
Zona cyber 17.12
Zona cyber 17.12Zona cyber 17.12
Zona cyber 17.12
 
Gerenciamento De Campanha Digital
Gerenciamento De Campanha DigitalGerenciamento De Campanha Digital
Gerenciamento De Campanha Digital
 
Projeto de Monografia - Marketing Digital e Direito Online: Breves Considerações
Projeto de Monografia - Marketing Digital e Direito Online: Breves ConsideraçõesProjeto de Monografia - Marketing Digital e Direito Online: Breves Considerações
Projeto de Monografia - Marketing Digital e Direito Online: Breves Considerações
 
Estratégias diferenciada em mídias sociais para campanhas eleitorais
Estratégias diferenciada em mídias sociais para campanhas eleitoraisEstratégias diferenciada em mídias sociais para campanhas eleitorais
Estratégias diferenciada em mídias sociais para campanhas eleitorais
 
Redes sociais o futuro agora
Redes sociais o futuro agoraRedes sociais o futuro agora
Redes sociais o futuro agora
 
Música 2.0 - A nova era do mercado fonográfico
Música 2.0 - A nova era do mercado fonográficoMúsica 2.0 - A nova era do mercado fonográfico
Música 2.0 - A nova era do mercado fonográfico
 
Uso da tecnologia web nas eleições
Uso da tecnologia web nas eleiçõesUso da tecnologia web nas eleições
Uso da tecnologia web nas eleições
 

Destaque

LOS MEDIOS SOCIALES Y LA ESCUCHA ACTIVA: EL ABORDAJE DE PROBLEMÁTICAS SOCIAL...
LOS MEDIOS SOCIALES Y LA ESCUCHA ACTIVA: EL ABORDAJE DE PROBLEMÁTICAS SOCIAL...LOS MEDIOS SOCIALES Y LA ESCUCHA ACTIVA: EL ABORDAJE DE PROBLEMÁTICAS SOCIAL...
LOS MEDIOS SOCIALES Y LA ESCUCHA ACTIVA: EL ABORDAJE DE PROBLEMÁTICAS SOCIAL...Ideia Inteligência
 
Pesquisa: 66% dos brasileiros não se impressionam com o novo governo de Miche...
Pesquisa: 66% dos brasileiros não se impressionam com o novo governo de Miche...Pesquisa: 66% dos brasileiros não se impressionam com o novo governo de Miche...
Pesquisa: 66% dos brasileiros não se impressionam com o novo governo de Miche...Ideia Inteligência
 
Webinar Political Campaign Fundraising
Webinar Political Campaign FundraisingWebinar Political Campaign Fundraising
Webinar Political Campaign FundraisingIdeia Inteligência
 
A opinião do brasileiro sobre o impeachment
A opinião do brasileiro sobre o impeachmentA opinião do brasileiro sobre o impeachment
A opinião do brasileiro sobre o impeachmentIdeia Inteligência
 
Pesquisa: Opinião pública sobre o vírus Zika
Pesquisa: Opinião pública sobre o vírus ZikaPesquisa: Opinião pública sobre o vírus Zika
Pesquisa: Opinião pública sobre o vírus ZikaIdeia Inteligência
 
Palestra Incompany para o Satander
Palestra Incompany para o SatanderPalestra Incompany para o Satander
Palestra Incompany para o SatanderIdeia Inteligência
 
Brazil’s Challenging 2016 Outlook
Brazil’s Challenging 2016 OutlookBrazil’s Challenging 2016 Outlook
Brazil’s Challenging 2016 OutlookIdeia Inteligência
 
Webinar Financiamento de Campanhas Eleitorais
Webinar Financiamento de Campanhas EleitoraisWebinar Financiamento de Campanhas Eleitorais
Webinar Financiamento de Campanhas EleitoraisIdeia Inteligência
 
Pesquisa: 64% dos brasileiros apoiam a decisão da Câmara pelo impeachment de ...
Pesquisa: 64% dos brasileiros apoiam a decisão da Câmara pelo impeachment de ...Pesquisa: 64% dos brasileiros apoiam a decisão da Câmara pelo impeachment de ...
Pesquisa: 64% dos brasileiros apoiam a decisão da Câmara pelo impeachment de ...Ideia Inteligência
 
Resolução nº 491 , de 5 de junho de 2014
Resolução nº 491 , de 5 de junho de 2014Resolução nº 491 , de 5 de junho de 2014
Resolução nº 491 , de 5 de junho de 2014Mauricio Moura
 
Pesquisa: 50% dos brasileiros não veem exagero na Operação Lava Jato
Pesquisa: 50% dos brasileiros não veem exagero na Operação Lava JatoPesquisa: 50% dos brasileiros não veem exagero na Operação Lava Jato
Pesquisa: 50% dos brasileiros não veem exagero na Operação Lava JatoIdeia Inteligência
 

Destaque (12)

LOS MEDIOS SOCIALES Y LA ESCUCHA ACTIVA: EL ABORDAJE DE PROBLEMÁTICAS SOCIAL...
LOS MEDIOS SOCIALES Y LA ESCUCHA ACTIVA: EL ABORDAJE DE PROBLEMÁTICAS SOCIAL...LOS MEDIOS SOCIALES Y LA ESCUCHA ACTIVA: EL ABORDAJE DE PROBLEMÁTICAS SOCIAL...
LOS MEDIOS SOCIALES Y LA ESCUCHA ACTIVA: EL ABORDAJE DE PROBLEMÁTICAS SOCIAL...
 
Pesquisa: 66% dos brasileiros não se impressionam com o novo governo de Miche...
Pesquisa: 66% dos brasileiros não se impressionam com o novo governo de Miche...Pesquisa: 66% dos brasileiros não se impressionam com o novo governo de Miche...
Pesquisa: 66% dos brasileiros não se impressionam com o novo governo de Miche...
 
Webinar Political Campaign Fundraising
Webinar Political Campaign FundraisingWebinar Political Campaign Fundraising
Webinar Political Campaign Fundraising
 
A opinião do brasileiro sobre o impeachment
A opinião do brasileiro sobre o impeachmentA opinião do brasileiro sobre o impeachment
A opinião do brasileiro sobre o impeachment
 
Pesquisa: Opinião pública sobre o vírus Zika
Pesquisa: Opinião pública sobre o vírus ZikaPesquisa: Opinião pública sobre o vírus Zika
Pesquisa: Opinião pública sobre o vírus Zika
 
Palestra Incompany para o Satander
Palestra Incompany para o SatanderPalestra Incompany para o Satander
Palestra Incompany para o Satander
 
Conheça nossa empresa
Conheça nossa empresaConheça nossa empresa
Conheça nossa empresa
 
Brazil’s Challenging 2016 Outlook
Brazil’s Challenging 2016 OutlookBrazil’s Challenging 2016 Outlook
Brazil’s Challenging 2016 Outlook
 
Webinar Financiamento de Campanhas Eleitorais
Webinar Financiamento de Campanhas EleitoraisWebinar Financiamento de Campanhas Eleitorais
Webinar Financiamento de Campanhas Eleitorais
 
Pesquisa: 64% dos brasileiros apoiam a decisão da Câmara pelo impeachment de ...
Pesquisa: 64% dos brasileiros apoiam a decisão da Câmara pelo impeachment de ...Pesquisa: 64% dos brasileiros apoiam a decisão da Câmara pelo impeachment de ...
Pesquisa: 64% dos brasileiros apoiam a decisão da Câmara pelo impeachment de ...
 
Resolução nº 491 , de 5 de junho de 2014
Resolução nº 491 , de 5 de junho de 2014Resolução nº 491 , de 5 de junho de 2014
Resolução nº 491 , de 5 de junho de 2014
 
Pesquisa: 50% dos brasileiros não veem exagero na Operação Lava Jato
Pesquisa: 50% dos brasileiros não veem exagero na Operação Lava JatoPesquisa: 50% dos brasileiros não veem exagero na Operação Lava Jato
Pesquisa: 50% dos brasileiros não veem exagero na Operação Lava Jato
 

Semelhante a Palestra sobre BIG DATA e Microtargeting.

The future of digital marketing
The future of digital marketingThe future of digital marketing
The future of digital marketingDébora Duarte
 
MBA Mkt - Inovação e tendências em Mídias Digitais
MBA Mkt - Inovação e tendências em Mídias DigitaisMBA Mkt - Inovação e tendências em Mídias Digitais
MBA Mkt - Inovação e tendências em Mídias DigitaisCris Alessi
 
Apresentação de Nino Carvalho no #RedeseGov
Apresentação de Nino Carvalho no #RedeseGovApresentação de Nino Carvalho no #RedeseGov
Apresentação de Nino Carvalho no #RedeseGovCetem
 
Nudging e Digital
Nudging e DigitalNudging e Digital
Nudging e DigitalinovaDay .
 
O que as organizações públicas podem aprender com o Setor Privado
O que as organizações públicas podem aprender com o Setor PrivadoO que as organizações públicas podem aprender com o Setor Privado
O que as organizações públicas podem aprender com o Setor PrivadoNino Carvalho - Consultor e Professor
 
Gerenciamento de redes sociais para Prefeituras e Câmeras
Gerenciamento de redes sociais para Prefeituras e CâmerasGerenciamento de redes sociais para Prefeituras e Câmeras
Gerenciamento de redes sociais para Prefeituras e CâmerasVincere Comunicação
 
Pesquisa Social Cities São Paulo - Interior (2015)
Pesquisa Social Cities São Paulo - Interior (2015)Pesquisa Social Cities São Paulo - Interior (2015)
Pesquisa Social Cities São Paulo - Interior (2015)Medialogue Digital
 
Pesquisa Medialogue Social Cities São Paulo – Interior 2015
Pesquisa Medialogue Social Cities São Paulo – Interior 2015Pesquisa Medialogue Social Cities São Paulo – Interior 2015
Pesquisa Medialogue Social Cities São Paulo – Interior 2015Alexandre Secco
 
Cidades Conectadas – Santa Catarina
Cidades Conectadas – Santa CatarinaCidades Conectadas – Santa Catarina
Cidades Conectadas – Santa CatarinaGabriel Attuy
 
Campanhas políticas em mídias sociais
Campanhas políticas em mídias sociaisCampanhas políticas em mídias sociais
Campanhas políticas em mídias sociaisRafael Ferreira
 
Social Big Data
Social Big DataSocial Big Data
Social Big DataE.LIFE
 
campanhas políticas nas redes sociais.pdf
campanhas políticas nas redes sociais.pdfcampanhas políticas nas redes sociais.pdf
campanhas políticas nas redes sociais.pdfMari Ferreira
 
Planejamento de comunicação e mídias unicesumar, ibope e ipos marplan
Planejamento de comunicação e mídias   unicesumar, ibope e ipos marplanPlanejamento de comunicação e mídias   unicesumar, ibope e ipos marplan
Planejamento de comunicação e mídias unicesumar, ibope e ipos marplanCris Alessi
 
Politeia - Suite de Politicas (draft-Beta)
Politeia - Suite de Politicas (draft-Beta)Politeia - Suite de Politicas (draft-Beta)
Politeia - Suite de Politicas (draft-Beta)Adriano Amaral, MSEE
 
web-campanha - Estratégia de Presença Online
web-campanha - Estratégia de Presença Onlineweb-campanha - Estratégia de Presença Online
web-campanha - Estratégia de Presença OnlineRicardo Barreto
 
Palestra Grupo Tom de comunicação - Big Data e Social Media
Palestra Grupo Tom de comunicação - Big Data e Social MediaPalestra Grupo Tom de comunicação - Big Data e Social Media
Palestra Grupo Tom de comunicação - Big Data e Social MediaRaquel Camargo
 

Semelhante a Palestra sobre BIG DATA e Microtargeting. (20)

The future of digital marketing
The future of digital marketingThe future of digital marketing
The future of digital marketing
 
MBA Mkt - Inovação e tendências em Mídias Digitais
MBA Mkt - Inovação e tendências em Mídias DigitaisMBA Mkt - Inovação e tendências em Mídias Digitais
MBA Mkt - Inovação e tendências em Mídias Digitais
 
Apresentação de Nino Carvalho no #RedeseGov
Apresentação de Nino Carvalho no #RedeseGovApresentação de Nino Carvalho no #RedeseGov
Apresentação de Nino Carvalho no #RedeseGov
 
Nudging e Digital
Nudging e DigitalNudging e Digital
Nudging e Digital
 
O que as organizações públicas podem aprender com o Setor Privado
O que as organizações públicas podem aprender com o Setor PrivadoO que as organizações públicas podem aprender com o Setor Privado
O que as organizações públicas podem aprender com o Setor Privado
 
Gerenciamento de redes sociais para Prefeituras e Câmeras
Gerenciamento de redes sociais para Prefeituras e CâmerasGerenciamento de redes sociais para Prefeituras e Câmeras
Gerenciamento de redes sociais para Prefeituras e Câmeras
 
Marketing
MarketingMarketing
Marketing
 
Pesquisa Social Cities São Paulo - Interior (2015)
Pesquisa Social Cities São Paulo - Interior (2015)Pesquisa Social Cities São Paulo - Interior (2015)
Pesquisa Social Cities São Paulo - Interior (2015)
 
Pesquisa Medialogue Social Cities São Paulo – Interior 2015
Pesquisa Medialogue Social Cities São Paulo – Interior 2015Pesquisa Medialogue Social Cities São Paulo – Interior 2015
Pesquisa Medialogue Social Cities São Paulo – Interior 2015
 
Cidades Conectadas – Santa Catarina
Cidades Conectadas – Santa CatarinaCidades Conectadas – Santa Catarina
Cidades Conectadas – Santa Catarina
 
Consumidor digital
Consumidor digitalConsumidor digital
Consumidor digital
 
Campanhas políticas em mídias sociais
Campanhas políticas em mídias sociaisCampanhas políticas em mídias sociais
Campanhas políticas em mídias sociais
 
A NOVA POLÍTICA DIGITAL 3.0
A NOVA POLÍTICA DIGITAL 3.0A NOVA POLÍTICA DIGITAL 3.0
A NOVA POLÍTICA DIGITAL 3.0
 
Social Big Data
Social Big DataSocial Big Data
Social Big Data
 
campanhas políticas nas redes sociais.pdf
campanhas políticas nas redes sociais.pdfcampanhas políticas nas redes sociais.pdf
campanhas políticas nas redes sociais.pdf
 
Planejamento de comunicação e mídias unicesumar, ibope e ipos marplan
Planejamento de comunicação e mídias   unicesumar, ibope e ipos marplanPlanejamento de comunicação e mídias   unicesumar, ibope e ipos marplan
Planejamento de comunicação e mídias unicesumar, ibope e ipos marplan
 
Politeia - Suite de Politicas (draft-Beta)
Politeia - Suite de Politicas (draft-Beta)Politeia - Suite de Politicas (draft-Beta)
Politeia - Suite de Politicas (draft-Beta)
 
web-campanha - Estratégia de Presença Online
web-campanha - Estratégia de Presença Onlineweb-campanha - Estratégia de Presença Online
web-campanha - Estratégia de Presença Online
 
Palestra Grupo Tom de comunicação - Big Data e Social Media
Palestra Grupo Tom de comunicação - Big Data e Social MediaPalestra Grupo Tom de comunicação - Big Data e Social Media
Palestra Grupo Tom de comunicação - Big Data e Social Media
 
Palestra Marketing Digital
Palestra Marketing DigitalPalestra Marketing Digital
Palestra Marketing Digital
 

Último

Anteprojeto de Lei------------------.pdf
Anteprojeto de Lei------------------.pdfAnteprojeto de Lei------------------.pdf
Anteprojeto de Lei------------------.pdfEditora 247
 
Ação popular de Requião sobre Eletrobras
Ação popular de Requião sobre EletrobrasAção popular de Requião sobre Eletrobras
Ação popular de Requião sobre EletrobrasJoaquim de Carvalho
 
Invest Minas - Paper Excellence.. -.pdf
Invest Minas  - Paper Excellence.. -.pdfInvest Minas  - Paper Excellence.. -.pdf
Invest Minas - Paper Excellence.. -.pdfEditora 247
 
Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...
Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...
Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...Maurílio Júnior
 
Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...
Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...
Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...Maurílio Júnior
 
Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024
Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024
Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024Durango Duarte
 

Último (6)

Anteprojeto de Lei------------------.pdf
Anteprojeto de Lei------------------.pdfAnteprojeto de Lei------------------.pdf
Anteprojeto de Lei------------------.pdf
 
Ação popular de Requião sobre Eletrobras
Ação popular de Requião sobre EletrobrasAção popular de Requião sobre Eletrobras
Ação popular de Requião sobre Eletrobras
 
Invest Minas - Paper Excellence.. -.pdf
Invest Minas  - Paper Excellence.. -.pdfInvest Minas  - Paper Excellence.. -.pdf
Invest Minas - Paper Excellence.. -.pdf
 
Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...
Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...
Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...
 
Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...
Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...
Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...
 
Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024
Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024
Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024
 

Palestra sobre BIG DATA e Microtargeting.

  • 1. BIG DATA e MICROTARGETING para Políticas Públicas e Governos (e um pouquinho de campanha eleitoral…) Dr. Mauricio Moura, Abril 2016
  • 2. W. Edwards Deming, Estatístico e Professor “Em Deus nós acreditamos, para todos os outros é preciso trazer os dados” IN GOD WE TRUST, ALL OTHERS MUST BRING DATA.” “
  • 3. UMA AVALANCHE DE DADOS um indivíduo normal hoje lida com mais dados em um dia do que um típico indivíduo do século 16 via em toda sua vida.90% dos dados disponíveis do mundo foram gerados nos últimos 2 anos. PENSEM NAS MÍDIAS SOCIAIS: SÃO tweets por minuto; 100.000 itens compartilhados no facebook por minuto 650.000 tweets 144.000.000 compartilhamentos 936.000.000 TODOS OS DIAS Fonte:IBM A produção de dados será 44 vezes maior em 2020 do que foi em 2010. a montanha de dados cresce 2.5 bilhões de gigabytes por dia!
  • 4. • Nova forma de coletar e organizar dados de maneira rápida, instantânea, conectada • O Big Data reúne os 3 V’s”: Volume, Variedade e Velocidade. Grandes quantidades de dados e principalmente integra dados nunca antes mesclados. o que é o tal do BIG DATA? • O Big Data, porta possui 4 pilares: Utiliza muita tecnologia para a coleta de dados. Aplica análises estatísticas e matemáticas para identificar padroes , segmentacoes e insights (revelacoes). Usa toda essa coleta, organizacao e análise para aproximar pessoas, resolver problemas.
  • 5. A PESQUISA EM TEMPOS DE BIG DATA … Antigo: FAZER MUITAS PERGUNTAS Novo: EXPLORAR/INVESTIGAR Número infinito de perguntas a serem feitas Quantidade enorme de dados disponíveis e poucas perguntas a serem feitas. Perguntas pré-definidas /identificadas; perguntas formuladas primeiro para depois buscar os dados Temas, assuntos, perguntas identificadas a partir do estudo profundo e exploração dos dados. PERGUNTAR NÃO SERÁ MAIS NECESSÁRIO. M U D A N D O O F O C O F U T U R O :
  • 6. No campo de políticas públicas e governo: o Big Data oferece diversas oportunidades. • Alternativa de comunicação direta – altamente segmentada - para divulgar políticas públicas específicas e em situações de crise ou emergência = MICROTARGETING • Ferramenta de colaboração entre os cidadãos e governos. • Fontes de dados sempre disponível – investigação primária (análise de grande conjunto de dados que estão disponíveis). o que podemos fazer com a BIG DATA? M I C R O T A R G E T I N G é uma delas !
  • 7. é uma estratégia de comunicação direta que utiliza dados demográficos e de comportamento para identificar os interesses de indivíduos específicos ou grupos muito pequenos de indivíduos, com objetivo de influenciar os seus pensamentos ou ações. Uma meta importante de uma iniciativa de micro segmentação é conhecer o público-alvo tão bem que as mensagens são entregues através do canal de comunicação preferido deles. M I C R O T A R G E T I N G
  • 8. O que es t amos faz endo para ajudar n a s polític as públic as ? C O N S T R U Ç Ã O D E B A N C O D E D A D O S N A C I O N A L E N R I Q U E C I M E N T O D A B A S E D E D A D O S S O F T W A R E D E B I G D A T A E M I C R O T A R G E T I N G C O N T A T O D I R E T O E P E S Q U I S A MICRO-SEGMENTAÇÃO (AMOSTRA SEGMENTADA)
  • 9. BANCO DE DADOS SEGMENTADO ENRIQUECIMENTO COM BASES DISPERSAS DOS GOVERNO ENRIQUECIMENTO COM DADOS PÚBLICOS/PESQUISAS CONTATO DIRETO E PESQUISA (MULTICANAL) Desenvolvemos nosso software proprietário de Big Data focado em políticas públicas, que conta com funcionalidades para gestão eficiente das informações. Dentre as possibilidades do sistema, estão a ultra-segmentação da base para ações de contato direto, pesquisas e cruzamento de dados para inteligência estratégica de políticas públicas. C O M O F A Z E M O S ?
  • 10. C E N T R A L I Z A Ç Ã O D E B A N C O D E D A D O S : C O M O F U N C I O N A
  • 11. G E S T Ã O E M I C R O - S E G M E N T A Ç Ã O D O S D A D O S : C O M O F U N C I O N A
  • 12. V Í D E O E N V I A D O P O R W H A T S A P P M E N S A G E M E N V I A D A P O R E - M A I L M E N S A G E M D E V O Z E N V I A D A P O R T E L E F O N E 1 ) P R E V E N Ç Ã O C O N T R A O Z I K A V Í R U S C A S E S
  • 13. C A S E S Desafios: • Estimular o uso de proteção durante o Carnaval de 2016 para evitar doenças sexualmente transmissíveis, especialmente a AIDS. • Impactar público alvo específico. Solução disponibilizada pelo Ideia: • Gerar a micro-segmentação no Alexandria para a campanha - foco principal na população sexualmente ativa residente das cidades que sediam grandes eventos de Carnaval, como Rio de Janeiro, Salvador e Olinda. Confira ao lado os dois vídeos produzidos para a campanha: P R E V E N Ç Ã O C O N T R A A A I D S N O C A R N A V A L • Canal de escolha para entrega das mensagens: - Alto potencial de compartilhamento WHATSAPP M I N I S T É R I O D A S A Ú D E
  • 14. Desafios: • Comunicar a inauguração do principal símbolo do evento olímpico para público específico - formadores de opinião e moradores que seriam impactados por um vídeo-convite produzido pela Prefeitura. O material explica as muitas mudanças que a capital fluminense passará em preparação para os jogos olímpicos, principalmente naquela região. • Entregar o vídeo-convite para os moradores das proximidades do parque Madureira, dentro de um raio de 1,2 km. Solução disponibilizada pelo Ideia: • Utilizamos as funcionalidades de micro-segmentação geolocalizada de nosso software de Big Data Alexandria, para a geração de base. • Entregamos a mensagem a 254.887 moradores do bairro de Madureira e cercanias, utilizando o aplicativo para smartphones WhatsApp. A Prefeitura do Rio conta seguidamente com nossos serviços de micro-segmentação de base para enviar mensagens de utilidade pública. Um exemplo ilustrativo da aplicação de nosso Big Data aliado ao ferramental de contato direto foi o utilizado na campanha de inauguração dos Arcos Olímpicos no Parque Madureira, localizado na Zona Norte da cidade. C A S E S P R E F E I T U R A D O R I O D E J A N E I R O C O N T A D O C L I E N T E BANCO DE DADOS SEGMENTADO ENRIQUECIMENTO COM BASES DA PREFEITURA ENRIQUECIMENTO COM BASES DA PREFEITURA C O N T A T O D I R E T O
  • 15. A Secretaria de Comunicação do Governo do Rio de Janeiro é um dos nossos clientes mais antigos, tendo realizado ações periódicas de contato direto com apoio de micro-segmentação de base de dados. Um exemplo do uso periódico de nossos serviços são as ações de convite para o Gabinete Itinerante, projeto que leva o governador a cidades de diferentes regiões do Estado, com objetivo de atender a população local, ouvindo opiniões e sugestões de como melhorar a vida dessas pessoas. A cada visita do Gabinete Itinerante a uma cidade, geramos listas segmentadas de maneira geolocalizada para envio de mensagens de voz por telefone, customizadas para cada região. Confira as mensagens enviadas a moradores de Mesquista e Seropédica: C A S E S G O V E R N O D O R I O D E J A N E I R O
  • 16. Mensagem de voz por telefone para convidar moradores da Zona Norte da cidade para a reinauguração de uma importante área de lazer, o Horto do Fonseca. Mensagem de voz para convidar moradores do bairro da Engenhoca e entorno para participar do projeto Prefeitura Móvel. P R E F E I T U R A D E N I T E R Ó I Assim como os outros clientes, a prefeitura de Niterói conta com nossa inteligência de dados e oferta de multicanais para apoiar suas ações de comunicação direta com a população da cidade. C A S E S Dois exemplos do uso estratégico de nosso Big Data para execução de campanhas micro-segmentadas:
  • 17. • Desenvolver indicadores de alerta sobre serviços públicos e infraestrutura da cidade em setores críticos como saúde, guarda municipal e transporte. (exemplo: Boston e Chicago). • Proporcionar novos dados e análises sobre temas sociais. • Criar um canal para compartilhar dados entre o poder público e a academia para melhorar a qualidade de estudos sobre políticas públicas. (Nova York) • Intercambio de dados e informações em todos os níveis de governo . (Rio de Janeiro). • Aumentar a interação entre os usuários de serviços públicos e o poder público (exemplos: apps de participação ) • Atender de maneira mais rápida e efetiva as demandas, principalmente no nível local. • Campanhas de informação de serviços públicos com muito foco e segmentação. Melhor uso dos recursos. (exemplos apresentados). • Política Pública impulsionada por dados e análises e menos por ideologia. No campo de políticas públicas e governo. O que MAIS podemos fazer com BIG DATA?
  • 18. E podemos utilizar BIG DATA e microtargeting em campanhas eleitorais? Como?
  • 19. • Cerca de 6,5 milhões de bolivianos foram às urnas no domingo — dia 21 de fevereiro — para dizer se queriam ou não uma reforma constitucional para permitir que o presidente Evo Morales disputasse mais um mandato na eleição de 2019. • Votar “SÍ (sim)” significava dar esse direito ao atual presidente e votar “NO (não)” fechava as portas para suas pretensões de estender seu poder. • Evo, de 56 anos, foi eleito pela primeira vez em 2005 e está cumprindo agora seu terceiro mandato seguido. • O governo costuma afirmar que este é seu segundo mandato, a partir da nova Constituição implementada na gestão do presidente boliviano. SOBRE O REFERENDO Fonte: BBC, acesso em 21/02/2016
  • 20. O PRINCIPAL DESAFIO NA POLÍTICA É: Definir com quem iremos falar! (e maximizar os recursos!)
  • 21. PRIMEIRO DESAFIO COM QUEM IREMOS FALAR? • 80% das eleições são decididas com diferença de 5 a 8 pontos percentuais • Na Bolívia, a situação não era diferente: as últimas pesquisas eleitorais de diversos institutos apontavam para um empate técnico (na patamar dos 40%) e uma média de 15% de indecisos. • Diante desse quadro, a principal pergunta da campanha de oposição à Evo Morales era: O que moverá o eleitorado para o lado do “SÍ” ou do “NO” ? E os indecisos — que decidirão o pleito —  quem são, o que pensam? • Nossos anos de experiência em campanhas políticas nos diziam que não havia melhor indicação do que o uso de Microtargeting, método é utilizado desde 1992 em disputas eleitorais nos Estados Unidos, mas que começou a ser aplicado mais recentemente em outros lugares do mundo, como fizemos de maneira pioneira no Brasil, Portugal e na Venezuela.
  • 22. PRIMEIRO DESAFIO DEFININDO O PÚBLICO DA CAMPANHA • A aplicação do método começa com uma investigação profunda, quase forense, das características e das principais variáveis que influenciam os diferentes grupos de eleitores. • A investigação inclui a análise dados históricos e atuais da população, incluindo, por exemplo, o histórico de votação disponibilizado pelo órgão eleitoral do país (conforme ilustrado a seguir), assim como resultado de pesquisas atuais de intenção de voto.
  • 23. • Após a identificação das características dos eleitores, são criados modelos preditivos que geram pontuações para as áreas eleitorais, bairros e até mesmo para grupos específicos da população. • Estas pontuações são definidas para classificar eleitores mais ou menos propensos a votar pelo “Sim” ou pelo “Não”. Desta maneira, a campanha pode definir quais grupos de eleitores devem ser o foco da comunicação, ou seja, aqueles eleitores ainda não têm seu voto definido e podem ser mais facilmente convencidos. SIM NÃOINDECISOS
  • 24. PÚBLICOS DA CAMPANHA PELO “NO” MULHERES, DE SEGUNDO GRAU COMPLETO, DE ZONAS URBANAS • Não rejeitavam o Evo, mas não queriam que ele se reelegesse indefinidamente JOVENS DE 18 A 25 ANOS, DE AMBOS OS SEXOS • São contra o governo e a oposição (contra o sistema como um todo)
  • 26. BANCO DE DADOS SEGMENTADO ENRIQUECIMENTO COM BASES DO PARTIDO ENRIQUECIMENTO COM DADOS PÚBLICOS C ON TATO D IR ETO E PESQU ISA ( MU LTIC AN AL) A base da campanha foi disponibilizada na Plataforma Alexandria, nosso software proprietário de Big Data, que conta com funcionalidades para gestão eficiente das informações. Dentre as possibilidades do sistema, estão a ultra-segmentação da base para ações de contato direto, pesquisas e cruzamento de dados para inteligência estratégica.
  • 27. O Q U E F I Z E M O S • A exemplo de eleições no mundo inteiro, a definição da estratégia de comunicação da campanha pelo “NO” na Bolívia precisava levar em consideração duas grandes restrições: RECURSO e TEMPO. Era necessário decidir sabiamente onde aplicar a verba da campanha de maneira a conseguir a maior eficiência, mais rapidamente e com o menor custo possível. • Além disso, a campanha da oposição enfrentava desvantagem diante do excessivo domínio dos meios de comunicações estatais, que bombardeavam os eleitores com propaganda do Governo. • Nesse cenário hostil, o uso cirúrgico do Microtargeting ajudou mais uma vez a equilibrar a equação: À exemplo das campanhas eleitorais na Venezuela e no Maranhão, a abertura de canais alternativos e estabelecimento de diálogos multi-variados ajudou a fazer com que um grupo estratégico de eleitores descobrisse que a realidade boliviana é diferente da vendida pela máquina de propaganda do governo de seu Presidente. • Com base no histórico eleitoral e nas informações de contato disponíveis no Alexandria, foram realizadas campanhas de contato direto quase diárias, que ajudaram a derrubar mitos que eram repetidamente contados em muitos vilarejos e nas periferias das principais cidades, mas nunca constatados de fato.
  • 28. O grande diferencial da campanha da Bolívia foi aplicação de Microtargeting aliado a ferramentas de contato direto jamais utilizadas no país, com o envio de mensagens altamente customizadas por SMS, ligações telefônicas, Redes Sociais e até mesmo pelo aplicativo WhatsApp. Até então, os partidos bolivianos estavam acostumados com eleições manuais, panfletárias e com foco nas ruas. C O N T A M A S T E R MICROSEGMENTAÇÃO SOB DEMANDA GRANDE DIFERENCIAL : DISPARO DE COMUNICAÇÃO DIRETA MICROSEGMENTADA AÇÕES DE CONTATO DIRETO MICROSEGMENTADO SOB DEMANDA
  • 29. A Ç Õ E S D E C O N T A T O D I R E T O • Um incidente trágico acontecido poucos dias antes do referendo contribuiu fortemente para a mudança de posicionamento dos indecisos: Seis pessoas morreram e 31 ficaram feridas durante o incêndio ocorrido na Prefeitura da cidade boliviana de El Alto. O fogo começou após manifestantes invadirem o edifício durante um protesto de pais de família contra a prefeita e opositora de Evo, Soledad Chapetón. • Em pronunciamento público, a prefeita de El Alto afirmou, em meio a lágrimas, que ex-funcionários do governista Movimento ao Socialismo (MAS), investigados por corrupção, “promoveram o ataque para queimar papéis e documentos que os envolviam em casos de corrupção”. Ela disse ainda que a polícia “irresponsavelmente” não chegou a tempo para conter a situação. • O vídeo do pronunciamento repercutiu no mundo inteiro e, não por coincidência, chegou nos celulares dos indecisos através de envio em massa pelo aplicativo de celular WhatsApp.
  • 30. Pronunciamento público da prefeita de El Alto sobre incêndio na prefeitura da cidade boliviana enviado por WhatApp para o público-alvo da campanha da oposição
  • 31. O Big Data é uma poderosa ferramenta de desenho, execução e mensuração de políticas públicas... O Big Data ajuda a maximizar recursos escassos, dá foco ao poder público.... O Big Data aproxima governo de cidadãos, aproxima candidatos de eleitores.... O Big Data só cresce, só anda para frente... P O N T O S A S E R E M L E M B R A D O S :
  • 32. O que você está fazendo para desenvolver e utilizar seu próprio Big Data ? P E R G U N T A :
  • 33. O b r i g a d o ! contato@ideiainteligencia.com.br youtube.com/inteligenciaideia linkedin.com/company/ideia-inteligência www.ideiainteligencia.com.br Dr. Mauricio Moura

Notas do Editor

  1. Algumas ideias para diagramação deste slide (seria legal manter como apenas um slide): https://www.google.com.br/search?q=services+differentials+infographics&espv=2&biw=1393&bih=698&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwjt76qg_fjKAhXJjZAKHUieDNcQ_AUIBigB&dpr=0.9#tbm=isch&q=service+panorama+infographic&imgrc=cAY81ADJangnYM%3A https://www.google.com.br/search?q=services+differentials+infographics&espv=2&biw=1393&bih=698&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwjt76qg_fjKAhXJjZAKHUieDNcQ_AUIBigB&dpr=0.9#tbm=isch&q=service+panorama+infographic&imgrc=R-7WngbATmrY2M%3A