SlideShare uma empresa Scribd logo
O QUE É TEATRO?


 A = Ator
 B = Personagem
 C = Público



A que representa B na frente de C
ORIGEM
   O teatro teve a sua origem no século VI
    a.C., na Grécia, surgindo das festas
    dionisíacas realizadas em homenagem
    ao deus Dionísio, deus do vinho, do
    teatro e da fertilidade. Essas festas, que
    eram rituais sagrados, procissões e
    recitais que duravam dias seguidos,
    aconteciam uma vez por ano na
    Primavera, períodos em que se fazia a
    colheita do vinho naquela região.
SEMPRE FIZEMOS TEATRO?

     Não, no início as sociedades
          primitivas faziam rituais,
    misturando dança, música e teatro.
     O ritual tinha uma função social:
    ajudar na caça, na agricultura, na
             cura de doenças...
Ritual dos índios da
Amazônia
COMO ERAM OS TEATROS
GREGOS?


Encravados numa colina, onde a platéia
ficava na arquibancada ou barranco e o
palco tinha ao fundo três portas. À frente
do palco ficava o côro, onde atualmente
fica o proscênio ou a orquestra .
Teatro em Atenas – Três portas ao fundo e coro a
frente
PRIMEIRO ATOR DA HISTÓRIA DO
               TEATRO

    Quando um participante desse ritual
    sagrado resolve vestir uma máscara
    humana, ornada com cachos de uvas, sobe
    ao seu tablado na praça pública e diz: “Eu
    sou Dionísio!”. Este homem chamava-se
    Téspis, considerado o primeiro actor da
    história do teatro ocidental.
Vista da platéia do Teatro de
Delfos
Teatro de Arena em Atenas – Período
              Romano
TEATRO NA GRÉCIA
   Na Grécia sim, surge o teatro. Surge o
    “ditirambo”, um tipo de procissão
    informal que servia para homenagear o
    deus Dionísio (deus do Vinho). Mais
    tarde o “ditirambo” evoluiu, tinha um
    coro formado por coreutas e pelo
    corifeu,                            eles
    cantavam,       dançavam,      contavam
    histórias e mitos relacionados a Deus..
Teatro de Dióniso – Ruínas
PRIMEIROS TEXTOS
TEATRAIS
  Surgem os primeiros textos teatrais. No
   inicio fazia-se teatro nas ruas, depois
       tornou-se necessário um lugar.
 Muitas das tragédias escritas perderam-se e
    na actualidade são três Tragediógrafos
   conhecidos e considerados importantes:
         Ésquilo, Sófocles e Eurípedes.
TEATRO FRANCÊS




    O interior do Comédie-Française em
    Paris, (França), onde se pode ver o palco,
    os camarotes galerias e fosso da
    orquestra, a partir de uma aguarela do
    século XVIII.
TIPOS DE PALCOS
PALCO ARENA
                 Espaço teatral
                  coberto ou não,
                  com palco abaixo
                  da plateia que o
                  envolve
                  totalmente:
                  circular,
                  semicircular,
                  quadrado, 3/4 de
                  círculo, defasado,
                  triangular e
                  ovalado.
PALCO ELISABETANO
               Palco misto que
                funciona como um
                espaço fechado
                retangular com uma
                grande ampliação
                de proscênio
                (retangular ou
                circular). O público
                o circunda em três
                lados: retangular,
                circular ou misto.
PALCO ITALIANO
               Espaço retangular
                fechado nos três
                lados, com uma
                quarta parede
                visível ao público
                frontal através da
                boca de cena:
                retangular,
                semicircular,
                ferradura ou misto.
Algumas dicas para se
escrever um texto teatral
   1) Conheça sua HISTÓRIA do começo
    ao fim. O ENREDO ou a ESTRUTURA
    DRAMÁTICA é a parte mais difícil da
    construção dramatúrgica. Dê atenção a
    ele, mesmo que no decorrer da escrita
    você queira mudar tudo.

   2) Tente VISUALIZAR ao máximo cada
    cena. Um detalhe pode mudar toda a
    peça, além de atestar sua veracidade.
Algumas dicas para se
escrever um texto teatral
   3) Quando for escrever uma cena, pergunte-
    se: O QUE, COM QUEM, QUANDO E
    ONDE ACONTECE? Já são boas perguntas
    para começar. Depois, pergunte-se: POR
    QUE acontece?

   4) REVELE sua história e seus personagens
    aos poucos, construa as ações com calma.
    Como se diminuísse a velocidade de seu
    carro diante de uma bela paisagem, use
    FREIO DRAMÁTICO no início e nos
    momentos-chave da peça, os momentos de
    maior tensão dramática.
Algumas dicas para se
escrever um texto teatral
   5) Após o CLÍMAX, não perca muito tempo, o
    espectador pressente ou já sabe o que virá.

   6) No teatro, é muito mais importante o
    “COMO” (as coisas acontecem) do que o “O
    QUE” (acontece).

   7) Um PERSONAGEM é uma FORÇA dentro
    de uma história. Força pode ser entendida
    como o caráter que move a decisão de um
    personagem.
   8) No DRAMA, quanto mais intenso for o
    choque entre FORÇAS OPOSTAS de
    personagens, maior será a CARGA
    DRAMÁTICA.

   9) No drama, a AÇÃO sempre ocorre no
    PRESENTE. Mas o PASSADO é fundamental
    para alimentar o presente. O tempo do drama
    é uma CADEIA DE PRESENTES: cada
    confronto entre PERSONAGENS gera um
    novo PRESENTE – ou um novo CONFLITO,
    até o DESFECHO.

   10) Numa peça de teatro, os SENTIMENTOS
    dos personagens são ATIVOS. Mostram-se
    em AÇÕES e REAÇÕES.
   11) Um DIÁLOGO DRAMÁTICO é um
    diálogo onde o que é dito por um
    personagem afeta intensamente outro.

   12) DIÁLOGOS devem conter metáfora
    e retórica (no sentido de argumentos do
    personagem). Pense também que
    devem conter certa
    IMPERMANÊNCIA, mudanças de
    estado emocional e psíquico, como
    ocorre na nossa vida comum.
   3) Lembre-se que uma peça de teatro é para
    ser FALADA, não para ser lida.

   14) SUSPENSE tende a aumentar o interesse
    do ESPECTADOR em relação à peça. O
    ESPECTADOR gosta de perguntar: E o que
    vem depois? O que vai acontecer?

   15) Interessa numa peça de teatro a
    DINÂMICA EMOCIONAL por baixo da AÇÃO.
    Mas costuma ser na AÇÃO que o campo
    emocional pode se revelar, que o os
    sentimentos e pensamentos mais
    SUBTERRÂNEOS de um personagem podem
    emergir.
   16) CARICATURA é resultado da
    GENERALIZAÇÃO. Portanto, quanto
    mais específica for a
    CARACTERIZAÇÃO do personagem,
    mais INDIVIDUALIZADO ele poderá se
    tornar.

   17) Um BOM TEXTO TEATRAL possui
    muitas CAMADAS DE SIGNIFICAÇÃO.
    Perceba quantas e quais camadas de
    significação seu texto possui. Qual o
    alcance dele, ele fala do quê e em que
    profundidade?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teatro brasileiro
Teatro brasileiroTeatro brasileiro
Teatro brasileiro
VIVIAN TROMBINI
 
Arte pre historia
Arte pre historiaArte pre historia
Arte pre historia
Aline Raposo
 
Cubismo
CubismoCubismo
Teatro para iniciantes.
Teatro para iniciantes. Teatro para iniciantes.
Teatro para iniciantes.
Gerald Bourguignon
 
As linguagens da arte
As linguagens da arteAs linguagens da arte
As linguagens da arte
dpport
 
Os vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatroOs vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatro
Ana Beatriz Cargnin
 
Gênero textual: teatro
Gênero textual: teatroGênero textual: teatro
Gênero textual: teatro
Karen Olivan
 
Arte e tecnologia
Arte e tecnologiaArte e tecnologia
Arte e tecnologia
Cristiane Seibt
 
Arte na Pré História
Arte na Pré HistóriaArte na Pré História
Arte na Pré História
Arnaldo Szlachta
 
GV - Breve História do Teatro
GV - Breve História do TeatroGV - Breve História do Teatro
GV - Breve História do Teatro
Susana Sobrenome
 
O texto teatral
O texto teatralO texto teatral
O texto teatral
ProfFernandaBraga
 
Arte Afro-Brasileira
Arte Afro-BrasileiraArte Afro-Brasileira
Arte Afro-Brasileira
Rodrigo Retka
 
O modernismo brasileiro
O modernismo brasileiroO modernismo brasileiro
O modernismo brasileiro
Junior Onildo
 
Trovadorismo I
Trovadorismo ITrovadorismo I
Trovadorismo I
Cláudia Heloísa
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Grafite slide
Grafite slideGrafite slide
Grafite slide
cafumilena
 
Prova história do teatro
Prova   história do teatroProva   história do teatro
Prova história do teatro
Denise Compasso
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
VIVIAN TROMBINI
 
História da música 1
História da música 1História da música 1
História da música 1
Deborah Oliver
 

Mais procurados (20)

Teatro brasileiro
Teatro brasileiroTeatro brasileiro
Teatro brasileiro
 
Arte pre historia
Arte pre historiaArte pre historia
Arte pre historia
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
Teatro para iniciantes.
Teatro para iniciantes. Teatro para iniciantes.
Teatro para iniciantes.
 
As linguagens da arte
As linguagens da arteAs linguagens da arte
As linguagens da arte
 
Os vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatroOs vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatro
 
Gênero textual: teatro
Gênero textual: teatroGênero textual: teatro
Gênero textual: teatro
 
Arte e tecnologia
Arte e tecnologiaArte e tecnologia
Arte e tecnologia
 
Arte na Pré História
Arte na Pré HistóriaArte na Pré História
Arte na Pré História
 
GV - Breve História do Teatro
GV - Breve História do TeatroGV - Breve História do Teatro
GV - Breve História do Teatro
 
O texto teatral
O texto teatralO texto teatral
O texto teatral
 
Arte Afro-Brasileira
Arte Afro-BrasileiraArte Afro-Brasileira
Arte Afro-Brasileira
 
O modernismo brasileiro
O modernismo brasileiroO modernismo brasileiro
O modernismo brasileiro
 
Trovadorismo I
Trovadorismo ITrovadorismo I
Trovadorismo I
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
Grafite slide
Grafite slideGrafite slide
Grafite slide
 
Prova história do teatro
Prova   história do teatroProva   história do teatro
Prova história do teatro
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
 
História da música 1
História da música 1História da música 1
História da música 1
 

Semelhante a Teatro

Teatro e [1]..
Teatro e [1]..Teatro e [1]..
Teatro e [1]..
Romero Almeida
 
2011 08-30 - teatro
2011 08-30 - teatro2011 08-30 - teatro
2011 08-30 - teatro
O Ciclista
 
Teatro - Formação de Arte para RMD's - 18/09/2013
Teatro - Formação de Arte para RMD's - 18/09/2013 Teatro - Formação de Arte para RMD's - 18/09/2013
Teatro - Formação de Arte para RMD's - 18/09/2013
Lismara de Oliveira
 
Teatro
TeatroTeatro
Teatro
Diogo Cruz
 
EvoluçãO Do Teatro Ao Longo Da HistóRia Da
EvoluçãO Do Teatro Ao Longo Da HistóRia DaEvoluçãO Do Teatro Ao Longo Da HistóRia Da
EvoluçãO Do Teatro Ao Longo Da HistóRia Da
mega
 
Linguagem teatral
Linguagem teatralLinguagem teatral
Linguagem teatral
Junior Onildo
 
"E se a nossa sala fosse em Marte?" História e Matemática
"E se a nossa sala fosse em Marte?" História e Matemática"E se a nossa sala fosse em Marte?" História e Matemática
"E se a nossa sala fosse em Marte?" História e Matemática
Lenora Marquesini
 
O Teatro
O TeatroO Teatro
O Teatro
UESPI - PI
 
Aula teatro 6º ano.pptx
Aula teatro 6º ano.pptxAula teatro 6º ano.pptx
Aula teatro 6º ano.pptx
AlexandraSantosMatos
 
Revisão do 8º ano.pptx
Revisão do 8º ano.pptxRevisão do 8º ano.pptx
Revisão do 8º ano.pptx
RaquelFerreira565645
 
História e matemática
História e matemáticaHistória e matemática
História e matemática
joaosantosterrivel
 
Atividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsrAtividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsr
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsrAtividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsr
Atividades Diversas Cláudia
 
Artes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e AtividadesArtes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e Atividades
Geo Honório
 
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.pptTEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
Ana Vaz
 
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.pptTEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
PROFESSORALORENA
 
Teatro
TeatroTeatro
Teatro
Ana
 
Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Prova de arte 6ano 3b pronta 1Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Prova de arte 6ano 3b pronta 1Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Atividades Diversas Cláudia
 
Texto Dramatico
Texto DramaticoTexto Dramatico
Texto Dramatico
mega
 

Semelhante a Teatro (20)

Teatro e [1]..
Teatro e [1]..Teatro e [1]..
Teatro e [1]..
 
2011 08-30 - teatro
2011 08-30 - teatro2011 08-30 - teatro
2011 08-30 - teatro
 
Teatro - Formação de Arte para RMD's - 18/09/2013
Teatro - Formação de Arte para RMD's - 18/09/2013 Teatro - Formação de Arte para RMD's - 18/09/2013
Teatro - Formação de Arte para RMD's - 18/09/2013
 
Teatro
TeatroTeatro
Teatro
 
EvoluçãO Do Teatro Ao Longo Da HistóRia Da
EvoluçãO Do Teatro Ao Longo Da HistóRia DaEvoluçãO Do Teatro Ao Longo Da HistóRia Da
EvoluçãO Do Teatro Ao Longo Da HistóRia Da
 
Linguagem teatral
Linguagem teatralLinguagem teatral
Linguagem teatral
 
"E se a nossa sala fosse em Marte?" História e Matemática
"E se a nossa sala fosse em Marte?" História e Matemática"E se a nossa sala fosse em Marte?" História e Matemática
"E se a nossa sala fosse em Marte?" História e Matemática
 
O Teatro
O TeatroO Teatro
O Teatro
 
Aula teatro 6º ano.pptx
Aula teatro 6º ano.pptxAula teatro 6º ano.pptx
Aula teatro 6º ano.pptx
 
Revisão do 8º ano.pptx
Revisão do 8º ano.pptxRevisão do 8º ano.pptx
Revisão do 8º ano.pptx
 
História e matemática
História e matemáticaHistória e matemática
História e matemática
 
Atividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsrAtividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsr
 
Atividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsrAtividades sobre teatro novinho rsr
Atividades sobre teatro novinho rsr
 
Artes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e AtividadesArtes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e Atividades
 
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.pptTEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
 
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.pptTEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
 
Teatro
TeatroTeatro
Teatro
 
Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Prova de arte 6ano 3b pronta 1Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Prova de arte 6ano 3b pronta 1
 
Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Prova de arte 6ano 3b pronta 1Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Prova de arte 6ano 3b pronta 1
 
Texto Dramatico
Texto DramaticoTexto Dramatico
Texto Dramatico
 

Teatro

  • 1.
  • 2. O QUE É TEATRO?  A = Ator  B = Personagem  C = Público A que representa B na frente de C
  • 3. ORIGEM  O teatro teve a sua origem no século VI a.C., na Grécia, surgindo das festas dionisíacas realizadas em homenagem ao deus Dionísio, deus do vinho, do teatro e da fertilidade. Essas festas, que eram rituais sagrados, procissões e recitais que duravam dias seguidos, aconteciam uma vez por ano na Primavera, períodos em que se fazia a colheita do vinho naquela região.
  • 4.
  • 5. SEMPRE FIZEMOS TEATRO? Não, no início as sociedades primitivas faziam rituais, misturando dança, música e teatro. O ritual tinha uma função social: ajudar na caça, na agricultura, na cura de doenças...
  • 6. Ritual dos índios da Amazônia
  • 7. COMO ERAM OS TEATROS GREGOS? Encravados numa colina, onde a platéia ficava na arquibancada ou barranco e o palco tinha ao fundo três portas. À frente do palco ficava o côro, onde atualmente fica o proscênio ou a orquestra .
  • 8. Teatro em Atenas – Três portas ao fundo e coro a frente
  • 9. PRIMEIRO ATOR DA HISTÓRIA DO TEATRO  Quando um participante desse ritual sagrado resolve vestir uma máscara humana, ornada com cachos de uvas, sobe ao seu tablado na praça pública e diz: “Eu sou Dionísio!”. Este homem chamava-se Téspis, considerado o primeiro actor da história do teatro ocidental.
  • 10. Vista da platéia do Teatro de Delfos
  • 11. Teatro de Arena em Atenas – Período Romano
  • 12. TEATRO NA GRÉCIA  Na Grécia sim, surge o teatro. Surge o “ditirambo”, um tipo de procissão informal que servia para homenagear o deus Dionísio (deus do Vinho). Mais tarde o “ditirambo” evoluiu, tinha um coro formado por coreutas e pelo corifeu, eles cantavam, dançavam, contavam histórias e mitos relacionados a Deus..
  • 13. Teatro de Dióniso – Ruínas
  • 14. PRIMEIROS TEXTOS TEATRAIS Surgem os primeiros textos teatrais. No inicio fazia-se teatro nas ruas, depois tornou-se necessário um lugar. Muitas das tragédias escritas perderam-se e na actualidade são três Tragediógrafos conhecidos e considerados importantes: Ésquilo, Sófocles e Eurípedes.
  • 15. TEATRO FRANCÊS O interior do Comédie-Française em Paris, (França), onde se pode ver o palco, os camarotes galerias e fosso da orquestra, a partir de uma aguarela do século XVIII.
  • 17. PALCO ARENA  Espaço teatral coberto ou não, com palco abaixo da plateia que o envolve totalmente: circular, semicircular, quadrado, 3/4 de círculo, defasado, triangular e ovalado.
  • 18. PALCO ELISABETANO  Palco misto que funciona como um espaço fechado retangular com uma grande ampliação de proscênio (retangular ou circular). O público o circunda em três lados: retangular, circular ou misto.
  • 19. PALCO ITALIANO  Espaço retangular fechado nos três lados, com uma quarta parede visível ao público frontal através da boca de cena: retangular, semicircular, ferradura ou misto.
  • 20. Algumas dicas para se escrever um texto teatral  1) Conheça sua HISTÓRIA do começo ao fim. O ENREDO ou a ESTRUTURA DRAMÁTICA é a parte mais difícil da construção dramatúrgica. Dê atenção a ele, mesmo que no decorrer da escrita você queira mudar tudo.  2) Tente VISUALIZAR ao máximo cada cena. Um detalhe pode mudar toda a peça, além de atestar sua veracidade.
  • 21. Algumas dicas para se escrever um texto teatral  3) Quando for escrever uma cena, pergunte- se: O QUE, COM QUEM, QUANDO E ONDE ACONTECE? Já são boas perguntas para começar. Depois, pergunte-se: POR QUE acontece?  4) REVELE sua história e seus personagens aos poucos, construa as ações com calma. Como se diminuísse a velocidade de seu carro diante de uma bela paisagem, use FREIO DRAMÁTICO no início e nos momentos-chave da peça, os momentos de maior tensão dramática.
  • 22. Algumas dicas para se escrever um texto teatral  5) Após o CLÍMAX, não perca muito tempo, o espectador pressente ou já sabe o que virá.  6) No teatro, é muito mais importante o “COMO” (as coisas acontecem) do que o “O QUE” (acontece).  7) Um PERSONAGEM é uma FORÇA dentro de uma história. Força pode ser entendida como o caráter que move a decisão de um personagem.
  • 23. 8) No DRAMA, quanto mais intenso for o choque entre FORÇAS OPOSTAS de personagens, maior será a CARGA DRAMÁTICA.  9) No drama, a AÇÃO sempre ocorre no PRESENTE. Mas o PASSADO é fundamental para alimentar o presente. O tempo do drama é uma CADEIA DE PRESENTES: cada confronto entre PERSONAGENS gera um novo PRESENTE – ou um novo CONFLITO, até o DESFECHO.  10) Numa peça de teatro, os SENTIMENTOS dos personagens são ATIVOS. Mostram-se em AÇÕES e REAÇÕES.
  • 24. 11) Um DIÁLOGO DRAMÁTICO é um diálogo onde o que é dito por um personagem afeta intensamente outro.  12) DIÁLOGOS devem conter metáfora e retórica (no sentido de argumentos do personagem). Pense também que devem conter certa IMPERMANÊNCIA, mudanças de estado emocional e psíquico, como ocorre na nossa vida comum.
  • 25. 3) Lembre-se que uma peça de teatro é para ser FALADA, não para ser lida.  14) SUSPENSE tende a aumentar o interesse do ESPECTADOR em relação à peça. O ESPECTADOR gosta de perguntar: E o que vem depois? O que vai acontecer?  15) Interessa numa peça de teatro a DINÂMICA EMOCIONAL por baixo da AÇÃO. Mas costuma ser na AÇÃO que o campo emocional pode se revelar, que o os sentimentos e pensamentos mais SUBTERRÂNEOS de um personagem podem emergir.
  • 26. 16) CARICATURA é resultado da GENERALIZAÇÃO. Portanto, quanto mais específica for a CARACTERIZAÇÃO do personagem, mais INDIVIDUALIZADO ele poderá se tornar.   17) Um BOM TEXTO TEATRAL possui muitas CAMADAS DE SIGNIFICAÇÃO. Perceba quantas e quais camadas de significação seu texto possui. Qual o alcance dele, ele fala do quê e em que profundidade?