BNDES - Apresentação Institucional

1.623 visualizações

Publicada em

Apresentação Institucional do BNDES

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.623
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Número de Empregados e Empregadas - Fonte: ARH/DERHU/GECAD
  • O Ministro do MDIC é o Presidente e o Presidente do BNDES é o Vice-presidente do Conselho de Administração do BNDES.
  • Fonte: Relatório de Administração do BNDES.
    Caminho: Portal BNDES / Relação com Investidores / Informações Financeiras / Relatórios da Administração
    Adicionalmente, o BNDES conta com recursos provenientes de: retorno das suas operações, monetização de ativos de sua carteira, participações societárias, recursos externos, captados seja no mercado internacional de capitais, seja em organismos multilaterais como o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Banco Mundial e recursos captados no mercado interno pela BNDESPAR, dentre outros.
  • Fonte: Relatório de Administração do BNDES (versão de dezembro de cada ano).
    Caminho: Portal BNDES / Relação com Investidores / Informações Financeiras / Relatórios da Administração
  • Source: AINT/DECRI/ Vivian Machado dos Santos Correa Pereira R. 6335
  •  
  • Source: Banco Central do Brasil
    Relatório de Estabilidade Financeira / Capítulo 2: Sistema Bancário (versão de Setembro de 2014)
    Link: http://www.bcb.gov.br/?relestab
    Gráfico: 2.3.10 – Inadimplência de Pessoa Jurídica (clicar no gráfico para abrir a base de dados em Excel)
  • BNDES - Apresentação Institucional

    1. 1. BNDES: Apresentação Institucional Setembro de 2016 Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: GP/DECCO/GATE
    2. 2. Agenda 1. Aspectos Institucionais 2. Fontes de Recursos 3. Focos de Apoio Financeiro 4. Formas de Atuação 5. Desempenho Econômico-Financeiro 6. Dimensão Social, Humana e Ambiental 7. Comunicação e Divulgação Institucional
    3. 3. 1. Aspectos Institucionais
    4. 4. Fundado em 20 de Junho de 1952. Empresa pública de propriedade integral da União. Instrumento chave para implementação da política industrial, de infra-estrutura e de comércio exterior Foco no financiamento do investimento. Principal fonte de crédito produtivo de longo prazo. Apoio a empresas de qualquer porte e setor, com prioridade para a micro, pequena e média empresa. Quem somos
    5. 5. Rio de Janeiro Brasília Recife São Paulo Belém Escritórios Internacionais BNDES PLC (2009) Londres / Reino Unido BNDES América Latina e Caribe (2009) Montevidéu / Uruguai BNDES África (2013) Joanesburgo / África do Sul Equipe de 2.816 empregados e empregadas (em 31 de agosto de 2016) BNDES - Escritórios Escritórios no Brasil
    6. 6. InfraestruturaInfraestrutura Indústria de Base - Bens de ConsumoIndústria de Base - Bens de Consumo Desenvolvimento TecnológicoDesenvolvimento Tecnológico Linha do Tempo EnergiaEnergia AgronegócioAgronegócio ExportaçõesExportações Desenvolvimento Social e UrbanoDesenvolvimento Social e Urbano Inclusão SocialInclusão Social InovaçãoInovação SustentabilidadeSustentabilidade MPMEsMPMEs 50’s 60’s 70’s 80’s 90’s 00’s Hoje Substituição das Importações Substituição das Importações Programa de Privatizações Programa de Privatizações
    7. 7. Missão e Visão Missão Promover o desenvolvimento sustentável e competitivo da economia brasileira, com geração de emprego e redução das desigualdades sociais e regionais. Visão Ser o Banco do desenvolvimento do Brasil, instituição de excelência, inovadora e pró-ativa ante os desafios da nossa sociedade.
    8. 8. Valores 1. Solo sobre o qual o BNDES vem sendo construído, desde sua criação. 2. Compromisso com os interesses da sociedade. 3. Resultado da competência técnica, conhecimento aplicado, foco na relevância e capacidade inovadora. 4. Compromisso profissional e pessoal com o fomento e o apoio ao crescimento de uma estrutura produtiva diversificada, integrada, dinâmica, inclusiva, sustentável e competitiva.
    9. 9. O BNDES na Estrutura da União República Federativa do Brasil Poder Legislativo Poder Executivo Poder Judiciário Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão
    10. 10. MPOG Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão TCU Tribunal de Contas da União Conselho Monetário Nacional Banco Central do Brasil Comissão de Valores Mobiliários Secretaria da Receita Federal Tesouro Nacional Superintendência de Seguros Privados MF Ministério da Fazenda Relação com Órgãos Governamentais
    11. 11. Financiamentos de longo prazo Participações Socientárias Sistema BNDES Produção e Aquisição de Máquinas e Equipamentos BNDESPAR FINAME
    12. 12. Diretoria 1 Diretoria 2 Diretoria 3 Diretoria 5 Diretoria 6 Presidência Conselho de Administração Diretoria 4 Planejamento e Pesquisa Organização Interna Diretoria 7 Indústria e Serviços Indústria de Base Operações Indiretas Comércio Exterior e Fundos Garantidores Financeira e Internacional Crédito Mercado de Capitais Energia Gestão Pública e Socioambiental Saneamento e Transportes Controladoria Gestão de Riscos Tecnologia da Informação Gabinete da Presidência Auditoria Interna Desestatização Jurídica Administração e Recursos Humanos
    13. 13. 2. Fontes de Recursos
    14. 14. Fontes de Recursos FAT - Fundo de Amparo ao Trabalhador Fontes Nacionais Debêntures da BNDESPAR Fundo PIS-PASEP Tesouro Nacional Fontes Externas Agências Governamentais e Instituições Multilaterais: Ex: BID, Banco Mundial, JBIC, NIB, KfW, Banco da China. Fundos de Mercado Bônus, empréstimos e repasses no exterior
    15. 15. Fontes de Recursos: Composição do Passivo Em 2009, o Governo Federal adota uma política fiscal anticíclica. O objetivo é combater os efeitos da crise econômica internacional sobre a economia brasileira, através do aporte de recursos do Tesouro Nacional no BNDES Os dados de 2016 são referentes ao primeiro semestre.
    16. 16. Fluxo de Caixa (2015) O retorno das operações é a principal fonte de recursos do BNDES, o que demonstra a importância de se manter a boa qualidade da carteira de crédito. Durante o ano de 2015, não houve repasse do Tesouro Nacional ao BNDES.
    17. 17. Fontes de Recursos: Captação Internacional Lender Number of Loans US$ Million First Loan Last Loan Purpose IBRD - Intl Bank for Reconstruction and Development / World Bank 18 1.619 1953 1992 Infrastructure, Small and Medium-sized Companies, Environmental Projects USA Eximbank 6 43 1957 1971 Imported Equipment JBIC - Japan Bank for International Cooperation 17 3.147 1962 2015 Productive Investments and Imported Equipment, Export- oriented Brazilian companies, Climate Change Mitigation Projects IABD - Inter-American Development Bank 21 8.213 1964 2010 Infrastructure, Productive Investments, SMEs KFW - Kreditanstalt für Wiederaufbau (Germany) 14 1.073 1965 2015 Small and Medium-Sized Companies, Infrastructure, Renewable Energy and Urban Mobility Industrial Development Corporation (South Africa) 1 5 1969 1969 Imported Equipment Export Credits Guarantee Department (England) 1 30 1976 1976 Imported Equipment Eksportfinans ASA (Norway) 1 12 1978 1978 Imported Equipment Skandinaviska Enskilda Banken (Sweden) 1 15 1980 1980 Imported Equipment Nordic Investment Bank 4 320 2002 2015 Mutual Interest Projects China Development Bank 1 750 2007 2007 Infrastructure Projects European Investment Bank 1 666 2011 2011 Climate Change Mitigation Projects AFD - Agence Française de Développement 1 206 2014 2014 Climate Change Mitigation Projects, Renewable Energy and Energy Efficiency SEK - Aktiebolaget Svensk Exportkredit 1 100 2014 2014 Projects of Mutual Interest ICO - El Instituto de Crédito Oficial 1 228 2015 2015 Projects of Mutual Interest
    18. 18. 3. Focos de Apoio Financeiro
    19. 19. Máquinas e Equipamentos Capital de Giro e Microcrédito Exportação e Inserção Internacional Projetos de Investimento $ Focos de Apoio Financeiro Indústria e Infraestrutura Apoio à Inovação Inclusão Social e Produtiva Cartão BNDES Apoio socioambiental, cultural e esportivo
    20. 20. 4. Formas de Atuação
    21. 21. Quem pode solicitar financiamentos?  Federal  Estadual  Municipal  Micro-empreendedor  Transportador autônomo de carga  Produtor rural  ONGs, OSCIPs ou Fundações  Cooperativas ou associações  Empresas de agropecuária, indústria, comércio ou serviços Pessoas Jurídicas Pessoas Físicas Administração Pública
    22. 22. Classificação de Porte utilizada M P M Es Micro Pequena Média Média-grande Grande Até R$ 2,4 milhões Até R$ 16 milhões Até R$ 90 milhões Até R$ 300 milhões Acima de R$ 300 milhões Porte da Empresa Receita Operacional Bruta Anual As condições de financiamento da Administração Pública são equivalentes às condições das Grandes Empresas.
    23. 23. Capacidade de pagamento Cadastro comercial satisfatório Em dia com as obrigações fiscais e previdenciárias Não estar inadimplente com o BNDES nem em regime de recuperação de crédito Dispor de garantias para cobrir o risco da operação Cumprir a legislação ambiental Requisitos ao beneficiário
    24. 24. Instituições financeiras credenciadas pelo BNDES Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Diretas Operações Indiretas Informação e Relacionamento
    25. 25. Desembolsos por Tipo de Operação (%) Os dados de 2016 são referentes ao primeiro semestre.
    26. 26. 4.1 Operações Diretas
    27. 27. Formas de Atuação Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES EMPRESÁRIO Exemplos: Hidroelétricas Petróleo e gás EstádiosIndústria
    28. 28. Custo das Operações Diretas TAXA DE JUROS = Custo Financeiro Remunera a atividade operacional do BNDES Remuneração Básica do BNDES + + Taxa de Risco de Crédito Margem de cobertura de inadimplência Representa o custo de captação dos recursos utilizados pelo BNDES
    29. 29. EMPRESA EMPRESA Roteiro de Apresentação de Proposta Projeto Completo Projeto Enquadramento Comitê de Enquadramento e Crédito e Mercado de Capitais Análise do Projeto Aprovação Contratação Desembolso Equipe de Análise Diretoria Equipe Jurídica Cronograma Físico- Financeiro Acompanhamento Área Operacional Fluxo de Tramitação de Projetos
    30. 30. 4.2 Operações Indiretas
    31. 31. Formas de Atuação Instituição Financeira Credenciada EMPRESÁRIO Informação e Relacionamento Operações Indiretas Contratadas por meio de instituições financeiras credenciadas no BNDES
    32. 32. Operações Indiretas Obras Civis Exportação Agricultura Veículos Pesados Máquinas e Equipamentos
    33. 33. Taxa de Juros = Custo Financeiro Remuneração Básica do BNDES + + Taxa de Intermediação Financeira Cobre o risco sistêmico das operações com instituições financeiras credenciadas Custo das Operações Indiretas + Remunera a atividade operacional do agente financeiro (negociada) Remuneração do Agente Representa o custo de captação dos recursos utilizados pelo BNDES Remunera a atividade operacional do BNDES
    34. 34. Como solicitar o Financiamento? Micro, Pequena e Média Empresa Agente Financeiro  Dirigir-se à instituição financeira credenciada de sua preferência  Apresentação da documentação necessária;  Análise da possibilidade de concessão do crédito;  Negociação das garantias;  Aprovação da operação.  Homologação da operação;  Liberação dos recursos para o agente financeiro. 1º Passo 2º Passo 3º Passo
    35. 35. CONDIÇÕES DECONTRATAÇÃO EXIGÊNCIA DE GARANTIAS MICRO, PEQUENA E MÉDIA EMPRESA AGENTE FINANCEIRO MICRO, PEQUENA E MÉDIA EMPRESA AGENTE FINANCEIRO Atua como complementador de garantia para o aumento do acesso de MPMEs ao crédito BNDES FGI - Fundo Garantidor para Investimentos Garantias: FGI
    36. 36. 4.3 Cartão BNDES
    37. 37. Cartão BNDES Imagem da página inicial do Portal do Cartão BNDES em Setembro de 2016.
    38. 38. Até R$ 1 milhão por cartão De 3 a 48 prestações fixas, mensais e iguais 1,20% a.m. (Setembro/2016)Custo Período de Amortização Limite de Crédito Clientes MPMEs Cartão BNDES: Condições Financeiras O Cartão BNDES permite a aquisição de máquinas e equipamentos, matéria- prima e serviços credenciados no Portal de Operações.
    39. 39. 822 mil Produtos/Serviços Credenciados R$ 58 bilhões 746 mil R$ 14 mil 275 mil R$ 80 mil Performance Geral Performance 2015 Crédito Total Cartões Emitidos Limite Médio Ticket Médio de Compras Desembolsos R$ 11,2 bilhões Cartão BNDES: Estatísticas Operações Desembolsos R$ 61,2 bilhões 4,3 milhõesOperações
    40. 40. 5. Desempenho Econômico-Financeiro
    41. 41. 5.1 Recorte por Desembolsos
    42. 42. Evolução dos Desembolsos Em R$ bilhões Os desembolsos do BNDES nos últimos anos refletem os esforços da instituição para sustentação do crédito na sequência da crise mundial de 2008 e crise europeia. O Banco prevê, desde 2013, o início de um processo cauteloso de moderação das atividades. Os dados de 2016 são referentes ao primeiro semestre.
    43. 43. Desembolsos por Setor de Atividade Os dados de 2016 são referentes ao primeiro semestre.
    44. 44. Em R$ bilhões (%) Norte Sul Nordeste Sudeste Centro-oeste R$ 2,3 bi (5,8%) R$ 5,7 bi (14,2%) R$ 3,6 bi (9,1%) R$ 18,0 bi (44,9%) R$ 10,4 bi (26,0%) Desembolsos por Região Dados: de Janeiro a Junho de 2016.
    45. 45. Desembolsos à Exportação Conversão a dólares norte-americanos nas datas dos desembolsos. Em US$ bilhões Os dados de 2016 são referentes ao primeiro semestre.
    46. 46. 5.2 Recorte por Número de Operações
    47. 47. O BNDES está disponível para clientes de todos os portes e setores... Os dados de 2016 são referentes ao primeiro semestre.
    48. 48. R$ 24 bi (60,3%) R$ 2 bi (5,3%) R$ 14 bi (34,4%)311.585 (96%) 4.504 (1,4%) 8.337 (2,6%) Número de Operações (2016) Desembolsos (2016) 324.426 R$ 40 bilhões ...com prioridade para as MPMEs. Os dados de 2016 são referentes ao primeiro semestre.
    49. 49. 5.3 Outros Indicadores
    50. 50. Evolução do Lucro Líquido O resultado do primeiro semestre de 2016 foi consequência, principalmente, de despesas com provisões, tanto da carteira de crédito e repasses quanto da carteira de participações societárias, que alcançaram R$ 9,588 bilhões no período.
    51. 51. Fonte: Sistema Financeiro Nacional (SFN) e Banco Central do Brasil (BACEN). Excelente qualidade da carteira de crédito do BNDES com desempenho acima da média do Sistema Financeiro Nacional. Qualidade da Carteira de Crédito Classificação de Risco BNDES Sistema Financeiro Nacional Instituições Financeiras Privadas Instituições Financeiras Públicas AA - C 97,7% 91,3% 89,6% 92,7% D - G 2,2% 5,6% 6,4% 4,9% H 0,1% 3,1% 4,0% 2,4% Inadimplência 1,38% 3,5% N/A N/A Situação em 30 de junho de 2016. Fonte: Sistema Financeiro Nacional e Banco Central do Brasil.
    52. 52. Inadimplência Desde 2009, o BNDES vem mantendo baixas taxas históricas de inadimplência. O resultado confirma a boa gestão e a qualidade da carteira de crédito. SFN: Inadimplência para Pessoas Jurídicas Fonte: Banco Central do Brasil Os dados de 2016 são referentes ao primeiro semestre.
    53. 53. 6. Dimensão Social, Humana e Ambiental
    54. 54. Apoio à Cultura Brasileira Entre 2007 e 2014, o BNDES investiu mais de R$ 2,3 bilhões na cultura brasileira. O Espaço Cultural BNDES conta com exposições realizadas na Galeria BNDES e apresentações musicais do “Quartas Clássicas” e do “Quintas no BNDES” no Teatro Arino Ramos Ferreira. Por meio de atrações gratuitas e abertas ao público, o BNDES fomenta a produção artística e a democratização no acesso à cultura brasileira. A diversidade cultural é uma das maiores riquezas do Brasil. O apoio do BNDES abrange: •Patrocínio a eventos culturais. •Patrocínio à Orquestra Sinfônica Brasileira. •Preservação de acervos. •Produção e exibição cinematográfica. •Restauração do patrimônio histórico.
    55. 55. Apoio ao Esporte Brasileiro Para o BNDES, o esporte é um forte indutor do desenvolvimento. O BNDES também apoia as modalidades de canoagem e hipismo no âmbito do Plano Brasil Medalhas 2016, iniciativa da Presidência da República e do Ministério do Esporte. O objetivo é colocar o Brasil entre os 10 primeiros países nos Jogos Olímpicos e entre os 5 primeiros nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro. Apoio de R$ 36,5 milhões distribuídos em 25 contratos. Desde 2011, a canoagem e paracanoagem brasileira conta com o apoio do BNDES.
    56. 56. Gênero, Raça/cor e Diversidade Humana Em 2015, o BNDES aprovou a sua Política de Equidade de Gênero e Diversidade. Lançado em 2005, o Programa Pró-equidade de Gênero e Raça é uma iniciativa da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) do Gabinete da Presidência da República. Como reconhecimento às suas ações, o BNDES recebeu o Selo Pró-equidade de Gênero e Raça nas quatro edições em que participou. Conhecer, respeitar e valorizar a diversidade humana sob todas as formas. No âmbito da ética, o BNDES espera a seguinte conduta: •Respeitamos a individualidade, dignidade e privacidade de todos, valorizamos a diversidade e repudiamos qualquer forma de discriminação. •Temos compromisso vital com os direitos humanos de todos os participantes de nossa cadeia de relacionamentos.
    57. 57. Fundo Amazônia O BNDES é o gestor do Fundo Amazônia. Iniciativa do Governo Federal Brasileiro. Criado em 2008, o Fundo Amazônia recebe doações voluntárias que possibilitam o apoio não-reembolsável a projetos de prevenção, monitoramento e combate ao desmatamento e para a promoção da conservação e do uso sustentável das florestas na Amazônia. O Brasil cuida. O mundo apoia. Todos ganham. Informações sobre os projetos, doações e atividades: www.fundoamazonia.gov.br Doações As doações totalizam R$ 2,5 bilhões e estão distribuídas entre o Governo da Noruega (97%), Governo da Alemanha (2,5%) e Petrobras (0,5%). Indicadores do Fundo Amazônia: (dados referentes ao final de 2015) Projeto Apoiados O Fundo Amazônia conta atualmente com 80 projetos apoiados no valor de R$ 1,2 bilhão. Taxa de Desmatamento Contribuição para queda de 22% na taxa de desmatamento na Amazônia legal entre 2009 e 2015.
    58. 58. Em R$ bilhões Considerados prioridades estratégicas, o apoio ao desenvolvimento socioambiental e à inovação são temas transversais a todas as operações e atividades do BNDES. (*) Os desembolsos em “Inovação” incluem o valor total do BNDES realizado por meio da Finep Inovação e Pesquisa. Desembolsos a Temas Transversais Os dados de 2016 são referentes ao primeiro semestre.
    59. 59. 9. Comunicação e Divulgação Institucional
    60. 60. Portal BNDES www.bndes.gov.br
    61. 61. Central de Atendimento do BNDES www.bndes.gov.br (Fale conosco) 0800 702 6337 (chamadas no Brasil) 55 + 21 + 2172 6337 (chamadas internacionais)
    62. 62. YOUTUBE www.youtube.com/bndesgovbr SLIDESHARE www.slideshare.net/bndes FACEBOOK www.facebook.com/bndes.imprensa BNDES nas Redes Sociais TWITTER twitter.com/bndes_imprensa
    63. 63. 63 Muito obrigado! Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES GP/DECCO/GATE www.bndes.gov.br

    ×