SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
SAÚDEPROBLEMA OU
OPORTUNIDADE?
DESAFIO
BRASIL
A grande maioria da população já utiliza o sistema público,
mas este corresponde à somente 41.4% do financiamento
total de saúde do país.
DESAFIO
BRASIL
▪ A área de saúde é
considerada uma das
mais importantes e, ao
mesmo tempo, a que
gera maior
insatisfação para os
brasileiros
▪ Se os gastos com
saúde no Brasil
continuarem evoluindo
com mesma taxa,
poderão chegar a 20-
25% do PIB, tornando
o sistema
insustentável
▪ Apesar do avanço,
algumas metas do milênio
não foram atingidas e o
desafio é ainda maior
com os 17 ODS
O FATOR CUSTO
As 3 fontes pagadoras do sistema vem aumentando seus
gastos acima da inflação
Gastos do setor público
BRL bilhões
Custos e despesas das operadoras
médico-hospitalares
BRL bilhões
1312
+7% p.a.
201514
115111103
2011
93
Gastos out of pocket
BRL bilhões
Os custos das operadoras
privadas seguem crescendo de
forma expressiva
Os gastos out of pocket vêm
crescendo regularmente ao longo
dos anos, mesmo em anos de
desaceleração econômica
13 14
+13% p.a.
12
139
2011
155
2015
12110997
1412 132011 2015
+10% p.a.
297
250
320
219
276
Embora em 2014 tenha havido
uma queda no orçamento do
governo federal, as outras
esferas continuaram a crescer
Out of pocketOperadoras privadasSetor público
6,2%7,0%7,0%
IPCA médio no período
DESAFIO
BRASIL
Histórico Estimado
Em R$ trilhões de 2014
7,2%: crescimento
similar ao do Chile¹
(2004-14); Expectativa
de vida e % de idosos
semelhantes ao Brasil
6,6%: Brasil
Aumento de custos e da
taxa de utilização em
linha com histórico,
impactado pela mudança
do perfil demográfico
"Olhando a situação do estado brasileiro, a expectativa
de que haverá mais aporte de dinheiro público na
saúde é irreal"
Gastos totais com saúde projetados1
7,2% p.a.
11% p.a.
3,5%: Turquia¹ (2004-14):
Mesmo nível de gasto per
capita e processo de
envelhecimento um pouco
mais avançado que o Brasil
0%
Sem crescimento
13
11 21%
5
0 5%
24%
11%
Adicional
acumulado
2015-35
R$ Trilhão
Participação no
PIB
2035
%
Cenário projetado de
crescimento dos
custos de saúde
2015-35
1 Em moeda local, considerando a cotação média em 2006 e 2014 para os países analisados
FONTE: OMS; IBGE; " Envelhecimento populacional e os desafios para o sistema de saúde Brasileiro"; IESS 2013; análise da equipe
Se nada for feito, o Brasil terá que fazer um investimento adicional de ~R$ 10
trilhões em 20 anos, correspondendo em até ~25% do PIB
COMBATER O
DESPERDÍCIO
Principais fatores
influenciadores
DESAFIO
BRASIL
SER MAIS EFICIENTE
▪ Falta planejamento
integrado e
coordenação entre
público e privado
▪ Municípios com
responsabilidades
maiores do que
capacidade de
execução
▪ Maior parte dos hospitais opera abaixo da
escala e ocupação ideal
– No Brasil, ~80% dos hospitais tem menos de
50 leitos
– Ocupação média de 52% fica abaixo da média
da OCDE de 77%
MELHORIAS DO SISTEMA
Uso racional de Consultas e Exames
Orientação ao usuário quanto à melhor
forma de otimizar os serviços, sem
duplicidade de exames e consultas com
diferentes especialistas.
Maior cuidado com prazos e escolha de
procedimentos
DESAFIO
BRASIL
Assegurar a sustentabilidade financeira do sistema
Prover acesso a população
Incrementar a satisfação do cliente
FUTURO
OU PRESENTE?
COMO PÚBLICO E PRIVADO
PODEM TRABALHAR MELHOR
-PROADI-SUS
- PPP’s
- Acessibilidade através do Digital
PROADI-
SUS
O Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social em Saúde (CEBAS-
SAÚDE) pode ser concedido às pessoas jurídicas de direito privado, sem fins
lucrativos, reconhecidas como entidades beneficentes de assistência social com a
finalidade de prestação de serviços na área de saúde. A Lei Ordinária nº 12.101/09,
define as regras para a obtenção e manutenção do CEBAS.
O CEBAS do Einstein é conferido pela sua participação no Programa de Apoio ao
Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), um
conjunto de projetos realizados pelo Ministério da Saúde em parceria com os
Hospitais de Excelência que tem como objetivo o fortalecimento do SUS através de
projetos em incorporação de tecnologia, pesquisa, capacitação de recursos
humanos, gestão e assistência.
O valor aplicado nos projetos PROADI-SUS não pode ser inferior ao total das
isenções usufruídas, sendo permitida a sua complementação com atividades de
prestação de serviços assistenciais não remunerados ao SUS, pactuados com o
gestor local. Neste caso, a complementação não poderá ultrapassar 30% do valor
usufruído com a isenção das contribuições sociais.
O Einstein participa do PROADI-SUS desde 2009. Fazem parte do PROADI-SUS
também os seguintes hospitais: HSL, HAOC, HCor, HMV.
PROADI-
SUS
PROADI-
SUS
PPP’s
Modelo de
sucesso adotado
pelo
UnitedHealth
Group no Brasil
e no mundo.
Amazonas
Bahia
Belo
Horizonte
São Paulo
Portugal
Espanha
Itália
Reino Unido
PPP’s
Experiências
UHG Europa
Experiências
UHG Brasil
Bahia
São Paulo
Parceria Público-Privada “Bata Branca e Bata Cinza”
Total de Leitos: 373
Atendimento: Urgência e Emergência, além de especialidades nas áreas de
clínica médica (clínica geral, nefrologia e neurologia), clínica cirúrgica (cirurgia
geral, cirurgia torácica, cirurgia plástica, cirurgia vascular, neurocirurgia, ortopedia
e traumatologia, urologia, pediatria cirúrgica e anestesiologia), cirurgia
bucomaxilofacial e pediatria clínica, interagindo com as diversas disciplinas em
saúde, como enfermagem, fisioterapia, nutrição, farmácia, serviço social,
psicologia e fonoaudiologia, além de todo um time de apoio operacional. Conta,
também, com serviços de medicina intensiva, radiologia e radiologia de
intervenção.
Parceria Público-Privada “Bata Cinza”
Obras e Serviços: Construção do Hospital, instalação dos equipamentos
médicos, dos equipamentos de apoios, dos instrumentos e mobília completa. Além
da gestão e logística de suprimentos farmacêuticos e hospitalares,
dimensionamento e a compra dos materiais médicos e dos insumos; órteses e
próteses, operação, manutenção e reposição dos equipamentos médico –
hospitalares, contratação e gestão de profissionais de todas as áreas
concernentes à operação não assistencial, oferta e gestão dos serviços de
alimentação, higienização, lavanderia, esterilização e segurança privada da
unidade hospitalar e quaisquer outros necessários, logística intra-hospitalar,
manejo e destinação dos resíduos hospitalares.
PPP’s
Realização de Exames e Cirurgias
Com a expansão do Corujão da Saúde para todo o Estado de
São Paulo, oferecemos nossos hospitais e centros de
excelências para, com uma força tarefa, zerar as filas de espera.
Gestão do Percurso Assistêncial
Um Sistema de Saúde que funcione melhor para
todos deve ser, antes de tudo, integrado. A
coordenação do cuidado, um dos pilares da saúde,
só pode ser eficiente se a jornada do paciente
estiver bem estabelecida e o referenciamento
correto.
Integrar todos os sistemas, protocolos e gerenciar
as vagas e atendimentos nas unidades de saúde,
tem sido o maior desafio da gestão pública.
Nossa proposta é otimização dos recursos já
disponíveis do SUS para que a demanda seja
solucionada de maneira ágil e com qualidade.
Acelerando os procedimentos para que a
população tenha o cuidado adequado no menor
tempo.
Telemedicina
Consulta com especialistas e segunda opinião
médica, além de central remota de análise de
exames de imagem.
Dados
Tele
Saúde
PPP’s
Mobilidade
Acesso
Experiência do
Consumidor
TELEMEDICINA
Menor Custo
DIGITAL A SERVIÇO DO CLIENTE
Obrigado!
CLAUDIO LOTTENBERG claudio_lottenberg

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Isabella Eckstein - 1º Encontro de Comunicação da Saúde Suplementar
Isabella Eckstein - 1º Encontro de Comunicação da Saúde SuplementarIsabella Eckstein - 1º Encontro de Comunicação da Saúde Suplementar
Isabella Eckstein - 1º Encontro de Comunicação da Saúde SuplementarCNseg
 
2º Fórum da Saúde Suplementar - Marcos Ferraz
2º Fórum da Saúde Suplementar - Marcos Ferraz  2º Fórum da Saúde Suplementar - Marcos Ferraz
2º Fórum da Saúde Suplementar - Marcos Ferraz CNseg
 
A relação do governo do estado com as diferentes formas de gestão em saúde - ...
A relação do governo do estado com as diferentes formas de gestão em saúde - ...A relação do governo do estado com as diferentes formas de gestão em saúde - ...
A relação do governo do estado com as diferentes formas de gestão em saúde - ...SAMI EL JUNDI
 
Quimioterapia oral: Como estamos? - Raquel Lisbôa
Quimioterapia oral: Como estamos? - Raquel LisbôaQuimioterapia oral: Como estamos? - Raquel Lisbôa
Quimioterapia oral: Como estamos? - Raquel LisbôaOncoguia
 
Cobertura oncológica - Raquel Lisbôa
Cobertura oncológica - Raquel LisbôaCobertura oncológica - Raquel Lisbôa
Cobertura oncológica - Raquel LisbôaOncoguia
 
7º Fórum Oncoguia - 28/06/2017 - Carolina Abad
7º Fórum Oncoguia - 28/06/2017 - Carolina Abad7º Fórum Oncoguia - 28/06/2017 - Carolina Abad
7º Fórum Oncoguia - 28/06/2017 - Carolina AbadOncoguia
 

Mais procurados (19)

Isabella Eckstein - 1º Encontro de Comunicação da Saúde Suplementar
Isabella Eckstein - 1º Encontro de Comunicação da Saúde SuplementarIsabella Eckstein - 1º Encontro de Comunicação da Saúde Suplementar
Isabella Eckstein - 1º Encontro de Comunicação da Saúde Suplementar
 
2º Fórum da Saúde Suplementar - Marcos Ferraz
2º Fórum da Saúde Suplementar - Marcos Ferraz  2º Fórum da Saúde Suplementar - Marcos Ferraz
2º Fórum da Saúde Suplementar - Marcos Ferraz
 
APS Forte: Estratégia central para a Saúde Universal no Brasil e na América L...
APS Forte: Estratégia central para a Saúde Universal no Brasil e na América L...APS Forte: Estratégia central para a Saúde Universal no Brasil e na América L...
APS Forte: Estratégia central para a Saúde Universal no Brasil e na América L...
 
Desafios para o SUS no contexto do capitalismo contemporâneo e sua crise
Desafios para o SUS no contexto do capitalismo contemporâneo e sua criseDesafios para o SUS no contexto do capitalismo contemporâneo e sua crise
Desafios para o SUS no contexto do capitalismo contemporâneo e sua crise
 
Cartilha fms
Cartilha fmsCartilha fms
Cartilha fms
 
Desdobramentos da Portaria GM/MS n. 3992/17
Desdobramentos da Portaria GM/MS n. 3992/17Desdobramentos da Portaria GM/MS n. 3992/17
Desdobramentos da Portaria GM/MS n. 3992/17
 
Origens da economia e gestão da saúde
Origens da economia e gestão da saúdeOrigens da economia e gestão da saúde
Origens da economia e gestão da saúde
 
O Financiamento da Saúde: o caso da Atenção Primária à Saúde
O Financiamento da Saúde: o caso da Atenção Primária à SaúdeO Financiamento da Saúde: o caso da Atenção Primária à Saúde
O Financiamento da Saúde: o caso da Atenção Primária à Saúde
 
Novo financiamento da APS
Novo financiamento da APSNovo financiamento da APS
Novo financiamento da APS
 
A relação do governo do estado com as diferentes formas de gestão em saúde - ...
A relação do governo do estado com as diferentes formas de gestão em saúde - ...A relação do governo do estado com as diferentes formas de gestão em saúde - ...
A relação do governo do estado com as diferentes formas de gestão em saúde - ...
 
A evolução da Atenção Primária no Nordeste
A evolução da Atenção Primária no NordesteA evolução da Atenção Primária no Nordeste
A evolução da Atenção Primária no Nordeste
 
Como ficam o país e o Nordeste caso a EC 95 não seja derrubada?
Como ficam o país e o Nordeste caso a EC 95 não seja derrubada?Como ficam o país e o Nordeste caso a EC 95 não seja derrubada?
Como ficam o país e o Nordeste caso a EC 95 não seja derrubada?
 
Financiamento do Setor Saúde no Brasil
Financiamento do Setor Saúde no BrasilFinanciamento do Setor Saúde no Brasil
Financiamento do Setor Saúde no Brasil
 
A Organização da Atenção Ambulatorial Especializada na Rede de Atenção à Saúd...
A Organização da Atenção Ambulatorial Especializada na Rede de Atenção à Saúd...A Organização da Atenção Ambulatorial Especializada na Rede de Atenção à Saúd...
A Organização da Atenção Ambulatorial Especializada na Rede de Atenção à Saúd...
 
Quimioterapia oral: Como estamos? - Raquel Lisbôa
Quimioterapia oral: Como estamos? - Raquel LisbôaQuimioterapia oral: Como estamos? - Raquel Lisbôa
Quimioterapia oral: Como estamos? - Raquel Lisbôa
 
Apresentação - Consultor Opas - Eugênio Vilaça
Apresentação - Consultor Opas - Eugênio VilaçaApresentação - Consultor Opas - Eugênio Vilaça
Apresentação - Consultor Opas - Eugênio Vilaça
 
A situação da Saúde Materno Infantil no Brasil e suas implicações na organiza...
A situação da Saúde Materno Infantil no Brasil e suas implicações na organiza...A situação da Saúde Materno Infantil no Brasil e suas implicações na organiza...
A situação da Saúde Materno Infantil no Brasil e suas implicações na organiza...
 
Cobertura oncológica - Raquel Lisbôa
Cobertura oncológica - Raquel LisbôaCobertura oncológica - Raquel Lisbôa
Cobertura oncológica - Raquel Lisbôa
 
7º Fórum Oncoguia - 28/06/2017 - Carolina Abad
7º Fórum Oncoguia - 28/06/2017 - Carolina Abad7º Fórum Oncoguia - 28/06/2017 - Carolina Abad
7º Fórum Oncoguia - 28/06/2017 - Carolina Abad
 

Semelhante a O Futuro do SUS: Desafios e Mudanças Necessárias - Claudio Lottenberg

Reflexões sobre a saúde no Brasil - Carlos Suslik - PwC
Reflexões sobre a saúde no Brasil - Carlos Suslik - PwCReflexões sobre a saúde no Brasil - Carlos Suslik - PwC
Reflexões sobre a saúde no Brasil - Carlos Suslik - PwCEmpreender Saúde
 
Estudo deloitte saúde em análise - uma visão para o futuro
Estudo deloitte   saúde em análise - uma visão para o futuroEstudo deloitte   saúde em análise - uma visão para o futuro
Estudo deloitte saúde em análise - uma visão para o futuroANMedicos
 
Setor de materiais e equipamentos para medicina e diagnóstico - Carlos Eduard...
Setor de materiais e equipamentos para medicina e diagnóstico - Carlos Eduard...Setor de materiais e equipamentos para medicina e diagnóstico - Carlos Eduard...
Setor de materiais e equipamentos para medicina e diagnóstico - Carlos Eduard...Empreender Saúde
 
Saúde não tem preço: investir no setor é promover desenvolvimento
Saúde não tem preço: investir no setor é promover desenvolvimentoSaúde não tem preço: investir no setor é promover desenvolvimento
Saúde não tem preço: investir no setor é promover desenvolvimentoMinistério da Saúde
 
Atendimento humanizado 4
Atendimento humanizado 4Atendimento humanizado 4
Atendimento humanizado 4Artur Wagner
 
Programa eleitoral 2015 - Saúde - PSD/CDS
Programa eleitoral 2015 - Saúde - PSD/CDSPrograma eleitoral 2015 - Saúde - PSD/CDS
Programa eleitoral 2015 - Saúde - PSD/CDSMgfamiliar Net
 
Programa Mais Médicos - Análise e Informações
Programa Mais Médicos - Análise e InformaçõesPrograma Mais Médicos - Análise e Informações
Programa Mais Médicos - Análise e InformaçõesVitor Quarenta
 
Por uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Alzira Jorge
Por uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Alzira JorgePor uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Alzira Jorge
Por uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Alzira Jorgecomunidadedepraticas
 
Gerenciamento de-manutencao-de-equipamentos-hospitalares
Gerenciamento de-manutencao-de-equipamentos-hospitalaresGerenciamento de-manutencao-de-equipamentos-hospitalares
Gerenciamento de-manutencao-de-equipamentos-hospitalaresElias Figueiredo
 
Saude cidadania-vol-11-gerenciamento-de-manutencao-de-equipamentos-hospitalar...
Saude cidadania-vol-11-gerenciamento-de-manutencao-de-equipamentos-hospitalar...Saude cidadania-vol-11-gerenciamento-de-manutencao-de-equipamentos-hospitalar...
Saude cidadania-vol-11-gerenciamento-de-manutencao-de-equipamentos-hospitalar...RAFAEL DE OLIVEIRA AMANCIO
 
Conferência: Influência da Gestão Participativa nas lideranças institucionais...
Conferência: Influência da Gestão Participativa nas lideranças institucionais...Conferência: Influência da Gestão Participativa nas lideranças institucionais...
Conferência: Influência da Gestão Participativa nas lideranças institucionais...CBA Consórcio Brasileiro de Acreditação
 
Atenção básica e financiamento heider pinto
Atenção básica e financiamento   heider pintoAtenção básica e financiamento   heider pinto
Atenção básica e financiamento heider pintoHêider Aurélio Pinto
 
FGV / IBRE – Modelos de Parcerias Publico Privadas para Gestão de Serviços de...
FGV / IBRE – Modelos de Parcerias Publico Privadas para Gestão de Serviços de...FGV / IBRE – Modelos de Parcerias Publico Privadas para Gestão de Serviços de...
FGV / IBRE – Modelos de Parcerias Publico Privadas para Gestão de Serviços de...FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Como conquistar a acreditação ONA - Rev 3 Mar-21.pptx
Como conquistar a acreditação ONA - Rev 3 Mar-21.pptxComo conquistar a acreditação ONA - Rev 3 Mar-21.pptx
Como conquistar a acreditação ONA - Rev 3 Mar-21.pptxDheniseMikaelly
 
Programa eleitoral 2015 - Saúde - Bloco de Esquerda
Programa eleitoral 2015 - Saúde - Bloco de EsquerdaPrograma eleitoral 2015 - Saúde - Bloco de Esquerda
Programa eleitoral 2015 - Saúde - Bloco de EsquerdaMgfamiliar Net
 

Semelhante a O Futuro do SUS: Desafios e Mudanças Necessárias - Claudio Lottenberg (20)

Reflexões sobre a saúde no Brasil - Carlos Suslik - PwC
Reflexões sobre a saúde no Brasil - Carlos Suslik - PwCReflexões sobre a saúde no Brasil - Carlos Suslik - PwC
Reflexões sobre a saúde no Brasil - Carlos Suslik - PwC
 
Estudo deloitte saúde em análise - uma visão para o futuro
Estudo deloitte   saúde em análise - uma visão para o futuroEstudo deloitte   saúde em análise - uma visão para o futuro
Estudo deloitte saúde em análise - uma visão para o futuro
 
Setor de materiais e equipamentos para medicina e diagnóstico - Carlos Eduard...
Setor de materiais e equipamentos para medicina e diagnóstico - Carlos Eduard...Setor de materiais e equipamentos para medicina e diagnóstico - Carlos Eduard...
Setor de materiais e equipamentos para medicina e diagnóstico - Carlos Eduard...
 
Saúde não tem preço: investir no setor é promover desenvolvimento
Saúde não tem preço: investir no setor é promover desenvolvimentoSaúde não tem preço: investir no setor é promover desenvolvimento
Saúde não tem preço: investir no setor é promover desenvolvimento
 
Atendimento humanizado 4
Atendimento humanizado 4Atendimento humanizado 4
Atendimento humanizado 4
 
Programa eleitoral 2015 - Saúde - PSD/CDS
Programa eleitoral 2015 - Saúde - PSD/CDSPrograma eleitoral 2015 - Saúde - PSD/CDS
Programa eleitoral 2015 - Saúde - PSD/CDS
 
Programa Mais Médicos - Análise e Informações
Programa Mais Médicos - Análise e InformaçõesPrograma Mais Médicos - Análise e Informações
Programa Mais Médicos - Análise e Informações
 
TCC GESTÃO (2).docx
TCC GESTÃO (2).docxTCC GESTÃO (2).docx
TCC GESTÃO (2).docx
 
Por uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Alzira Jorge
Por uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Alzira JorgePor uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Alzira Jorge
Por uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Alzira Jorge
 
Reaprendizagem: um desafio para a cadeia da Saúde
Reaprendizagem: um desafio para a cadeia da SaúdeReaprendizagem: um desafio para a cadeia da Saúde
Reaprendizagem: um desafio para a cadeia da Saúde
 
Gerenciamento de-manutencao-de-equipamentos-hospitalares
Gerenciamento de-manutencao-de-equipamentos-hospitalaresGerenciamento de-manutencao-de-equipamentos-hospitalares
Gerenciamento de-manutencao-de-equipamentos-hospitalares
 
Saude cidadania-vol-11-gerenciamento-de-manutencao-de-equipamentos-hospitalar...
Saude cidadania-vol-11-gerenciamento-de-manutencao-de-equipamentos-hospitalar...Saude cidadania-vol-11-gerenciamento-de-manutencao-de-equipamentos-hospitalar...
Saude cidadania-vol-11-gerenciamento-de-manutencao-de-equipamentos-hospitalar...
 
Saude cidadania volume11
Saude cidadania volume11Saude cidadania volume11
Saude cidadania volume11
 
Conferência: Influência da Gestão Participativa nas lideranças institucionais...
Conferência: Influência da Gestão Participativa nas lideranças institucionais...Conferência: Influência da Gestão Participativa nas lideranças institucionais...
Conferência: Influência da Gestão Participativa nas lideranças institucionais...
 
Atenção básica e financiamento heider pinto
Atenção básica e financiamento   heider pintoAtenção básica e financiamento   heider pinto
Atenção básica e financiamento heider pinto
 
FGV / IBRE – Modelos de Parcerias Publico Privadas para Gestão de Serviços de...
FGV / IBRE – Modelos de Parcerias Publico Privadas para Gestão de Serviços de...FGV / IBRE – Modelos de Parcerias Publico Privadas para Gestão de Serviços de...
FGV / IBRE – Modelos de Parcerias Publico Privadas para Gestão de Serviços de...
 
#susmaisforte
#susmaisforte#susmaisforte
#susmaisforte
 
SAUDE DIREITO DE TODOS.pdf
SAUDE DIREITO DE TODOS.pdfSAUDE DIREITO DE TODOS.pdf
SAUDE DIREITO DE TODOS.pdf
 
Como conquistar a acreditação ONA - Rev 3 Mar-21.pptx
Como conquistar a acreditação ONA - Rev 3 Mar-21.pptxComo conquistar a acreditação ONA - Rev 3 Mar-21.pptx
Como conquistar a acreditação ONA - Rev 3 Mar-21.pptx
 
Programa eleitoral 2015 - Saúde - Bloco de Esquerda
Programa eleitoral 2015 - Saúde - Bloco de EsquerdaPrograma eleitoral 2015 - Saúde - Bloco de Esquerda
Programa eleitoral 2015 - Saúde - Bloco de Esquerda
 

Mais de Fundação Fernando Henrique Cardoso

O desafio de revitalizar a democracia enquanto ainda é tempo, com Larry Diamo...
O desafio de revitalizar a democracia enquanto ainda é tempo, com Larry Diamo...O desafio de revitalizar a democracia enquanto ainda é tempo, com Larry Diamo...
O desafio de revitalizar a democracia enquanto ainda é tempo, com Larry Diamo...Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Crescimento sustentado pós-pandemia: os desafios da recuperação verde - Joaqu...
Crescimento sustentado pós-pandemia: os desafios da recuperação verde - Joaqu...Crescimento sustentado pós-pandemia: os desafios da recuperação verde - Joaqu...
Crescimento sustentado pós-pandemia: os desafios da recuperação verde - Joaqu...Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Desafios para a Educação Pública Agora e Depois da Covid - 19: diagnóstico e ...
Desafios para a Educação Pública Agora e Depois da Covid - 19: diagnóstico e ...Desafios para a Educação Pública Agora e Depois da Covid - 19: diagnóstico e ...
Desafios para a Educação Pública Agora e Depois da Covid - 19: diagnóstico e ...Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
China and the New Coronavirus: challenges of an interconnected world -
China and the New Coronavirus: challenges of an interconnected world - China and the New Coronavirus: challenges of an interconnected world -
China and the New Coronavirus: challenges of an interconnected world - Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Como os sistemas de saúde do mundo estão respondendo ao coronavírus - André M...
Como os sistemas de saúde do mundo estão respondendo ao coronavírus - André M...Como os sistemas de saúde do mundo estão respondendo ao coronavírus - André M...
Como os sistemas de saúde do mundo estão respondendo ao coronavírus - André M...Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
O impacto da revolução digital no sistema financeiro - Murilo Portugal
O impacto da revolução digital no sistema financeiro - Murilo PortugalO impacto da revolução digital no sistema financeiro - Murilo Portugal
O impacto da revolução digital no sistema financeiro - Murilo PortugalFundação Fernando Henrique Cardoso
 
Vida Marinha e Desenvolvimento: o que aprendemos com as manchas de óleo nas p...
Vida Marinha e Desenvolvimento: o que aprendemos com as manchas de óleo nas p...Vida Marinha e Desenvolvimento: o que aprendemos com as manchas de óleo nas p...
Vida Marinha e Desenvolvimento: o que aprendemos com as manchas de óleo nas p...Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Vida Marinha e Desenvolvimento: o que aprendemos com as manchas de óleo nas p...
Vida Marinha e Desenvolvimento: o que aprendemos com as manchas de óleo nas p...Vida Marinha e Desenvolvimento: o que aprendemos com as manchas de óleo nas p...
Vida Marinha e Desenvolvimento: o que aprendemos com as manchas de óleo nas p...Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Perspectivas do Investimento Estrangeiro no Brasil, com Renato Baumann, da Se...
Perspectivas do Investimento Estrangeiro no Brasil, com Renato Baumann, da Se...Perspectivas do Investimento Estrangeiro no Brasil, com Renato Baumann, da Se...
Perspectivas do Investimento Estrangeiro no Brasil, com Renato Baumann, da Se...Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Democracias sob Tensão: uma pesquisa sobre o estado da democracia em 42 paíse...
Democracias sob Tensão: uma pesquisa sobre o estado da democracia em 42 paíse...Democracias sob Tensão: uma pesquisa sobre o estado da democracia em 42 paíse...
Democracias sob Tensão: uma pesquisa sobre o estado da democracia em 42 paíse...Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson FerreiraDesafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson FerreiraFundação Fernando Henrique Cardoso
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Newton José ...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Newton José ...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Newton José ...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Newton José ...Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Luis Henriqu...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Luis Henriqu...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Luis Henriqu...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Luis Henriqu...Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Jerson Kelman
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil  - Jerson KelmanDesafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil  - Jerson Kelman
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Jerson KelmanFundação Fernando Henrique Cardoso
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Giovani Mach...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Giovani Mach...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Giovani Mach...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Giovani Mach...Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Giovani Mach...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Giovani Mach...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Giovani Mach...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Giovani Mach...Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Flávio Antôn...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Flávio Antôn...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Flávio Antôn...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Flávio Antôn...Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Filipe Domin...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Filipe Domin...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Filipe Domin...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Filipe Domin...Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...Fundação Fernando Henrique Cardoso
 

Mais de Fundação Fernando Henrique Cardoso (20)

O desafio de revitalizar a democracia enquanto ainda é tempo, com Larry Diamo...
O desafio de revitalizar a democracia enquanto ainda é tempo, com Larry Diamo...O desafio de revitalizar a democracia enquanto ainda é tempo, com Larry Diamo...
O desafio de revitalizar a democracia enquanto ainda é tempo, com Larry Diamo...
 
Crescimento sustentado pós-pandemia: os desafios da recuperação verde - Joaqu...
Crescimento sustentado pós-pandemia: os desafios da recuperação verde - Joaqu...Crescimento sustentado pós-pandemia: os desafios da recuperação verde - Joaqu...
Crescimento sustentado pós-pandemia: os desafios da recuperação verde - Joaqu...
 
Desafios para a Educação Pública Agora e Depois da Covid - 19: diagnóstico e ...
Desafios para a Educação Pública Agora e Depois da Covid - 19: diagnóstico e ...Desafios para a Educação Pública Agora e Depois da Covid - 19: diagnóstico e ...
Desafios para a Educação Pública Agora e Depois da Covid - 19: diagnóstico e ...
 
China and the New Coronavirus: challenges of an interconnected world -
China and the New Coronavirus: challenges of an interconnected world - China and the New Coronavirus: challenges of an interconnected world -
China and the New Coronavirus: challenges of an interconnected world -
 
Como os sistemas de saúde do mundo estão respondendo ao coronavírus - André M...
Como os sistemas de saúde do mundo estão respondendo ao coronavírus - André M...Como os sistemas de saúde do mundo estão respondendo ao coronavírus - André M...
Como os sistemas de saúde do mundo estão respondendo ao coronavírus - André M...
 
O impacto da revolução digital no sistema financeiro - Murilo Portugal
O impacto da revolução digital no sistema financeiro - Murilo PortugalO impacto da revolução digital no sistema financeiro - Murilo Portugal
O impacto da revolução digital no sistema financeiro - Murilo Portugal
 
Vida Marinha e Desenvolvimento: o que aprendemos com as manchas de óleo nas p...
Vida Marinha e Desenvolvimento: o que aprendemos com as manchas de óleo nas p...Vida Marinha e Desenvolvimento: o que aprendemos com as manchas de óleo nas p...
Vida Marinha e Desenvolvimento: o que aprendemos com as manchas de óleo nas p...
 
Vida Marinha e Desenvolvimento: o que aprendemos com as manchas de óleo nas p...
Vida Marinha e Desenvolvimento: o que aprendemos com as manchas de óleo nas p...Vida Marinha e Desenvolvimento: o que aprendemos com as manchas de óleo nas p...
Vida Marinha e Desenvolvimento: o que aprendemos com as manchas de óleo nas p...
 
As reformas e a agenda parlamentar em 2020 - Marcos Mendes
As reformas e a agenda parlamentar em 2020 - Marcos MendesAs reformas e a agenda parlamentar em 2020 - Marcos Mendes
As reformas e a agenda parlamentar em 2020 - Marcos Mendes
 
Perspectivas do Investimento Estrangeiro no Brasil, com Renato Baumann, da Se...
Perspectivas do Investimento Estrangeiro no Brasil, com Renato Baumann, da Se...Perspectivas do Investimento Estrangeiro no Brasil, com Renato Baumann, da Se...
Perspectivas do Investimento Estrangeiro no Brasil, com Renato Baumann, da Se...
 
Democracias sob Tensão: uma pesquisa sobre o estado da democracia em 42 paíse...
Democracias sob Tensão: uma pesquisa sobre o estado da democracia em 42 paíse...Democracias sob Tensão: uma pesquisa sobre o estado da democracia em 42 paíse...
Democracias sob Tensão: uma pesquisa sobre o estado da democracia em 42 paíse...
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson FerreiraDesafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Newton José ...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Newton José ...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Newton José ...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Newton José ...
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Luis Henriqu...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Luis Henriqu...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Luis Henriqu...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Luis Henriqu...
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Jerson Kelman
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil  - Jerson KelmanDesafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil  - Jerson Kelman
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Jerson Kelman
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Giovani Mach...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Giovani Mach...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Giovani Mach...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Giovani Mach...
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Giovani Mach...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Giovani Mach...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Giovani Mach...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Giovani Mach...
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Flávio Antôn...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Flávio Antôn...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Flávio Antôn...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Flávio Antôn...
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Filipe Domin...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Filipe Domin...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Filipe Domin...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Filipe Domin...
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...
 

Último

relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfHELLEN CRISTINA
 
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosThaiseGerber2
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfDanieldaSade
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasProf. Marcus Renato de Carvalho
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSProf. Marcus Renato de Carvalho
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfHELLEN CRISTINA
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdfHELLEN CRISTINA
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfDanieldaSade
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdfIANAHAAS
 
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisbertoadelinofelisberto3
 

Último (10)

relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
 
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
 

O Futuro do SUS: Desafios e Mudanças Necessárias - Claudio Lottenberg

  • 3.
  • 4. A grande maioria da população já utiliza o sistema público, mas este corresponde à somente 41.4% do financiamento total de saúde do país. DESAFIO BRASIL
  • 5. ▪ A área de saúde é considerada uma das mais importantes e, ao mesmo tempo, a que gera maior insatisfação para os brasileiros ▪ Se os gastos com saúde no Brasil continuarem evoluindo com mesma taxa, poderão chegar a 20- 25% do PIB, tornando o sistema insustentável ▪ Apesar do avanço, algumas metas do milênio não foram atingidas e o desafio é ainda maior com os 17 ODS
  • 6. O FATOR CUSTO As 3 fontes pagadoras do sistema vem aumentando seus gastos acima da inflação Gastos do setor público BRL bilhões Custos e despesas das operadoras médico-hospitalares BRL bilhões 1312 +7% p.a. 201514 115111103 2011 93 Gastos out of pocket BRL bilhões Os custos das operadoras privadas seguem crescendo de forma expressiva Os gastos out of pocket vêm crescendo regularmente ao longo dos anos, mesmo em anos de desaceleração econômica 13 14 +13% p.a. 12 139 2011 155 2015 12110997 1412 132011 2015 +10% p.a. 297 250 320 219 276 Embora em 2014 tenha havido uma queda no orçamento do governo federal, as outras esferas continuaram a crescer Out of pocketOperadoras privadasSetor público 6,2%7,0%7,0% IPCA médio no período DESAFIO BRASIL
  • 7. Histórico Estimado Em R$ trilhões de 2014 7,2%: crescimento similar ao do Chile¹ (2004-14); Expectativa de vida e % de idosos semelhantes ao Brasil 6,6%: Brasil Aumento de custos e da taxa de utilização em linha com histórico, impactado pela mudança do perfil demográfico "Olhando a situação do estado brasileiro, a expectativa de que haverá mais aporte de dinheiro público na saúde é irreal" Gastos totais com saúde projetados1 7,2% p.a. 11% p.a. 3,5%: Turquia¹ (2004-14): Mesmo nível de gasto per capita e processo de envelhecimento um pouco mais avançado que o Brasil 0% Sem crescimento 13 11 21% 5 0 5% 24% 11% Adicional acumulado 2015-35 R$ Trilhão Participação no PIB 2035 % Cenário projetado de crescimento dos custos de saúde 2015-35 1 Em moeda local, considerando a cotação média em 2006 e 2014 para os países analisados FONTE: OMS; IBGE; " Envelhecimento populacional e os desafios para o sistema de saúde Brasileiro"; IESS 2013; análise da equipe Se nada for feito, o Brasil terá que fazer um investimento adicional de ~R$ 10 trilhões em 20 anos, correspondendo em até ~25% do PIB
  • 9.
  • 10. SER MAIS EFICIENTE ▪ Falta planejamento integrado e coordenação entre público e privado ▪ Municípios com responsabilidades maiores do que capacidade de execução ▪ Maior parte dos hospitais opera abaixo da escala e ocupação ideal – No Brasil, ~80% dos hospitais tem menos de 50 leitos – Ocupação média de 52% fica abaixo da média da OCDE de 77%
  • 11. MELHORIAS DO SISTEMA Uso racional de Consultas e Exames Orientação ao usuário quanto à melhor forma de otimizar os serviços, sem duplicidade de exames e consultas com diferentes especialistas. Maior cuidado com prazos e escolha de procedimentos DESAFIO BRASIL
  • 12. Assegurar a sustentabilidade financeira do sistema Prover acesso a população Incrementar a satisfação do cliente FUTURO OU PRESENTE?
  • 13. COMO PÚBLICO E PRIVADO PODEM TRABALHAR MELHOR -PROADI-SUS - PPP’s - Acessibilidade através do Digital
  • 15. O Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social em Saúde (CEBAS- SAÚDE) pode ser concedido às pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucrativos, reconhecidas como entidades beneficentes de assistência social com a finalidade de prestação de serviços na área de saúde. A Lei Ordinária nº 12.101/09, define as regras para a obtenção e manutenção do CEBAS. O CEBAS do Einstein é conferido pela sua participação no Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), um conjunto de projetos realizados pelo Ministério da Saúde em parceria com os Hospitais de Excelência que tem como objetivo o fortalecimento do SUS através de projetos em incorporação de tecnologia, pesquisa, capacitação de recursos humanos, gestão e assistência. O valor aplicado nos projetos PROADI-SUS não pode ser inferior ao total das isenções usufruídas, sendo permitida a sua complementação com atividades de prestação de serviços assistenciais não remunerados ao SUS, pactuados com o gestor local. Neste caso, a complementação não poderá ultrapassar 30% do valor usufruído com a isenção das contribuições sociais. O Einstein participa do PROADI-SUS desde 2009. Fazem parte do PROADI-SUS também os seguintes hospitais: HSL, HAOC, HCor, HMV. PROADI- SUS
  • 19. Bahia São Paulo Parceria Público-Privada “Bata Branca e Bata Cinza” Total de Leitos: 373 Atendimento: Urgência e Emergência, além de especialidades nas áreas de clínica médica (clínica geral, nefrologia e neurologia), clínica cirúrgica (cirurgia geral, cirurgia torácica, cirurgia plástica, cirurgia vascular, neurocirurgia, ortopedia e traumatologia, urologia, pediatria cirúrgica e anestesiologia), cirurgia bucomaxilofacial e pediatria clínica, interagindo com as diversas disciplinas em saúde, como enfermagem, fisioterapia, nutrição, farmácia, serviço social, psicologia e fonoaudiologia, além de todo um time de apoio operacional. Conta, também, com serviços de medicina intensiva, radiologia e radiologia de intervenção. Parceria Público-Privada “Bata Cinza” Obras e Serviços: Construção do Hospital, instalação dos equipamentos médicos, dos equipamentos de apoios, dos instrumentos e mobília completa. Além da gestão e logística de suprimentos farmacêuticos e hospitalares, dimensionamento e a compra dos materiais médicos e dos insumos; órteses e próteses, operação, manutenção e reposição dos equipamentos médico – hospitalares, contratação e gestão de profissionais de todas as áreas concernentes à operação não assistencial, oferta e gestão dos serviços de alimentação, higienização, lavanderia, esterilização e segurança privada da unidade hospitalar e quaisquer outros necessários, logística intra-hospitalar, manejo e destinação dos resíduos hospitalares. PPP’s
  • 20. Realização de Exames e Cirurgias Com a expansão do Corujão da Saúde para todo o Estado de São Paulo, oferecemos nossos hospitais e centros de excelências para, com uma força tarefa, zerar as filas de espera. Gestão do Percurso Assistêncial Um Sistema de Saúde que funcione melhor para todos deve ser, antes de tudo, integrado. A coordenação do cuidado, um dos pilares da saúde, só pode ser eficiente se a jornada do paciente estiver bem estabelecida e o referenciamento correto. Integrar todos os sistemas, protocolos e gerenciar as vagas e atendimentos nas unidades de saúde, tem sido o maior desafio da gestão pública. Nossa proposta é otimização dos recursos já disponíveis do SUS para que a demanda seja solucionada de maneira ágil e com qualidade. Acelerando os procedimentos para que a população tenha o cuidado adequado no menor tempo. Telemedicina Consulta com especialistas e segunda opinião médica, além de central remota de análise de exames de imagem. Dados Tele Saúde PPP’s
  • 22. DIGITAL A SERVIÇO DO CLIENTE