SlideShare uma empresa Scribd logo
Operações Unitárias
”Do cacau ao chocolate”
Operações Unitárias
Prof. Davi Fogaça
2
Histórico
• Relatos de Colombo: Cultivo de cacau pelos Astecas;
• Amêndoas: Utilizadas como moeda e fabricação de bebidas utilizadas
em cerimônias religiosas e da corte Asteca;
• Bebida estimulante chamada xocolatl (Asteca);
• Exploração espanhola: busca pelo domínio e expansão do cultivo;
• Conquista e expansão na Europa: predominância dos holandeses e
desenvolvimento, em 1825, da separação em manteiga, liquor e pó;
3
Histórico
4
Histórico
Fonte:
<https://etc.usf.edu/clipart/
55300/55336/55336_montezuma_co.htm>
5
Processamento
Fonte:
https://fotografia.folha.uol.com.br/galerias/1637006455794625-
cacau-da-bahia-se-reinventa-e-aposta-em-novo-ciclo
Fonte:
https://www.montarumnegocio.com/como-plantar-cacau/
6
Processamento
Fonte: http://www.cacaucantagalo.com/cacau-fermentacao-secagem.php
7
Processamento
Fonte: http://www.cacaucantagalo.com/cacau-fermentacao-secagem.php
8
Processamento
Fonte: https://www.ejeq.com.br/chocolate/
9
Descascamento e quebra
Fonte:https://chocolatrasonline.com.br/como-escolher-
o-chocolate-mais-saudavel/
10
Esterilização
• Pode ser realizada de forma contínua ou em batelada;
• Utilização de microondas ou aquecimento com vapor d’água;
• Redução da carga microbiológica (Contagem Total) e eliminação de
bactérias patogênicas;
11
Alcalinização
• Tratamento do nibs de cacau com soluções alcalinas como carbonato
de potássio ou sódio;
• Modifica a cor e flavor (saboroma) do liquor e pó de cacau;
• Aumento da solubilidade;
12
Alcalinização
https://www.mundodosdoces.com/cacau-100-chocolate-em-po-achocolatado/
13
Torrefação
• Desenvolvimento de sabor e flavor, redução do teor de umidade e
redução de microrganismos viáveis;
• Temperaturas variando de 95°C a 145°C, de acordo com finalidade de
uso e variáveis de processo;
14
Moagem
• Quebra da estrutura celular do nibs e liberação da manteiga (cerca de
50% da massa)
• Formação de uma massa fluida: liquor de cacau
15
Prensagem
• Separação da manteiga de cacau e da torta de cacau;
• Controle da pressão (cerca de 450 kg/cm²) e tempo de prensagem;
• Torta de cacau: teor de gordura variando entre 10% e 24%;
16
Prensagem
17
Filtração e pulverização
• A manteiga obtida na prensagem é filtrada e armazenada em tanques;
• A torta é pulverizada para redução de tamanho (redução da
granulometria) e resfriada, de forma a evitar o fat bloom;
18
Processamento
Fonte: https://www.ejeq.com.br/chocolate/
19
Pré-refino
• Permite o revestimento das superfícies das partículas sólidas com os
ingredientes líquidos (umedecimento dos pós);
• Fase inicial de homogeneização dos ingredientes;
• Reduz o teor de umidade;
• Preparo dos ingredientes para o refino.
20
Refino
• Redução do tamanho das partículas sólidas (aumento da fineza),
principalmente do açúcar;
• Inserção de manteiga de cacau para:
• Aumento da molhabilidade;
• Melhoria da consistência.
21
Conchagem
• Controle de tempo, temperatura, aeração, cisalhamento e agitação;
• Objetivos:
• Reduz os grânulos de açúcar
• Reduz teor de umidade
• Rompimento de aglomerados
• Remoção de ácidos voláteis e
flavors
• Reduz amargor
• Sabor caramelizado (Reação
de Maillard)
• Reduz viscosidade
• Emulsificação
22
Conchagem
23
Temperagem
24
Temperagem
25
Temperagem
26
Molde e desmolde
27
Muito obrigado!
IFBA – Campus Barreiras
Prof. Davi Fogaça
davi.fogaca@ifba.edu.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

4-Treinamento Fábrica De Açúcar
4-Treinamento Fábrica De Açúcar4-Treinamento Fábrica De Açúcar
4-Treinamento Fábrica De Açúcar
Leandro Cândido
 
Ciclo de produção do cacau.pptx
Ciclo de produção do cacau.pptxCiclo de produção do cacau.pptx
Ciclo de produção do cacau.pptx
AnaClaraGalluzzo
 
Panificação
PanificaçãoPanificação
Historia do chocolate
Historia do chocolateHistoria do chocolate
Historia do chocolate
kathelenrainy16
 
Cana-de-açúcar processamento
Cana-de-açúcar processamento Cana-de-açúcar processamento
Cana-de-açúcar processamento
João vittor Avelino
 
Produção de Cerveja
Produção de CervejaProdução de Cerveja
Produção de Cerveja
shimanukileandro
 
Modulo 02 fluxograma de fabricação do açúcar
Modulo 02 fluxograma de fabricação do açúcarModulo 02 fluxograma de fabricação do açúcar
Modulo 02 fluxograma de fabricação do açúcar
confidencial
 
Apostila chocolate
Apostila chocolateApostila chocolate
Apostila chocolate
mucamaba
 
Aula projeto páscoa a história do chocolate-
Aula projeto páscoa a história do chocolate-Aula projeto páscoa a história do chocolate-
Aula projeto páscoa a história do chocolate-
José Cícero
 
O processo de fabricação de açúcar e álcool na usina
O processo de fabricação de açúcar e álcool na usinaO processo de fabricação de açúcar e álcool na usina
O processo de fabricação de açúcar e álcool na usina
Cleuber Martins
 
Fabricacaode cerveja apresentacao
Fabricacaode cerveja apresentacaoFabricacaode cerveja apresentacao
Fabricacaode cerveja apresentacao
Marli Correa
 
chocolate historia
chocolate historia chocolate historia
chocolate historia
priscila sena
 
Processamento de produtos de origem vegetal
Processamento de produtos de origem vegetalProcessamento de produtos de origem vegetal
Processamento de produtos de origem vegetal
saraerthal
 
5-Treinamento Fermentação /Destilação
5-Treinamento Fermentação /Destilação5-Treinamento Fermentação /Destilação
5-Treinamento Fermentação /Destilação
Leandro Cândido
 
Cm tecnologia de produção de frutas cristalizadas
Cm   tecnologia de produção de frutas cristalizadasCm   tecnologia de produção de frutas cristalizadas
Cm tecnologia de produção de frutas cristalizadas
Camila Moresco
 
Produção de Vinho
Produção de VinhoProdução de Vinho
Produção de Vinho
Silenezé Souza
 
1-Treinamento Pcts
1-Treinamento Pcts1-Treinamento Pcts
1-Treinamento Pcts
Leandro Cândido
 
Cerveja
CervejaCerveja
Cerveja
Emidio Barros
 
Pasteurização (leite)
Pasteurização (leite)Pasteurização (leite)
Pasteurização (leite)
Mickeylodeon Brasil
 
Apostila açúcar e álcool
Apostila açúcar e álcoolApostila açúcar e álcool
Apostila açúcar e álcool
Renan Atanázio
 

Mais procurados (20)

4-Treinamento Fábrica De Açúcar
4-Treinamento Fábrica De Açúcar4-Treinamento Fábrica De Açúcar
4-Treinamento Fábrica De Açúcar
 
Ciclo de produção do cacau.pptx
Ciclo de produção do cacau.pptxCiclo de produção do cacau.pptx
Ciclo de produção do cacau.pptx
 
Panificação
PanificaçãoPanificação
Panificação
 
Historia do chocolate
Historia do chocolateHistoria do chocolate
Historia do chocolate
 
Cana-de-açúcar processamento
Cana-de-açúcar processamento Cana-de-açúcar processamento
Cana-de-açúcar processamento
 
Produção de Cerveja
Produção de CervejaProdução de Cerveja
Produção de Cerveja
 
Modulo 02 fluxograma de fabricação do açúcar
Modulo 02 fluxograma de fabricação do açúcarModulo 02 fluxograma de fabricação do açúcar
Modulo 02 fluxograma de fabricação do açúcar
 
Apostila chocolate
Apostila chocolateApostila chocolate
Apostila chocolate
 
Aula projeto páscoa a história do chocolate-
Aula projeto páscoa a história do chocolate-Aula projeto páscoa a história do chocolate-
Aula projeto páscoa a história do chocolate-
 
O processo de fabricação de açúcar e álcool na usina
O processo de fabricação de açúcar e álcool na usinaO processo de fabricação de açúcar e álcool na usina
O processo de fabricação de açúcar e álcool na usina
 
Fabricacaode cerveja apresentacao
Fabricacaode cerveja apresentacaoFabricacaode cerveja apresentacao
Fabricacaode cerveja apresentacao
 
chocolate historia
chocolate historia chocolate historia
chocolate historia
 
Processamento de produtos de origem vegetal
Processamento de produtos de origem vegetalProcessamento de produtos de origem vegetal
Processamento de produtos de origem vegetal
 
5-Treinamento Fermentação /Destilação
5-Treinamento Fermentação /Destilação5-Treinamento Fermentação /Destilação
5-Treinamento Fermentação /Destilação
 
Cm tecnologia de produção de frutas cristalizadas
Cm   tecnologia de produção de frutas cristalizadasCm   tecnologia de produção de frutas cristalizadas
Cm tecnologia de produção de frutas cristalizadas
 
Produção de Vinho
Produção de VinhoProdução de Vinho
Produção de Vinho
 
1-Treinamento Pcts
1-Treinamento Pcts1-Treinamento Pcts
1-Treinamento Pcts
 
Cerveja
CervejaCerveja
Cerveja
 
Pasteurização (leite)
Pasteurização (leite)Pasteurização (leite)
Pasteurização (leite)
 
Apostila açúcar e álcool
Apostila açúcar e álcoolApostila açúcar e álcool
Apostila açúcar e álcool
 

Semelhante a Operações Unitárias do cacau ao chocolate

Chocolate
ChocolateChocolate
Chocolate
Viviane Fonseca
 
Império do Cacau
Império do CacauImpério do Cacau
Império do Cacau
Guy Valerio
 
Atividade 1
Atividade 1Atividade 1
Atividade 1
Claudio Rodrigues
 
Semalim 2016
Semalim 2016Semalim 2016
Semalim 2016
Renato Cossi
 
Chocolate belga portugues low
Chocolate belga portugues lowChocolate belga portugues low
Chocolate belga portugues low
casanamala
 
astorga1 (1).pptx
astorga1 (1).pptxastorga1 (1).pptx
astorga1 (1).pptx
JosianeDias34
 
Fabricação de cachaça artesanal
Fabricação de cachaça artesanalFabricação de cachaça artesanal
Fabricação de cachaça artesanal
consultoriaacademica3
 
Fabricação de cachaça artesanal
Fabricação de cachaça artesanalFabricação de cachaça artesanal
Fabricação de cachaça artesanal
consultoriaacademica3
 
Fabricação de cachaça artesanal.pdf
Fabricação de cachaça artesanal.pdfFabricação de cachaça artesanal.pdf
Fabricação de cachaça artesanal.pdf
trabalhosnota10sp
 
Fabricação de cachaça artesanal.pdf
Fabricação de cachaça artesanal.pdfFabricação de cachaça artesanal.pdf
Fabricação de cachaça artesanal.pdf
trabalhosnota10sp
 
TECNOLOGIA DE PRODUTOS AÇUCARADOS, ÓLEOS E GORDURAS.pptx
TECNOLOGIA DE PRODUTOS AÇUCARADOS, ÓLEOS E GORDURAS.pptxTECNOLOGIA DE PRODUTOS AÇUCARADOS, ÓLEOS E GORDURAS.pptx
TECNOLOGIA DE PRODUTOS AÇUCARADOS, ÓLEOS E GORDURAS.pptx
LilianRibeiro60
 
CHOCOLATE- ATIVIDADES.pdf
CHOCOLATE- ATIVIDADES.pdfCHOCOLATE- ATIVIDADES.pdf
CHOCOLATE- ATIVIDADES.pdf
gyl araujo
 
História da Cacau Show
História da Cacau ShowHistória da Cacau Show
História da Cacau Show
ENNED ADRIAN PETERSEN
 
Etanol apresentacao
Etanol apresentacaoEtanol apresentacao
Etanol apresentacao
Brenda Gonçalves
 
Processo de produção da coca cola
Processo de produção da coca colaProcesso de produção da coca cola
Processo de produção da coca cola
Angélica Agra
 
Apostila1 industriaacucareira2013
Apostila1 industriaacucareira2013Apostila1 industriaacucareira2013
Apostila1 industriaacucareira2013
Aprendizagem Cdac
 
Adm da produção cacau show
Adm da produção cacau showAdm da produção cacau show
Adm da produção cacau show
juliana goés
 
Gestão da Produção Industrial - Fabricação de cachaça artesanal.pdf
Gestão da Produção Industrial - Fabricação de cachaça artesanal.pdfGestão da Produção Industrial - Fabricação de cachaça artesanal.pdf
Gestão da Produção Industrial - Fabricação de cachaça artesanal.pdf
HELENO FAVACHO
 
Tecnologia do leite
Tecnologia do leiteTecnologia do leite
Tecnologia do leite
Alvaro Galdos
 
(Q) tecnologia alimenticia
(Q) tecnologia alimenticia(Q) tecnologia alimenticia
(Q) tecnologia alimenticia
Agnaldo silva
 

Semelhante a Operações Unitárias do cacau ao chocolate (20)

Chocolate
ChocolateChocolate
Chocolate
 
Império do Cacau
Império do CacauImpério do Cacau
Império do Cacau
 
Atividade 1
Atividade 1Atividade 1
Atividade 1
 
Semalim 2016
Semalim 2016Semalim 2016
Semalim 2016
 
Chocolate belga portugues low
Chocolate belga portugues lowChocolate belga portugues low
Chocolate belga portugues low
 
astorga1 (1).pptx
astorga1 (1).pptxastorga1 (1).pptx
astorga1 (1).pptx
 
Fabricação de cachaça artesanal
Fabricação de cachaça artesanalFabricação de cachaça artesanal
Fabricação de cachaça artesanal
 
Fabricação de cachaça artesanal
Fabricação de cachaça artesanalFabricação de cachaça artesanal
Fabricação de cachaça artesanal
 
Fabricação de cachaça artesanal.pdf
Fabricação de cachaça artesanal.pdfFabricação de cachaça artesanal.pdf
Fabricação de cachaça artesanal.pdf
 
Fabricação de cachaça artesanal.pdf
Fabricação de cachaça artesanal.pdfFabricação de cachaça artesanal.pdf
Fabricação de cachaça artesanal.pdf
 
TECNOLOGIA DE PRODUTOS AÇUCARADOS, ÓLEOS E GORDURAS.pptx
TECNOLOGIA DE PRODUTOS AÇUCARADOS, ÓLEOS E GORDURAS.pptxTECNOLOGIA DE PRODUTOS AÇUCARADOS, ÓLEOS E GORDURAS.pptx
TECNOLOGIA DE PRODUTOS AÇUCARADOS, ÓLEOS E GORDURAS.pptx
 
CHOCOLATE- ATIVIDADES.pdf
CHOCOLATE- ATIVIDADES.pdfCHOCOLATE- ATIVIDADES.pdf
CHOCOLATE- ATIVIDADES.pdf
 
História da Cacau Show
História da Cacau ShowHistória da Cacau Show
História da Cacau Show
 
Etanol apresentacao
Etanol apresentacaoEtanol apresentacao
Etanol apresentacao
 
Processo de produção da coca cola
Processo de produção da coca colaProcesso de produção da coca cola
Processo de produção da coca cola
 
Apostila1 industriaacucareira2013
Apostila1 industriaacucareira2013Apostila1 industriaacucareira2013
Apostila1 industriaacucareira2013
 
Adm da produção cacau show
Adm da produção cacau showAdm da produção cacau show
Adm da produção cacau show
 
Gestão da Produção Industrial - Fabricação de cachaça artesanal.pdf
Gestão da Produção Industrial - Fabricação de cachaça artesanal.pdfGestão da Produção Industrial - Fabricação de cachaça artesanal.pdf
Gestão da Produção Industrial - Fabricação de cachaça artesanal.pdf
 
Tecnologia do leite
Tecnologia do leiteTecnologia do leite
Tecnologia do leite
 
(Q) tecnologia alimenticia
(Q) tecnologia alimenticia(Q) tecnologia alimenticia
(Q) tecnologia alimenticia
 

Último

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Luzia Gabriele
 
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redaçãoRedação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
GrazielaTorrezan
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
Faga1939
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
Geagra UFG
 

Último (20)

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
 
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redaçãoRedação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
 

Operações Unitárias do cacau ao chocolate