SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 47
PASCOMDIOCESE DE OURINHOS
O QUE É A PASCOM?
• Identidade e fundamentação bíblica;
O QUE É A PASCOM?
• Abrangência das ações da Pascom:
▫ Colocar-se a serviço de todas as pastorais para
dinamizar suas ações comunicativas;
▫ Promover o diálogo e a comunhão das diversas
pastorais;
O QUE É A PASCOM?
▫ Capacitar os agentes de todas as pastorais na
área da comunicação, especialmente a
catequese e a liturgia;
▫ Favorecer i diálogo entre a Igreja e os meios de
comunicação, para dar maior visibilidade à sua
ação evangelizadora;
O QUE É A PASCOM?
▫ Envolver os profissionais e pesquisadores da
comunicação nas reflexões da Igreja, para
colaborar no aprofundamento e atualização
dos processos comunicativos;
▫ Desenvolver as áreas da comunicação nos
locais onde não existem profissionais
especificamente designados.
Eixos do PASCOM...
• Formação;
• Articulação;
• Produção;
• Espiritualidade.
Atuação da PASCOM...
• A importância da comunicação no diálogo entre
a fé a cultura;
• Necessidade de planejar a comunicação;
• Comissão Episcopal para a Comunicação da
CNBB;
TEOLOGIA DA COMUNICAÇÃO
• Comunicação é dom de Deus
• Pelo testemunho, todo fiel é convidado a
participar de maneira criativa e responsável da
comunicação divina.
TEOLOGIA DA COMUNICAÇÃO
• Deus comunica-se de maneira plena por meio de
Seu Filho.
• Santíssima Trindade: modelo de
comunicação.
• Cristo: modelo perfeito de comunicação.
• Amor: fundamento primordial de toda
comunicação cristã.
TEOLOGIA DA COMUNICAÇÃO
• A videira que nos irmana:
 A videira, símbolo de comunicação para
comunhão;
 A comunicação pelas palavras e gestos de
amor;
 A comunicação a serviço da caridade.
CIBERESPAÇO
Espaço cibernético em que a comunicação
acontece sem a presença física dos indivíduos.
- Mais pontos de acesso  mais conexões
- Interconexão de pessoas e dispositivos
eletrônicos.
REDE ANTES...
REDE DEPOIS...
CULTURA CIBERNÉTICA
Todos os momentos da vida estão presentes na
plataforma virtual
1. Virtualização do mundo (lazer, trabalho, oração, estudo)
2. Aproximação de realidades (tempo/espaço)
3. Interatividade (participação ativa)
4. Alargamento da esfera pública (descaracterização do
privado)
CULTURA CIBERNÉTICA
Agentes de pastoral precisam de formação
qualificada
1. Técnica (profissionalismo/ qualidade)
2. Teórica (teorias da comunicação)
3. Ética (concordância com o Evangelho)
IDADE MÍDIA
Na cultura midiática, os
meios de comunicação
não são apenas
instrumentos, mas
elementos constitutivos
da estrutura social
(elementos
organizadores da vida)
Facilmente podemos encontrar a presença de
diversas mídias, como televisões, smartphones,
computadores, tablets etc.
As mídias, em si, não formam o ambiente
midiático. Este só é formado quando
interagimos com os aparelhos.
Com essa interação, provemos a midiatização da
sociedade.
AMBIENTE MIDIÁTICO
MIDIATIZAÇÃO
“Articulação/relacionamento
entre o ambiente midiático
e os processos sociais”
MENSAGEM DO PAPA BENTO XVI PARA O 47º DIA
MUNDIAL DAS COMUNICAÇÕES SOCIAIS (2013)
“Redes sociais: portais de verdade e de fé;
novos espaços de evangelização”
MENSAGEM DO PAPA BENTO XVI PARA O 47º DIA
MUNDIAL DAS COMUNICAÇÕES SOCIAIS (2013)
“Redes sociais: portais de verdade e de fé;
novos espaços de evangelização”
• Redes sociais contribuem para a aparição de
uma nova ágora (novas relações e formas de
comunidade por meio de partilha de ideias e
informações).
• Esforço dos usuários: autenticidade (a pessoa
comunica-se a si mesma).
• O significado e a eficácia das diferentes formas de
expressão parecem determinados mais pela sua
popularidade do que pela sua importância intrínseca
e validade (frequentemente a popularidade está
mais ligada com a celebridade ou com estratégias de
persuasão).
• Às vezes, a voz discreta da razão pode ser abafada
pelo rumor de excessivas informações.
• O ambiente digital não é um mundo paralelo ou
puramente virtual, mas faz parte da realidade
quotidiana de muitas pessoas.
• As redes sociais são o fruto da interação humana: uma
solícita compreensão por este ambiente é o pré-requisito para
uma presença significativa dentro do mesmo.
• A capacidade de utilizar as novas linguagens requer-se não
tanto para estar em sintonia com os tempos, como sobretudo
para permitir que a riqueza infinita do Evangelho encontre
formas de expressão que sejam capazes de alcançar a mente e
o coração de todos.
• A autenticidade dos fiéis, nas redes sociais, é posta em
evidência pela partilha da fonte profunda da sua esperança e
da sua alegria: a fé em Deus revelado em Jesus Cristo.
• Tal partilha consiste não apenas na expressão de fé explícita,
mas também no testemunho, isto é, no modo como se
comunicam «escolhas, preferências, juízos que sejam
profundamente coerentes com o Evangelho, mesmo quando
não se fala explicitamente dele».
• As redes sociais, para além de instrumento de
evangelização, podem ser um fator de
desenvolvimento humano.
• Assim, as redes sociais não são
instrumento, mas sim meio de evangelização.
REFORMA DA COMUNICAÇÃO DO
VATICANO
• Papa Francisco quer Instantaneidade, espontaneidade,
sinceridade e convicção
• Mudanças na tecnologia e nos sistemas de comunicação
exigem da Igreja uma perspicaz adaptação.
• Reforma: Unificação (Rede de Comunicação).
• Unificar os vários departamentos da comunicação do
Papa (Rádio Vaticano, Jornal L´Osservatore Romano,
Centro Televisivo Vaticano, Sala de Imprensa, sites e
aplicativos).
• Única central de informação: maior fluxo de notícias,
presença multimídia coordenada e uma simplicidade das
estruturas administrativas.
• Dois critérios: Apostólico (a mídia do
Vaticano existe para comunicar a mensagem
Evangelho e o magistério do Papa) e utilização
dos recursos econômicos (cautela no uso do
dinheiro).
• Objetivo: formar uma única central de
conteúdo composta por profissionais dos
diferentes setores (trabalho não em setores
isolados, mas em Rede).
TRABALHO EM REDE
REDE DE COMUNICAÇÃO NMDN
1) REMODELAÇÃO DO INFORMATIVO NO MEIO DE NÓS
1. TEXTOS MAIS CURTOS
 Limitação de caracteres;
2. ESTILO MAIS “CLEAN”
 Mudança de fonte;
 Fonte principal com serifa linear: estilo elegante, moderno
representa uma evolução do estilo convencional. Suas serifas
finas estão em contraste com as hastes grossas.
 Fontes secundárias para causar contraste na leitura (seções,
box, autor do artigo, legendas, créditos e subtítulos).
 Retirada das caixas de notícias (permancendo apenas
4 caixas fixas)
 Mudança do cabeçalho
 Fixação da marca NO MEIO DE NÓS na cor azul, sendo
ela ladeada pela logo do jornal e pelo bordão de
aniversário;
 Referência ao site.
3. JORNAL MAIS INTUITIVO
 Redistribuição do conteúdo
 Primeira parte: formação
 Segunda parte: notícias
 Fixação das partes do jornal (divisões que correspondem
a cadernos subdivididos em seções)
CONCEITOS FUNDAMENTAIS
INFORMATIVO DIOCESANO
1. ALINHAMENTO: facilita a forma de leitura
2. PROXIMIDADE: mostra os elementos relacionados
entre si
3. CONTRASTE: cria interesse e auxilia na hierarquia
das informações
4. REPETIÇÃO: unifica e fortalece a identidade visual
REDE DE COMUNICAÇÃO NMDN
2) REMODELAÇÃO DO PORTAL NO FACEBOOK
1. MAIS INTERATIVIDADE
 Quadros, espiritualidade, promoções, comentários etc.
2. QUALIDADE
 Produção de conteúdo;
 Formação;
 Notícias diocesanas/ mundiais
3. APOSTA NOS VÍDEOS
Segundo estatísticas do Facebook (jul/2016 – ago/2017):
• 154.757visualizações
• 538.375pessoas alcançadas
- Planejamento anual dos quadros (formação e
informação)
3. AFIRMAÇÃO DA IDENTIDADE VISUAL
Identidade visual é o conjunto de elementos que
representa visualmente uma instituição,
empresa ou produto. Costuma ter como base o
logotipo, um slogan e um símbolo visual, que se
complementam a partir de um código de cores e
tipografias.
É essencial para criar pertença.
Leva o público a relacionar
determinado tipo de publicação
à instituição referida.
IDENTIDADE
VISUAL
Processo de criação: Portal da Diocese de Marília
Brasão
(símbolo primitivo)
IDENTIDADE
VISUAL
Brasão  Paleta

IDENTIDADE
VISUAL
Paleta  Elementos gráficos básicos
IDENTIDADE
VISUAL
IDENTIDADE
VISUAL
Ampliação do código de cores
CONTEÚDO
POR QUADROS
A divisão do conteúdo publicado
no Facebook em quadros
temáticos tornam a rede mais
intuitiva e cria periodicidade.
Ex.: Santo do Dia, Evangelho Dominical,
Palavra do Padre, Formação etc.
CONTEÚDO
POR QUADROS
2018:
ELABORAÇÃO DA
NOVA IDENTIDADE
VISUAL
2018:
ELABORAÇÃO DA
NOVA IDENTIDADE
VISUAL
2018:
ELABORAÇÃO DA
NOVA IDENTIDADE
VISUAL
2018:
ELABORAÇÃO DA
NOVA IDENTIDADE
VISUAL
ESCOLA DE COMUNICAÇÃO
PAULO APÓSTOLO
EIXOS DA PASCOM:
• Espiritualidade;
• Formação;
• Articulação;
• Produção.
ESCOLA DE COMUNICAÇÃO
PAULO APÓSTOLO
ESTATÍSTICAS:
• 3 polos (Marília, Osvaldo Cruz e Irapuru);
• 6 disciplinas (Produção de Texto, Igreja e Redes Sociais,
Fotografia, Pastoral e Comunicação, Diretório de Comunicação da Igreja
no Brasil, Marketing Católico e Produção de conteúdo);
• 305 Alunos (RI: 150; RII: 100; RIII: 55);

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a PASCOM Diocese de Ourinhos

O papel da Igreja Católica na convergência digital
O papel da Igreja Católica na convergência digitalO papel da Igreja Católica na convergência digital
O papel da Igreja Católica na convergência digitalumvelhodaesquina
 
O que é Pascom Paroquia Nossa Senhora Das Graças.pptx
O que é Pascom Paroquia Nossa Senhora Das Graças.pptxO que é Pascom Paroquia Nossa Senhora Das Graças.pptx
O que é Pascom Paroquia Nossa Senhora Das Graças.pptxWalfranCostaCosta
 
formacao pascom diocese sao joao da boa vista
formacao pascom diocese sao joao da boa vistaformacao pascom diocese sao joao da boa vista
formacao pascom diocese sao joao da boa vistaEdu Cunha
 
Igreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenioIgreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenioOsmar Vieira
 
Igreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenioIgreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenioOsmar Vieira
 
Igreja e Comunicação - Rumo ao novo milênio - Estudo 75 CNBB
Igreja e Comunicação - Rumo ao novo milênio - Estudo 75 CNBBIgreja e Comunicação - Rumo ao novo milênio - Estudo 75 CNBB
Igreja e Comunicação - Rumo ao novo milênio - Estudo 75 CNBBRodrigo Catini Flaibam
 
Igreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenioIgreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenioOsmar Vieira
 
Igreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenioIgreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenioOsmar Vieira
 
Igreja e comunicação
Igreja e comunicaçãoIgreja e comunicação
Igreja e comunicaçãoOsmar Vieira
 
Igreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenioIgreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenioOsmar Vieira
 
Internet na evangelização
Internet na evangelizaçãoInternet na evangelização
Internet na evangelizaçãoJonathan Santos
 
Comunicação, missão e corresponsabilidade na cultura midiática digital
Comunicação, missão e corresponsabilidade na cultura midiática digitalComunicação, missão e corresponsabilidade na cultura midiática digital
Comunicação, missão e corresponsabilidade na cultura midiática digitalAndréia Gripp
 
A comunicação na igreja
A comunicação na igrejaA comunicação na igreja
A comunicação na igrejaEloy Bezerra
 
A ação pastoral da Igreja diante da cultura midiática digital
A ação pastoral da Igreja diante da cultura midiática digital A ação pastoral da Igreja diante da cultura midiática digital
A ação pastoral da Igreja diante da cultura midiática digital Andréia Gripp
 
A igreja diante da cultura midiática digital (Eclesiocom)
A igreja diante da cultura midiática digital (Eclesiocom)A igreja diante da cultura midiática digital (Eclesiocom)
A igreja diante da cultura midiática digital (Eclesiocom)Andréia Gripp
 

Semelhante a PASCOM Diocese de Ourinhos (20)

O papel da Igreja Católica na convergência digital
O papel da Igreja Católica na convergência digitalO papel da Igreja Católica na convergência digital
O papel da Igreja Católica na convergência digital
 
O que é Pascom Paroquia Nossa Senhora Das Graças.pptx
O que é Pascom Paroquia Nossa Senhora Das Graças.pptxO que é Pascom Paroquia Nossa Senhora Das Graças.pptx
O que é Pascom Paroquia Nossa Senhora Das Graças.pptx
 
formacao pascom diocese sao joao da boa vista
formacao pascom diocese sao joao da boa vistaformacao pascom diocese sao joao da boa vista
formacao pascom diocese sao joao da boa vista
 
Igreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenioIgreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenio
 
Igreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenioIgreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenio
 
Igreja e Comunicação - Rumo ao novo milênio - Estudo 75 CNBB
Igreja e Comunicação - Rumo ao novo milênio - Estudo 75 CNBBIgreja e Comunicação - Rumo ao novo milênio - Estudo 75 CNBB
Igreja e Comunicação - Rumo ao novo milênio - Estudo 75 CNBB
 
Igreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenioIgreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenio
 
Igreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenioIgreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenio
 
Igreja e comunicação
Igreja e comunicaçãoIgreja e comunicação
Igreja e comunicação
 
Igreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenioIgreja e comunicacaonovo milenio
Igreja e comunicacaonovo milenio
 
Internet na evangelização
Internet na evangelizaçãoInternet na evangelização
Internet na evangelização
 
Mulheres em perigo
Mulheres em perigoMulheres em perigo
Mulheres em perigo
 
Comunicação, missão e corresponsabilidade na cultura midiática digital
Comunicação, missão e corresponsabilidade na cultura midiática digitalComunicação, missão e corresponsabilidade na cultura midiática digital
Comunicação, missão e corresponsabilidade na cultura midiática digital
 
A comunicação na igreja
A comunicação na igrejaA comunicação na igreja
A comunicação na igreja
 
Organización y estrategias comunicativas de la iglesia
Organización y estrategias comunicativas de la iglesiaOrganización y estrategias comunicativas de la iglesia
Organización y estrategias comunicativas de la iglesia
 
A ação pastoral da Igreja diante da cultura midiática digital
A ação pastoral da Igreja diante da cultura midiática digital A ação pastoral da Igreja diante da cultura midiática digital
A ação pastoral da Igreja diante da cultura midiática digital
 
Novas competências para dizer a fé
Novas competências para dizer a féNovas competências para dizer a fé
Novas competências para dizer a fé
 
Os fundamentos da Pascom
Os fundamentos da PascomOs fundamentos da Pascom
Os fundamentos da Pascom
 
A igreja diante da cultura midiática digital (Eclesiocom)
A igreja diante da cultura midiática digital (Eclesiocom)A igreja diante da cultura midiática digital (Eclesiocom)
A igreja diante da cultura midiática digital (Eclesiocom)
 
Instrução Pastoral "Aetatis Novae"
Instrução Pastoral  "Aetatis Novae"Instrução Pastoral  "Aetatis Novae"
Instrução Pastoral "Aetatis Novae"
 

Último

Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Nilson Almeida
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaRicardo Azevedo
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptxFabianoHaider1
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxManoel Candido Pires Junior
 

Último (7)

Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 

PASCOM Diocese de Ourinhos

  • 2. O QUE É A PASCOM? • Identidade e fundamentação bíblica;
  • 3. O QUE É A PASCOM? • Abrangência das ações da Pascom: ▫ Colocar-se a serviço de todas as pastorais para dinamizar suas ações comunicativas; ▫ Promover o diálogo e a comunhão das diversas pastorais;
  • 4. O QUE É A PASCOM? ▫ Capacitar os agentes de todas as pastorais na área da comunicação, especialmente a catequese e a liturgia; ▫ Favorecer i diálogo entre a Igreja e os meios de comunicação, para dar maior visibilidade à sua ação evangelizadora;
  • 5. O QUE É A PASCOM? ▫ Envolver os profissionais e pesquisadores da comunicação nas reflexões da Igreja, para colaborar no aprofundamento e atualização dos processos comunicativos; ▫ Desenvolver as áreas da comunicação nos locais onde não existem profissionais especificamente designados.
  • 6. Eixos do PASCOM... • Formação; • Articulação; • Produção; • Espiritualidade.
  • 7. Atuação da PASCOM... • A importância da comunicação no diálogo entre a fé a cultura; • Necessidade de planejar a comunicação; • Comissão Episcopal para a Comunicação da CNBB;
  • 8. TEOLOGIA DA COMUNICAÇÃO • Comunicação é dom de Deus • Pelo testemunho, todo fiel é convidado a participar de maneira criativa e responsável da comunicação divina.
  • 9. TEOLOGIA DA COMUNICAÇÃO • Deus comunica-se de maneira plena por meio de Seu Filho. • Santíssima Trindade: modelo de comunicação. • Cristo: modelo perfeito de comunicação. • Amor: fundamento primordial de toda comunicação cristã.
  • 10. TEOLOGIA DA COMUNICAÇÃO • A videira que nos irmana:  A videira, símbolo de comunicação para comunhão;  A comunicação pelas palavras e gestos de amor;  A comunicação a serviço da caridade.
  • 11. CIBERESPAÇO Espaço cibernético em que a comunicação acontece sem a presença física dos indivíduos. - Mais pontos de acesso  mais conexões - Interconexão de pessoas e dispositivos eletrônicos.
  • 14. CULTURA CIBERNÉTICA Todos os momentos da vida estão presentes na plataforma virtual 1. Virtualização do mundo (lazer, trabalho, oração, estudo) 2. Aproximação de realidades (tempo/espaço) 3. Interatividade (participação ativa) 4. Alargamento da esfera pública (descaracterização do privado)
  • 15. CULTURA CIBERNÉTICA Agentes de pastoral precisam de formação qualificada 1. Técnica (profissionalismo/ qualidade) 2. Teórica (teorias da comunicação) 3. Ética (concordância com o Evangelho)
  • 16. IDADE MÍDIA Na cultura midiática, os meios de comunicação não são apenas instrumentos, mas elementos constitutivos da estrutura social (elementos organizadores da vida)
  • 17. Facilmente podemos encontrar a presença de diversas mídias, como televisões, smartphones, computadores, tablets etc. As mídias, em si, não formam o ambiente midiático. Este só é formado quando interagimos com os aparelhos. Com essa interação, provemos a midiatização da sociedade. AMBIENTE MIDIÁTICO
  • 19. MENSAGEM DO PAPA BENTO XVI PARA O 47º DIA MUNDIAL DAS COMUNICAÇÕES SOCIAIS (2013) “Redes sociais: portais de verdade e de fé; novos espaços de evangelização”
  • 20. MENSAGEM DO PAPA BENTO XVI PARA O 47º DIA MUNDIAL DAS COMUNICAÇÕES SOCIAIS (2013) “Redes sociais: portais de verdade e de fé; novos espaços de evangelização” • Redes sociais contribuem para a aparição de uma nova ágora (novas relações e formas de comunidade por meio de partilha de ideias e informações). • Esforço dos usuários: autenticidade (a pessoa comunica-se a si mesma).
  • 21. • O significado e a eficácia das diferentes formas de expressão parecem determinados mais pela sua popularidade do que pela sua importância intrínseca e validade (frequentemente a popularidade está mais ligada com a celebridade ou com estratégias de persuasão). • Às vezes, a voz discreta da razão pode ser abafada pelo rumor de excessivas informações. • O ambiente digital não é um mundo paralelo ou puramente virtual, mas faz parte da realidade quotidiana de muitas pessoas.
  • 22. • As redes sociais são o fruto da interação humana: uma solícita compreensão por este ambiente é o pré-requisito para uma presença significativa dentro do mesmo. • A capacidade de utilizar as novas linguagens requer-se não tanto para estar em sintonia com os tempos, como sobretudo para permitir que a riqueza infinita do Evangelho encontre formas de expressão que sejam capazes de alcançar a mente e o coração de todos. • A autenticidade dos fiéis, nas redes sociais, é posta em evidência pela partilha da fonte profunda da sua esperança e da sua alegria: a fé em Deus revelado em Jesus Cristo. • Tal partilha consiste não apenas na expressão de fé explícita, mas também no testemunho, isto é, no modo como se comunicam «escolhas, preferências, juízos que sejam profundamente coerentes com o Evangelho, mesmo quando não se fala explicitamente dele».
  • 23. • As redes sociais, para além de instrumento de evangelização, podem ser um fator de desenvolvimento humano. • Assim, as redes sociais não são instrumento, mas sim meio de evangelização.
  • 25. • Papa Francisco quer Instantaneidade, espontaneidade, sinceridade e convicção • Mudanças na tecnologia e nos sistemas de comunicação exigem da Igreja uma perspicaz adaptação. • Reforma: Unificação (Rede de Comunicação). • Unificar os vários departamentos da comunicação do Papa (Rádio Vaticano, Jornal L´Osservatore Romano, Centro Televisivo Vaticano, Sala de Imprensa, sites e aplicativos). • Única central de informação: maior fluxo de notícias, presença multimídia coordenada e uma simplicidade das estruturas administrativas.
  • 26. • Dois critérios: Apostólico (a mídia do Vaticano existe para comunicar a mensagem Evangelho e o magistério do Papa) e utilização dos recursos econômicos (cautela no uso do dinheiro). • Objetivo: formar uma única central de conteúdo composta por profissionais dos diferentes setores (trabalho não em setores isolados, mas em Rede).
  • 28. REDE DE COMUNICAÇÃO NMDN 1) REMODELAÇÃO DO INFORMATIVO NO MEIO DE NÓS 1. TEXTOS MAIS CURTOS  Limitação de caracteres; 2. ESTILO MAIS “CLEAN”  Mudança de fonte;  Fonte principal com serifa linear: estilo elegante, moderno representa uma evolução do estilo convencional. Suas serifas finas estão em contraste com as hastes grossas.  Fontes secundárias para causar contraste na leitura (seções, box, autor do artigo, legendas, créditos e subtítulos).
  • 29.  Retirada das caixas de notícias (permancendo apenas 4 caixas fixas)  Mudança do cabeçalho  Fixação da marca NO MEIO DE NÓS na cor azul, sendo ela ladeada pela logo do jornal e pelo bordão de aniversário;  Referência ao site.
  • 30. 3. JORNAL MAIS INTUITIVO  Redistribuição do conteúdo  Primeira parte: formação  Segunda parte: notícias  Fixação das partes do jornal (divisões que correspondem a cadernos subdivididos em seções)
  • 31. CONCEITOS FUNDAMENTAIS INFORMATIVO DIOCESANO 1. ALINHAMENTO: facilita a forma de leitura 2. PROXIMIDADE: mostra os elementos relacionados entre si 3. CONTRASTE: cria interesse e auxilia na hierarquia das informações 4. REPETIÇÃO: unifica e fortalece a identidade visual
  • 32. REDE DE COMUNICAÇÃO NMDN 2) REMODELAÇÃO DO PORTAL NO FACEBOOK 1. MAIS INTERATIVIDADE  Quadros, espiritualidade, promoções, comentários etc. 2. QUALIDADE  Produção de conteúdo;  Formação;  Notícias diocesanas/ mundiais
  • 33. 3. APOSTA NOS VÍDEOS Segundo estatísticas do Facebook (jul/2016 – ago/2017): • 154.757visualizações • 538.375pessoas alcançadas - Planejamento anual dos quadros (formação e informação)
  • 34. 3. AFIRMAÇÃO DA IDENTIDADE VISUAL Identidade visual é o conjunto de elementos que representa visualmente uma instituição, empresa ou produto. Costuma ter como base o logotipo, um slogan e um símbolo visual, que se complementam a partir de um código de cores e tipografias. É essencial para criar pertença. Leva o público a relacionar determinado tipo de publicação à instituição referida.
  • 35. IDENTIDADE VISUAL Processo de criação: Portal da Diocese de Marília Brasão (símbolo primitivo)
  • 40. CONTEÚDO POR QUADROS A divisão do conteúdo publicado no Facebook em quadros temáticos tornam a rede mais intuitiva e cria periodicidade. Ex.: Santo do Dia, Evangelho Dominical, Palavra do Padre, Formação etc.
  • 46. ESCOLA DE COMUNICAÇÃO PAULO APÓSTOLO EIXOS DA PASCOM: • Espiritualidade; • Formação; • Articulação; • Produção.
  • 47. ESCOLA DE COMUNICAÇÃO PAULO APÓSTOLO ESTATÍSTICAS: • 3 polos (Marília, Osvaldo Cruz e Irapuru); • 6 disciplinas (Produção de Texto, Igreja e Redes Sociais, Fotografia, Pastoral e Comunicação, Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil, Marketing Católico e Produção de conteúdo); • 305 Alunos (RI: 150; RII: 100; RIII: 55);