SlideShare uma empresa Scribd logo
O QUE CARACTERIZA UMA
         CRISE ECONÔMICA?
A falta de dinheiro simultaneamente por muitas empresas ou pessoas
físicas, especialmente nas prestadoras de crédito ou bancos, são
exemplos de fatores que podem desencadear uma crise econômica.
Superinflação da moeda ou até mesmo desastres naturais que
impliquem na supervalorização de itens de consumo essencial como
arroz, feijão, carne ou petróleo podem quebrar a economia.
                Crise do Petróleo - 1973
Ayatollah Khomeini assume o poder do Irã e passa
a controlar a produção de petróleo do país,
causando uma disparada nos preços do produto -
potencializada pelos temores de racionamento
energético nos EUA. No Brasil, houve aumento no
custo dos combustíveis e racionamento. A dívida do
País inchou com os crescentes custos da
importação do petróleo.
A PRIMEIRA GRANDE CRISE
         – USA
      Grande Depressão ocorreu entre os anos
      de 1925 e 1933, procedendo a Quebra da
      Bolsa de Nova York, o Livre Mercado e a
      Superprodução agrícola.
      Atingiu primeiramente a economia norte-
      americana, espalhando-se em seguida
      para a Europa e os países da África, Ásia
      e América Latina.
CRISE IMOBILIÁRIA NOS EUA
           - 2008
Na década de 90, o padrão de     vida
elevado      tomou     conta      dos
estadunidenses, que inflamados   pelo
consumismo e comerciais de        TV,
gastavam mais a cada novo        bem
adquirido, sem se preocupar      com
investimentos futuros.
PAÍSES AFETADOS PELA CRISE ECONÔMIC
CRISE FINANCEIRA NA
           EUROPA - 2010
                                        A formação de uma crise financeira na
                                        zona        do       euro       deu-se,
                                        fundamentalmente, por problemas
                                        fiscais. Alguns países, como a Grécia,
                                        gastaram       mais     dinheiro    do
                                        conseguiram arrecadar por meio de
                                        impostos      nos     últimos     anos,
                                        principalmente após a crise financeira
                                        de 2008. Para se financiar, passaram a
Portugal, Irlanda, Itália, Grécia e     acumular dívidas.
Espanha são os que se encontram em
posição mais delicada dentro da zona
do euro, pois foram os que atuaram de
forma mais indisciplinada nos gastos
públicos     e     se     endividaram
excessivamente. Além de possuírem
elevada relação dívida/PIB, estes
países possuem pesados déficits
orçamentários ante o tamanho de suas
Balanço da Dívida externa de Portugal e Grécia – 2010 (World Bank)
POR QUE O EURO DESVALOR
A possibilidade de que governos e
empresas da região tornem-se
insolventes faz com boa parte dos
investidores    simplesmente     não
queira ficar exposta ao risco de
ações e títulos europeus.
É notável o movimento de venda
destes papéis e fuga para ativos
considerados seguros, como os
títulos do Tesouro norte-americano.
Tal movimento, de procura por
dólares e abandono do euro, fez
com que a cotação da moeda
europeia       atingisse     valores
historicamente baixos.
As moedas também refletem o vigor
das economias. Assim, argumentam
os analistas, a tendência de longo
prazo é de fortalecimento do dólar e   países em crise UE
das moedas dos países emergentes
CRISE DA DÍVIDA PÚBLICA
           AMERICANA - 2011
Dívida pública é quanto o governo deve para entidades e para a
sociedade. O governo toma dinheiro emprestado para financiar parte dos
seus gastos como educação, saúde, educação e obras públicas que não
são cobertos com a arrecadação de impostos.

Os EUA chegaram ao limite de US$ 14,3 trilhões para sua dívida pública, e
agora querem subir para US$ 16 trilhões o teto da dívida. Se o valor não
aumentar, há risco de um calote nos investidores, e o mundo poderia
entrar em recessão

Os títulos da dívida americana são considerados os mais seguros do
mundo. Em caso de calote, haveria uma crise de confiança entre
investidores.
O explosivo aumento da dívida pública nos Estados Unidos e Europa foi
causado pelos trilhões de dólares gastos para socorrer os bancos e pelas
medidas fiscais para estimular o crescimento do PIB após a resseção de
2008. Depois da crise econômica de 2008, o governo americano precisou
se endividar para melhorar a situação econômica do país. Porém, agora é
necessário pagar parte da dívida, sem a verba os EUA precisaram pegar
mais dinheiro, gerando uma bola de neve e aumentando a dívida pública.

Com medo do calote, mercados financeiros apresentaram variações
constantes nos índices da bolsa de valores.
PAÍSES NEGLIGENTES E A CRISE...




       Vamos comprar
       muitos aviões. Eu
       quero é guerra!            Ninguém mais quer
       Gastem o quanto              saber da nossa
       quiser.                         moeda!
Colégio Antônio Vieira
•   João Victor Almeida - 20
•   Milena Kruschewsky - 33
•   Leonardo Vieira - 25
•   Michelle Villa – 32
•   Daniel Gomes - 10

• Disciplina: Geografia/Informática
• Professor: Luís Parente

• Orientadora: Nayara
Fontes Bibliográficas:

•    http://deciogoes.blogspot.com/2011/01/crise-imobiliaria-vai-chegar-no-pais.html
•    http://www.produzindo.net/entenda-a-crise-economica-que-estamos-vivendo/
•    http://crisequalcrise.blogspot.com/2008_10_01_archive.html
•    http://resistir.info/crise/crise_grecia_eua_p.html
•    http://resistir.info/crise/hudson_11mai10.html
•    http://www.globalresearch.ca/index.php?context=va&aid=19107
•    http://veja.abril.com.br/noticia/economia/perguntas-e-respostas-a-crise-financeira-na-europa
•    http://portugues.eurail.com/enpt/support/choose-pass/in-which-countries-can-i-travel-with-the-global-pass
•    http://noticias.r7.com/economia/noticias/entenda-o-que-e-a-divida-publica-20100126.html
•    http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20080424103057AAx6muB
•    http://www.aldeiagaulesa.net/2011/07/jose-luis-fiori-e-crise-da-divida-dos.html
•    http://www.leninja.com.br/
•    http://www.aldeiagaulesa.net/2011/07/jose-luis-fiori-e-crise-da-divida-dos.html
•    http://www.valor.com.br/opiniao/974270/crise-da-divida-americana
•    http://www.youtube.com/watch?v=DuiPOedYFxM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Capitalismo e a crise na europa
Capitalismo e a crise na europaCapitalismo e a crise na europa
Capitalismo e a crise na europa
vitor moraes ribeiro
 
Crise 2008
Crise 2008Crise 2008
Crise 2008
Cleidilene Lima
 
A crise portuguesa em 10 minutos
A crise portuguesa em 10 minutos A crise portuguesa em 10 minutos
A crise portuguesa em 10 minutos
Daniel Claro
 
Crise na grécia
Crise na gréciaCrise na grécia
Crise na grécia
Simone Morais
 
Como surgiu a crise econômica mundial
Como surgiu a crise econômica mundialComo surgiu a crise econômica mundial
Como surgiu a crise econômica mundial
letieri11
 
Reflexões sobre a crise mundial de 2008 e seus possíveis cenários econômicos,...
Reflexões sobre a crise mundial de 2008 e seus possíveis cenários econômicos,...Reflexões sobre a crise mundial de 2008 e seus possíveis cenários econômicos,...
Reflexões sobre a crise mundial de 2008 e seus possíveis cenários econômicos,...
Fernando Alcoforado
 
Tainá, camila e catarina! favor não mexer
Tainá, camila e catarina! favor não mexerTainá, camila e catarina! favor não mexer
Tainá, camila e catarina! favor não mexer
Alberto Santiago
 
A Crise Grega
A Crise GregaA Crise Grega
A Crise Grega
Jorge Moreira
 
Crise Subprime 171008
Crise Subprime 171008Crise Subprime 171008
Crise Subprime 171008
guest55f91d
 
Economia 2008
Economia 2008Economia 2008
Economia 2008
Luis Alberto Bassoli
 
PR - 2012 - kpmg - cenário econômico: perspectivas e oportunidades para o brasil
PR - 2012 - kpmg - cenário econômico: perspectivas e oportunidades para o brasilPR - 2012 - kpmg - cenário econômico: perspectivas e oportunidades para o brasil
PR - 2012 - kpmg - cenário econômico: perspectivas e oportunidades para o brasil
Delta Economics & Finance
 
Grupo 02
Grupo 02Grupo 02
Carta aos empresarios
Carta aos empresariosCarta aos empresarios
Carta aos empresarios
WesleydeSouzaAlmeida
 
Crise 29 e 2008
Crise 29 e 2008Crise 29 e 2008
Crise 29 e 2008
Mario Lopes
 
Crise econômica MUNDIAL
Crise econômica MUNDIALCrise econômica MUNDIAL
Crise econômica MUNDIAL
izzidoro
 
Capas de-resvistas-atuais-1224097238017293-9
Capas de-resvistas-atuais-1224097238017293-9Capas de-resvistas-atuais-1224097238017293-9
Capas de-resvistas-atuais-1224097238017293-9
Aléxia Fortes
 
CURSO DE ATUALIDADES INICIO
CURSO DE ATUALIDADES INICIOCURSO DE ATUALIDADES INICIO
CURSO DE ATUALIDADES INICIO
ProfMario De Mori
 
Geografia Geral - Estados Unidos, Canadá [www.gondim.net]
Geografia Geral - Estados Unidos, Canadá [www.gondim.net]Geografia Geral - Estados Unidos, Canadá [www.gondim.net]
Geografia Geral - Estados Unidos, Canadá [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
PR - 2012 - ibracon - cenário econômico: perspectivas e oportunidades para o ...
PR - 2012 - ibracon - cenário econômico: perspectivas e oportunidades para o ...PR - 2012 - ibracon - cenário econômico: perspectivas e oportunidades para o ...
PR - 2012 - ibracon - cenário econômico: perspectivas e oportunidades para o ...
Delta Economics & Finance
 
Grupo 02
Grupo 02Grupo 02

Mais procurados (20)

Capitalismo e a crise na europa
Capitalismo e a crise na europaCapitalismo e a crise na europa
Capitalismo e a crise na europa
 
Crise 2008
Crise 2008Crise 2008
Crise 2008
 
A crise portuguesa em 10 minutos
A crise portuguesa em 10 minutos A crise portuguesa em 10 minutos
A crise portuguesa em 10 minutos
 
Crise na grécia
Crise na gréciaCrise na grécia
Crise na grécia
 
Como surgiu a crise econômica mundial
Como surgiu a crise econômica mundialComo surgiu a crise econômica mundial
Como surgiu a crise econômica mundial
 
Reflexões sobre a crise mundial de 2008 e seus possíveis cenários econômicos,...
Reflexões sobre a crise mundial de 2008 e seus possíveis cenários econômicos,...Reflexões sobre a crise mundial de 2008 e seus possíveis cenários econômicos,...
Reflexões sobre a crise mundial de 2008 e seus possíveis cenários econômicos,...
 
Tainá, camila e catarina! favor não mexer
Tainá, camila e catarina! favor não mexerTainá, camila e catarina! favor não mexer
Tainá, camila e catarina! favor não mexer
 
A Crise Grega
A Crise GregaA Crise Grega
A Crise Grega
 
Crise Subprime 171008
Crise Subprime 171008Crise Subprime 171008
Crise Subprime 171008
 
Economia 2008
Economia 2008Economia 2008
Economia 2008
 
PR - 2012 - kpmg - cenário econômico: perspectivas e oportunidades para o brasil
PR - 2012 - kpmg - cenário econômico: perspectivas e oportunidades para o brasilPR - 2012 - kpmg - cenário econômico: perspectivas e oportunidades para o brasil
PR - 2012 - kpmg - cenário econômico: perspectivas e oportunidades para o brasil
 
Grupo 02
Grupo 02Grupo 02
Grupo 02
 
Carta aos empresarios
Carta aos empresariosCarta aos empresarios
Carta aos empresarios
 
Crise 29 e 2008
Crise 29 e 2008Crise 29 e 2008
Crise 29 e 2008
 
Crise econômica MUNDIAL
Crise econômica MUNDIALCrise econômica MUNDIAL
Crise econômica MUNDIAL
 
Capas de-resvistas-atuais-1224097238017293-9
Capas de-resvistas-atuais-1224097238017293-9Capas de-resvistas-atuais-1224097238017293-9
Capas de-resvistas-atuais-1224097238017293-9
 
CURSO DE ATUALIDADES INICIO
CURSO DE ATUALIDADES INICIOCURSO DE ATUALIDADES INICIO
CURSO DE ATUALIDADES INICIO
 
Geografia Geral - Estados Unidos, Canadá [www.gondim.net]
Geografia Geral - Estados Unidos, Canadá [www.gondim.net]Geografia Geral - Estados Unidos, Canadá [www.gondim.net]
Geografia Geral - Estados Unidos, Canadá [www.gondim.net]
 
PR - 2012 - ibracon - cenário econômico: perspectivas e oportunidades para o ...
PR - 2012 - ibracon - cenário econômico: perspectivas e oportunidades para o ...PR - 2012 - ibracon - cenário econômico: perspectivas e oportunidades para o ...
PR - 2012 - ibracon - cenário econômico: perspectivas e oportunidades para o ...
 
Grupo 02
Grupo 02Grupo 02
Grupo 02
 

Destaque

A Rússia dos czares
A Rússia dos czaresA Rússia dos czares
A Rússia dos czares
resumovisual
 
Da RúSsia Dos Czares à RúSsia Dos Sovietes
Da RúSsia Dos Czares à RúSsia Dos SovietesDa RúSsia Dos Czares à RúSsia Dos Sovietes
Da RúSsia Dos Czares à RúSsia Dos Sovietes
Sílvia Mendonça
 
Europa apresentação
Europa   apresentaçãoEuropa   apresentação
Europa apresentação
robertobraz
 
Europa economia, população e contexto histórico
Europa economia, população e contexto históricoEuropa economia, população e contexto histórico
Europa economia, população e contexto histórico
Colégio Nova Geração COC
 
A população européia
A população européiaA população européia
A população européia
José Nascimento
 
População da Europa
População da EuropaPopulação da Europa
População da Europa
Prof.Marcio LHP
 
Globalização econômica
Globalização  econômicaGlobalização  econômica
Globalização econômica
Washington sucupira
 
Cap. 3 - Europa: Aspectos físicos e populacionais (9º ano)
Cap. 3 - Europa: Aspectos físicos e populacionais (9º ano)Cap. 3 - Europa: Aspectos físicos e populacionais (9º ano)
Cap. 3 - Europa: Aspectos físicos e populacionais (9º ano)
profacacio
 
População europeia
População europeiaPopulação europeia
População europeia
André Aleixo
 
Europa aspectos fisicos
Europa   aspectos fisicosEuropa   aspectos fisicos
Europa aspectos fisicos
Abner de Paula
 
Europa
EuropaEuropa
Europa
aroudus
 
Geografia - Continente Europeu: População e Economia
Geografia -  Continente Europeu: População e EconomiaGeografia -  Continente Europeu: População e Economia
Geografia - Continente Europeu: População e Economia
André Luiz Marques
 
Europa slides
Europa slidesEuropa slides
Europa slides
ProfessoresColeguium
 
Continente europeu
Continente europeuContinente europeu
Continente europeu
DANUBIA ZANOTELLI
 
Continente Europeu
Continente EuropeuContinente Europeu
Continente Europeu
Débora Sales
 
Europa aspectos gerais
Europa aspectos geraisEuropa aspectos gerais
Europa aspectos gerais
Colégio Nova Geração COC
 
Globalização Aspetos Económicos, Financeiros, Culturais
Globalização Aspetos Económicos, Financeiros, CulturaisGlobalização Aspetos Económicos, Financeiros, Culturais
Globalização Aspetos Económicos, Financeiros, Culturais
Bruno Pinto
 
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjUGuerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Kéliton Ferreira
 

Destaque (18)

A Rússia dos czares
A Rússia dos czaresA Rússia dos czares
A Rússia dos czares
 
Da RúSsia Dos Czares à RúSsia Dos Sovietes
Da RúSsia Dos Czares à RúSsia Dos SovietesDa RúSsia Dos Czares à RúSsia Dos Sovietes
Da RúSsia Dos Czares à RúSsia Dos Sovietes
 
Europa apresentação
Europa   apresentaçãoEuropa   apresentação
Europa apresentação
 
Europa economia, população e contexto histórico
Europa economia, população e contexto históricoEuropa economia, população e contexto histórico
Europa economia, população e contexto histórico
 
A população européia
A população européiaA população européia
A população européia
 
População da Europa
População da EuropaPopulação da Europa
População da Europa
 
Globalização econômica
Globalização  econômicaGlobalização  econômica
Globalização econômica
 
Cap. 3 - Europa: Aspectos físicos e populacionais (9º ano)
Cap. 3 - Europa: Aspectos físicos e populacionais (9º ano)Cap. 3 - Europa: Aspectos físicos e populacionais (9º ano)
Cap. 3 - Europa: Aspectos físicos e populacionais (9º ano)
 
População europeia
População europeiaPopulação europeia
População europeia
 
Europa aspectos fisicos
Europa   aspectos fisicosEuropa   aspectos fisicos
Europa aspectos fisicos
 
Europa
EuropaEuropa
Europa
 
Geografia - Continente Europeu: População e Economia
Geografia -  Continente Europeu: População e EconomiaGeografia -  Continente Europeu: População e Economia
Geografia - Continente Europeu: População e Economia
 
Europa slides
Europa slidesEuropa slides
Europa slides
 
Continente europeu
Continente europeuContinente europeu
Continente europeu
 
Continente Europeu
Continente EuropeuContinente Europeu
Continente Europeu
 
Europa aspectos gerais
Europa aspectos geraisEuropa aspectos gerais
Europa aspectos gerais
 
Globalização Aspetos Económicos, Financeiros, Culturais
Globalização Aspetos Económicos, Financeiros, CulturaisGlobalização Aspetos Económicos, Financeiros, Culturais
Globalização Aspetos Económicos, Financeiros, Culturais
 
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjUGuerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
 

Semelhante a A Crise Econômica Nos EUA e na Europa

Documento
DocumentoDocumento
G8 - Crise econômica
G8 - Crise econômicaG8 - Crise econômica
G8 - Crise econômica
gabriellecomte
 
Crise econômica internacional: começou o segundo capítulo?
Crise econômica internacional: começou o segundo capítulo?Crise econômica internacional: começou o segundo capítulo?
Crise econômica internacional: começou o segundo capítulo?
Alessandro de Moura
 
Economia Portuguesa 2012
Economia Portuguesa 2012Economia Portuguesa 2012
Economia Portuguesa 2012
A. Rui Teixeira Santos
 
Notas sobre a Economia Portuguesa 2012, prof. doutor Rui Teixeira Santos
Notas sobre a Economia Portuguesa 2012, prof. doutor Rui Teixeira SantosNotas sobre a Economia Portuguesa 2012, prof. doutor Rui Teixeira Santos
Notas sobre a Economia Portuguesa 2012, prof. doutor Rui Teixeira Santos
A. Rui Teixeira Santos
 
O brasil em um mundo globalizado
O brasil em um mundo globalizadoO brasil em um mundo globalizado
O brasil em um mundo globalizado
marcosa1212
 
Slides g1
Slides g1Slides g1
Slides g1
Alberto Santiago
 
Grupo 2
Grupo 2Grupo 2
2corsi12a19
2corsi12a192corsi12a19
2corsi12a19
Edelson Paiva
 
Atualidadeuniaoblog 1
Atualidadeuniaoblog 1Atualidadeuniaoblog 1
Atualidadeuniaoblog 1
Maria Cledionora Tavares Tavares
 
Geo globalização 9º
Geo  globalização 9ºGeo  globalização 9º
Geo globalização 9º
Ana Wronski
 
O brasil em um mundo globalizado
O brasil em um mundo globalizadoO brasil em um mundo globalizado
O brasil em um mundo globalizado
totonhodemorais
 
Geo globalização 9º
Geo  globalização 9ºGeo  globalização 9º
Geo globalização 9º
profgilvano
 
CRISES FINANCEIRAS E PANDEMIAS 3 SERIE.pptx
CRISES FINANCEIRAS E PANDEMIAS 3 SERIE.pptxCRISES FINANCEIRAS E PANDEMIAS 3 SERIE.pptx
CRISES FINANCEIRAS E PANDEMIAS 3 SERIE.pptx
IracemaCristinaFerna
 
O sistema financeiro, o primeiro ditador global 2
O sistema financeiro, o primeiro ditador global   2O sistema financeiro, o primeiro ditador global   2
O sistema financeiro, o primeiro ditador global 2
GRAZIA TANTA
 
O capitalismo em crise histórica e suas tentativas de escapar da depressão
O capitalismo em crise histórica e suas tentativas de escapar da depressãoO capitalismo em crise histórica e suas tentativas de escapar da depressão
O capitalismo em crise histórica e suas tentativas de escapar da depressão
Alessandro de Moura
 
Ag gd cac3
Ag gd cac3Ag gd cac3
Os dez anos de crise – ganhadores e perdedores
Os dez anos de crise – ganhadores e perdedoresOs dez anos de crise – ganhadores e perdedores
Os dez anos de crise – ganhadores e perdedores
GRAZIA TANTA
 
A evolução da riqueza na Europa (2000/19)
A evolução da riqueza na Europa (2000/19)A evolução da riqueza na Europa (2000/19)
A evolução da riqueza na Europa (2000/19)
GRAZIA TANTA
 
O que é austeridade
O que é austeridadeO que é austeridade
O que é austeridade
Angelita Faculdade
 

Semelhante a A Crise Econômica Nos EUA e na Europa (20)

Documento
DocumentoDocumento
Documento
 
G8 - Crise econômica
G8 - Crise econômicaG8 - Crise econômica
G8 - Crise econômica
 
Crise econômica internacional: começou o segundo capítulo?
Crise econômica internacional: começou o segundo capítulo?Crise econômica internacional: começou o segundo capítulo?
Crise econômica internacional: começou o segundo capítulo?
 
Economia Portuguesa 2012
Economia Portuguesa 2012Economia Portuguesa 2012
Economia Portuguesa 2012
 
Notas sobre a Economia Portuguesa 2012, prof. doutor Rui Teixeira Santos
Notas sobre a Economia Portuguesa 2012, prof. doutor Rui Teixeira SantosNotas sobre a Economia Portuguesa 2012, prof. doutor Rui Teixeira Santos
Notas sobre a Economia Portuguesa 2012, prof. doutor Rui Teixeira Santos
 
O brasil em um mundo globalizado
O brasil em um mundo globalizadoO brasil em um mundo globalizado
O brasil em um mundo globalizado
 
Slides g1
Slides g1Slides g1
Slides g1
 
Grupo 2
Grupo 2Grupo 2
Grupo 2
 
2corsi12a19
2corsi12a192corsi12a19
2corsi12a19
 
Atualidadeuniaoblog 1
Atualidadeuniaoblog 1Atualidadeuniaoblog 1
Atualidadeuniaoblog 1
 
Geo globalização 9º
Geo  globalização 9ºGeo  globalização 9º
Geo globalização 9º
 
O brasil em um mundo globalizado
O brasil em um mundo globalizadoO brasil em um mundo globalizado
O brasil em um mundo globalizado
 
Geo globalização 9º
Geo  globalização 9ºGeo  globalização 9º
Geo globalização 9º
 
CRISES FINANCEIRAS E PANDEMIAS 3 SERIE.pptx
CRISES FINANCEIRAS E PANDEMIAS 3 SERIE.pptxCRISES FINANCEIRAS E PANDEMIAS 3 SERIE.pptx
CRISES FINANCEIRAS E PANDEMIAS 3 SERIE.pptx
 
O sistema financeiro, o primeiro ditador global 2
O sistema financeiro, o primeiro ditador global   2O sistema financeiro, o primeiro ditador global   2
O sistema financeiro, o primeiro ditador global 2
 
O capitalismo em crise histórica e suas tentativas de escapar da depressão
O capitalismo em crise histórica e suas tentativas de escapar da depressãoO capitalismo em crise histórica e suas tentativas de escapar da depressão
O capitalismo em crise histórica e suas tentativas de escapar da depressão
 
Ag gd cac3
Ag gd cac3Ag gd cac3
Ag gd cac3
 
Os dez anos de crise – ganhadores e perdedores
Os dez anos de crise – ganhadores e perdedoresOs dez anos de crise – ganhadores e perdedores
Os dez anos de crise – ganhadores e perdedores
 
A evolução da riqueza na Europa (2000/19)
A evolução da riqueza na Europa (2000/19)A evolução da riqueza na Europa (2000/19)
A evolução da riqueza na Europa (2000/19)
 
O que é austeridade
O que é austeridadeO que é austeridade
O que é austeridade
 

Mais de Isabela Mendonça

Narcotráfico vinheta 1
Narcotráfico vinheta 1Narcotráfico vinheta 1
Narcotráfico vinheta 1
Isabela Mendonça
 
Trabalho ..
Trabalho ..Trabalho ..
Trabalho ..
Isabela Mendonça
 
Vulcão Puyehue
Vulcão PuyehueVulcão Puyehue
Vulcão Puyehue
Isabela Mendonça
 
Invasão dos EUA no Afeganistão
Invasão dos EUA no AfeganistãoInvasão dos EUA no Afeganistão
Invasão dos EUA no Afeganistão
Isabela Mendonça
 
Invasão dos eua no afeganistão
Invasão dos eua no afeganistãoInvasão dos eua no afeganistão
Invasão dos eua no afeganistão
Isabela Mendonça
 
projeto de novas Usinas nucleares brasil 8c vieira
projeto de novas Usinas nucleares brasil 8c vieiraprojeto de novas Usinas nucleares brasil 8c vieira
projeto de novas Usinas nucleares brasil 8c vieira
Isabela Mendonça
 
Slides geo -_oficial[1]
Slides geo -_oficial[1]Slides geo -_oficial[1]
Slides geo -_oficial[1]
Isabela Mendonça
 
Slides geo -_oficial[1]
Slides geo -_oficial[1]Slides geo -_oficial[1]
Slides geo -_oficial[1]
Isabela Mendonça
 
A crise econômica ok definitivo
A crise econômica ok definitivoA crise econômica ok definitivo
A crise econômica ok definitivo
Isabela Mendonça
 
Vulcao grupo 02(2)
Vulcao   grupo 02(2)Vulcao   grupo 02(2)
Vulcao grupo 02(2)
Isabela Mendonça
 
Trabalho ..
Trabalho ..Trabalho ..
Trabalho ..
Isabela Mendonça
 
Camada Pré-sal
Camada Pré-salCamada Pré-sal
Camada Pré-sal
Isabela Mendonça
 
Trab geo!!com efeitos
Trab geo!!com efeitosTrab geo!!com efeitos
Trab geo!!com efeitos
Isabela Mendonça
 
Vulcão Puyehue
Vulcão PuyehueVulcão Puyehue
Vulcão Puyehue
Isabela Mendonça
 
Vulcão Puyehue
Vulcão PuyehueVulcão Puyehue
Vulcão Puyehue
Isabela Mendonça
 
Novos Estados no Brasil
Novos Estados no BrasilNovos Estados no Brasil
Novos Estados no Brasil
Isabela Mendonça
 
Trab geo 2
Trab geo 2Trab geo 2
Trab geo 2
Isabela Mendonça
 
Apresentação do Grupo 5 (Segunda Unidade)
Apresentação do Grupo 5 (Segunda Unidade)Apresentação do Grupo 5 (Segunda Unidade)
Apresentação do Grupo 5 (Segunda Unidade)
Isabela Mendonça
 
Apresentação do Grupo 2 (Segunda Unidade
Apresentação do Grupo 2 (Segunda UnidadeApresentação do Grupo 2 (Segunda Unidade
Apresentação do Grupo 2 (Segunda Unidade
Isabela Mendonça
 

Mais de Isabela Mendonça (20)

Narcotráfico vinheta 1
Narcotráfico vinheta 1Narcotráfico vinheta 1
Narcotráfico vinheta 1
 
Trabalho ..
Trabalho ..Trabalho ..
Trabalho ..
 
Vulcão Puyehue
Vulcão PuyehueVulcão Puyehue
Vulcão Puyehue
 
Invasão dos EUA no Afeganistão
Invasão dos EUA no AfeganistãoInvasão dos EUA no Afeganistão
Invasão dos EUA no Afeganistão
 
Invasão dos eua no afeganistão
Invasão dos eua no afeganistãoInvasão dos eua no afeganistão
Invasão dos eua no afeganistão
 
projeto de novas Usinas nucleares brasil 8c vieira
projeto de novas Usinas nucleares brasil 8c vieiraprojeto de novas Usinas nucleares brasil 8c vieira
projeto de novas Usinas nucleares brasil 8c vieira
 
Slides geo -_oficial[1]
Slides geo -_oficial[1]Slides geo -_oficial[1]
Slides geo -_oficial[1]
 
Slides geo -_oficial[1]
Slides geo -_oficial[1]Slides geo -_oficial[1]
Slides geo -_oficial[1]
 
A crise econômica ok definitivo
A crise econômica ok definitivoA crise econômica ok definitivo
A crise econômica ok definitivo
 
Vulcao grupo 02(2)
Vulcao   grupo 02(2)Vulcao   grupo 02(2)
Vulcao grupo 02(2)
 
Trabalho ..
Trabalho ..Trabalho ..
Trabalho ..
 
Camada Pré-sal
Camada Pré-salCamada Pré-sal
Camada Pré-sal
 
Trab geo!!com efeitos
Trab geo!!com efeitosTrab geo!!com efeitos
Trab geo!!com efeitos
 
Vulcão Puyehue
Vulcão PuyehueVulcão Puyehue
Vulcão Puyehue
 
Vulcão Puyehue
Vulcão PuyehueVulcão Puyehue
Vulcão Puyehue
 
Novos Estados no Brasil
Novos Estados no BrasilNovos Estados no Brasil
Novos Estados no Brasil
 
Trab geo 2
Trab geo 2Trab geo 2
Trab geo 2
 
áLbum de fotografias h
áLbum de fotografias háLbum de fotografias h
áLbum de fotografias h
 
Apresentação do Grupo 5 (Segunda Unidade)
Apresentação do Grupo 5 (Segunda Unidade)Apresentação do Grupo 5 (Segunda Unidade)
Apresentação do Grupo 5 (Segunda Unidade)
 
Apresentação do Grupo 2 (Segunda Unidade
Apresentação do Grupo 2 (Segunda UnidadeApresentação do Grupo 2 (Segunda Unidade
Apresentação do Grupo 2 (Segunda Unidade
 

A Crise Econômica Nos EUA e na Europa

  • 1.
  • 2. O QUE CARACTERIZA UMA CRISE ECONÔMICA? A falta de dinheiro simultaneamente por muitas empresas ou pessoas físicas, especialmente nas prestadoras de crédito ou bancos, são exemplos de fatores que podem desencadear uma crise econômica. Superinflação da moeda ou até mesmo desastres naturais que impliquem na supervalorização de itens de consumo essencial como arroz, feijão, carne ou petróleo podem quebrar a economia. Crise do Petróleo - 1973 Ayatollah Khomeini assume o poder do Irã e passa a controlar a produção de petróleo do país, causando uma disparada nos preços do produto - potencializada pelos temores de racionamento energético nos EUA. No Brasil, houve aumento no custo dos combustíveis e racionamento. A dívida do País inchou com os crescentes custos da importação do petróleo.
  • 3. A PRIMEIRA GRANDE CRISE – USA Grande Depressão ocorreu entre os anos de 1925 e 1933, procedendo a Quebra da Bolsa de Nova York, o Livre Mercado e a Superprodução agrícola. Atingiu primeiramente a economia norte- americana, espalhando-se em seguida para a Europa e os países da África, Ásia e América Latina.
  • 4. CRISE IMOBILIÁRIA NOS EUA - 2008 Na década de 90, o padrão de vida elevado tomou conta dos estadunidenses, que inflamados pelo consumismo e comerciais de TV, gastavam mais a cada novo bem adquirido, sem se preocupar com investimentos futuros.
  • 5. PAÍSES AFETADOS PELA CRISE ECONÔMIC
  • 6. CRISE FINANCEIRA NA EUROPA - 2010 A formação de uma crise financeira na zona do euro deu-se, fundamentalmente, por problemas fiscais. Alguns países, como a Grécia, gastaram mais dinheiro do conseguiram arrecadar por meio de impostos nos últimos anos, principalmente após a crise financeira de 2008. Para se financiar, passaram a Portugal, Irlanda, Itália, Grécia e acumular dívidas. Espanha são os que se encontram em posição mais delicada dentro da zona do euro, pois foram os que atuaram de forma mais indisciplinada nos gastos públicos e se endividaram excessivamente. Além de possuírem elevada relação dívida/PIB, estes países possuem pesados déficits orçamentários ante o tamanho de suas
  • 7. Balanço da Dívida externa de Portugal e Grécia – 2010 (World Bank)
  • 8. POR QUE O EURO DESVALOR A possibilidade de que governos e empresas da região tornem-se insolventes faz com boa parte dos investidores simplesmente não queira ficar exposta ao risco de ações e títulos europeus. É notável o movimento de venda destes papéis e fuga para ativos considerados seguros, como os títulos do Tesouro norte-americano. Tal movimento, de procura por dólares e abandono do euro, fez com que a cotação da moeda europeia atingisse valores historicamente baixos. As moedas também refletem o vigor das economias. Assim, argumentam os analistas, a tendência de longo prazo é de fortalecimento do dólar e países em crise UE das moedas dos países emergentes
  • 9.
  • 10. CRISE DA DÍVIDA PÚBLICA AMERICANA - 2011 Dívida pública é quanto o governo deve para entidades e para a sociedade. O governo toma dinheiro emprestado para financiar parte dos seus gastos como educação, saúde, educação e obras públicas que não são cobertos com a arrecadação de impostos. Os EUA chegaram ao limite de US$ 14,3 trilhões para sua dívida pública, e agora querem subir para US$ 16 trilhões o teto da dívida. Se o valor não aumentar, há risco de um calote nos investidores, e o mundo poderia entrar em recessão Os títulos da dívida americana são considerados os mais seguros do mundo. Em caso de calote, haveria uma crise de confiança entre investidores.
  • 11. O explosivo aumento da dívida pública nos Estados Unidos e Europa foi causado pelos trilhões de dólares gastos para socorrer os bancos e pelas medidas fiscais para estimular o crescimento do PIB após a resseção de 2008. Depois da crise econômica de 2008, o governo americano precisou se endividar para melhorar a situação econômica do país. Porém, agora é necessário pagar parte da dívida, sem a verba os EUA precisaram pegar mais dinheiro, gerando uma bola de neve e aumentando a dívida pública. Com medo do calote, mercados financeiros apresentaram variações constantes nos índices da bolsa de valores.
  • 12.
  • 13. PAÍSES NEGLIGENTES E A CRISE... Vamos comprar muitos aviões. Eu quero é guerra! Ninguém mais quer Gastem o quanto saber da nossa quiser. moeda!
  • 14. Colégio Antônio Vieira • João Victor Almeida - 20 • Milena Kruschewsky - 33 • Leonardo Vieira - 25 • Michelle Villa – 32 • Daniel Gomes - 10 • Disciplina: Geografia/Informática • Professor: Luís Parente • Orientadora: Nayara
  • 15. Fontes Bibliográficas: • http://deciogoes.blogspot.com/2011/01/crise-imobiliaria-vai-chegar-no-pais.html • http://www.produzindo.net/entenda-a-crise-economica-que-estamos-vivendo/ • http://crisequalcrise.blogspot.com/2008_10_01_archive.html • http://resistir.info/crise/crise_grecia_eua_p.html • http://resistir.info/crise/hudson_11mai10.html • http://www.globalresearch.ca/index.php?context=va&aid=19107 • http://veja.abril.com.br/noticia/economia/perguntas-e-respostas-a-crise-financeira-na-europa • http://portugues.eurail.com/enpt/support/choose-pass/in-which-countries-can-i-travel-with-the-global-pass • http://noticias.r7.com/economia/noticias/entenda-o-que-e-a-divida-publica-20100126.html • http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20080424103057AAx6muB • http://www.aldeiagaulesa.net/2011/07/jose-luis-fiori-e-crise-da-divida-dos.html • http://www.leninja.com.br/ • http://www.aldeiagaulesa.net/2011/07/jose-luis-fiori-e-crise-da-divida-dos.html • http://www.valor.com.br/opiniao/974270/crise-da-divida-americana • http://www.youtube.com/watch?v=DuiPOedYFxM