SlideShare uma empresa Scribd logo
PABLO SOARES ARAUJO
MANEJO DE PRAGAS NO SORGO E MILHETO
2
• Aspectos gerais do manejo integrado de pragas;
• Importância;
• Identificação;
• Hábito de ocorrência;
• Principais pragas em cada fase de cada cultura;
• Posicionamento de produtos.
SUMÁRIO
Fonte: Syngenta Digital, 2023.
3
ASPECTOS GERAIS DO MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS
O que é manejo
integrado de pragas?
Conjunto de técnicas e
medidas para prevenir
pragas e doenças;
Reconhecimento das
espécies;
Bom manejo com
diminuição de perdas;
Sustentabilidade
ambiental.
4
ASPECTOS GERAIS DO MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS
“Elaborado: Pablo Soares, 2022.”
5
Controla pragas da lavoura;
Preserva inimigos naturais e respeita a biodiversidade da área;
Reduz o uso de defensivos agrícolas;
Reduz perdas da lavoura;
Aumenta a produtividade.
IMPORTÂNCIA
6
IDENTIFICAÇÃO
Divisão por estádios
de desenvolvimento:
PRAGAS INICIAS:
ATACAM SEMENTES E PLANTULAS
PRAGAS DE FASE VEGETAVIVA:
ATACAM FOLHAS E COLMOS
PRAGAS DA PANÍCULA:
ATACAM GRÃOS E PANÍCULAS
7
• Pragas subterrâneas:
• Larva-arame (Conodetus scalaris) – são larvas de besouros, parecidos aos
vaga-lumes, que vivem no solo alimentando-se de diferentes tecidos vegetais.
PRAGAS INICIAIS
Fonte: Agrolink, 2023.
Fonte: Agrolink, 2023.
Fonte: Agrolink, 2023.
8
• Larva-arame (Conodetus scalaris):
• Características: tamanho de 2cm, corpo cilíndrico, fino e rígido;
• Danos: destruição de sementes e ataque do sistema radicular;
• Sintomas de dano: falhas na lavoura e plantas raquíticas;
• Métodos de controle: controle cultural e químico.
PRAGAS INICIAIS
Fonte: Wikipedia, 2023.
9
• Larva-arame (Conodetus scalaris)
PRAGAS INICIAIS
Fonte: Agrolink, 2023. Fonte: Agrolink, 2023. Fonte: Agrolink, 2023.
10
• Coró ou Bicho-bolo (Liogenys fuscus)- são larvas de várias espécies de
besouros, que são facilmente identificadas pela curvatura do corpo em forma
de “C”.
PRAGAS INICIAIS
Fonte: Embrapa, 2023. Fonte: Embrapa, 2023. Fonte: Embrapa, 2023.
11
• Coró ou Bicho-bolo (Liogenys fuscus):
• Características: coloração branca-leitosa e três pares de pernas torácicas;
• Danos: falhas nas linhas e plantas pouco desenvolvidas;
• Sintomas de dano: reduzem o vigor do sistema radicular, suscetibilidade ao
tombamento e abrem entrada para patógenos;
• Métodos de controle: controle cultura e químico.
PRAGAS INICIAIS
Fonte: Aegro, 2023.
12
• Coró ou Bicho-bolo (Liogenys fuscus)
PRAGAS INICIAIS
Fonte: Fedrap, 2023. Fonte: Ana Flávia, 2023.
Fonte: Fedrap, 2023.
13
• Pragas do colmo:
• Lagarta Elasmo (Elasmopalpus lignosellus) – também conhecida por broca-do-
colmo, são lagartas que atacam a região do coleto da planta.
PRAGAS INICIAIS
Fonte: Agro Bayer, 2023. Fonte: Agro Bayer, 2023. Fonte: Agro Bayer, 2023.
14
• Lagarta Elasmo (Elasmopalpus lignosellus):
• Características: coloração com aspecto rosáceo e cabeça marrom;
• As mariposas pequenas e alongadas, de coloração acinzentada (fêmea) e
amarelada (macho).
• Danos: danifica o sistema condutor de água e nutrientes da planta;
• Sintomas de dano: provoca murcha e posteriormente morte das folhas centrais;
• Métodos de controle: controle químico.
PRAGAS INICIAIS
Fonte: Agro Bayer, 2023. Fonte: Agro Bayer, 2023.
15
• Lagarta Elasmo (Elasmopalpus lignosellus):
PRAGAS INICIAIS
Fonte: Panorama, 2023. Fonte: Panorama, 2023. Fonte: Unesp, 2023.
16
• Pragas das folhas:
• Pulgão-verde-dos-cereais (Schizaphis graminum) - apresentam coloração verde-
limão, com três riscas mais escuras no dorso, e alimentam-se na face inferior ou
bainha das folhas maduras.
PRAGAS DE FASE VEGETATIVA
Fonte: Embrapa, 2023. Fonte: Embrapa, 2023. Fonte: Terra Magna, 2023.
17
• Pulgão-verde-dos-cereais (Schizaphis graminum):
• Características: corpo globoso, antenas escuras e cor verde-limão;
• Danos: sugam seiva das folhas que podem causar a morte da planta;
• Sintomas de dano: manchas bronzeadas ou necrosadas;
• Métodos de controle: controle biológico ou controle químico.
PRAGAS DE FASE VEGETATIVA
Fonte: Maneje Bem, 2023.
18
• Pulgão-verde-dos-cereais (Schizaphis graminum):
PRAGAS DE FASE VEGETATIVA
Fonte: Agrolink, 2023. Fonte: Ana Flávia, 2023. Fonte: Agrolink, 2023.
19
• Pulgão da cana-de-açúcar (Melanaphis sacchari) – possui coloração amarela
e causa prejuízos à cultura do sorgo em razão do hábito de se alimentar, de
sugar a seiva das plantas, e excretar uma substância açucarada.
PRAGAS DE FASE VEGETATIVA
Fonte: Ana Flávia, 2023. Fonte: Revista Cultivar, 2023.
Fonte: Panorama, 2023.
20
• Pulgão da cana-de-açúcar (Melanaphis sacchari)
• Características: tarsos, antenas e sifúnculo escuros e cabeça clara;
• Danos: sucção de seiva e transmissão de patógenos entre plantas;
• Sintomas de dano: folhas murchas ou bordas necrosadas;
• Métodos de controle: controle biológico ou controle químico.
PRAGAS DE FASE VEGETATIVA
Fonte: Agrologia, 2023.
21
• Pulgão da cana-de-açúcar (Melanaphis sacchari)
PRAGAS DE FASE VEGETATIVA
Fonte: Embrapa, 2023. Fonte: Ana Flávia, 2023. Fonte: Ana Flávia, 2023.
22
• Lagarta-do-cartucho(Spodoptera frugiperda) - são larvas de mariposas
encontradas normalmente dentro do cartucho das plantas.
PRAGAS DE FASE VEGETATIVA
Fonte: Biomatrix, 2023.
Fonte: Elevagro, 2023.
Fonte: Elevagro, 2023.
23
• Lagarta-do-cartucho(Spodoptera frugiperda):
• Características: a lagarta possui “Y” invertido na cabeça e 4 pontos no final do
abdômen;
• A mariposa possuem asas anteriores pardo-escuras e as posteriores apresentando-
se branco-acinzentadas.
• Danos: folhas danificadas dentro do cartucho e redução da área foliar;
• Sintomas de dano: folhas raspadas e limbo foliar consumido;
• Métodos de controle: controle químico.
PRAGAS DE FASE VEGETATIVA
Fonte: Roundup, 2023.
Fonte: Genica, 2023.
24
• Lagarta-do-cartucho(Spodoptera frugiperda):
PRAGAS DE FASE VEGETATIVA
Fonte: Genica, 2023. Fonte: Genica, 2023. Fonte: Genica, 2023.
25
• Curuquerê-dos-capinzais (Mocis latipes) – reconhecidas pelo caminhamento
tipo ”mede palmo”.
PRAGAS DE FASE VEGETATIVA
Fonte: Aegro, 2023. Fonte: Aegro, 2023. Fonte: Ecoregistro, 2023.
26
• Curuquerê-dos-capinzais (Mocis latipes):
• Características: as lagartas apresentam coloração brilhante, fundo verde-escuro com
listras castanho escuros;
• As mariposas são de coloração pardo-acinzentadas, apresentando uma linha escura
transversal na asa anterior;
• Danos: ataca as folhas, deixado somente a nervura central;
• Sintomas de dano: redução da área foliar;
• Métodos de controle: controle químico.
PRAGAS DE FASE VEGETATIVA
Fonte: Research, 2023. Fonte: Research, 2023.
27
• Curuquerê-dos-capinzais (Mocis latipes):
PRAGAS DE FASE VEGETATIVA
Fonte: Embrapa, 2023. Fonte: Embrapa, 2023. Fonte: Embrapa, 2023.
28
• Broca-do-colmo(Diatraea saccharalis)- alimenta-se inicialmente das folhas e
penetra a região da bainha da folha, fazendo galerias no interior do colmo.
PRAGAS DE FASE VEGETATIVA
Fonte: AgroLink, 2023. Fonte: AgroLink, 2023. Fonte: Coleagro, 2023.
29
• Broca-do-colmo(Diatraea saccharalis):
• Características: corpo esbranquiçado, com pontuações e cabeça marrom;
• As mariposas apresentando asas anteriores com coloração amarelo-palha e
asas posteriores esbranquiçadas;
• Danos: atacam o colmo, causando quebra e seca da planta;
• Sintomas de dano: “coração morto” e “pescoço de ganso”;
• Método de controle: controle biológico, químico e cultural.
PRAGAS DE FASE VEGETATIVA
Fonte: Agro Bayer, 2023.
30
• Broca-do-colmo(Diatraea scaccharalis):
PRAGAS DE FASE VEGETATIVA
Fonte: Agrolink, 2023. Fonte: Agrolink, 2023. Fonte: Agrolink, 2023.
31
• Mosca-do-sorgo (Contarinia sorghicola) – são moscas que atacam as
panículas do sorgo e milheto.
PRAGAS DA PANÍCULA
Fonte: Agro Link, 2023. Fonte: Agro Link, 2023. Fonte: Agro Link, 2023.
32
• Mosca-do-sorgo (Contarinia sorghicola):
• Características: coloração alaranjada, cabeça amarela e apêndices marrons;
• Danos: impedem a formação dos grãos, deixando as panículas finas;
• Sintomas de danos: espiguetas “chocas”;
• Métodos de controle: controle cultural e químico.
PRAGAS DA PANÍCULA
Fonte: Agro Link, 2023.
33
• Mosca-do-sorgo (Contarinia sorghicola):
PRAGAS DA PANÍCULA
Fonte: Agro Link, 2023. Fonte: Agro Link, 2023. Fonte: Agro Link, 2023.
34
• Percevejo-verde (Nezara viridula): percevejo fitófago que alimenta dos grãos
em enchimentos e menos frequente das partes da panícula.
PRAGAS DA PANÍCULA
Fonte: Agro Link, 2023. Fonte: Agro Link, 2023. Fonte: Agro Link, 2023.
35
• Percevejo-verde (Nezara viridula):
• Características: apresentam coloração verde, às vezes escura porém a face
ventral verde-clara e antenas avermelhadas;
• Danos: redução do peso e vigor dos grãos;
• Sintomas de danos: grãos mal formados;
• Método de controle: controle biológico e químico.
PRAGAS DA PANÍCULA
Fonte: Mais Soja, 2023.
36
• Percevejo-verde (Nezara viridula):
PRAGAS DA PANÍCULA
Fonte: Agro Link, 2023. Fonte: Agro Link, 2023. Fonte: Agro Link, 2023.
37
• Coró ou Bicho-bolo (Liogenys fuscus)
• Cultura: sorgo;
• Ingrediente ativo: LAMBDA-CIALOTRINA + TIAMETOXAM;
• Classe: sistêmico e de contato;
• Condição de aplicação: dose única na forma de TS;
• Dose: 500 – 700ml/100kg de sementes;
• Preço: 5 L – R$ 369,00.
POSICIONAMENTO DE PRODUTOS
Fonte: Syngenta, 2023.
38
• Pulgão-verde (Schizaphis graminum)
• Cultura: sorgo e milheto;
• Ingrediente ativo: ACETAMIPRIDO + BIFENTRINA;
• Classe: sistêmico com modos ação de contato e ingestão ;
• Condição de aplicação: início da infestação;
• Dose: 100 - 150 ml/ha;
• Preço: 1L - R$ 268,00.
POSICIONAMENTO DE PRODUTOS
Fonte: Adama, 2023.
39
• Pulgão da cana-de-açúcar (Melanaphis sacchari)
• Cultura: sorgo e milheto;
• Ingrediente ativo: ACETAMIPRIDO;
• Classe: sistêmico de ação translaminar;
• Condição de aplicação: dose única na forma de TS;
• Dose: 300 - 400g/ha;
• Preço: 1kg - R$ 100,00.
POSICIONAMENTO DE PRODUTOS
Fonte: Agrofit, 2023.
40
• Lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda)
• Cultura: sorgo e milheto;
• Ingrediente ativo: LAMBDA-CIALOTRINA + CLORANTRANILIPROLE;
• Classe: inseticida de contato e ingestão;
• Condição de aplicação: início da infestação;
• Dose: 100 - 150ml/ha;
• Preço: 1L – R$ 468,00.
POSICIONAMENTO DE PRODUTOS
Fonte: HS Sementes, 2023.
41
• Curuquerê-dos-capinzais (Mocis latipes)
• Cultura: sorgo;
• Ingrediente ativo: ESPINETORAM;
• Classe: inseticida não sistêmico de origem biológica;
• Condição de aplicação: início da infestação;
• Dose: 100 ml/ha;
• Preço: 5L – R$ 4.250,00.
POSICIONAMENTO DE PRODUTOS
Fonte: Inovagri, 2023.
42
• Lagarta Elasmo (Elasmopalpus lignosellus)
• Cultura: sorgo;
• Ingrediente ativo: PIRACLOSTROBINA + TIOFANATO METÍLICO + FIPRONIL;
• Classe: ação protetora sistêmico e de contato e ingestão;
• Condição de aplicação: dose única na forma de TS;
• Dose: 200 ml/100 kg de sementes;
• Preço: 5L- R$ 680,00.
POSICIONAMENTO DE PRODUTOS
Fonte: Vila Verde, 2023.
43
• Broca-do-colmo (Diatraea scaccharalis)
• Cultura: sorgo;
• Ingrediente ativo: ALFA-CIPERMETRINA + TEFLUBENZUROM;
• Classe: ação de contato e ingestão;
• Condição de aplicação: início da infestação;
• Dose: 300-500ml/ha;
• Preço: 1L – R$ 133,00.
POSICIONAMENTO DE PRODUTOS
Fonte: Vila Verde, 2023.
44
• Mosca-do-sorgo (Contarinia sorghicola):
• Cultura: sorgo;
• Ingrediente ativo: CLORPIRIFÓS;
• Classe: ação de contato e ingestão;
• Condição de aplicação: aplicar quando 80% do sorgal estiver florido;
• Dose: 620 ml/ha;
• Preço: 20L - R$ 750,00.
POSICIONAMENTO DE PRODUTOS
Fonte: Vila Verde, 2023.
45
• Percevejo-verde (Nezera viridula):
• Cultura: sorgo e milheto;
• Ingrediente ativo: ETIPROLE;
• Classe: ação de contato e ingestão;
• Condição de aplicação: início de infestação;
• Dose: 750 - 1000ml/ha;
• Preço: 5L – R$ 885,00.
POSICIONAMENTO DE PRODUTOS
Fonte: Vila Verde, 2023.
46
• Conheça e preserve os predadores:
CONTROLE BIOLÓGICO
Fonte: Vila Verde, 2023. Fonte: Vila Verde, 2023.
Fonte: Vila Verde, 2023. Fonte: Vila Verde, 2023.
47
• Identifique as pragas e posicione um produto de controle:
ESTUDO DE CASO
Coró ou Bicho-bolo(Liogenys fuscus) Dose: 500 – 700ml/100kg de sementes
Lagarta-do-cartucho(Spodoptera frugiperda) Dose: 100 ml/ha
48
• Identifique as pragas e posicione um produto de controle:
ESTUDO DE CASO
Pulgão-verde (Schizaphis graminum)
Pulgão da cana-de-açúcar (Melanaphis sacchari)
Dose: 100 - 150 ml/ha
Dose: 100 - 150ml/ha
Entre em contato conosco:
geagraufg.wordpress.com
geagracontato@gmail.com
GEAGRA UFG
@geagraufg
UNINDO CONHECIMENTO EM PROL DA AGRICULTURA!
MANEJO DE PRAGAS NO SORGO E MILHETO
pablosoaresdm@hotmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO.pptx
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO.pptxINTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO.pptx
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO.pptx
Geagra UFG
 
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃOINTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
Geagra UFG
 
Manejo de Lagartas e Percevejos no Milho
Manejo de Lagartas e Percevejos no MilhoManejo de Lagartas e Percevejos no Milho
Manejo de Lagartas e Percevejos no Milho
Geagra UFG
 
Manejo de plantas daninhas na soja
 Manejo de plantas daninhas na soja Manejo de plantas daninhas na soja
Manejo de plantas daninhas na soja
Geagra UFG
 
Manejo de plantas daninhas no algodoeiro
Manejo de plantas daninhas no algodoeiroManejo de plantas daninhas no algodoeiro
Manejo de plantas daninhas no algodoeiro
Geagra UFG
 
Cultura da Soja
Cultura da SojaCultura da Soja
Manejo de Milho: Tratamento de sementes e plantio
Manejo de Milho: Tratamento de sementes e plantioManejo de Milho: Tratamento de sementes e plantio
Manejo de Milho: Tratamento de sementes e plantio
AM Placas Ltda. Placas
 
Manejo de pragas no algodoeiro
Manejo de pragas no algodoeiroManejo de pragas no algodoeiro
Manejo de pragas no algodoeiro
Geagra UFG
 
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJAINTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
Geagra UFG
 
Morfologia e fenologia do cafeeiro
Morfologia e fenologia do cafeeiroMorfologia e fenologia do cafeeiro
Morfologia e fenologia do cafeeiro
Matheus Majela
 
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE SORGO E MILHETO.pptx
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE SORGO E MILHETO.pptxNUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE SORGO E MILHETO.pptx
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE SORGO E MILHETO.pptx
Geagra UFG
 
Manejo de herbicidas: posicionamento de herbicidas com foco em Armagoso, Buva...
Manejo de herbicidas: posicionamento de herbicidas com foco em Armagoso, Buva...Manejo de herbicidas: posicionamento de herbicidas com foco em Armagoso, Buva...
Manejo de herbicidas: posicionamento de herbicidas com foco em Armagoso, Buva...
Geagra UFG
 
Identificação de plantas daninhas
Identificação de plantas daninhasIdentificação de plantas daninhas
Identificação de plantas daninhas
Geagra UFG
 
Princiapais doenças do algodoeiro
Princiapais doenças do algodoeiroPrinciapais doenças do algodoeiro
Princiapais doenças do algodoeiro
David Rodrigues
 
Nutrição mineral na cultura do milho
Nutrição mineral na cultura do milhoNutrição mineral na cultura do milho
Nutrição mineral na cultura do milho
Geagra UFG
 
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DO ALGODOEIRO
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DO ALGODOEIRONUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DO ALGODOEIRO
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DO ALGODOEIRO
Geagra UFG
 
Biotecnologias e posicionamento de cultivares de soja
Biotecnologias e posicionamento de cultivares de soja Biotecnologias e posicionamento de cultivares de soja
Biotecnologias e posicionamento de cultivares de soja
Geagra UFG
 
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO MILHO.pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO MILHO.pptxMANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO MILHO.pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO MILHO.pptx
Geagra UFG
 
Preparo do Solo e Plantio do Milho
Preparo do Solo e Plantio do MilhoPreparo do Solo e Plantio do Milho
Preparo do Solo e Plantio do Milho
Geagra UFG
 
Introdução a cotonicultura
Introdução a cotoniculturaIntrodução a cotonicultura
Introdução a cotonicultura
Geagra UFG
 

Mais procurados (20)

INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO.pptx
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO.pptxINTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO.pptx
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO.pptx
 
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃOINTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
 
Manejo de Lagartas e Percevejos no Milho
Manejo de Lagartas e Percevejos no MilhoManejo de Lagartas e Percevejos no Milho
Manejo de Lagartas e Percevejos no Milho
 
Manejo de plantas daninhas na soja
 Manejo de plantas daninhas na soja Manejo de plantas daninhas na soja
Manejo de plantas daninhas na soja
 
Manejo de plantas daninhas no algodoeiro
Manejo de plantas daninhas no algodoeiroManejo de plantas daninhas no algodoeiro
Manejo de plantas daninhas no algodoeiro
 
Cultura da Soja
Cultura da SojaCultura da Soja
Cultura da Soja
 
Manejo de Milho: Tratamento de sementes e plantio
Manejo de Milho: Tratamento de sementes e plantioManejo de Milho: Tratamento de sementes e plantio
Manejo de Milho: Tratamento de sementes e plantio
 
Manejo de pragas no algodoeiro
Manejo de pragas no algodoeiroManejo de pragas no algodoeiro
Manejo de pragas no algodoeiro
 
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJAINTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
 
Morfologia e fenologia do cafeeiro
Morfologia e fenologia do cafeeiroMorfologia e fenologia do cafeeiro
Morfologia e fenologia do cafeeiro
 
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE SORGO E MILHETO.pptx
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE SORGO E MILHETO.pptxNUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE SORGO E MILHETO.pptx
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE SORGO E MILHETO.pptx
 
Manejo de herbicidas: posicionamento de herbicidas com foco em Armagoso, Buva...
Manejo de herbicidas: posicionamento de herbicidas com foco em Armagoso, Buva...Manejo de herbicidas: posicionamento de herbicidas com foco em Armagoso, Buva...
Manejo de herbicidas: posicionamento de herbicidas com foco em Armagoso, Buva...
 
Identificação de plantas daninhas
Identificação de plantas daninhasIdentificação de plantas daninhas
Identificação de plantas daninhas
 
Princiapais doenças do algodoeiro
Princiapais doenças do algodoeiroPrinciapais doenças do algodoeiro
Princiapais doenças do algodoeiro
 
Nutrição mineral na cultura do milho
Nutrição mineral na cultura do milhoNutrição mineral na cultura do milho
Nutrição mineral na cultura do milho
 
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DO ALGODOEIRO
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DO ALGODOEIRONUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DO ALGODOEIRO
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DO ALGODOEIRO
 
Biotecnologias e posicionamento de cultivares de soja
Biotecnologias e posicionamento de cultivares de soja Biotecnologias e posicionamento de cultivares de soja
Biotecnologias e posicionamento de cultivares de soja
 
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO MILHO.pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO MILHO.pptxMANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO MILHO.pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO MILHO.pptx
 
Preparo do Solo e Plantio do Milho
Preparo do Solo e Plantio do MilhoPreparo do Solo e Plantio do Milho
Preparo do Solo e Plantio do Milho
 
Introdução a cotonicultura
Introdução a cotoniculturaIntrodução a cotonicultura
Introdução a cotonicultura
 

Semelhante a Manejo de pragas no sorgo e milheto

Manejo de pragas no feijoeiro
Manejo de pragas no feijoeiro Manejo de pragas no feijoeiro
Manejo de pragas no feijoeiro
Geagra UFG
 
Manejo de Cigarrinha-do-milho
Manejo de Cigarrinha-do-milhoManejo de Cigarrinha-do-milho
Manejo de Cigarrinha-do-milho
Geagra UFG
 
Manejo de Pragas no Sorgo e no Milheto
Manejo de Pragas no Sorgo e no Milheto Manejo de Pragas no Sorgo e no Milheto
Manejo de Pragas no Sorgo e no Milheto
Geagra UFG
 
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptxSLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
Geagra UFG
 
Cana-de-açúcar - Doenças e Pragas
Cana-de-açúcar - Doenças e PragasCana-de-açúcar - Doenças e Pragas
Cana-de-açúcar - Doenças e Pragas
Sávio Sardinha
 
Manejo de cigarrinha, enfezamento, raiado e mosaico no milho.
Manejo de cigarrinha, enfezamento, raiado e mosaico no milho.Manejo de cigarrinha, enfezamento, raiado e mosaico no milho.
Manejo de cigarrinha, enfezamento, raiado e mosaico no milho.
Geagra UFG
 
MIP DO AÇAÍ
MIP DO AÇAÍMIP DO AÇAÍ
MIP DO AÇAÍ
Rebeca Queiroz
 
Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.
Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.
Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.
Geagra UFG
 
Mip do milho
Mip do milhoMip do milho
Mip do milho
Geovani Santana
 
MIP NO ALGODÃO
MIP NO ALGODÃOMIP NO ALGODÃO
MIP NO ALGODÃO
Geagra UFG
 
Pragas e Doenças Cana.docx
Pragas e Doenças Cana.docxPragas e Doenças Cana.docx
Pragas e Doenças Cana.docx
MarcosSantiago69
 
Manejo Integrado de Pragas no Arroz
Manejo Integrado de Pragas no ArrozManejo Integrado de Pragas no Arroz
Manejo Integrado de Pragas no Arroz
Geagra UFG
 
Nematóides na cultura do cafeeiro
Nematóides na cultura do cafeeiroNematóides na cultura do cafeeiro
Nematóides na cultura do cafeeiro
Diego Carvalho
 
Pragas da cana
Pragas da canaPragas da cana
Pragas da cana
Agricultura Sao Paulo
 
Produção de Rosas
Produção de RosasProdução de Rosas
Produção de Rosas
Sabrina Nascimento
 
Manejo de Pragas da Soja
Manejo de Pragas da SojaManejo de Pragas da Soja
Manejo de Pragas da Soja
Geagra UFG
 
Plantas daninhas no feijão
Plantas daninhas no feijãoPlantas daninhas no feijão
Plantas daninhas no feijão
Paulo Rogerio Guimaraes
 
CANA-DE-AÇÚCAR DOENÇAS E PRAGAS-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA/...
CANA-DE-AÇÚCAR DOENÇAS E PRAGAS-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA/...CANA-DE-AÇÚCAR DOENÇAS E PRAGAS-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA/...
CANA-DE-AÇÚCAR DOENÇAS E PRAGAS-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA/...
Antonio Inácio Ferraz
 
cana-de-açucar-doenças e pragas-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/a...
cana-de-açucar-doenças e pragas-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/a...cana-de-açucar-doenças e pragas-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/a...
cana-de-açucar-doenças e pragas-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/a...
ANTONIO INACIO FERRAZ
 
Manejo de Plantas Daninhas na Cultura do Arroz
Manejo de Plantas Daninhas na Cultura do ArrozManejo de Plantas Daninhas na Cultura do Arroz
Manejo de Plantas Daninhas na Cultura do Arroz
Geagra UFG
 

Semelhante a Manejo de pragas no sorgo e milheto (20)

Manejo de pragas no feijoeiro
Manejo de pragas no feijoeiro Manejo de pragas no feijoeiro
Manejo de pragas no feijoeiro
 
Manejo de Cigarrinha-do-milho
Manejo de Cigarrinha-do-milhoManejo de Cigarrinha-do-milho
Manejo de Cigarrinha-do-milho
 
Manejo de Pragas no Sorgo e no Milheto
Manejo de Pragas no Sorgo e no Milheto Manejo de Pragas no Sorgo e no Milheto
Manejo de Pragas no Sorgo e no Milheto
 
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptxSLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
 
Cana-de-açúcar - Doenças e Pragas
Cana-de-açúcar - Doenças e PragasCana-de-açúcar - Doenças e Pragas
Cana-de-açúcar - Doenças e Pragas
 
Manejo de cigarrinha, enfezamento, raiado e mosaico no milho.
Manejo de cigarrinha, enfezamento, raiado e mosaico no milho.Manejo de cigarrinha, enfezamento, raiado e mosaico no milho.
Manejo de cigarrinha, enfezamento, raiado e mosaico no milho.
 
MIP DO AÇAÍ
MIP DO AÇAÍMIP DO AÇAÍ
MIP DO AÇAÍ
 
Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.
Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.
Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.
 
Mip do milho
Mip do milhoMip do milho
Mip do milho
 
MIP NO ALGODÃO
MIP NO ALGODÃOMIP NO ALGODÃO
MIP NO ALGODÃO
 
Pragas e Doenças Cana.docx
Pragas e Doenças Cana.docxPragas e Doenças Cana.docx
Pragas e Doenças Cana.docx
 
Manejo Integrado de Pragas no Arroz
Manejo Integrado de Pragas no ArrozManejo Integrado de Pragas no Arroz
Manejo Integrado de Pragas no Arroz
 
Nematóides na cultura do cafeeiro
Nematóides na cultura do cafeeiroNematóides na cultura do cafeeiro
Nematóides na cultura do cafeeiro
 
Pragas da cana
Pragas da canaPragas da cana
Pragas da cana
 
Produção de Rosas
Produção de RosasProdução de Rosas
Produção de Rosas
 
Manejo de Pragas da Soja
Manejo de Pragas da SojaManejo de Pragas da Soja
Manejo de Pragas da Soja
 
Plantas daninhas no feijão
Plantas daninhas no feijãoPlantas daninhas no feijão
Plantas daninhas no feijão
 
CANA-DE-AÇÚCAR DOENÇAS E PRAGAS-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA/...
CANA-DE-AÇÚCAR DOENÇAS E PRAGAS-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA/...CANA-DE-AÇÚCAR DOENÇAS E PRAGAS-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA/...
CANA-DE-AÇÚCAR DOENÇAS E PRAGAS-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA/...
 
cana-de-açucar-doenças e pragas-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/a...
cana-de-açucar-doenças e pragas-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/a...cana-de-açucar-doenças e pragas-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/a...
cana-de-açucar-doenças e pragas-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/a...
 
Manejo de Plantas Daninhas na Cultura do Arroz
Manejo de Plantas Daninhas na Cultura do ArrozManejo de Plantas Daninhas na Cultura do Arroz
Manejo de Plantas Daninhas na Cultura do Arroz
 

Mais de Geagra UFG

Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptxApresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Geagra UFG
 
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline CastroMICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
Geagra UFG
 
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline CastroMICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
Geagra UFG
 
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARESBIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
Geagra UFG
 
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptxMACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
Geagra UFG
 
Biotecnologias e manejos de cultivares .
Biotecnologias e manejos de cultivares .Biotecnologias e manejos de cultivares .
Biotecnologias e manejos de cultivares .
Geagra UFG
 
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
Geagra UFG
 
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptxINTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
Geagra UFG
 
Colheita e armazenamento da soja........
Colheita e armazenamento da soja........Colheita e armazenamento da soja........
Colheita e armazenamento da soja........
Geagra UFG
 
Manejo de doenças da soja...............
Manejo de doenças da soja...............Manejo de doenças da soja...............
Manejo de doenças da soja...............
Geagra UFG
 
Mecanismo de ação de fungicidas.........
Mecanismo de ação de fungicidas.........Mecanismo de ação de fungicidas.........
Mecanismo de ação de fungicidas.........
Geagra UFG
 
Mecanismo de ação de inseticidas........
Mecanismo de ação de inseticidas........Mecanismo de ação de inseticidas........
Mecanismo de ação de inseticidas........
Geagra UFG
 
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptxSLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
Geagra UFG
 
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdfCópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Geagra UFG
 
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptxMANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
Geagra UFG
 
Manejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de sojaManejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de soja
Geagra UFG
 
Tecnologia de aplicação
Tecnologia de aplicaçãoTecnologia de aplicação
Tecnologia de aplicação
Geagra UFG
 
Manejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de sojaManejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de soja
Geagra UFG
 
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptx
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptxinoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptx
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptx
Geagra UFG
 
Correção do solo e adubação na soja
Correção do solo e adubação na sojaCorreção do solo e adubação na soja
Correção do solo e adubação na soja
Geagra UFG
 

Mais de Geagra UFG (20)

Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptxApresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
 
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline CastroMICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
 
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline CastroMICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
 
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARESBIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
 
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptxMACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
 
Biotecnologias e manejos de cultivares .
Biotecnologias e manejos de cultivares .Biotecnologias e manejos de cultivares .
Biotecnologias e manejos de cultivares .
 
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
 
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptxINTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
 
Colheita e armazenamento da soja........
Colheita e armazenamento da soja........Colheita e armazenamento da soja........
Colheita e armazenamento da soja........
 
Manejo de doenças da soja...............
Manejo de doenças da soja...............Manejo de doenças da soja...............
Manejo de doenças da soja...............
 
Mecanismo de ação de fungicidas.........
Mecanismo de ação de fungicidas.........Mecanismo de ação de fungicidas.........
Mecanismo de ação de fungicidas.........
 
Mecanismo de ação de inseticidas........
Mecanismo de ação de inseticidas........Mecanismo de ação de inseticidas........
Mecanismo de ação de inseticidas........
 
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptxSLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
 
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdfCópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
 
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptxMANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
 
Manejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de sojaManejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de soja
 
Tecnologia de aplicação
Tecnologia de aplicaçãoTecnologia de aplicação
Tecnologia de aplicação
 
Manejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de sojaManejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de soja
 
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptx
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptxinoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptx
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptx
 
Correção do solo e adubação na soja
Correção do solo e adubação na sojaCorreção do solo e adubação na soja
Correção do solo e adubação na soja
 

Manejo de pragas no sorgo e milheto

  • 1. PABLO SOARES ARAUJO MANEJO DE PRAGAS NO SORGO E MILHETO
  • 2. 2 • Aspectos gerais do manejo integrado de pragas; • Importância; • Identificação; • Hábito de ocorrência; • Principais pragas em cada fase de cada cultura; • Posicionamento de produtos. SUMÁRIO Fonte: Syngenta Digital, 2023.
  • 3. 3 ASPECTOS GERAIS DO MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS O que é manejo integrado de pragas? Conjunto de técnicas e medidas para prevenir pragas e doenças; Reconhecimento das espécies; Bom manejo com diminuição de perdas; Sustentabilidade ambiental.
  • 4. 4 ASPECTOS GERAIS DO MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS “Elaborado: Pablo Soares, 2022.”
  • 5. 5 Controla pragas da lavoura; Preserva inimigos naturais e respeita a biodiversidade da área; Reduz o uso de defensivos agrícolas; Reduz perdas da lavoura; Aumenta a produtividade. IMPORTÂNCIA
  • 6. 6 IDENTIFICAÇÃO Divisão por estádios de desenvolvimento: PRAGAS INICIAS: ATACAM SEMENTES E PLANTULAS PRAGAS DE FASE VEGETAVIVA: ATACAM FOLHAS E COLMOS PRAGAS DA PANÍCULA: ATACAM GRÃOS E PANÍCULAS
  • 7. 7 • Pragas subterrâneas: • Larva-arame (Conodetus scalaris) – são larvas de besouros, parecidos aos vaga-lumes, que vivem no solo alimentando-se de diferentes tecidos vegetais. PRAGAS INICIAIS Fonte: Agrolink, 2023. Fonte: Agrolink, 2023. Fonte: Agrolink, 2023.
  • 8. 8 • Larva-arame (Conodetus scalaris): • Características: tamanho de 2cm, corpo cilíndrico, fino e rígido; • Danos: destruição de sementes e ataque do sistema radicular; • Sintomas de dano: falhas na lavoura e plantas raquíticas; • Métodos de controle: controle cultural e químico. PRAGAS INICIAIS Fonte: Wikipedia, 2023.
  • 9. 9 • Larva-arame (Conodetus scalaris) PRAGAS INICIAIS Fonte: Agrolink, 2023. Fonte: Agrolink, 2023. Fonte: Agrolink, 2023.
  • 10. 10 • Coró ou Bicho-bolo (Liogenys fuscus)- são larvas de várias espécies de besouros, que são facilmente identificadas pela curvatura do corpo em forma de “C”. PRAGAS INICIAIS Fonte: Embrapa, 2023. Fonte: Embrapa, 2023. Fonte: Embrapa, 2023.
  • 11. 11 • Coró ou Bicho-bolo (Liogenys fuscus): • Características: coloração branca-leitosa e três pares de pernas torácicas; • Danos: falhas nas linhas e plantas pouco desenvolvidas; • Sintomas de dano: reduzem o vigor do sistema radicular, suscetibilidade ao tombamento e abrem entrada para patógenos; • Métodos de controle: controle cultura e químico. PRAGAS INICIAIS Fonte: Aegro, 2023.
  • 12. 12 • Coró ou Bicho-bolo (Liogenys fuscus) PRAGAS INICIAIS Fonte: Fedrap, 2023. Fonte: Ana Flávia, 2023. Fonte: Fedrap, 2023.
  • 13. 13 • Pragas do colmo: • Lagarta Elasmo (Elasmopalpus lignosellus) – também conhecida por broca-do- colmo, são lagartas que atacam a região do coleto da planta. PRAGAS INICIAIS Fonte: Agro Bayer, 2023. Fonte: Agro Bayer, 2023. Fonte: Agro Bayer, 2023.
  • 14. 14 • Lagarta Elasmo (Elasmopalpus lignosellus): • Características: coloração com aspecto rosáceo e cabeça marrom; • As mariposas pequenas e alongadas, de coloração acinzentada (fêmea) e amarelada (macho). • Danos: danifica o sistema condutor de água e nutrientes da planta; • Sintomas de dano: provoca murcha e posteriormente morte das folhas centrais; • Métodos de controle: controle químico. PRAGAS INICIAIS Fonte: Agro Bayer, 2023. Fonte: Agro Bayer, 2023.
  • 15. 15 • Lagarta Elasmo (Elasmopalpus lignosellus): PRAGAS INICIAIS Fonte: Panorama, 2023. Fonte: Panorama, 2023. Fonte: Unesp, 2023.
  • 16. 16 • Pragas das folhas: • Pulgão-verde-dos-cereais (Schizaphis graminum) - apresentam coloração verde- limão, com três riscas mais escuras no dorso, e alimentam-se na face inferior ou bainha das folhas maduras. PRAGAS DE FASE VEGETATIVA Fonte: Embrapa, 2023. Fonte: Embrapa, 2023. Fonte: Terra Magna, 2023.
  • 17. 17 • Pulgão-verde-dos-cereais (Schizaphis graminum): • Características: corpo globoso, antenas escuras e cor verde-limão; • Danos: sugam seiva das folhas que podem causar a morte da planta; • Sintomas de dano: manchas bronzeadas ou necrosadas; • Métodos de controle: controle biológico ou controle químico. PRAGAS DE FASE VEGETATIVA Fonte: Maneje Bem, 2023.
  • 18. 18 • Pulgão-verde-dos-cereais (Schizaphis graminum): PRAGAS DE FASE VEGETATIVA Fonte: Agrolink, 2023. Fonte: Ana Flávia, 2023. Fonte: Agrolink, 2023.
  • 19. 19 • Pulgão da cana-de-açúcar (Melanaphis sacchari) – possui coloração amarela e causa prejuízos à cultura do sorgo em razão do hábito de se alimentar, de sugar a seiva das plantas, e excretar uma substância açucarada. PRAGAS DE FASE VEGETATIVA Fonte: Ana Flávia, 2023. Fonte: Revista Cultivar, 2023. Fonte: Panorama, 2023.
  • 20. 20 • Pulgão da cana-de-açúcar (Melanaphis sacchari) • Características: tarsos, antenas e sifúnculo escuros e cabeça clara; • Danos: sucção de seiva e transmissão de patógenos entre plantas; • Sintomas de dano: folhas murchas ou bordas necrosadas; • Métodos de controle: controle biológico ou controle químico. PRAGAS DE FASE VEGETATIVA Fonte: Agrologia, 2023.
  • 21. 21 • Pulgão da cana-de-açúcar (Melanaphis sacchari) PRAGAS DE FASE VEGETATIVA Fonte: Embrapa, 2023. Fonte: Ana Flávia, 2023. Fonte: Ana Flávia, 2023.
  • 22. 22 • Lagarta-do-cartucho(Spodoptera frugiperda) - são larvas de mariposas encontradas normalmente dentro do cartucho das plantas. PRAGAS DE FASE VEGETATIVA Fonte: Biomatrix, 2023. Fonte: Elevagro, 2023. Fonte: Elevagro, 2023.
  • 23. 23 • Lagarta-do-cartucho(Spodoptera frugiperda): • Características: a lagarta possui “Y” invertido na cabeça e 4 pontos no final do abdômen; • A mariposa possuem asas anteriores pardo-escuras e as posteriores apresentando- se branco-acinzentadas. • Danos: folhas danificadas dentro do cartucho e redução da área foliar; • Sintomas de dano: folhas raspadas e limbo foliar consumido; • Métodos de controle: controle químico. PRAGAS DE FASE VEGETATIVA Fonte: Roundup, 2023. Fonte: Genica, 2023.
  • 24. 24 • Lagarta-do-cartucho(Spodoptera frugiperda): PRAGAS DE FASE VEGETATIVA Fonte: Genica, 2023. Fonte: Genica, 2023. Fonte: Genica, 2023.
  • 25. 25 • Curuquerê-dos-capinzais (Mocis latipes) – reconhecidas pelo caminhamento tipo ”mede palmo”. PRAGAS DE FASE VEGETATIVA Fonte: Aegro, 2023. Fonte: Aegro, 2023. Fonte: Ecoregistro, 2023.
  • 26. 26 • Curuquerê-dos-capinzais (Mocis latipes): • Características: as lagartas apresentam coloração brilhante, fundo verde-escuro com listras castanho escuros; • As mariposas são de coloração pardo-acinzentadas, apresentando uma linha escura transversal na asa anterior; • Danos: ataca as folhas, deixado somente a nervura central; • Sintomas de dano: redução da área foliar; • Métodos de controle: controle químico. PRAGAS DE FASE VEGETATIVA Fonte: Research, 2023. Fonte: Research, 2023.
  • 27. 27 • Curuquerê-dos-capinzais (Mocis latipes): PRAGAS DE FASE VEGETATIVA Fonte: Embrapa, 2023. Fonte: Embrapa, 2023. Fonte: Embrapa, 2023.
  • 28. 28 • Broca-do-colmo(Diatraea saccharalis)- alimenta-se inicialmente das folhas e penetra a região da bainha da folha, fazendo galerias no interior do colmo. PRAGAS DE FASE VEGETATIVA Fonte: AgroLink, 2023. Fonte: AgroLink, 2023. Fonte: Coleagro, 2023.
  • 29. 29 • Broca-do-colmo(Diatraea saccharalis): • Características: corpo esbranquiçado, com pontuações e cabeça marrom; • As mariposas apresentando asas anteriores com coloração amarelo-palha e asas posteriores esbranquiçadas; • Danos: atacam o colmo, causando quebra e seca da planta; • Sintomas de dano: “coração morto” e “pescoço de ganso”; • Método de controle: controle biológico, químico e cultural. PRAGAS DE FASE VEGETATIVA Fonte: Agro Bayer, 2023.
  • 30. 30 • Broca-do-colmo(Diatraea scaccharalis): PRAGAS DE FASE VEGETATIVA Fonte: Agrolink, 2023. Fonte: Agrolink, 2023. Fonte: Agrolink, 2023.
  • 31. 31 • Mosca-do-sorgo (Contarinia sorghicola) – são moscas que atacam as panículas do sorgo e milheto. PRAGAS DA PANÍCULA Fonte: Agro Link, 2023. Fonte: Agro Link, 2023. Fonte: Agro Link, 2023.
  • 32. 32 • Mosca-do-sorgo (Contarinia sorghicola): • Características: coloração alaranjada, cabeça amarela e apêndices marrons; • Danos: impedem a formação dos grãos, deixando as panículas finas; • Sintomas de danos: espiguetas “chocas”; • Métodos de controle: controle cultural e químico. PRAGAS DA PANÍCULA Fonte: Agro Link, 2023.
  • 33. 33 • Mosca-do-sorgo (Contarinia sorghicola): PRAGAS DA PANÍCULA Fonte: Agro Link, 2023. Fonte: Agro Link, 2023. Fonte: Agro Link, 2023.
  • 34. 34 • Percevejo-verde (Nezara viridula): percevejo fitófago que alimenta dos grãos em enchimentos e menos frequente das partes da panícula. PRAGAS DA PANÍCULA Fonte: Agro Link, 2023. Fonte: Agro Link, 2023. Fonte: Agro Link, 2023.
  • 35. 35 • Percevejo-verde (Nezara viridula): • Características: apresentam coloração verde, às vezes escura porém a face ventral verde-clara e antenas avermelhadas; • Danos: redução do peso e vigor dos grãos; • Sintomas de danos: grãos mal formados; • Método de controle: controle biológico e químico. PRAGAS DA PANÍCULA Fonte: Mais Soja, 2023.
  • 36. 36 • Percevejo-verde (Nezara viridula): PRAGAS DA PANÍCULA Fonte: Agro Link, 2023. Fonte: Agro Link, 2023. Fonte: Agro Link, 2023.
  • 37. 37 • Coró ou Bicho-bolo (Liogenys fuscus) • Cultura: sorgo; • Ingrediente ativo: LAMBDA-CIALOTRINA + TIAMETOXAM; • Classe: sistêmico e de contato; • Condição de aplicação: dose única na forma de TS; • Dose: 500 – 700ml/100kg de sementes; • Preço: 5 L – R$ 369,00. POSICIONAMENTO DE PRODUTOS Fonte: Syngenta, 2023.
  • 38. 38 • Pulgão-verde (Schizaphis graminum) • Cultura: sorgo e milheto; • Ingrediente ativo: ACETAMIPRIDO + BIFENTRINA; • Classe: sistêmico com modos ação de contato e ingestão ; • Condição de aplicação: início da infestação; • Dose: 100 - 150 ml/ha; • Preço: 1L - R$ 268,00. POSICIONAMENTO DE PRODUTOS Fonte: Adama, 2023.
  • 39. 39 • Pulgão da cana-de-açúcar (Melanaphis sacchari) • Cultura: sorgo e milheto; • Ingrediente ativo: ACETAMIPRIDO; • Classe: sistêmico de ação translaminar; • Condição de aplicação: dose única na forma de TS; • Dose: 300 - 400g/ha; • Preço: 1kg - R$ 100,00. POSICIONAMENTO DE PRODUTOS Fonte: Agrofit, 2023.
  • 40. 40 • Lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda) • Cultura: sorgo e milheto; • Ingrediente ativo: LAMBDA-CIALOTRINA + CLORANTRANILIPROLE; • Classe: inseticida de contato e ingestão; • Condição de aplicação: início da infestação; • Dose: 100 - 150ml/ha; • Preço: 1L – R$ 468,00. POSICIONAMENTO DE PRODUTOS Fonte: HS Sementes, 2023.
  • 41. 41 • Curuquerê-dos-capinzais (Mocis latipes) • Cultura: sorgo; • Ingrediente ativo: ESPINETORAM; • Classe: inseticida não sistêmico de origem biológica; • Condição de aplicação: início da infestação; • Dose: 100 ml/ha; • Preço: 5L – R$ 4.250,00. POSICIONAMENTO DE PRODUTOS Fonte: Inovagri, 2023.
  • 42. 42 • Lagarta Elasmo (Elasmopalpus lignosellus) • Cultura: sorgo; • Ingrediente ativo: PIRACLOSTROBINA + TIOFANATO METÍLICO + FIPRONIL; • Classe: ação protetora sistêmico e de contato e ingestão; • Condição de aplicação: dose única na forma de TS; • Dose: 200 ml/100 kg de sementes; • Preço: 5L- R$ 680,00. POSICIONAMENTO DE PRODUTOS Fonte: Vila Verde, 2023.
  • 43. 43 • Broca-do-colmo (Diatraea scaccharalis) • Cultura: sorgo; • Ingrediente ativo: ALFA-CIPERMETRINA + TEFLUBENZUROM; • Classe: ação de contato e ingestão; • Condição de aplicação: início da infestação; • Dose: 300-500ml/ha; • Preço: 1L – R$ 133,00. POSICIONAMENTO DE PRODUTOS Fonte: Vila Verde, 2023.
  • 44. 44 • Mosca-do-sorgo (Contarinia sorghicola): • Cultura: sorgo; • Ingrediente ativo: CLORPIRIFÓS; • Classe: ação de contato e ingestão; • Condição de aplicação: aplicar quando 80% do sorgal estiver florido; • Dose: 620 ml/ha; • Preço: 20L - R$ 750,00. POSICIONAMENTO DE PRODUTOS Fonte: Vila Verde, 2023.
  • 45. 45 • Percevejo-verde (Nezera viridula): • Cultura: sorgo e milheto; • Ingrediente ativo: ETIPROLE; • Classe: ação de contato e ingestão; • Condição de aplicação: início de infestação; • Dose: 750 - 1000ml/ha; • Preço: 5L – R$ 885,00. POSICIONAMENTO DE PRODUTOS Fonte: Vila Verde, 2023.
  • 46. 46 • Conheça e preserve os predadores: CONTROLE BIOLÓGICO Fonte: Vila Verde, 2023. Fonte: Vila Verde, 2023. Fonte: Vila Verde, 2023. Fonte: Vila Verde, 2023.
  • 47. 47 • Identifique as pragas e posicione um produto de controle: ESTUDO DE CASO Coró ou Bicho-bolo(Liogenys fuscus) Dose: 500 – 700ml/100kg de sementes Lagarta-do-cartucho(Spodoptera frugiperda) Dose: 100 ml/ha
  • 48. 48 • Identifique as pragas e posicione um produto de controle: ESTUDO DE CASO Pulgão-verde (Schizaphis graminum) Pulgão da cana-de-açúcar (Melanaphis sacchari) Dose: 100 - 150 ml/ha Dose: 100 - 150ml/ha
  • 49. Entre em contato conosco: geagraufg.wordpress.com geagracontato@gmail.com GEAGRA UFG @geagraufg UNINDO CONHECIMENTO EM PROL DA AGRICULTURA! MANEJO DE PRAGAS NO SORGO E MILHETO pablosoaresdm@hotmail.com