SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 55
Baixar para ler offline
O apoio do BNDES à
Inovação e ao setor de
Aeroespaço & Defesa
28 de novembro de 2017
Sergio B. Varella Gomes
Gerente do Departamento de Apoio às
Exportações do Setor Aeronáutico
Encontro PwC de Aeroespaço & Defesa
O BNDES
Beneficiários
Conceitos Básicos
O BNDES nas Exportações – BNDES Exim
Exportações em Aerodefesa
Sumário
BNDES – Explorando o Site para Exportações
Acesso ao Credenciamento de Fornecedores Informatizado – CFI
Apoio do BNDES à Inovação
 Fundado em 20 de junho de 1952
 100% estatal de direito privado
 Instrumento fundamental para a implementação
de políticas industriais e de infraestrutura do
Governo Federal
 Principal fornecedor de financiamento de longo
prazo no Brasil
 Ênfase no financiamento a projetos de
investimento
 Apoio a micro, pequenas e médias empresas
 Banco brasileiro de exportações / Export Credit
Agency - ECA
O BNDES
Rio de Janeiro
Brasília
Recife
São Paulo
O BNDES - Escritórios
2.800 empregados
(Outubro, 2016)
O BNDES
BNDESPAR FINAME
Financiamentos de longo prazo
Participações
societárias
Produção e aquisição de
máquinas e equipamentos
O BNDES – Linha do tempo
O BNDES – Relacionamento Institucional
Ministério do
Planejamento, Orçamento
e Gestão
Tribunal de Contas da
União
Ministério da Fazenda
Conselho Monetário
Nacional
Banco Central
Receita Federal
Comissão de Valores
Mobiliários
Tesouro nacional
Superintendência de
Seguros Privados
O BNDES - Desembolsos
O BNDES - Desembolsos
Conceitos Básicos - Op Diretas e Indiretas
Operações Diretas
Empresário
Agente Financeiro
Operações Indiretas
Informação e
Relacionamento
Financiamento contratado direto
com o BNDES
Financiamento contratado via
Agente Financeiro do BNDES
Empresário
Em geral, valor superior a R$ 20
milhões de financiamento
Conceitos Básicos – Classificação de Porte
MICRO Menor ou igual a R$ 360 mil
PEQUENA
Maior que R$ 360 mil e
menor ou igual a R$ 3,6 milhões
MÉDIA
Maior que R$ 3,6 milhões e
menor ou igual a R$ 300 milhões
Receita Operacional Bruta Anual *
M
P
M
E
GRANDE Maior que R$ 300 milhões
Porte
(*) ROB da empresa ou do grupo empresarial à qual pertença
Conceitos Básicos – Mecanismos de
Financiamento
Start-up
Start-up Micro
Até R$ 2,4milhões
Pequena
Até R$16 milhões
Média
Até R$ 300 milhões
Grande
> R$ 300 milhões
Linha Incentivada A
Participação Acionária
Fundos de Investimento com foco em inovação
Soluções Tecnológicas
MPME Inovadora
Cartão BNDES
CRIATEC
ProdutosBNDES
MPME Grande
FUNTEC
Títulos Híbridos de Apoio à Inovação
EXIM Pré-Embarque Empresa Inovadora
Beneficiários - Requisitos Mínimos
No Agente Financeiro
 Análise cadastral
 Capacidade de pagamento
 Garantias: a critério do Agente Financeiro, observadas
as normas do Banco Central
Atenção: O BNDES não credencia ou indica consultores, pessoas físicas ou
jurídicas, como intermediários para facilitar, agilizar ou aprovar operações com o
próprio BNDES ou com os Agentes Financeiros credenciados.
Beneficiários - Requisitos Mínimos
No BNDES
 Ter seus produtos
credenciados no BNDES (CFI);
 Possuir índice de
nacionalização segundo as
normas vigentes no BNDES;
 Poder oferecer garantias (reais
e/ou pessoais) compatíveis com
os valores demandados.
Atenção: O BNDES não credencia ou indica consultores, pessoas físicas ou
jurídicas, como intermediários para facilitar, agilizar ou aprovar operações com o
próprio BNDES ou com os Agentes Financeiros credenciados.
 Estar em dia com as
obrigações fiscais e
previdenciárias
 Legislação ambiental
 Não estar em regime de
recuperação de crédito;
 Estar cadastrado regularmente
no sistema do BNDES
Apoio do BNDES à Inovação
BNDES Finem – Inovação
Financiamento ≥ R$ 20 milhões
Sistema de Consulta Prévia
Eletrônica
https://web.bndes.gov.br/ConsultaFINEM/Direto/
• Planos de investimentos em
inovação, incluindo a capacitação
para inovar e também as
inovações potencialmente
disruptivas ou incrementais de
produto, processo e marketing.
• Investimentos em plantas
industriais com características
inéditas ou que tenham como
objetivo a produção de bens não
fabricados no Brasil.
• Aquisição de bens de informática
e automação com tecnologia
nacional.
16
LINHAS
PARTICIPAÇÃO
MÁXIMA EM TJLP *
QUALIFICADORES
PROJETOS DE INVESTIMENTO
A 80%
 Inovação – Financiamento a partir de R$ 10 Milhões
 Meio ambiente
 Projetos de MPMEs
 Educação, saúde, segurança e assistência social
(atendimento público)
 Modernização da administração pública
B 60%
 Desenvolvimento territorial dos estados, Distrito Federal
e municípios
 Educação, saúde e cultura (atendimento privado)
 Indústria e serviços difusores de tecnologia
 Indústria e serviços intensivos em conhecimento
 Produção de alimentos e biocombustíveis
A 30%  Expansão da capacidade produtiva
B 0%  Demais investimentos
INCENTIVADAPADRÃO
* É possível complementar o financiamento até 80% do investimento utilizando taxa de mercado.
BNDES Finem – Condições // Financiamento igual ou
superior a R$ 20 milhões
17
Objetivo: 
 Plano de Investimentos em inovação... 
 ... Investimento em plantas industriais com características 
inéditas ou que tenham como objetivo a produção de bens 
não‐fabricados no Brasil, de forma a promover a expansão da 
fronteira tecnológica do País...
 ... Aquisição de bens de informática e automação com 
tecnologia nacional.
Modalidade direta: financiamento e/ou capitalização
Valor Mínimo: R$ 10 milhões
Custo: TJLP + 1,7% + Taxa de Risco de Crédito
Participação: até 80%
Prazo: até 12 anos
Garantias: definidas na análise
Condições:
BNDES Linha Incentivada A // Inovação
18
Objetivo:
 Aumentar a competitividade das MPMEs, financiando os 
investimentos necessários para a introdução de inovações no 
mercado...
 ... de forma articulada com os demais atores do Sistema 
Nacional de Inovação, ... 
 ... contemplando ações contínuas de melhorias incrementais
em seus produtos e/ou processos, além do aprimoramento de 
suas competências, estrutura e conhecimentos técnicos.
Direcionamento do foco da 
análise para o mérito da 
empresa.
Definição de critérios 
objetivos para 
enquadramento pelo o agente 
financeiro e pelo o BNDES.
MODALIDADE 
INDIRETA
BNDES MPME Inovadora
19
Vigência
Investimento Capital de Giro Isolado
Custo
TJLP + 1,1%
+ remuneração agente financeiro
MP (75% da Selic + 0,5%) ou
Média (90% da Selic + 1,4% )
+ remuneração agente financeiro
Limite de 
financiamento
R$ 20 milhões R$ 10 milhões
Prazo Máximo
10 anos
(até 4 anos de carência)
5 anos 
(até 2 anos de carência)
Participação Até 90%
 Possibilidade de utilização do FGI – Fundo Garantidor para 
Investimentos: até 80% de cobertura; 
 Facultativo ao agente financeiro: conta vinculada (até 5% do 
financiamento).
Vigência
 Até 30 de setembro de 2018.
Condições Financeiras
Reforço nas Garantias
20
Contratação de serviços 
tecnológicos no âmbito do 
Produto Cartão BNDES
Registro ou depósito pedido de 
registro no mesmo ano do 
protocolo da proposta de 
financiamento ou nos 5 (cinco) 
anos anteriores
Residentes ou aprovadas em 
Parques Tecnológicos 
estruturados ou Incubadas
Condições de Enquadramento
21
Beneficiadas por iniciativas 
voltadas para inovação ou extensão 
tecnológica no âmbito do Governo 
Federal, Estadual e Sistema S
Mais informações em: www.bndes.gov.br/mpmeinovadora
Investidas por Fundos de 
Investimento em Participações e/ 
ou Fundos Mútuos de Investimento 
em Empresas Emergentes
BNDES FUNTEC
Fundo Tecnológico
Condições de Enquadramento
22
Programa BNDES MPME Inovadora // Parceiros
23
Cartão BNDES
Taxa de juros (Outubro/17): 
1,35% a.m.
24
Cartão BNDES
Condições financeiras
O Cartão BNDES permite a aquisição de máquinas e
equipamentos,
matéria-prima e serviços credenciados no Portal de
Operações.
CLIENTES MPMEs
LIMITE DE
CRÉDITO
Até R$ 2 milhões por cartão
CUSTO 1,35% a.m. (Outubro/2017)
PERÍODO DE 
AMORTIZAÇÃO
De 3 a 48 prestações fixas, mensais
e iguais
25
• Avaliação de conformidade,
normalização, regulamentação
técnica e metrologia;
• Design, Ergonomia e Modelagem
de produto;
• Prototipagem;
• Resposta técnica de alta
complexidade;
• Serviços técnico-especializados em
eficiência energética e impacto
ambiental;
• Desenvolvimento de embalagens;
• Extensão tecnológica;
• Projeto de experimento;
• Aquisição de conhecimentos
tecnológicos e transferência de
tecnologia (contratos averbados
de INPI);
• Avaliação de viabilidade e pedido
de registro de propriedade
intelectual;
• Serviços de P,D&I
• Avaliação da qualidade de
software(CMMI, MPS.BR, MEDE-
PROS)
• Contrapartidas financeiras de
MPMEs em programas voltados
para a inovação, executados pelo
MCT/FINEP e SEBRAE em
cooperação com ICTs.
Exemplos de
serviços:
Cartão BNDES
26
O BNDES Soluções Tecnológicas visa apoiar o mercado nacional de
transferência de tecnologias / know-how, financiando empresas e
demais instituições que desejem adquirir soluções para inovar em
seus produtos e processos.
 Canal de comunicação entre ofertantes e
demandantes de soluções tecnológicas.
 Soluções tecnológicas das mais diversas
áreas do conhecimento.
Modalidade Indireta
Automática:
Portal BNDES Soluções
Tecnológicas:
“Para que a solução possa ser
financiada, a tecnologia / Know-
how deverá ter passado pela etapa
de P&D e estar disponível para
aplicação imediata.”
Conheça nosso Portal!
www.bndes.gov.br/solucoestecnologicas
(FATURAMENTO DE ATÉ R$90 MILHÕES/ANO)
Custo Financeiro Spread do Agente F.
Até 80% URTJLP Livre Neg.
(FATURAMENTO ACIMA DE R$90 MILHÕES/ANO)
Custo Financeiro Spread do Agente F.
Até 70% URTJLP
Valor MAX do
Financiamento
Prazo MAX Carência MAX
R$ 20 milhões 60 meses 24 meses
2,00%
2,00%
Remuneração BNDES
Média‐grande e Grande empresa e Adm. Pública Direta
Livre Neg.
10% Adicionais
UMBNDES ou US$ ou UMSELIC
Remuneração BNDES
1,60%
BST // BNDES Soluções Tecnológicas
27
Mercado
de Capitais
Fundo
Criatec
Fundos de
Capital de
Risco
Fundos de
Private
Equity
Participação
acionária
direta
Ofertas
Públicas
Participação Acionária
28BNDES possui uma carteira diversificada e rentável em Fundos de 
Investimentos – 30/09/2017
 Principal investidor em Capital Semente e Venture nacional;
 Liderança nas discussões sobre alinhamento de interesses, regulação e
governança dos Fundos;
 Líder da indústria na estruturação de produtos inovadores no Brasil:
capital semente, mercado de acesso, corporate venturing etc;
 Atuação transversal/setorial no BNDES, com maior número de
operações ano em inovação para PMEs e R$ 270 mm de desembolsos por
ano.
29
Participação Acionária
1
Fundo de Venture Capital Operação
Tese de Investimentos
• Apoio a empresas inovadoras, com faturamento
de até R$200 MM, nos setores
aeronáutico, espacial, defesa, segurança e
integração de sistemas.
• Objetivo de apoiar até 10 empresas em todo o
território nacional.
• Gestor: Portcapital:
http://www.portcapital.com.br/
Setores estratégicos para o país: aeronáutico, aeroespacial, segurança e integração de sistemas;
Apoio às MPMEs: empresas de pequeno e médio porte carentes de capital;
Inovação: empresas com alto potencial de inovação;
• A BNDESPAR irá integralizar até R$ 40 MM em
participação.
• Demais cotistas: Embraer, Finep e Desenvolve SP.
• O Fundo encontra‐se em período de investimento.
Captação de Novos Investidores: atuação direta e inédita da EMBRAER como investidora;
Corporate Venturing: Desenvolvimento do conceito no mercado brasileiro.
Fundo Aeroespacial
2
FINEP BNDSPAR EMBRAER
Assembléia Geral de 
Cotistas
Comitê de 
investimentos
Gestora
Companhia   2 (...)Companhia  1
Conselho de 
Administração
Comitê Fiscal 
Comitê Técnico
Fundo Aeroespacial : Governança
3
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
578/16
Fundo Aeroespacial : Características
4
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
Fundo Aeroespacial : Corporate Venture Smart Money
5
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
Fundo Aeroespacial : Setores Alvo
6
Características do Fundo Primatec
7
Características do Fundo Primatec
Alguns exemplos de 
empresas nascidas 
em Parques 
Tecnológicos e 
Incubadoras
8
Objetivo:
 Apoiar com recursos não reembolsáveis projetos de P&D 
nos Institutos de Tecnologia em parceria com empresas, a 
fim de levar o conhecimento da academia ao mercado, 
estimulando o desenvolvimento tecnológico e a inovação 
de interesse estratégico para o País.
Diretrizes:
 Resolver gargalos e oportunidades tecnológicas para o 
desenvolvimento sustentável do País.
 ... efetiva introdução de inovações no mercado.
 Concentrar esforços e recursos em temas específicos, ..., 
nos quais as empresas brasileiras possam vir a assumir 
papel de destaque ou mesmo de liderança no plano 
mundial, ....
EMPRESA
BNDESICT
BNDES Funtec
9
563
1,372
2,656
3,288
5,215
5,946 6,020
3,624
2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016
R$ Milhões
Desembolso Anual // Inovação
10
Projetos de
investimento
Crédito rotativoCapital de giro
Máquinas e
equipamentos
BNDES
Automático
BNDES Finame Cartão BNDESBNDES Giro
Formas de atuação (Resumo)
11
Apoio às MPMEs // Condições de financiamento
BNDES
Automático
BNDES
Finame
Custo
financeiro
Taxa do
BNDES
Taxa final
Prazo de
amortização
Carência
TJLP | 7 % a.a.
+/-
1,14 % a.m.
Negociado
Negociada
Até 36 meses
TJLP | 7 % a.a.
+/-
1,03 % a.m.
Negociado
Até 120 meses
Negociada
Até 24 meses
2,1% a.a. 2,1% a.a.
Taxa do agente
financeiro*
* Fonte: AOI/DESCO, com base na média de 2016.
Negociada
5,5 % a.a.
Negociada
4,0 % a.a.
BNDES Giro
TJLP | 7 % a.a.
+/-
1,21 % a.m.
Negociado
Até 60 meses
Negociada
Até 24 meses
1,5% a.a.
Negociada
7,0 % a.a.
+ ++
+
+
+ ++
== ==
12
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
O BNDES nas Exportações – BNDES Exim
13
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
O BNDES – Desembolsos à exportação (US$ bi)
14
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
BNDES Exim
 Apoiar a exportação de bens e serviços de alto valor agregado;
 Aumentar e diversificar a base exportadora do país;
 Expandir a capacidade de geração de renda e empregos no país.
Produtos Financiáveis*
Objetivos
 Bens e Serviços;
 Máquinas e equipamentos credenciados na FINAME (Credenciamento
de Fornecedores Informatizado – CFI);
 Produtos enquadrados no Processo Produtivo Básico - PPB;
 Serviços de engenharia e software.
(*) constantes da Circular AEX Nº 009/2017, 25/08/17
15
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
BNDES Exim - Produtos
Pré‐embarque Pós‐embarque
Financiar os custos de
produção de bens e serviços
destinados a exportação
Financiar a comercialização no 
exterior de bens e serviços 
exportados do Brasil
 Exportador contrata financiamento do
BNDES via Agente Financeiro,
estabelecendo um Compromisso de
Exportação
 Exportador contrata o financiamento
direto com o BNDES
 Banco Mandatário realiza as
atividades de suporte à operação
 Exportador negocia as garantias com
o Agente Financeiro
 Apoio do Fundo Garantidor para
Investimentos - BNDES FGI (MPMEs)
 Exportador estrutura as garantias com
o BNDES
 Apoio do Fundo de Garantia às
Exportações - FGE
Procedimentos
Garantias
16
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
BNDES Exim - Linhas de Financiamento
 BNDES Exim Pré-embarque - Financiamento à produção de bens para
exportação.
 BNDES Exim Pré-embarque Empresa Âncora - Financiamento à exportação de
bens, efetuada por intermédio de uma empresa âncora.
 BNDES Exim Pré-embarque Empresa Inovadora - Financiamento a empresas
inovadoras para exportação de bens de capital, bens de consumo e serviços de
tecnologia da informação (TI) desenvolvidos no Brasil.
Pré‐embarque
Linhas de financiamento:
17
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
BNDES Exim - Linhas de Financiamento
 BNDES Exim Pós-embarque Bens - Financiamento à exportação de bens
nacionais e serviços associados.
 BNDES Exim Pós-embarque Serviços - Financiamento à exportação de
serviços nacionais, incluindo os bens de fabricação nacional a serem utilizados
e/ou incorporados ao empreendimento.
 BNDES Exim Pós-embarque Aeronaves - Financiamento à exportação de
aeronaves e motores aeronáuticos civis, bem como serviços associados.
 BNDES Exim Automático - Financiamento à exportação de bens de fabricação
nacional, mediante a abertura de linha de crédito a instituições financeiras no
exterior.
Pós‐embarque
Linhas de financiamento:
Além da linha BNDES Exim
Automático, o financiamento à
comercialização pode ser
realizado por meio de duas
modalidades operacionais:
supplier credit
buyer credit
ou
18
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
BNDES Exim - Linhas de Financiamento
Pós‐embarque
Supplier credit
Buyer credit
Refinanciamento ao exportador por
meio do desconto de títulos
Financiamento à exportação
mediante celebração de contrato
com o importador, com
interveniência do exportador
Modalidades operacionais:
19
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
BNDES Exim - Linhas de Financiamento
Pós‐embarque
Fluxo operacional da linha BNDES Exim Automático - Financiamento à exportação de
bens de fabricação nacional, mediante a abertura de linha de crédito a instituições financeiras
no exterior.
20
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
Exportações em Aerodefesa
De 2000 a 2012, o BNDES Exim já financiou a
exportação de mais de US$ 181 milhões em produtos
de defesa: aeronaves, peças de reposição e serviços
para Venezuela, República Dominicana e Angola.
As consultas em curso somam mais de US$ 1 bilhão
para diversos países.
Entre 1997 e 
2016, o BNDES 
financiou a 
compra de 1.063 
jatos comerciais
21
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
Exportações em Aerodefesa – Comfort Letter
Nono Defense
Xaliman Republic
Detecta oportunidades de negócios
e garantias a serem oferecidas
Solicita 
Comfort Letter
Envia
Comfort Letter
Concretizada a oportunidade, 
protocola o pedido de 
financiamento
Nono Defense
22
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
BNDES – Explorando o Site para Exportações
www.bndes.gov.br
23
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
BNDES – Explorando o Site para Exportações
24
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
BNDES – Explorando o Site para Exportações
25
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
Circular AEX Nº 009/2017, 25/08/17
BNDES – Explorando o Site para Exportações
26
Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES)
Acesso ao Credenciamento de Fornecedores
Informatizado – CFI
Menu > Financiamentos > Serviços Online > Credenciamento de Equipamentos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ApresentaçãO Apimec Agosto 2008 Eduardo Rath Finger
ApresentaçãO Apimec Agosto 2008  Eduardo Rath FingerApresentaçãO Apimec Agosto 2008  Eduardo Rath Finger
ApresentaçãO Apimec Agosto 2008 Eduardo Rath Fingerapimec
 
Apresentação Reunião APIMEC SP 2010
Apresentação Reunião APIMEC SP 2010Apresentação Reunião APIMEC SP 2010
Apresentação Reunião APIMEC SP 2010Kianne Paganini
 
Teleconferência de Resultados 2T11
Teleconferência de Resultados 2T11Teleconferência de Resultados 2T11
Teleconferência de Resultados 2T11Kianne Paganini
 
Apresentação institucional 3 t17
Apresentação institucional 3 t17Apresentação institucional 3 t17
Apresentação institucional 3 t17Kianne Paganini
 
Relatório Anual 2011 - resumo
Relatório Anual 2011 - resumoRelatório Anual 2011 - resumo
Relatório Anual 2011 - resumoBNDES
 
Alta prioridade à inovação: chave do desenvolvimento moderno - Julio Ramundo
Alta prioridade à inovação: chave do desenvolvimento moderno - Julio RamundoAlta prioridade à inovação: chave do desenvolvimento moderno - Julio Ramundo
Alta prioridade à inovação: chave do desenvolvimento moderno - Julio RamundoBNDES
 
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)BNDES
 
Apresentação institucional 2 t15
Apresentação institucional 2 t15Apresentação institucional 2 t15
Apresentação institucional 2 t15Kianne Paganini
 
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...FecomercioSP
 
Apresentação institucional 2 t17
Apresentação institucional 2 t17Apresentação institucional 2 t17
Apresentação institucional 2 t17Kianne Paganini
 
Apresentação institucional 2 t17
Apresentação institucional 2 t17Apresentação institucional 2 t17
Apresentação institucional 2 t17Kianne Paganini
 
Apresentação institucional 2 t17
Apresentação institucional 2 t17Apresentação institucional 2 t17
Apresentação institucional 2 t17Kianne Paganini
 
Mrv apresentação institucional resumida por
Mrv apresentação institucional resumida porMrv apresentação institucional resumida por
Mrv apresentação institucional resumida porcinthia_volpani
 
Apresentacao institucional 06 2018_por
Apresentacao institucional 06 2018_porApresentacao institucional 06 2018_por
Apresentacao institucional 06 2018_porMRVRI
 
Teleconferência de Resultados 2T10
Teleconferência de Resultados 2T10Teleconferência de Resultados 2T10
Teleconferência de Resultados 2T10Kianne Paganini
 
Apresentação institucional 1 t17
Apresentação institucional 1 t17Apresentação institucional 1 t17
Apresentação institucional 1 t17Kianne Paganini
 

Mais procurados (20)

Abvcap
AbvcapAbvcap
Abvcap
 
ApresentaçãO Apimec Agosto 2008 Eduardo Rath Finger
ApresentaçãO Apimec Agosto 2008  Eduardo Rath FingerApresentaçãO Apimec Agosto 2008  Eduardo Rath Finger
ApresentaçãO Apimec Agosto 2008 Eduardo Rath Finger
 
Apresentação Reunião APIMEC SP 2010
Apresentação Reunião APIMEC SP 2010Apresentação Reunião APIMEC SP 2010
Apresentação Reunião APIMEC SP 2010
 
Teleconferência de Resultados 2T11
Teleconferência de Resultados 2T11Teleconferência de Resultados 2T11
Teleconferência de Resultados 2T11
 
Apresentação institucional 3 t17
Apresentação institucional 3 t17Apresentação institucional 3 t17
Apresentação institucional 3 t17
 
Relatório Anual 2011 - resumo
Relatório Anual 2011 - resumoRelatório Anual 2011 - resumo
Relatório Anual 2011 - resumo
 
20151218-leave-behind
20151218-leave-behind20151218-leave-behind
20151218-leave-behind
 
Alta prioridade à inovação: chave do desenvolvimento moderno - Julio Ramundo
Alta prioridade à inovação: chave do desenvolvimento moderno - Julio RamundoAlta prioridade à inovação: chave do desenvolvimento moderno - Julio Ramundo
Alta prioridade à inovação: chave do desenvolvimento moderno - Julio Ramundo
 
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
 
Apresentação institucional 2 t15
Apresentação institucional 2 t15Apresentação institucional 2 t15
Apresentação institucional 2 t15
 
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...
 
Apresentação institucional 2 t17
Apresentação institucional 2 t17Apresentação institucional 2 t17
Apresentação institucional 2 t17
 
Apresentação institucional 2 t17
Apresentação institucional 2 t17Apresentação institucional 2 t17
Apresentação institucional 2 t17
 
Apresentação institucional 2 t17
Apresentação institucional 2 t17Apresentação institucional 2 t17
Apresentação institucional 2 t17
 
Mrv apresentação institucional resumida por
Mrv apresentação institucional resumida porMrv apresentação institucional resumida por
Mrv apresentação institucional resumida por
 
attached#02
attached#02attached#02
attached#02
 
Apresentacao institucional 06 2018_por
Apresentacao institucional 06 2018_porApresentacao institucional 06 2018_por
Apresentacao institucional 06 2018_por
 
Teleconferência de Resultados 2T10
Teleconferência de Resultados 2T10Teleconferência de Resultados 2T10
Teleconferência de Resultados 2T10
 
Apresentação institucional 1 t17
Apresentação institucional 1 t17Apresentação institucional 1 t17
Apresentação institucional 1 t17
 
"Crowdfunding - Financiamento alternativo para apoiar startups" - Sandra Corr...
"Crowdfunding - Financiamento alternativo para apoiar startups" - Sandra Corr..."Crowdfunding - Financiamento alternativo para apoiar startups" - Sandra Corr...
"Crowdfunding - Financiamento alternativo para apoiar startups" - Sandra Corr...
 

Semelhante a O apoio do BNDES à Inovação e ao setor de Aeroespaço & Defesa - Novembro/2017

BNDES: Instrumentos de Apoio à Inovação
BNDES: Instrumentos de Apoio à InovaçãoBNDES: Instrumentos de Apoio à Inovação
BNDES: Instrumentos de Apoio à InovaçãoCPqD
 
O BNDES Mais Perto de Você
O BNDES Mais Perto de VocêO BNDES Mais Perto de Você
O BNDES Mais Perto de VocêBNDES
 
Fórum Nacional Confap Consecti João Paulo - 29/08/2011
Fórum Nacional Confap Consecti João Paulo - 29/08/2011Fórum Nacional Confap Consecti João Paulo - 29/08/2011
Fórum Nacional Confap Consecti João Paulo - 29/08/2011Confap
 
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústria
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústriaInovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústria
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústriaFabricio Martins
 
Mainstep Ficha Técnica SI Inovação Empreendedorismo AAC05 2010
Mainstep Ficha Técnica SI Inovação Empreendedorismo AAC05 2010Mainstep Ficha Técnica SI Inovação Empreendedorismo AAC05 2010
Mainstep Ficha Técnica SI Inovação Empreendedorismo AAC05 2010Mainstep Business Services
 
Fontes de Fomento - CESAR
Fontes de Fomento - CESARFontes de Fomento - CESAR
Fontes de Fomento - CESARCESAR
 
Palestra oportunidades editais novembro 2013 uberaba
Palestra oportunidades editais novembro 2013 uberabaPalestra oportunidades editais novembro 2013 uberaba
Palestra oportunidades editais novembro 2013 uberabatiuberaba
 
Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Oportunidades e Parcerias - Andre Medrado...
Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Oportunidades e Parcerias - Andre Medrado...Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Oportunidades e Parcerias - Andre Medrado...
Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Oportunidades e Parcerias - Andre Medrado...Rio Info
 
Apresentação BNDES - Operações Diretas
Apresentação BNDES - Operações DiretasApresentação BNDES - Operações Diretas
Apresentação BNDES - Operações DiretasBNDES
 
SIMI - Sistema Mineiro de Inovação
SIMI - Sistema Mineiro de InovaçãoSIMI - Sistema Mineiro de Inovação
SIMI - Sistema Mineiro de InovaçãoInovatec JF
 
Apresentação luciana vasco - bndes
Apresentação   luciana vasco - bndesApresentação   luciana vasco - bndes
Apresentação luciana vasco - bndesTelmo Teramoto
 
Iapmei incentivos industria 4.0 apt v4
Iapmei   incentivos industria 4.0 apt v4Iapmei   incentivos industria 4.0 apt v4
Iapmei incentivos industria 4.0 apt v4Pedro Cilínio
 
Palestra Curso GEPIT - Financiamento da Inovação - João Florêncio da Silva...
Palestra Curso GEPIT -  Financiamento da Inovação  -  João Florêncio da Silva...Palestra Curso GEPIT -  Financiamento da Inovação  -  João Florêncio da Silva...
Palestra Curso GEPIT - Financiamento da Inovação - João Florêncio da Silva...auspin
 
Planejamento Estratégico
Planejamento EstratégicoPlanejamento Estratégico
Planejamento EstratégicoAdemar Junior
 
Fintechs: Inovação ou Revolução do Sistema Bancário | TDC POA 2016 - Trilha F...
Fintechs: Inovação ou Revolução do Sistema Bancário | TDC POA 2016 - Trilha F...Fintechs: Inovação ou Revolução do Sistema Bancário | TDC POA 2016 - Trilha F...
Fintechs: Inovação ou Revolução do Sistema Bancário | TDC POA 2016 - Trilha F...André Bueno
 

Semelhante a O apoio do BNDES à Inovação e ao setor de Aeroespaço & Defesa - Novembro/2017 (20)

BNDES: Instrumentos de Apoio à Inovação
BNDES: Instrumentos de Apoio à InovaçãoBNDES: Instrumentos de Apoio à Inovação
BNDES: Instrumentos de Apoio à Inovação
 
O BNDES Mais Perto de Você
O BNDES Mais Perto de VocêO BNDES Mais Perto de Você
O BNDES Mais Perto de Você
 
Fórum Nacional Confap Consecti João Paulo - 29/08/2011
Fórum Nacional Confap Consecti João Paulo - 29/08/2011Fórum Nacional Confap Consecti João Paulo - 29/08/2011
Fórum Nacional Confap Consecti João Paulo - 29/08/2011
 
Bndes Economia
Bndes EconomiaBndes Economia
Bndes Economia
 
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústria
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústriaInovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústria
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústria
 
Mainstep Ficha Técnica SI Inovação Empreendedorismo AAC05 2010
Mainstep Ficha Técnica SI Inovação Empreendedorismo AAC05 2010Mainstep Ficha Técnica SI Inovação Empreendedorismo AAC05 2010
Mainstep Ficha Técnica SI Inovação Empreendedorismo AAC05 2010
 
Fontes de Fomento - CESAR
Fontes de Fomento - CESARFontes de Fomento - CESAR
Fontes de Fomento - CESAR
 
BNDES
BNDESBNDES
BNDES
 
Palestra oportunidades editais novembro 2013 uberaba
Palestra oportunidades editais novembro 2013 uberabaPalestra oportunidades editais novembro 2013 uberaba
Palestra oportunidades editais novembro 2013 uberaba
 
Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Oportunidades e Parcerias - Andre Medrado...
Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Oportunidades e Parcerias - Andre Medrado...Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Oportunidades e Parcerias - Andre Medrado...
Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Oportunidades e Parcerias - Andre Medrado...
 
Apresentação BNDES - Operações Diretas
Apresentação BNDES - Operações DiretasApresentação BNDES - Operações Diretas
Apresentação BNDES - Operações Diretas
 
SIMI - Sistema Mineiro de Inovação
SIMI - Sistema Mineiro de InovaçãoSIMI - Sistema Mineiro de Inovação
SIMI - Sistema Mineiro de Inovação
 
ADSO DOSSIER PORTUGAL2020
ADSO DOSSIER PORTUGAL2020ADSO DOSSIER PORTUGAL2020
ADSO DOSSIER PORTUGAL2020
 
Apresentação luciana vasco - bndes
Apresentação   luciana vasco - bndesApresentação   luciana vasco - bndes
Apresentação luciana vasco - bndes
 
Iapmei incentivos industria 4.0 apt v4
Iapmei   incentivos industria 4.0 apt v4Iapmei   incentivos industria 4.0 apt v4
Iapmei incentivos industria 4.0 apt v4
 
Palestra Curso GEPIT - Financiamento da Inovação - João Florêncio da Silva...
Palestra Curso GEPIT -  Financiamento da Inovação  -  João Florêncio da Silva...Palestra Curso GEPIT -  Financiamento da Inovação  -  João Florêncio da Silva...
Palestra Curso GEPIT - Financiamento da Inovação - João Florêncio da Silva...
 
Planejamento Estratégico
Planejamento EstratégicoPlanejamento Estratégico
Planejamento Estratégico
 
Fintechs: Inovação ou Revolução do Sistema Bancário | TDC POA 2016 - Trilha F...
Fintechs: Inovação ou Revolução do Sistema Bancário | TDC POA 2016 - Trilha F...Fintechs: Inovação ou Revolução do Sistema Bancário | TDC POA 2016 - Trilha F...
Fintechs: Inovação ou Revolução do Sistema Bancário | TDC POA 2016 - Trilha F...
 
Cartilha inovação para microempresa
Cartilha inovação para microempresaCartilha inovação para microempresa
Cartilha inovação para microempresa
 
BRDE - Evento Águia
BRDE - Evento ÁguiaBRDE - Evento Águia
BRDE - Evento Águia
 

Mais de BNDES

O BNDES e o apoio à inovação - Casos de sucesso
O BNDES e o apoio à inovação - Casos de sucessoO BNDES e o apoio à inovação - Casos de sucesso
O BNDES e o apoio à inovação - Casos de sucessoBNDES
 
Matchfunding BNDES 2020 - Projetos Selecionados
Matchfunding BNDES 2020 - Projetos SelecionadosMatchfunding BNDES 2020 - Projetos Selecionados
Matchfunding BNDES 2020 - Projetos SelecionadosBNDES
 
BNDES Institutional presentation
BNDES Institutional presentationBNDES Institutional presentation
BNDES Institutional presentationBNDES
 
Sondagem do Mercado - Companhia de Saneamento de Alagoas
Sondagem do Mercado - Companhia de Saneamento de AlagoasSondagem do Mercado - Companhia de Saneamento de Alagoas
Sondagem do Mercado - Companhia de Saneamento de AlagoasBNDES
 
Apresentação BNDES - Exportações de Serviços
Apresentação BNDES - Exportações de ServiçosApresentação BNDES - Exportações de Serviços
Apresentação BNDES - Exportações de ServiçosBNDES
 
O BNDES e o apoio à inovação
O BNDES e o apoio à inovaçãoO BNDES e o apoio à inovação
O BNDES e o apoio à inovaçãoBNDES
 
Apresentação - Demonstrações financeiras - 1° trimestre de 2019
Apresentação - Demonstrações financeiras - 1° trimestre de 2019Apresentação - Demonstrações financeiras - 1° trimestre de 2019
Apresentação - Demonstrações financeiras - 1° trimestre de 2019BNDES
 
Patrocínio Cultural
Patrocínio CulturalPatrocínio Cultural
Patrocínio CulturalBNDES
 
O BNDES - Apresentação institucional
O BNDES - Apresentação institucionalO BNDES - Apresentação institucional
O BNDES - Apresentação institucionalBNDES
 
O BNDES e o apoio à inovação
O BNDES e o apoio à inovaçãoO BNDES e o apoio à inovação
O BNDES e o apoio à inovaçãoBNDES
 
Demonstracoes financeiras Sistema BNDES 1º sem/2018
Demonstracoes financeiras Sistema BNDES 1º sem/2018Demonstracoes financeiras Sistema BNDES 1º sem/2018
Demonstracoes financeiras Sistema BNDES 1º sem/2018BNDES
 
Cartilha "O BNDES mais perto de você"
Cartilha "O BNDES mais perto de você"Cartilha "O BNDES mais perto de você"
Cartilha "O BNDES mais perto de você"BNDES
 
BNDES Garagem
BNDES GaragemBNDES Garagem
BNDES GaragemBNDES
 
O BNDES Mais Perto de Você - Vitória (ES)
O BNDES Mais Perto de Você - Vitória (ES) O BNDES Mais Perto de Você - Vitória (ES)
O BNDES Mais Perto de Você - Vitória (ES) BNDES
 
20180613 apoio geracao distribuida
20180613 apoio geracao distribuida20180613 apoio geracao distribuida
20180613 apoio geracao distribuidaBNDES
 
Nova Geração do Biogás - São Paulo, 09.05.2018
Nova Geração do Biogás - São Paulo, 09.05.2018Nova Geração do Biogás - São Paulo, 09.05.2018
Nova Geração do Biogás - São Paulo, 09.05.2018BNDES
 
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018BNDES
 
Desempenho Operacional do BNDES em 2017 no Nordeste
Desempenho Operacional do BNDES em 2017 no NordesteDesempenho Operacional do BNDES em 2017 no Nordeste
Desempenho Operacional do BNDES em 2017 no NordesteBNDES
 
Desempenho BNDES 2017
Desempenho BNDES 2017Desempenho BNDES 2017
Desempenho BNDES 2017BNDES
 
"Rio: Hora da Virada" - Exame Fórum RJ
"Rio: Hora da Virada" - Exame Fórum RJ"Rio: Hora da Virada" - Exame Fórum RJ
"Rio: Hora da Virada" - Exame Fórum RJBNDES
 

Mais de BNDES (20)

O BNDES e o apoio à inovação - Casos de sucesso
O BNDES e o apoio à inovação - Casos de sucessoO BNDES e o apoio à inovação - Casos de sucesso
O BNDES e o apoio à inovação - Casos de sucesso
 
Matchfunding BNDES 2020 - Projetos Selecionados
Matchfunding BNDES 2020 - Projetos SelecionadosMatchfunding BNDES 2020 - Projetos Selecionados
Matchfunding BNDES 2020 - Projetos Selecionados
 
BNDES Institutional presentation
BNDES Institutional presentationBNDES Institutional presentation
BNDES Institutional presentation
 
Sondagem do Mercado - Companhia de Saneamento de Alagoas
Sondagem do Mercado - Companhia de Saneamento de AlagoasSondagem do Mercado - Companhia de Saneamento de Alagoas
Sondagem do Mercado - Companhia de Saneamento de Alagoas
 
Apresentação BNDES - Exportações de Serviços
Apresentação BNDES - Exportações de ServiçosApresentação BNDES - Exportações de Serviços
Apresentação BNDES - Exportações de Serviços
 
O BNDES e o apoio à inovação
O BNDES e o apoio à inovaçãoO BNDES e o apoio à inovação
O BNDES e o apoio à inovação
 
Apresentação - Demonstrações financeiras - 1° trimestre de 2019
Apresentação - Demonstrações financeiras - 1° trimestre de 2019Apresentação - Demonstrações financeiras - 1° trimestre de 2019
Apresentação - Demonstrações financeiras - 1° trimestre de 2019
 
Patrocínio Cultural
Patrocínio CulturalPatrocínio Cultural
Patrocínio Cultural
 
O BNDES - Apresentação institucional
O BNDES - Apresentação institucionalO BNDES - Apresentação institucional
O BNDES - Apresentação institucional
 
O BNDES e o apoio à inovação
O BNDES e o apoio à inovaçãoO BNDES e o apoio à inovação
O BNDES e o apoio à inovação
 
Demonstracoes financeiras Sistema BNDES 1º sem/2018
Demonstracoes financeiras Sistema BNDES 1º sem/2018Demonstracoes financeiras Sistema BNDES 1º sem/2018
Demonstracoes financeiras Sistema BNDES 1º sem/2018
 
Cartilha "O BNDES mais perto de você"
Cartilha "O BNDES mais perto de você"Cartilha "O BNDES mais perto de você"
Cartilha "O BNDES mais perto de você"
 
BNDES Garagem
BNDES GaragemBNDES Garagem
BNDES Garagem
 
O BNDES Mais Perto de Você - Vitória (ES)
O BNDES Mais Perto de Você - Vitória (ES) O BNDES Mais Perto de Você - Vitória (ES)
O BNDES Mais Perto de Você - Vitória (ES)
 
20180613 apoio geracao distribuida
20180613 apoio geracao distribuida20180613 apoio geracao distribuida
20180613 apoio geracao distribuida
 
Nova Geração do Biogás - São Paulo, 09.05.2018
Nova Geração do Biogás - São Paulo, 09.05.2018Nova Geração do Biogás - São Paulo, 09.05.2018
Nova Geração do Biogás - São Paulo, 09.05.2018
 
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
 
Desempenho Operacional do BNDES em 2017 no Nordeste
Desempenho Operacional do BNDES em 2017 no NordesteDesempenho Operacional do BNDES em 2017 no Nordeste
Desempenho Operacional do BNDES em 2017 no Nordeste
 
Desempenho BNDES 2017
Desempenho BNDES 2017Desempenho BNDES 2017
Desempenho BNDES 2017
 
"Rio: Hora da Virada" - Exame Fórum RJ
"Rio: Hora da Virada" - Exame Fórum RJ"Rio: Hora da Virada" - Exame Fórum RJ
"Rio: Hora da Virada" - Exame Fórum RJ
 

O apoio do BNDES à Inovação e ao setor de Aeroespaço & Defesa - Novembro/2017

  • 1. O apoio do BNDES à Inovação e ao setor de Aeroespaço & Defesa 28 de novembro de 2017 Sergio B. Varella Gomes Gerente do Departamento de Apoio às Exportações do Setor Aeronáutico Encontro PwC de Aeroespaço & Defesa
  • 2. O BNDES Beneficiários Conceitos Básicos O BNDES nas Exportações – BNDES Exim Exportações em Aerodefesa Sumário BNDES – Explorando o Site para Exportações Acesso ao Credenciamento de Fornecedores Informatizado – CFI Apoio do BNDES à Inovação
  • 3.  Fundado em 20 de junho de 1952  100% estatal de direito privado  Instrumento fundamental para a implementação de políticas industriais e de infraestrutura do Governo Federal  Principal fornecedor de financiamento de longo prazo no Brasil  Ênfase no financiamento a projetos de investimento  Apoio a micro, pequenas e médias empresas  Banco brasileiro de exportações / Export Credit Agency - ECA O BNDES
  • 4. Rio de Janeiro Brasília Recife São Paulo O BNDES - Escritórios 2.800 empregados (Outubro, 2016)
  • 5. O BNDES BNDESPAR FINAME Financiamentos de longo prazo Participações societárias Produção e aquisição de máquinas e equipamentos
  • 6. O BNDES – Linha do tempo
  • 7. O BNDES – Relacionamento Institucional Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Tribunal de Contas da União Ministério da Fazenda Conselho Monetário Nacional Banco Central Receita Federal Comissão de Valores Mobiliários Tesouro nacional Superintendência de Seguros Privados
  • 8. O BNDES - Desembolsos
  • 9. O BNDES - Desembolsos
  • 10. Conceitos Básicos - Op Diretas e Indiretas Operações Diretas Empresário Agente Financeiro Operações Indiretas Informação e Relacionamento Financiamento contratado direto com o BNDES Financiamento contratado via Agente Financeiro do BNDES Empresário Em geral, valor superior a R$ 20 milhões de financiamento
  • 11. Conceitos Básicos – Classificação de Porte MICRO Menor ou igual a R$ 360 mil PEQUENA Maior que R$ 360 mil e menor ou igual a R$ 3,6 milhões MÉDIA Maior que R$ 3,6 milhões e menor ou igual a R$ 300 milhões Receita Operacional Bruta Anual * M P M E GRANDE Maior que R$ 300 milhões Porte (*) ROB da empresa ou do grupo empresarial à qual pertença
  • 12. Conceitos Básicos – Mecanismos de Financiamento Start-up Start-up Micro Até R$ 2,4milhões Pequena Até R$16 milhões Média Até R$ 300 milhões Grande > R$ 300 milhões Linha Incentivada A Participação Acionária Fundos de Investimento com foco em inovação Soluções Tecnológicas MPME Inovadora Cartão BNDES CRIATEC ProdutosBNDES MPME Grande FUNTEC Títulos Híbridos de Apoio à Inovação EXIM Pré-Embarque Empresa Inovadora
  • 13. Beneficiários - Requisitos Mínimos No Agente Financeiro  Análise cadastral  Capacidade de pagamento  Garantias: a critério do Agente Financeiro, observadas as normas do Banco Central Atenção: O BNDES não credencia ou indica consultores, pessoas físicas ou jurídicas, como intermediários para facilitar, agilizar ou aprovar operações com o próprio BNDES ou com os Agentes Financeiros credenciados.
  • 14. Beneficiários - Requisitos Mínimos No BNDES  Ter seus produtos credenciados no BNDES (CFI);  Possuir índice de nacionalização segundo as normas vigentes no BNDES;  Poder oferecer garantias (reais e/ou pessoais) compatíveis com os valores demandados. Atenção: O BNDES não credencia ou indica consultores, pessoas físicas ou jurídicas, como intermediários para facilitar, agilizar ou aprovar operações com o próprio BNDES ou com os Agentes Financeiros credenciados.  Estar em dia com as obrigações fiscais e previdenciárias  Legislação ambiental  Não estar em regime de recuperação de crédito;  Estar cadastrado regularmente no sistema do BNDES
  • 15. Apoio do BNDES à Inovação BNDES Finem – Inovação Financiamento ≥ R$ 20 milhões Sistema de Consulta Prévia Eletrônica https://web.bndes.gov.br/ConsultaFINEM/Direto/ • Planos de investimentos em inovação, incluindo a capacitação para inovar e também as inovações potencialmente disruptivas ou incrementais de produto, processo e marketing. • Investimentos em plantas industriais com características inéditas ou que tenham como objetivo a produção de bens não fabricados no Brasil. • Aquisição de bens de informática e automação com tecnologia nacional.
  • 16. 16 LINHAS PARTICIPAÇÃO MÁXIMA EM TJLP * QUALIFICADORES PROJETOS DE INVESTIMENTO A 80%  Inovação – Financiamento a partir de R$ 10 Milhões  Meio ambiente  Projetos de MPMEs  Educação, saúde, segurança e assistência social (atendimento público)  Modernização da administração pública B 60%  Desenvolvimento territorial dos estados, Distrito Federal e municípios  Educação, saúde e cultura (atendimento privado)  Indústria e serviços difusores de tecnologia  Indústria e serviços intensivos em conhecimento  Produção de alimentos e biocombustíveis A 30%  Expansão da capacidade produtiva B 0%  Demais investimentos INCENTIVADAPADRÃO * É possível complementar o financiamento até 80% do investimento utilizando taxa de mercado. BNDES Finem – Condições // Financiamento igual ou superior a R$ 20 milhões
  • 17. 17 Objetivo:   Plano de Investimentos em inovação...   ... Investimento em plantas industriais com características  inéditas ou que tenham como objetivo a produção de bens  não‐fabricados no Brasil, de forma a promover a expansão da  fronteira tecnológica do País...  ... Aquisição de bens de informática e automação com  tecnologia nacional. Modalidade direta: financiamento e/ou capitalização Valor Mínimo: R$ 10 milhões Custo: TJLP + 1,7% + Taxa de Risco de Crédito Participação: até 80% Prazo: até 12 anos Garantias: definidas na análise Condições: BNDES Linha Incentivada A // Inovação
  • 18. 18 Objetivo:  Aumentar a competitividade das MPMEs, financiando os  investimentos necessários para a introdução de inovações no  mercado...  ... de forma articulada com os demais atores do Sistema  Nacional de Inovação, ...   ... contemplando ações contínuas de melhorias incrementais em seus produtos e/ou processos, além do aprimoramento de  suas competências, estrutura e conhecimentos técnicos. Direcionamento do foco da  análise para o mérito da  empresa. Definição de critérios  objetivos para  enquadramento pelo o agente  financeiro e pelo o BNDES. MODALIDADE  INDIRETA BNDES MPME Inovadora
  • 19. 19 Vigência Investimento Capital de Giro Isolado Custo TJLP + 1,1% + remuneração agente financeiro MP (75% da Selic + 0,5%) ou Média (90% da Selic + 1,4% ) + remuneração agente financeiro Limite de  financiamento R$ 20 milhões R$ 10 milhões Prazo Máximo 10 anos (até 4 anos de carência) 5 anos  (até 2 anos de carência) Participação Até 90%  Possibilidade de utilização do FGI – Fundo Garantidor para  Investimentos: até 80% de cobertura;   Facultativo ao agente financeiro: conta vinculada (até 5% do  financiamento). Vigência  Até 30 de setembro de 2018. Condições Financeiras Reforço nas Garantias
  • 22. 22 Programa BNDES MPME Inovadora // Parceiros
  • 24. 24 Cartão BNDES Condições financeiras O Cartão BNDES permite a aquisição de máquinas e equipamentos, matéria-prima e serviços credenciados no Portal de Operações. CLIENTES MPMEs LIMITE DE CRÉDITO Até R$ 2 milhões por cartão CUSTO 1,35% a.m. (Outubro/2017) PERÍODO DE  AMORTIZAÇÃO De 3 a 48 prestações fixas, mensais e iguais
  • 25. 25 • Avaliação de conformidade, normalização, regulamentação técnica e metrologia; • Design, Ergonomia e Modelagem de produto; • Prototipagem; • Resposta técnica de alta complexidade; • Serviços técnico-especializados em eficiência energética e impacto ambiental; • Desenvolvimento de embalagens; • Extensão tecnológica; • Projeto de experimento; • Aquisição de conhecimentos tecnológicos e transferência de tecnologia (contratos averbados de INPI); • Avaliação de viabilidade e pedido de registro de propriedade intelectual; • Serviços de P,D&I • Avaliação da qualidade de software(CMMI, MPS.BR, MEDE- PROS) • Contrapartidas financeiras de MPMEs em programas voltados para a inovação, executados pelo MCT/FINEP e SEBRAE em cooperação com ICTs. Exemplos de serviços: Cartão BNDES
  • 26. 26 O BNDES Soluções Tecnológicas visa apoiar o mercado nacional de transferência de tecnologias / know-how, financiando empresas e demais instituições que desejem adquirir soluções para inovar em seus produtos e processos.  Canal de comunicação entre ofertantes e demandantes de soluções tecnológicas.  Soluções tecnológicas das mais diversas áreas do conhecimento. Modalidade Indireta Automática: Portal BNDES Soluções Tecnológicas: “Para que a solução possa ser financiada, a tecnologia / Know- how deverá ter passado pela etapa de P&D e estar disponível para aplicação imediata.” Conheça nosso Portal! www.bndes.gov.br/solucoestecnologicas (FATURAMENTO DE ATÉ R$90 MILHÕES/ANO) Custo Financeiro Spread do Agente F. Até 80% URTJLP Livre Neg. (FATURAMENTO ACIMA DE R$90 MILHÕES/ANO) Custo Financeiro Spread do Agente F. Até 70% URTJLP Valor MAX do Financiamento Prazo MAX Carência MAX R$ 20 milhões 60 meses 24 meses 2,00% 2,00% Remuneração BNDES Média‐grande e Grande empresa e Adm. Pública Direta Livre Neg. 10% Adicionais UMBNDES ou US$ ou UMSELIC Remuneração BNDES 1,60% BST // BNDES Soluções Tecnológicas
  • 27. 27 Mercado de Capitais Fundo Criatec Fundos de Capital de Risco Fundos de Private Equity Participação acionária direta Ofertas Públicas Participação Acionária
  • 28. 28BNDES possui uma carteira diversificada e rentável em Fundos de  Investimentos – 30/09/2017  Principal investidor em Capital Semente e Venture nacional;  Liderança nas discussões sobre alinhamento de interesses, regulação e governança dos Fundos;  Líder da indústria na estruturação de produtos inovadores no Brasil: capital semente, mercado de acesso, corporate venturing etc;  Atuação transversal/setorial no BNDES, com maior número de operações ano em inovação para PMEs e R$ 270 mm de desembolsos por ano.
  • 30. 1 Fundo de Venture Capital Operação Tese de Investimentos • Apoio a empresas inovadoras, com faturamento de até R$200 MM, nos setores aeronáutico, espacial, defesa, segurança e integração de sistemas. • Objetivo de apoiar até 10 empresas em todo o território nacional. • Gestor: Portcapital: http://www.portcapital.com.br/ Setores estratégicos para o país: aeronáutico, aeroespacial, segurança e integração de sistemas; Apoio às MPMEs: empresas de pequeno e médio porte carentes de capital; Inovação: empresas com alto potencial de inovação; • A BNDESPAR irá integralizar até R$ 40 MM em participação. • Demais cotistas: Embraer, Finep e Desenvolve SP. • O Fundo encontra‐se em período de investimento. Captação de Novos Investidores: atuação direta e inédita da EMBRAER como investidora; Corporate Venturing: Desenvolvimento do conceito no mercado brasileiro. Fundo Aeroespacial
  • 31. 2 FINEP BNDSPAR EMBRAER Assembléia Geral de  Cotistas Comitê de  investimentos Gestora Companhia   2 (...)Companhia  1 Conselho de  Administração Comitê Fiscal  Comitê Técnico Fundo Aeroespacial : Governança
  • 32. 3 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) 578/16 Fundo Aeroespacial : Características
  • 33. 4 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) Fundo Aeroespacial : Corporate Venture Smart Money
  • 34. 5 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) Fundo Aeroespacial : Setores Alvo
  • 36. 7 Características do Fundo Primatec Alguns exemplos de  empresas nascidas  em Parques  Tecnológicos e  Incubadoras
  • 37. 8 Objetivo:  Apoiar com recursos não reembolsáveis projetos de P&D  nos Institutos de Tecnologia em parceria com empresas, a  fim de levar o conhecimento da academia ao mercado,  estimulando o desenvolvimento tecnológico e a inovação  de interesse estratégico para o País. Diretrizes:  Resolver gargalos e oportunidades tecnológicas para o  desenvolvimento sustentável do País.  ... efetiva introdução de inovações no mercado.  Concentrar esforços e recursos em temas específicos, ...,  nos quais as empresas brasileiras possam vir a assumir  papel de destaque ou mesmo de liderança no plano  mundial, .... EMPRESA BNDESICT BNDES Funtec
  • 38. 9 563 1,372 2,656 3,288 5,215 5,946 6,020 3,624 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 R$ Milhões Desembolso Anual // Inovação
  • 39. 10 Projetos de investimento Crédito rotativoCapital de giro Máquinas e equipamentos BNDES Automático BNDES Finame Cartão BNDESBNDES Giro Formas de atuação (Resumo)
  • 40. 11 Apoio às MPMEs // Condições de financiamento BNDES Automático BNDES Finame Custo financeiro Taxa do BNDES Taxa final Prazo de amortização Carência TJLP | 7 % a.a. +/- 1,14 % a.m. Negociado Negociada Até 36 meses TJLP | 7 % a.a. +/- 1,03 % a.m. Negociado Até 120 meses Negociada Até 24 meses 2,1% a.a. 2,1% a.a. Taxa do agente financeiro* * Fonte: AOI/DESCO, com base na média de 2016. Negociada 5,5 % a.a. Negociada 4,0 % a.a. BNDES Giro TJLP | 7 % a.a. +/- 1,21 % a.m. Negociado Até 60 meses Negociada Até 24 meses 1,5% a.a. Negociada 7,0 % a.a. + ++ + + + ++ == ==
  • 41. 12 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) O BNDES nas Exportações – BNDES Exim
  • 42. 13 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) O BNDES – Desembolsos à exportação (US$ bi)
  • 43. 14 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) BNDES Exim  Apoiar a exportação de bens e serviços de alto valor agregado;  Aumentar e diversificar a base exportadora do país;  Expandir a capacidade de geração de renda e empregos no país. Produtos Financiáveis* Objetivos  Bens e Serviços;  Máquinas e equipamentos credenciados na FINAME (Credenciamento de Fornecedores Informatizado – CFI);  Produtos enquadrados no Processo Produtivo Básico - PPB;  Serviços de engenharia e software. (*) constantes da Circular AEX Nº 009/2017, 25/08/17
  • 44. 15 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) BNDES Exim - Produtos Pré‐embarque Pós‐embarque Financiar os custos de produção de bens e serviços destinados a exportação Financiar a comercialização no  exterior de bens e serviços  exportados do Brasil  Exportador contrata financiamento do BNDES via Agente Financeiro, estabelecendo um Compromisso de Exportação  Exportador contrata o financiamento direto com o BNDES  Banco Mandatário realiza as atividades de suporte à operação  Exportador negocia as garantias com o Agente Financeiro  Apoio do Fundo Garantidor para Investimentos - BNDES FGI (MPMEs)  Exportador estrutura as garantias com o BNDES  Apoio do Fundo de Garantia às Exportações - FGE Procedimentos Garantias
  • 45. 16 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) BNDES Exim - Linhas de Financiamento  BNDES Exim Pré-embarque - Financiamento à produção de bens para exportação.  BNDES Exim Pré-embarque Empresa Âncora - Financiamento à exportação de bens, efetuada por intermédio de uma empresa âncora.  BNDES Exim Pré-embarque Empresa Inovadora - Financiamento a empresas inovadoras para exportação de bens de capital, bens de consumo e serviços de tecnologia da informação (TI) desenvolvidos no Brasil. Pré‐embarque Linhas de financiamento:
  • 46. 17 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) BNDES Exim - Linhas de Financiamento  BNDES Exim Pós-embarque Bens - Financiamento à exportação de bens nacionais e serviços associados.  BNDES Exim Pós-embarque Serviços - Financiamento à exportação de serviços nacionais, incluindo os bens de fabricação nacional a serem utilizados e/ou incorporados ao empreendimento.  BNDES Exim Pós-embarque Aeronaves - Financiamento à exportação de aeronaves e motores aeronáuticos civis, bem como serviços associados.  BNDES Exim Automático - Financiamento à exportação de bens de fabricação nacional, mediante a abertura de linha de crédito a instituições financeiras no exterior. Pós‐embarque Linhas de financiamento: Além da linha BNDES Exim Automático, o financiamento à comercialização pode ser realizado por meio de duas modalidades operacionais: supplier credit buyer credit ou
  • 47. 18 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) BNDES Exim - Linhas de Financiamento Pós‐embarque Supplier credit Buyer credit Refinanciamento ao exportador por meio do desconto de títulos Financiamento à exportação mediante celebração de contrato com o importador, com interveniência do exportador Modalidades operacionais:
  • 48. 19 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) BNDES Exim - Linhas de Financiamento Pós‐embarque Fluxo operacional da linha BNDES Exim Automático - Financiamento à exportação de bens de fabricação nacional, mediante a abertura de linha de crédito a instituições financeiras no exterior.
  • 49. 20 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) Exportações em Aerodefesa De 2000 a 2012, o BNDES Exim já financiou a exportação de mais de US$ 181 milhões em produtos de defesa: aeronaves, peças de reposição e serviços para Venezuela, República Dominicana e Angola. As consultas em curso somam mais de US$ 1 bilhão para diversos países. Entre 1997 e  2016, o BNDES  financiou a  compra de 1.063  jatos comerciais
  • 50. 21 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) Exportações em Aerodefesa – Comfort Letter Nono Defense Xaliman Republic Detecta oportunidades de negócios e garantias a serem oferecidas Solicita  Comfort Letter Envia Comfort Letter Concretizada a oportunidade,  protocola o pedido de  financiamento Nono Defense
  • 51. 22 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) BNDES – Explorando o Site para Exportações www.bndes.gov.br
  • 52. 23 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) BNDES – Explorando o Site para Exportações
  • 53. 24 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) BNDES – Explorando o Site para Exportações
  • 54. 25 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) Circular AEX Nº 009/2017, 25/08/17 BNDES – Explorando o Site para Exportações
  • 55. 26 Classificação: Documento Reservado Restrição de acesso: AMC, ACE, GP/SG e C.A. BNDESPAR – uso no âmbito interno Unidade gestora: AMC/GECON (classificação conforme OS PRESI 15/2011-BNDES) Acesso ao Credenciamento de Fornecedores Informatizado – CFI Menu > Financiamentos > Serviços Online > Credenciamento de Equipamentos