SlideShare uma empresa Scribd logo
LÍNGUA PORTUGUESA
1° ANO E
LEITURA E INTERPRETAÇÃO
TEXTUAL
Foco no autor:
A leitura, assim, é entendida como a atividade de captação das ideias
do autor, sem levar em conta as experiências e os conhecimentos do
leitor, a interação autor-texto-leitor.
Foco na interação autor-texto-leitor
A leitura é uma atividade de produção de sentidos.
• A leitura é uma atividade na qual se leva em conta as experiências e os
conhecimentos do leitor;
• A leitura de um texto exige bem mais que o conhecimento do código ling
ESTRATÉGIAS DE LEITURA
O autor do texto
O meio de veiculação do texto
O gênero textual
O título: elemento constitutivo do texto cuja função é, geralmente,
chamar a atenção do leitor e orientá-lo na produção de sentido;
OBJETIVO DA LEITURA
São, pois, os objetivos do leitor que nortearão o modo de leitura, em
mais tempo ou menos tempo; com mais atenção ou menos atenção;
com maior interação ou com menor interação, enfim.
CRÔNICA
A palavra crônica é derivada do latim Chronica e do
grego Khrónos (tempo), e significado principal que acompanha esse
tipo de texto é exatamente o conceito de tempo. A crônica é o relato
de um ou mais acontecimentos em um determinado tempo. A
quantidade de personagens é reduzida, podendo inclusive não haver
personagens. É a narraçãode um fato do cotidiano das pessoas, algo
que naturalmente acontece com muitas pessoas. Esse fato é
incrementado com um tom de ironia e bom humor, fazendo com que
as pessoas vejam por outra ótica aquilo que parece óbvio demais
para ser observado.
UM PEQUENA CRÔNICA
Janela ao sol. Estico o pescoço com dificuldades e olho para fora.
Pessoas apressadas, buzinas, olhares fugidios.
Ouço vozes, muitas. Desconexas, sem fim nem começo.
Sinto cheiros estranhos. Não há mais o que se provar. Não há mais
gostos, apenas releituras bizarras. Fedor.
Os toques são sempre involuntários. Esbarros. Ninguém teve a
intenção. O emaranhado das relações parece mais novelos de lã
embaraçados. Ninguém sabe onde tudo começa.
Estou cansado, minha vista dói. Não suporto mais essa confusão.
Encolho o pescoço, fecho a janela, olho para o quarto. O espelho no
fundo revela-me. Descubro, então, que eu estava dentro de mim.
Lissânder Dias

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Discurso direto e indireto
Discurso direto e indiretoDiscurso direto e indireto
Discurso direto e indireto
professoraIsabel
 
Cruzadinha generos[1]
Cruzadinha generos[1]Cruzadinha generos[1]
Cruzadinha generos[1]
Ana De Paula
 
Cruzadinha e outras atividades
Cruzadinha e outras atividadesCruzadinha e outras atividades
Cruzadinha e outras atividades
Tela Souza
 
Historia em quadrinhos
Historia em quadrinhosHistoria em quadrinhos
Historia em quadrinhos
Rose Tavares
 
Gênero Textual: Conto
Gênero Textual: ContoGênero Textual: Conto
Gênero Textual: Conto
Myllenne Abreu
 
Anúncio publicitário (exercícios)
Anúncio publicitário (exercícios)Anúncio publicitário (exercícios)
Anúncio publicitário (exercícios)
IFMS - Instituto Federal de Mato Grosso do Sul
 
Interpretação de texto vidas secas
Interpretação de texto   vidas secasInterpretação de texto   vidas secas
Interpretação de texto vidas secas
dpport
 
Oficina de descritores português 9º ano
Oficina de descritores português 9º anoOficina de descritores português 9º ano
Oficina de descritores português 9º ano
ClaudiaAdrianaSouzaS
 
Diferença entre fato e opinião
Diferença entre fato e opiniãoDiferença entre fato e opinião
Diferença entre fato e opinião
Eliete Sampaio Farneda
 
Jogos de-lingua-portuguesa
Jogos de-lingua-portuguesaJogos de-lingua-portuguesa
Jogos de-lingua-portuguesa
Jorge Luciano
 
Atividades de por análise de propaganda
Atividades de por análise de propagandaAtividades de por análise de propaganda
Atividades de por análise de propaganda
Atividades Diversas Cláudia
 
Poema e poesia - 7º ano.pdf
Poema e poesia - 7º ano.pdfPoema e poesia - 7º ano.pdf
Poema e poesia - 7º ano.pdf
Caroline Assis
 
Elementos da narrativa-conto-de-enigma-e-relato-pessoal-revisão
Elementos da narrativa-conto-de-enigma-e-relato-pessoal-revisãoElementos da narrativa-conto-de-enigma-e-relato-pessoal-revisão
Elementos da narrativa-conto-de-enigma-e-relato-pessoal-revisão
Nastrilhas da lingua portuguesa
 
Aula Divertida: Jogo dos Advérbios
Aula Divertida: Jogo dos AdvérbiosAula Divertida: Jogo dos Advérbios
Aula Divertida: Jogo dos Advérbios
Letras Mágicas
 
Aula divertida: Adjetivos
Aula divertida: AdjetivosAula divertida: Adjetivos
Aula divertida: Adjetivos
Letras Mágicas
 
Apresentação Fábulas - Pedagogia
Apresentação Fábulas - PedagogiaApresentação Fábulas - Pedagogia
Apresentação Fábulas - Pedagogia
paulacod_pedagogia
 
Recursos ortográficos e efeitos de sentido
Recursos ortográficos e efeitos de sentidoRecursos ortográficos e efeitos de sentido
Recursos ortográficos e efeitos de sentido
Paulo Alexandre
 
Poema 6º ano
Poema 6º anoPoema 6º ano
Poema 6º ano
Andrea Dutra
 
Prova elementos-da-comunicacao-2011
Prova elementos-da-comunicacao-2011Prova elementos-da-comunicacao-2011
Prova elementos-da-comunicacao-2011
Vera Oliveira
 
estrutura da narrativa
estrutura da narrativaestrutura da narrativa
estrutura da narrativa
L.
 

Mais procurados (20)

Discurso direto e indireto
Discurso direto e indiretoDiscurso direto e indireto
Discurso direto e indireto
 
Cruzadinha generos[1]
Cruzadinha generos[1]Cruzadinha generos[1]
Cruzadinha generos[1]
 
Cruzadinha e outras atividades
Cruzadinha e outras atividadesCruzadinha e outras atividades
Cruzadinha e outras atividades
 
Historia em quadrinhos
Historia em quadrinhosHistoria em quadrinhos
Historia em quadrinhos
 
Gênero Textual: Conto
Gênero Textual: ContoGênero Textual: Conto
Gênero Textual: Conto
 
Anúncio publicitário (exercícios)
Anúncio publicitário (exercícios)Anúncio publicitário (exercícios)
Anúncio publicitário (exercícios)
 
Interpretação de texto vidas secas
Interpretação de texto   vidas secasInterpretação de texto   vidas secas
Interpretação de texto vidas secas
 
Oficina de descritores português 9º ano
Oficina de descritores português 9º anoOficina de descritores português 9º ano
Oficina de descritores português 9º ano
 
Diferença entre fato e opinião
Diferença entre fato e opiniãoDiferença entre fato e opinião
Diferença entre fato e opinião
 
Jogos de-lingua-portuguesa
Jogos de-lingua-portuguesaJogos de-lingua-portuguesa
Jogos de-lingua-portuguesa
 
Atividades de por análise de propaganda
Atividades de por análise de propagandaAtividades de por análise de propaganda
Atividades de por análise de propaganda
 
Poema e poesia - 7º ano.pdf
Poema e poesia - 7º ano.pdfPoema e poesia - 7º ano.pdf
Poema e poesia - 7º ano.pdf
 
Elementos da narrativa-conto-de-enigma-e-relato-pessoal-revisão
Elementos da narrativa-conto-de-enigma-e-relato-pessoal-revisãoElementos da narrativa-conto-de-enigma-e-relato-pessoal-revisão
Elementos da narrativa-conto-de-enigma-e-relato-pessoal-revisão
 
Aula Divertida: Jogo dos Advérbios
Aula Divertida: Jogo dos AdvérbiosAula Divertida: Jogo dos Advérbios
Aula Divertida: Jogo dos Advérbios
 
Aula divertida: Adjetivos
Aula divertida: AdjetivosAula divertida: Adjetivos
Aula divertida: Adjetivos
 
Apresentação Fábulas - Pedagogia
Apresentação Fábulas - PedagogiaApresentação Fábulas - Pedagogia
Apresentação Fábulas - Pedagogia
 
Recursos ortográficos e efeitos de sentido
Recursos ortográficos e efeitos de sentidoRecursos ortográficos e efeitos de sentido
Recursos ortográficos e efeitos de sentido
 
Poema 6º ano
Poema 6º anoPoema 6º ano
Poema 6º ano
 
Prova elementos-da-comunicacao-2011
Prova elementos-da-comunicacao-2011Prova elementos-da-comunicacao-2011
Prova elementos-da-comunicacao-2011
 
estrutura da narrativa
estrutura da narrativaestrutura da narrativa
estrutura da narrativa
 

Destaque

Atividades diversas
Atividades diversasAtividades diversas
Atividades diversas
Caio Bezerra
 
Aula roteiro 2011.1 - 1o.per. - 2a.parte (alunos)
Aula roteiro   2011.1 - 1o.per. - 2a.parte (alunos)Aula roteiro   2011.1 - 1o.per. - 2a.parte (alunos)
Aula roteiro 2011.1 - 1o.per. - 2a.parte (alunos)
informaticafdv
 
Avaliação lingua portuguesa 7º ano
Avaliação lingua portuguesa 7º anoAvaliação lingua portuguesa 7º ano
Avaliação lingua portuguesa 7º ano
Patricia Rezende
 
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj
elannialins
 
Crônica e conto eemh
Crônica e conto eemhCrônica e conto eemh
Crônica e conto eemh
Wannsse Schmidt
 
Provas 5 ano 2012 portugues
Provas 5 ano 2012  portuguesProvas 5 ano 2012  portugues
Provas 5 ano 2012 portugues
Silmara Robles
 
Simulado 5 ano
Simulado 5 anoSimulado 5 ano
Simulado 5 ano
Silmara Robles
 
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANOCOLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
Mara Sueli
 
Minicurso falando de alfabetizacao e letramento
Minicurso falando de alfabetizacao e letramentoMinicurso falando de alfabetizacao e letramento
Minicurso falando de alfabetizacao e letramento
Eunice Mendes de Oliveira
 
Pnaic oficial encontro 5 Fabiana Esteves Duque de Caxias
Pnaic oficial encontro 5 Fabiana Esteves Duque de CaxiasPnaic oficial encontro 5 Fabiana Esteves Duque de Caxias
Pnaic oficial encontro 5 Fabiana Esteves Duque de Caxias
Fabiana Esteves
 
Advérbios (Amanda, Gabriela A., Gabriela B., Letícia e Raphaela)
Advérbios (Amanda, Gabriela A., Gabriela B., Letícia e Raphaela)Advérbios (Amanda, Gabriela A., Gabriela B., Letícia e Raphaela)
Advérbios (Amanda, Gabriela A., Gabriela B., Letícia e Raphaela)
Letícia Fernandes
 
Gestures in English
Gestures in EnglishGestures in English
Gestures in English
Daniel Vitor de Almeida
 
The language english
The language englishThe language english
The language english
Daniel Vitor de Almeida
 
Apresentacaoseminario 091004123012-phpapp02
Apresentacaoseminario 091004123012-phpapp02Apresentacaoseminario 091004123012-phpapp02
Apresentacaoseminario 091004123012-phpapp02
João Carlos Melo Silva
 
Present continuous
Present continuousPresent continuous
Present continuous
Daniel Vitor de Almeida
 
Texto Retrato de Velho
Texto Retrato de VelhoTexto Retrato de Velho
Texto Retrato de Velho
Jomari
 
Introdução a disciplina de arte
Introdução a disciplina de arteIntrodução a disciplina de arte
Introdução a disciplina de arte
Daniel Vitor de Almeida
 
Revisão de avaliação mensal 7º ano B - 1º bimestre-Colégio Dinâmico
Revisão de avaliação mensal   7º ano B - 1º bimestre-Colégio DinâmicoRevisão de avaliação mensal   7º ano B - 1º bimestre-Colégio Dinâmico
Revisão de avaliação mensal 7º ano B - 1º bimestre-Colégio Dinâmico
Edson Monteiro
 
Seminario sequencia didatica sidinara
Seminario sequencia didatica sidinaraSeminario sequencia didatica sidinara
Seminario sequencia didatica sidinara
Gláucia Silva
 
Exercícios de-advérbios
Exercícios de-advérbiosExercícios de-advérbios
Exercícios de-advérbios
Patricia Rezende
 

Destaque (20)

Atividades diversas
Atividades diversasAtividades diversas
Atividades diversas
 
Aula roteiro 2011.1 - 1o.per. - 2a.parte (alunos)
Aula roteiro   2011.1 - 1o.per. - 2a.parte (alunos)Aula roteiro   2011.1 - 1o.per. - 2a.parte (alunos)
Aula roteiro 2011.1 - 1o.per. - 2a.parte (alunos)
 
Avaliação lingua portuguesa 7º ano
Avaliação lingua portuguesa 7º anoAvaliação lingua portuguesa 7º ano
Avaliação lingua portuguesa 7º ano
 
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj
 
Crônica e conto eemh
Crônica e conto eemhCrônica e conto eemh
Crônica e conto eemh
 
Provas 5 ano 2012 portugues
Provas 5 ano 2012  portuguesProvas 5 ano 2012  portugues
Provas 5 ano 2012 portugues
 
Simulado 5 ano
Simulado 5 anoSimulado 5 ano
Simulado 5 ano
 
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANOCOLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
 
Minicurso falando de alfabetizacao e letramento
Minicurso falando de alfabetizacao e letramentoMinicurso falando de alfabetizacao e letramento
Minicurso falando de alfabetizacao e letramento
 
Pnaic oficial encontro 5 Fabiana Esteves Duque de Caxias
Pnaic oficial encontro 5 Fabiana Esteves Duque de CaxiasPnaic oficial encontro 5 Fabiana Esteves Duque de Caxias
Pnaic oficial encontro 5 Fabiana Esteves Duque de Caxias
 
Advérbios (Amanda, Gabriela A., Gabriela B., Letícia e Raphaela)
Advérbios (Amanda, Gabriela A., Gabriela B., Letícia e Raphaela)Advérbios (Amanda, Gabriela A., Gabriela B., Letícia e Raphaela)
Advérbios (Amanda, Gabriela A., Gabriela B., Letícia e Raphaela)
 
Gestures in English
Gestures in EnglishGestures in English
Gestures in English
 
The language english
The language englishThe language english
The language english
 
Apresentacaoseminario 091004123012-phpapp02
Apresentacaoseminario 091004123012-phpapp02Apresentacaoseminario 091004123012-phpapp02
Apresentacaoseminario 091004123012-phpapp02
 
Present continuous
Present continuousPresent continuous
Present continuous
 
Texto Retrato de Velho
Texto Retrato de VelhoTexto Retrato de Velho
Texto Retrato de Velho
 
Introdução a disciplina de arte
Introdução a disciplina de arteIntrodução a disciplina de arte
Introdução a disciplina de arte
 
Revisão de avaliação mensal 7º ano B - 1º bimestre-Colégio Dinâmico
Revisão de avaliação mensal   7º ano B - 1º bimestre-Colégio DinâmicoRevisão de avaliação mensal   7º ano B - 1º bimestre-Colégio Dinâmico
Revisão de avaliação mensal 7º ano B - 1º bimestre-Colégio Dinâmico
 
Seminario sequencia didatica sidinara
Seminario sequencia didatica sidinaraSeminario sequencia didatica sidinara
Seminario sequencia didatica sidinara
 
Exercícios de-advérbios
Exercícios de-advérbiosExercícios de-advérbios
Exercícios de-advérbios
 

Semelhante a leitura E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL

Elaine - parte 1 - 3set
Elaine - parte 1 - 3setElaine - parte 1 - 3set
Elaine - parte 1 - 3set
Raquel Donega
 
Sa iraídes
Sa iraídesSa iraídes
Sa iraídes
Murilo Lopes
 
No aeroporto
No aeroportoNo aeroporto
No aeroporto
Débora da Fonseca
 
MONOGRAFIA LEITURA
MONOGRAFIA LEITURAMONOGRAFIA LEITURA
MONOGRAFIA LEITURA
Raquel Donega
 
mat mat
mat matmat mat
Apostila redacao
Apostila redacaoApostila redacao
Apostila redacao
resolvidos
 
Pensar entre vidas...
Pensar entre vidas... Pensar entre vidas...
Pensar entre vidas...
Escola Andre Zenere
 
Passaporte da leitura e da escrita
Passaporte da leitura e da escritaPassaporte da leitura e da escrita
Passaporte da leitura e da escrita
guestbca78d0
 
Projeto
Projeto Projeto
Projeto
Merces Ribeiro
 
A importancia de ler
A importancia de lerA importancia de ler
A importancia de ler
Elaine Junger
 
Slides a leitura professora elzimar oliveira
Slides a leitura   professora elzimar oliveiraSlides a leitura   professora elzimar oliveira
Slides a leitura professora elzimar oliveira
Elzimar Oliveira
 
Sacola literária cch 2015
Sacola literária cch 2015Sacola literária cch 2015
Sacola literária cch 2015
Associação Viva e Deixe Viver
 
Aula 01 redação
Aula 01 redaçãoAula 01 redação
Aula 01 redação
Homero Alves de Lima
 
Prática de metodologia do ensino de leitura
Prática de metodologia do ensino de leituraPrática de metodologia do ensino de leitura
Prática de metodologia do ensino de leitura
Jamille Rabelo
 
Tessituras
TessiturasTessituras
Tessituras
Ana Paula Cecato
 
A CRÔNICA
A CRÔNICAA CRÔNICA
A CRÔNICA
Hermeson Aciole
 
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
letraefel
 
A arte de contar histórias renata bomfim
A arte de contar histórias renata bomfimA arte de contar histórias renata bomfim
A arte de contar histórias renata bomfim
letraefel
 
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
letraefel
 
A arte de contar
A arte de contarA arte de contar
A arte de contar
Dalila Melo
 

Semelhante a leitura E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL (20)

Elaine - parte 1 - 3set
Elaine - parte 1 - 3setElaine - parte 1 - 3set
Elaine - parte 1 - 3set
 
Sa iraídes
Sa iraídesSa iraídes
Sa iraídes
 
No aeroporto
No aeroportoNo aeroporto
No aeroporto
 
MONOGRAFIA LEITURA
MONOGRAFIA LEITURAMONOGRAFIA LEITURA
MONOGRAFIA LEITURA
 
mat mat
mat matmat mat
mat mat
 
Apostila redacao
Apostila redacaoApostila redacao
Apostila redacao
 
Pensar entre vidas...
Pensar entre vidas... Pensar entre vidas...
Pensar entre vidas...
 
Passaporte da leitura e da escrita
Passaporte da leitura e da escritaPassaporte da leitura e da escrita
Passaporte da leitura e da escrita
 
Projeto
Projeto Projeto
Projeto
 
A importancia de ler
A importancia de lerA importancia de ler
A importancia de ler
 
Slides a leitura professora elzimar oliveira
Slides a leitura   professora elzimar oliveiraSlides a leitura   professora elzimar oliveira
Slides a leitura professora elzimar oliveira
 
Sacola literária cch 2015
Sacola literária cch 2015Sacola literária cch 2015
Sacola literária cch 2015
 
Aula 01 redação
Aula 01 redaçãoAula 01 redação
Aula 01 redação
 
Prática de metodologia do ensino de leitura
Prática de metodologia do ensino de leituraPrática de metodologia do ensino de leitura
Prática de metodologia do ensino de leitura
 
Tessituras
TessiturasTessituras
Tessituras
 
A CRÔNICA
A CRÔNICAA CRÔNICA
A CRÔNICA
 
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
 
A arte de contar histórias renata bomfim
A arte de contar histórias renata bomfimA arte de contar histórias renata bomfim
A arte de contar histórias renata bomfim
 
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
 
A arte de contar
A arte de contarA arte de contar
A arte de contar
 

Mais de Daniel Vitor de Almeida

Simple future (will)
Simple future (will)Simple future (will)
Simple future (will)
Daniel Vitor de Almeida
 
Autobiografia oficina 2
Autobiografia  oficina 2Autobiografia  oficina 2
Autobiografia oficina 2
Daniel Vitor de Almeida
 
Quem sou eu identidade oficina 1
Quem sou eu   identidade oficina 1Quem sou eu   identidade oficina 1
Quem sou eu identidade oficina 1
Daniel Vitor de Almeida
 
Body and mind part 1
Body and mind part 1Body and mind part 1
Body and mind part 1
Daniel Vitor de Almeida
 
Inglês básico 6º ano teaching book
Inglês básico 6º ano teaching bookInglês básico 6º ano teaching book
Inglês básico 6º ano teaching book
Daniel Vitor de Almeida
 
Projeto spelling bee
Projeto spelling beeProjeto spelling bee
Projeto spelling bee
Daniel Vitor de Almeida
 
Questões sobre figuras
Questões sobre figurasQuestões sobre figuras
Questões sobre figuras
Daniel Vitor de Almeida
 
Atividade sobre figuras de linguagem
Atividade sobre figuras de linguagemAtividade sobre figuras de linguagem
Atividade sobre figuras de linguagem
Daniel Vitor de Almeida
 
Food
FoodFood
Drinks
DrinksDrinks
Some fruits and the numbers
Some fruits and the numbers Some fruits and the numbers
Some fruits and the numbers
Daniel Vitor de Almeida
 
Literatura portuguesa barroco
Literatura portuguesa barrocoLiteratura portuguesa barroco
Literatura portuguesa barroco
Daniel Vitor de Almeida
 
Jobs and ocupations
Jobs and ocupationsJobs and ocupations
Jobs and ocupations
Daniel Vitor de Almeida
 
Sea animals
Sea animalsSea animals
Ldb
LdbLdb
Lugares na escola: Vocabulário em inglês
Lugares na escola: Vocabulário em inglêsLugares na escola: Vocabulário em inglês
Lugares na escola: Vocabulário em inglês
Daniel Vitor de Almeida
 
Literatura é uma linguagem - 1° ano ensino médio
Literatura é uma linguagem -  1° ano ensino médioLiteratura é uma linguagem -  1° ano ensino médio
Literatura é uma linguagem - 1° ano ensino médio
Daniel Vitor de Almeida
 
Funções do texto literário - 1° ano Ensino médio
Funções do texto literário - 1° ano Ensino médioFunções do texto literário - 1° ano Ensino médio
Funções do texto literário - 1° ano Ensino médio
Daniel Vitor de Almeida
 

Mais de Daniel Vitor de Almeida (18)

Simple future (will)
Simple future (will)Simple future (will)
Simple future (will)
 
Autobiografia oficina 2
Autobiografia  oficina 2Autobiografia  oficina 2
Autobiografia oficina 2
 
Quem sou eu identidade oficina 1
Quem sou eu   identidade oficina 1Quem sou eu   identidade oficina 1
Quem sou eu identidade oficina 1
 
Body and mind part 1
Body and mind part 1Body and mind part 1
Body and mind part 1
 
Inglês básico 6º ano teaching book
Inglês básico 6º ano teaching bookInglês básico 6º ano teaching book
Inglês básico 6º ano teaching book
 
Projeto spelling bee
Projeto spelling beeProjeto spelling bee
Projeto spelling bee
 
Questões sobre figuras
Questões sobre figurasQuestões sobre figuras
Questões sobre figuras
 
Atividade sobre figuras de linguagem
Atividade sobre figuras de linguagemAtividade sobre figuras de linguagem
Atividade sobre figuras de linguagem
 
Food
FoodFood
Food
 
Drinks
DrinksDrinks
Drinks
 
Some fruits and the numbers
Some fruits and the numbers Some fruits and the numbers
Some fruits and the numbers
 
Literatura portuguesa barroco
Literatura portuguesa barrocoLiteratura portuguesa barroco
Literatura portuguesa barroco
 
Jobs and ocupations
Jobs and ocupationsJobs and ocupations
Jobs and ocupations
 
Sea animals
Sea animalsSea animals
Sea animals
 
Ldb
LdbLdb
Ldb
 
Lugares na escola: Vocabulário em inglês
Lugares na escola: Vocabulário em inglêsLugares na escola: Vocabulário em inglês
Lugares na escola: Vocabulário em inglês
 
Literatura é uma linguagem - 1° ano ensino médio
Literatura é uma linguagem -  1° ano ensino médioLiteratura é uma linguagem -  1° ano ensino médio
Literatura é uma linguagem - 1° ano ensino médio
 
Funções do texto literário - 1° ano Ensino médio
Funções do texto literário - 1° ano Ensino médioFunções do texto literário - 1° ano Ensino médio
Funções do texto literário - 1° ano Ensino médio
 

Último

O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Falcão Brasil
 

Último (20)

O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
 

leitura E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL

  • 2. LEITURA E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL Foco no autor: A leitura, assim, é entendida como a atividade de captação das ideias do autor, sem levar em conta as experiências e os conhecimentos do leitor, a interação autor-texto-leitor. Foco na interação autor-texto-leitor A leitura é uma atividade de produção de sentidos.
  • 3. • A leitura é uma atividade na qual se leva em conta as experiências e os conhecimentos do leitor; • A leitura de um texto exige bem mais que o conhecimento do código ling
  • 4. ESTRATÉGIAS DE LEITURA O autor do texto O meio de veiculação do texto O gênero textual O título: elemento constitutivo do texto cuja função é, geralmente, chamar a atenção do leitor e orientá-lo na produção de sentido;
  • 5. OBJETIVO DA LEITURA São, pois, os objetivos do leitor que nortearão o modo de leitura, em mais tempo ou menos tempo; com mais atenção ou menos atenção; com maior interação ou com menor interação, enfim.
  • 6. CRÔNICA A palavra crônica é derivada do latim Chronica e do grego Khrónos (tempo), e significado principal que acompanha esse tipo de texto é exatamente o conceito de tempo. A crônica é o relato de um ou mais acontecimentos em um determinado tempo. A quantidade de personagens é reduzida, podendo inclusive não haver personagens. É a narraçãode um fato do cotidiano das pessoas, algo que naturalmente acontece com muitas pessoas. Esse fato é incrementado com um tom de ironia e bom humor, fazendo com que as pessoas vejam por outra ótica aquilo que parece óbvio demais para ser observado.
  • 7. UM PEQUENA CRÔNICA Janela ao sol. Estico o pescoço com dificuldades e olho para fora. Pessoas apressadas, buzinas, olhares fugidios. Ouço vozes, muitas. Desconexas, sem fim nem começo. Sinto cheiros estranhos. Não há mais o que se provar. Não há mais gostos, apenas releituras bizarras. Fedor. Os toques são sempre involuntários. Esbarros. Ninguém teve a intenção. O emaranhado das relações parece mais novelos de lã embaraçados. Ninguém sabe onde tudo começa. Estou cansado, minha vista dói. Não suporto mais essa confusão. Encolho o pescoço, fecho a janela, olho para o quarto. O espelho no fundo revela-me. Descubro, então, que eu estava dentro de mim. Lissânder Dias