SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 45
A Igreja e sua Organização
A relevância de
conhecermos sua origem,
propósito, fundamento,
história e missão.
Igreja, povo escolhido
e nomeado por Deus
2º Trimestre
Ano 2019
Lição 1 – A Igreja e o Plano Divino
Lição 2 – O Fundamento e a Edificação da
Igreja
Lição 3 – Conhecendo a Igreja a partir dos
Títulos e Símbolos Bíblicos
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma
Protestante
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da
Igreja
Lição 6 – A Igreja Atual e alguns desafios
Lição 7 – O desafio das novas Teologias e
Modismos
Lição 8 – A Igreja e sua Influência na
sociedade
Lição 9 – A Igreja e sua Organização
Lição 10 – O Culto Racional
Lição 12 – A Igreja de Filadélfia, um Modelo
para os nossos dias
Lição 13 – A Igreja e as Últimas Coisas
CITAR as condições de ser
membro.
EXPLICAR a função básica do
ministério;
DEFINIR as características do
líder cristão;
“E ele mesmo deu uns
para apóstolos, e outros
para profetas, e outros
para evangelistas, e outros
para pastores e doutores.”
(Efésios 4.11)
A organização da igreja
serve o propósito de
perpetuar o trabalho de
Cristo e criar as condições
mínimas de
subsistência.
2 – E os doze, convocando a multidão dos discípulos, disseram:
Não é razoável que nós deixemos a palavra de Deus e sirvamos
às mesas.
3 – Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, cheios do Espírito Santo e
de sabedoria, aos quais constituamos sobre este importante
negócio.
Atos 6.2-3
23 – E, havendo-lhes por comum consentimento eleito anciãos
em cada igreja, orando com jejuns, os encomendaram ao
Senhor em quem havia crido.
Atos 14.23
5 – Por esta causa te deixei em Creta, para que pusesses em
boa ordem as coisas que restam e, de cidade em cidade,
estabelecessem presbíteros, como já te mandei.
Tito 1.5
Ore pelo seu pastor e sua
Liderança local.
A organização e instituição igreja serve o propósito de
perpetuar e melhorar o trabalho realizado aqui na terra.
Apesar do termo igreja originalmente se
definir com as pessoas,
1 – O Ministério
As principais funções do ministério são a pregação
da Palavra e a administração das coisas do Senhor.
Cabe ao ministério priorizar a proclamação do Reino
de Deus e criar suporte para o mesmo.
1.1 – Os Ministros
Entende-se como ministro do Senhor aquele que
serve a Deus e à Igreja.
Almejar o ministério é algo agradável a Deus.
(1Tm 3.1).
1.1 – Os Ministros
Entretanto, não devemos achar que é um caminho
fácil ou de pompa.
Aprovados
Seja um
ministro para fazer
a diferença !
1.1 – Os Ministros
Na verdade, a escada eclesiástica é para baixo e não
para cima, pois o maior servirá o menor.
“O maior dentre
Vós será vosso
Servo” (Mt 23:11)
1.2 – O Presbitério
A expressão “presbítero” no grego indica
“pessoa mais velha” ou “ancião”.
A designação
“presbítero” era
usada para se referir
aos dirigentes das
igrejas locais,
encarregados de
administração, sem
referência à sua
idade.
1.2 – O Presbitério
experiência
para servir
como
exemplo e
ensinar o
povo de
Deus.
Tratava-se de homens mais
maduros espiritualmente,
com conhecimento e
1.2 – O Presbitério
1 Timóteo 3.2-7
Tito 1.5-6
O apóstolo Paulo relaciona as qualificações
necessárias para o exercício da função de Presbítero
1.2 – O Presbitério
Vejamos algumas funções dos presbíteros :
❶ Apascentar a igreja de Deus (At 20.28; IPe 5.1-2);
❷ Responsáveis pelo ensino da sã doutrina
❸ Pregação do Evangelho ( I Tm 5.17);
❹ Orar e ungir o doente (Tg 5.14).
1.3 – O Diaconato
A diaconia bíblica não se caracteriza por poder e
proeminência, mas pelo serviço ao próximo.
1.3 – O Diaconato
Os ensinamentos de Jesus no julgamento final
(Mt 25:31-46) equiparam esse ministério com:
❶ Alimentar os famintos,
❷ Acolher o próximo,
❸ Vestir os que estão despidos,
❹ Visitar os enfermos e
encarcerados.
1.3 – O Diaconato
Sete homens de boa reputação, cheios do Espírito de
Deus e sabedoria foram separados para o diaconato.
Diáconos (Atos 6:3)
2 – A Liderança Cristã
A liderança cristã constitui-se basicamente
do exemplo e do serviço, no qual o líder
influencia a partir da vida de Jesus Cristo.
2.1 – O Exemplo
Profeta Amós
O próprio Jesus Cristo, como líder da Igreja, nos
deu o exemplo em tudo (Jo 13.15; IPe 2.21).
A primeira grande exigência para
a liderança é o Exemplo.
2.1 – O Exemplo
O apóstolo Paulo orientou o jovem pastor Timóteo
a ser um exemplo na palavra, no trato, no amor, no
espírito, na fé e na pureza ( I Tm 4.12).
Profeta Amós
2.1 – O Exemplo
O líder cristão deve
influenciar, não pelo
autoritarismo ou
pela arrogância
Profeta Amós
mas, sim, com
uma vida exemplar
em todos os
sentidos.
2.2 – Autoridade Moral
Uma vida de santidade é requisito primordial
para qualquer liderança cristã;
2.2 – Autoridade Moral
O Líder Cristão deve influenciar pessoas através de
uma vida irrepreensível, de santidade e comunhão
com Deus, cheio do Espírito Santo e guiado por Ele.
O Líder Cristão
deve ter uma
vida
de oração,
leitura e
meditação da
Palavra.
2.3 – Dons Ministeriais
O apóstolo Paulo elenca diversos dons ministeriais
para a utilização na igreja, como forma de edificar
O Corpo de Cristo (1Co 12.28; Ef 4.11-12).
2.3 – Dons Ministeriais
Duas informações relevantes :
O fato de que não são os homens que
escolhem ser apóstolos, profetas,
evangelistas, pastores e mestres, mas o
próprio Deus é quem os estabelece na igreja;
Os dons são concedidos dentro do corpo
com o propósito principal de edificar o
corpo, por intermédio do aperfeiçoamento
e trabalho de cada membro.
2.3 – Dons Ministeriais
O chamado ministerial vai além do cargo
eclesiástico que ocupamos na igreja local.
Cabe a nós desenvolvermos
aquilo que Deus colocou em
nossas mãos.
3 – A Membresia
É rica de lições a identificação dos que estão em
Cristo como membros do Corpo de Cristo (ICo 12.12,
27) e, consequentemente, membros uns dos outros.
Trata-se de utilizar o
corpo humano como
uma ilustração da vida
corporificada.
3.1 – Os Membros
É uma das
marcas da
conversão
a busca e o
interesse de
viver em
comunidade
com os que
também são
discípulos de
Cristo.
Ser identificado como "membro" é
vida partilhada em conjunto.
3.2 – Os Desigrejados
Os desigrejados é um fenómeno social de cunho
eclesiástico, no qual pessoas que se dizem
evangélicas deixam de congregar na igreja local.
Eles não aceitam
mais a estrutura
da igreja e as
autoridades
eclesiásticas
estabelecidas.
3.2 – Os Desigrejados
Este movimento tem nascido muitas vezes em igrejas
neopentecostais, que, por causa de desvios
doutrinários, têm frustrado a muitos que se convertem,
gerando um
sentimento de
que foram
enganados e
de aversão à
organização.
3.2 – Os Desigrejados
"Não há outra opção ao
Corpo de Cristo a não ser
tomar-se corpo visível. Ou,
caso contrário, não será
corpo de forma alguma. O
Corpo de Cristo torna-se
visível ao mundo na
congregação reunida em
torno da Palavra e do
sacramento"
Dietrich Boonhoeffer
Teólogo e Pastor
Luterano
3.3 – Privilégios e Deveres
❶ Desfrutamos da alegria proporcionada pela comunhão
com os demais irmãos (Sl 133.1; At 2.44);
❷ Temos um lugar reservado para orar, louvar a Deus e
ouvir a Palavra de Deus junto com outros membros para
nossa renovação e edificação;
❸ Temos o privilégio de poder unir-se aos demais irmãos
para a celebração da Ceia do Senhor;
❹ Temos oportunidade de servir ao Senhor, seja
testemunhando, pregando, louvando e atuando de acordo
com os dons concedidos pelo Senhor.
Privilégios que desfrutam os membros
de uma igreja local :
3.3 – Privilégios e Deveres
❶ Presença nos cultos e reuniões regulares (Hb10.25);
❷ Ser um ativo participante, não um indiferente
assistente de culto (Ico 14.26);
❸ Ter o cuidado mútuo (ICo 12.25);
❹ Respeitar, amar e obedecer os pastores e demais
obreiros (ÍTs 5.12-13; Hb 13.17); entre outros.
Para que haja estabilidade e desenvolvimento da
Igreja local é necessário a participação e
comprometimento de seus membros.
Alguns Deveres dos membros da Igreja Local :
A institucionalização da Igreja, conforme
os princípios bíblicos,
contribui para que as igrejas locais cumpram a
missão dada por Jesus Cristo, até
que Ele venha (Ef 4.13).
O que é almejar o ministério ?
É algo agradável a Deus (1Tm 3.1).
Quais passagens nos mostram diversas exigências
para ser um presbítero ?
1 Timóteo 3.2-7
Tito 1.5-6
O que o apóstolo Paulo orientou
ao jovem pastor Timóteo ?
A ser um exemplo na palavra, no trato,
no amor, no espírito, na fé e na pureza (1Tm 4.12).
Quais são os primeiros passos da vida cristã ?
A conversão e, em ato contínuo,
o batismo nas águas (At 2.38; 9.18).
Qual privilégio desfruta o membro
de uma igreja local ?
A alegria proporcinada pela comunhão
com os demais irmãos (Ef 5.8).
Lição 10 – O Culto Racional
Deus Abençoe !

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo André Rocha
 
Lição 18 Apostasia da Fé
Lição 18   Apostasia da FéLição 18   Apostasia da Fé
Lição 18 Apostasia da FéWander Sousa
 
Lição 3 - A Natureza da Igreja - Escola Bíblica Dominical.pptx
Lição 3 - A Natureza da Igreja - Escola Bíblica Dominical.pptxLição 3 - A Natureza da Igreja - Escola Bíblica Dominical.pptx
Lição 3 - A Natureza da Igreja - Escola Bíblica Dominical.pptxCelso Napoleon
 
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igrejaLição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igrejaÉder Tomé
 
Slides Lição 10, CPAD, O Desafio da Janela 10x40, 4Tr23.pptx
Slides Lição 10, CPAD, O Desafio da Janela 10x40, 4Tr23.pptxSlides Lição 10, CPAD, O Desafio da Janela 10x40, 4Tr23.pptx
Slides Lição 10, CPAD, O Desafio da Janela 10x40, 4Tr23.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de FéLição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de FéÉder Tomé
 
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptxLição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptxCelso Napoleon
 
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do SenhorLição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do SenhorÉder Tomé
 
Estudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhosEstudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhosmarquione ban
 
Lição 08 - A Igreja de Cristo
Lição 08 - A Igreja de CristoLição 08 - A Igreja de Cristo
Lição 08 - A Igreja de CristoÉder Tomé
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoÉder Tomé
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorAlmy Alves
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoRODRIGO FERREIRA
 
Lição 1 - O que é Mordomia Cristã
Lição 1 - O que é Mordomia Cristã Lição 1 - O que é Mordomia Cristã
Lição 1 - O que é Mordomia Cristã Éder Tomé
 

Mais procurados (20)

A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo
 
Lição 18 Apostasia da Fé
Lição 18   Apostasia da FéLição 18   Apostasia da Fé
Lição 18 Apostasia da Fé
 
Lição 3 - A Natureza da Igreja - Escola Bíblica Dominical.pptx
Lição 3 - A Natureza da Igreja - Escola Bíblica Dominical.pptxLição 3 - A Natureza da Igreja - Escola Bíblica Dominical.pptx
Lição 3 - A Natureza da Igreja - Escola Bíblica Dominical.pptx
 
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igrejaLição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
 
Slides Lição 10, CPAD, O Desafio da Janela 10x40, 4Tr23.pptx
Slides Lição 10, CPAD, O Desafio da Janela 10x40, 4Tr23.pptxSlides Lição 10, CPAD, O Desafio da Janela 10x40, 4Tr23.pptx
Slides Lição 10, CPAD, O Desafio da Janela 10x40, 4Tr23.pptx
 
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de FéLição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
 
Apostila missiologia
Apostila missiologiaApostila missiologia
Apostila missiologia
 
Batismo nas águas
Batismo nas águasBatismo nas águas
Batismo nas águas
 
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptxLição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
Lição 13 – O Mundo de Deus no Mundo dos Homens.pptx
 
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do SenhorLição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
 
Slides Lição 1 - A Igreja diante do Espírito da Babilônia.pptx
Slides Lição 1 - A Igreja diante do Espírito da Babilônia.pptxSlides Lição 1 - A Igreja diante do Espírito da Babilônia.pptx
Slides Lição 1 - A Igreja diante do Espírito da Babilônia.pptx
 
Estudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhosEstudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhos
 
Culto e Liturgia
Culto e LiturgiaCulto e Liturgia
Culto e Liturgia
 
Lição 08 - A Igreja de Cristo
Lição 08 - A Igreja de CristoLição 08 - A Igreja de Cristo
Lição 08 - A Igreja de Cristo
 
Slides Lição 12, CPAD, Vivendo no ESPÍRITO.pptx
Slides Lição 12, CPAD, Vivendo no ESPÍRITO.pptxSlides Lição 12, CPAD, Vivendo no ESPÍRITO.pptx
Slides Lição 12, CPAD, Vivendo no ESPÍRITO.pptx
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do Senhor
 
Evangelismo pessoal
Evangelismo pessoalEvangelismo pessoal
Evangelismo pessoal
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da Salvação
 
Lição 1 - O que é Mordomia Cristã
Lição 1 - O que é Mordomia Cristã Lição 1 - O que é Mordomia Cristã
Lição 1 - O que é Mordomia Cristã
 

Semelhante a Lição 9 - A Igreja e sua Organização

Lbj lição 3 a organização da igreja
Lbj lição 3   a organização da igrejaLbj lição 3   a organização da igreja
Lbj lição 3 a organização da igrejaboasnovassena
 
Doutrinas Bíblicas - Eclesiologia
Doutrinas Bíblicas - EclesiologiaDoutrinas Bíblicas - Eclesiologia
Doutrinas Bíblicas - EclesiologiaRoberto Trindade
 
58723691 curso-de-diacono-doc
58723691 curso-de-diacono-doc58723691 curso-de-diacono-doc
58723691 curso-de-diacono-docAnapaula Ribeiro
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxjoseciceroroberto197
 
Lição 11 - A Igreja no Poder do Espírito Santo
Lição 11 - A Igreja no Poder do Espírito SantoLição 11 - A Igreja no Poder do Espírito Santo
Lição 11 - A Igreja no Poder do Espírito SantoÉder Tomé
 
Lbj lição 4 - O ministério da igreja
Lbj lição 4 -  O ministério da igrejaLbj lição 4 -  O ministério da igreja
Lbj lição 4 - O ministério da igrejaboasnovassena
 
ESTUDO 02 - A IGREJA - DIVERSIDADE NA UNIDADE.docx
ESTUDO 02 - A IGREJA - DIVERSIDADE NA UNIDADE.docxESTUDO 02 - A IGREJA - DIVERSIDADE NA UNIDADE.docx
ESTUDO 02 - A IGREJA - DIVERSIDADE NA UNIDADE.docxssusere38a4a
 
Teologia Pastoral
Teologia PastoralTeologia Pastoral
Teologia PastoralAd Junior
 
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da IgrejaLBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igrejaboasnovassena
 
Lição 5 - A mordomia da igreja
Lição 5 - A mordomia da igrejaLição 5 - A mordomia da igreja
Lição 5 - A mordomia da igrejaMarina de Morais
 
Reunião Mensaal de Pastoral - Decreto presbiterorum ordinis (po) simplificado
Reunião Mensaal de Pastoral - Decreto presbiterorum ordinis (po)   simplificadoReunião Mensaal de Pastoral - Decreto presbiterorum ordinis (po)   simplificado
Reunião Mensaal de Pastoral - Decreto presbiterorum ordinis (po) simplificadoKamila Mendonça
 
EBD CPAD Lições bíblicas 3°Trimestre2015 aula 1 Uma mensagem à Igreja local e...
EBD CPAD Lições bíblicas 3°Trimestre2015 aula 1 Uma mensagem à Igreja local e...EBD CPAD Lições bíblicas 3°Trimestre2015 aula 1 Uma mensagem à Igreja local e...
EBD CPAD Lições bíblicas 3°Trimestre2015 aula 1 Uma mensagem à Igreja local e...GIDEONE Moura Santos Ferreira
 

Semelhante a Lição 9 - A Igreja e sua Organização (20)

Aula 8 missoes e a educação crista
Aula 8   missoes e a educação cristaAula 8   missoes e a educação crista
Aula 8 missoes e a educação crista
 
Lbj lição 3 a organização da igreja
Lbj lição 3   a organização da igrejaLbj lição 3   a organização da igreja
Lbj lição 3 a organização da igreja
 
Doutrinas Bíblicas - Eclesiologia
Doutrinas Bíblicas - EclesiologiaDoutrinas Bíblicas - Eclesiologia
Doutrinas Bíblicas - Eclesiologia
 
Doc 53 da cnbb
Doc 53 da cnbbDoc 53 da cnbb
Doc 53 da cnbb
 
58723691 curso-de-diacono-doc
58723691 curso-de-diacono-doc58723691 curso-de-diacono-doc
58723691 curso-de-diacono-doc
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
Lição 11 - A Igreja no Poder do Espírito Santo
Lição 11 - A Igreja no Poder do Espírito SantoLição 11 - A Igreja no Poder do Espírito Santo
Lição 11 - A Igreja no Poder do Espírito Santo
 
Vocação E Ministérios Leigos
Vocação E Ministérios LeigosVocação E Ministérios Leigos
Vocação E Ministérios Leigos
 
O chamado ministerial
O chamado ministerialO chamado ministerial
O chamado ministerial
 
Lbj lição 4 - O ministério da igreja
Lbj lição 4 -  O ministério da igrejaLbj lição 4 -  O ministério da igreja
Lbj lição 4 - O ministério da igreja
 
ESTUDO 02 - A IGREJA - DIVERSIDADE NA UNIDADE.docx
ESTUDO 02 - A IGREJA - DIVERSIDADE NA UNIDADE.docxESTUDO 02 - A IGREJA - DIVERSIDADE NA UNIDADE.docx
ESTUDO 02 - A IGREJA - DIVERSIDADE NA UNIDADE.docx
 
Teologia Pastoral
Teologia PastoralTeologia Pastoral
Teologia Pastoral
 
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da IgrejaLBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
 
Lição 5 - A mordomia da igreja
Lição 5 - A mordomia da igrejaLição 5 - A mordomia da igreja
Lição 5 - A mordomia da igreja
 
Reunião Mensaal de Pastoral - Decreto presbiterorum ordinis (po) simplificado
Reunião Mensaal de Pastoral - Decreto presbiterorum ordinis (po)   simplificadoReunião Mensaal de Pastoral - Decreto presbiterorum ordinis (po)   simplificado
Reunião Mensaal de Pastoral - Decreto presbiterorum ordinis (po) simplificado
 
Apostila obreiros
Apostila obreirosApostila obreiros
Apostila obreiros
 
EBD CPAD Lições bíblicas 3°Trimestre2015 aula 1 Uma mensagem à Igreja local e...
EBD CPAD Lições bíblicas 3°Trimestre2015 aula 1 Uma mensagem à Igreja local e...EBD CPAD Lições bíblicas 3°Trimestre2015 aula 1 Uma mensagem à Igreja local e...
EBD CPAD Lições bíblicas 3°Trimestre2015 aula 1 Uma mensagem à Igreja local e...
 
Razões da nossa fé lição 8
Razões da nossa fé   lição 8Razões da nossa fé   lição 8
Razões da nossa fé lição 8
 
Visão
VisãoVisão
Visão
 
Pastores e doutores [lição 12]
Pastores e doutores [lição 12]Pastores e doutores [lição 12]
Pastores e doutores [lição 12]
 

Mais de Éder Tomé

Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)
Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)
Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)Éder Tomé
 
Lição 4 - Dons de Poder
Lição 4 - Dons de Poder Lição 4 - Dons de Poder
Lição 4 - Dons de Poder Éder Tomé
 
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)Éder Tomé
 
Lição 3 - O Deus Criador
Lição 3 - O Deus CriadorLição 3 - O Deus Criador
Lição 3 - O Deus CriadorÉder Tomé
 
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Éder Tomé
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoÉder Tomé
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Éder Tomé
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusÉder Tomé
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Éder Tomé
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisÉder Tomé
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Éder Tomé
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeLição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeÉder Tomé
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Éder Tomé
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensLição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensÉder Tomé
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Éder Tomé
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaLição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaÉder Tomé
 
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Éder Tomé
 
Lição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemLição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemÉder Tomé
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Éder Tomé
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusLição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusÉder Tomé
 

Mais de Éder Tomé (20)

Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)
Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)
Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)
 
Lição 4 - Dons de Poder
Lição 4 - Dons de Poder Lição 4 - Dons de Poder
Lição 4 - Dons de Poder
 
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
 
Lição 3 - O Deus Criador
Lição 3 - O Deus CriadorLição 3 - O Deus Criador
Lição 3 - O Deus Criador
 
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de Revelação
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeLição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensLição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaLição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
 
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
 
Lição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemLição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragem
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusLição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
 

Último

Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxManoel Candido Pires Junior
 
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptxFabianoHaider1
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaRicardo Azevedo
 

Último (8)

Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 

Lição 9 - A Igreja e sua Organização

  • 1. A Igreja e sua Organização
  • 2. A relevância de conhecermos sua origem, propósito, fundamento, história e missão. Igreja, povo escolhido e nomeado por Deus 2º Trimestre Ano 2019
  • 3. Lição 1 – A Igreja e o Plano Divino Lição 2 – O Fundamento e a Edificação da Igreja Lição 3 – Conhecendo a Igreja a partir dos Títulos e Símbolos Bíblicos Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante Lição 5 – Avivamento e Missões na história da Igreja Lição 6 – A Igreja Atual e alguns desafios Lição 7 – O desafio das novas Teologias e Modismos Lição 8 – A Igreja e sua Influência na sociedade Lição 9 – A Igreja e sua Organização Lição 10 – O Culto Racional Lição 12 – A Igreja de Filadélfia, um Modelo para os nossos dias Lição 13 – A Igreja e as Últimas Coisas
  • 4. CITAR as condições de ser membro. EXPLICAR a função básica do ministério; DEFINIR as características do líder cristão;
  • 5. “E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores.” (Efésios 4.11)
  • 6. A organização da igreja serve o propósito de perpetuar o trabalho de Cristo e criar as condições mínimas de subsistência.
  • 7. 2 – E os doze, convocando a multidão dos discípulos, disseram: Não é razoável que nós deixemos a palavra de Deus e sirvamos às mesas. 3 – Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos quais constituamos sobre este importante negócio. Atos 6.2-3 23 – E, havendo-lhes por comum consentimento eleito anciãos em cada igreja, orando com jejuns, os encomendaram ao Senhor em quem havia crido. Atos 14.23 5 – Por esta causa te deixei em Creta, para que pusesses em boa ordem as coisas que restam e, de cidade em cidade, estabelecessem presbíteros, como já te mandei. Tito 1.5
  • 8. Ore pelo seu pastor e sua Liderança local.
  • 9. A organização e instituição igreja serve o propósito de perpetuar e melhorar o trabalho realizado aqui na terra. Apesar do termo igreja originalmente se definir com as pessoas,
  • 10. 1 – O Ministério As principais funções do ministério são a pregação da Palavra e a administração das coisas do Senhor. Cabe ao ministério priorizar a proclamação do Reino de Deus e criar suporte para o mesmo.
  • 11. 1.1 – Os Ministros Entende-se como ministro do Senhor aquele que serve a Deus e à Igreja. Almejar o ministério é algo agradável a Deus. (1Tm 3.1).
  • 12. 1.1 – Os Ministros Entretanto, não devemos achar que é um caminho fácil ou de pompa. Aprovados Seja um ministro para fazer a diferença !
  • 13. 1.1 – Os Ministros Na verdade, a escada eclesiástica é para baixo e não para cima, pois o maior servirá o menor. “O maior dentre Vós será vosso Servo” (Mt 23:11)
  • 14. 1.2 – O Presbitério A expressão “presbítero” no grego indica “pessoa mais velha” ou “ancião”. A designação “presbítero” era usada para se referir aos dirigentes das igrejas locais, encarregados de administração, sem referência à sua idade.
  • 15. 1.2 – O Presbitério experiência para servir como exemplo e ensinar o povo de Deus. Tratava-se de homens mais maduros espiritualmente, com conhecimento e
  • 16. 1.2 – O Presbitério 1 Timóteo 3.2-7 Tito 1.5-6 O apóstolo Paulo relaciona as qualificações necessárias para o exercício da função de Presbítero
  • 17. 1.2 – O Presbitério Vejamos algumas funções dos presbíteros : ❶ Apascentar a igreja de Deus (At 20.28; IPe 5.1-2); ❷ Responsáveis pelo ensino da sã doutrina ❸ Pregação do Evangelho ( I Tm 5.17); ❹ Orar e ungir o doente (Tg 5.14).
  • 18. 1.3 – O Diaconato A diaconia bíblica não se caracteriza por poder e proeminência, mas pelo serviço ao próximo.
  • 19. 1.3 – O Diaconato Os ensinamentos de Jesus no julgamento final (Mt 25:31-46) equiparam esse ministério com: ❶ Alimentar os famintos, ❷ Acolher o próximo, ❸ Vestir os que estão despidos, ❹ Visitar os enfermos e encarcerados.
  • 20. 1.3 – O Diaconato Sete homens de boa reputação, cheios do Espírito de Deus e sabedoria foram separados para o diaconato. Diáconos (Atos 6:3)
  • 21. 2 – A Liderança Cristã A liderança cristã constitui-se basicamente do exemplo e do serviço, no qual o líder influencia a partir da vida de Jesus Cristo.
  • 22. 2.1 – O Exemplo Profeta Amós O próprio Jesus Cristo, como líder da Igreja, nos deu o exemplo em tudo (Jo 13.15; IPe 2.21). A primeira grande exigência para a liderança é o Exemplo.
  • 23. 2.1 – O Exemplo O apóstolo Paulo orientou o jovem pastor Timóteo a ser um exemplo na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé e na pureza ( I Tm 4.12). Profeta Amós
  • 24. 2.1 – O Exemplo O líder cristão deve influenciar, não pelo autoritarismo ou pela arrogância Profeta Amós mas, sim, com uma vida exemplar em todos os sentidos.
  • 25. 2.2 – Autoridade Moral Uma vida de santidade é requisito primordial para qualquer liderança cristã;
  • 26. 2.2 – Autoridade Moral O Líder Cristão deve influenciar pessoas através de uma vida irrepreensível, de santidade e comunhão com Deus, cheio do Espírito Santo e guiado por Ele. O Líder Cristão deve ter uma vida de oração, leitura e meditação da Palavra.
  • 27. 2.3 – Dons Ministeriais O apóstolo Paulo elenca diversos dons ministeriais para a utilização na igreja, como forma de edificar O Corpo de Cristo (1Co 12.28; Ef 4.11-12).
  • 28. 2.3 – Dons Ministeriais Duas informações relevantes : O fato de que não são os homens que escolhem ser apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres, mas o próprio Deus é quem os estabelece na igreja; Os dons são concedidos dentro do corpo com o propósito principal de edificar o corpo, por intermédio do aperfeiçoamento e trabalho de cada membro.
  • 29. 2.3 – Dons Ministeriais O chamado ministerial vai além do cargo eclesiástico que ocupamos na igreja local. Cabe a nós desenvolvermos aquilo que Deus colocou em nossas mãos.
  • 30. 3 – A Membresia É rica de lições a identificação dos que estão em Cristo como membros do Corpo de Cristo (ICo 12.12, 27) e, consequentemente, membros uns dos outros. Trata-se de utilizar o corpo humano como uma ilustração da vida corporificada.
  • 31. 3.1 – Os Membros É uma das marcas da conversão a busca e o interesse de viver em comunidade com os que também são discípulos de Cristo. Ser identificado como "membro" é vida partilhada em conjunto.
  • 32. 3.2 – Os Desigrejados Os desigrejados é um fenómeno social de cunho eclesiástico, no qual pessoas que se dizem evangélicas deixam de congregar na igreja local. Eles não aceitam mais a estrutura da igreja e as autoridades eclesiásticas estabelecidas.
  • 33. 3.2 – Os Desigrejados Este movimento tem nascido muitas vezes em igrejas neopentecostais, que, por causa de desvios doutrinários, têm frustrado a muitos que se convertem, gerando um sentimento de que foram enganados e de aversão à organização.
  • 34. 3.2 – Os Desigrejados "Não há outra opção ao Corpo de Cristo a não ser tomar-se corpo visível. Ou, caso contrário, não será corpo de forma alguma. O Corpo de Cristo torna-se visível ao mundo na congregação reunida em torno da Palavra e do sacramento" Dietrich Boonhoeffer Teólogo e Pastor Luterano
  • 35. 3.3 – Privilégios e Deveres ❶ Desfrutamos da alegria proporcionada pela comunhão com os demais irmãos (Sl 133.1; At 2.44); ❷ Temos um lugar reservado para orar, louvar a Deus e ouvir a Palavra de Deus junto com outros membros para nossa renovação e edificação; ❸ Temos o privilégio de poder unir-se aos demais irmãos para a celebração da Ceia do Senhor; ❹ Temos oportunidade de servir ao Senhor, seja testemunhando, pregando, louvando e atuando de acordo com os dons concedidos pelo Senhor. Privilégios que desfrutam os membros de uma igreja local :
  • 36. 3.3 – Privilégios e Deveres ❶ Presença nos cultos e reuniões regulares (Hb10.25); ❷ Ser um ativo participante, não um indiferente assistente de culto (Ico 14.26); ❸ Ter o cuidado mútuo (ICo 12.25); ❹ Respeitar, amar e obedecer os pastores e demais obreiros (ÍTs 5.12-13; Hb 13.17); entre outros. Para que haja estabilidade e desenvolvimento da Igreja local é necessário a participação e comprometimento de seus membros. Alguns Deveres dos membros da Igreja Local :
  • 37. A institucionalização da Igreja, conforme os princípios bíblicos, contribui para que as igrejas locais cumpram a missão dada por Jesus Cristo, até que Ele venha (Ef 4.13).
  • 38. O que é almejar o ministério ? É algo agradável a Deus (1Tm 3.1).
  • 39. Quais passagens nos mostram diversas exigências para ser um presbítero ? 1 Timóteo 3.2-7 Tito 1.5-6
  • 40. O que o apóstolo Paulo orientou ao jovem pastor Timóteo ? A ser um exemplo na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé e na pureza (1Tm 4.12).
  • 41. Quais são os primeiros passos da vida cristã ? A conversão e, em ato contínuo, o batismo nas águas (At 2.38; 9.18).
  • 42. Qual privilégio desfruta o membro de uma igreja local ? A alegria proporcinada pela comunhão com os demais irmãos (Ef 5.8).
  • 43. Lição 10 – O Culto Racional
  • 44.