SlideShare uma empresa Scribd logo
O Facebook na catequese
e-vangelizar 2017
lmrodrigues@braga.ucp.pt
FB, uma questão de
moda?
Facebook é uma rede social lançada em 2004.
O Facebook foi fundado por Mark Zuckerberg,
Eduardo Saverin, Andrew McCollum, Dustin
Moskovitz e Chris Hughes, estudantes da
Universidade Harvard.
Este termo é composto por face (que significa
cara em português) e book (que significa livro),
o que indica que a tradução literal de facebook
pode ser "livro de caras".
«Se “a finalidade última da catequese é pôr as
pessoas não apenas em contacto, mas em
comunhão, em intimidade, com Jesus Cristo”; e
se, como acabamos de ver, “o anúncio, a
transmissão e a experiência vivida no Evangelho
se realizam na Igreja” – então “a comunidade
cristã é a origem, o lugar e a meta da catequese”.
É nesse sentido que a catequese é comunitária:
porque vive da comunidade e para a comunidade»
(Catequese: A alegria..., nº 24).
Onde se encontram as
pessoas da comunidade
paroquial?
“
“
“
◇ Ampliar – amplifica a sua influência à medida que se
torna um nó importante na rede de cada um deles
◇Curar – referência na rede, para aceder à melhor
informação
◇Descoberta e elaboração social do sentido – dar
sentido às informações fragmentadas na rede
◇Agregar – tira partido do conhecimento que se vai
gerando no processo
◇Filtrar – dá um contributo importante na ajuda a filtrar
algumas informações, concentrar-se na compreensão
mais assertiva de um determinado tema
◇Modelar – propõem um novo olhar sobre a realidade
◇Presença persistente – o catequista precisa de ter uma
identidade virtual que possa ser acessível à comunidade,
família de famílias
Catequista digital
É a comunidade que atribui a si própria a capacidade de
reinterpretar a sua memória: Interagindo com diversas comunidades,
os indivíduos que animam o Espaço do saber, longe de serem membros
intermutáveis de castas imutáveis, são simultaneamente singulares,
múltiplos, nómadas e em vias de metamorfose permanente.
Virtual Atual
Possível Real
Atualização:
Solução de um problema, mas que não estava
anteriormente contida, como no caso do possível; é
uma criação que surge através de uma configuração
dinâmica de forças e finalidades. A atualização
cria/recria algo de novo.
Virtualização:
Inverso da atualização. A virtualização opera uma
passagem de uma determinada solução obtida para
outro problema mais amplo.
Virtual é uma realidade sem território, capaz de gerar
manifestações concretas em espaços e tempos
diferentes, sem estar presa a eles.
Gray
No embeber é que está o
ganho!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mensagem 45º dia das Comunicações Sociais - Papa Bento XVI
Mensagem 45º dia das Comunicações Sociais - Papa Bento XVIMensagem 45º dia das Comunicações Sociais - Papa Bento XVI
Mensagem 45º dia das Comunicações Sociais - Papa Bento XVI
Rodrigo Catini Flaibam
 
Pensamento papa bento xvi sobre os meios comunicação
Pensamento  papa bento xvi sobre os meios comunicaçãoPensamento  papa bento xvi sobre os meios comunicação
Pensamento papa bento xvi sobre os meios comunicação
domeduardo
 
G2 ana lucia tr 38 do ensinamento interativo...nova sociabilidade na educação
G2 ana lucia tr 38 do ensinamento interativo...nova sociabilidade na educaçãoG2 ana lucia tr 38 do ensinamento interativo...nova sociabilidade na educação
G2 ana lucia tr 38 do ensinamento interativo...nova sociabilidade na educação
Isabel Santos
 
Desafios e oportunidades da Sociedade em Rede para o ensino e a aprendizagem
Desafios e oportunidades da Sociedade em Rede para o ensino e a aprendizagemDesafios e oportunidades da Sociedade em Rede para o ensino e a aprendizagem
Desafios e oportunidades da Sociedade em Rede para o ensino e a aprendizagem
Luis Borges Gouveia
 
47º dia mundial das comunicações sociais portugues
47º dia mundial das comunicações sociais   portugues47º dia mundial das comunicações sociais   portugues
47º dia mundial das comunicações sociais portugues
Davinia Martínez
 
Inteligência Coletiva
Inteligência ColetivaInteligência Coletiva
Inteligência Coletiva
Elvis Fusco
 
Inteligencia Coletiva
Inteligencia ColetivaInteligencia Coletiva
Inteligencia Coletiva
kinheiro
 
Apresentação inteligência coletiva
Apresentação inteligência coletivaApresentação inteligência coletiva
Apresentação inteligência coletiva
comunidadedepraticas
 
Apresentação redes
Apresentação redesApresentação redes
Apresentação redes
comunidadedepraticas
 
Redes sociais e Igreja Católica
Redes sociais e Igreja CatólicaRedes sociais e Igreja Católica
Redes sociais e Igreja Católica
Fabíola Goulart
 
A Cibercultura de Pierre Lévy
A Cibercultura de Pierre LévyA Cibercultura de Pierre Lévy
A Cibercultura de Pierre Lévy
Hélder Pereira
 
Palestra encontro arquidiocesano da Comunicação
Palestra encontro arquidiocesano da ComunicaçãoPalestra encontro arquidiocesano da Comunicação
Palestra encontro arquidiocesano da Comunicação
Bernadetecebs .
 
Interação - Um simples ato de comunicação ou uma relação entre indivíduos?
Interação - Um simples ato de comunicação ou uma relação entre indivíduos?Interação - Um simples ato de comunicação ou uma relação entre indivíduos?
Interação - Um simples ato de comunicação ou uma relação entre indivíduos?
comunidadedepraticas
 
Inteligência Coletiva
Inteligência ColetivaInteligência Coletiva
Inteligência Coletiva
Claudio Pinto
 
Ppt3 ator 2 - si x sc
Ppt3   ator 2 - si x scPpt3   ator 2 - si x sc
Ppt3 ator 2 - si x sc
Informatica
 
Workshop de Netweaving na Comunicação Organizacional
Workshop de Netweaving na Comunicação OrganizacionalWorkshop de Netweaving na Comunicação Organizacional
Workshop de Netweaving na Comunicação Organizacional
Marcel Ayres
 
Internet na evangelização
Internet na evangelizaçãoInternet na evangelização
Internet na evangelização
Jonathan Santos
 
Midias sociais, um novo meio de evangelização
Midias sociais, um novo meio de evangelizaçãoMidias sociais, um novo meio de evangelização
Midias sociais, um novo meio de evangelização
Willieny Nova
 
Apresentação - Histórico CdP
Apresentação - Histórico CdPApresentação - Histórico CdP
Apresentação - Histórico CdP
comunidadedepraticas
 

Mais procurados (19)

Mensagem 45º dia das Comunicações Sociais - Papa Bento XVI
Mensagem 45º dia das Comunicações Sociais - Papa Bento XVIMensagem 45º dia das Comunicações Sociais - Papa Bento XVI
Mensagem 45º dia das Comunicações Sociais - Papa Bento XVI
 
Pensamento papa bento xvi sobre os meios comunicação
Pensamento  papa bento xvi sobre os meios comunicaçãoPensamento  papa bento xvi sobre os meios comunicação
Pensamento papa bento xvi sobre os meios comunicação
 
G2 ana lucia tr 38 do ensinamento interativo...nova sociabilidade na educação
G2 ana lucia tr 38 do ensinamento interativo...nova sociabilidade na educaçãoG2 ana lucia tr 38 do ensinamento interativo...nova sociabilidade na educação
G2 ana lucia tr 38 do ensinamento interativo...nova sociabilidade na educação
 
Desafios e oportunidades da Sociedade em Rede para o ensino e a aprendizagem
Desafios e oportunidades da Sociedade em Rede para o ensino e a aprendizagemDesafios e oportunidades da Sociedade em Rede para o ensino e a aprendizagem
Desafios e oportunidades da Sociedade em Rede para o ensino e a aprendizagem
 
47º dia mundial das comunicações sociais portugues
47º dia mundial das comunicações sociais   portugues47º dia mundial das comunicações sociais   portugues
47º dia mundial das comunicações sociais portugues
 
Inteligência Coletiva
Inteligência ColetivaInteligência Coletiva
Inteligência Coletiva
 
Inteligencia Coletiva
Inteligencia ColetivaInteligencia Coletiva
Inteligencia Coletiva
 
Apresentação inteligência coletiva
Apresentação inteligência coletivaApresentação inteligência coletiva
Apresentação inteligência coletiva
 
Apresentação redes
Apresentação redesApresentação redes
Apresentação redes
 
Redes sociais e Igreja Católica
Redes sociais e Igreja CatólicaRedes sociais e Igreja Católica
Redes sociais e Igreja Católica
 
A Cibercultura de Pierre Lévy
A Cibercultura de Pierre LévyA Cibercultura de Pierre Lévy
A Cibercultura de Pierre Lévy
 
Palestra encontro arquidiocesano da Comunicação
Palestra encontro arquidiocesano da ComunicaçãoPalestra encontro arquidiocesano da Comunicação
Palestra encontro arquidiocesano da Comunicação
 
Interação - Um simples ato de comunicação ou uma relação entre indivíduos?
Interação - Um simples ato de comunicação ou uma relação entre indivíduos?Interação - Um simples ato de comunicação ou uma relação entre indivíduos?
Interação - Um simples ato de comunicação ou uma relação entre indivíduos?
 
Inteligência Coletiva
Inteligência ColetivaInteligência Coletiva
Inteligência Coletiva
 
Ppt3 ator 2 - si x sc
Ppt3   ator 2 - si x scPpt3   ator 2 - si x sc
Ppt3 ator 2 - si x sc
 
Workshop de Netweaving na Comunicação Organizacional
Workshop de Netweaving na Comunicação OrganizacionalWorkshop de Netweaving na Comunicação Organizacional
Workshop de Netweaving na Comunicação Organizacional
 
Internet na evangelização
Internet na evangelizaçãoInternet na evangelização
Internet na evangelização
 
Midias sociais, um novo meio de evangelização
Midias sociais, um novo meio de evangelizaçãoMidias sociais, um novo meio de evangelização
Midias sociais, um novo meio de evangelização
 
Apresentação - Histórico CdP
Apresentação - Histórico CdPApresentação - Histórico CdP
Apresentação - Histórico CdP
 

Semelhante a O Facebook e Catequese

Redes sociais, Educomunicação & Vivência Cristã
Redes sociais, Educomunicação & Vivência CristãRedes sociais, Educomunicação & Vivência Cristã
Redes sociais, Educomunicação & Vivência Cristã
Antonia Alves
 
Ecoar a palavra e ressoar os gestos
Ecoar a palavra e ressoar os gestosEcoar a palavra e ressoar os gestos
Ecoar a palavra e ressoar os gestos
Afonso Murad (FAJE)
 
Transmissão da fé na cultura urbana e a escola confessional
Transmissão da fé na cultura urbana e a escola confessionalTransmissão da fé na cultura urbana e a escola confessional
Transmissão da fé na cultura urbana e a escola confessional
Afonso Murad (FAJE)
 
CATEQUESE_E_COMUNICACAO.pptx
CATEQUESE_E_COMUNICACAO.pptxCATEQUESE_E_COMUNICACAO.pptx
CATEQUESE_E_COMUNICACAO.pptx
SandraAvelino4
 
Okada a. a_mediacao_pedagogica_e_a_construcao_de_ecologias_cognitivas
Okada a. a_mediacao_pedagogica_e_a_construcao_de_ecologias_cognitivasOkada a. a_mediacao_pedagogica_e_a_construcao_de_ecologias_cognitivas
Okada a. a_mediacao_pedagogica_e_a_construcao_de_ecologias_cognitivas
Danilo
 
Educação 2.0 interação e colaboração para o aprendizado
Educação 2.0 interação e colaboração para o aprendizadoEducação 2.0 interação e colaboração para o aprendizado
Educação 2.0 interação e colaboração para o aprendizado
Renata de Sousa
 
Campanha da Fraternidade 2013 apresentacao-3-parte
Campanha da Fraternidade 2013 apresentacao-3-parteCampanha da Fraternidade 2013 apresentacao-3-parte
Campanha da Fraternidade 2013 apresentacao-3-parte
Bernadetecebs .
 
Campanha da Fraternidade 2013 apresentação - 3ª parte = AGIR
Campanha da Fraternidade 2013 apresentação - 3ª parte = AGIRCampanha da Fraternidade 2013 apresentação - 3ª parte = AGIR
Campanha da Fraternidade 2013 apresentação - 3ª parte = AGIR
Wilmar Santin
 
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptxAPRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
Paulo David
 
Mensagem do Dia Mundial da comunicação 2013
Mensagem do Dia Mundial da comunicação 2013Mensagem do Dia Mundial da comunicação 2013
Mensagem do Dia Mundial da comunicação 2013
irmaspaulinas
 
O papel da Igreja Católica na convergência digital
O papel da Igreja Católica na convergência digitalO papel da Igreja Católica na convergência digital
O papel da Igreja Católica na convergência digital
umvelhodaesquina
 
Artigo: Design em Mutação
Artigo: Design em MutaçãoArtigo: Design em Mutação
Artigo: Design em Mutação
Symnetics Business Transformation
 
G2 ana lucia tr 38 do ensinamento interativo...nova sociabilidade na educação
G2 ana lucia tr 38 do ensinamento interativo...nova sociabilidade na educaçãoG2 ana lucia tr 38 do ensinamento interativo...nova sociabilidade na educação
G2 ana lucia tr 38 do ensinamento interativo...nova sociabilidade na educação
Isabel Santos
 
Definição de sociedade em rede
Definição de sociedade em redeDefinição de sociedade em rede
Definição de sociedade em rede
Adelaide Dias
 
DIRETRIZES DA CNBB, DO REGIONAL E DA DIOCESE DE CAXIAS - MA
DIRETRIZES DA CNBB, DO REGIONAL E DA DIOCESE DE CAXIAS - MADIRETRIZES DA CNBB, DO REGIONAL E DA DIOCESE DE CAXIAS - MA
DIRETRIZES DA CNBB, DO REGIONAL E DA DIOCESE DE CAXIAS - MA
Paulo David
 
Comunidades ciberespaco apa_11 set_painel27
Comunidades ciberespaco apa_11 set_painel27Comunidades ciberespaco apa_11 set_painel27
Comunidades ciberespaco apa_11 set_painel27
Adelina Silva
 
Tr 38
Tr 38Tr 38
Tr 38
Tr 38Tr 38
PASCOM Diocese de Ourinhos
PASCOM Diocese de OurinhosPASCOM Diocese de Ourinhos
PASCOM Diocese de Ourinhos
Daniel José
 
TICs e o processo ensino-aprendizagem
TICs e o processo ensino-aprendizagemTICs e o processo ensino-aprendizagem
TICs e o processo ensino-aprendizagem
Tatiane Martins
 

Semelhante a O Facebook e Catequese (20)

Redes sociais, Educomunicação & Vivência Cristã
Redes sociais, Educomunicação & Vivência CristãRedes sociais, Educomunicação & Vivência Cristã
Redes sociais, Educomunicação & Vivência Cristã
 
Ecoar a palavra e ressoar os gestos
Ecoar a palavra e ressoar os gestosEcoar a palavra e ressoar os gestos
Ecoar a palavra e ressoar os gestos
 
Transmissão da fé na cultura urbana e a escola confessional
Transmissão da fé na cultura urbana e a escola confessionalTransmissão da fé na cultura urbana e a escola confessional
Transmissão da fé na cultura urbana e a escola confessional
 
CATEQUESE_E_COMUNICACAO.pptx
CATEQUESE_E_COMUNICACAO.pptxCATEQUESE_E_COMUNICACAO.pptx
CATEQUESE_E_COMUNICACAO.pptx
 
Okada a. a_mediacao_pedagogica_e_a_construcao_de_ecologias_cognitivas
Okada a. a_mediacao_pedagogica_e_a_construcao_de_ecologias_cognitivasOkada a. a_mediacao_pedagogica_e_a_construcao_de_ecologias_cognitivas
Okada a. a_mediacao_pedagogica_e_a_construcao_de_ecologias_cognitivas
 
Educação 2.0 interação e colaboração para o aprendizado
Educação 2.0 interação e colaboração para o aprendizadoEducação 2.0 interação e colaboração para o aprendizado
Educação 2.0 interação e colaboração para o aprendizado
 
Campanha da Fraternidade 2013 apresentacao-3-parte
Campanha da Fraternidade 2013 apresentacao-3-parteCampanha da Fraternidade 2013 apresentacao-3-parte
Campanha da Fraternidade 2013 apresentacao-3-parte
 
Campanha da Fraternidade 2013 apresentação - 3ª parte = AGIR
Campanha da Fraternidade 2013 apresentação - 3ª parte = AGIRCampanha da Fraternidade 2013 apresentação - 3ª parte = AGIR
Campanha da Fraternidade 2013 apresentação - 3ª parte = AGIR
 
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptxAPRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
 
Mensagem do Dia Mundial da comunicação 2013
Mensagem do Dia Mundial da comunicação 2013Mensagem do Dia Mundial da comunicação 2013
Mensagem do Dia Mundial da comunicação 2013
 
O papel da Igreja Católica na convergência digital
O papel da Igreja Católica na convergência digitalO papel da Igreja Católica na convergência digital
O papel da Igreja Católica na convergência digital
 
Artigo: Design em Mutação
Artigo: Design em MutaçãoArtigo: Design em Mutação
Artigo: Design em Mutação
 
G2 ana lucia tr 38 do ensinamento interativo...nova sociabilidade na educação
G2 ana lucia tr 38 do ensinamento interativo...nova sociabilidade na educaçãoG2 ana lucia tr 38 do ensinamento interativo...nova sociabilidade na educação
G2 ana lucia tr 38 do ensinamento interativo...nova sociabilidade na educação
 
Definição de sociedade em rede
Definição de sociedade em redeDefinição de sociedade em rede
Definição de sociedade em rede
 
DIRETRIZES DA CNBB, DO REGIONAL E DA DIOCESE DE CAXIAS - MA
DIRETRIZES DA CNBB, DO REGIONAL E DA DIOCESE DE CAXIAS - MADIRETRIZES DA CNBB, DO REGIONAL E DA DIOCESE DE CAXIAS - MA
DIRETRIZES DA CNBB, DO REGIONAL E DA DIOCESE DE CAXIAS - MA
 
Comunidades ciberespaco apa_11 set_painel27
Comunidades ciberespaco apa_11 set_painel27Comunidades ciberespaco apa_11 set_painel27
Comunidades ciberespaco apa_11 set_painel27
 
Tr 38
Tr 38Tr 38
Tr 38
 
Tr 38
Tr 38Tr 38
Tr 38
 
PASCOM Diocese de Ourinhos
PASCOM Diocese de OurinhosPASCOM Diocese de Ourinhos
PASCOM Diocese de Ourinhos
 
TICs e o processo ensino-aprendizagem
TICs e o processo ensino-aprendizagemTICs e o processo ensino-aprendizagem
TICs e o processo ensino-aprendizagem
 

Mais de Luís Miguel Rodrigues

Natal 2012
Natal 2012Natal 2012
Natal: experiência de Deus
Natal: experiência de DeusNatal: experiência de Deus
Natal: experiência de Deus
Luís Miguel Rodrigues
 
Qualidade espiritual e sanação
Qualidade espiritual e sanaçãoQualidade espiritual e sanação
Qualidade espiritual e sanação
Luís Miguel Rodrigues
 
O papel da paróquia na formação dos seus agentes
O papel da paróquia na formação dos seus agentesO papel da paróquia na formação dos seus agentes
O papel da paróquia na formação dos seus agentes
Luís Miguel Rodrigues
 
O fim do Bom Senso
O fim do Bom SensoO fim do Bom Senso
O fim do Bom Senso
Luís Miguel Rodrigues
 
Nova evangelização e cultura digital
Nova evangelização e cultura digitalNova evangelização e cultura digital
Nova evangelização e cultura digital
Luís Miguel Rodrigues
 
Discernimento
DiscernimentoDiscernimento
Discernimento
Luís Miguel Rodrigues
 
Metodologias de Investigação
Metodologias de InvestigaçãoMetodologias de Investigação
Metodologias de Investigação
Luís Miguel Rodrigues
 
materias_e_catequese
materias_e_catequesematerias_e_catequese
materias_e_catequese
Luís Miguel Rodrigues
 
CNBB - Diretorio Nancional de Catequese
CNBB - Diretorio Nancional de CatequeseCNBB - Diretorio Nancional de Catequese
CNBB - Diretorio Nancional de Catequese
Luís Miguel Rodrigues
 
Atlas - Análise Qualitativa
Atlas - Análise QualitativaAtlas - Análise Qualitativa
Atlas - Análise Qualitativa
Luís Miguel Rodrigues
 
Mendeley Teaching Presentation
Mendeley Teaching PresentationMendeley Teaching Presentation
Mendeley Teaching Presentation
Luís Miguel Rodrigues
 
Guimarães e Vizela - 2010
Guimarães e Vizela - 2010Guimarães e Vizela - 2010
Guimarães e Vizela - 2010
Luís Miguel Rodrigues
 
Gravida No Coração
Gravida No CoraçãoGravida No Coração
Gravida No Coração
Luís Miguel Rodrigues
 
Para Que Acreditem E Tenham Vida
Para Que Acreditem E Tenham VidaPara Que Acreditem E Tenham Vida
Para Que Acreditem E Tenham Vida
Luís Miguel Rodrigues
 
The Art Of Blogging
The Art Of BloggingThe Art Of Blogging
The Art Of Blogging
Luís Miguel Rodrigues
 
Ser Transparente
Ser TransparenteSer Transparente
Ser Transparente
Luís Miguel Rodrigues
 
Ser Transparente
Ser TransparenteSer Transparente
Ser Transparente
Luís Miguel Rodrigues
 
Wedemeyer - Estudo Independente
Wedemeyer - Estudo IndependenteWedemeyer - Estudo Independente
Wedemeyer - Estudo Independente
Luís Miguel Rodrigues
 

Mais de Luís Miguel Rodrigues (19)

Natal 2012
Natal 2012Natal 2012
Natal 2012
 
Natal: experiência de Deus
Natal: experiência de DeusNatal: experiência de Deus
Natal: experiência de Deus
 
Qualidade espiritual e sanação
Qualidade espiritual e sanaçãoQualidade espiritual e sanação
Qualidade espiritual e sanação
 
O papel da paróquia na formação dos seus agentes
O papel da paróquia na formação dos seus agentesO papel da paróquia na formação dos seus agentes
O papel da paróquia na formação dos seus agentes
 
O fim do Bom Senso
O fim do Bom SensoO fim do Bom Senso
O fim do Bom Senso
 
Nova evangelização e cultura digital
Nova evangelização e cultura digitalNova evangelização e cultura digital
Nova evangelização e cultura digital
 
Discernimento
DiscernimentoDiscernimento
Discernimento
 
Metodologias de Investigação
Metodologias de InvestigaçãoMetodologias de Investigação
Metodologias de Investigação
 
materias_e_catequese
materias_e_catequesematerias_e_catequese
materias_e_catequese
 
CNBB - Diretorio Nancional de Catequese
CNBB - Diretorio Nancional de CatequeseCNBB - Diretorio Nancional de Catequese
CNBB - Diretorio Nancional de Catequese
 
Atlas - Análise Qualitativa
Atlas - Análise QualitativaAtlas - Análise Qualitativa
Atlas - Análise Qualitativa
 
Mendeley Teaching Presentation
Mendeley Teaching PresentationMendeley Teaching Presentation
Mendeley Teaching Presentation
 
Guimarães e Vizela - 2010
Guimarães e Vizela - 2010Guimarães e Vizela - 2010
Guimarães e Vizela - 2010
 
Gravida No Coração
Gravida No CoraçãoGravida No Coração
Gravida No Coração
 
Para Que Acreditem E Tenham Vida
Para Que Acreditem E Tenham VidaPara Que Acreditem E Tenham Vida
Para Que Acreditem E Tenham Vida
 
The Art Of Blogging
The Art Of BloggingThe Art Of Blogging
The Art Of Blogging
 
Ser Transparente
Ser TransparenteSer Transparente
Ser Transparente
 
Ser Transparente
Ser TransparenteSer Transparente
Ser Transparente
 
Wedemeyer - Estudo Independente
Wedemeyer - Estudo IndependenteWedemeyer - Estudo Independente
Wedemeyer - Estudo Independente
 

Último

Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 

Último (20)

Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 

O Facebook e Catequese

  • 1. O Facebook na catequese e-vangelizar 2017 lmrodrigues@braga.ucp.pt
  • 2. FB, uma questão de moda? Facebook é uma rede social lançada em 2004. O Facebook foi fundado por Mark Zuckerberg, Eduardo Saverin, Andrew McCollum, Dustin Moskovitz e Chris Hughes, estudantes da Universidade Harvard. Este termo é composto por face (que significa cara em português) e book (que significa livro), o que indica que a tradução literal de facebook pode ser "livro de caras". «Se “a finalidade última da catequese é pôr as pessoas não apenas em contacto, mas em comunhão, em intimidade, com Jesus Cristo”; e se, como acabamos de ver, “o anúncio, a transmissão e a experiência vivida no Evangelho se realizam na Igreja” – então “a comunidade cristã é a origem, o lugar e a meta da catequese”. É nesse sentido que a catequese é comunitária: porque vive da comunidade e para a comunidade» (Catequese: A alegria..., nº 24).
  • 3.
  • 4. Onde se encontram as pessoas da comunidade paroquial?
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9. ◇ Ampliar – amplifica a sua influência à medida que se torna um nó importante na rede de cada um deles ◇Curar – referência na rede, para aceder à melhor informação ◇Descoberta e elaboração social do sentido – dar sentido às informações fragmentadas na rede ◇Agregar – tira partido do conhecimento que se vai gerando no processo ◇Filtrar – dá um contributo importante na ajuda a filtrar algumas informações, concentrar-se na compreensão mais assertiva de um determinado tema ◇Modelar – propõem um novo olhar sobre a realidade ◇Presença persistente – o catequista precisa de ter uma identidade virtual que possa ser acessível à comunidade, família de famílias Catequista digital
  • 10. É a comunidade que atribui a si própria a capacidade de reinterpretar a sua memória: Interagindo com diversas comunidades, os indivíduos que animam o Espaço do saber, longe de serem membros intermutáveis de castas imutáveis, são simultaneamente singulares, múltiplos, nómadas e em vias de metamorfose permanente. Virtual Atual Possível Real Atualização: Solução de um problema, mas que não estava anteriormente contida, como no caso do possível; é uma criação que surge através de uma configuração dinâmica de forças e finalidades. A atualização cria/recria algo de novo. Virtualização: Inverso da atualização. A virtualização opera uma passagem de uma determinada solução obtida para outro problema mais amplo. Virtual é uma realidade sem território, capaz de gerar manifestações concretas em espaços e tempos diferentes, sem estar presa a eles.
  • 11.
  • 12. Gray
  • 13. No embeber é que está o ganho!