SlideShare uma empresa Scribd logo
 
Definição  - Arte de combinar harmoniosamente vários sons, frequentemente de acordo com regras definidas; arte de atrair, de seduzir. A música é a arte de expressar determinados sentimentos através de sons, produzidos pela voz ou pelos instrumentos musicais.
Os elementos que a compõem são a  harmonia , a  melodia  e o  ritmo , cujas combinações se representam nas notas musicais dos pentagramas. A música fez parte das manifestações culturais de todos os povos ao longo da história, assumindo carácter festivo, religioso e, inclusivamente, fúnebre.
As primeiras manifestações musicais dos homens pré-históricos devem ter sido gritos e imitação de sons da natureza, batidas com objectos e percussão corporal. Mais tarde, surge o desenvolvimento da linguagem falada e do canto e aparecem os primeiros instrumentos musicais feitos de pedra, madeira e ossos, como xilofones, tambores de tronco e flautas. Primórdios da Música
Com o desenvolvimento de ferramentas surgem os cordofones e membranofones fabricados com peles, tendões e outras partes de animais.
O sedentarismo e a evolução das sociedades permitem que uma parte da população seja dispensada da produção de alimentos e dedica-se às actividades musicais, entre outras. Com o decorrer dos tempos surgem sociedades cada vez mais avançadas, recorrendo a tecnologias inovadoras e, como consequência, a música também evolui.
Na antiguidade clássica a música era considerada como uma dádiva de Deus e os músicos, por isso, eram muito respeitados e tinham um estatuto privilegiado. A Grécia pode ser considerada como o berço da música clássica. A palavra música tem origem na Grécia e significava “a arte das musas”. Antiguidade Clássica
Na Grécia a música era essencialmente cantada, acompanhada por instrumentos de sopro, como flautas, instrumentos de percussão e instrumentos de cordas. Os gregos utilizavam a lira e a cítara, dois instrumentos de cordas, para recitar poemas ou interpretar cantilenas.
Em seguida os romanos desenvolveram a música criando os primeiros coros e utilizando composições vocais mais arrojadas. A música era por eles utilizada para exaltar os grandes feitos militares do império. Na antiguidade clássica, a música não era exclusiva das elites, pois todas as classes sociais a cultivavam.
Os primeiros cristãos foram moldando, ao longo dos séculos, a música eclesiástica pois era a música que servia de apoio às cerimónias litúrgicas e religiosas. Surgem assim, na Idade Média profundas alterações na música. Música Medieval
A música religiosa é dominada por sentimentos religiosos, utilizando o canto apenas em textos sagrados. As escolas de canto eram os conventos e os mosteiros. Esta música sacra era inicialmente vocal (canto falado) e tinha melodias simples, sem acompanhamento e notação rítmica.
Paralelamente, embora com menor relevância, foram aparecendo composições não litúrgicas, a música profana. A música profana, também executada pelo povo em festas e romarias,  era essencialmente  usada pela aristocracia. Os trovadores eram nobres letrados que escreviam e cantavam os seus próprios poemas.
Com a evolução, a música medieval tornou-se cada vez mais rica, possibilitando o desenvolvimento dos instrumentos e dando origem á polifonia (várias melodias tocadas ou cantadas ao mesmo tempo   ).
Ocorreu um desenvolvimento e diversificação da música instrumental profana. São procuradas novas sonoridades e surgem os concertos para vários instrumentos. Ao mesmo tempo também a música sacra vai evoluindo. Música de épocas posteriores Surgem as formas musicais modernas - sonata, sinfonia e concerto solo.
A pouco e pouco surgem grandes figuras musicais, cada uma delas utilizando o seu estilo particular e a sua própria visão da música -  Bach, Haendel, Mozart, Beethoven, Schubert, Wagner, Bizet, Tchaikovsky, liszt, Debussy, entre muitas outras.
Há grande liberdade e maior experimentação, aparecem novos géneros musicais que rompem com os estilos anteriores.  O aparecimento dos instrumentos musicais electrónicos e do sintetizador revoluciona a música popular e acelerara o desenvolvimento dessas novas formas de música. Música do Sé. XX
Ocorre uma fusão dos sons de diferentes continentes pois há utilização de novas tecnologias como a rádio, a televisão e a Internet que tornam a música um fenómeno global. A utilização de dispositivos de música como o CD, MP3, IPOD tornam a música mais portátil e à disposição de todos. A transmissão e gravação de vídeos musicais e de concertos tornam a música um “fenómeno mais visual”.
Impera a mistura e a fusão de estilos e a música experimental: blues, jazz, country, rock, reggae, disco, punk, new age, funk, rap, latina, electrónica techno, dance, pimba, etc..   Convivem diferentes estéticas: impressionismo, expressionismo, música objectiva, música concreta, música electrónica ou música cibernética.  Estilos da música moderna
MÚSICA PIMBA Estilo popular de raízes rurais, com a particularidade de utilizar expressões sugestivas, passíveis de serem sexualmente interpretadas. A boa disposição é característica marcante deste tipo de música. Considerada por muitos, uma música de segunda categoria, e por outros a verdadeira música Portuguesa. A palavra “pimba” é aplicada a este tipo de música devido ao sucesso da canção "Pimba Pimba“, em 1994, do músico e cantor Emanuel.
MÚSICA CLÁSSICA A definição de música clássica ou música erudita engloba a música composta pelos grandes compositores dos diferentes períodos históricos. A classificação “música erudita” pode conduzir por vezes a equívocos, uma vez que muitas composições classificadas como tal foram, numa outra época, composições tradicionais ou folclóricas. Beethoven
MÚSICA FOLCLÓRICA O folclore é o conjunto das manifestações colectivas produzidas entre o povo na esfera das artes, costumes, crenças, etc. A música folclórica é uma destas manifestações e representa um sinal ou marca cultural inconfundível de cada povo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Arte e música
Arte e músicaArte e música
Arte e música
Joyce Nascimento
 
Música trabalho completo
Música trabalho completoMúsica trabalho completo
Música trabalho completo
dfis1997
 
O que é arte?!
O que é arte?!O que é arte?!
O que é arte?!
Mary Lopes
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
Jaiza Nobre
 
Música, Origem e História
Música, Origem e HistóriaMúsica, Origem e História
Música, Origem e História
josenmd
 
Dança
DançaDança
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
Ana Barreiros
 
Estilos Musicais
Estilos MusicaisEstilos Musicais
Estilos Musicais
Marilia
 
Aula Música
Aula MúsicaAula Música
Aula 13 historia da arte.
Aula 13 historia da arte.Aula 13 historia da arte.
Aula 13 historia da arte.
Rafael Serra
 
Musica brasileira
Musica brasileiraMusica brasileira
Musica brasileira
VIVIAN TROMBINI
 
Instrumentos musicais
Instrumentos musicaisInstrumentos musicais
Instrumentos musicais
Abimael Nascimento Silva
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
VIVIAN TROMBINI
 
Artes Visuais
Artes VisuaisArtes Visuais
Artes Visuais
Júnior Maciel
 
Música popular brasileira
Música popular brasileiraMúsica popular brasileira
Música popular brasileira
Taisson Wile
 
Artes cênicas
Artes cênicasArtes cênicas
Artes cênicas
Ana Beatriz Cargnin
 
História do Teatro
História do TeatroHistória do Teatro
História do Teatro
Experiências Português
 
História da dança
História da dançaHistória da dança
História da dança
Isaque Marques Pascoal
 
História da Música Brasileira
História da Música BrasileiraHistória da Música Brasileira
História da Música Brasileira
Carlos Zaranza
 
História da música
História da músicaHistória da música
História da música
Meire Falco
 

Mais procurados (20)

Arte e música
Arte e músicaArte e música
Arte e música
 
Música trabalho completo
Música trabalho completoMúsica trabalho completo
Música trabalho completo
 
O que é arte?!
O que é arte?!O que é arte?!
O que é arte?!
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
 
Música, Origem e História
Música, Origem e HistóriaMúsica, Origem e História
Música, Origem e História
 
Dança
DançaDança
Dança
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
 
Estilos Musicais
Estilos MusicaisEstilos Musicais
Estilos Musicais
 
Aula Música
Aula MúsicaAula Música
Aula Música
 
Aula 13 historia da arte.
Aula 13 historia da arte.Aula 13 historia da arte.
Aula 13 historia da arte.
 
Musica brasileira
Musica brasileiraMusica brasileira
Musica brasileira
 
Instrumentos musicais
Instrumentos musicaisInstrumentos musicais
Instrumentos musicais
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
 
Artes Visuais
Artes VisuaisArtes Visuais
Artes Visuais
 
Música popular brasileira
Música popular brasileiraMúsica popular brasileira
Música popular brasileira
 
Artes cênicas
Artes cênicasArtes cênicas
Artes cênicas
 
História do Teatro
História do TeatroHistória do Teatro
História do Teatro
 
História da dança
História da dançaHistória da dança
História da dança
 
História da Música Brasileira
História da Música BrasileiraHistória da Música Brasileira
História da Música Brasileira
 
História da música
História da músicaHistória da música
História da música
 

Destaque

Trabalho Sobre Musica
Trabalho Sobre MusicaTrabalho Sobre Musica
Trabalho Sobre Musica
guestbb1bca
 
Power Point sobre o Ténis
Power Point sobre o TénisPower Point sobre o Ténis
Power Point sobre o Ténis
ZequinhaMarlene
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Kataiano Alencar
 
Trabalho gêneros musicais - Adenilso e Pablo - Gospel
Trabalho gêneros musicais - Adenilso e Pablo - GospelTrabalho gêneros musicais - Adenilso e Pablo - Gospel
Trabalho gêneros musicais - Adenilso e Pablo - Gospel
escolafranciscozilli
 
Características da música gospel
Características da música gospelCaracterísticas da música gospel
Características da música gospel
Seduc MT
 
Você sabe como surgiram as letras de músicas gospel ?
Você sabe como surgiram as letras de músicas gospel ?Você sabe como surgiram as letras de músicas gospel ?
Você sabe como surgiram as letras de músicas gospel ?
Eralda Cruz
 
Ritmos musicais luana , maria eduarda , francisco
Ritmos musicais luana , maria eduarda , franciscoRitmos musicais luana , maria eduarda , francisco
Ritmos musicais luana , maria eduarda , francisco
nacirbertini
 
Estilos musicais
Estilos musicaisEstilos musicais
Estilos musicais
leonardo10000decarvalho
 
Gêneros Musicais
Gêneros MusicaisGêneros Musicais
Gêneros Musicais
Aurelio1
 
Julia M E JúLia C
Julia M E JúLia CJulia M E JúLia C
Julia M E JúLia C
Jean Carvalho
 
Musicas Gospel
Musicas GospelMusicas Gospel
Musicas Gospel
Ouvirmusicasgospel
 

Destaque (11)

Trabalho Sobre Musica
Trabalho Sobre MusicaTrabalho Sobre Musica
Trabalho Sobre Musica
 
Power Point sobre o Ténis
Power Point sobre o TénisPower Point sobre o Ténis
Power Point sobre o Ténis
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Trabalho gêneros musicais - Adenilso e Pablo - Gospel
Trabalho gêneros musicais - Adenilso e Pablo - GospelTrabalho gêneros musicais - Adenilso e Pablo - Gospel
Trabalho gêneros musicais - Adenilso e Pablo - Gospel
 
Características da música gospel
Características da música gospelCaracterísticas da música gospel
Características da música gospel
 
Você sabe como surgiram as letras de músicas gospel ?
Você sabe como surgiram as letras de músicas gospel ?Você sabe como surgiram as letras de músicas gospel ?
Você sabe como surgiram as letras de músicas gospel ?
 
Ritmos musicais luana , maria eduarda , francisco
Ritmos musicais luana , maria eduarda , franciscoRitmos musicais luana , maria eduarda , francisco
Ritmos musicais luana , maria eduarda , francisco
 
Estilos musicais
Estilos musicaisEstilos musicais
Estilos musicais
 
Gêneros Musicais
Gêneros MusicaisGêneros Musicais
Gêneros Musicais
 
Julia M E JúLia C
Julia M E JúLia CJulia M E JúLia C
Julia M E JúLia C
 
Musicas Gospel
Musicas GospelMusicas Gospel
Musicas Gospel
 

Semelhante a Música

História da Música
História da MúsicaHistória da Música
História da Música
be23ceb
 
Powerpoint bibliomusica
Powerpoint bibliomusicaPowerpoint bibliomusica
Powerpoint bibliomusica
RuteFolhas
 
Powerpoint bibliomusica
Powerpoint bibliomusicaPowerpoint bibliomusica
Powerpoint bibliomusica
Regina Coutinho
 
Artigo-História da Música
Artigo-História da MúsicaArtigo-História da Música
Artigo-História da Música
joohnfer
 
História da Música
História da MúsicaHistória da Música
História da Música
joohnfer
 
Música
MúsicaMúsica
Música
Elen Cristina
 
Música mais um pouco de história
Música   mais um pouco de históriaMúsica   mais um pouco de história
Música mais um pouco de história
Dimithry Sousa
 
A clave setembro 10
A clave setembro 10A clave setembro 10
A clave setembro 10
FilarmonicaCortense
 
A EDUCAÇÃO FÍSICA NO NOVO ENSINO MÉDIO: IMPLICAÇÕES E TENDÊNCIAS PROMOVIDAS P...
A EDUCAÇÃO FÍSICA NO NOVO ENSINO MÉDIO: IMPLICAÇÕES E TENDÊNCIAS PROMOVIDAS P...A EDUCAÇÃO FÍSICA NO NOVO ENSINO MÉDIO: IMPLICAÇÕES E TENDÊNCIAS PROMOVIDAS P...
A EDUCAÇÃO FÍSICA NO NOVO ENSINO MÉDIO: IMPLICAÇÕES E TENDÊNCIAS PROMOVIDAS P...
PatriciaCaetano18
 
A HistóRia Da MúSic1
A HistóRia Da MúSic1A HistóRia Da MúSic1
A HistóRia Da MúSic1
HOME
 
Música clássica
Música clássicaMúsica clássica
Música clássica
IsabelPereira2010
 
O meu tema preferido é a música, trabalho sobre este tema
O meu tema preferido é a música, trabalho sobre este temaO meu tema preferido é a música, trabalho sobre este tema
O meu tema preferido é a música, trabalho sobre este tema
Sónia Ferreira
 
POS.pptx
POS.pptxPOS.pptx
POS.pptx
RicardoRomanha1
 
Xp Renans
Xp RenansXp Renans
Xp Renans
guest68d0cc
 
HistóRia Da MúSica, 1,2,3,4
HistóRia Da MúSica, 1,2,3,4HistóRia Da MúSica, 1,2,3,4
HistóRia Da MúSica, 1,2,3,4
HOME
 
História da Música - FVJ
História da Música - FVJ História da Música - FVJ
História da Música - FVJ
Jonas Martins
 
A Música no período de Da Vinci e o seu Desenvolvimento
A Música no período de Da Vinci e o seu DesenvolvimentoA Música no período de Da Vinci e o seu Desenvolvimento
A Música no período de Da Vinci e o seu Desenvolvimento
Jofran Lirio
 
História da música 2.ª p b
História da música 2.ª p bHistória da música 2.ª p b
História da música 2.ª p b
Denise Compasso
 
A história da música (resumo)
A história da música (resumo)A história da música (resumo)
A história da música (resumo)
Musician
 
Historia da musica
Historia da musicaHistoria da musica
Historia da musica
diogo_lopes
 

Semelhante a Música (20)

História da Música
História da MúsicaHistória da Música
História da Música
 
Powerpoint bibliomusica
Powerpoint bibliomusicaPowerpoint bibliomusica
Powerpoint bibliomusica
 
Powerpoint bibliomusica
Powerpoint bibliomusicaPowerpoint bibliomusica
Powerpoint bibliomusica
 
Artigo-História da Música
Artigo-História da MúsicaArtigo-História da Música
Artigo-História da Música
 
História da Música
História da MúsicaHistória da Música
História da Música
 
Música
MúsicaMúsica
Música
 
Música mais um pouco de história
Música   mais um pouco de históriaMúsica   mais um pouco de história
Música mais um pouco de história
 
A clave setembro 10
A clave setembro 10A clave setembro 10
A clave setembro 10
 
A EDUCAÇÃO FÍSICA NO NOVO ENSINO MÉDIO: IMPLICAÇÕES E TENDÊNCIAS PROMOVIDAS P...
A EDUCAÇÃO FÍSICA NO NOVO ENSINO MÉDIO: IMPLICAÇÕES E TENDÊNCIAS PROMOVIDAS P...A EDUCAÇÃO FÍSICA NO NOVO ENSINO MÉDIO: IMPLICAÇÕES E TENDÊNCIAS PROMOVIDAS P...
A EDUCAÇÃO FÍSICA NO NOVO ENSINO MÉDIO: IMPLICAÇÕES E TENDÊNCIAS PROMOVIDAS P...
 
A HistóRia Da MúSic1
A HistóRia Da MúSic1A HistóRia Da MúSic1
A HistóRia Da MúSic1
 
Música clássica
Música clássicaMúsica clássica
Música clássica
 
O meu tema preferido é a música, trabalho sobre este tema
O meu tema preferido é a música, trabalho sobre este temaO meu tema preferido é a música, trabalho sobre este tema
O meu tema preferido é a música, trabalho sobre este tema
 
POS.pptx
POS.pptxPOS.pptx
POS.pptx
 
Xp Renans
Xp RenansXp Renans
Xp Renans
 
HistóRia Da MúSica, 1,2,3,4
HistóRia Da MúSica, 1,2,3,4HistóRia Da MúSica, 1,2,3,4
HistóRia Da MúSica, 1,2,3,4
 
História da Música - FVJ
História da Música - FVJ História da Música - FVJ
História da Música - FVJ
 
A Música no período de Da Vinci e o seu Desenvolvimento
A Música no período de Da Vinci e o seu DesenvolvimentoA Música no período de Da Vinci e o seu Desenvolvimento
A Música no período de Da Vinci e o seu Desenvolvimento
 
História da música 2.ª p b
História da música 2.ª p bHistória da música 2.ª p b
História da música 2.ª p b
 
A história da música (resumo)
A história da música (resumo)A história da música (resumo)
A história da música (resumo)
 
Historia da musica
Historia da musicaHistoria da musica
Historia da musica
 

Último

Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Falcão Brasil
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 

Último (20)

Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 

Música

  • 1.  
  • 2. Definição - Arte de combinar harmoniosamente vários sons, frequentemente de acordo com regras definidas; arte de atrair, de seduzir. A música é a arte de expressar determinados sentimentos através de sons, produzidos pela voz ou pelos instrumentos musicais.
  • 3. Os elementos que a compõem são a harmonia , a melodia e o ritmo , cujas combinações se representam nas notas musicais dos pentagramas. A música fez parte das manifestações culturais de todos os povos ao longo da história, assumindo carácter festivo, religioso e, inclusivamente, fúnebre.
  • 4. As primeiras manifestações musicais dos homens pré-históricos devem ter sido gritos e imitação de sons da natureza, batidas com objectos e percussão corporal. Mais tarde, surge o desenvolvimento da linguagem falada e do canto e aparecem os primeiros instrumentos musicais feitos de pedra, madeira e ossos, como xilofones, tambores de tronco e flautas. Primórdios da Música
  • 5. Com o desenvolvimento de ferramentas surgem os cordofones e membranofones fabricados com peles, tendões e outras partes de animais.
  • 6. O sedentarismo e a evolução das sociedades permitem que uma parte da população seja dispensada da produção de alimentos e dedica-se às actividades musicais, entre outras. Com o decorrer dos tempos surgem sociedades cada vez mais avançadas, recorrendo a tecnologias inovadoras e, como consequência, a música também evolui.
  • 7. Na antiguidade clássica a música era considerada como uma dádiva de Deus e os músicos, por isso, eram muito respeitados e tinham um estatuto privilegiado. A Grécia pode ser considerada como o berço da música clássica. A palavra música tem origem na Grécia e significava “a arte das musas”. Antiguidade Clássica
  • 8. Na Grécia a música era essencialmente cantada, acompanhada por instrumentos de sopro, como flautas, instrumentos de percussão e instrumentos de cordas. Os gregos utilizavam a lira e a cítara, dois instrumentos de cordas, para recitar poemas ou interpretar cantilenas.
  • 9. Em seguida os romanos desenvolveram a música criando os primeiros coros e utilizando composições vocais mais arrojadas. A música era por eles utilizada para exaltar os grandes feitos militares do império. Na antiguidade clássica, a música não era exclusiva das elites, pois todas as classes sociais a cultivavam.
  • 10. Os primeiros cristãos foram moldando, ao longo dos séculos, a música eclesiástica pois era a música que servia de apoio às cerimónias litúrgicas e religiosas. Surgem assim, na Idade Média profundas alterações na música. Música Medieval
  • 11. A música religiosa é dominada por sentimentos religiosos, utilizando o canto apenas em textos sagrados. As escolas de canto eram os conventos e os mosteiros. Esta música sacra era inicialmente vocal (canto falado) e tinha melodias simples, sem acompanhamento e notação rítmica.
  • 12. Paralelamente, embora com menor relevância, foram aparecendo composições não litúrgicas, a música profana. A música profana, também executada pelo povo em festas e romarias, era essencialmente usada pela aristocracia. Os trovadores eram nobres letrados que escreviam e cantavam os seus próprios poemas.
  • 13. Com a evolução, a música medieval tornou-se cada vez mais rica, possibilitando o desenvolvimento dos instrumentos e dando origem á polifonia (várias melodias tocadas ou cantadas ao mesmo tempo ).
  • 14. Ocorreu um desenvolvimento e diversificação da música instrumental profana. São procuradas novas sonoridades e surgem os concertos para vários instrumentos. Ao mesmo tempo também a música sacra vai evoluindo. Música de épocas posteriores Surgem as formas musicais modernas - sonata, sinfonia e concerto solo.
  • 15. A pouco e pouco surgem grandes figuras musicais, cada uma delas utilizando o seu estilo particular e a sua própria visão da música - Bach, Haendel, Mozart, Beethoven, Schubert, Wagner, Bizet, Tchaikovsky, liszt, Debussy, entre muitas outras.
  • 16. Há grande liberdade e maior experimentação, aparecem novos géneros musicais que rompem com os estilos anteriores. O aparecimento dos instrumentos musicais electrónicos e do sintetizador revoluciona a música popular e acelerara o desenvolvimento dessas novas formas de música. Música do Sé. XX
  • 17. Ocorre uma fusão dos sons de diferentes continentes pois há utilização de novas tecnologias como a rádio, a televisão e a Internet que tornam a música um fenómeno global. A utilização de dispositivos de música como o CD, MP3, IPOD tornam a música mais portátil e à disposição de todos. A transmissão e gravação de vídeos musicais e de concertos tornam a música um “fenómeno mais visual”.
  • 18. Impera a mistura e a fusão de estilos e a música experimental: blues, jazz, country, rock, reggae, disco, punk, new age, funk, rap, latina, electrónica techno, dance, pimba, etc.. Convivem diferentes estéticas: impressionismo, expressionismo, música objectiva, música concreta, música electrónica ou música cibernética. Estilos da música moderna
  • 19. MÚSICA PIMBA Estilo popular de raízes rurais, com a particularidade de utilizar expressões sugestivas, passíveis de serem sexualmente interpretadas. A boa disposição é característica marcante deste tipo de música. Considerada por muitos, uma música de segunda categoria, e por outros a verdadeira música Portuguesa. A palavra “pimba” é aplicada a este tipo de música devido ao sucesso da canção "Pimba Pimba“, em 1994, do músico e cantor Emanuel.
  • 20. MÚSICA CLÁSSICA A definição de música clássica ou música erudita engloba a música composta pelos grandes compositores dos diferentes períodos históricos. A classificação “música erudita” pode conduzir por vezes a equívocos, uma vez que muitas composições classificadas como tal foram, numa outra época, composições tradicionais ou folclóricas. Beethoven
  • 21. MÚSICA FOLCLÓRICA O folclore é o conjunto das manifestações colectivas produzidas entre o povo na esfera das artes, costumes, crenças, etc. A música folclórica é uma destas manifestações e representa um sinal ou marca cultural inconfundível de cada povo.