SlideShare uma empresa Scribd logo
LUIZ HILTON TEMP   Economista
“Economistas estão pessimistas: eles
  previram oito das últimas três
  recessões”.

         “A única função das previsões
       econômicas é fazer astrologia ter
                 aparência respeitável”
Início em 2007 até setembro/2008
USA percebem o início de um ciclone financeiro
Começa a ruir um modelo de negócios ?
Qual era o Modelo de Negócios?
•  Liquidez abundante
•  Juros baixos
•  Consumo em expansão


                         Crédito abundatante e
                         Consumo desenfreado
Setembro à Dezembro
Sangramento das economias mundiais
Tentam entender o novo ambiente
Mudam os caminhos
O QUE FAZER
Dezembro à .....................?
Ações começam a ser tomadas!
Aumentar
                 	

eliminar


             Criar
 Reduzir
Aumenta a Expectativa
   Sobre o Futuro
Causas da Crise
        George Soros!

1. A crise é o resultado do estouro
   de uma quot;super bolhaquot; no crédito
2. Baixas taxas de juros facilita o
   endividamento
3. Setor bancário com pouca
   regulamentação
4. Inovações financeiras
5. Empresas não sabem como
   avaliar os novos instrumentos
   financeiros
6. Fé nos mercados e na
   desregulamentação foi longe
   demais
IRRACIONALIDADE
    COLETIVA
Falta de $$ é ruim, mas
    Excesso é pior
Warren Buffet
Dados para Reflexão!
Chineses gastam atualmente cerca de US $ 1,5
    trilhões, contra os US $ 10 trilhões normalmente
 despendido pelos americanos. Mesmo com 21% de
   crescimento anual dos gastos na China, não será
 •  De acordo com o JPMorgan, a economia
 suficiente para compensar aquilo que os americano
    da Grã-Bretanha sofreu provavelmente a
                  deixarão de consumir.
    uma que da taxa anual de 5,9% no quarto
                                        The Economist

    trimestre, a zona do euro em 5%, o Japão
    por uma paragem cardíaca, 9%, em um
    país sem habitação bolha ou crise
    bancária .


The American Economy
The American Economy




                                  quot;Os americanos não têm qualquer
                            possibilidade de se endividar mais, nos
                       próximos 10 a 20 anos, junto com o corte de
                          crédito, a população está envelhecendo e
                       quot;antigos consumidores não compram mais.
                         ”Meu conselho: Olhem para o Oriente. Big
                           consumidores nos próximos anos será a
                                                             Ásia”.
                            Davis Worldwide, Managing Director da McKinsey  Company (UK)
The American Economy




                   “Se houver um retorno ao
                 Protecionismo o mundo estará
                 Regredindo de 40 a 50 anos”.
                         Yasser El Mallawany
Em 2006 os USA tiveram um défict em conta
  corrente de 6% do seu PIB. Entre 2000 e 2008 o
  país recebeu de outros países mais de US$ 5,7
  trilhões, o que equivale a mais de 40% do seu
  PIB 2007. Durante o mesmo período Inglaterra e
  Irlanda, absorveram cerca de um quinto do seu
  PIB 2007 e a Espanha em torno de 50%. O
  sistema financeiro teve o trabalho de fazer a
  reciclagem do dinheiro para os mutuários.
  Inevitavelmente, o crédito ficou mais barato e a
  poupança diminuiu. Nos USA a poupança caiu
  de cerca de 10% do rendimento disponível, na
  década de 1970, para 1% após 2005.
Entre 2000-2007: famílias americanas !
   Emprestaram US$6.2 trilhões, !
       duplicando suas dívidas !
                 (AP)!
A maior parcela foi
na compra de casa !
(Boston College Research)
The American Economy




75% não foi
 gasto na
redução de
  dívidas!
      (AP)
Dívidas com
   cartão de
    crédito
aumentaram em
  mais de 50%
     entre
  2000-2008. !
 (Consumer Behavior, Richard Miller  Assoc)
Crise tem dizimado US$ 2 trilhões!
no sistema privado de !
Aposentadoria, e US$ 1,9 !
no sistema público. !
(USA Today)
The American Economy




Cerca de 51% de todo o
  consumo vai para a
alimentação, energia, e
saúde - sobre a qual as
  pessoas têm pouco
      controle. !
       New York Times (5/2/08)
Importam muito mais do que exportam, !
o que não é um modelo sustentável!
Este consumo é o
 combustível para
economias de muitas
  outras nações!
The American Economy




 75% do crescimento da economia!
americana depende do crescimento!
   de gastos dos consumidores!
The American Economy




79 milhões de
 americanos
   estão se
 preparando
    para se
  aposentar!
A matemática é simples:!
 79 milhões de futuros!
 aposentados têm !
impulsionado a procura de!
 habitação. A maioria das!
 residências secundárias!
 foram vendidas. Esta !
tendência irá inverter-se !
quando estes tiverem !
a idade de 65 a 75 anos;!
 Então, haverá três !
vendedores para!
 cada comprador. !
William Frey, a demographer at the Brookings Institution
As que
                As que
ganham $$
              ganham $$
em épocas
              em épocas
 de fartura
               de crise
É importante que todos tenham a mesma visão do problema
“A forma como vemos o problema, é o problema”
quot;Você não pode
                   quot;A guerra é preparar-se para o
  invocar uma !
                    pior, para que a sua empresa
paz geral para
                   possa continuar a tomar parte
   lutar uma
                             do mercado”
 guerra” (Carey)
1.  As oportunidades
    abundam.
2.  Todos os gestores
    comprometidos em
    manter a empresa
    navegando
3.  Olhos abertos e achar
    soluções econômicas
    para seus clientes
4.  Estrutura enxuta e ágil
1.  Reforçar os pontos fortes e os
    bens duradouros
2.  Preparar-se para as próximas
    mudanças, mais cedo do que
    você pensa
3.  Sobreviver em 2009 sem
    danos colaterais
4.  Busque novas tecnologias em
    2009
Encurte o plano de negócios
        - trimestral -
Não sobreavalie receitas
e nem subestime despesas
Faça um cash flow realista
      Para 5 anos
Trabalhe no mínimo com dois
  cenários e demonstre as
  estratégias para cada um
            deles
1.  Parar com dispêndios de
    capital, declarar
    falência para acabar
    com credores e sair tão
    rápido quanto possível;!

2. Adquirir uma nova
   tecnologia, fazer uma
   mudança importante no
   âmbito de operações ou
   comercialização ou uma
   grande despesa de
   capital;!

3. Fusão com outra
   empresa;!

4. Vender a empresa!
•  Está descartada um colapso
   financeiro sistêmico
•  Recessão nos USA irá até o
   quarto trimestre de 2009
•  Projeção de um crescimento
   de no máximo 1% para 2010
   e 2011
•  Alguns Mercados emergentes
   terão imensas dificuldades
   financeiras nos próximos
   meses
•  Em 2009 teremos uma
   recessão global dolorosa
•  Crescimento global deverá
   ficar em -0,5%
•    USA = -3,4%
•    América Latina = 0,8%
•    Zona do Euro = -2,5%
•    Inglaterra = -2,3%
•    China = 5%
“Em economia, a
 maioria está sempre
 errada. A visão
 convencional serve
 para nos proteger
 da dolorosa tarefa
 de pensar”!
           John Kenneth Galbraith!
O!
 QUE!
 NOS!
ESPERA!
FMI
Variação do PIB




      Variação do PIB




FMI

                           08
•  Aumento do protecionismo dos
   países ricos
•  Reversão da globalização
•  Aumento da agitação social global
•  Protecionismo ao trabalho
•  2008 falhas financeiras e 2009
   “falhas políticas”
•  Idéias do socialismo
•  Redução do comércio
   internacional
•  Redução do crédito internacional
   para países em desenvolvimento
Não se deve colocar “$$$ bom”
              em cima “$$$ ruim”

Custo vai ser um ônus maior!
     para a sociedade!

              A crise tem de executar o seu curso.
             A melhor solução do problema é deixar
                o mercado eliminar os problemas
                       através da falência

 “...a atual situação é um claro testemunho do
  fracasso do atual pensamento econômico”

         “Deixe quebrar quem foi um mau gestor. 
         E, socializar o prejuízo é um absurdo”.
Desvalorização do Real




          Redução Preço das Commodities



Alimento é produto básico essencial
Aumento do Protecionismo


             Crescimento do Desemprego



           Redução da demanda



   Crise financeira prolongada!



Governo tem problemas em todos os setores
Panorama
simplificado
do
Brasil
para
2009

Panorama
polí+co

• Não
temos
nenhum
fator
polí+co
importante
que

 

potencialize
o
cenário
econômico
no
próximo
ano.

• Lula
já
teria
definido
Dilma
Roussef
como
sua
sucessora.

 

• Execução
do
PAC
deve
sofrer
revisão,
con+nuará
a
ser

 

executado,
porém
em
velocidade
menor.

• A
mãe
do
PAC
é
a
Dilma,
será
a
bandeira
para
a
con+nuidade

 

do
PT.

1.  As condições econômicas serão
    muito apertadas;
2.  Menor fluxo financeiro entrando
    no País;
3.  Inflação estabilizada;
4.  Crédito corporativo escasso e
    caro;
5.  Queda dos investimentos e
    aumento brutal do desemprego
6.  Com recessão em dois trimestres;
7.  Menor crescimento = menor
    massa salarial
8.  Pessoa física endividada
9.  Massa consumo menor = potencial
    – dimunuição massa salarial –
    inflação – dívidas
• Companhias
terão
imensa
dificuldade
de
equilibrar
seus
balanços
e
de
ter
acesso
a
capitais;


 

• Gerar
resultado
será
impera+vo
para
bancos
brasileiros
fornecerem
capital;

 

• Empresas
terão
que
fazer
ajustes
de
custos
o
que
impactará
em
redução
da
produção;

 


• Empresas
passarão
por
um
brutal
ajuste
de
seus
negócios;

 

• Exportações
serão
afetadas
pela
demanda
menor;

 


• Preços
internacionais
ficarão
muito
abaixo
dos
pra+cados
em
2008

 

• Realizar
parcerias
de
o+mização
na

 

cadeia
de
valor

• Encontrar
alterna+vas
de
financiamento

 

mais
longo
dos
insumos
básicos

• Acompanhar
atentamente
o
mercado
e

 

suas
tendências
e
realizar
ajustes
rápidos

a
cada
trimestre;

• Empresas
tem
imensa
dificuldade
em

 

ver
o
horizonte
–
a
emoção
acaba

imperando;

• O
negócio
vai
mudar
–
ajudar
a

 

encontrar
o
caminho

P
“Sem
um
plano,
o
que
é
fácil

torna‐se
di8cil;
com
um
plano,
o

di8cil
torna‐se
fácil”.
Texto Judaíco

Fevereiro ............
Empresas anestesiadas
Governos pregam otimismo

                            Poucas tomam iniciativas
Injetam recursos públicos

                            Expectativas da melhora
Não fazem enxugamentos
A única certeza é o




Mantenha ele saudável e vigoroso
TOME
MEDIDAS
DIFÍCEIS
E
ANTES

IMPENSÁVEIS
PARA
PROTEGER
O
CAIXA.

Não Pense Muito
Seja R Á P I D O . . .
COBRANÇA




COORDENAÇÃO
Momento Atual III
Momento Atual III

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

08 perspectivas-da-economia-brasileira-para-2012-2013
08 perspectivas-da-economia-brasileira-para-2012-201308 perspectivas-da-economia-brasileira-para-2012-2013
08 perspectivas-da-economia-brasileira-para-2012-2013
Juliana Sarieddine
 
Crise 29 e 2008
Crise 29 e 2008Crise 29 e 2008
Crise 29 e 2008
Mario Lopes
 
Crise nos EUA
Crise nos EUACrise nos EUA
Crise nos EUA
Luis Alberto Bassoli
 
Como surgiu a crise econômica mundial
Como surgiu a crise econômica mundialComo surgiu a crise econômica mundial
Como surgiu a crise econômica mundial
letieri11
 
Monografia: crise de 2008
Monografia: crise de 2008Monografia: crise de 2008
Monografia: crise de 2008
Lucas De David
 
Trabalho de Conclusão de Curso - João Rocca
Trabalho de Conclusão de Curso - João RoccaTrabalho de Conclusão de Curso - João Rocca
Trabalho de Conclusão de Curso - João Rocca
João Rocca
 
Economia 2008
Economia 2008Economia 2008
Economia 2008
Luis Alberto Bassoli
 
Cointimes Report Fevereiro
Cointimes Report FevereiroCointimes Report Fevereiro
Cointimes Report Fevereiro
Cointimes News
 
Estratégia vencer em meio a crise
Estratégia vencer em meio a criseEstratégia vencer em meio a crise
Estratégia vencer em meio a crise
Carlos Rocha
 
Crise Subprime 171008
Crise Subprime 171008Crise Subprime 171008
Crise Subprime 171008
guest55f91d
 
Crise dos subprimes (2008)
Crise dos subprimes (2008)Crise dos subprimes (2008)
Crise dos subprimes (2008)
Isabel Cabral
 
Taxas de Juros sem "Economês" - Carlos Correia
Taxas de Juros sem "Economês" - Carlos CorreiaTaxas de Juros sem "Economês" - Carlos Correia
Taxas de Juros sem "Economês" - Carlos Correia
Carlos Correia
 
Coluna
ColunaColuna
CI - 2009 - perspectivas econômicas para 2009
CI - 2009 - perspectivas econômicas para 2009CI - 2009 - perspectivas econômicas para 2009
CI - 2009 - perspectivas econômicas para 2009
Delta Economics & Finance
 
CLASSIFICAÇÃO DOS PAÍSES EM RELAÇÃO AO GRAU DE DESENVOLVIMENTO
CLASSIFICAÇÃO DOS PAÍSES EM RELAÇÃO AO GRAU DE DESENVOLVIMENTOCLASSIFICAÇÃO DOS PAÍSES EM RELAÇÃO AO GRAU DE DESENVOLVIMENTO
CLASSIFICAÇÃO DOS PAÍSES EM RELAÇÃO AO GRAU DE DESENVOLVIMENTO
Conceição Fontolan
 
Conjuntura Brasileira 201108
Conjuntura Brasileira 201108Conjuntura Brasileira 201108
Conjuntura Brasileira 201108
Alexsandro Rebello Bonatto
 
Relatório Especial China | Ativa Corretora
Relatório Especial China | Ativa CorretoraRelatório Especial China | Ativa Corretora
Relatório Especial China | Ativa Corretora
Ativa Corretora
 
O capitalismo em crise histórica e suas tentativas de escapar da depressão
O capitalismo em crise histórica e suas tentativas de escapar da depressãoO capitalismo em crise histórica e suas tentativas de escapar da depressão
O capitalismo em crise histórica e suas tentativas de escapar da depressão
Alessandro de Moura
 
A Crise Econômica Nos EUA e na Europa
A Crise Econômica Nos EUA e na EuropaA Crise Econômica Nos EUA e na Europa
A Crise Econômica Nos EUA e na Europa
Isabela Mendonça
 
2corsi12a19
2corsi12a192corsi12a19
2corsi12a19
Edelson Paiva
 

Mais procurados (20)

08 perspectivas-da-economia-brasileira-para-2012-2013
08 perspectivas-da-economia-brasileira-para-2012-201308 perspectivas-da-economia-brasileira-para-2012-2013
08 perspectivas-da-economia-brasileira-para-2012-2013
 
Crise 29 e 2008
Crise 29 e 2008Crise 29 e 2008
Crise 29 e 2008
 
Crise nos EUA
Crise nos EUACrise nos EUA
Crise nos EUA
 
Como surgiu a crise econômica mundial
Como surgiu a crise econômica mundialComo surgiu a crise econômica mundial
Como surgiu a crise econômica mundial
 
Monografia: crise de 2008
Monografia: crise de 2008Monografia: crise de 2008
Monografia: crise de 2008
 
Trabalho de Conclusão de Curso - João Rocca
Trabalho de Conclusão de Curso - João RoccaTrabalho de Conclusão de Curso - João Rocca
Trabalho de Conclusão de Curso - João Rocca
 
Economia 2008
Economia 2008Economia 2008
Economia 2008
 
Cointimes Report Fevereiro
Cointimes Report FevereiroCointimes Report Fevereiro
Cointimes Report Fevereiro
 
Estratégia vencer em meio a crise
Estratégia vencer em meio a criseEstratégia vencer em meio a crise
Estratégia vencer em meio a crise
 
Crise Subprime 171008
Crise Subprime 171008Crise Subprime 171008
Crise Subprime 171008
 
Crise dos subprimes (2008)
Crise dos subprimes (2008)Crise dos subprimes (2008)
Crise dos subprimes (2008)
 
Taxas de Juros sem "Economês" - Carlos Correia
Taxas de Juros sem "Economês" - Carlos CorreiaTaxas de Juros sem "Economês" - Carlos Correia
Taxas de Juros sem "Economês" - Carlos Correia
 
Coluna
ColunaColuna
Coluna
 
CI - 2009 - perspectivas econômicas para 2009
CI - 2009 - perspectivas econômicas para 2009CI - 2009 - perspectivas econômicas para 2009
CI - 2009 - perspectivas econômicas para 2009
 
CLASSIFICAÇÃO DOS PAÍSES EM RELAÇÃO AO GRAU DE DESENVOLVIMENTO
CLASSIFICAÇÃO DOS PAÍSES EM RELAÇÃO AO GRAU DE DESENVOLVIMENTOCLASSIFICAÇÃO DOS PAÍSES EM RELAÇÃO AO GRAU DE DESENVOLVIMENTO
CLASSIFICAÇÃO DOS PAÍSES EM RELAÇÃO AO GRAU DE DESENVOLVIMENTO
 
Conjuntura Brasileira 201108
Conjuntura Brasileira 201108Conjuntura Brasileira 201108
Conjuntura Brasileira 201108
 
Relatório Especial China | Ativa Corretora
Relatório Especial China | Ativa CorretoraRelatório Especial China | Ativa Corretora
Relatório Especial China | Ativa Corretora
 
O capitalismo em crise histórica e suas tentativas de escapar da depressão
O capitalismo em crise histórica e suas tentativas de escapar da depressãoO capitalismo em crise histórica e suas tentativas de escapar da depressão
O capitalismo em crise histórica e suas tentativas de escapar da depressão
 
A Crise Econômica Nos EUA e na Europa
A Crise Econômica Nos EUA e na EuropaA Crise Econômica Nos EUA e na Europa
A Crise Econômica Nos EUA e na Europa
 
2corsi12a19
2corsi12a192corsi12a19
2corsi12a19
 

Destaque

Autoproteoespiritual 110817173201-phpapp01
Autoproteoespiritual 110817173201-phpapp01Autoproteoespiritual 110817173201-phpapp01
Autoproteoespiritual 110817173201-phpapp01
Andreia Moreira
 
Eu Te Agradeco
Eu Te AgradecoEu Te Agradeco
Eu Te Agradeco
Sandro Moretty
 
Cantos de Amor ao Belo
Cantos de Amor ao BeloCantos de Amor ao Belo
Cantos de Amor ao Belo
Targon Darshan
 
ELIZETH CORONA - MEDICINA E O ESPIRITISMO
ELIZETH CORONA - MEDICINA E O ESPIRITISMOELIZETH CORONA - MEDICINA E O ESPIRITISMO
ELIZETH CORONA - MEDICINA E O ESPIRITISMO
guest9002b0
 
Parece imposs -2
Parece imposs -2Parece imposs -2
Jb news informativo nr. 1.046
Jb news   informativo nr. 1.046Jb news   informativo nr. 1.046
Jb news informativo nr. 1.046
Informativojbnews
 

Destaque (6)

Autoproteoespiritual 110817173201-phpapp01
Autoproteoespiritual 110817173201-phpapp01Autoproteoespiritual 110817173201-phpapp01
Autoproteoespiritual 110817173201-phpapp01
 
Eu Te Agradeco
Eu Te AgradecoEu Te Agradeco
Eu Te Agradeco
 
Cantos de Amor ao Belo
Cantos de Amor ao BeloCantos de Amor ao Belo
Cantos de Amor ao Belo
 
ELIZETH CORONA - MEDICINA E O ESPIRITISMO
ELIZETH CORONA - MEDICINA E O ESPIRITISMOELIZETH CORONA - MEDICINA E O ESPIRITISMO
ELIZETH CORONA - MEDICINA E O ESPIRITISMO
 
Parece imposs -2
Parece imposs -2Parece imposs -2
Parece imposs -2
 
Jb news informativo nr. 1.046
Jb news   informativo nr. 1.046Jb news   informativo nr. 1.046
Jb news informativo nr. 1.046
 

Semelhante a Momento Atual III

FEBRAFAR Abr09
FEBRAFAR Abr09FEBRAFAR Abr09
FEBRAFAR Abr09
DESENVOLVA CONSULTORIA
 
O mundo diante de uma crise econômica insolúvel
O mundo diante de uma crise econômica insolúvelO mundo diante de uma crise econômica insolúvel
O mundo diante de uma crise econômica insolúvel
Fernando Alcoforado
 
Momento Atual
Momento AtualMomento Atual
Momento Atual
WORKRESULT
 
Carta aos empresarios
Carta aos empresariosCarta aos empresarios
Carta aos empresarios
WesleydeSouzaAlmeida
 
Café com Lojistas 28/04/2016 - Comportamento do Consumidor | Palestrante: Lui...
Café com Lojistas 28/04/2016 - Comportamento do Consumidor | Palestrante: Lui...Café com Lojistas 28/04/2016 - Comportamento do Consumidor | Palestrante: Lui...
Café com Lojistas 28/04/2016 - Comportamento do Consumidor | Palestrante: Lui...
Sindilojas Porto Alegre
 
O Que é Uma Bolha Imobiliária? Por Josi Gomes Barros - CAB Consultores
O Que é Uma Bolha Imobiliária? Por Josi Gomes Barros - CAB ConsultoresO Que é Uma Bolha Imobiliária? Por Josi Gomes Barros - CAB Consultores
O Que é Uma Bolha Imobiliária? Por Josi Gomes Barros - CAB ConsultoresRonaldo Tenório
 
Palestra Claudia Riecken no EPICENTRO
Palestra Claudia Riecken no EPICENTROPalestra Claudia Riecken no EPICENTRO
Palestra Claudia Riecken no EPICENTRO
Ricardo Jordão Magalhaes
 
FGV / IBRE - A América Latina e as Novas Condições Econômicas Mundiais (2)
FGV / IBRE - A América Latina e as Novas Condições Econômicas Mundiais (2)FGV / IBRE - A América Latina e as Novas Condições Econômicas Mundiais (2)
FGV / IBRE - A América Latina e as Novas Condições Econômicas Mundiais (2)
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Cenários Econômicos para o Brasil Focalizados na Crise Mundial
Cenários Econômicos para o  Brasil Focalizados na Crise MundialCenários Econômicos para o  Brasil Focalizados na Crise Mundial
Cenários Econômicos para o Brasil Focalizados na Crise Mundial
Macroplan
 
Cenário Econômico - Desafios Brasil e Rio Grande do Sul
Cenário Econômico - Desafios Brasil e Rio Grande do SulCenário Econômico - Desafios Brasil e Rio Grande do Sul
Cenário Econômico - Desafios Brasil e Rio Grande do Sul
Igor Morais
 
Desafios Brasil e Rio Grande do Sul
Desafios Brasil e Rio Grande do SulDesafios Brasil e Rio Grande do Sul
Desafios Brasil e Rio Grande do Sul
Igor Morais
 
A crise econômica mundial: impactos sobre a economia capixaba a médio e longo...
A crise econômica mundial: impactos sobre a economia capixaba a médio e longo...A crise econômica mundial: impactos sobre a economia capixaba a médio e longo...
A crise econômica mundial: impactos sobre a economia capixaba a médio e longo...
Macroplan
 
Apresentação Setrans Pernambuco 2011
Apresentação Setrans Pernambuco 2011Apresentação Setrans Pernambuco 2011
Apresentação Setrans Pernambuco 2011
pontodepauta.com.br
 
Crise econômica Européia
Crise econômica Européia Crise econômica Européia
Crise econômica Européia
Artur Lara
 
BRASIL: ECONOMIA E SOCIEDADE NA CONTEMPORANEIDADE
BRASIL: ECONOMIA E SOCIEDADE NA CONTEMPORANEIDADEBRASIL: ECONOMIA E SOCIEDADE NA CONTEMPORANEIDADE
BRASIL: ECONOMIA E SOCIEDADE NA CONTEMPORANEIDADE
amiltonp
 
Análise da Crise Econômica
Análise da Crise EconômicaAnálise da Crise Econômica
Análise da Crise Econômica
Aloizio Mercadante
 
Boletim 44 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 44 - Grupo de conjuntura econômica da UFESBoletim 44 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 44 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
economiaufes
 
Reflexões sobre a intervenção do estado na actual crise do capitalismo
Reflexões sobre a intervenção do estado na actual crise do capitalismoReflexões sobre a intervenção do estado na actual crise do capitalismo
Reflexões sobre a intervenção do estado na actual crise do capitalismo
GRAZIA TANTA
 
TGI - Pior que a crise é o medo dela (Análise do 1º trimestre de 2015)
TGI - Pior que a crise é o medo dela (Análise do 1º trimestre de 2015)TGI - Pior que a crise é o medo dela (Análise do 1º trimestre de 2015)
TGI - Pior que a crise é o medo dela (Análise do 1º trimestre de 2015)
TGI Consultoria em Gestão
 
Cenários e Perspectivas
Cenários e PerspectivasCenários e Perspectivas
Cenários e Perspectivas
WORKRESULT
 

Semelhante a Momento Atual III (20)

FEBRAFAR Abr09
FEBRAFAR Abr09FEBRAFAR Abr09
FEBRAFAR Abr09
 
O mundo diante de uma crise econômica insolúvel
O mundo diante de uma crise econômica insolúvelO mundo diante de uma crise econômica insolúvel
O mundo diante de uma crise econômica insolúvel
 
Momento Atual
Momento AtualMomento Atual
Momento Atual
 
Carta aos empresarios
Carta aos empresariosCarta aos empresarios
Carta aos empresarios
 
Café com Lojistas 28/04/2016 - Comportamento do Consumidor | Palestrante: Lui...
Café com Lojistas 28/04/2016 - Comportamento do Consumidor | Palestrante: Lui...Café com Lojistas 28/04/2016 - Comportamento do Consumidor | Palestrante: Lui...
Café com Lojistas 28/04/2016 - Comportamento do Consumidor | Palestrante: Lui...
 
O Que é Uma Bolha Imobiliária? Por Josi Gomes Barros - CAB Consultores
O Que é Uma Bolha Imobiliária? Por Josi Gomes Barros - CAB ConsultoresO Que é Uma Bolha Imobiliária? Por Josi Gomes Barros - CAB Consultores
O Que é Uma Bolha Imobiliária? Por Josi Gomes Barros - CAB Consultores
 
Palestra Claudia Riecken no EPICENTRO
Palestra Claudia Riecken no EPICENTROPalestra Claudia Riecken no EPICENTRO
Palestra Claudia Riecken no EPICENTRO
 
FGV / IBRE - A América Latina e as Novas Condições Econômicas Mundiais (2)
FGV / IBRE - A América Latina e as Novas Condições Econômicas Mundiais (2)FGV / IBRE - A América Latina e as Novas Condições Econômicas Mundiais (2)
FGV / IBRE - A América Latina e as Novas Condições Econômicas Mundiais (2)
 
Cenários Econômicos para o Brasil Focalizados na Crise Mundial
Cenários Econômicos para o  Brasil Focalizados na Crise MundialCenários Econômicos para o  Brasil Focalizados na Crise Mundial
Cenários Econômicos para o Brasil Focalizados na Crise Mundial
 
Cenário Econômico - Desafios Brasil e Rio Grande do Sul
Cenário Econômico - Desafios Brasil e Rio Grande do SulCenário Econômico - Desafios Brasil e Rio Grande do Sul
Cenário Econômico - Desafios Brasil e Rio Grande do Sul
 
Desafios Brasil e Rio Grande do Sul
Desafios Brasil e Rio Grande do SulDesafios Brasil e Rio Grande do Sul
Desafios Brasil e Rio Grande do Sul
 
A crise econômica mundial: impactos sobre a economia capixaba a médio e longo...
A crise econômica mundial: impactos sobre a economia capixaba a médio e longo...A crise econômica mundial: impactos sobre a economia capixaba a médio e longo...
A crise econômica mundial: impactos sobre a economia capixaba a médio e longo...
 
Apresentação Setrans Pernambuco 2011
Apresentação Setrans Pernambuco 2011Apresentação Setrans Pernambuco 2011
Apresentação Setrans Pernambuco 2011
 
Crise econômica Européia
Crise econômica Européia Crise econômica Européia
Crise econômica Européia
 
BRASIL: ECONOMIA E SOCIEDADE NA CONTEMPORANEIDADE
BRASIL: ECONOMIA E SOCIEDADE NA CONTEMPORANEIDADEBRASIL: ECONOMIA E SOCIEDADE NA CONTEMPORANEIDADE
BRASIL: ECONOMIA E SOCIEDADE NA CONTEMPORANEIDADE
 
Análise da Crise Econômica
Análise da Crise EconômicaAnálise da Crise Econômica
Análise da Crise Econômica
 
Boletim 44 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 44 - Grupo de conjuntura econômica da UFESBoletim 44 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 44 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
 
Reflexões sobre a intervenção do estado na actual crise do capitalismo
Reflexões sobre a intervenção do estado na actual crise do capitalismoReflexões sobre a intervenção do estado na actual crise do capitalismo
Reflexões sobre a intervenção do estado na actual crise do capitalismo
 
TGI - Pior que a crise é o medo dela (Análise do 1º trimestre de 2015)
TGI - Pior que a crise é o medo dela (Análise do 1º trimestre de 2015)TGI - Pior que a crise é o medo dela (Análise do 1º trimestre de 2015)
TGI - Pior que a crise é o medo dela (Análise do 1º trimestre de 2015)
 
Cenários e Perspectivas
Cenários e PerspectivasCenários e Perspectivas
Cenários e Perspectivas
 

Mais de WORKRESULT

Exames
ExamesExames
Exames
WORKRESULT
 
Dê uma Chance para a sua VIDA
Dê uma Chance para a sua VIDADê uma Chance para a sua VIDA
Dê uma Chance para a sua VIDA
WORKRESULT
 
Agricultor futuro
Agricultor futuroAgricultor futuro
Agricultor futuro
WORKRESULT
 
Desafio Local
Desafio LocalDesafio Local
Desafio Local
WORKRESULT
 
Palestra caslo 24.09.05
Palestra caslo 24.09.05Palestra caslo 24.09.05
Palestra caslo 24.09.05
WORKRESULT
 
Palestra alca 04.07.02a
Palestra alca 04.07.02aPalestra alca 04.07.02a
Palestra alca 04.07.02a
WORKRESULT
 
Desafios do Cooperativismo
Desafios do CooperativismoDesafios do Cooperativismo
Desafios do Cooperativismo
WORKRESULT
 
Qualidade de vida como diferencial competitivo pessoal
Qualidade de vida como diferencial  competitivo pessoalQualidade de vida como diferencial  competitivo pessoal
Qualidade de vida como diferencial competitivo pessoal
WORKRESULT
 
As Sete Leis Do Dinheiro
As Sete Leis Do DinheiroAs Sete Leis Do Dinheiro
As Sete Leis Do Dinheiro
WORKRESULT
 
As Cinco TentaçõEs De Um Executivo
As Cinco TentaçõEs De Um ExecutivoAs Cinco TentaçõEs De Um Executivo
As Cinco TentaçõEs De Um Executivo
WORKRESULT
 
Cooperativismo - Desafios
Cooperativismo - DesafiosCooperativismo - Desafios
Cooperativismo - Desafios
WORKRESULT
 
Pense
PensePense
Pense
WORKRESULT
 
MUDANÇAS
MUDANÇASMUDANÇAS
MUDANÇAS
WORKRESULT
 
Você Tem Todas As Respostas
Você Tem Todas As RespostasVocê Tem Todas As Respostas
Você Tem Todas As Respostas
WORKRESULT
 
Palestra Saltinho 03.04.09
Palestra Saltinho 03.04.09Palestra Saltinho 03.04.09
Palestra Saltinho 03.04.09
WORKRESULT
 
LEITE - Perspectivas
LEITE - PerspectivasLEITE - Perspectivas
LEITE - Perspectivas
WORKRESULT
 
Novos CenáRios
Novos CenáRiosNovos CenáRios
Novos CenáRios
WORKRESULT
 
Conquiste A Sua SãO Silvestre
Conquiste A Sua SãO SilvestreConquiste A Sua SãO Silvestre
Conquiste A Sua SãO Silvestre
WORKRESULT
 
V I D A
V I D AV I D A
V I D A
WORKRESULT
 
Desafios Para 2009
Desafios Para 2009Desafios Para 2009
Desafios Para 2009
WORKRESULT
 

Mais de WORKRESULT (20)

Exames
ExamesExames
Exames
 
Dê uma Chance para a sua VIDA
Dê uma Chance para a sua VIDADê uma Chance para a sua VIDA
Dê uma Chance para a sua VIDA
 
Agricultor futuro
Agricultor futuroAgricultor futuro
Agricultor futuro
 
Desafio Local
Desafio LocalDesafio Local
Desafio Local
 
Palestra caslo 24.09.05
Palestra caslo 24.09.05Palestra caslo 24.09.05
Palestra caslo 24.09.05
 
Palestra alca 04.07.02a
Palestra alca 04.07.02aPalestra alca 04.07.02a
Palestra alca 04.07.02a
 
Desafios do Cooperativismo
Desafios do CooperativismoDesafios do Cooperativismo
Desafios do Cooperativismo
 
Qualidade de vida como diferencial competitivo pessoal
Qualidade de vida como diferencial  competitivo pessoalQualidade de vida como diferencial  competitivo pessoal
Qualidade de vida como diferencial competitivo pessoal
 
As Sete Leis Do Dinheiro
As Sete Leis Do DinheiroAs Sete Leis Do Dinheiro
As Sete Leis Do Dinheiro
 
As Cinco TentaçõEs De Um Executivo
As Cinco TentaçõEs De Um ExecutivoAs Cinco TentaçõEs De Um Executivo
As Cinco TentaçõEs De Um Executivo
 
Cooperativismo - Desafios
Cooperativismo - DesafiosCooperativismo - Desafios
Cooperativismo - Desafios
 
Pense
PensePense
Pense
 
MUDANÇAS
MUDANÇASMUDANÇAS
MUDANÇAS
 
Você Tem Todas As Respostas
Você Tem Todas As RespostasVocê Tem Todas As Respostas
Você Tem Todas As Respostas
 
Palestra Saltinho 03.04.09
Palestra Saltinho 03.04.09Palestra Saltinho 03.04.09
Palestra Saltinho 03.04.09
 
LEITE - Perspectivas
LEITE - PerspectivasLEITE - Perspectivas
LEITE - Perspectivas
 
Novos CenáRios
Novos CenáRiosNovos CenáRios
Novos CenáRios
 
Conquiste A Sua SãO Silvestre
Conquiste A Sua SãO SilvestreConquiste A Sua SãO Silvestre
Conquiste A Sua SãO Silvestre
 
V I D A
V I D AV I D A
V I D A
 
Desafios Para 2009
Desafios Para 2009Desafios Para 2009
Desafios Para 2009
 

Momento Atual III