SlideShare uma empresa Scribd logo
PREFEITURA MUNICIPAL DE JATAI
SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
NÚCLEO DE ENSINO FUNDAMENTAL
ASSESSORIA PEDAGÓGICA
5º ANO
Notícias e
Reportagens
Além disso, a reportagem pode apresentar imagens e legendas. Professor, explique que as legendas são os
textos que aparecem logo abaixo das imagens. É comum também haver trechos de entrevistas com
especialistas em reportagens sobre um determinado assunto. A reportagem escrita é dividida em três partes:
Assessoria pedagógica do5º ano:
Vânia A. Carvalho
Jataí,outubro,2016
Professor, pensando nos gêneros textuais a serem contemplados nesse bimestre, elaboramos uma sequência
de atividades para auxiliar no seu trabalho baseada em dois desses gêneros; notícia e reportagem:
Ao fim da realização dessas atividades, o aluno deverá ser capaz de:
 Reconhecer os gêneros textuais notícia e reportagem através da leitura de uma.
 Identificar as características dos gêneros textuais notícia e reportagem.
 Ler e interpretar uma notícia/reportagem reconhecendo suas especificidades.
 Produzir uma notícia/reportagem a partir de modelos analisados.
 Serem capazes de identificar os elementos estruturais do gênero notícia e da reportagem, sua função
comunicativa e seu contexto de uso.
 Transformar um gênero textual em outro, reconhecendo as especificidades de cada um.
I Momento:
Comece a aula conversando com os alunos a respeito de jornais. Pergunte se eles conhecem o título de
algum jornal e se na casa deles há o hábito de comprar, ver ou assistir jornais. Pergunte também se eles acham
que os jornais são feitos para adultos ou crianças. É provável que os alunos respondam que o jornal é para
adultos. Explique, então, que em vários jornais há um Caderno Infantil, no qual são discutidas questões
voltadas para as crianças.
Comente com os alunos a respeito dos suplementos e, se possível, leve um deles para que as crianças
possam manipular. Mostre também para os alunos que, além de reportagens impressas em jornais e revistas,
as reportagens podem ser exibidas na televisão, no rádio ou pela internet. Questione os alunos sobre os tipos
de texto que podem aparecer em um jornal, assim fará um levantamento dos conhecimentos prévios deles
sobre os gêneros a serem estudados.
Peça como tarefa para casa que os alunos assistam a um jornal e anotem a notícia para trazer, não se
esquecendo de anotar a manchete e o nome do jornal. Outra alternativa é o aluno trazer uma notícia escrita.
Peça aos alunos para fazerem a exposição das notícias trazidas e já comece a explorar suas características.
II Momento:
Apresente a seguinte definição de reportagem e notícia para os alunos:
A reportagem é um gênero de texto jornalístico que transmite uma informação por meio da televisão, rádio,
revista. O objetivo da reportagem é levar os fatos ao leitor ou telespectador de maneira abrangente [...] Na
reportagem, o repórter vai a fundo no tema, faz investigações, tece comentários, levanta questões, discute e
argumenta. Atualmente, com o desenvolvimento da tecnologia, os repórteres têm mais recursos visuais e
gráficos disponíveis, o que chama atenção para a notícia.
Certifique-se de que os alunos entenderam o que é a reportagem. Explique que esse gênero é diferente da
notícia porque a reportagem é mais aprofundada e, normalmente, mais longa. Enquanto a notícia só relata o
fato; na reportagem, tenta-se compreender as causas do fato. Para isso, o repórter usa recursos diversificados.
Notícia é qualquer tipo de informação que apresenta um acontecimento novo e recente ou que divulga uma
novidade sobre uma situação já existente. Em Jornalismo, uma notícia se caracteriza por um texto informativo
de interesse público, que narra algum fato recente ocorrido no país ou no mundo, e cujo conteúdo é constituído
por um tema político, econômico, social, cultural, etc. As notícias são veiculadas ao público através da
televisão, jornais, revistas e outros meios.
Observação: ao trabalharmos com o gênero reportagem não podemos ter a pretensãode que os alunos imitem as
reportagens publicadas por jornais e revistas que dispõem de espaço à vontade e contam com especialistas. Essa
limitação não impede, porém, de respeitar o espírito do gênero, que é ir além dos fatos aparentes da notícia.
III Momento:
Se possível, leve um jornal impresso para a sala de aula para mostrar aos alunos os diferentes cadernos que
o compõem, as partes de um jornal, assim como a predominância de uma variedade de gêneros textuais.
Caso disponha de um jornal, é importante chamar a atenção para as partes desse impresso. Você ainda
poderá mostrar essas partes com o uso do data show:
Para o seu conhecimento, professor:
Notícias 5º ano
IV Momento:
Agora, após apresentar as partes de um jornal aos alunos e levantar os conhecimentos que eles já possuem
sobre esses dois gêneros, é hora de começar a explorar esses tipos de textos.
Exponha a imagem a seguir, seja no Datashow ou de forma impressa e passe a questionar com os alunos:
1º) A foto remete a que fato?
2º) Vocês saberiam identificar as pessoas da foto?
3º) O que o homem de camisa amarela está fazendo? Qual é o significado do cartão vermelho no futebol? O
que mais ele usa? Que outros cartões ou instrumentos os juízes e bandeirinhas usam em uma partida de futebol?
4º) Quem seria o homem de camisa azul? O que ele estaria falando para o homem de camisa amarela?
5º) E quem seria o jogador de camisa branca?
6º) Qual poderia ser o título(manchete) da notícia desta foto?
Professor, as questões não precisam ser respondidas corretamente, é apenas um levantamento dos dados da
notícia para facilitar a futura produção textual.
V Momento:
Após o momento anterior, exiba a manchete a seguir, prosseguindo com o exercício oral:
JOGADOR CHORA AO SER EXPULSO DE JOGO
1º) Este título é dado à notícia da foto. Qual seria o motivo da expulsão do jogador?
2º) Vocês sabem que nome é dado ao título de uma notícia?
3º) Por que o título de uma notícia é escrito com letras grandes?
4º) Esta manchete chama a atenção do leitor para ler a notícia?
5º) Que tempo verbal é usado na manchete e por que foi usado este tempo?
VI Momento:
Leitura oral da notícia. Professor, após este exercício de leitura oral, que é muito interessante para aguçar a
curiosidade dos alunos para lerem a notícia, entregue a cópia da notícia para uma leitura silenciosa e posterior
discussão com o grupo.
JOGADOR CHORA AO SER EXPULSO CONTRA ALEMANHA
Expulso aos 11min do segundo tempo no duelo contra a Alemanha, quando sua seleção já perdia por 2 a 0,
o australiano Tim Cahill foi às lágrimas enquanto deixava o gramado. Além de discordar da decisão do árbitro
mexicano Marco Rodrigues, o meia teme que o "sonho de sua vida" chegue ao fim antes da hora. "Essa Copa
do Mundo é o sonho da minha vida e alguém o levou para longe de mim com uma decisão. Não tenho palavras
para descrever como estou chateado. É um dos momentos mais tristes da minha carreira", disse o camisa 10.
O alemão Schweinsteiger, vítima da falta que originou o cartão vermelho, saiu em defesa do rival e afirmou
que o árbitro poderia ter sido menos rigoroso, fato que aumentou a irritação de Cahill. "Schweinsteiger saiu
em minha defesa, disse que não era lance para cartão vermelho. Tirem suas conclusões", reclamou o atleta,
que está suspenso da partida contra Gana, no próximo sábado, às 11h, e deve ser substituído por Kewell. "Eu
treinei muito para estar aqui, me mantive em forma e agora não poderei jogar. Já passei por muitas coisas
difíceis no futebol, mas nada tão doloroso", declarou o jogador, que completou: "Estou 100% comprometido
com a causa de nossa seleção. Vou treinar e mostrar o meu valor para o último jogo".
Após a leitura, para que os alunos aprendam os elementos estruturais que compõem o gênero notícia,
faça, oralmente, as seguintes perguntas com base no texto:
1º) Que fato aconteceu?
2º) Quem são as pessoas envolvidas?
3º) Quando aconteceu?
4º) Onde aconteceu?
5º) Como aconteceu o fato?
6º) Por que aconteceu? (causas do fato)
7º) Há depoimentos na notícia? De quem são? E por que foram usadas as aspas nestes depoimentos? Qual a
importância desses depoimentos para a notícia?
PARA CALCULAR:
8º) Um jogo em seu tempo normal tem duração de 90 minutos. Esse tempo equivale a quantas horas e
quantos minutos?
9º) Caso haja prorrogação em um jogo, é acrescentado 15 minutos em cada um dos dois tempos. Ao final
total do jogo, quantas horas e quantos minutos dará o tempo de jogo?
VII Momento:
Explorando um modelo de notícia. Realização de uma produção coletiva. Entregue os dados abaixo para
os alunos e eles ditarão a notícia para o professor, que na lousa, será o escriba da turma.
a) O que aconteceu? Um caminhão tombou.
b) Com quem aconteceu? Com espécies raras de pássaros em extinção.
c) Quando? Na última sexta-feira, às 16 horas.
d) Onde? Na Avenida das Rosas, próximo ao Supermercado Preço Baixo, no estado de Mato Grosso do Sul.
e) Como? Desgovernou na curva.
f) Por quê? Estava em alta velocidade, fugindo da fiscalização municipal.
Resposta para o professor:
ESPÉCIES RARAS DE PÁSSAROS EM EXTINÇÃO SÃO APREENDIDAS
Na última sexta-feira, às 16 horas, um caminhão vindo do estado do Mato Grosso do Sul tombou na Avenida
das Rosas, próximo ao Supermercado Preço Baixo. Segundo as autoridades responsáveis pela fiscalização do
tráfico de animais, o caminhão estava em alta velocidade e o motorista perdeu o controle do veículo ao fazer
a curva ao final da avenida.
No caminhão, foram encontradas espécies raras de pássaros que seriam levadas para serem vendidas na
capital do estado. Os pássaros foram entregues ao IBAMA e o motorista foi preso.
VIII Momento:
Após os alunos terem feito a produção coletiva da notícia, eles serão capazes de produzirem individualmente,
porém, a partir de dados fornecidos. Entregue os dados abaixo para os alunos para que produzam a partir deles:
Sugestão I
a) O que aconteceu? Invasão numa escola rural.
b) Com quem aconteceu? Com macacos assustados.
c) Quando? Durante as aulas, no período da tarde, na quarta-feira.
d) Onde? Na Escola rural Jardim das Flores.
e) Como? Entraram pelas janelas.
f) Por quê? Colocaram fogo na mata perto da escola.
Sugestão II
a) O que aconteceu? Tartaruga marinha fica presa em redes de pesca.
b) Com quem aconteceu? Com uma tartaruga marinha.
c) Quando? No domingo, à noite.
d) Onde? Na Praia do Pescado.
e) Como? Durante a pesca ilegal.
f) Por quê? Porque pescadores estavam pescando no lugar proibido.
IX Momento: Interpretando notícias e reportagens
Entregar aos alunos uma folha contendo a seguinte notícia.
Macaquinho em extinção vira xodó de crianças no zoo do Rio
Com seu bichinho de pelúcia, macaco Miguelito é o mais novo morador do zoo do Rio. A mãe de
Miguelito não soube cuidar do filhote, que foi levado ao berçário do zoológico .
O Jardim Zoológico do Rio ganhou um novo morador. Seu nome é Miguelito, um macaco de peito amarelo,
que nasceu no final do mês passado. O animal, que só é encontrado no sul da Bahia, está em extinção, segundo
o zoo.
O macaquinho teve de ser levado para o berçário do zoológico, porque sua mãe não soube cuidar do
filhote. Com 140 g de peso, Miguelito é alimentado com leite e um suplemento para bebês.
Segundo o zoo, o animal se aquece com um bichinho de pelúcia. Ele virou um xodó principalmente das
crianças. Os biólogos levantam Miguelito algumas vezes para que o público, do outro lado do vidro do
berçário, veja o macaquinho.
( Site: http://www.zoologico.sp.gov.br/ agosto/2015)
a) O texto que você leu é uma notícia ou uma reportagem? Sobre o que ela está tratando?
b) Uma notícia relata: acontecimentos verdadeiros, que realmente ocorreram, ou acontecimentos criados pela
imaginação do autor?
c) De que veículo de comunicação foi extraída essa notícia?
d) Qual é a data de publicação dessa notícia?
e) Por que o macaquinho foi levado para o berçário do zoológico?
f) Qual é o peso de Miguelito? O que esse peso indica em relação ao tamanho do animal?
g) O macaquinho pesa mais ou menos que um quilo? Qual a operação matemática você fez para descobrir
isso?
h) Releia o título da notícia:
* O que quer dizer xodó? Caso você tenha dúvida, consulte o dicionário.
* Por que você acha que essa palavra aparece no título da história?
* Por que o macaquinho teria se tornado o xodó das crianças?
i) Na sua opinião, por que esse fato tornou-se notícia?
Bigodudos!
Saiba que os bigodes são muitos úteis para os gatos e até revelam o humor desses animais.
Na história do Gato de Botas, o bichano convence seu amo a lhe comprar um calçado e um saco com a
promessa de ajudá-lo. Mas, na vida real, os gatos precisam mesmo é da ajuda dos bigodes para fazer uma
porção de coisas! Quem me contou isso foi a bióloga Débora Boccacino.
Os pelos que formam os bigodes dos gatos, acredite, são de um tipo especial e se chamam vibrissas. Mas, se
você reparar, verá que pelos assim não estão apenas sobre os lábios desses felinos. Também estão presentes
sobre os olhos, no queixo e na ponta das orelhas dos bichanos. Observe só!
Na raiz de cada vibrissa, existem células sensoriais que enviam informações do ambiente para o cérebro. E é
por isso que esses pelos são tão úteis aos felinos. Essas células são bastante sensíveis e ajudam os gatos a se
orientar, pois captam mínimas vibrações do ar. É por isso que mesmo com os olhos fechados os bichanos
sentem a nossa presença!
Por serem um pouco mais largos que o corpo, as vibrissas dos gatos avisam se o bichano vai caber ou não
em algum espaço, se o bigode dele não esbarrar em nada ele sabe que pode passar sem problemas!
A largura dos bigodes dos gatos também os auxilia bastante. Afinal, eles são mais largos do que o corpo do
animal. “Com isso, o felino consegue medir os locais por onde quer passar, como se fosse uma régua natural”.
Apesar de os bigodes serem tão úteis, existe uma raça de gato chamada Sphynx que pode nascer sem bigodes.
Isso porque esses felinos praticamente não têm pelos no corpo: eles são tão curtinhos que mal dá para notar.
Não ter bigodes não afeta muito a vida desses bichanos, criados para ficar dentro de casa. Mas fique sabendo
que, na vida selvagem, os bigodes são essenciais. Não apenas para os gatos, mas para os felinos em geral!
Ah! E você sabia que os bigodes também revelam o humor dos gatos? “Quando estão mais baixos e para a
frente, eles demonstram relaxamento”, conta Débora. “Já se estiverem mais eriçados e próximos ao rosto,
representam uma postura defensiva ou agressiva”. Bom saber! Agora toda vez que eu encontrar um bichano
com o bigode abaixado, vou aproveitar para fazer carinho!
Disponível em: http://chc.cienciahoje.uol.com.br/blogue-do-rex/2010/dezembro/bigodudos-2/
Pergunte,oralmente, paraosalunosse o textoacima é uma reportagemounotícia.
Professor, observe que se trata de uma reportagem porque não se limita a apresentar os fatos respondendo as
perguntas básicas: O quê? Onde? Como? Por quê? Quando? Com quem? Mas desenvolve o tema, tece comentários,
coloca opinião de especialistas... o texto não narra um fato, mas explica um acontecimento.
Explore,então,oentendimentodareportagem.Issopode serfeitocombase nasseguintesperguntas:
 Qual o tema da reportagemlida?
 Comose chamamos pelosque estãopresentesnonarizdogato?Elesestãopresentesemoutraspartes?
Quais?
 Comoas vibrissasajudamosfelinosaperceberem oque acontece nolugarem que elesestão?
 Comoum gato pode sentira presençade alguémmesmode olhosfechados?
 Por que as vibrissassãocomo“réguasnaturais”?
 Em uma raça de gatos,as vibrissaspodemestarausentes.Porque issoacontece?Issoafetaa vidadesses
gatos?Por quê?
 Por que o repórterdizque “toda vezque euencontrarum bichanocom o bigode abaixado,vouaproveitar
para fazercarinho!”?
 Qual o olhoda reportagemacima?
 O que explicamelhoroconteúdodareportagem:otítuloou o olho? Porquê?
 Que imagemestápresente notexto?Que relaçãoháentre elae o textolido?
 Há um trechode uma entrevistanareportagemlida.Quemé aespecialistaentrevistada?Copieaqui o
trechoda entrevista.
 Que sinal gráficoé utilizadoparademarcarque a falada entrevistadaestásendodescrita?
 Crie uma legendaparaa fotoda reportagem:
X Momento:Transformandoumgêneroemoutro
Professor,para queo aluno possa transformarumgênero textualemoutro é necessário queele dominemuito bem
as características textuais de cada gênero. Assim, seria bom retomar os gêneros para os quais as notícias serão
transformadasou vice-versa. A produção do primeiro texto é bomque seja feita de forma coletiva, tendo o professor
como escriba. Muitas vezes, o professor dasséries mais avançadas, acredita ser desnecessário a escrita coletiva com
osalunos;ledo engano,essetrabalho éde extrema importância para o desenvolvimento da produção escrita,afinal,o
professor é seu modelo mais próximo de escrita.
Vamos começar pelas fábulas:
1) Entregue aosalunosafábulaoriginalA cigarrae aformiga.A partirdaleituradafábula,oprofessor,comoescriba,
na lousa, irá instigando os alunos a ditarem a fábula para ele escrever:
• Alguns modelos de notícia a partir da fábula e contos
Formiga mata cigarra a cadeiradas
No último dia 08, na cidade de Lages, serra catarinense, uma cigarra foi brutalmente assassinada a cadeiradas. O
crime foi cometido por uma formiga por motivo até agora desconhecido.
A cigarra era moradora de rua e ganhava a vida cantando na praça da cidade, vivendo de doações das pessoas.
Contudo,devidorigorosoinverno serrano,omovimentonapraçapara veras apresentaçõesdacigarra reduziu.Dessa
forma, por estar com frio e fome, a cigarra implorou abrigo e comida na porta da formiga.
Desconfia-se que elas já tinham um desafeto anterior e que a formiga tinha inveja da cigarra cantar tão bem. As
duas discutiram e a formiga, nervosa, matou a cigarra a cadeiradas, deixando seu corpo congelar lá fora.
Os vizinhos esquilos escutaram os gritos e a discussão e denunciaram o crime à polícia. Rapidamente, os policiais
chegarama prenderaformigaemflagrante.Elapor sua vez,negouaautoria docrime e disse que sófará declarações
na presença de sua advogada, a Senhora Raposa.
De acordo com as circunstâncias, pode se dizer que a formiga já planejava matar a cigarra há muito tempo. Se
condenada,aacusada poderáreceberpenade até 30 anos de prisão em regime fechado por homicídio qualificado.
• Agora osalunosserão capazesde escreverumanotíciaa partir de um conto muitoconhecidoporeles,
Os três porquinhos,ouqualqueroutrocontode livre escolhadeles.
APOIO PARA O PROFESSOR:
Lobo tenta atacar porquinho e se dá mal.
Nesta quarta-feira, na Cidade das Fábulas, a família Porquinho foi surpreendida enquanto preparava o jantar. Um
elementoidentificadocomoLoboMau tentouinvadiracasa pelachaminé e acaboucaindoem umapanelacom água
escaldante. O elemento foi conduzido ao hospital com queimaduras de 2º grau, mas passa bem.
Segundo o irmão mais velho (Primeiro Porquinho) o elemento já vinha 'incomodando" a família há algum tempo:
"Sim,ele haviaperseguidomeusdoisirmãomaisnovosque,amedrontados,se acomodaram emminhacasa,onde era
maisseguro".Os irmãosmais novosdisseramque oLobo haviacausado inclusive prejuízosmateriais"É verdade,ele
soprou, soprou, soprou e simplesmente derruboua minha casa e o pior é que ela era da Caixa, eu nem terminei de
pagar..." lamentou o mais novo.
A polícia afirmou que vai investigar o caso.
( Jornal Florestal, novembro/2014)
RAPUNZEL VAI AO SALÃO DE BELEZA E É PRATICAMENTE ROUBADA
Ontem,porvoltadas9 horasda manhã,Rapunzel foi aosalãode belezae pediuparacortar somente umdedinhodo
seuenorme cabelão.O cabelereironãoatendeuopedidoe cortou no estilo chanelzinho. Rapunzel ficouindignadae
chamoua políciaCCEMT (CabeloCortadoE Mal Tratado).O donodosalão foi preso,poisquerialucrarcomo cabelão,
vendendo-o no mercado negro de vendas de cabelo.
Rapunzel não deixou barato: como não dava para colocar de novo o cabelo, ela doou-o para Casa que cuida de
crianças com leucemiae têm quedade cabelodevidoaos tratamentos. Rapunzel declarou“pelomenospude ajudar
alguém, mas como o príncipe irá subir pela torre quando precisar de meus cabelos?”
( Notícias Encantadas, dezembro/2015)
PERSONAGENS DE CONTOS INFANTIS NÃO QUEREM SER ESQUECIDOS
Ospersonagensdoscontossereuniram,semanapassada,nacasadaChapeuzinhoporque nãoqueremseresquecidos
e decidiram fazer uma apresentação no Teatro da Disney no dia 12 de novembro de 2015.
Ospersonagensestavamcansadosde seremesquecidospelascriançase,entãoresolveramfazeressaapresentação,
aproveitando também para homenagear seus criadores e para provarem que podem ser atualizados.
O espetáculofoi maravilhoso,de acordocom os convidados.Aotodo,mais de mil personagensapresentaram-se.O
teatro mais esperado era o da Cinderela apresentando sua cantoria na beira do lago.
O eventoocorreránovamente nodia21 de novembrode 2015, atendendoapedidode milharesde fãs.Parece que
o objetivo de não serem esquecidos pelas crianças foi atingido.
( Notícias do Reino, março/ 2015)
2) Agora vamos retomar o gênero convite para transformá-lo em notícia. Da mesma forma que foi feito com
os contos e as fábulas, o professor retomará de forma oral as características desse gênero, escrevendo um
modelo na lousa. A partir desse modelo de convite, ainda com o apoio do professor, será redigida a notícia:
APOIO PARA O PROFESSOR:
3) O gênero poema também poderá ser transformado em notícia. Apresente a notícia e o poema abaixo para
os alunos para aquecimento do tema. Discuta a notícia com eles e deixe que eles exponham sua opinião, se
são de acordo ou não em relação ao fato de um delegado escrever um relatório policial em forma de poema:
Professor, essa éuma notícia real
Plantão
Já era quase madrugada
Neste querido Riacho Fundo
Cidade muito amada
Que arranca elogios de todo mundo
O plantão estava tranquilo
Até que de longe se escuta um zunido
E todos passam a esperar
A chegada da Polícia Militar
Logo surge a viatura
Desce um policial fardado
Que sem nenhuma frescura
Traz preso um sujeito folgado
Procura pela Autoridade
Narra a ele a sua verdade
Que o prendeu sem piedade
Pois sem nenhuma autorização
Pelas ruas ermas todo tranquilão
Estava em uma motocicleta com restrição
A Autoridade desconfiada
Já iniciou o seu sermão
Mostrou ao preso a papelada
Que a sua ficha era do cão
Ia checar sua situação
O preso pediu desculpa
Disse que não tinha culpa
Pois só estava na garupa
Foi checada a situação
Ele é mesmo sem noção
Estava preso na domiciliar
Não conseguiu mais se explicar
A motocicleta era roubada
A sua boa fé era furada
4) Poema para transformar em notícia:
Ismália
Alphonsus Guimarães
Quando Ismália enlouqueceu,
Pôs-se na torre a sonhar...
Viu uma lua no céu,
Viu uma lua no mar.
No sonho em que se perdeu,
Banhou-se toda em luar...
Queria subir ao céu,
Queria descer ao mar...
E, no desvario seu,
Na torre pôs-se a cantar...
Estava perto do céu,
Estava longe do mar...
E como um anjo pendeu
As asas para voar...
Queria a lua do céu,
Queria a lua do mar...
As asas que Deus lhe deu
Ruflaram de par em par...
Sua alma subiu ao céu,
Seu corpo desceu ao mar...
APOIO PARA O PROFESSOR:
MULHER MORRE AO PULAR DE UMA TORRE
Na madrugadade ontem, no mar de Copacabana,foi encontradoo corpo boiando,de uma mulheridentificadacomo
IsmáliaSantos,de 25 anos. Segundorelatosdosfamiliares,amulhersofriade problemasmentaise durante umacrise,
achou que podiaalcançar a Lua. Subiu até o alto de uma torre, localizada na praia e se jogou vindo a morrer afogada.
(Sem fonte)
MULHER SE MATA APÓS DELÍRIO
Nanoite de ontem,nacidade do Riode Janeiro,aprofessoraIsmáliaMouraRodrigues,de 33anos,morreuafogadana
Praia de Copacabana.
Segundoinformaçõesde parentes,elasofriade depressãoe estavapassandoportratamentomédico.Acredita-seque
foi suicídio.
(Sem fonte)
5) Reproduza os poemas abaixo em um cartaz e apresente-os aos alunos, peça que os leiam. Faça os
questionamentos em forma oral ou escrita, como achar mais conveniente para o desenvolvimento da turma:
Poema Tirado de uma Notícia de Jornal
( Manuel Bandeira)
João Gostoso era carregador de feira livre
e morava no morro da Babilônia num barracão sem número.
Uma noite ele chegou no bar Vinte de Novembro.
Bebeu
Cantou
Dançou
Depois se atirou na lagoa Rodrigo de Freitas e morreu afogado.
a) Por que o título desse poema é "Poema retirado de uma notícia de jornal"?
Professor, os alunos deverão reconhecer, que o conteúdo desse poema faz alusão a uma Notícia de Jornal
por apresentar um fato típico de um conteúdo jornalístico.(notificação de um suicídio).
b) Por que se pode dizer que esse texto é um poema?
Professor, se trata de um poema devido a sua estrutura em forma de estrofes e versos.
POEMA DO JORNAL
Carlos Drummondde Andrade
O fato ainda não acabou de acontecer
e já a mão nervosa do repórter
o transforma em notícia.
O marido está matando a mulher.
A mulher ensanguentada grita.
Ladrões arrombam o cofre.
A polícia dissolve o meeting.
A pena escreve.
c) Transforme o poema acima em uma estrutura de notícia, aproveitando todos os elementos citados. Não se
esqueça de sempre responder as perguntas básicas ao escrever a sua notícia:
• Que fato aconteceu?
• Quem são as pessoas envolvidas?
• Quando aconteceu?
• Onde aconteceu?
XI Momento:Relacionandotextos
Entregue a atividade aosalunos.Elesdeverãolerotrechoda crônica,observara imageme a partirdas questões
propostaselaborarumanotícia com todosos seuselementos:
XII Momento:Produçãofinal de notícia.
1) Peça aos alunos que, em duplas, discutam sobre fatos ocorridos na escola, no bairro ou na cidade, que
causaram repercussão e, em seguida, escrevam uma notícia com um destes fatos. Terminada a atividade, cada
grupo lê a sua notícia e elege aquela que poderá ser exposta no mural da escola.
Se necessário, oriente-os a seguir o esquema da estrutura do gênero notícia: o quê (fato); onde, quando
aconteceu; pessoas envolvidas; como e por que aconteceu.
É interessante também levá-los ao laboratório de informática para mostrá-los que as notícias veiculadas na
internet são publicadas em tempo real. Geralmente muitas notícias publicadas no período da manhã, nos jornais
online, não são encontradas no período da tarde, sendo substituídas por outras, acontecidas no decorrer do dia.
Nesta mesma atividade, é importante mostrar e explicar aos alunos o que é um jornal online e o espaço existente
para comentários do leitor, ou seja, é um jornal interativo.
2) Escolha dentro dos conteúdos propostos para as demais disciplinas, um tema interessante para os alunos.
Peça que pesquisem sobre ele e a partir dessa pesquisa escrevam uma reportagem.
Professor, novamente, faça a diferenciação, de forma oral, entre o gênero notícia e reportagem para que o
aluno tenha uma boa base textual para escrever:
Sugestões de temas para a pesquisa:
• Importância da construção de Brasília para a nossa região. (História)
• A desertificação nas regiões norte e sul. (Geografia)
• Será que existe o sexto sentido? (Ciências)
ANEXOS FINAIS
Notícias 5º ano
Notícias 5º ano
Notícias 5º ano

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano matemática
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano   matemáticaAtividade avaliativa 3 bimestre 4º ano   matemática
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano matemática
André Moraes
 
Gênero textual - anúncio
Gênero textual - anúncio Gênero textual - anúncio
Gênero textual - anúncio
Mary Alvarenga
 
Simetria
SimetriaSimetria
Simetria
Mary Alvarenga
 
Texto e Interpretação - Dia Internacional da Mulher
Texto  e Interpretação - Dia Internacional da MulherTexto  e Interpretação - Dia Internacional da Mulher
Texto e Interpretação - Dia Internacional da Mulher
Mary Alvarenga
 
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Mary Alvarenga
 
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano matemática pdf
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano   matemática pdfAtividade avaliativa 3 bimestre 4º ano   matemática pdf
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano matemática pdf
André Moraes
 
Teste de ciências 3ª Unidade Helena Andrade 2º ano 2014
Teste de ciências  3ª Unidade   Helena  Andrade 2º ano 2014Teste de ciências  3ª Unidade   Helena  Andrade 2º ano 2014
Teste de ciências 3ª Unidade Helena Andrade 2º ano 2014
Angela Maria
 
Discurso direto e indireto
Discurso direto e indiretoDiscurso direto e indireto
Discurso direto e indireto
Neeilman Cassimiro
 
Apostila gêneros textuais 4º ano
Apostila gêneros textuais  4º anoApostila gêneros textuais  4º ano
Apostila gêneros textuais 4º ano
Roseanne Funchal Olivieira
 
Interpretação de tabelas e gráficos
Interpretação de tabelas e gráficos Interpretação de tabelas e gráficos
Interpretação de tabelas e gráficos
Mary Alvarenga
 
Avaliação de Ciência Helena Andrade
Avaliação de Ciência Helena AndradeAvaliação de Ciência Helena Andrade
Avaliação de Ciência Helena Andrade
Angela Maria
 
Conto de suspense e atividade.
Conto  de suspense e  atividade.Conto  de suspense e  atividade.
Conto de suspense e atividade.
Mary Alvarenga
 
Gênero textual: Cardápio e bula de remédio
Gênero textual: Cardápio e bula de remédio Gênero textual: Cardápio e bula de remédio
Gênero textual: Cardápio e bula de remédio
Mary Alvarenga
 
Geografia 2013 3ºe 4º bim (4º ano)
Geografia 2013   3ºe 4º bim (4º ano)Geografia 2013   3ºe 4º bim (4º ano)
Geografia 2013 3ºe 4º bim (4º ano)
smece4e5
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTREAVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Avaliação de Português 3º ano 1º bim
Avaliação de Português 3º ano 1º bim Avaliação de Português 3º ano 1º bim
Avaliação de Português 3º ano 1º bim
Kelry Carvalho
 
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Caça palavras - Bullying
Caça palavras - BullyingCaça palavras - Bullying
Caça palavras - Bullying
Mary Alvarenga
 
21 de abril - Dia de Tiradentes - Texto e atividade
21 de abril - Dia de Tiradentes - Texto e atividade21 de abril - Dia de Tiradentes - Texto e atividade
21 de abril - Dia de Tiradentes - Texto e atividade
Mary Alvarenga
 
Simulado de Matemática 5º ano
Simulado de Matemática 5º anoSimulado de Matemática 5º ano
Simulado de Matemática 5º ano
Mary Alvarenga
 

Mais procurados (20)

Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano matemática
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano   matemáticaAtividade avaliativa 3 bimestre 4º ano   matemática
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano matemática
 
Gênero textual - anúncio
Gênero textual - anúncio Gênero textual - anúncio
Gênero textual - anúncio
 
Simetria
SimetriaSimetria
Simetria
 
Texto e Interpretação - Dia Internacional da Mulher
Texto  e Interpretação - Dia Internacional da MulherTexto  e Interpretação - Dia Internacional da Mulher
Texto e Interpretação - Dia Internacional da Mulher
 
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
 
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano matemática pdf
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano   matemática pdfAtividade avaliativa 3 bimestre 4º ano   matemática pdf
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano matemática pdf
 
Teste de ciências 3ª Unidade Helena Andrade 2º ano 2014
Teste de ciências  3ª Unidade   Helena  Andrade 2º ano 2014Teste de ciências  3ª Unidade   Helena  Andrade 2º ano 2014
Teste de ciências 3ª Unidade Helena Andrade 2º ano 2014
 
Discurso direto e indireto
Discurso direto e indiretoDiscurso direto e indireto
Discurso direto e indireto
 
Apostila gêneros textuais 4º ano
Apostila gêneros textuais  4º anoApostila gêneros textuais  4º ano
Apostila gêneros textuais 4º ano
 
Interpretação de tabelas e gráficos
Interpretação de tabelas e gráficos Interpretação de tabelas e gráficos
Interpretação de tabelas e gráficos
 
Avaliação de Ciência Helena Andrade
Avaliação de Ciência Helena AndradeAvaliação de Ciência Helena Andrade
Avaliação de Ciência Helena Andrade
 
Conto de suspense e atividade.
Conto  de suspense e  atividade.Conto  de suspense e  atividade.
Conto de suspense e atividade.
 
Gênero textual: Cardápio e bula de remédio
Gênero textual: Cardápio e bula de remédio Gênero textual: Cardápio e bula de remédio
Gênero textual: Cardápio e bula de remédio
 
Geografia 2013 3ºe 4º bim (4º ano)
Geografia 2013   3ºe 4º bim (4º ano)Geografia 2013   3ºe 4º bim (4º ano)
Geografia 2013 3ºe 4º bim (4º ano)
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTREAVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
 
Avaliação de Português 3º ano 1º bim
Avaliação de Português 3º ano 1º bim Avaliação de Português 3º ano 1º bim
Avaliação de Português 3º ano 1º bim
 
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...
 
Caça palavras - Bullying
Caça palavras - BullyingCaça palavras - Bullying
Caça palavras - Bullying
 
21 de abril - Dia de Tiradentes - Texto e atividade
21 de abril - Dia de Tiradentes - Texto e atividade21 de abril - Dia de Tiradentes - Texto e atividade
21 de abril - Dia de Tiradentes - Texto e atividade
 
Simulado de Matemática 5º ano
Simulado de Matemática 5º anoSimulado de Matemática 5º ano
Simulado de Matemática 5º ano
 

Destaque

Ateliê de textos 2- Trabalho Realizado na turma do 5º ano único da Escola Es...
Ateliê de textos  2- Trabalho Realizado na turma do 5º ano único da Escola Es...Ateliê de textos  2- Trabalho Realizado na turma do 5º ano único da Escola Es...
Ateliê de textos 2- Trabalho Realizado na turma do 5º ano único da Escola Es...
Selma123456
 
A conjunção
A conjunçãoA conjunção
A conjunção
gifamiliar
 
Ficha de trabalho as conjunções
Ficha de trabalho   as conjunçõesFicha de trabalho   as conjunções
Ficha de trabalho as conjunções
Teresa Rocha
 
Notícias 5º ano
Notícias 5º anoNotícias 5º ano
Determinantes e pronomes (5.º ano)
Determinantes e pronomes (5.º ano)Determinantes e pronomes (5.º ano)
Determinantes e pronomes (5.º ano)
suzanamar
 
Avaliacao de-ciencias-fontes-de-energia-4º-ano
Avaliacao de-ciencias-fontes-de-energia-4º-anoAvaliacao de-ciencias-fontes-de-energia-4º-ano
Avaliacao de-ciencias-fontes-de-energia-4º-ano
Leny Amancio
 

Destaque (6)

Ateliê de textos 2- Trabalho Realizado na turma do 5º ano único da Escola Es...
Ateliê de textos  2- Trabalho Realizado na turma do 5º ano único da Escola Es...Ateliê de textos  2- Trabalho Realizado na turma do 5º ano único da Escola Es...
Ateliê de textos 2- Trabalho Realizado na turma do 5º ano único da Escola Es...
 
A conjunção
A conjunçãoA conjunção
A conjunção
 
Ficha de trabalho as conjunções
Ficha de trabalho   as conjunçõesFicha de trabalho   as conjunções
Ficha de trabalho as conjunções
 
Notícias 5º ano
Notícias 5º anoNotícias 5º ano
Notícias 5º ano
 
Determinantes e pronomes (5.º ano)
Determinantes e pronomes (5.º ano)Determinantes e pronomes (5.º ano)
Determinantes e pronomes (5.º ano)
 
Avaliacao de-ciencias-fontes-de-energia-4º-ano
Avaliacao de-ciencias-fontes-de-energia-4º-anoAvaliacao de-ciencias-fontes-de-energia-4º-ano
Avaliacao de-ciencias-fontes-de-energia-4º-ano
 

Semelhante a Notícias 5º ano

Atividade2
Atividade2Atividade2
Atividade2
SergioMarcos
 
Atividade2
Atividade2Atividade2
Atividade2
SergioMarcos
 
Atividade2
Atividade2Atividade2
Atividade2
SergioMarcos
 
Atividade2
Atividade2Atividade2
Atividade2
SergioMarcos
 
Atividade2
Atividade2Atividade2
Atividade2
SergioMarcos
 
Acerta_Brasil_2020_EF2_8ano_Portugues_PRof.pdf
Acerta_Brasil_2020_EF2_8ano_Portugues_PRof.pdfAcerta_Brasil_2020_EF2_8ano_Portugues_PRof.pdf
Acerta_Brasil_2020_EF2_8ano_Portugues_PRof.pdf
silvana938032
 
Projeto jornal 2012 vesp
Projeto jornal 2012 vespProjeto jornal 2012 vesp
Projeto jornal 2012 vesp
NilvaRodrigues
 
AS 6ano-1-103.pdf
AS 6ano-1-103.pdfAS 6ano-1-103.pdf
AS 6ano-1-103.pdf
MRCIASILVACRUZ
 
2º Atual Encontro Puxirum de saberes (1).pptx
2º  Atual Encontro Puxirum de saberes  (1).pptx2º  Atual Encontro Puxirum de saberes  (1).pptx
2º Atual Encontro Puxirum de saberes (1).pptx
Mariah Silva
 
Minha escola e noticia
Minha escola e noticiaMinha escola e noticia
Minha escola e noticia
Izilda Borges
 
CARTA DO LEITOR ATIVIDADES.pdf
CARTA  DO  LEITOR   ATIVIDADES.pdfCARTA  DO  LEITOR   ATIVIDADES.pdf
CARTA DO LEITOR ATIVIDADES.pdf
Aline Santos
 
CARTA DO LEITOR ATIVIDADES.pdf
CARTA  DO  LEITOR   ATIVIDADES.pdfCARTA  DO  LEITOR   ATIVIDADES.pdf
CARTA DO LEITOR ATIVIDADES.pdf
Aline Santos
 
O jornal jacqueline
O jornal jacquelineO jornal jacqueline
O jornal jacqueline
robertaoliva
 
O jornal jacqueline
O jornal jacquelineO jornal jacqueline
O jornal jacqueline
jacquelinesechler
 
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
Nivea Neves
 
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
Nivea Neves
 
Gênero textual Entrevista - 6º ano
Gênero textual Entrevista - 6º anoGênero textual Entrevista - 6º ano
Gênero textual Entrevista - 6º ano
Clarice Lima
 
Atitude Expresso n°39
Atitude Expresso n°39Atitude Expresso n°39
Atitude Expresso n°39
Aci Unifoa
 
Caderno de materias
Caderno de materiasCaderno de materias
Caderno de materias
Nivea Neves
 
2 bimestre bloco 1 - 7° ano
2 bimestre   bloco 1 -  7° ano2 bimestre   bloco 1 -  7° ano
2 bimestre bloco 1 - 7° ano
Nivea Neves
 

Semelhante a Notícias 5º ano (20)

Atividade2
Atividade2Atividade2
Atividade2
 
Atividade2
Atividade2Atividade2
Atividade2
 
Atividade2
Atividade2Atividade2
Atividade2
 
Atividade2
Atividade2Atividade2
Atividade2
 
Atividade2
Atividade2Atividade2
Atividade2
 
Acerta_Brasil_2020_EF2_8ano_Portugues_PRof.pdf
Acerta_Brasil_2020_EF2_8ano_Portugues_PRof.pdfAcerta_Brasil_2020_EF2_8ano_Portugues_PRof.pdf
Acerta_Brasil_2020_EF2_8ano_Portugues_PRof.pdf
 
Projeto jornal 2012 vesp
Projeto jornal 2012 vespProjeto jornal 2012 vesp
Projeto jornal 2012 vesp
 
AS 6ano-1-103.pdf
AS 6ano-1-103.pdfAS 6ano-1-103.pdf
AS 6ano-1-103.pdf
 
2º Atual Encontro Puxirum de saberes (1).pptx
2º  Atual Encontro Puxirum de saberes  (1).pptx2º  Atual Encontro Puxirum de saberes  (1).pptx
2º Atual Encontro Puxirum de saberes (1).pptx
 
Minha escola e noticia
Minha escola e noticiaMinha escola e noticia
Minha escola e noticia
 
CARTA DO LEITOR ATIVIDADES.pdf
CARTA  DO  LEITOR   ATIVIDADES.pdfCARTA  DO  LEITOR   ATIVIDADES.pdf
CARTA DO LEITOR ATIVIDADES.pdf
 
CARTA DO LEITOR ATIVIDADES.pdf
CARTA  DO  LEITOR   ATIVIDADES.pdfCARTA  DO  LEITOR   ATIVIDADES.pdf
CARTA DO LEITOR ATIVIDADES.pdf
 
O jornal jacqueline
O jornal jacquelineO jornal jacqueline
O jornal jacqueline
 
O jornal jacqueline
O jornal jacquelineO jornal jacqueline
O jornal jacqueline
 
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
 
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf1 BIMESTRE - BLOCO 2 -  19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
1 BIMESTRE - BLOCO 2 - 19-04 a 07-05 7° ANO B.pdf
 
Gênero textual Entrevista - 6º ano
Gênero textual Entrevista - 6º anoGênero textual Entrevista - 6º ano
Gênero textual Entrevista - 6º ano
 
Atitude Expresso n°39
Atitude Expresso n°39Atitude Expresso n°39
Atitude Expresso n°39
 
Caderno de materias
Caderno de materiasCaderno de materias
Caderno de materias
 
2 bimestre bloco 1 - 7° ano
2 bimestre   bloco 1 -  7° ano2 bimestre   bloco 1 -  7° ano
2 bimestre bloco 1 - 7° ano
 

Mais de Valdinei Junio

Molicutes milho
Molicutes milhoMolicutes milho
Molicutes milho
Valdinei Junio
 
T shirt template_update_by_jovdaripper
T shirt template_update_by_jovdaripperT shirt template_update_by_jovdaripper
T shirt template_update_by_jovdaripper
Valdinei Junio
 
Brinquedos e brincadeiras
Brinquedos e brincadeirasBrinquedos e brincadeiras
Brinquedos e brincadeiras
Valdinei Junio
 
Escola municipal prof
Escola municipal profEscola municipal prof
Escola municipal prof
Valdinei Junio
 
Teatro do transito
Teatro  do transitoTeatro  do transito
Teatro do transito
Valdinei Junio
 
E scola já
E scola jáE scola já
E scola já
Valdinei Junio
 
3 patricia guarnieri
3 patricia guarnieri3 patricia guarnieri
3 patricia guarnieri
Valdinei Junio
 
Musicas e viideos
Musicas e viideos Musicas e viideos
Musicas e viideos
Valdinei Junio
 
Mundo surreal
Mundo surrealMundo surreal
Mundo surreal
Valdinei Junio
 

Mais de Valdinei Junio (9)

Molicutes milho
Molicutes milhoMolicutes milho
Molicutes milho
 
T shirt template_update_by_jovdaripper
T shirt template_update_by_jovdaripperT shirt template_update_by_jovdaripper
T shirt template_update_by_jovdaripper
 
Brinquedos e brincadeiras
Brinquedos e brincadeirasBrinquedos e brincadeiras
Brinquedos e brincadeiras
 
Escola municipal prof
Escola municipal profEscola municipal prof
Escola municipal prof
 
Teatro do transito
Teatro  do transitoTeatro  do transito
Teatro do transito
 
E scola já
E scola jáE scola já
E scola já
 
3 patricia guarnieri
3 patricia guarnieri3 patricia guarnieri
3 patricia guarnieri
 
Musicas e viideos
Musicas e viideos Musicas e viideos
Musicas e viideos
 
Mundo surreal
Mundo surrealMundo surreal
Mundo surreal
 

Último

UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 

Notícias 5º ano

  • 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE JATAI SECRETARIA DA EDUCAÇÃO NÚCLEO DE ENSINO FUNDAMENTAL ASSESSORIA PEDAGÓGICA 5º ANO Notícias e Reportagens
  • 2. Além disso, a reportagem pode apresentar imagens e legendas. Professor, explique que as legendas são os textos que aparecem logo abaixo das imagens. É comum também haver trechos de entrevistas com especialistas em reportagens sobre um determinado assunto. A reportagem escrita é dividida em três partes: Assessoria pedagógica do5º ano: Vânia A. Carvalho Jataí,outubro,2016 Professor, pensando nos gêneros textuais a serem contemplados nesse bimestre, elaboramos uma sequência de atividades para auxiliar no seu trabalho baseada em dois desses gêneros; notícia e reportagem: Ao fim da realização dessas atividades, o aluno deverá ser capaz de:  Reconhecer os gêneros textuais notícia e reportagem através da leitura de uma.  Identificar as características dos gêneros textuais notícia e reportagem.  Ler e interpretar uma notícia/reportagem reconhecendo suas especificidades.  Produzir uma notícia/reportagem a partir de modelos analisados.  Serem capazes de identificar os elementos estruturais do gênero notícia e da reportagem, sua função comunicativa e seu contexto de uso.  Transformar um gênero textual em outro, reconhecendo as especificidades de cada um. I Momento: Comece a aula conversando com os alunos a respeito de jornais. Pergunte se eles conhecem o título de algum jornal e se na casa deles há o hábito de comprar, ver ou assistir jornais. Pergunte também se eles acham que os jornais são feitos para adultos ou crianças. É provável que os alunos respondam que o jornal é para adultos. Explique, então, que em vários jornais há um Caderno Infantil, no qual são discutidas questões voltadas para as crianças. Comente com os alunos a respeito dos suplementos e, se possível, leve um deles para que as crianças possam manipular. Mostre também para os alunos que, além de reportagens impressas em jornais e revistas, as reportagens podem ser exibidas na televisão, no rádio ou pela internet. Questione os alunos sobre os tipos de texto que podem aparecer em um jornal, assim fará um levantamento dos conhecimentos prévios deles sobre os gêneros a serem estudados. Peça como tarefa para casa que os alunos assistam a um jornal e anotem a notícia para trazer, não se esquecendo de anotar a manchete e o nome do jornal. Outra alternativa é o aluno trazer uma notícia escrita. Peça aos alunos para fazerem a exposição das notícias trazidas e já comece a explorar suas características. II Momento: Apresente a seguinte definição de reportagem e notícia para os alunos: A reportagem é um gênero de texto jornalístico que transmite uma informação por meio da televisão, rádio, revista. O objetivo da reportagem é levar os fatos ao leitor ou telespectador de maneira abrangente [...] Na reportagem, o repórter vai a fundo no tema, faz investigações, tece comentários, levanta questões, discute e
  • 3. argumenta. Atualmente, com o desenvolvimento da tecnologia, os repórteres têm mais recursos visuais e gráficos disponíveis, o que chama atenção para a notícia. Certifique-se de que os alunos entenderam o que é a reportagem. Explique que esse gênero é diferente da notícia porque a reportagem é mais aprofundada e, normalmente, mais longa. Enquanto a notícia só relata o fato; na reportagem, tenta-se compreender as causas do fato. Para isso, o repórter usa recursos diversificados. Notícia é qualquer tipo de informação que apresenta um acontecimento novo e recente ou que divulga uma novidade sobre uma situação já existente. Em Jornalismo, uma notícia se caracteriza por um texto informativo de interesse público, que narra algum fato recente ocorrido no país ou no mundo, e cujo conteúdo é constituído por um tema político, econômico, social, cultural, etc. As notícias são veiculadas ao público através da televisão, jornais, revistas e outros meios. Observação: ao trabalharmos com o gênero reportagem não podemos ter a pretensãode que os alunos imitem as reportagens publicadas por jornais e revistas que dispõem de espaço à vontade e contam com especialistas. Essa limitação não impede, porém, de respeitar o espírito do gênero, que é ir além dos fatos aparentes da notícia. III Momento: Se possível, leve um jornal impresso para a sala de aula para mostrar aos alunos os diferentes cadernos que o compõem, as partes de um jornal, assim como a predominância de uma variedade de gêneros textuais. Caso disponha de um jornal, é importante chamar a atenção para as partes desse impresso. Você ainda poderá mostrar essas partes com o uso do data show: Para o seu conhecimento, professor:
  • 5. IV Momento: Agora, após apresentar as partes de um jornal aos alunos e levantar os conhecimentos que eles já possuem sobre esses dois gêneros, é hora de começar a explorar esses tipos de textos. Exponha a imagem a seguir, seja no Datashow ou de forma impressa e passe a questionar com os alunos: 1º) A foto remete a que fato? 2º) Vocês saberiam identificar as pessoas da foto? 3º) O que o homem de camisa amarela está fazendo? Qual é o significado do cartão vermelho no futebol? O que mais ele usa? Que outros cartões ou instrumentos os juízes e bandeirinhas usam em uma partida de futebol? 4º) Quem seria o homem de camisa azul? O que ele estaria falando para o homem de camisa amarela? 5º) E quem seria o jogador de camisa branca? 6º) Qual poderia ser o título(manchete) da notícia desta foto?
  • 6. Professor, as questões não precisam ser respondidas corretamente, é apenas um levantamento dos dados da notícia para facilitar a futura produção textual. V Momento: Após o momento anterior, exiba a manchete a seguir, prosseguindo com o exercício oral: JOGADOR CHORA AO SER EXPULSO DE JOGO 1º) Este título é dado à notícia da foto. Qual seria o motivo da expulsão do jogador? 2º) Vocês sabem que nome é dado ao título de uma notícia? 3º) Por que o título de uma notícia é escrito com letras grandes? 4º) Esta manchete chama a atenção do leitor para ler a notícia? 5º) Que tempo verbal é usado na manchete e por que foi usado este tempo? VI Momento: Leitura oral da notícia. Professor, após este exercício de leitura oral, que é muito interessante para aguçar a curiosidade dos alunos para lerem a notícia, entregue a cópia da notícia para uma leitura silenciosa e posterior discussão com o grupo. JOGADOR CHORA AO SER EXPULSO CONTRA ALEMANHA Expulso aos 11min do segundo tempo no duelo contra a Alemanha, quando sua seleção já perdia por 2 a 0, o australiano Tim Cahill foi às lágrimas enquanto deixava o gramado. Além de discordar da decisão do árbitro mexicano Marco Rodrigues, o meia teme que o "sonho de sua vida" chegue ao fim antes da hora. "Essa Copa do Mundo é o sonho da minha vida e alguém o levou para longe de mim com uma decisão. Não tenho palavras para descrever como estou chateado. É um dos momentos mais tristes da minha carreira", disse o camisa 10. O alemão Schweinsteiger, vítima da falta que originou o cartão vermelho, saiu em defesa do rival e afirmou que o árbitro poderia ter sido menos rigoroso, fato que aumentou a irritação de Cahill. "Schweinsteiger saiu em minha defesa, disse que não era lance para cartão vermelho. Tirem suas conclusões", reclamou o atleta, que está suspenso da partida contra Gana, no próximo sábado, às 11h, e deve ser substituído por Kewell. "Eu treinei muito para estar aqui, me mantive em forma e agora não poderei jogar. Já passei por muitas coisas difíceis no futebol, mas nada tão doloroso", declarou o jogador, que completou: "Estou 100% comprometido com a causa de nossa seleção. Vou treinar e mostrar o meu valor para o último jogo". Após a leitura, para que os alunos aprendam os elementos estruturais que compõem o gênero notícia, faça, oralmente, as seguintes perguntas com base no texto: 1º) Que fato aconteceu? 2º) Quem são as pessoas envolvidas? 3º) Quando aconteceu? 4º) Onde aconteceu? 5º) Como aconteceu o fato? 6º) Por que aconteceu? (causas do fato) 7º) Há depoimentos na notícia? De quem são? E por que foram usadas as aspas nestes depoimentos? Qual a importância desses depoimentos para a notícia?
  • 7. PARA CALCULAR: 8º) Um jogo em seu tempo normal tem duração de 90 minutos. Esse tempo equivale a quantas horas e quantos minutos? 9º) Caso haja prorrogação em um jogo, é acrescentado 15 minutos em cada um dos dois tempos. Ao final total do jogo, quantas horas e quantos minutos dará o tempo de jogo? VII Momento: Explorando um modelo de notícia. Realização de uma produção coletiva. Entregue os dados abaixo para os alunos e eles ditarão a notícia para o professor, que na lousa, será o escriba da turma. a) O que aconteceu? Um caminhão tombou. b) Com quem aconteceu? Com espécies raras de pássaros em extinção. c) Quando? Na última sexta-feira, às 16 horas. d) Onde? Na Avenida das Rosas, próximo ao Supermercado Preço Baixo, no estado de Mato Grosso do Sul. e) Como? Desgovernou na curva. f) Por quê? Estava em alta velocidade, fugindo da fiscalização municipal. Resposta para o professor: ESPÉCIES RARAS DE PÁSSAROS EM EXTINÇÃO SÃO APREENDIDAS Na última sexta-feira, às 16 horas, um caminhão vindo do estado do Mato Grosso do Sul tombou na Avenida das Rosas, próximo ao Supermercado Preço Baixo. Segundo as autoridades responsáveis pela fiscalização do tráfico de animais, o caminhão estava em alta velocidade e o motorista perdeu o controle do veículo ao fazer a curva ao final da avenida. No caminhão, foram encontradas espécies raras de pássaros que seriam levadas para serem vendidas na capital do estado. Os pássaros foram entregues ao IBAMA e o motorista foi preso. VIII Momento: Após os alunos terem feito a produção coletiva da notícia, eles serão capazes de produzirem individualmente, porém, a partir de dados fornecidos. Entregue os dados abaixo para os alunos para que produzam a partir deles: Sugestão I a) O que aconteceu? Invasão numa escola rural. b) Com quem aconteceu? Com macacos assustados. c) Quando? Durante as aulas, no período da tarde, na quarta-feira. d) Onde? Na Escola rural Jardim das Flores. e) Como? Entraram pelas janelas. f) Por quê? Colocaram fogo na mata perto da escola. Sugestão II a) O que aconteceu? Tartaruga marinha fica presa em redes de pesca. b) Com quem aconteceu? Com uma tartaruga marinha. c) Quando? No domingo, à noite. d) Onde? Na Praia do Pescado. e) Como? Durante a pesca ilegal.
  • 8. f) Por quê? Porque pescadores estavam pescando no lugar proibido. IX Momento: Interpretando notícias e reportagens Entregar aos alunos uma folha contendo a seguinte notícia. Macaquinho em extinção vira xodó de crianças no zoo do Rio Com seu bichinho de pelúcia, macaco Miguelito é o mais novo morador do zoo do Rio. A mãe de Miguelito não soube cuidar do filhote, que foi levado ao berçário do zoológico . O Jardim Zoológico do Rio ganhou um novo morador. Seu nome é Miguelito, um macaco de peito amarelo, que nasceu no final do mês passado. O animal, que só é encontrado no sul da Bahia, está em extinção, segundo o zoo. O macaquinho teve de ser levado para o berçário do zoológico, porque sua mãe não soube cuidar do filhote. Com 140 g de peso, Miguelito é alimentado com leite e um suplemento para bebês. Segundo o zoo, o animal se aquece com um bichinho de pelúcia. Ele virou um xodó principalmente das crianças. Os biólogos levantam Miguelito algumas vezes para que o público, do outro lado do vidro do berçário, veja o macaquinho. ( Site: http://www.zoologico.sp.gov.br/ agosto/2015) a) O texto que você leu é uma notícia ou uma reportagem? Sobre o que ela está tratando? b) Uma notícia relata: acontecimentos verdadeiros, que realmente ocorreram, ou acontecimentos criados pela imaginação do autor? c) De que veículo de comunicação foi extraída essa notícia? d) Qual é a data de publicação dessa notícia? e) Por que o macaquinho foi levado para o berçário do zoológico? f) Qual é o peso de Miguelito? O que esse peso indica em relação ao tamanho do animal? g) O macaquinho pesa mais ou menos que um quilo? Qual a operação matemática você fez para descobrir isso? h) Releia o título da notícia: * O que quer dizer xodó? Caso você tenha dúvida, consulte o dicionário.
  • 9. * Por que você acha que essa palavra aparece no título da história? * Por que o macaquinho teria se tornado o xodó das crianças? i) Na sua opinião, por que esse fato tornou-se notícia? Bigodudos! Saiba que os bigodes são muitos úteis para os gatos e até revelam o humor desses animais. Na história do Gato de Botas, o bichano convence seu amo a lhe comprar um calçado e um saco com a promessa de ajudá-lo. Mas, na vida real, os gatos precisam mesmo é da ajuda dos bigodes para fazer uma porção de coisas! Quem me contou isso foi a bióloga Débora Boccacino. Os pelos que formam os bigodes dos gatos, acredite, são de um tipo especial e se chamam vibrissas. Mas, se você reparar, verá que pelos assim não estão apenas sobre os lábios desses felinos. Também estão presentes sobre os olhos, no queixo e na ponta das orelhas dos bichanos. Observe só! Na raiz de cada vibrissa, existem células sensoriais que enviam informações do ambiente para o cérebro. E é por isso que esses pelos são tão úteis aos felinos. Essas células são bastante sensíveis e ajudam os gatos a se orientar, pois captam mínimas vibrações do ar. É por isso que mesmo com os olhos fechados os bichanos sentem a nossa presença! Por serem um pouco mais largos que o corpo, as vibrissas dos gatos avisam se o bichano vai caber ou não em algum espaço, se o bigode dele não esbarrar em nada ele sabe que pode passar sem problemas! A largura dos bigodes dos gatos também os auxilia bastante. Afinal, eles são mais largos do que o corpo do animal. “Com isso, o felino consegue medir os locais por onde quer passar, como se fosse uma régua natural”. Apesar de os bigodes serem tão úteis, existe uma raça de gato chamada Sphynx que pode nascer sem bigodes. Isso porque esses felinos praticamente não têm pelos no corpo: eles são tão curtinhos que mal dá para notar. Não ter bigodes não afeta muito a vida desses bichanos, criados para ficar dentro de casa. Mas fique sabendo que, na vida selvagem, os bigodes são essenciais. Não apenas para os gatos, mas para os felinos em geral! Ah! E você sabia que os bigodes também revelam o humor dos gatos? “Quando estão mais baixos e para a frente, eles demonstram relaxamento”, conta Débora. “Já se estiverem mais eriçados e próximos ao rosto, representam uma postura defensiva ou agressiva”. Bom saber! Agora toda vez que eu encontrar um bichano com o bigode abaixado, vou aproveitar para fazer carinho! Disponível em: http://chc.cienciahoje.uol.com.br/blogue-do-rex/2010/dezembro/bigodudos-2/ Pergunte,oralmente, paraosalunosse o textoacima é uma reportagemounotícia. Professor, observe que se trata de uma reportagem porque não se limita a apresentar os fatos respondendo as perguntas básicas: O quê? Onde? Como? Por quê? Quando? Com quem? Mas desenvolve o tema, tece comentários, coloca opinião de especialistas... o texto não narra um fato, mas explica um acontecimento.
  • 10. Explore,então,oentendimentodareportagem.Issopode serfeitocombase nasseguintesperguntas:  Qual o tema da reportagemlida?  Comose chamamos pelosque estãopresentesnonarizdogato?Elesestãopresentesemoutraspartes? Quais?  Comoas vibrissasajudamosfelinosaperceberem oque acontece nolugarem que elesestão?  Comoum gato pode sentira presençade alguémmesmode olhosfechados?  Por que as vibrissassãocomo“réguasnaturais”?  Em uma raça de gatos,as vibrissaspodemestarausentes.Porque issoacontece?Issoafetaa vidadesses gatos?Por quê?  Por que o repórterdizque “toda vezque euencontrarum bichanocom o bigode abaixado,vouaproveitar para fazercarinho!”?  Qual o olhoda reportagemacima?  O que explicamelhoroconteúdodareportagem:otítuloou o olho? Porquê?  Que imagemestápresente notexto?Que relaçãoháentre elae o textolido?  Há um trechode uma entrevistanareportagemlida.Quemé aespecialistaentrevistada?Copieaqui o trechoda entrevista.  Que sinal gráficoé utilizadoparademarcarque a falada entrevistadaestásendodescrita?  Crie uma legendaparaa fotoda reportagem: X Momento:Transformandoumgêneroemoutro Professor,para queo aluno possa transformarumgênero textualemoutro é necessário queele dominemuito bem as características textuais de cada gênero. Assim, seria bom retomar os gêneros para os quais as notícias serão transformadasou vice-versa. A produção do primeiro texto é bomque seja feita de forma coletiva, tendo o professor como escriba. Muitas vezes, o professor dasséries mais avançadas, acredita ser desnecessário a escrita coletiva com osalunos;ledo engano,essetrabalho éde extrema importância para o desenvolvimento da produção escrita,afinal,o professor é seu modelo mais próximo de escrita. Vamos começar pelas fábulas: 1) Entregue aosalunosafábulaoriginalA cigarrae aformiga.A partirdaleituradafábula,oprofessor,comoescriba, na lousa, irá instigando os alunos a ditarem a fábula para ele escrever: • Alguns modelos de notícia a partir da fábula e contos Formiga mata cigarra a cadeiradas No último dia 08, na cidade de Lages, serra catarinense, uma cigarra foi brutalmente assassinada a cadeiradas. O crime foi cometido por uma formiga por motivo até agora desconhecido. A cigarra era moradora de rua e ganhava a vida cantando na praça da cidade, vivendo de doações das pessoas. Contudo,devidorigorosoinverno serrano,omovimentonapraçapara veras apresentaçõesdacigarra reduziu.Dessa forma, por estar com frio e fome, a cigarra implorou abrigo e comida na porta da formiga. Desconfia-se que elas já tinham um desafeto anterior e que a formiga tinha inveja da cigarra cantar tão bem. As duas discutiram e a formiga, nervosa, matou a cigarra a cadeiradas, deixando seu corpo congelar lá fora.
  • 11. Os vizinhos esquilos escutaram os gritos e a discussão e denunciaram o crime à polícia. Rapidamente, os policiais chegarama prenderaformigaemflagrante.Elapor sua vez,negouaautoria docrime e disse que sófará declarações na presença de sua advogada, a Senhora Raposa. De acordo com as circunstâncias, pode se dizer que a formiga já planejava matar a cigarra há muito tempo. Se condenada,aacusada poderáreceberpenade até 30 anos de prisão em regime fechado por homicídio qualificado. • Agora osalunosserão capazesde escreverumanotíciaa partir de um conto muitoconhecidoporeles, Os três porquinhos,ouqualqueroutrocontode livre escolhadeles. APOIO PARA O PROFESSOR: Lobo tenta atacar porquinho e se dá mal. Nesta quarta-feira, na Cidade das Fábulas, a família Porquinho foi surpreendida enquanto preparava o jantar. Um elementoidentificadocomoLoboMau tentouinvadiracasa pelachaminé e acaboucaindoem umapanelacom água escaldante. O elemento foi conduzido ao hospital com queimaduras de 2º grau, mas passa bem. Segundo o irmão mais velho (Primeiro Porquinho) o elemento já vinha 'incomodando" a família há algum tempo: "Sim,ele haviaperseguidomeusdoisirmãomaisnovosque,amedrontados,se acomodaram emminhacasa,onde era maisseguro".Os irmãosmais novosdisseramque oLobo haviacausado inclusive prejuízosmateriais"É verdade,ele soprou, soprou, soprou e simplesmente derruboua minha casa e o pior é que ela era da Caixa, eu nem terminei de pagar..." lamentou o mais novo. A polícia afirmou que vai investigar o caso. ( Jornal Florestal, novembro/2014) RAPUNZEL VAI AO SALÃO DE BELEZA E É PRATICAMENTE ROUBADA Ontem,porvoltadas9 horasda manhã,Rapunzel foi aosalãode belezae pediuparacortar somente umdedinhodo seuenorme cabelão.O cabelereironãoatendeuopedidoe cortou no estilo chanelzinho. Rapunzel ficouindignadae chamoua políciaCCEMT (CabeloCortadoE Mal Tratado).O donodosalão foi preso,poisquerialucrarcomo cabelão, vendendo-o no mercado negro de vendas de cabelo. Rapunzel não deixou barato: como não dava para colocar de novo o cabelo, ela doou-o para Casa que cuida de crianças com leucemiae têm quedade cabelodevidoaos tratamentos. Rapunzel declarou“pelomenospude ajudar alguém, mas como o príncipe irá subir pela torre quando precisar de meus cabelos?” ( Notícias Encantadas, dezembro/2015) PERSONAGENS DE CONTOS INFANTIS NÃO QUEREM SER ESQUECIDOS Ospersonagensdoscontossereuniram,semanapassada,nacasadaChapeuzinhoporque nãoqueremseresquecidos e decidiram fazer uma apresentação no Teatro da Disney no dia 12 de novembro de 2015. Ospersonagensestavamcansadosde seremesquecidospelascriançase,entãoresolveramfazeressaapresentação, aproveitando também para homenagear seus criadores e para provarem que podem ser atualizados.
  • 12. O espetáculofoi maravilhoso,de acordocom os convidados.Aotodo,mais de mil personagensapresentaram-se.O teatro mais esperado era o da Cinderela apresentando sua cantoria na beira do lago. O eventoocorreránovamente nodia21 de novembrode 2015, atendendoapedidode milharesde fãs.Parece que o objetivo de não serem esquecidos pelas crianças foi atingido. ( Notícias do Reino, março/ 2015) 2) Agora vamos retomar o gênero convite para transformá-lo em notícia. Da mesma forma que foi feito com os contos e as fábulas, o professor retomará de forma oral as características desse gênero, escrevendo um modelo na lousa. A partir desse modelo de convite, ainda com o apoio do professor, será redigida a notícia: APOIO PARA O PROFESSOR:
  • 13. 3) O gênero poema também poderá ser transformado em notícia. Apresente a notícia e o poema abaixo para os alunos para aquecimento do tema. Discuta a notícia com eles e deixe que eles exponham sua opinião, se são de acordo ou não em relação ao fato de um delegado escrever um relatório policial em forma de poema: Professor, essa éuma notícia real
  • 14. Plantão Já era quase madrugada Neste querido Riacho Fundo Cidade muito amada Que arranca elogios de todo mundo O plantão estava tranquilo Até que de longe se escuta um zunido E todos passam a esperar A chegada da Polícia Militar Logo surge a viatura Desce um policial fardado Que sem nenhuma frescura Traz preso um sujeito folgado Procura pela Autoridade Narra a ele a sua verdade Que o prendeu sem piedade Pois sem nenhuma autorização Pelas ruas ermas todo tranquilão Estava em uma motocicleta com restrição A Autoridade desconfiada Já iniciou o seu sermão Mostrou ao preso a papelada Que a sua ficha era do cão Ia checar sua situação O preso pediu desculpa Disse que não tinha culpa Pois só estava na garupa Foi checada a situação Ele é mesmo sem noção Estava preso na domiciliar Não conseguiu mais se explicar A motocicleta era roubada A sua boa fé era furada 4) Poema para transformar em notícia: Ismália Alphonsus Guimarães
  • 15. Quando Ismália enlouqueceu, Pôs-se na torre a sonhar... Viu uma lua no céu, Viu uma lua no mar. No sonho em que se perdeu, Banhou-se toda em luar... Queria subir ao céu, Queria descer ao mar... E, no desvario seu, Na torre pôs-se a cantar... Estava perto do céu, Estava longe do mar... E como um anjo pendeu As asas para voar... Queria a lua do céu, Queria a lua do mar... As asas que Deus lhe deu Ruflaram de par em par... Sua alma subiu ao céu, Seu corpo desceu ao mar... APOIO PARA O PROFESSOR: MULHER MORRE AO PULAR DE UMA TORRE Na madrugadade ontem, no mar de Copacabana,foi encontradoo corpo boiando,de uma mulheridentificadacomo IsmáliaSantos,de 25 anos. Segundorelatosdosfamiliares,amulhersofriade problemasmentaise durante umacrise, achou que podiaalcançar a Lua. Subiu até o alto de uma torre, localizada na praia e se jogou vindo a morrer afogada. (Sem fonte) MULHER SE MATA APÓS DELÍRIO
  • 16. Nanoite de ontem,nacidade do Riode Janeiro,aprofessoraIsmáliaMouraRodrigues,de 33anos,morreuafogadana Praia de Copacabana. Segundoinformaçõesde parentes,elasofriade depressãoe estavapassandoportratamentomédico.Acredita-seque foi suicídio. (Sem fonte) 5) Reproduza os poemas abaixo em um cartaz e apresente-os aos alunos, peça que os leiam. Faça os questionamentos em forma oral ou escrita, como achar mais conveniente para o desenvolvimento da turma: Poema Tirado de uma Notícia de Jornal ( Manuel Bandeira) João Gostoso era carregador de feira livre e morava no morro da Babilônia num barracão sem número. Uma noite ele chegou no bar Vinte de Novembro. Bebeu Cantou Dançou Depois se atirou na lagoa Rodrigo de Freitas e morreu afogado. a) Por que o título desse poema é "Poema retirado de uma notícia de jornal"? Professor, os alunos deverão reconhecer, que o conteúdo desse poema faz alusão a uma Notícia de Jornal por apresentar um fato típico de um conteúdo jornalístico.(notificação de um suicídio). b) Por que se pode dizer que esse texto é um poema? Professor, se trata de um poema devido a sua estrutura em forma de estrofes e versos. POEMA DO JORNAL Carlos Drummondde Andrade O fato ainda não acabou de acontecer e já a mão nervosa do repórter o transforma em notícia. O marido está matando a mulher.
  • 17. A mulher ensanguentada grita. Ladrões arrombam o cofre. A polícia dissolve o meeting. A pena escreve. c) Transforme o poema acima em uma estrutura de notícia, aproveitando todos os elementos citados. Não se esqueça de sempre responder as perguntas básicas ao escrever a sua notícia: • Que fato aconteceu? • Quem são as pessoas envolvidas? • Quando aconteceu? • Onde aconteceu? XI Momento:Relacionandotextos Entregue a atividade aosalunos.Elesdeverãolerotrechoda crônica,observara imageme a partirdas questões propostaselaborarumanotícia com todosos seuselementos:
  • 18. XII Momento:Produçãofinal de notícia. 1) Peça aos alunos que, em duplas, discutam sobre fatos ocorridos na escola, no bairro ou na cidade, que causaram repercussão e, em seguida, escrevam uma notícia com um destes fatos. Terminada a atividade, cada grupo lê a sua notícia e elege aquela que poderá ser exposta no mural da escola. Se necessário, oriente-os a seguir o esquema da estrutura do gênero notícia: o quê (fato); onde, quando aconteceu; pessoas envolvidas; como e por que aconteceu. É interessante também levá-los ao laboratório de informática para mostrá-los que as notícias veiculadas na internet são publicadas em tempo real. Geralmente muitas notícias publicadas no período da manhã, nos jornais online, não são encontradas no período da tarde, sendo substituídas por outras, acontecidas no decorrer do dia. Nesta mesma atividade, é importante mostrar e explicar aos alunos o que é um jornal online e o espaço existente para comentários do leitor, ou seja, é um jornal interativo. 2) Escolha dentro dos conteúdos propostos para as demais disciplinas, um tema interessante para os alunos. Peça que pesquisem sobre ele e a partir dessa pesquisa escrevam uma reportagem. Professor, novamente, faça a diferenciação, de forma oral, entre o gênero notícia e reportagem para que o aluno tenha uma boa base textual para escrever: Sugestões de temas para a pesquisa: • Importância da construção de Brasília para a nossa região. (História) • A desertificação nas regiões norte e sul. (Geografia) • Será que existe o sexto sentido? (Ciências) ANEXOS FINAIS